Você está na página 1de 32

2

INSERÇÃO DA VIGA
No menu “New Model”, clique no template de vigas:

No template, selecione em “Number of Spans” (vãos) e digite 1 (vão) e em “Span


Lenght” (comprimento) 20 (metros). Automaticamente uma viga será gerada com 20
metros, com vão único:
3

No menu “Define”, clique em “Materials” para definir o material a ser implementado na


viga:
4

A janela “Define Materials” se abrirá. Clique em “Add new material” para adicionar um
novo material:

A janela “Add Material Property” e os parâmetros para a análise estão ilustrados na


figura a seguir:

Após definir, Clique em “Show Advanced Proprities” e logo em seguida “Modify/Show


Material...”:
5

Na aba de “Material Options”, selecione o botão “Modify/show Material Properties”:

Os dados do material aparecerão na tela, e serão modificados os dados do material,


de acordo com a figura a seguir:
6

Após isso, clique na aba “Time Dependent Properties” para definir as propriedades
dependentes do tempo no concreto:
7

Nesta aba, serão cadastrados os coeficientes de fluência (creep), retração (Shrinkage)


a não linearidade física do concreto. Os valores adotados estão dispostos na foto a
seguir:

Após a modificação das características do concreto, será feito o cadastramento das


cordoalhas que serão utilizadas para a protensão das peças. Na aba “Define-
Materials – Add new material” Escolha a opção Tendon e a região Europe:
8

A janela de propriedades de materiais aparecerá. Clique em “Modify/show Material


Properties”:

As especificações da cordoalha, de acordo com o catálogo Freyssinet, são as


seguintes a serem inseridas no SAP 2000:
9

Após esta etapa, será cadastrado as propriedades dependentes do tempo na


cordoalha:
10

Depois dos materiais cadastrados, será definida a seção transversal da viga. Para
isso, clique na aba “Define-Sections Properties-Frame Section”:
11

Ao clicar em “Frame Sections”, a janela das seções será aberta. Em sequência, clique
em “Add New Property”:

Uma aba dos tipos de seções por materiais. Clique na aba superior, escolha concreto
em “Concrete” e logo após “Precast I” para montar a seção de acordo com as
especificações:
12

A janela de configuração da seção será aberta. Ela possui uma ampla gama de
possibilidade montagem de peças. Para a montagem do perfil do exemplo, foram
adotadas as seguintes características. Atente-se ao material, que foi trocado para o
concreto cadastrado anteriormente:

Com a seção pronta, será necessário aplicar a seção cadastrada na viga já modelada.
Para isso, usamos a função “Assign”:
13

Para assimilar a seção a viga, selecione a mesma, clique na seção desejada, dê um


“Apply” e clique em OK. O nome da seção aparecerá sobre a viga:
14

Com a seção aplicada, a vista extrudada será mostrada a seguir:

Para uma melhor representação da realidade, e também a facilitação do processo da


protensão, será necessário alterar a posição dos apoios, para o centro inferior da
seção. Para isso, com a viga selecionada, acesse o menu “Assign-Frame-Insertion
Point”:

Para isso, selecione a opção “Bottom Center” e aperte em OK:


15

O passo seguinte é definir a seção da cordoalha, de maneira semelhante a viga:


16

Quando o menu de opções aparecer, clique em “Add New Section”:


17

Semelhante a forma da seção da viga, será cadastrado as informações das


cordoalhas:

A área utilizada para especificar a seção é referente a área equivalente de 8


monocordoalhas, do tipo cadastrado anteriormente. Para desenhar a cordoalha, clique
em “Draw Frame/Cable” e desenhe ao longo da extensão da viga:
18

Assim que a janela de opções para a cordoalha abrir, inserir a tabulação de dados
como mostra a figura seguinte:
19

Agora, serão adicionada as cargas, ainda na aba geral, clicando no “Add” em “Tendon
Loads”:
20

A seguinte aba irá aparecer:

Clique no “+” selecionado para a inserção de novas cargas na cordoalha:


21

Após adicionar a nova combinação, insira os dados apresentados como na figura a


seguir:
22

Após inserir os valores no “Tendon Load”, serão cadastrados os valores das outras
ações atuantes na estrutura. No exemplo, será considerado o peso próprio e carga
permanente. O SAP 2000 possui o recurso de multiplicadores de ações. Será
cadastrado o peso próprio com o formato “DEAD”, enquanto o multiplicador do “DEAD”
original será zerado:
23

Após isso, será cadastrado o valor do carregamento atuante na estrutura. O seu falor
terá 5,625 kN/m. Clique na aba “Assign-Frame Loads- Distributed” e cadastre os
valores:
24

Após todo o cadastro dos materiais, seções e cargas, será iniciado o processo de
criação da estrutura, conhecido no SAP 2000 como “Stage Construction”. Com essa
ferramenta, é possível analisar os esforços ao longo do período de obra, prevendo as
melhores soluções para a distribuição dos esforços, com efeitos reológicos so
concreto sendo considerados, além dos efeitos não lineares.
Para começar, será necessário criar um novo caso de análise. Para isso, clique no
menu “Define-Load Case”:
25

A janela de definição de novos casos abrirá. Selecione a opção para adicionar um


novo caso (“Add New Case”):

Na opção de caso aberta, altere o nome do caso e o tipo de análise para “Nonlinear
Stage Construction”:
26

Os próximos passos serão os responsáveis pelo cadastramento da obra, inserindo


dados de acordo com o planejamento da obra feito anteriormente. Ao longo do caso,
serão carregadas as ações de acordo com a ordem construtiva da execução, e como
houve o cadastro das propriedades dependente do tempo dos materiais, tanto do
concreto quanto da cordoalha, ao longo do processo construtivo esses parâmetros
serão fundamentais para uma redistribuição desses esforços, tornando a análise de
fato não linear e corroborando para que a modelagem se aproxime de uma forma mais
fiel da realidade que seria encontrada caso essa obra fosse de fato executada.
O primeiro estágio a ser inserido será o endurecimento do concreto. A duração será
de 6 dias e será na categoria “Add Structure”:

Ao final, clique em “Add” e continue a operação. As transferências das ações serão


efetuadas com o prazo 35 dias após o inicio da obra, 28 dias após o endurecimento:
27

A última ação servirá para analisar a influência dos parâmetros temporais no


comportamento da viga. Por isso, o número de dias pode ser um valor alto, como feito
no exemplo:
28

Após as etapas cadastradas, serão inseridas em cada uma a especificação de cada


uma delas. Para o endurecimento, será acrescentado a operação “Add Structure”,
com o tipo de objeto “Frame”, com o endurecimento selecionado:

Para a transferência dos esforços, serão realizados 28 dias após a operação. As três
cargas cadastradas serão aplicadas no mesmo dia. Para as cargas, a opção de
entrada será “Load Objects”:
29

Por fim, para o Diferido, somente adicionar a Dead Load:


30

Com os estágios cadastrados, será alterado a forma como os resultados serão


tabulados. Para isso clique em “Modify/show” na aba “Results Save”:

Na aba que abrirá, selecione a opção “End of Each Stage”:


31

Para habilitar os parâmetros não lineares, clique na aba “Nonlinear Parameters”:

Com a janela aberta, habilite a função “Time dependente material properties” e clique
em OK:
32