Você está na página 1de 12

Penina Zeiape Cossa

Os factores determinantes para o desenvolvimento da indústria

Licenciatura em Ensino de História

Universidade Pedagógica
Delegação de Gaza
2019
1

Penina Zeiape Cossa

Licenciatura em Ensino de Historia

Trabalho de pesquisa sobre os factores determinantes


para o desenvolvimento da indústria a ser
apresentado em seminários académicos na disciplina
de Geografia de Indústria, sob orientação do Msc
Joaquim Machava
a

c
i
v
i
l
Universidade Pedagógica i
Delegação de Gaza z
2019 a
ç
ã
o
2

Índice
1. Introdução................................................................................................................................. 3

1.1. Objectivos ......................................................................................................................... 4

1.1.1. Geral .......................................................................................................................... 4

1.1.2. Específicos ................................................................................................................. 4

1.2. Definição de principais conceitos ..................................................................................... 4

1.3. Factores determinantes para o desenvolvimento industrial .............................................. 5

2. A localização da indústria segundo Max Derruau ................................................................... 7

3. Conclusão ............................................................................................................................... 10

Referências bibliográficas ............................................................................................................. 11


3

1. Introdução

No presente trabalho vai debruçar-se sobre os factores determinantes para o desenvolvimento da


indústria, com objectivo de identificar e descrever os seus factores.

O trabalho constitui para além de avaliação na Disciplina de Geografia da Industria, no âmbito de


apresentações de trabalhos de pesquisa em grupo, vai igualmente constituir instrumento de
consulta e de inspiração para a comunidade académica.

Para a produção do trabalho, baseou-se fundamentalmente das consultas bibliográficas das obras
que constituem referências bibliográficas do mesmo.
4

1.1.Objectivos

1.1.1. Geral

 Analisar os factores determinantes para o desenvolvimento da indústria

1.1.2. Específicos

 Identificar os factores determinantes para o desenvolvimento industrial

 Descrever os factores determinantes para o desenvolvimento industrial

1.2.Definição de principais conceitos

a) Factor

Segundo o dicionário enciclopédico Aurélio factor é qualquer elemento que contribua para a
obtenção de um resultado.

A sua definição etimológica factor deriva do termo latino oris que significa autor, criador ou
fabricante. Refere-se porém, o que executa uma coisa.

b) Desenvolvimento

Desenvolvimento considera-se o crescimento simultâneo nas esferas social, político e económico


numa determinada área geográfica.

Para esta pesquisa, factores determinantes do desenvolvimento industrial refere-se a todos os


elementos de âmbito geográfico, social, político, económico que resultam no crescimento da
indústria.

c) Conceito de industria

Segundo Mme Veyret apud Derruau, (1977:29) indústria é o acto de transformar por meio de
uma actividades, objectos em bruto para aqueles que tenham uma aplicação, ou seja,
transformação de produtos brutos em acabados, susceptíveis ao consumo.
5

Para o autor, a indústria é diferente do artesanato, pelo facto de uso de inovações eficazes de
produção.

1.3.Factores determinantes para o desenvolvimento industrial

Segundo Secco (2014) a produtividade e desenvolvimento das indústrias é basicamente


influenciada por diversos factores como a inovação, infra-estruturas, capacitação/educação dos
trabalhadores, gestão eficaz e eficiente, leis e burocracia.

No entanto este pensamento é mediante ao campo da pesquisa do autor, tendo em conta sua área
de formação.

Para Júnior e Ferreira (1998) a produtividade de uma indústria está aliada a muitos factores de
ordem política, legal, social, localização, económica.

Estes autores trazem uma abordagem bastante interessante, na medida que enquadra seus factores
num sentido macro, daí apraz-nos proceder com mais detalhes dos seus pontos de vista.

a) Factores de ordem política

Estes factores estão mais ligados a vontade política principalmente dos detentores de poder, onde
estes podem investir suas politicas para a materialização ou desenvolvimento da indústria.

Exemplo: As pesquisas feitas demonstram que em Moçambique existe um manancial de


desenvolvimento através da indústria mineira e pesqueira. Muitos países do Médio Oriente
apostaram no desenvolvimento baseando-se da exploração de petróleo e seus derivados. Outros
optaram na indústria pesqueira como os países da Europa Ocidental. Contudo, a exploração dos
recursos do subsolo só tive azo nestes últimos anos e a pesqueira continua uma projecto para os
desafios do futuro.

b) Factores de ordem legislativa

Os países apostam em leis proteccionistas que circunscrevem-se em limitar importações para


promover o consumo nacional e vender mais o produto nacional no estrangeiro. Os países que
6

adoptaram estas políticas ganham mais divisas por elevadas taxas pagas nas importações feitas e
ao mesmo tempo promovem a venda em larga escala para outros países.

c) Factores de ordem social

A sociedade como um corpo formado por cultura, religião, hábitos diferentes devem sentir um
impacto imediato positivo da indústria localizada na sua área, através de várias formas,
nomeadamente, uso de mão-de-obra local, prestação plena das suas responsabilidades sociais,
e.t.c. Outro factor avançado por estes autores é que esta indústria não pode contrariar os costumes
locais.

Exemplo: Numa comunidade caracterizada por não consumir um determinado tipo de produto,
não se pode implantar uma indústria de processamento do produto tido como sagrado e nocivo
para os residentes locais por mais que a esta preste todo tipo das suas responsabilidades, estes
acabaram sabotando o trabalho realizado e por fim levar a indústria á falência.

d) Factores de ordem económica

A economia influencia grandemente no desenvolvimento de uma indústria. Para promover o


desenvolvimento é necessários grandes investimentos de recursos financeiros, materiais e
humanos. Por essa razão quanto mais desenvolvido for um determinado país, maior será o seu
desenvolvimento industrial.

e) Factores de ordem geográfica ou de localização

A implantação de uma indústria deve obedecer estritamente um estudo de viabilidade bastante


rigoroso.

Tendo em conta as especificidades da disciplina, este factor é o escopo desta pesquisa e vai-se
proceder com uma descrição bastante detalhada e objectiva no subtítulo seguinte.
7

2. A localização da indústria segundo Max Derruau

Segundo Labasse apud Derruau, (1977:42) a lista dos factores de localização da industria são
diversos e inacabáveis.

A base preferencial deste autor foi pelo facto de o docente da disciplina ter orientado o uso do
mesmo.

a) Geografia da iniciativa

Consiste em avaliar o local de implementação da sua industria quanto as politicas usadas


(liberalismo e centralismo). Neste aspecto o criador da indústria deve apostar em locais onde não
existe o risco para implantar sua indústria, procurando onde há uma protecção efectiva do estado
(Idem).

Exemplo: Não implantar a sua indústria em locais vulneráveis a qualquer fenómeno que possa
inviabilizar sua produção, nomeadamente: zona de inundações ou de conflitos armados.

b) Geografia de investimento

Para o autor a implantação de uma indústria deve ter em conta o impacto dos investimentos, ou
seja, analisar se a zona possui condições de rentabilidade. Para isso deve-se avaliar o tipo de
produtos da sua indústria em relação aos consumidores. Se estes gostam do seu produto, há
facilidade de acesso etc.

c) Meio físico e humano

Consiste em avaliar o custo e o preço tendo em conta os meios usados, nomeadamente, preço de
compra no terreno, preço da construção, preço da energia, das matérias-primas, o preço dos
produtos semi-transformados, os acessórios, a mão-de-obra, os impostos, encargos de
fornecimento, publicidade e de manutenção. A abundância e a regularidade condiciona a
rentabilidade da industria ( Ibide, p: 42).
8

Com isto quer dizer que quanto mais excessos irão condicionar a rentabilidade, na medida em
que muito valor será usado para custear as despesas do trabalho e quanto mais escassos a
produção não estará em altura de satisfazer as necessidades preferenciais.

Exemplo: Se por um lado, uma indústria trabalhar com 100 trabalhadores numa situação em que
seria necessários 40, o rendimento vai ser gasto em pagar salário a 60 trabalhadores
desnecessários. Por outro lado, se uma indústria precisa matéria-prima equivalente a 100
toneladas e por algum motivo os fornecedores apenas conseguem 70 toneladas, a produção não
vai completar o planificado e assim haverá défice e não cumprimento das obrigações.

d) Factor transporte

As indústrias localizadas próximo dos mercados consumidores apresentam um custo menos


oneroso em comparação com aquelas localizadas nas zonas distantes.

Perante esta questão o autor fundamenta a necessidade de instalação de indústrias ligeiras


distantes das unidades consumidoras porque o seu produto facilita a mobilidade e os clientes
podem não sofrer bastantes. Encontra partida, as indústrias pesadas podem ser instaladas
próximos, uma vez que o seu produto geralmente não é vendido em unidades, mas sim a grosso o
que pode acarretar custos elevados aos clientes.

Exemplo: As indústrias de processamento e venda de sacolas de plásticos, na ideiam deste autor


podem ser instaladas longe dos mercados consumidores. Enquanto a indústria metalúrgica devia
ser construída próximo.

Apesar de ter sido fundamentado no âmbito da agricultura, recorda-se aqui a teoria de Johann
Heinric Von Thünen1, onde apresenta-se uma relação contraditória com os pressupostos nela
apresentados, pois, para este teórico, os produtos próximos do mercado são os que terão mais

1
A teoria consiste em organizar a produção mediante formatos de anéis circulares com um mercado central
consumidor de forma que os produtos mais sensíveis e menos resistentes ao transporte sejam produzidos nos anéis
próximos do mercado e os mais resistentes ao transporte devem ser produzidos nos anéis mais afastados do mercado.
9

lucros, uma vez que terão menos gasto com o transporte e os produtos afastados do mercado terão
menos lucros, dado que terão mais gastos com o transporte.

Alinhando com o pensamento de Thünen, pode-se referir que na maioria dos casos os produtos
que mais são comprados são aqueles que satisfazem as necessidades básicas da maioria da
população, constituídas por produtos leves, ou seja, aqueles produzidos nas industrias ligeiras.
Outro factor que o grupo pode avançar é que a maioria da população apresenta uma economia
baixa. Assim, instalando uma industria distante da população consumidor é aumentar o custo de
vida a esta camada. Por isso somos de opinião de que há necessidade da implantação de uma
indústria pesada distante do mercado consumidor e as ligeiras próximas dos mercados
consumidores.

A exemplo disto, em países desenvolvido as indústria pesadas encontram-se geralmente


instaladas em zonas isoladas e distantes do mercado consumidor.

e) Fonte de energia

A condição de localização para o desenvolvimento da indústria cabe igualmente a fonte de


energia, nomeadamente: a hulha, carvão mineral, agua, petróleo etc. Quando o energia não vai até
a industria, é evidente que a indústria é que vai próximo da fonte de energia (DURRUAU,
1977:44).

f) Matérias-primas

Geralmente as matérias-primas atraem a instalação da indústria e promovem o desenvolvimento


da mesma. Aliado a questão de transporte pode fundamentar-se que no âmbito de extracção,
transporte e descarga verificam-se muitas perdas. Para evitar-se essas perdas passa-se
necessariamente de instalar a respectiva industria próximo das fontes de matérias-primas.

Exemplo: Um exemplo evidente é o caso da fábrica de processamento de algodão de Nhacutse.


Devido ao abandono da produção do algodão por parte da população devido a requalificação dos
campos de produção pela empresa WANBAU, esta fábrica entrou em falência, pois não
conseguia manter os níveis de produção através do algodão adquirido fora da província.
10

3. Conclusão

A identificação e a caracterização dos factores que determinam o desenvolvimento de uma


indústria é uma actividade inacabável, pois, os factores surgem nos estudos rigorosos ou
evidentes, sendo que em cada ângulo de pesquisa apresenta factores basicamente diferentes. No
entanto, estes factores podem ser agrupados em diversas ordens, nomeadamente: social,
económico, politico, financeiro e de localização. Para alem destes factores, a indústria está
dependente de uma rede de infra-estruturas, transportes, telecomunicações e distribuição de
energia eléctrica e água.

Tendo em consideração a disciplina em causa pode-se fazer uma breve caracterização do factor
localização. Este factor consiste na necessidade de promoção de um estudo de viabilidade
bastante rigoroso para implantar num determinado lugar a sua indústria, focalizando nos aspectos
da custo e beneficio, recursos humanos, materiais e financeiros, fontes de matérias-primas e de
abastecimento de energia, bem como mercado consumidor.
11

Referências bibliográficas

 DERRUAU, Max. Geografia Humana. Volume II, Editorial Presença, Portugal, 1977.
 JÚNIOR, J. L. R. e FERREIRA, P. C. Evolução da Produtividade Industrial Brasileira e
Abertura Comercial. IPEA - Instituto de Pesquisa Económica Aplicada, Rio de Janeiro, 1998.
 MATOS, G. Soares. O Modelo de Von Thünen: Um Aplicativo Computacional, Belo
Horizonte, 2005.
 SECCO, Willian. Principais factores que afectam a produtividades nas indústrias de Pato
Branco. Trabalho de Conclusão do Curso para a obtenção do grau de Especialista em Gestão
Contábeis e Financeiras na UTFPR, Pato Branco, 2014.