Você está na página 1de 8

EXERCÍCIOS DE FLEXÃO SIMPLES – ARMADURA

DUPLA

Exercicio 1: Dimensionar as armaduras para a seção mais solicitada da viga


abaixo:

Dados: Aço: CA-50 Concreto: 20 Mpa

Seção Transversal

Diagrama de Momento Fletor:

𝑀𝑚á𝑥 = 84,10 𝐾𝑁. 𝑚

𝑀𝑑 = 1,4 × 84,10 = 117,74 𝐾𝑁. 𝑚

𝑇𝑟𝑎𝑛𝑠𝑓𝑜𝑟𝑚𝑎𝑛𝑑𝑜 𝑎 𝑢𝑛𝑖𝑑𝑎𝑑𝑒 𝑝𝑎𝑟𝑎 𝐾𝑁. 𝑐𝑚

𝑀𝑑 = 11774 𝐾𝑁. 𝑐𝑚
A. RESOLUÇÃO ATRAVÉZ DAS EQUAÇÕES DE EQUILIBRIO (MÉTODO
ANÁLITICO)

Primeiramente devemos achar o βx para ver se a seção pode ser


dimensionada para armadura simples ou devemos partir para a solução com
armadura dupla. Para efeito de βx,lim tomaremos o recomendado pela NBR
6118:2014 item 14.6.4.3 que recomenda que o valor de βx deve ser ≤0,45.

Dito isto tomaremos a seguinte equação:

𝑀𝑑 = 𝑏𝑤 × 𝑑 2 × 0,68𝛽𝑥 × 𝑓𝑐𝑑 × (1 − 0,4𝛽𝑥)

Como essa equação possui o βx , podemos isola-lo e verificar se o limite


prescrito pelo norma esta sendo respeitado ou não.

𝑀𝑑
0,68𝛽𝑥 × (1 − 0,4𝛽𝑥 ) =
𝑏𝑤 × 𝑑 2 × 𝑓𝑐𝑑

𝑀𝑑
−0,272𝛽𝑥 2 + 0,68𝛽𝑥 =
𝑏𝑤 × 𝑑 2 × 𝑓𝑐𝑑

11774
−0,272𝛽𝑥 2 + 0,68𝛽𝑥 =
20 × 362 × 1,43

−0,272𝛽𝑥 2 + 0,68𝛽𝑥 = 0,317653

−0,272𝛽𝑥 2 + 0,68𝛽𝑥 − 0,317653 = 0

Chega-se a uma equação do segundo grau, onde se consegue


determinar o valor de βx.

∆= 𝑏2 − 4 × 𝑎 × 𝑐

∆= 0,682 − (4 × −0,272 × −0,317653)

∆= 0,11679

−𝑏 ± √∆
𝛽𝑥 =
2×𝑎
−0,68 + √0,11679
𝛽𝑥1 = = 0,6217
2 × (−0,272)

−0,68 − √0,11679
𝛽𝑥2 = = 1,878
2 × (−0,272)

Para flexão simples o βx sempre será ≤1, portanto o βx é 0,6217.

Como βx é maior do que a recomendação da norma é necessário utilizar


armadura dupla. Será adotado βx = 0,45 para um melhor aproveitamento da
seção.

 RESOLVENDO A PRIMEIRA PARTE DO PROBLEMA COMO SE


FOSSE ARMADURA SIMPLES COM βx = 0,45.

𝑀𝑑1 = 𝑏𝑤 × 𝑑 2 × 0,68𝛽𝑥 × 𝑓𝑐𝑑 × (1 − 0,4𝛽𝑥)

𝑀𝑑1 = 20 × 362 × 0,68 × 0,45 × 1,43 × (1 − 0,4 × 0,45)

𝑀𝑑1 = 9300 𝐾𝑁. 𝑐𝑚

𝑀𝑑1
𝐴𝑠1 =
𝜎𝑠 × 𝑑 × (1 − 0,4𝛽𝑥)

9300
𝐴𝑠1 =
43,5 × 36 × (1 − 0,4 × 0,45)

𝐴𝑠1 = 7,24 𝑐𝑚2

 RESOLVENDO A SEGUNDA PARTE DO PROBLEMA

∆𝑀𝑑 = 𝑀𝑑 − 𝑀𝑑1

∆𝑀𝑑 = 11774 − 9300

∆𝑀𝑑 = 2474 𝐾𝑁. 𝑐𝑚


∆𝑀𝑢
𝐴𝑠2 = 𝑐𝑜𝑚 𝜎𝑠 = 𝑓𝑦𝑑
𝜎𝑠 (𝑑 − 𝑑′)

2474
𝐴𝑠2 =
43,5(36 − 4)

𝐴𝑠2 = 1,78 𝑐𝑚2

∆𝑀𝑢
𝐴′𝑠 = 𝑐𝑜𝑚 𝜎𝑠′ ≤ 𝑓𝑦𝑐𝑑 𝑝𝑎𝑟𝑎 𝛽𝑥 = 𝛽𝑥 𝑎𝑑𝑜𝑡𝑎𝑑𝑜
𝜎𝑠 ′(𝑑 − 𝑑′)

Lembrando para aços do tipo CA-50:

 βx < βxy’ será σs’= Es.εs’


 βxy’≤ βx ≤ βx,lim será σs’= fycd

Na parte da apostila acima os βxy’ estão relacionados com o coeficiente


ɳ que é igual a d’/d. Para o nosso exemplo:

𝑑′ 36
ɳ= = = 0,11
𝑑 4

Olhando na apostila chegaremos a um βxy’ de aproximadamente 0,294,


como β xy’≤ βx, tomaremos o valor de σs’= fycd que é igual a 43,5 KN/cm². Dito
isto:
∆𝑀𝑢
𝐴′𝑠 =
𝜎𝑠 ′(𝑑 − 𝑑′)

2474
𝐴′𝑠 =
43,5 × (36 − 4)

𝐴′𝑠 = 1,78 𝑐𝑚2

As áreas de armaduras serão:

𝐴𝑠 = 𝐴𝑠1 + 𝐴𝑠2 = 7,24 + 1,78 = 9,02 𝑐𝑚2

𝐴′𝑠 = 1,78 𝑐𝑚2

Verificação da taxa máxima de armadura para vigas segunda a NR


6118:2014:

𝐴𝑠𝑚á𝑥 = 0,04 × 𝐴𝑐

𝐴𝑠𝑚á𝑥 = 0,04 × (20 × 40)

𝐴𝑠𝑚á𝑥 = 32,0 𝑐𝑚2

Como a somatória de As + As’ é menor que 32,0 cm², a viga possui uma
taxa de armadura aceitavel pelas recomendações da norma. (OK!)
B. RESOLUÇÃO ATRAVÉS DE TABELAS

Primeiramente devemos achar o βx para ver se a seção pode ser


dimensionada para armadura simples ou devemos partir para a solução com
armadura dupla. Para efeito de βx,lim tomaremos o recomendado pela NBR
6118:2014 item 14.6.4.3 que recomenda que o valor de βx deve ser ≤0,45.

Dito isto, calculemos o Kc para o momento fletor de cálculo:

𝑏𝑤 × 𝑑 2
𝑘𝑐 =
𝑀𝑑1

20 × 362
𝑘𝑐 =
11774

𝑘𝑐 = 2,20

Consultando a tabela de flexão simples, chega-se ao valor de 0,62 para


βx. Como βx é maior do que a recomendação da norma é necessário utilizar
armadura dupla. Será adotado βx = 0,45 para um melhor aproveitamento da
seção.

 RESOLVENDO A PRIMEIRA PARTE DO PROBLEMA COMO SE


FOSSE ARMADURA SIMPLES COM βx = 0,45.

Primeiramente entra-se na tabela de flexão simples e acha o valor de Kc


para βx = 0,45.

𝑘𝑐 𝑝𝑎𝑟𝑎 𝛽𝑥 = 0,45 → 2,79

𝑏𝑤 × 𝑑 2
𝑀𝑑1 = 𝑐𝑜𝑚 𝑘𝑐 𝑝𝑎𝑟𝑎 𝛽𝑥 = 𝛽𝑥 𝑎𝑑𝑜𝑡𝑎𝑑𝑜
𝑘𝑐

20 × 362
𝑀𝑑1 =
2,79

𝑀𝑑1 = 9290 𝐾𝑁. 𝑐𝑚

𝑘𝑠 × 𝑀𝑑1
𝐴𝑠1 = 𝑐𝑜𝑚 𝑘𝑠 𝑝𝑎𝑟𝑎 𝛽𝑥 = 𝛽𝑥 𝑎𝑑𝑜𝑡𝑎𝑑𝑜
𝑑
0,028 × 9290
𝐴𝑠1 =
36
𝐴𝑠1 = 7,22 𝑐𝑚2

 RESOLVENDO A SEGUNDA PARTE DO PROBLEMA

∆𝑀𝑑 = 𝑀𝑑 − 𝑀𝑑1

∆𝑀𝑑 = 11774 − 9290

∆𝑀𝑑 = 2484 𝐾𝑁. 𝑐𝑚

∆𝑀𝑑
𝐴𝑠2 = 𝑘𝑠2 × 𝑐𝑜𝑚 𝑘𝑠2 𝑝𝑎𝑟𝑎 𝛽𝑥 = 𝛽𝑥 𝑎𝑑𝑜𝑡𝑎𝑑𝑜
(𝑑 − 𝑑 ′ )

2484
𝐴𝑠2 = 0,023 ×
(36 − 4)

𝐴𝑠2 = 1,79 𝑐𝑚2

∆𝑀𝑑
𝐴𝑠 ′ = 𝑘𝑠 ′ × 𝑐𝑜𝑚 𝑘𝑠 ′ 𝑝𝑎𝑟𝑎 𝛽𝑥 = 𝛽𝑥 𝑎𝑑𝑜𝑡𝑎𝑑𝑜
(𝑑 − 𝑑 ′ )

Para utilizar a tabela onde se encontra os valores de K s’ é necessario


cálcular o coeficiente ɳ.

𝑑′ 36
ɳ= = = 0,11
𝑑 4

2484
𝐴𝑠 ′ = 0,023 ×
(36 − 4)

𝐴𝑠2 = 1,79 𝑐𝑚2

As áreas de armaduras serão:

𝐴𝑠 = 𝐴𝑠1 + 𝐴𝑠2 = 7,22 + 1,79 = 9,01 𝑐𝑚2

𝐴′𝑠 = 1,79 𝑐𝑚2


Verificação da taxa máxima de armadura para vigas segunda a NR
6118:2014:

𝐴𝑠𝑚á𝑥 = 0,04 × 𝐴𝑐

𝐴𝑠𝑚á𝑥 = 0,04 × (20 × 40)

𝐴𝑠𝑚á𝑥 = 32,0 𝑐𝑚2

Como a somatória de As + As’ é menor que 32,0 cm², a viga possui uma
taxa de armadura aceitavel pelas recomendações da norma. (OK!)