Você está na página 1de 3

Lista de Exercícios – Carregamento Combinado

INSTITUTO FEDERAL DE MINAS GERAIS


CAMPUS CONGONHAS
DEPARTAMENTO DE MECÂNICA
ENGENHARIA MECÂNICA
MECÂNICA DOS SÓLIDOS

LISTA DE EXERCÍCIOS: CARREGAMENTO COMBINADO

1) Um eixo oco de diâmetro externo de 150 mm e diâmetro interno de 130 mm está


sujeito a uma carga axial de tração 𝑃 = 75 kN e aos torques 𝑇𝐵 = 16 kN ∙ m e
𝑇𝑐 = 7 kN ∙ m, que agem nos sentidos mostrados na figura abaixo.
a. Determine as tensões normais e cisalhantes no ponto 𝐾, na superfície do eixo.
b. Determine as tensões principais e a tensão cisalhante máxima no ponto 𝐾, na
superfície do eixo.
c. Mostre essas tensões em um desenho esquemático apropriado.

2) Para a viga simplesmente apoiada mostrada, determine (𝑎) as tensões normais e


cisalhantes que agem no ponto 𝐾 e, (𝑏) as tensões principais e a tensão cisalhante
máxima que agem no ponto 𝐾, conforme ilustrado nas figuras abaixo. Mostre essas
tensões em um desenho esquemático adequado.

Engenharia Mecânica – Mecânica dos Sólidos - Prof. Hugo Tupan


Lista de Exercícios – Carregamento Combinado

3) São aplicadas três cargas ao pilar retangular curto mostrado na figura abaixo. As
dimensões da seção transversal do pilar são indicadas na figura abaixo. Determine:
a. As tensões normais e cisalhantes no ponto 𝐾.
b. As tensões principais e a tensão cisalhante máxima no plano das tensões no
ponto 𝐾 e a orientação dessas tensões em um desenho esquemático apropriado.

4) Um tubo de aço com diâmetro externo de 95 mm e diâmetro interno de 85 mm


suporta o carregamento mostrado na figura abaixo. Determine:
a. As tensões normais e cisalhantes no ponto 𝐾 na superfície superior do tubo.
b. As tensões principais e o valor absoluto da tensão cisalhante máxima no plano
das tensões no ponto 𝐾 e mostre a orientação dessas tensões em um desenho
esquemático apropriado.

Engenharia Mecânica – Mecânica dos Sólidos - Prof. Hugo Tupan


Lista de Exercícios – Carregamento Combinado

(𝑎) (𝜎𝑥 )𝐾 = 17,05 Mpa, (𝜏𝑥𝑦 ) = −24,24 MPa


𝐾

P01 (𝑏) 𝜎𝑝1 = 34,2 MPa, 𝜎𝑝2 = −17,17 MPa, 𝜃𝑝 = −35,31° (para 𝜎𝑝1 ),
𝜎méd = 8,53 MPa, 𝜏máx = 25,7 MPa
(𝑎) (𝜎𝑥 )𝐾 = 38,40 MPa, (𝜏𝑥𝑦 ) = 11,51 MPa
𝐾

P02 (𝑏) 𝜎𝑝1 = 41,6 MPa, 𝜎𝑝2 = −3,19 MPa, 𝜃𝑝 = 15,47° (para 𝜎𝑝1 ) ,
𝜎méd = 19,20 MPa, 𝜏máx = 22,4 MPa
(𝑎) 𝜎𝑧 = 0 MPa, 𝜎𝑦 = −3,674 MPa, 𝜏𝑦𝑧 = −6,378 MPa; (𝑏) 𝜎𝑝1 = 4,80 MPa,
P03 𝜎𝑝2 = −8,48 MPa, 𝜃𝑝 = 36,97° (para 𝜎𝑝1 ), 𝜎méd = −1,837 MPa, 𝜏máx
= 6,64 MPa
(𝑎) 𝜎𝑦 = 0 MPa, 𝜎𝑧 = 203 MPa, 𝜏𝑥𝑧 = 41,5 MPa; (𝑏) 𝜎𝑝1 = 212 MPa,
P04 𝜎𝑝2 = −8,12 MPa, 𝜃𝑝 = −11,09° (sentido horário do eixo z até 𝜎𝑝1 ),
𝜎méd = 101,7 MPa, 𝜏máx = 109,9 MPa

Engenharia Mecânica – Mecânica dos Sólidos - Prof. Hugo Tupan