Você está na página 1de 25

Prof.

Elimar Renner
Direito Constitucional

SIMULADO DE
DIREITO
CONSTITUCIONAL
PARA A PROVA DA SEDEST-DF

Elimar Renner – Legislação Específica Página 1 de 24


Prof. Elimar Renner
Direito Constitucional

DO AUTOR...
Olá, estimado aluno(a)! Este é um material gratuito e exclusivo para quem vai fazer o
concurso da SEDEST-DF. Caso você esteja lendo este material e ainda não me conheça, meu
nome é Elimar Renner, atualmente servidor público do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e
Territórios – TJDFT, ex-servidor público federal lotado na Procuradoria Jurídica do ICMBio, ex-
advogado com atuação junto aos Tribunais Superiores, especialista em Filosofia e Teoria do
Direito pela PUC/MG e, o mais importante, professor de Direito Administrativo, Constitucional
e Regimento Interno para concursos públicos. 

Convido você a seguir minha página no facebook: /profelimarrenner e meu perfil no


instagram: @profelimarrenner e, ainda, participar de minha lista de transmissão (61 - 98615-
2284). Sempre que possível, coloco dicas e questões valiosas com o intuito de que você acerte
tudo em sua prova.

Sobre o material, separei 30 questões de bancas diversas sobre todo o conteúdo


programático de direito constitucional do seu Edital, considerando que não existem questões
disponíveis da banca IBRAE. Sugiro que tente resolver as questões e, ao final, leia todos os
comentários, a fim de verificar eventuais fraquezas e como forma de memorização do conteúdo.
Sem mais delongas, vamos ao trabalho...

Elimar Renner – Legislação Específica Página 2 de 24


Prof. Elimar Renner
Direito Constitucional

30 QUESTÕES COMENTADAS DE DIREITO CONSTITUCIONAL


PARA A PROVA DA SEDEST
1.4. NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL: 1. Lei Orgânica do Distrito Federal:
assistência social. 2. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. 2.1. Assistência
Social.

1. FCC - FUNAPE - Analista Jurídico Previdenciário - Conforme estatuído na Constituição


Federal de 1988, as ações realizadas pelos Poderes Públicos em prol da Seguridade Social visam
a assegurar exclusivamente direitos atinentes a
A) saúde, educação e previdência social.
B) educação, segurança pública e assistência social.
C) saúde, previdência e assistência social.
D) cultura, saúde e assistência social.
E) previdência pública e assistência social.

2. FCC - FUNAPE - Analista Jurídico Previdenciário - Sobre a Assistência Social a Constituição


Federal de 1988 prevê:
A) Será organizada com base na descentralização político-administrativa, sendo que os seus
benefícios serão concedidos independentemente de contribuição à seguridade social.
B) Não se enquadra, dentre os seus objetivos, a proteção à maternidade, que fica sob a
responsabilidade concomitante da previdência social e da saúde pública.
C) Constitui obrigação dos Estados e Distrito Federal destinar recursos de sua receita tributária
para financiar programas de inclusão social.
D) As ações sociais direcionadas a promover à integração ao mercado de trabalho devem partir
exclusivamente da esfera federal, tanto na sua formulação, como na execução dos programas, eis
que se trata de competência privativa da União.
E) A proteção à infância e adolescência, por haver legislação específica (Estatuto da Criança e
Adolescente), não constitui objetivo da assistência social, sendo cuidada pelo Sistema Único de
Saúde.

3. IDECAN - IPC - ES - Procurador Previdenciário I - Segundo a Constituição Federal, a


assistência social tem por objetivo, EXCETO:
A) A universalização do atendimento escolar.
B) O amparo às crianças e adolescentes carentes.
C) A promoção da integração ao mercado de trabalho.
D) A habilitação e reabilitação das pessoas portadoras de deficiência e a promoção de sua
integração à vida comunitária.

4. FCC Órgão: PGE-AP Prova: FCC - 2018 - PGE-AP - Procurador do Estado - O Benefício de
Prestação Continuada (BPC), previsto no texto constitucional e regulado na Lei Orgânica da
Assistência Social (LOAS),
A) é devido ao idoso maior de 70 anos que comprove não possuir meios de prover a própria
manutenção nem de tê-la provida por sua família.
B) não se estende à pessoa com deficiência, ainda que comprove não possuir meios de prover a
própria manutenção.
C) pode ser acumulado apenas com aquele relativo à pensão por morte.
D) tem valor de um salário mínimo mensal, podendo ser majorado em até 25%, caso comprovada
a real necessidade.
E) deve ser revisto a cada dois anos para avaliação da continuidade das condições que lhe deram
origem.

Elimar Renner – Legislação Específica Página 3 de 24


Prof. Elimar Renner
Direito Constitucional

2.2. Princípios fundamentais.

5. QUADRIX - CRBio-7 Região - Agente Fiscal - Com relação aos Princípios Fundamentais
estabelecidos na Constituição Federal, assinale a alternativa correta.
A) Os valores sociais do trabalho e da livre-iniciativa são princípios que regem as relações
internacionais do Brasil.
B) Segundo o texto constitucional, o repúdio ao terrorismo é um dos objetivos fundamentais da
República.
C) Nos termos da Constituição, os Poderes Executivo e Legislativo são autônomos, mas
dependentes entre si.
D) O Brasil buscará a integração econômica, política, social e cultural dos povos da América
Latina, visando à formação de uma comunidade latino-americana de nações.
E) São poderes da União, independentes e harmônicos entre si, o Legislativo, o Executivo, o
Judiciário e o Moderador.

6. IADES - AL-GO - Policial Legislativo


A República Federativa do Brasil tem como fundamento a (o)
A) nomeação de autoridades públicas.
B) dignidade da pessoa humana.
C) intervenção na propriedade privada.
D) proibição de atividades artísticas e culturais.
E) fomento do comércio entre estados e municípios.

7. QUADRIX - CRBio-7 Região - Agente Fiscal - Segundo o texto constitucional, a República


Federativa do Brasil constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como um de seus
fundamentos:
A) o pluralismo político.
B) a autodeterminação dos povos.
C) a redução das desigualdades sociais.
D) a erradicação da pobreza.
E) a defesa da paz.

3. Aplicabilidade das normas constitucionais. 3.1. Normas de eficácia plena, contida e


limitada. 3.2. Normas programáticas.

8. INAZ DO PARÁ - CORE-MS - Assistente Jurídico - “A força normativa da constituição impõe


o reconhecimento de valor jurídico, obrigatório e vinculante aos preceitos da constituição, sendo
a eficácia atributo reconhecido a todas as espécies de normas constitucionais, ainda que em
diferentes graus.”
Fonte: NOVELINO, 2017, p. 112.
À luz da classificação da eficácia das normas constitucionais, pode-se afirmar:
A) As normas de eficácia plena possuem aplicabilidade direta, mediata e integral.
B) As normas de eficácia limitada têm aplicabilidade indireta, mediata e reduzida.
C) As normas de eficácia contida têm aplicabilidade indireta, mediata e integral.
D) As normas de eficácia plena têm aplicabilidade direta, imediata, porém não integral.

9. IADES - AL-GO - Procurador - Considerando-se o art. 5º, inciso XIII, da Constituição Federal,
“é livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações
profissionais que a lei estabelecer”. Com relação à sua aplicabilidade, o referido artigo é
classificado como norma constitucional de
A) eficácia limitada.
B) eficácia plena.
C) aplicabilidade indireta, mediata e reduzida
D) eficácia contida.

Elimar Renner – Legislação Específica Página 4 de 24


Prof. Elimar Renner
Direito Constitucional

E) eficácia absoluta.

2.3. Direitos e garantias fundamentais. 4. Direitos e deveres individuais e coletivos, direitos


sociais, direitos de nacionalidade, direitos políticos, partidos políticos.

10. IADES - CRF-TO Assistente Administrativo - Conforme dispõe a Constituição Federal, no


que tange ao artigo 5°, assinale a alternativa correta.
A) O direito de propriedade é garantido.
B) O direito de associação é obrigatório aos homens e facultativo às mulheres.
C) A lei penal poderá retroagir para prejudicar o réu.
D) A prova ilícita no processo penal é permitida.
E) A casa é asilo inviolável e em nenhuma hipótese poderá ser autorizado que alguém nela
penetre.

11. INAZ do Pará - CORE-SP - Assistente Jurídico


São cargos privativos de brasileiros natos:
A) De Presidente do Senado Federal / de juiz de direito / Presidente da Câmara dos Deputados.
B) De Ministro de Estado da Defesa / de juiz de direito / membro do Ministério Público.
C) De deputado federal / de prefeito municipal / deputado estadual.
D) De carreira diplomática / de Ministro do Supremo Tribunal Federal / de oficial das Forças
Armadas.
E) De Presidente da República / Vice-Presidente da República / Senador.

12. IADES – CRBio-7 - Assistente - Nos termos da Constituição Federal, sempre que alguém
sofrer ou se achar ameaçado de sofrer violência ou coação em sua liberdade de locomoção, por
ilegalidade, poderá impetrar:
A) habeas data.
B) mandado de segurança.
C) habeas corpus.
D) mandado de injunção.
E) ação popular.

13. IADES - AL-GO - Policial Legislativo - Assinale a alternativa que apresenta direitos e deveres
previstos no artigo 5º da Constituição Federal.
A) Intervenção em empresas privadas.
B) Aplicação da pena de trabalhos forçados aos presos.
C) Proibição de entrada do estrangeiro em solo nacional.
D) É proibida a manifestação religiosa que não seja reconhecida pelo Estado.
E) A propriedade atenderá a sua função social.

14. IADES - IGEPREV-PA - Técnico Previdenciário A - Quanto ao mandado de segurança,


assinale a alternativa correta.
A) A lei que fixa prazo de decadência para impetração de mandado de segurança é
inconstitucional.
B) A entidade de classe não tem legitimação para o mandado de segurança quando a pretensão
veiculada interessa apenas a uma parte da respectiva categoria.
C) Um pedido de reconsideração na via administrativa interrompe o prazo para o mandado de
segurança.
D) Ao impetrante é lícito desistir da ação de mandado de segurança, independentemente de
aquiescência da autoridade apontada como coatora ou da entidade estatal interessada.
E) O mandado de segurança pode fazer as vezes de ação de cobrança, a fim de satisfazer créditos
do impetrante.

Elimar Renner – Legislação Específica Página 5 de 24


Prof. Elimar Renner
Direito Constitucional

15. IADES - CREMEB - Advogado - Com relação aos direitos e às garantias individuais, assinale
a alternativa correta.
A) O direito à inviolabilidade do domicílio alcança os quartos de hotéis e os compartimentos
privados onde alguém exerce atividade profissional.
B) É lícita a prisão civil de depositário infiel, qualquer que seja a modalidade do depósito.
C) A interceptação telefônica é uma medida reservada à competência da autoridade policial e (ou)
do Ministério Público.
D) É livre o exercício de qualquer profissão, independentemente de qualquer restrição legal.
E) Os tratados e as convenções internacionais de direitos humanos são equivalentes às emendas
constitucionais.

16. FUNIVERSA - Secretaria da Criança - DF - Atendente de Reintegração Socioeducativo


Em relação a direitos e garantias fundamentais, assinale a alternativa correta.
A) Considere que Marcos, por convicção religiosa e política, pretenda se eximir de uma obrigação
legal que é imposta a todos os brasileiros. Nesse caso, diante da liberdade individual de cada
indivíduo, o Estado não poderá obrigá-lo a cumprir sua obrigação ou a prestação alternativa, mas
apenas fixar multa.
B) Suponha-se que Pedro, policial militar, descubra, por acidente, o cativeiro onde Maria estava
sendo mantida como refém, qual seja, a casa onde João reside. Nesse caso, Pedro somente poderá
adentrar nesta casa, durante o dia, por meio de decisão judicial.
C) Suponha-se que uma associação, que tenha por finalidade institucional cuidar de crianças
abandonadas, sofra fiscalização do poder público que identifique maus-tratos em sua sede. Nesse
caso, o Poder Executivo poderá dissolver a referida associação.
D) O racismo, a tortura, o tráfico de drogas, o terrorismo e os crimes hediondos são imprescritíveis
e insuscetíveis de graça ou anistia.
E) É inconstitucional lei federal que estabeleça que as penas sejam cumpridas no mesmo
estabelecimento quando os delitos tiverem natureza distinta.

17. FUNIVERSA - Secretaria da Criança - DF Provas: FUNIVERSA - 2015 - Secretaria da


Criança - DF - Especialista Socioeducativo - Administração
No que se refere a direitos e garantias fundamentais e a direitos humanos na CF, assinale a
alternativa correta.
A) O mandado de segurança coletivo poderá ser impetrado por qualquer partido político,
organização sindical, entidade de classe ou associação legalmente constituída e em
funcionamento há pelo menos um ano em defesa dos interesses de seus membros ou associados.
B) Será cabível o habeas data para assegurar o conhecimento de informações relativas ao
impetrante ou a terceiro, para retificação de dados, quando não se prefira fazê-lo por processo
sigiloso, judicial ou administrativo.
C) É livre a associação profissional ou sindical, devendo a lei dispor a respeito das hipóteses em
que o Estado poderá exigir autorização para a fundação ou criação dos sindicatos.
D) São privativos de brasileiros natos os cargos de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)
e de ministro da Justiça.
E) Suponha-se que Maria seja senadora pelo estado X e que seu marido, Antônio, seja candidato
a governador do mesmo estado. Nesse caso, não haverá inelegibilidade de Antônio.

5. Organização político-administrativa do Estado.

18. Quanto à organização político-administrativa do Brasil, assinale a alternativa correta.


A) O Distrito Federal é a capital da República e não faz parte da organização político-
administrativa do Brasil.
B) Os territórios federais não integram a União, e a criação ou transformação deles em estado ou
reintegração ao estado de origem serão reguladas em lei ordinária.
C) É vedado à União criar distinções entre brasileiros, mas os estados e os municípios podem
fazê-lo no estrito cumprimento do interesse público.

Elimar Renner – Legislação Específica Página 6 de 24


Prof. Elimar Renner
Direito Constitucional

D) Os estados podem formar territórios federais, de acordo com o previsto na Constituição da


República de 1988.
E) A soberania é atributo da União, entretanto os estados e os municípios possuem autonomia,
segundo a Constituição Federal.

6 Administração Pública. 6.1 Disposições gerais, servidores públicos.

19. FUNIVERSA - IF-AP - Auxiliar - A Constituição Federal de 1988 (CF) trouxe garantias e
direitos aos servidores públicos federais. Acerca desse assunto, assinale a alternativa correta.
A) O servidor público civil é impedido de associar-se a um sindicado.
B) O direito de greve será exercido nos termos e nos limites definidos em lei específica.
C) É impossível a contratação, por tempo determinado, para atender à necessidade temporária de
excepcional interesse público.
D) É permitida a vinculação ou equiparação de quaisquer espécies remuneratórias para o efeito
de remuneração de pessoal do serviço público.
E) É possível a acumulação remunerada de cargos públicos quando não houver compatibilidade
de horários.

20. IADES - CRF-TO - Assistente Administrativo - De acordo com a Constituição Federal,


assinale a alternativa correta.
A) Os cargos públicos são privativos de brasileiros, sendo vedados aos estrangeiros.
B) O direito à livre associação sindical é vedado ao servidor público civil.
C) A livre acumulação remunerada de cargos públicos é permitida.
D) O prazo de validade do concurso público será de até dois anos, prorrogável uma vez, por igual
período.
E) A publicidade dos atos da administração pública é condicionada à autorização do chefe do
Poder Executivo.

6.2. Atribuições e responsabilidades do Governador do DF.

21. INÉDITA – Prof. Elimar Renner – Nos termos do art. 100 da LODF, compete privativamente
ao Governador do Distrito Federal, EXCETO:
a) nomear os membros do Conselho de Educação do Distrito Federal.
b) exercer o comando superior da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito
Federal, e promover seus oficiais.
c) nomear, na forma da lei, os Comandantes-Gerais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros
Militar do Distrito Federal, bem como o Diretor-Geral da Polícia Civil do Distrito Federal e o
Defensor Público-Geral do Distrito Federal, a quem estão subordinados.
d) nomear e destituir presidente de instituições financeiras controladas pelo Distrito Federal, após
a aprovação pela Câmara Legislativa.
e) representar o Distrito Federal perante o Governo da União e das Unidades da Federação, bem
como em suas relações jurídicas, políticas, sociais e administrativas.

7. Poder legislativo. 7.1. Estrutura. 7.2. Funcionamento e atribuições.

22. Quadrix - 2017 - CRBio-7ª Região - Agente Fiscal - Sobre o Poder Legislativo, assinale a
alternativa correta.
A) Nos termos da Constituição, a Câmara dos Deputados compõe-se de representantes do povo,
eleitos em cada Estado pelo princípio majoritário.
B) O Senado Federal é composto por representantes do povo, assim como a Câmara dos
Deputados é composta por representantes dos Estados.
C) De acordo com o texto constitucional, cada Estado e o Distrito Federal elegerão três Senadores,
com mandato de quatro anos.

Elimar Renner – Legislação Específica Página 7 de 24


Prof. Elimar Renner
Direito Constitucional

D) Compete privativamente ao Congresso Nacional, por dois terços de seus membros, autorizar
a instauração de processo contra o Presidente e o Vice-Presidente da República.
E) Salvo disposição constitucional em contrário, as deliberações de cada Casa do Congresso
Nacional serão tomadas por maioria dos votos, presente a maioria absoluta de seus membros.

23. CESGRANRIO – LIQUIGÁS – Direito - À luz do texto constitucional em vigor, a


competência para julgar anualmente as contas prestadas pela Presidente da República é atribuída
à(ao)
A) Câmara dos Deputados
B) Senado Federal
C) Supremo Tribunal Federal
D) Congresso Nacional com o auxílio do Tribunal de Contas da União
E) Tribunal de Contas da União com o auxílio da Comissão Mista dos Senadores e Deputados

24. CRQ - 19ª Região (PB) - IDHTEC - Advogado - O Tribunal de Contas da União é um órgão
independente, responsável por auxiliar o Poder Legislativo no controle externo da Administração
Pública. Com relação ao Tribunal de Contas da União, não se pode afirmar:
A) É composto por nove Ministros.
B) Possui jurisdição em todo o território nacional.
C) Um terço dos Ministros é escolhido pelo Presidente da República, com posterior aprovação
dos nomes pelo Congresso Nacional.
D) Os Ministros do Tribunal de Contas da União têm as garantias de inamovibilidade,
vitaliciedade e irredutibilidade de vencimentos.
E) Para ser Ministro do TCU é necessário ser brasileiro, com mais de trinta e cinco e menos de
sessenta e cinco anos de idade, possuir reputação ilibada e idoneidade moral, deter notórios
conhecimentos jurídicos, econômicos, contábeis e financeiros ou de administração pública, além
de ter mais de dez anos de exercício de função ou de efetiva atividade profissional que exija tais
conhecimentos.

8. Poder judiciário. 8.1. Disposições gerais. 8.2. Órgãos do poder judiciário.

25. FEPESE - 2018 - PGE-SC - Procurador do Estado - Identifique abaixo as afirmativas


verdadeiras ( V ) e as falsas ( F ) no que diz respeito ao Poder Judiciário.
( ) O Conselho Nacional de Justiça compõe-se de 15 membros com mandato de 2 anos, admitida
uma recondução.
( ) O Superior Tribunal de Justiça compõe-se de, no mínimo, 33 Ministros, os quais serão
nomeados pelo Presidente da República dentre brasileiros com mais de 35 anos de idade e menos
de sessenta e cinco anos de idade, além de outros requisitos.
( ) O Tribunal Superior Eleitoral compor-se-á, no mínimo, de sete membros, escolhidos mediante
eleição, pelo voto secreto, de três juízes dentre os Ministros do Supremo Tribunal Federal; de dois
juízes dentre os Ministros do Superior Tribunal de Justiça e, por fim, por nomeação do Presidente
da República, de dois juízes dentre seis advogados de notável saber jurídico e idoneidade moral,
indicados pelo Supremo Tribunal Federal.
( ) Compete ao Supremo Tribunal Federal processar e julgar, originariamente, nos crimes comuns,
os Governadores dos Estados e do Distrito Federal.
( ) Lei Complementar, de iniciativa do Superior Tribunal de Justiça, disporá sobre o Estatuto da
Magistratura, observados princípios previstos na própria Constituição Federal.
Assinale a alternativa que indica a sequência correta, de cima para baixo.
A) V • V • V • F • F
B) V • F • V • V • V
C) V • F • F • F • V
D) F • V • F • F • F
E) F • F • V • V • V

Elimar Renner – Legislação Específica Página 8 de 24


Prof. Elimar Renner
Direito Constitucional

26. FEPESE - 2018 - PGE-SC - Procurador do Estado - Compõem toda a Justiça Eleitoral os
seguintes órgãos, conforme a Constituição Federal:
A) o Tribunal Superior Eleitoral, os Tribunais Regionais Eleitorais e os Juízes Eleitorais.
B) o Supremo Tribunal Federal, o Tribunal Superior Eleitoral, os Tribunais Regionais Eleitorais,
os Juízes Eleitorais e as Juntas Eleitorais.
C) o Supremo Tribunal Federal, o Tribunal Superior Eleitoral, os Tribunais Regionais Eleitorais
e os Juízes Eleitorais.
D) o Supremo Tribunal Federal, o Superior Tribunal de Justiça, o Tribunal Superior Eleitoral, os
Tribunais Regionais Eleitorais e os Juízes Eleitorais.
E) o Tribunal Superior Eleitoral, os Tribunais Regionais Eleitorais, os Juízes Eleitorais e as Juntas
Eleitorais.

9. Funções essenciais à justiça. 9.1. Ministério Público, Advocacia Pública. 9.2. Defensoria
Pública

27. UEM - 2018 - UEM - Advogado - Não integra as funções essenciais à justiça:
A) a Advocacia Pública.
B) a Defensoria Pública.
C) os Auxiliares da Justiça.
D) a Advocacia Privada.
E) o Ministério Público.

28. IDECAN - 2018 - AGU - Analista Técnico-Administrativo - A respeito das Funções


Essenciais à Justiça, assinale a alternativa correta.
A) O advogado representa o direito de defesa, mas não é indispensável à administração da justiça.
B) A Defensoria Pública é instituição permanente, essencial à função jurisdicional do Estado,
incumbindo-lhe a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais.
C) A Advocacia-Geral da União tem por chefe o Advogado-Geral da União, nomeado pelo
Presidente da República a partir de lista tríplice de cidadãos maiores de trinta e cinco anos, de
notável saber jurídico e reputação ilibada.
D) À Advocacia-Geral da União não é constitucionalmente assegurada a autonomia funcional e
administrativa.
E) São princípios institucionais da Advocacia Pública a unidade, a indivisibilidade e a
independência funcional.

29. FCC - MPE-PE - Analista Ministerial - Informática - De acordo com a Constituição Federal,
o chefe do Ministério Público da União
A) será nomeado pelo Presidente da República dentre integrantes da carreira, maiores de trinta e
cinco anos, após a aprovação de seu nome pela maioria absoluta dos membros do Senado Federal,
para mandato de dois anos, permitida a recondução.
B) poderá ser destituído do cargo por iniciativa do Presidente da República após autorização da
maioria absoluta dos membros do Congresso Nacional.
C) será nomeado pelo Chefe do Poder Executivo para o exercício do cargo de Procurador-Geral
da República, dentre brasileiros com notável saber jurídico e reputação ilibada, maiores de trinta
e cinco anos, integrantes ou não da carreira.
D) será nomeado pelo Chefe do Poder Executivo, após autorização da maioria absoluta do
Congresso Nacional, para mandato de dois anos, permitida a recondução.
E) poderá ser destituído do cargo pelo Supremo Tribunal Federal, após autorização de dois terços
da Câmara dos Deputados.

30. MPE-GO - 2018 - MPE-GO - Secretário Auxiliar - Goiás


São princípios institucionais do Ministério Público:
A) Unicidade, divisibilidade e a independência funcional;
B) Unidade, divisibilidade e a independência funcional;

Elimar Renner – Legislação Específica Página 9 de 24


Prof. Elimar Renner
Direito Constitucional

C) Unidade, inamovibilidade e independência funcional;


D) Independência funcional, unidade e indivisibilidade;
E) Indivisibilidade, unidade e dependência funcional.

 GABARITO E COMENTÁRIOS

1.4. NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL: 1. Lei Orgânica do Distrito Federal:


assistência social. 2. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. 2.1. Assistência
Social.

1. FCC - FUNAPE - Analista Jurídico Previdenciário - Conforme estatuído na Constituição


Federal de 1988, as ações realizadas pelos Poderes Públicos em prol da Seguridade Social visam
a assegurar exclusivamente direitos atinentes a
A) saúde, educação e previdência social.
B) educação, segurança pública e assistência social.
C) saúde, previdência e assistência social.
D) cultura, saúde e assistência social.
E) previdência pública e assistência social.

Comentários: item C. A resposta está no art. 194, da CF/88: a seguridade social compreende
um conjunto integrado de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e da sociedade, destinadas
a assegurar os direitos relativos à saúde, à previdência e à assistência social.

2. FCC - FUNAPE - Analista Jurídico Previdenciário - Sobre a Assistência Social a Constituição


Federal de 1988 prevê:
A) Será organizada com base na descentralização político-administrativa, sendo que os seus
benefícios serão concedidos independentemente de contribuição à seguridade social.
B) Não se enquadra, dentre os seus objetivos, a proteção à maternidade, que fica sob a
responsabilidade concomitante da previdência social e da saúde pública.
C) Constitui obrigação dos Estados e Distrito Federal destinar recursos de sua receita tributária
para financiar programas de inclusão social.
D) As ações sociais direcionadas a promover à integração ao mercado de trabalho devem partir
exclusivamente da esfera federal, tanto na sua formulação, como na execução dos programas, eis
que se trata de competência privativa da União.
E) A proteção à infância e adolescência, por haver legislação específica (Estatuto da Criança e
Adolescente), não constitui objetivo da assistência social, sendo cuidada pelo Sistema Único de
Saúde.

Comentários: item A. Importante a leitura dos artigos 203 e seguintes da Constituição Federal.
A assistência social, de fato, é organizada com base na descentralização político-
administrativa, sendo prestada a quem dela necessitar, independentemente de contribuição à
seguridade social (item A), tendo por objetivos: I - a proteção à família, à maternidade, à
infância, à adolescência e à velhice, entre outros (itens B e E). Além disso, é FACULTADO
aos Estados e ao Distrito Federal vincular a programa de apoio à inclusão e promoção social
até cinco décimos por cento de sua receita tributária líquida (item C). Por fim, as ações sociais
são iniciativas de todos os entes políticos (União, Estados, DF e Municípios – item D).

3. IDECAN - IPC - ES - Procurador Previdenciário I - Segundo a Constituição Federal, a


assistência social tem por objetivo, EXCETO:
A) A universalização do atendimento escolar.
B) O amparo às crianças e adolescentes carentes.
C) A promoção da integração ao mercado de trabalho.
D) A habilitação e reabilitação das pessoas portadoras de deficiência e a promoção de sua
integração à vida comunitária.

Elimar Renner – Legislação Específica Página 10 de 24


Prof. Elimar Renner
Direito Constitucional

Comentários: item A. Universalização do atendimento escolar não está entre um dos objetivos
da assistência social, conforme art. 203 da CF/88, veja: “A assistência social será prestada a
quem dela necessitar, independentemente de contribuição à seguridade social, e tem por
objetivos: I - a proteção à família, à maternidade, à infância, à adolescência e à velhice; II - o
amparo às crianças e adolescentes carentes; III - a promoção da integração ao mercado de
trabalho; IV - a habilitação e reabilitação das pessoas portadoras de deficiência e a promoção
de sua integração à vida comunitária; V - a garantia de um salário mínimo de benefício mensal
à pessoa portadora de deficiência e ao idoso que comprovem não possuir meios de prover à
própria manutenção ou de tê-la provida por sua família, conforme dispuser a lei.”

4. FCC Órgão: PGE-AP Prova: FCC - 2018 - PGE-AP - Procurador do Estado - O Benefício de
Prestação Continuada (BPC), previsto no texto constitucional e regulado na Lei Orgânica da
Assistência Social (LOAS),
A) é devido ao idoso maior de 70 anos que comprove não possuir meios de prover a própria
manutenção nem de tê-la provida por sua família.
B) não se estende à pessoa com deficiência, ainda que comprove não possuir meios de prover a
própria manutenção.
C) pode ser acumulado apenas com aquele relativo à pensão por morte.
D) tem valor de um salário mínimo mensal, podendo ser majorado em até 25%, caso comprovada
a real necessidade.
E) deve ser revisto a cada dois anos para avaliação da continuidade das condições que lhe deram
origem.

Comentários: item E. O Benefício de Prestação Continuada (BPC) está previsto na


Constituição Federal no art. 203, V - a garantia de um salário mínimo de benefício mensal à
pessoa portadora de deficiência e ao idoso que comprovem não possuir meios de prover à
própria manutenção ou de tê-la provida por sua família, nos termos da Lei Orgânica da
Assistência Social, não havendo que se falar em majoração do valor (itens B e D). Para receber
o benefício, o idoso deve ter mais de 65 anos (item A). O art. 20, § 4º da LOAS explica que o
BPC NÃO pode ser acumulado pelo beneficiário com qualquer outro no âmbito da seguridade
social ou de outro regime, salvo os da assistência médica e da pensão especial de natureza
indenizatória (item C). Ademais, o art. 21 da LOAS diz que o benefício deve ser revisto a cada
2 (dois) anos para avaliação da continuidade das condições que lhe deram origem.

2.2. Princípios fundamentais.

5. QUADRIX - CRBio-7 Região - Agente Fiscal - Com relação aos Princípios Fundamentais
estabelecidos na Constituição Federal, assinale a alternativa correta.
A) Os valores sociais do trabalho e da livre-iniciativa são princípios que regem as relações
internacionais do Brasil.
B) Segundo o texto constitucional, o repúdio ao terrorismo é um dos objetivos fundamentais da
República.
C) Nos termos da Constituição, os Poderes Executivo e Legislativo são autônomos, mas
dependentes entre si.
D) O Brasil buscará a integração econômica, política, social e cultural dos povos da América
Latina, visando à formação de uma comunidade latino-americana de nações.
E) São poderes da União, independentes e harmônicos entre si, o Legislativo, o Executivo, o
Judiciário e o Moderador.

Comentários: item D. Para aprender os princípios fundamentais é necessário fazer a leitura


dos artigos 1º ao 4º da Constituição Federal. Veja que PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS (art.
1º - 4º) é DIFERENTE de FUNDAMENTOS (só o art. 1º), que por sua vez é DIFERENTE dos
OBJETIVOS (só o art. 3º). As provas gostam de misturar os conceitos. Vamos separá-los...

Elimar Renner – Legislação Específica Página 11 de 24


Prof. Elimar Renner
Direito Constitucional

FUNDAMENTOS:
Perceba que os fundamentos compreendem o famoso mnemônico SO-CI-DI-VA-PLU (Art. 1º
A República Federativa do Brasil (...) tem como fundamentos: I - a soberania; II - a cidadania;
III - a dignidade da pessoa humana; IV - os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa; V
- o pluralismo político).
OBJETIVOS:
Os objetivos, por outro lado, compreendem os VERBOS no INFINITIVO (Art. 3º Constituem
objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil: I - construir uma sociedade livre,
justa e solidária; II - garantir o desenvolvimento nacional; III - erradicar a pobreza e a
marginalização e reduzir as desigualdades sociais e regionais; IV - promover o bem de todos,
sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de
discriminação).
PRINCÍPIOS QUE REGEM AS RELAÇÕES INTERNACIONAIS:
Importante saber também os princípios que regem as relações internacionais (são muitos... Art.
4º A República Federativa do Brasil rege-se nas suas relações internacionais pelos seguintes
princípios: I - independência nacional; II - prevalência dos direitos humanos; III -
autodeterminação dos povos; IV - não-intervenção; V - igualdade entre os Estados; VI - defesa
da paz; VII - solução pacífica dos conflitos; VIII - repúdio ao terrorismo e ao racismo; IX -
cooperação entre os povos para o progresso da humanidade; X - concessão de asilo político.
INDEPENDÊNCIA E HARMONIA ENTRE OS PODERES:
O art. 2º da CF/88 diz que são Poderes da União, independentes e harmônicos entre si, o
Legislativo, o Executivo e o Judiciário (veja que não há o “poder moderador”, este que existiu
apenas na Constituição Brasileira de 1824, ainda na época do Império – aqui o imperador
exercia a chefia deste poder, estando em uma relação de supremacia face aos demais).

6. IADES - AL-GO - Policial Legislativo


A República Federativa do Brasil tem como fundamento a (o)
A) nomeação de autoridades públicas.
B) dignidade da pessoa humana.
C) intervenção na propriedade privada.
D) proibição de atividades artísticas e culturais.
E) fomento do comércio entre estados e municípios.

Comentários: B. Os fundamentos compreendem o famoso mnemônico SO-CI-DI-VA-PLU


(Art. 1º A República Federativa do Brasil (...) tem como fundamentos: I - a soberania; II - a
cidadania; III - a dignidade da pessoa humana; IV - os valores sociais do trabalho e da livre
iniciativa; V - o pluralismo político).

7. QUADRIX - CRBio-7 Região - Agente Fiscal - Segundo o texto constitucional, a República


Federativa do Brasil constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como um de seus
fundamentos:
A) o pluralismo político.
B) a autodeterminação dos povos.
C) a redução das desigualdades sociais.
D) a erradicação da pobreza.
E) a defesa da paz.

Comentários: item A. Há uma diferença entre FUNDAMENTOS (art. 1º), OBJETIVOS (art.
3º) e PRINCÍPIOS QUE REGEM AS RELAÇÕES INTERNACIONAIS (art. 4º). O item A é o
único que compreende fundamento da RFB. Erradicar a pobreza e a marginalização e reduzir
as desigualdades sociais e regionais constituem objetivos (itens C e D). Autodeterminação dos
povos e defesa da paz são princípios que regem as relações internacionais (itens B e E).

Elimar Renner – Legislação Específica Página 12 de 24


Prof. Elimar Renner
Direito Constitucional

3. Aplicabilidade das normas constitucionais. 3.1. Normas de eficácia plena, contida e


limitada. 3.2. Normas programáticas.

8. INAZ DO PARÁ - CORE-MS - Assistente Jurídico - “A força normativa da constituição impõe


o reconhecimento de valor jurídico, obrigatório e vinculante aos preceitos da constituição, sendo
a eficácia atributo reconhecido a todas as espécies de normas constitucionais, ainda que em
diferentes graus.”
Fonte: NOVELINO, 2017, p. 112.
À luz da classificação da eficácia das normas constitucionais, pode-se afirmar:
A) As normas de eficácia plena possuem aplicabilidade direta, mediata e integral.
B) As normas de eficácia limitada têm aplicabilidade indireta, mediata e reduzida.
C) As normas de eficácia contida têm aplicabilidade indireta, mediata e integral.
D) As normas de eficácia plena têm aplicabilidade direta, imediata, porém não integral.

Comentários: item B. segundo José Afonso da Silva, podemos dividir a eficácia da norma pelo
seguinte:
1) Eficácia Plena: São de aplicação direta e imediata e independem de uma lei que venha
mediar os seus efeitos. As normas de eficácia plena também não admitem que uma lei posterior
venha a restringir o seu alcance.
2) Eficácia Contida: Assim como a plena é de aplicação direta e imediata não precisando de
lei para mediar os seus efeitos, porém, poderá ver o seu alcance limitado pela superveniência
de uma lei infraconstitucional, por outras normas da própria constituição estabelece ou ainda
por meio de preceitos ético-jurídicos como a moral e os bons costumes.
3) Eficácia Limitada: São de aplicação indireta ou mediata, pois há a necessidade da existência
de uma lei para “mediar” a sua aplicação. Caso não haja regulamentação por meio de lei, não
são capazes de gerar os efeitos finalísticos (apenas os efeitos jurídicos que toda norma
constitucional possui).

9. IADES - AL-GO - Procurador - Considerando-se o art. 5º, inciso XIII, da Constituição Federal,
“é livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações
profissionais que a lei estabelecer”. Com relação à sua aplicabilidade, o referido artigo é
classificado como norma constitucional de
A) eficácia limitada.
B) eficácia plena.
C) aplicabilidade indireta, mediata e reduzida
D) eficácia contida.
E) eficácia absoluta.

Comentários: item D. A norma de eficácia contida é de aplicação direta e imediata não


precisando de lei para mediar os seus efeitos, porém, poderá ver o seu alcance limitado pela
superveniência de uma lei infraconstitucional, como é justamente o caso do art. 5º, inciso XIII,
da Constituição Federal. Exemplo: exame da OAB (apesar de ser “livre” o trabalho, a lei
restringe essa liberdade na medida em que exige do bacharel em direito a aprovação no exame
para exercer a atividade de advogado).

2.3. Direitos e garantias fundamentais. 4. Direitos e deveres individuais e coletivos, direitos


sociais, direitos de nacionalidade, direitos políticos, partidos políticos.

10. IADES - CRF-TO Assistente Administrativo - Conforme dispõe a Constituição Federal, no


que tange ao artigo 5°, assinale a alternativa correta.
A) O direito de propriedade é garantido.
B) O direito de associação é obrigatório aos homens e facultativo às mulheres.
C) A lei penal poderá retroagir para prejudicar o réu.
D) A prova ilícita no processo penal é permitida.

Elimar Renner – Legislação Específica Página 13 de 24


Prof. Elimar Renner
Direito Constitucional

E) A casa é asilo inviolável e em nenhuma hipótese poderá ser autorizado que alguém nela
penetre.
Comentários: item A. A Constituição Federal, no art. 5º, garante aos brasileiros e aos
estrangeiros residentes no País (e aos “não residentes”, segundo o STF) a inviolabilidade do
direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade (item A). Ninguém poderá
ser compelido a associar-se ou a permanecer associado (art. 5º, XX - item B). Ademais, a lei
penal não retroagirá, salvo para beneficiar o réu (art. 5º, XL – item C). São inadmissíveis, no
processo, as provas obtidas por meios ilícitos (art. 5º, LVI – item D). Por fim, a casa é asilo
inviolável, porém, é possível penetrar sem consentimento do morador, APENAS nos casos de
flagrante delito ou desastre, ou para prestar socorro, ou, durante o dia, por determinação
judicial (art. 5º, XI – item E).

11. INAZ do Pará - CORE-SP - Assistente Jurídico


São cargos privativos de brasileiros natos:
A) De Presidente do Senado Federal / de juiz de direito / Presidente da Câmara dos Deputados.
B) De Ministro de Estado da Defesa / de juiz de direito / membro do Ministério Público.
C) De deputado federal / de prefeito municipal / deputado estadual.
D) De carreira diplomática / de Ministro do Supremo Tribunal Federal / de oficial das Forças
Armadas.
E) De Presidente da República / Vice-Presidente da República / Senador.

Comentários: item D. A resposta está no § 3º do art. 12 da CF/88: São privativos de brasileiro


nato os cargos: I - de Presidente e Vice-Presidente da República; II - de Presidente da Câmara
dos Deputados; III - de Presidente do Senado Federal; IV - de Ministro do Supremo Tribunal
Federal; V - da carreira diplomática; VI - de oficial das Forças Armadas; VII - de Ministro de
Estado da Defesa.

12. IADES – CRBio-7 - Assistente - Nos termos da Constituição Federal, sempre que alguém
sofrer ou se achar ameaçado de sofrer violência ou coação em sua liberdade de locomoção, por
ilegalidade, poderá impetrar:
A) habeas data.
B) mandado de segurança.
C) habeas corpus.
D) mandado de injunção.
E) ação popular.

Comentários: item C. A questão trata dos chamados “remédios constitucionais”. Vale a


pena estuda-los (art. 5º da CF/88):
HABEAS CORPUS: LXVIII - conceder-se-á habeas corpus sempre que alguém sofrer ou se
achar ameaçado de sofrer violência ou coação em sua liberdade de locomoção, por ilegalidade
ou abuso de poder;
MANDADO DE SEGURANÇA: LXIX - conceder-se-á mandado de segurança para proteger
direito líquido e certo, não amparado por habeas corpus ou habeas data, quando o responsável
pela ilegalidade ou abuso de poder for autoridade pública ou agente de pessoa jurídica no
exercício de atribuições do Poder Público;
MANDADO DE SEGURANÇA COLETIVO: LXX - o mandado de segurança coletivo pode ser
impetrado por: a) partido político com representação no Congresso Nacional; b) organização
sindical, entidade de classe ou associação legalmente constituída e em funcionamento há pelo
menos um ano, em defesa dos interesses de seus membros ou associados;
MANDADO DE INJUNÇÃO: LXXI - conceder-se-á mandado de injunção sempre que a falta
de norma regulamentadora torne inviável o exercício dos direitos e liberdades constitucionais
e das prerrogativas inerentes à nacionalidade, à soberania e à cidadania;
HABEAS DATA: LXXII - conceder-se-á habeas data: a) para assegurar o conhecimento de
informações relativas à pessoa do impetrante, constantes de registros ou bancos de dados de

Elimar Renner – Legislação Específica Página 14 de 24


Prof. Elimar Renner
Direito Constitucional

entidades governamentais ou de caráter público; b) para a retificação de dados, quando não se


prefira fazê-lo por processo sigiloso, judicial ou administrativo;
AÇÃO POPULAR:
LXXIII - qualquer cidadão é parte legítima para propor ação popular que vise a anular ato
lesivo ao patrimônio público ou de entidade de que o Estado participe, à moralidade
administrativa, ao meio ambiente e ao patrimônio histórico e cultural, ficando o autor, salvo
comprovada má-fé, isento de custas judiciais e do ônus da sucumbência.

13. IADES - AL-GO - Policial Legislativo - Assinale a alternativa que apresenta direitos e deveres
previstos no artigo 5º da Constituição Federal.
A) Intervenção em empresas privadas.
B) Aplicação da pena de trabalhos forçados aos presos.
C) Proibição de entrada do estrangeiro em solo nacional.
D) É proibida a manifestação religiosa que não seja reconhecida pelo Estado.
E) A propriedade atenderá a sua função social.

Comentários: item E. Certamente o único item presente no art. 5º da CF/88 é o item “E”: XXIII
- a propriedade atenderá a sua função social.

14. IADES - IGEPREV-PA - Técnico Previdenciário A - Quanto ao mandado de segurança,


assinale a alternativa correta.
A) A lei que fixa prazo de decadência para impetração de mandado de segurança é
inconstitucional.
B) A entidade de classe não tem legitimação para o mandado de segurança quando a pretensão
veiculada interessa apenas a uma parte da respectiva categoria.
C) Um pedido de reconsideração na via administrativa interrompe o prazo para o mandado de
segurança.
D) Ao impetrante é lícito desistir da ação de mandado de segurança, independentemente de
aquiescência da autoridade apontada como coatora ou da entidade estatal interessada.
E) O mandado de segurança pode fazer as vezes de ação de cobrança, a fim de satisfazer créditos
do impetrante.

Comentários: item D. Questão um pouco mais difícil. Necessário conhecer a jurisprudência do


STF. Veja; Tese de Repercussão Geral 530: É lícito ao impetrante desistir da ação de mandado
de segurança, independentemente de aquiescência da autoridade apontada como coatora ou
da entidade estatal interessada ou, ainda, quando for o caso, dos litisconsortes passivos
necessários, a qualquer momento antes do término do julgamento, mesmo após eventual
sentença concessiva do ‘writ’ constitucional (item D). Erro das demais assertivas: Súmula 632
STF: É constitucional lei que fixa o prazo de decadência para a impetração de mandado de
segurança (item A). Súmula 630 STF: A entidade de classe tem legitimação para o mandado
de segurança ainda quando a pretensão veiculada interesse apenas a uma parte da respectiva
categoria (item B). Súmula 430 STF: Pedido de reconsideração na via administrativa não
interrompe o prazo para o mandado de segurança (item C). Súmula 269 STF: O mandado de
segurança não é substitutivo de ação de cobrança (item E).

15. IADES - CREMEB - Advogado - Com relação aos direitos e às garantias individuais, assinale
a alternativa correta.
A) O direito à inviolabilidade do domicílio alcança os quartos de hotéis e os compartimentos
privados onde alguém exerce atividade profissional.
B) É lícita a prisão civil de depositário infiel, qualquer que seja a modalidade do depósito.
C) A interceptação telefônica é uma medida reservada à competência da autoridade policial e (ou)
do Ministério Público.
D) É livre o exercício de qualquer profissão, independentemente de qualquer restrição legal.

Elimar Renner – Legislação Específica Página 15 de 24


Prof. Elimar Renner
Direito Constitucional

E) Os tratados e as convenções internacionais de direitos humanos são equivalentes às emendas


constitucionais.

Comentários: item A. O STF adota um conceito amplo de casa (domicílio), nele incluindo
qualquer compartimento habitado, mesmo que integrando habitação coletiva (pensão, hotel
etc.) e, qualquer compartimento privado onde alguém exerce profissão ou qualquer outra
atividade pessoal, com direito próprio e de maneira exclusiva, ainda que não seja em caráter
definitivo ou habitual (item A). Súmula Vinculante 25 - STF: É ilícita a prisão civil de
depositário infiel, qualquer que seja a modalidade de depósito (item B). Art. 5º, XII - é inviolável
o sigilo da correspondência e das comunicações telegráficas, de dados e das comunicações
telefônicas, salvo, no último caso, por ordem judicial, nas hipóteses e na forma que a lei
estabelecer para fins de investigação criminal ou instrução processual penal (item C). Art. 5º,
XIII - é livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações
profissionais que a lei estabelecer (item D). Art. 5º, § 3º Os tratados e convenções internacionais
sobre direitos humanos que forem aprovados, em cada Casa do Congresso Nacional, em dois
turnos, por três quintos dos votos dos respectivos membros, serão equivalentes às emendas
constitucionais (item E).

16. FUNIVERSA - Secretaria da Criança - DF - Atendente de Reintegração Socioeducativo


Em relação a direitos e garantias fundamentais, assinale a alternativa correta.
A) Considere que Marcos, por convicção religiosa e política, pretenda se eximir de uma obrigação
legal que é imposta a todos os brasileiros. Nesse caso, diante da liberdade individual de cada
indivíduo, o Estado não poderá obrigá-lo a cumprir sua obrigação ou a prestação alternativa, mas
apenas fixar multa.
B) Suponha-se que Pedro, policial militar, descubra, por acidente, o cativeiro onde Maria estava
sendo mantida como refém, qual seja, a casa onde João reside. Nesse caso, Pedro somente poderá
adentrar nesta casa, durante o dia, por meio de decisão judicial.
C) Suponha-se que uma associação, que tenha por finalidade institucional cuidar de crianças
abandonadas, sofra fiscalização do poder público que identifique maus-tratos em sua sede. Nesse
caso, o Poder Executivo poderá dissolver a referida associação.
D) O racismo, a tortura, o tráfico de drogas, o terrorismo e os crimes hediondos são imprescritíveis
e insuscetíveis de graça ou anistia.
E) É inconstitucional lei federal que estabeleça que as penas sejam cumpridas no mesmo
estabelecimento quando os delitos tiverem natureza distinta.

Comentários: item E. O Estado pode sim exigir de Marcos o cumprimento de prestação


alternativa. Veja o que diz o art. 5º, VIII, CF/88: “ninguém será privado de direitos por motivo
de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de
obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei”
(item A). Pedro poderá adentrar a casa, sem ordem judicial. Isto porque a situação narrada é
de flagrante delito. Assim, pode o agente adentrar à casa, apesar de ser asilo inviolável, sem
consentimento do morador, se se tratar APENAS dos casos de flagrante delito ou desastre, ou
para prestar socorro, ou, durante o dia, por determinação judicial (art. 5º, XI – item B). A
dissolução compulsória da associação será feita pelo Poder Judiciário, mediante decisão
transitada em julgado (item C). O racismo é inafiançável e imprescritível. São inafiançáveis e
insuscetíveis de graça ou anistia tortura, o tráfico de drogas, o terrorismo e os crimes hediondos
(item D). Por fim, segundo o art. 5º, XLVIII, CF/88, “a pena será cumprida em
estabelecimentos distintos, de acordo com a natureza do delito, a idade e o sexo do apenado”
(item E).

17. FUNIVERSA - Secretaria da Criança - DF Provas: FUNIVERSA - 2015 - Secretaria da


Criança - DF - Especialista Socioeducativo - Administração
No que se refere a direitos e garantias fundamentais e a direitos humanos na CF, assinale a
alternativa correta.

Elimar Renner – Legislação Específica Página 16 de 24


Prof. Elimar Renner
Direito Constitucional

A) O mandado de segurança coletivo poderá ser impetrado por qualquer partido político,
organização sindical, entidade de classe ou associação legalmente constituída e em
funcionamento há pelo menos um ano em defesa dos interesses de seus membros ou associados.
B) Será cabível o habeas data para assegurar o conhecimento de informações relativas ao
impetrante ou a terceiro, para retificação de dados, quando não se prefira fazê-lo por processo
sigiloso, judicial ou administrativo.
C) É livre a associação profissional ou sindical, devendo a lei dispor a respeito das hipóteses em
que o Estado poderá exigir autorização para a fundação ou criação dos sindicatos.
D) São privativos de brasileiros natos os cargos de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)
e de ministro da Justiça.
E) Suponha-se que Maria seja senadora pelo estado X e que seu marido, Antônio, seja candidato
a governador do mesmo estado. Nesse caso, não haverá inelegibilidade de Antônio.

Comentários: item E. A CF/88 em seu art. 5º, LXX, diz que o mandado de segurança coletivo
pode ser impetrado por: a) partido político com representação no Congresso Nacional; b)
organização sindical, entidade de classe ou associação legalmente constituída e em
funcionamento há pelo menos um ano, em defesa dos interesses de seus membros ou
associados. Assim, o erro do item A está na expressão “qualquer partido”, uma vez que é
necessário ter representação no Congresso Nacional (item A). O habeas data é cabível para
assegurar o conhecimento de informações relativas à PESSOA DO IMPETRANTE (e não de
terceiro – item B). Art. 5º, XVIII: “a criação de associações e, na forma da lei, a de cooperativas
independem de autorização, sendo vedada a interferência estatal em seu funcionamento” (item
C). Art. 12, § 3º da CF/88: São privativos de brasileiro nato os cargos: I - de Presidente e Vice-
Presidente da República; II - de Presidente da Câmara dos Deputados; III - de Presidente do
Senado Federal; IV - de Ministro do Supremo Tribunal Federal; V - da carreira diplomática;
VI - de oficial das Forças Armadas; VII - de Ministro de Estado da Defesa (item D). Por fim,
o art. 14, § 7º diz que são inelegíveis, no território de jurisdição do titular, o cônjuge e os
parentes consanguíneos ou afins, até o segundo grau ou por adoção, do Presidente da
República, de Governador de Estado ou Território, do Distrito Federal, de Prefeito ou de quem
os haja substituído dentro dos seis meses anteriores ao pleito, salvo se já titular de mandato
eletivo e candidato à reeleição. Assim, a inelegibilidade reflexa é um instituto que atinge apenas
os chefes dos poderes executivos. Assim, não haverá inelegibilidade de Antônio (item E).

5. Organização político-administrativa do Estado.

18. Quanto à organização político-administrativa do Brasil, assinale a alternativa correta.


A) O Distrito Federal é a capital da República e não faz parte da organização político-
administrativa do Brasil.
B) Os territórios federais não integram a União, e a criação ou transformação deles em estado ou
reintegração ao estado de origem serão reguladas em lei ordinária.
C) É vedado à União criar distinções entre brasileiros, mas os estados e os municípios podem
fazê-lo no estrito cumprimento do interesse público.
D) Os estados podem formar territórios federais, de acordo com o previsto na Constituição da
República de 1988.
E) A soberania é atributo da União, entretanto os estados e os municípios possuem autonomia,
segundo a Constituição Federal.

Comentários: item D. Art. 18. A organização político-administrativa da República Federativa


do Brasil compreende a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios, todos
autônomos, nos termos desta Constituição (item A). Os Territórios Federais integram a União,
e sua criação, transformação em Estado ou reintegração ao Estado de origem serão reguladas
em lei complementar (art. 18, § 2º - item B). Art. 19. É vedado à União, aos Estados, ao Distrito
Federal e aos Municípios: (...) III - criar distinções entre brasileiros ou preferências entre si
(item C). Os Estados podem incorporar-se entre si, subdividir-se ou desmembrar-se para se

Elimar Renner – Legislação Específica Página 17 de 24


Prof. Elimar Renner
Direito Constitucional

anexarem a outros, ou formarem novos Estados ou Territórios Federais, mediante aprovação


da população diretamente interessada, através de plebiscito, e do Congresso Nacional, por lei
complementar (art. 18, § 3º - item D). A União é apenas AUTÔNOMA. A soberania é da
República Federativa do Brasil (art. 1º e art. 18, CF/88).

6 Administração Pública. 6.1 Disposições gerais, servidores públicos.

19. FUNIVERSA - IF-AP - Auxiliar - A Constituição Federal de 1988 (CF) trouxe garantias e
direitos aos servidores públicos federais. Acerca desse assunto, assinale a alternativa correta.
A) O servidor público civil é impedido de associar-se a um sindicado.
B) O direito de greve será exercido nos termos e nos limites definidos em lei específica.
C) É impossível a contratação, por tempo determinado, para atender à necessidade temporária de
excepcional interesse público.
D) É permitida a vinculação ou equiparação de quaisquer espécies remuneratórias para o efeito
de remuneração de pessoal do serviço público.
E) É possível a acumulação remunerada de cargos públicos quando não houver compatibilidade
de horários.

Comentários: item B. Art. 37.VI - é garantido ao servidor público civil o direito à livre
associação sindical (item A). ART. 37 VII - o direito de greve será exercido nos termos e nos
limites definidos em lei específica (item B). Art. 37, IX - a lei estabelecerá os casos de
contratação por tempo determinado para atender a necessidade temporária de excepcional
interesse público (item C). Art. 37, XIII - é vedada a vinculação ou equiparação de quaisquer
espécies remuneratórias para o efeito de remuneração de pessoal do serviço público (item D).
Art. 37, XVI - é vedada a acumulação remunerada de cargos públicos, exceto, quando houver
compatibilidade de horários (item E).

20. IADES - CRF-TO - Assistente Administrativo - De acordo com a Constituição Federal,


assinale a alternativa correta.
A) Os cargos públicos são privativos de brasileiros, sendo vedados aos estrangeiros.
B) O direito à livre associação sindical é vedado ao servidor público civil.
C) A livre acumulação remunerada de cargos públicos é permitida.
D) O prazo de validade do concurso público será de até dois anos, prorrogável uma vez, por igual
período.
E) A publicidade dos atos da administração pública é condicionada à autorização do chefe do
Poder Executivo.

Comentários: item D. Art. 37. [...] I - os cargos, empregos e funções públicas são acessíveis aos
brasileiros que preencham os requisitos estabelecidos em lei, assim como aos estrangeiros, na
forma da lei (item A). Art. 37. [...] VI - é garantido ao servidor público civil o direito à livre
associação sindical (item B). Art. 37. [...] XVI - é vedada a acumulação remunerada de cargos
públicos, exceto, quando houver compatibilidade de horários, observado em qualquer caso o
disposto no inciso XI: a) a de dois cargos de professor; b) a de um cargo de professor com outro
técnico ou científico; c) a de dois cargos ou empregos privativos de profissionais de saúde, com
profissões regulamentadas (item C). Art. 37. [...] III - o prazo de validade do concurso público
será de até dois anos, prorrogável uma vez, por igual período (item D). Impõe à Administração
Pública o DEVER DE DAR TRANSPARÊNCIA A SEUS ATOS, tornando-os públicos, do
conhecimento de todos, INDEPENDE de autorização do chefe do Poder Executivo (item E).

6.2. Atribuições e responsabilidades do Governador do DF.

21. INÉDITA – Prof. Elimar Renner – Nos termos do art. 100 da LODF, compete privativamente
ao Governador do Distrito Federal, EXCETO:
a) nomear os membros do Conselho de Educação do Distrito Federal.

Elimar Renner – Legislação Específica Página 18 de 24


Prof. Elimar Renner
Direito Constitucional

b) exercer o comando superior da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito


Federal, e promover seus oficiais.
c) nomear, na forma da lei, os Comandantes-Gerais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros
Militar do Distrito Federal, bem como o Diretor-Geral da Polícia Civil do Distrito Federal e o
Defensor Público-Geral do Distrito Federal, a quem estão subordinados.
d) nomear e destituir presidente de instituições financeiras controladas pelo Distrito Federal, após
a aprovação pela Câmara Legislativa.
e) representar o Distrito Federal perante o Governo da União e das Unidades da Federação, bem
como em suas relações jurídicas, políticas, sociais e administrativas.

Comentários: item C. Importante a leitura da LODF nos artigos 100 (atribuições) e 101
(responsabilidades) do Governador do DF, temas presentes no Edital. A única assertiva
incorreta é a do item C. Isto porque Defensor Público-Geral do Distrito Federal, apesar de ser
nomeado pelo Governador, não está a este subordinado. A Defensoria Pública do DF é hoje
instituição autônoma, não sendo subordinada ao Poder Executivo.

7. Poder legislativo. 7.1. Estrutura. 7.2. Funcionamento e atribuições.

22. Quadrix - 2017 - CRBio-7ª Região - Agente Fiscal - Sobre o Poder Legislativo, assinale a
alternativa correta.
A) Nos termos da Constituição, a Câmara dos Deputados compõe-se de representantes do povo,
eleitos em cada Estado pelo princípio majoritário.
B) O Senado Federal é composto por representantes do povo, assim como a Câmara dos
Deputados é composta por representantes dos Estados.
C) De acordo com o texto constitucional, cada Estado e o Distrito Federal elegerão três Senadores,
com mandato de quatro anos.
D) Compete privativamente ao Congresso Nacional, por dois terços de seus membros, autorizar
a instauração de processo contra o Presidente e o Vice-Presidente da República.
E) Salvo disposição constitucional em contrário, as deliberações de cada Casa do Congresso
Nacional serão tomadas por maioria dos votos, presente a maioria absoluta de seus membros.

Comentários: item E. Os Deputados são representantes do povo, eleitos pelo princípio


proporcional, enquanto que os Senadores representam os Estados, eleitos pelo sistema
majoritário (arts. 45 e 46 da CF/88 - itens A e B). Art. 46, § 1º: Cada Estado e o Distrito Federal
elegerão três Senadores, com mandato de oito anos (item C). Autorizar a instauração de
processo contra o Presidente e o Vice-Presidente da República é atribuição da Câmara dos
Deputados (art. 51 – item D). Por fim, o item E corresponde exatamente ao que consta no art.
47 (item E).

23. CESGRANRIO – LIQUIGÁS – Direito - À luz do texto constitucional em vigor, a


competência para julgar anualmente as contas prestadas pela Presidente da República é atribuída
à(ao)
A) Câmara dos Deputados
B) Senado Federal
C) Supremo Tribunal Federal
D) Congresso Nacional com o auxílio do Tribunal de Contas da União
E) Tribunal de Contas da União com o auxílio da Comissão Mista dos Senadores e Deputados

Comentários: item D. Art. 48, IX (compete ao Congresso Nacional com o auxílio do Tribunal
de Contas da União (...) julgar anualmente as contas prestadas pelo Presidente da República e
apreciar os relatórios sobre a execução dos planos de governo).

Elimar Renner – Legislação Específica Página 19 de 24


Prof. Elimar Renner
Direito Constitucional

24. CRQ - 19ª Região (PB) - IDHTEC - Advogado - O Tribunal de Contas da União é um órgão
independente, responsável por auxiliar o Poder Legislativo no controle externo da Administração
Pública. Com relação ao Tribunal de Contas da União, não se pode afirmar:
A) É composto por nove Ministros.
B) Possui jurisdição em todo o território nacional.
C) Um terço dos Ministros é escolhido pelo Presidente da República, com posterior aprovação
dos nomes pelo Congresso Nacional.
D) Os Ministros do Tribunal de Contas da União têm as garantias de inamovibilidade,
vitaliciedade e irredutibilidade de vencimentos.
E) Para ser Ministro do TCU é necessário ser brasileiro, com mais de trinta e cinco e menos de
sessenta e cinco anos de idade, possuir reputação ilibada e idoneidade moral, deter notórios
conhecimentos jurídicos, econômicos, contábeis e financeiros ou de administração pública, além
de ter mais de dez anos de exercício de função ou de efetiva atividade profissional que exija tais
conhecimentos.

Comentários: item C. CF, art. 73. O Tribunal de Contas da União, integrado por nove
Ministros, tem sede no Distrito Federal, quadro próprio de pessoal e jurisdição em todo o
território nacional, exercendo, no que couber, as atribuições previstas no art. 96 (itens A e B).
Art. 73, § 2º Os Ministros do Tribunal de Contas da União serão escolhidos: I - um terço pelo
Presidente da República, com aprovação do Senado Federal, sendo dois alternadamente dentre
auditores e membros do Ministério Público junto ao Tribunal, indicados em lista tríplice pelo
Tribunal, segundo os critérios de antigüidade e merecimento; II - dois terços pelo Congresso
Nacional (item C). Art. 73, § 3° Os Ministros do Tribunal de Contas da União terão as mesmas
garantias, prerrogativas, impedimentos, vencimentos e vantagens dos Ministros do Superior
Tribunal de Justiça, aplicando-se-lhes, quanto à aposentadoria e pensão, as normas constantes
do art. 40 (item D). Art. 73, § 1º Os Ministros do Tribunal de Contas da União serão nomeados
dentre brasileiros que satisfaçam os seguintes requisitos: I - mais de trinta e cinco e menos de
sessenta e cinco anos de idade; II - idoneidade moral e reputação ilibada; III - notórios
conhecimentos jurídicos, contábeis, econômicos e financeiros ou de administração pública; IV
- mais de dez anos de exercício de função ou de efetiva atividade profissional que exija os
conhecimentos mencionados no inciso anterior (item E).

8. Poder judiciário. 8.1. Disposições gerais. 8.2. Órgãos do poder judiciário.

25. FEPESE - 2018 - PGE-SC - Procurador do Estado - Identifique abaixo as afirmativas


verdadeiras ( V ) e as falsas ( F ) no que diz respeito ao Poder Judiciário.
( ) O Conselho Nacional de Justiça compõe-se de 15 membros com mandato de 2 anos, admitida
uma recondução.
( ) O Superior Tribunal de Justiça compõe-se de, no mínimo, 33 Ministros, os quais serão
nomeados pelo Presidente da República dentre brasileiros com mais de 35 anos de idade e menos
de sessenta e cinco anos de idade, além de outros requisitos.
( ) O Tribunal Superior Eleitoral compor-se-á, no mínimo, de sete membros, escolhidos mediante
eleição, pelo voto secreto, de três juízes dentre os Ministros do Supremo Tribunal Federal; de dois
juízes dentre os Ministros do Superior Tribunal de Justiça e, por fim, por nomeação do Presidente
da República, de dois juízes dentre seis advogados de notável saber jurídico e idoneidade moral,
indicados pelo Supremo Tribunal Federal.
( ) Compete ao Supremo Tribunal Federal processar e julgar, originariamente, nos crimes comuns,
os Governadores dos Estados e do Distrito Federal.
( ) Lei Complementar, de iniciativa do Superior Tribunal de Justiça, disporá sobre o Estatuto da
Magistratura, observados princípios previstos na própria Constituição Federal.
Assinale a alternativa que indica a sequência correta, de cima para baixo.
A) V • V • V • F • F
B) V • F • V • V • V
C) V • F • F • F • V

Elimar Renner – Legislação Específica Página 20 de 24


Prof. Elimar Renner
Direito Constitucional

D) F • V • F • F • F
E) F • F • V • V • V

Comentários: item A. O Superior Tribunal de Justiça compõe-se de, no mínimo, 33 Ministros,


os quais serão nomeados pelo Presidente da República dentre brasileiros com mais de 35 anos
de idade e menos de sessenta e cinco anos de idade, além de outros requisitos (artigo 103-B da
CF – item A). O Tribunal Superior Eleitoral compor-se-á, no mínimo, de sete membros,
escolhidos mediante eleição, pelo voto secreto, de três juízes dentre os Ministros do Supremo
Tribunal Federal; de dois juízes dentre os Ministros do Superior Tribunal de Justiça e, por fim,
por nomeação do Presidente da República, de dois juízes dentre seis advogados de notável saber
jurídico e idoneidade moral, indicados pelo Supremo Tribunal Federal (artigo 104, parágrafo
único, da CF – item B). Compete ao Supremo Tribunal Federal processar e julgar,
originariamente, nos crimes comuns, os Governadores dos Estados e do Distrito Federal (artigo
119, incisos I e II, da CF – item C). De acordo com o artigo 105, I, a, da CF, compete ao
Superior Tribunal de Justiça (e não o STF) processar e julgar, originariamente, nos crimes
comuns, os Governadores dos Estados e do Distrito Federal (item D). Lei Complementar, de
iniciativa do Superior Tribunal de Justiça, disporá sobre o Estatuto da Magistratura,
observados princípios previstos na própria Constituição Federal. Nos termos do artigo 93 da
CF, lei complementar, de iniciativa do Supremo Tribunal Federal (e não do STJ), disporá sobre
o Estatuto da Magistratura (item E).

26. FEPESE - 2018 - PGE-SC - Procurador do Estado - Compõem toda a Justiça Eleitoral os
seguintes órgãos, conforme a Constituição Federal:
A) o Tribunal Superior Eleitoral, os Tribunais Regionais Eleitorais e os Juízes Eleitorais.
B) o Supremo Tribunal Federal, o Tribunal Superior Eleitoral, os Tribunais Regionais Eleitorais,
os Juízes Eleitorais e as Juntas Eleitorais.
C) o Supremo Tribunal Federal, o Tribunal Superior Eleitoral, os Tribunais Regionais Eleitorais
e os Juízes Eleitorais.
D) o Supremo Tribunal Federal, o Superior Tribunal de Justiça, o Tribunal Superior Eleitoral, os
Tribunais Regionais Eleitorais e os Juízes Eleitorais.
E) o Tribunal Superior Eleitoral, os Tribunais Regionais Eleitorais, os Juízes Eleitorais e as Juntas
Eleitorais.

Comentários: item E. Art. 118, CF/88: São órgãos da Justiça Eleitoral: I - o Tribunal Superior
Eleitoral; II - os Tribunais Regionais Eleitorais; III - os Juízes Eleitorais; IV - as Juntas
Eleitorais.

9. Funções essenciais à justiça. 9.1. Ministério Público, Advocacia Pública. 9.2. Defensoria
Pública

27. UEM - 2018 - UEM - Advogado - Não integra as funções essenciais à justiça:
A) a Advocacia Pública.
B) a Defensoria Pública.
C) os Auxiliares da Justiça.
D) a Advocacia Privada.
E) o Ministério Público.

Comentários: item C. As chamadas “funções essenciais à justiça” estão previstas nos artigos
127 ao 135 da CF/88, compreendendo o Ministério Público, a Advocacia Pública, a Advocacia
Privada e a Defensoria Pública.

28. IDECAN - 2018 - AGU - Analista Técnico-Administrativo - A respeito das Funções


Essenciais à Justiça, assinale a alternativa correta.
A) O advogado representa o direito de defesa, mas não é indispensável à administração da justiça.

Elimar Renner – Legislação Específica Página 21 de 24


Prof. Elimar Renner
Direito Constitucional

B) A Defensoria Pública é instituição permanente, essencial à função jurisdicional do Estado,


incumbindo-lhe a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais.
C) A Advocacia-Geral da União tem por chefe o Advogado-Geral da União, nomeado pelo
Presidente da República a partir de lista tríplice de cidadãos maiores de trinta e cinco anos, de
notável saber jurídico e reputação ilibada.
D) À Advocacia-Geral da União não é constitucionalmente assegurada a autonomia funcional e
administrativa.
E) São princípios institucionais da Advocacia Pública a unidade, a indivisibilidade e a
independência funcional.

Comentários: item D. Art. 133. O advogado é INDISPENSÁVEL à administração da justiça,


sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão, nos limites da lei (item
A). Art. 127. O MINISTÉRIO PÚBLICO é instituição permanente, essencial à função
jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e
dos interesses sociais e individuais indisponíveis (item B). Art. 131 § 1º - A Advocacia-Geral da
União tem por chefe o Advogado-Geral da União, de livre nomeação pelo Presidente da
República dentre cidadãos maiores de trinta e cinco anos, de notável saber jurídico e reputação
ilibada (item C). A Advocacia-Geral da União é órgão SUBORDINADO ao Poder Executivo.
Logo, de fato, não é dotado de autonomia tal como ocorre com o Ministério Público ou a
Defensoria Pública (item D). Por fim, os princípios elencados no item E são atribuídos ao
Ministério Público e à Defensoria Pública. Veja: Art. 127 § 1º - São princípios institucionais
do Ministério Público a unidade, a indivisibilidade e a independência funcional. Art. 134 § 4º
São princípios institucionais da Defensoria Pública a unidade, a indivisibilidade e a
independência funcional, aplicando-se também, no que couber, o disposto no art. 93 e no inciso
II do art. 96 desta Constituição Federal (item E).

29. FCC - MPE-PE - Analista Ministerial - Informática - De acordo com a Constituição Federal,
o chefe do Ministério Público da União
A) será nomeado pelo Presidente da República dentre integrantes da carreira, maiores de trinta e
cinco anos, após a aprovação de seu nome pela maioria absoluta dos membros do Senado Federal,
para mandato de dois anos, permitida a recondução.
B) poderá ser destituído do cargo por iniciativa do Presidente da República após autorização da
maioria absoluta dos membros do Congresso Nacional.
C) será nomeado pelo Chefe do Poder Executivo para o exercício do cargo de Procurador-Geral
da República, dentre brasileiros com notável saber jurídico e reputação ilibada, maiores de trinta
e cinco anos, integrantes ou não da carreira.
D) será nomeado pelo Chefe do Poder Executivo, após autorização da maioria absoluta do
Congresso Nacional, para mandato de dois anos, permitida a recondução.
E) poderá ser destituído do cargo pelo Supremo Tribunal Federal, após autorização de dois terços
da Câmara dos Deputados.

Comentários: item A. Veja o que diz o art. 128, § 1º, da CF/88: O Ministério Público da União
tem por chefe o Procurador-Geral da República, nomeado pelo Presidente da República dentre
integrantes da carreira, maiores de trinta e cinco anos, após a aprovação de seu nome pela
maioria absoluta dos membros do Senado Federal, para mandato de dois anos, permitida a
recondução (itens A, B, C e D). Importante destacar que a Constituição Federal não limita o
número de reconduções. Não obstante, o art. 25 da LC nº 75 determina que a recondução
deverá ser precedida de nova aprovação do Senado Federal. Por fim, a destituição se dá por
iniciativa do PR, desde que haja autorização do Senado Federal, por maioria absoluta (item
E).

30. MPE-GO - 2018 - MPE-GO - Secretário Auxiliar - Goiás


São princípios institucionais do Ministério Público:
A) Unicidade, divisibilidade e a independência funcional;

Elimar Renner – Legislação Específica Página 22 de 24


Prof. Elimar Renner
Direito Constitucional

B) Unidade, divisibilidade e a independência funcional;


C) Unidade, inamovibilidade e independência funcional;
D) Independência funcional, unidade e indivisibilidade;
E) Indivisibilidade, unidade e dependência funcional.

Comentários: item D. É o que consta no art. 127 § 1º, da CF/88: São princípios institucionais
do Ministério Público a unidade, a indivisibilidade e a independência funcional. Importante
destacar que são também princípios atribuídos à Defensoria Pública, conforme art. 134 § 4º:
São princípios institucionais da Defensoria Pública a unidade, a indivisibilidade e a
independência funcional.

GABARITO: 1-C, 2-A, 3-A, 4-E, 5-D, 6-D, 7-A, 8-B, 9-D, 10-A, 11-D, 12-C, 13-E, 14-D, 15-C,
16-E, 17-E, 18-D, 19-B, 20-D, 21-C, 22-E, 23-B, 24-C, 25-A, 26-E, 27-C, 28-C, 29-A, 30-D.

Dia D (OPERAÇÃO SEDESTMIDH) - 09/03 - (das 8:30 às 18:30)

Processus Concursos - Unidade Águas Claras - REVISÃO COM OS MELHORES PROFESSORES.

No vocabulário militar, o Dia D (do inglês D-Day) é um termo usado frequentemente para
denotar o dia em que um ataque ou uma operação do combate devem ser iniciados. É mais
conhecido pelo desembarque da Normandia durante a Segunda Guerra Mundial. Com essa ideia
o PROCESSUS CONCURSOS tradicionalmente promove o DIA D com o objetivo de iniciar a reta
final para a realização da prova, nesse caso a PROVA DA SEDESTMIDH.
https://www.processus.com.br/concursos/curso/09-03-dia-d-sedest-agente-social-cuidador-
educador-social

CONFIRA TAMBÉM... :
SIMULADO CARNASEDEST - AGENTE e CUIDADOR) 📚

Elimar Renner – Legislação Específica Página 23 de 24


Prof. Elimar Renner
Direito Constitucional

No dia 03/03 o Processus Concursos aplicará o simulado geral para os cargos de agente e
cuidador (nível médio), os professores vão selecionar questões e esquematizar uma prova
simulada com base no edital. Os alunos terão 3 horas e 30 minutos para a realização da prova
simulada, todo o simulado será corrigido no mesmo dia da aplicação no turno da tarde. A
equipe de professores Processus Concursos estará presente para resolver as questões e passar
dicas preciosas.

⌚Aplicação do Simulado - 08:45 às 12:30

⌚Correção e Explicação - 13:30 às 18:00

20 QUESTÕES (CONFORME O EDITAL)

➡ Língua Portuguesa

➡ Atualidades

➡ Noções de Direito Constitucional

➡ Noções de Direito Administrativo.

30 QUESTÕES (CONFORME O EDITAL)

➡ Conhecimentos Específicos

📍 Processus Concursos - Unidade Asa Sul

Acesse: https://www.processus.com.br/concursos/curso/03-03-simulado-carna-sedest-
agente-e-cuidador

Elimar Renner – Legislação Específica Página 24 de 24