Você está na página 1de 22

22-08-2012

Pontifícia Universidade Católica de Goiás


Engenharia Civil

Professora: Mayara Moraes

• Consistência;

• Textura;

• Trabalhabilidade;

• Integridade da massa / Segregação

• Poder de retenção de água / Exsudação

• Massa específica.

1
22-08-2012

É a propriedade do concreto fresco que identifica sua maior


ou menor aptidão para ser empregado com determinada
facilidade sem perda de sua homogeneidade.

É caracterizada pela medida da consistência do concreto.

• Fatores internos:
– Consistência;
– Traço do concreto;
– Granulometria do concreto;
– Forma do grão do agregado;
• Fatores externos:
– Aditivos;
– Mistura;
– Transporte;
– Lançamento;
– Adensamento;
– Características da peça.

2
22-08-2012

(José A. Freitas Jr.)

(Granato, BASF)

3
22-08-2012

Nova ponte Benicia-Martinez, São Francisco – Califórnia - EUA

• Várias formas de medida:


– Deformação causada a uma massa de concreto
fresco, pela aplicação de uma força;

– Esforço necessário a ocasionar, em uma massa de


concreto fresco, uma deformação pré-estabelecida.

4
22-08-2012

• NBR NM 67

• NBR NM 67

Preencher em 3 camadas, compactar com 25 golpes e medir em 8 a 12 seg.

(Mehta e Monteiro, 2006)

5
22-08-2012

10 10 10

7,5
3,5
30 11 25

20

Verdadeiro Cisalhado Desmoronado

Manômetro instalado na
betoneira, indica a pressão
no interior do balão
possibilitando assim a
identificação (aproximada)
do abatimento do concreto.

6
22-08-2012

Concretos comuns:
% ar = 1 a 2% do volume total

Vazios com ar são incorporados devido a:

- Mistura na betoneira
- Transporte
- Outras formas naturais

- Aditivos químicos incorporadores de ar (IAR)

7
22-08-2012

• Separação dos componentes da mistura.


– Razão principal: dimensões e massas específicas
diferentes dos constituintes da mistura;
• Segregação interna (as partículas maiores e mais pesadas
tendem a se assentar na parte inferior da estrutura durante a
secagem);
• Segregação externa (as partículas maiores tendem a separar da
mistura durante o lançamento);
– Conseqüências da segregação:
• Heterogeneidade do concreto endurecido;
• Alterações nas relações agregado/cimento e água/cimento
dentro do material.

• Quantidade de água
– Concretos muitos secos ou úmidos facilitam a segregação;

• Adições ou aditivos
– A adição de finos, particularmente em misturas pobres reduz segregação;

– A incorporação de ar tem efeito análogo: as bolhas de ar funcionam como


material fino;

– Aditivos superfluidificantes produzem concretos fluidos e não segregáveis


pela elevada redução da água de amassamento, especialmente nas
misturas ricas.

8
22-08-2012

Peça com concreto segregado – carência de argamassa

Concreto segregado – falha de adensamento

9
22-08-2012

Concreto não segregado Concreto segregado

Exsudação é a tendência da água de amassamento vir à


superfície do concreto recém lançado, devido ao sua densidade
(1g/cm³) ser menor que a dos agregados (≈2,4g/cm³) e a do
cimento (≈ 3,1g/cm³).

O fenômeno faz com que o fator


a/c da superfície fique enorme,
reduzindo a resistência mecânica
na região.

10
22-08-2012

• Forma particular de segregação


– Ascensão da água de amassamento à superfície do concreto;
• Caracterização quantitativa da exsudação:
– Profundidade da lâmina d'água;
– Velocidade em que a exsudação ocorre;
– Duração da exsudação;
• Tipos de exsudação
– Por canais: típica de misturas pobres em agregados finos;
– Normal: ocorre uniformemente em toda a superfície do concreto.

• Dentro de certos limites, é benéfica


– Diminui a relação a/c inicial;
• Em geral prevalecem as conseqüências negativas da exsudação

agregado graúdo barra de aço

pasta de cimento água de exsudação


agregado miúdo

11
22-08-2012

Relação a/c maior devido à exsudação


da água do 2º lançamento.
2º lançamento

Água exsudada do 1º lançamento 1º lançamento


retida pelo lançamento seguinte.

• O aumento da relação cimento/agregado reduz a velocidade


de exsudação, mas aumenta a água exsudada;

• Incorporadores de ar e pozolanas reduzem a velocidade e o


teor de água exsudada, principalmente em misturas pobres;

• Aditivos retardadores ampliam a duração e intensidade de


exsudação. O contrário ocorre com aditivos aceleradores;

• Aditivos plastificantes e superfluidificantes diminuem a relação


a/c e, conseqüentemente, a exsudação.

12
22-08-2012

13
22-08-2012

A água utilizada na mistura do concreto, deve ser isenta de teores


prejudiciais de substâncias estranhas, tais como óleo, ácidos, sais
matéria orgânica e outras que possam interferir nas reações da
hidratação do cimento, prejudicar a durabilidade e afetar a
coloração final do concreto;

•Água do mar contém sais como: sulfato de


cálcio, sulfato de magnésio e cloreto de
sódio;

•Água de rios e represas urbanas podem


estar contaminadas por resíduos industriais e
água servida residencial.

“Girica” para transporte manual

14
22-08-2012

• Concreto bombeável
• Características:
– Boa trabalhabilidade, abatimento superior a 70mm
(normalmente entre 90 e 100mm);
– Teor de argamassa maior que nos concretos
convencionais produzidos com os mesmos agregados,
para lubrificar a tubulação;
– Recomendável britas de DMC no máximo 25mm;
• Quanto maior a altura e a distância, serão necessários
maiores abatimentos, teor de argamassa e menor a DMC da
brita.

(J. A. Freitas Jr.)

Bomba com lança acoplada

15
22-08-2012

(J. A. Freitas Jr.)

(J. A. Freitas Jr.)

16
22-08-2012

17
22-08-2012

(José Marques Filho)

Correia transportadora
Pequenas distâncias sem segregar

18
22-08-2012

• Previamente, assegurar formas limpas


• Verificar excessos nas armaduras ou defeitos nas formas
que possam bloquear a passagem do concreto.
• Molhar e aplicar “desmoldante” nas formas.

• Cuidadosa inspeção:
• Lama ?
• Pontas de madeira?
• Sabotagem ?

(Granato, Basf) (Granato, Basf)

ADENSAMENTO MAL FEITO

19
22-08-2012

Recomendações para o lançamento:


• Lançar concreto mais próximo da sua posição final;
• Não acumular concreto em pontos da forma;
• Altura não deve ser superior a 2m (NBR 6118) ;
• Alturas >2 m – janelas laterais, trombas, calhas, funis;
• Cuidados sob temperaturas < 10ºC e > 35ºC;
• Transporte horizontal inferior a 60m – segregação;
• Carrinhos e jericas c/ pneus com câmara de ar;
• Abatimento de acordo com a necessidade ;

20
22-08-2012

Concretagem de uma peça estrutural de grande altura.

Finalidade: Preencher os cantos das formas completamente,


retirar o excesso de ar e eliminar os vazios do concreto.

Vibrador de formas

Vibrador de imersão ou agulha

21
22-08-2012

Modo correto de usar vibrador de agulha de imersão:


• Inserir e retirar o mais na vertical possível;
• Inserções a cada ±15 cm;
• Não vibrar as armaduras;
• Não fazer o concreto “caminhar” com a vibração.

22