Você está na página 1de 12

Descrição Sumaria

• Realizam procedimentos de enfermagem veterinária.


• Preparam animais e materiais para procedimento veterinário.
• Atendem cliente – Proprietário e administram o local de trabalho
• Trabalham em conformidade a normas e procedimentos de segurança,
limpeza e saúde

ANATOMIA CANINA – NOÇÕES BÁSICAS


• Com tantas variações as espécies tiveram de ser estudadas. Para facilitar os
estutos tornou-se indispensável uma nomenclatura mundial o diagrama a seguir.
TIPOS DE OSSOS
 Ossos longos: Têm como função primordial a sustentação. Ex: fêmur,
úmero, tíbia, fíbula, rádio e ulna, metacarpos e metatarsos.
 Ossos curtos: estarão sempre unidos entre si através de ligamentos, de
necessária flexibilidade. Ex: Ossos da coluna vertebral, carpo e tarso.
 Ossos planos: são moderadamente grandes Ex: ossos da cabeça, da pelve e
da escápula.

Crânio

 Mais complexa do esqueleto, aloja o encéfalo, órgãos sentidos e hipófise


(glândula endócrina importante), conexão com os dentes, língua, laringe,
músculos, vasos, e nervos
Classificação das cabeças
 Braquicéfalos: nestes, o comprimento e a largura são relativamente iguais,
sendo as cabeças similares a um cubo. Ex: Bulldog, Grifon e Pequinês.
 Mesocéfalos: tipo intermediário entre os anteriores. Ex: Boxer e Boston
Terrier.

Dentes
1° Dente de Leite ou decíduos aparecem com 17 dias.
Troca a partir de 4 meses.
Definitivo 6 meses, com total de 42 dentes.

6 Incisivos Superiores

6 Incisivos Inferiores

2 Caninos Superiores

2 Caninos Inferiores

8 Pré molares Superiores

8 Pré molares Inferiores

4 molares Superiores

6 Molares Inferiores
Mordedura

 Ferramenta de trabalho e defesa dos cães, cada dente tem sua função:
 Incisivos – Apreensão
 Caninos – Defesa
 Pré Molar – Mastigação
 Molar – Corte

Oclusão

 Mordedura em tesoura: Incisivos superiores tocam, com a fase interna, a


fase externar dos incisivos inferiores.
(RottWeiler, Labrador, Pastor Alemão, Beagle, Poodle, etc)
 Mordedura em tesoura invertida: Incisivos superiores tocam, com a fase
Externa, a fase interna dos Incisivos Inferiores
 Mordedura em torques: Os incisivos superiores tocam de topo aos incisivos
inferiores.
(Bullmastife, Terra nova, São Bernardo, etc)

 Prognatismos: Desalinhamento da mordedura (Hipotrofia óssea maxilar ou


hipertrofia óssea mandibular:
 Prognatismos Inferior (Boxer, Buldogue Inglês, Buldogue Faces..)

 Pragmatismo superior:

Coluna Vertebral

 É o eixo em torno do qual o esqueleto se organiza (Cervical 7 vértebras,


Torácica 13 vértebras, Lombar 7 vértebras, Sacral 3 vértebras, Coccigenas
20 – 23 vértebras)

Esqueleto Apendicular

 Membro anterior (torácico):


 Escapula
 Úmero
 Radio
 Ulna
 Carpo
 Metacarpo
 Falanges
Esqueleto Apendicular

 Membro posterior (Pélvico)


 Pelve (Íleo, Ísquio, Púbis)
 Fêmur
 Tíbia
 Perônio
 Tarso
 Falanges
Músculos

 Os músculos esqueléticos, são aproximadamente 450, representam 30 a


40% do peso do corpo.
 É o principal responsável pelos movimentos

 Musculatura lisa: Contração involuntária e autônoma (Musc. Abdominal,


Musc. Ocular, etc).

 Musculatura estriadas:
Membro anterior é potente, capaz de amortecer os choque dos saltos (pouco
eficientes)

Membro posterior: É um verdadeiro sistema propulsor, muito bem definida


(visível em animais de corrida ou de trabalho)
Órgãos

Aparelho respiratório

 Aparelho respiratório:
 Nariz
 Laringe: Importante para respiração e fonação ( epiglote)
Traquéia – Tubo flexível composta por cerca de 40 anéis cartilaginosos unidos,
elástica, dando uma certa flexibilidade.
Brônquios (Trocas gasosas)
Pulmões – Cavidade toráxica , divide em 2 lados (esquerdo / direito)
Órgão da hematose (transformação do sangue venoso para o sangue arterial)

Aparelho Cardiovascular

 Coração: é um músculo que atua como uma bomba distribuindo o sangue


pelo organismo.
 4 cavidades separadas (AE, VE / AD, VD), comunica-se pela válvulas.
 Varia com idade e tamanho do animal (FC do filhote é maior que a FC do
adulto e mais elevada também nos cães de pequeno porte do que nos
maiores).
 Arritmia sinusal respiratório
FC Adulto 70 a 160
FC Filhote 70 a 220
Cães pequeno porte 70 a 180
Cães grande porte 70 a 140

 Problemas cardíacos: (auscultação detecta qualquer disfunção do aparelho


valvular)
 Tosse
 Dificuldade respiratória
 Desmaios
 Cansaço

Aparelho Digestivo

 Cavidade bucal – Os alimentos mastigados envolvido em saliva (bolo


alimentar), a língua amassa os alimentos e os direciona-os para garganta
(deglutição).
 Glandulas parótidas ensopam e hidratam os alimentos secos
 Glandulas maxilares lubrificam(deslisamento)
 Faringe – Epiglote
 Esófago – Tubo muscular por onde passa o bolo alimentar, contrai,
empurra-o, em direção ao estomago

 Estomago (cardio-piloro)
1° deposito do bolo alimentar, transforma em quimo e desliza para o intestino .
Varia de 1 à 9 litros (depende do tamanho do animal)
Toda mucosa e recoberta de muco (proteção contra acido clorídrico)

 Intestino delgado (Duodeno - Jejuno - íleo)


 6 vezes o tamanho de um corpo
 neutraliza a acidez do estomago
 absorve alimentos e produz hormônio para desgestao
 Intestino grosso - (Ceco - cólon ascendente - cólon transversal - cólon
descendente - reto - anus (Absorção e Secreção))

Figado

 Liberação de glicose
 Emulsificação das gorduras (secreção da bile )
 Produção de plaquetas
 Purificação de toxinas e drogas.
 Caso de acidentes com lesão (80% fatais), pois ele é bastante irrigado (muita
perda de sangue – morte) e quando o animal sobrevive sua regeneração é muito
rápida.

Pâncreas
 Enzimas essenciais para digestão
 Produz 2 hormônios que regulam a glicose no sangue (Insulina – diminui)
(glucagon – aumento)

Baço

 Cria células sanguíneas


 Destrói as células velhas
 Produz anti-copos que protegem contra infecção

Aparelho Urinário

 Composto pelos rins e pelas vias urinárias encarrega-se de eliminar os


regidos e excesso de água
 Arteira renal – filtra (nefrons) – veia renal (resíduos) Ureteres – bexiga
(urina, armazena) – uretra