Você está na página 1de 19

70 Dicas Para

Melhorar Seu
Inglês
2
Conteúdo

13 dicas para aumentar seu vocabulário inglês ............................................. 04


16 dicas para melhorar sua leitura em inglês .................................................. 07
13 dicas para melhorar sua escrita em inglês .............................................. 11
13 dicas para melhorar seu “listening”................................................................ 14
15 dicas para melhorar sua conversação em inglês ..................................... 17

3
13 dicas para aumentar
seu vocabulário inglês
1 – Faça imagens das palavras que você quer aprender. O cérebro funciona
por meio de imagens; a prova disso é que você sonha imagens e não
palavras. Portanto, se transformar
em imagens as palavras a serem
aprendidas, você ajuda seu
cérebro a aprendê-las mais
rapidamente. Veja este Picture
Dictionary para ajudar em suas
ilustrações.

2 – Cole etiquetas nos objetos de sua casa ou escritório. O vocabulário mais


fácil de aprender é aquele que está relacionado às coisas que você usa e vê
diariamente. Numa tira de papel, escreva a palavra inglesa a ser aprendida.
Em seguida, cole essa tira no objeto correspondente (use fita adesiva). Veja
aqui a lista de móveis e eletrodomésticos em inglês no Visual Webster
Dictionary. Deixe as etiquetas coladas nos objetos por alguns dias ou semanas,
até você ter aprendido todo o vocabulário.

3 – Faça marcações em fotos. Se você não pode etiquetar os objetos de seu


escritório, tire uma foto de seu local de trabalho, imprima a foto e faça setas
apontando para os objetos que você vê na foto. Na extremidade da seta,
escreva a palavra inglesa correspondente. Depois que dominar esse
vocabulário, faça o mesmo com fotos dos lugares por onde você passa
diariamente (metrô, cinema, restaurante, museu, supermercado, campo de
futebol, etc.). Monte seu próprio dicionário inglês ilustrado. Veja exemplos
nos Info Visual e Photographic Dictionary

4 – Aprenda palavras por tema. Por exemplo: móveis de uma sala, lista de
frutas, partes de um carro, etc. Palavras de um mesmo grupo ajudam o
cérebro a criar elos entre elas com mais facilidade.

4
5 – Faça lista de vocabulário inglês – inglês. Crie listas de sinônimos (high-tall) e
de antônimos (good-bad). A ligação entre os sinônimos e os antônimos facilita
a memorização.

6 – Aprenda o vocabulário de filme. Nos filmes, o vocabulário é sempre


repetitivo. Por isso, ao ver na legenda alguma palavra inglesa desconhecida,
faça uma pesquisa rápida no dicionário. Da próxima vez que a palavra
pesquisada aparecer, você não só vai entendê-la mas também vai fixar essa
palavra na mente. Deixe um dicionário próximo ao seu televisor.

7 – Mude o idioma de seus equipamentos para o inglês. No menu de


configuração de seu celular, mude o idioma para inglês. Isso fará com que
você tenha contato com esse idioma diariamente. Altere também o idioma
de seu DVD, sistema operacional do computador, etc.

8 – Aprenda formação de palavras em inglês. Usos de prefixos e sufixos


aumentam seu vocabulário rapidamente e de maneira muito fácil. O sufixo
ER, por exemplo, é acrescentado a verbos para formar substantivos (wash
(lavar) – washER (lavador)). Veja lista de prefixos e sufixos ingleses aqui.

9 – Aprenda as palavras que pesquisou em seu dicionário eletrônico.


Geralmente os dicionários eletrônicos registram as 20 ou 30 últimas palavras
pesquisadas. Reveja essa lista com regularidade até dominar esse conteúdo.

10 – Faça flash-cards para memorizar novas palavras. Os flash-cards


garantem o aprendizado mais rápido de qualquer lista de palavras. Para
saber mais sobre eles, clique em Como memorizar palavras estrangeiras
rapidamente

11 – Aprenda “collocations” – “Collocations” são palavras que sempre ou


quase sempre estão juntas tais como go together, go home, have dinner. Veja
mais exemplos de collocations.

12 - Leia livros específicos para aumentar seu vocabulário. Esses livros


apresentam palavras por tema e trazem exercícios para reforçar o
aprendizado.

5
13 – Aprenda palavra inglesa diariamente. Existem sites que enviam palavras
inglesas com explicação e exemplos para seu email todos os dias. Ler as
mensagens ajuda a aumentar seu vocabulário. Alguns sites que fazem isso
são Webster Dictionary, Oxford Dictionary e, claro, nosso queridíssimo Inglês no
Supermercado.

6
16 dicas para melhorar
sua leitura em inglês
1 – Seja realista quanto a seu nível de leitura em inglês. Pesquisadores
sustentam que as pessoas aprendem muito mais quando lêem algo que elas
entendem no todo. Se o texto inglês que você está lendo apresenta duas
palavras que você nunca viu antes, o texto é ideal para você; do contrário, se
há de três ou mais palavras desconhecidas, procure um texto mais adequado
para seu nível. Se não sabe qual é seu nível de inglês, faça o teste gratuito
da Englishtown

2 – Leia livros em inglês classificados por nível de dificuldade. Algumas


editoras como Penguin Readers, Black Cat e MacMillan publicam livros
voltados para aprendizes da língua inglesa; são os chamados graded readers
books (livros para leitores classificados). As publicações são divididas em inglês
básico, intermediário ou avançado. No nível básico, o vocabulário é reduzido
e os tempos verbais são simples. Procure clássicos da língua inglesa; isso vai
ajudar você a aumentar o vocabulário e a conhecer a literatura e a cultura
dos países anglofalantes.

Se você está sem dinheiro para


comprar livros para seu nível de
inglês, procure por sites que
oferecem materiais gratuitamente.
O site ESLFast disponibiliza mais de
300 textos em inglês intermediário
com áudio.

Meet Me in Istanbul (com CD)


Macmillan Readers Intermediate

7
3 – Leia as letras das músicas. Embora a melodia das canções ajude na
memorização das letras, ainda assim, você precisará de um bom dicionário para
extrair ao máximo a informação contida na música. Um bom dicionário vai
apresentar a você significados e contextos nos quais você poderá empregar a
nova palavra. Para conseguir as letras das músicas de que você mais gosta,
digite no buscador Google o nome da canção mais a palavra lyric. Se você
quiser, por exemplo, a letra da música You Learn, digite entre aspas “you learn”
+lyric. As aspas dizem para o buscador que você quer a frase inteira you learn e
o +lyrc informa ao buscador que você quer a letra. Para ajudar na pesquisa,
digite também o nome do cantor/cantora. Outra coisa: fique atento ao tipo de
inglês empregado nas letras. Há letras que contêm inglês britânico, americano,
australiano, etc. Essas variações de inglês influenciam na pronúncia, na escrita e
significado da palavra. Dias atrás, por exemplo, expliquei que tube significa
televisão (inglês americano), metrô (inglês britânico) ou lata de cerveja (inglês
australiano).

4 – Faça pesquisa em inglês. Nos buscadores da Internet, pesquise sites em inglês


que falam a respeito do assunto que você procura. A leitura em inglês não
somente vai ajudar você a consolidar o vocabulário já conhecido mas também
a aprender novas palavras e ver o que os estrangeiros pensam a respeito de seu
país.

5 – Leia livros e veja filmes feitos originalmente em inglês. Embora a tradução


seja muito boa, ela não consegue passar para o português todos os sarcasmos,
brincadeiras, trocadilhos, piadas, neologismos, etc. que o livro original traz. E as
traduções nos filmes muitas das vezes mutilam o texto original para que as
palavras ditas em português se encaixem na velocidade da movimentação da
boca dos atores. Nos filmes, ainda há o problema do tabuísmo, que impede ou
restringe a liberdade de o tradutor traduzir palavrões ditos por policiais, gangster
e adolescentes. Para que o vídeo possa ser assistido por todos os integrantes da
família, os tradutores colocam expressões como filho de uma mãe e vou pegar
você no lugar de palavrões.

6 – Leia livro que foi traduzido para o inglês. Os livros escritos originalmente em
inglês são mais difíceis de entender do que os livros traduzidos para o inglês.
Pegue seu livro brasileiro preferido e procure a tradução para o inglês.
Pessoalmente, achei a leitura em inglês de The Devil to Pay in the Backlands mais
fácil de entender do que o original Grande Sertão: Veredas de Guimarães Rosa.

8
Isso aconteceu porque o tradutor norte-americano, por ser incapaz de criar
neologismos ingleses, preferiu remover os neologismos e invencionices rosianas e
deixou o texto inglês bem simples. É claro que a tradução inglesa perdeu o
encanto que elevou a obra de Guimarães Rosa ao rol da Literatura Universal.

7 – Pule as primeiras páginas. Quando a leitura em inglês está difícil, as pessoas


tendem a ler o livro muito lentamente ou a desistir dele. Antes de abandonar o
livro, tente pular as primeiras páginas. Elas geralmente apresentam muitas
descrições e, por isso, são mais difíceis de serem entendidas. Se mesmo pulando
essas páginas iniciais, ainda assim, o livro é difícil de ser compreendido, desista
do livro por um tempo e leia algo mais fácil. Depois, volte para o livro que era
difícil para ver se sua compreensão aumentou.

8 – Leia livros com muitos diálogos. Quando duas personagens estão


dialogando em inglês, as frases são curtas. Isso facilita sua leitura, compreensão
e tradução. Os diálogos são mais fáceis de entender do que parágrafos de
descrições cheios de orações subordinadas. Tem mais: os diálogos apresentam
frases de inglês falado nas ruas.

9 – Leia tiras de história em quadrinhos em inglês. Histórias em quadrinhos são


mais fáceis de entender porque são cheias de diálogos curtos do inglês falado.
Lembre-se, porém, de que as histórias com gírias, piadas e regionalismos podem
dificultar seu entendimento. Tente inicialmente histórias mais sérias, tais como
Batman e Superman, porque elas são mais fáceis de entender do que as
histórias baseadas em trocadilhos e piadas. Por falar nisso, você conhece as
tirinhas de “Monica’s Gang” (A Turma da Mônica)? Não? Então, divirta-se e
aumente seu vocabulário com a versão inglesa de Mônica (Monica), Cascão
(Smudge), Cebolinha (Jimmy Five) e Magali (Maggy). Gosto do site de Monica’s
Gang porque os textos em inglês são traduzidos para o português e vice-versa.

10 – Leia revistas em inglês. Como os livros, se você puder ler duas versões da
mesma revista ou matéria, isso tornará a leitura em inglês muito mais fácil.

11- Leia tudo sem ajuda. Embora o dicionário facilite a compreensão dos textos,
se você parar a leitura sempre que se deparar com palavras desconhecidas,
você nunca vai acabar o livro e, pior, pode até abandonar o texto. No mais, o
contexto ajuda você a entender o termo desconhecido e algumas personagens

9
também explicam a palavra nova. Não deixe que a interrupção tire o prazer da
leitura em outro idioma.

12 – Leia e aprenda tudo. Depois de ler um texto integralmente, procure as


palavras inglesas que você quer aprender o significado. Depois de aprender
tudo sobre elas, tente ler outro texto que trate do mesmo assunto. Você verá o
seu progresso.

13 – Leia livros infantis. Devido a ilustrações e vocabulário inglês simples, os livros


das crianças motivam a leitura porque você os entende mais facilmente.

14 – Leia jornais em inglês. Além de ficar atualizado, sua leitura em inglês vai
enriquecer seu vocabulário que retrata o mundo real. Já imaginou você falando
de economia, ecologia, arte, esporte, educação com termos precisos?
Cuidado, porém, com os jornais sensacionalistas. Eles adoram frases de duplo
sentido e gírias que podem dificultar em muito a sua compreensão de inglês
escrito. Outra coisa: jornais brasileiros costumam publicam matérias traduzidas
de jornais norte-americanos e ingleses e, no rodapé do texto, eles apontam a
autoria e a fonte.

15 – Use dicionário inglês – inglês. Palavras mais difíceis da língua inglesa são
explicadas por meio de vocabulário simples. Portanto, ao consultar um
dicionário monolíngüe você ganha duas vezes: aprende o significado da
palavra nova e permite que seu cérebro pense em inglês.

16 – Assine blogs que enviam dicas de inglês regularmente para seu email.
Como você sabe, ampliar o vocabulário facilita sua leitura em inglês. Entre
milhares de blogs de língua inglesa, sugiro que você aumente seu vocabulário e
cultura geral recebendo diariamente as dicas de Inglês no
Supermercado. Assine-o gratuitamente aqui.

10
13 dicas para melhorar
sua escrita em inglês
1 – Estude gramática inglesa com regularidade. Embora a gramática inglesa
seja mais fácil do que a portuguesa no que diz respeito a conjugação de verbos
e emprego de adjetivos, ela contém regras que a tornam única como, por
exemplo, o uso do genitive case, que não existe no português.

2 – Use o Google Tradutor. Quando estiver em dúvida


a respeito de como escrever determinadas frases,
recorra ao Google Tradutor. Nele, você digita as
frases em português e o programa as verte para o
inglês rapidamente. A tradução pode apresenta
algumas discrepâncias; mas quem conhece
gramática inglesa pode corrigir os erros gerados pelo
tradutor automático. Geralmente, a tradução
apresentada é satisfatória.

3 – Comece seu próprio blog de língua inglesa.


Comente sobre regras de gramática, curiosidades, dicas, seus erros e acertos
durante o aprendizado, etc. Isso tudo vai ajudar você a ter mais intimidade com
a gramática inglesa, que é fundamental para quem pretende escrever bem.

4 – Escreva seu diário em inglês. Se você está sem idéias sobre o que escrever,
relate sua rotina em inglês. Isso vai mostrar que palavras inglesas você precisa
aprender para descrever sua vida. Por exemplo: vamos supor que você quer
escrever eu estava tomando banho; de repente, a água acabou. Quando
começa a escrever, você detecta que não sabe dizer de repente em inglês.
Após consultar a palavra nova no dicionário e fazer sua frase, você terá
aumentado seu vocabulário. O interessante dessa atividade é que você
aprende palavras que são necessárias para sua vida e que, por isso, dificilmente
você irá esquecê-las. Diferentemente, há estudantes que tentam memorizar
listas e mais listas de palavras sem serventia para a vida deles. Resultado: eles
esquecem rapidamente as palavras que acharam que aprenderam.

11
5 – Escreva sobre notícias. Se não quer escrever sobre sua rotina, escreva sobre
notícias do dia em inglês. Para isso, leia as principais notícias em jornais de língua
inglesa e redija seu próprio texto. Fique atento ao vocabulário encontrado num
texto sobre copa do mundo, desastre natural, política, ações de empresas,
ciências, etc. Observe conectivos (and, but, so, then, not only… but also) usados
para unir parágrafos. A BBC costuma aumentar o vocabulário dos estrangeiros
por meio de textos jornalísticos (veja aqui).

6 – Faça comentários sobre produtos. Caso você esteja sem tempo para
escrever muitos parágrafos, sugiro que faça comentários curtos sobre produtos
que você conhece nos sites de lojas virtuais tais como a Amazon.com. Mas faça
comentários bem feitos porque anglo-falantes do mundo todo lerão seus textos.
Fique atento ao vocabulário, ortografia e pontuação. Se estiver em dúvida,
consulte sua gramática, seu dicionário. Isso ajuda a consolidar o que você já
aprendeu e mostra o que precisa aprender.

7 – Faça comentários críticos sobre filmes, livros. Se você gosta de Arte, escreva
sobre os lançamentos de filmes, livros, músicas, etc. Aprenda os jargões
empregados pelos críticos em jornais norte-americanos e ingleses. Aprenda
sobre as fases da Literatura, da Pintura, da Filosofia, etc.

8 – Escreva ficção em inglês. Se você nasceu no tempo errado, isto é, se deveria


ter nascido daqui a 100 anos ou se as pessoas ao seu redor não estão
preparadas para aceitar suas ideias avançadas e inovadoras… isso tudo pode
lhe ajudar a escrever ficção. Crie máquinas, aponte soluções, imagine um
mundo dentro de uma gota d’água, etc. Na ficção, você ainda tem a
vantagem de criar palavras novas (neologismos) em inglês. Fantasie à vontade.

9 – Escreva emails em inglês. Monte um pequeno grupo de amigos de


escola/trabalho e troque emails em inglês entre vocês. Capriche no vocabulário
e nas frases e peça para o colega mais adiantado verificar se há erros em seus
textos. Mas atenção: o aluno mais adiantado pode saber muito de inglês, mas
ele não sabe tudo. Nesse caso, é preferível que ele diga que não sabe a
resposta e juntos vocês buscam a solução. Admitir que não sabe e consultar
publicações idôneas é melhor, e todo muito sai ganhando.
10 – Decore poema, letra de música ou discurso em inglês. Muitas das vezes,
ficamos em dúvida a respeito de que preposição usar em determinada frase.
Quando sabemos de cor a letra de algumas músicas, a dúvida gramatical pode

12
ser respondida sem precisar recorrer a livros. Dias atrás, por exemplo, fique em
dúvida se eu deveria falar the text is IN my mind ou the text is ON my mind. Nesse
instante, lembrei-me da música Always On My Mind de Elvis Presley e optei pela
frase the text is ON my mind. Relembro a você que letras de músicas informais
não são fontes recomendadas para quem quer escrever de maneira formal.

11 – Faça testes de inglês. Provas do TOEFL, TOEIC, IELTS ou FCE vão exigir que
você estude com mais afinco para tirar boas notas. No final dos exames, com
certeza, seu inglês vai estar muito melhor. Para começar, faça seu teste de
TOEFL gratuitamente no site Stuff.

12 – Leia livros de redação em inglês. Procure livros de Writing (escrita, redação)


em inglês. Os anglo-falantes recorrem a esses livros quando querem ou
precisam melhorar a escrita porque as publicações tiram dúvidas de gramática,
apresentam dicas e estruturas de frases.

13 – Aumente seu vocabulário inglês. Para escrever bem, você precisa ampliar
seu vocabulário paulatinamente. Recomendo que assine blogs que enviam
regularmente curiosidades sobre palavras, traduções, etc. Como sugestão,
assine gratuitamente o blog Inglês no Supermercado, para receber uma palavra
inglesa diariamente no seu email.

13
13 dicas para melhorar
seu “listening”
1 – Tenha um professor de inglês em casa. Os professores se preocupam em falar
com mais precisão e sabem técnicas para ajudar no seu aprendizado. Quanto
mais esse professor falar mais você melhora seu listening. Se não pode pagar
para ter um professor norte-americano ou inglês, por exemplo, ouça os trabalhos
produzidos por eles. Como sugestão, ouça os podcasts feitos pela norte-
americana Mignon Fogarty, formada em Letras pela University of Washington em
Seattle. No site Grammar Girl, Forgarty ensina inglês para seus conterrâneos que
querem escrever melhor em inglês.

2 – Assista a vídeos de aulas de inglês. Há alunos que não se contentam apenas


em ouvir MP3, eles gostam também
de ver o desenvolvimento da aula no
quadro. Segundo esses alunos, as
imagens produzidas pelos professores
ajudam a fixar o conteúdo. Para esse
caso, recomendo os videos-aulas do
blog EngVid que dão dicas de
gramática e vocabulário.

3 – Ouça músicas em inglês. A maior


parte dos estudantes adora ouvir músicas para melhorar o listening em inglês.
Porém, fique atento que, nas músicas, cantores prolongam ou encurtam
palavras para enquadrá-las com o ritmo da canção. Por causa disso, até os
nativos sentem dificuldades em entender as letras; pior, alguns pensam que
ouviram uma coisa, mas na verdade os cantores falaram outra coisa. Então,
para evitar problemas de compreensão, ouça a canção acompanhada da
letra. Quando quero aprender a letra de determinada música, quase sempre
recorro ao site Letras Terra porque ele apresenta o MP3 da música, sua letra em
inglês, a tradução para o português e um vídeo. Veja esse trabalho com a letra
da música You Learn de Alanis Morissette.

14
4 – Ouça rádio em inglês. Nas rádios, você tem a oportunidade de ouvir a
entonação e ritmo natural da língua inglesa. Enquanto navega na internet, ligue,
por exemplo, a rádio BBC, para ouvir assuntos da atualidade.

5 – Leia primeiro. Para melhorar o listening do que é dito nas rádios, leia jornais
que tratam dos assuntos que serão comentados na programação. A rádio BBC
quase sempre anuncia qual será a próxima matéria com 20 minutos de
antecedência.

6 – Assista a filmes em inglês com legenda em inglês – Para quem só consegue


ver filmes legendados em português, relembro que negligenciamos o que é dito
pelos atores porque nossa atenção fica focada na leitura. Se continuarmos
nesse método, nunca aumentaremos nosso vocabulário e compreensão
auditiva em inglês. Para evoluir na língua inglesa, veja o filme com legendas em
inglês. Dessa forma, você percebe os atores pronunciando o que está escrito.
Para aumentar sua compreensão, assista ao filme com legenda em português
nos primeiros minutos, para entender o que está motivando as personagens.
Depois, mude para a legenda em inglês.

7 – Assista a filmes em português com legenda em inglês. Quando você vir


expressões idiomáticas brasileiras legendadas em inglês, ficará surpreso e achará
divertido. No mais, quando algum amigo estrangeiro estiver a seu lado, você
será capaz de retratar seu mundo em inglês com grande facilidade. Dominar
vocabulário de assuntos específicos ajuda bastante no listening. Veja Tropa de
Elite 2 (Elite Squad 2) com legenda em inglês e aprenda como se diz válvula de
escape, parceiro, caveira, carnificina, secretaria de segurança e política de
segurança na língua inglesa. (Para trecho do vídeo legendado, clique aqui)

8 – Assista ao mesmo filme diversas vezes. Além de poupar dinheiro, você vai
consolidar o vocabulário e expressões inglesas em seu cérebro. E algumas
expressões idiomáticas que passaram despercebidas na primeira vez são
notadas com a repetição. Por falar nisso, a repetição é uma ferramenta
importante no aprendizado de qualquer assunto.

9 – Assista a programas e filmes para crianças. Nesses materiais ricos em cores, o


vocabulário é simples e repetido várias vezes para ajudar às crianças a
aprenderem rapidamente. Há músicas engraçadinhas que ajudam também no
aprendizado. Veja aqui como aprender o abecedário inglês com canção.

15
10 – Ouça áudio books em MP3. Você pode baixar e ouvir clássicos da literatura
universal em inglês gratuitamente. A literatura é o ponto mais alto de qualquer
idioma. Por meio da literatura, você adquire experiência, antever o futuro e ver
uma língua em seu todo esplendor. Experimente baixar livros de domínio público
nos sites Open Culture, Free Classic Audio Books, Audio Books for Free e LibriVox.
Para começar, eu recomendo The Canterbury Tales de Geoffrey Chaucer,
Romeo and Juliet de Shakespeare e Alice in Wonderland de Lewis Carroll.

11 – Ouça MP3 de assuntos diversos. Para conseguir se expressar em inglês sobre


qualquer matéria, você deve ouvir MP3 de vários assuntos. São excelentes os
MP3 gratuitos produzidos pelas rádios BBC (6 Minute English) e ABC da Austrália
(Podcasts by subject) e Scientific American (Science Talk).

12 – Ouça as palavras chaves. Não é preciso você ouvir ou entender todas as


palavras para inferir ou entender o que o falante está dizendo. Por exemplo, se
durante a conversa, você ouve table, cup, waiter, wine, food, você sabe que o
assunto gira em torno de restaurante.

13 – Ouça o contexto. Vamos supor que durante a conversa alguém falou


reservoir, e você não sabe do que se trata; o restante da conversa pode lhe
ajudar: the reservoir is an artificial lake used to store water.

16
15 dicas para melhorar sua
conversação em inglês

1 – Domine o vocabulário básico do inglês falado. Como no


português, o vocabulário de conversação inglês é muito
menor do que o vocabulário encontrado em textos escritos.
Por exemplo: enquanto os brasileiros usam o verbo pegar em
diversos contextos (pegar ônibus, pegar com a boca na
botija, pegar resfriado), os anglofalantes usam o verbo get em
diferentes situações (get on the bus, get off the bus, get up,
get down, get old). Portanto, domine o vocabulário básico.
Veja as 850 palavras mais comuns do inglês no site ESL About.

2 – Dê dicas de inglês para as crianças e amigos. Quando você ensina o que


sabe, isso ajuda a fixar o conhecimento no cérebro e obriga você a falar seu
inglês.

3 – Fale sua rotina diária em inglês. Descreva em inglês tudo o que você fez hoje.
Se você fez algo e ainda não sabe como se diz tal ação em inglês, consulte o
dicionário, ouça a pronúncia da palavra e a repita diversas vezes bem alto.
Atenção: aprenda frases nas quais a palavra está inserida. Com o tempo, essa
atividade vai ajudar você a falar toda a sua rotina em inglês.

4 – Participe de conversas em inglês online. Se perto de sua casa não tem


gringos, fale com eles por meio da Internet. Experimente as salas gratuitas da
PalTalk. Fale bastante. Quanto mais você fala, mais você pega fluência.
Fique atento que a gramática do inglês falado é diferente da gramática do
inglês escrito. Enquanto em textos você encontra a frase did you understand?;
em conversação é provável você ouça um simples understood?.

17
5 – Aprenda e use o código fonético. Os melhores dicionários sempre
apresentam uma tabela com o código fonético para ajudar você a pronunciar
as palavras inglesas. Aprenda esse código para aprimorar sua pronúncia e,
conseqüentemente, melhorar a conversação em inglês. Se você está sem
dicionário, veja a tabela de código e respectivo som em Sounds English.

6 – Aprenda gírias. Se no inglês escrito formal as gírias não são toleradas, no


inglês falado elas são bem-vindas e deixa a conversação mais natural. Aprenda
algumas gírias da língua inglesa em ESL Café.

7 – Tenha um dicionário eletrônico. Os dicionários impressos são melhores do que


os dicionários eletrônicos porque trazem mais informações. O inconveniente é
que os dicionários de papel geralmente são volumosos, mais pesados e não
pronunciam as palavras. Já os dicionários eletrônicos são portáteis, leves,
pronunciam as palavras e tiram suas dúvidas mais rapidamente.

8 – Reduza seu sotaque com programas de análise de pronúncia. Existem


softwares que comparam, graficamente, ondas sonoras de sua pronúncia com
ondas sonoras produzidas por norte-americanos ou ingleses. Seu objetivo é
igualar as suas ondas sonoras com a dos anglofalantes. Experimente o
software Pronunciation Patterns Professional Edition, que pode ser baixado
gratuitamente no site Baixaki.

9 – Intercâmbio online de idiomas. Procure por


norte-americanos e ingleses que ensinam inglês
e aprendem português. Dessa forma, eles
podem ajudar você a melhorar a
conversação em inglês, e você pode ajudá-los a
melhorar o português. Experimente o
site Livemocha. Não ensine coisas erradas para o
estrangeiro. Seja responsável.

10 – Faça viagens internacionais. No exterior,


você se verá obrigado a falar inglês onde quer
que você vá e em qualquer situação. Nos meses
e semanas que antecedem sua viagem, faça
um curso intensivo para turbinar seu inglês.

18
11 – Imite um falante que tem o inglês como primeira língua. Para que sua
conversação soe de forma natural, com pausas e hesitações, recomendo que
você imite um nativo anglofalante. Eu gosto de imitar o sotaque californiano de
Jeff McQuillan, apresentador formando em Lingüística. Ele dá dicas de inglês
para estrangeiros por meio de excelentes podcast no blog ESLPOD. Baixe o
podcast e o texto em PDF.

12 – Procure pontos de encontros de norte-americanos e ingleses. Geralmente,


em grandes cidades, há sempre um bar onde grupos de estrangeiros se
encontram. Freqüentar esses ambientes ajuda a fazer amizade e conversar com
britânicos, norte-americanos, australianos, etc., ler revistas, ouvir e cantar
karaokê em inglês, aprender piadas, etc. Você sempre aprende algo que não é
ensinado nas escolas de idiomas.

13 – Tenha namorado (a) estrangeiro (a). Todo mundo concorda que ter um
namorado (a) é um excelente motivo para melhorar as habilidades da língua,
digo, no idioma. Outra vantagem: não só o vocabulário inglês vai aumentar mas
também sua cultura a respeito dos costumes do país de sua cara metade. Faça
perguntas a respeito da história, culinária, pontos turísticos, etc.

14 – Beba um pouquinho. Essa dica só é válida para estudantes adultos e deve


ser empregada com moderação. Num bar cheio de estrangeiros, a bebida não
melhorar seu inglês. Ela vai ajudar você a perder sua inibição e medo de errar
em inglês. Não fique bêbado. Uma pessoa bêbada é desagradável e
inoportuna. E se ficar bêbado, você não vai se lembrar de nada do que disse ou
ouviu durante a conversação.

15 – Cante karaokê em inglês. Após memorizar a letra e estudar o vocabulário,


use as frases da música em sua conversação. A vantagem desse método é que
você falará mais rápido a frase já decorada e evitará erros de gramática visto
que aprenderá, por exemplo, os verbos e as preposições que eles pedem.

19