Você está na página 1de 1

CARBONATAÇÃO DO CONCRETO E DESPASSIVAÇÃO DA ARMADURA DE AÇO

Estudos recentes mostram que, nos últimos dez anos, 3% do PIB do Brasil foram gastos
com reparos em obras de engenharia civil. Dentre os principais problemas que danificam as obras
de construção como prédios e residências estão a corrosão e a carbonatação. Esta última
consiste na transformação química do hidróxido de cálcio em carbonato de cálcio, devido a
penetração de gases pelos poros do cimento, danificando as estruturas de cimento e concreto.
a carbonatação é um fenômeno natural decorrente da reação entre o gás carbônico (CO2)
do ar e os compostos alcalinos presentes no retículo poroso do concreto. enquanto cloretos
promovem corrosão localizada da estrutura, a carbonatação provoca corrosão generalizada.

Região não 
carbonatada 
rica em CaO e 
Ca(OH)2 
pH = 12  Ferro ativo
Reage 
quimicamente, 
Ferro passivo  pois está 
Não reage  desprotegido 
quimicamente 
avanço da carbonatação até a despassivação e corrosão da armadura

A reação química da carbonatação é


Ca(OH ) 2  CO2  CaCO3  H 2O
A carbonatação despassiva a armadura em decorrência da redução do pH do concreto
(região não carbonatada). Inicialmente, o pH do concreto (alcalino, em torno de 12) constitui fator
de proteção da armadura contra a corrosão; ao longo do tempo, porém, devido à exposição do
concreto ao gás carbônico, esse pH tende a diminuir, despassivando a armadura. Com a
despassivação do aço, este se torna vulnerável ao processo de corrosão.
Em concretos carbonatados, o ingresso de cloretos é favorecido e fortemente acelerado.
Entre os fatores que influem na carbonatação, estão:
RELAÇÃO ÁGUA/CIMENTO
 quanto maior esse fator, maior a profundidade de carbonatação;
TIPO DE CIMENTO
 influencia a velocidade de carbonatação, já que a reserva alcalina varia conforme
a composição química do cimento e das adições;
CONDIÇÃO DE CURA
 a cura com água e por tempo suficiente melhora as propriedades do concreto;
UMIDADE
 o máximo grau de carbonatação ocorre para umidade em torno de 60%.
DISPONIBILIDADE DE CO2
 em geral, nos ambientes internos, a concentração de CO2 é maior do que em
ambientes externos; em ambientes industriais, é maior do que em ambientes
naturais.