Você está na página 1de 72

Centro de Treinamento Automotivo Bosch

Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)


Automotive Aftermarket
1 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Tópicos
 Tecnologias de Baterias
 Sistema de carga e gestão de energia
 Geração e equilíbrio elétrico
 Função: “Load – Response”
 Reguladores Multifuncionais
 Regulador com função “LIN”
 Lógica - Sensor eletrônico da bateria
 Arquitetura eletrônica e sistemas CAN-BUS
 Sistema de partida a frio flex start
 Lógica do sistema start-stop

Carga horária: 28 horas

Automotive Aftermarket
2 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Tópico: Tecnologias de baterias

Automotive Aftermarket
3 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Bateria - Tecnologias

Tecnologia de Baterias

baterias GEL Absorvente


molhadas Glass Mat

Automotive Aftermarket
4 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Bateria

Automotive Aftermarket
5 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Estrutura basica da bateria


H2SO4
H20
ρ = 1.835
ρ = 1.00 2.12V
/ Cell O eletrólito tem teor de ácido sulfúrico aprox .37% e de
água destilada 63%. (sob a condição carregada)

H Existem dois elétrodos feitos de materiais diferentes na


SO4 bateria:
H eletrodo placa positiva de dióxido de chumbo (PbO2) e
Eletrodo placa negativo de chumbo (Pb)
H Em um eletrólito, os eletrodos de diferentes assumi
Pb SO4
Pb potenciais diferentes no que diz respeito ao eletrólito.
O O H
A diferença de potencial é a voltagem da célula.
H
SO4 Pb Chumbo (Pb)
H
63% Water + 37% Sulfuric acid
ρ ≈ 1.28 kg/l O Oxygen (O)
H2SO4
PbO2
(1.28 kg/l)
Pb H Hydrogen (H)
Sulfate-Ions
SO4 (SO4)

Automotive Aftermarket
6 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Projeto de bateria molhada - EFB Tecnologia (Start-


Stop) 10

1.Grade positiva
7
2.Placa positiva com poliéster-Scrim
3.Placa positiva no separador
4.Grade negativa
5.Placa negativo
9
6.Negativo grupo das placas
7.Grupo das placas positiva
8 8.Pacote de células
6 9.Invólucro da bateria
5 10.Tampa com respiro
4
3
2
1

No caso da tecnologia EFB - (Tecnologia inundada Avançado), a placa positiva é revestido com
o chamado tecido duro de poliéster. O material ativo é então dada uma espera adicional sobre
a placa. O ciclo de vida é aumentada em comparação com as baterias convencionais e que a
bateria está pronta para o uso, mesmo em caso de vibrações extremas.

Automotive Aftermarket
7 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Projeto de bateria AGM


10 1.Grade positiva
2.Placa positiva
7
3.Placa positiva com tapete de fibra
de vidro
4.Grade negativa
5.Placa negativa
6.Negativo grupo das placas
7.Grupo das placas positiva
9
8.Pacote de celular
8
6 9.Invólucro da bateria
5 10. Cubra com válvula de segurança
4 e de desgaseificação centralizada
3
2
1
Tapetes especiais microfibra de vidro envolve de forma compacta entre as placas de chumbo da
bateria AGM e vincular todo o ácido da bateria. Pressão de compressão mais elevado minimiza
a perda de materiais ativos, no caso de muito baixa resistência interna. Em situações exigentes,
de maior energia, pode estar presente devido à reação rápida entre o ácido e o material da
chapa.
Automotive Aftermarket
8 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Os componentes específicos de bateria AGM


Separadores de micro-fibra de vidro:
Os separadores são fabricados a partir de 100% de micro-fibras de vidro. O tapete é
encontrado em torno da célula e que serve como separador de envelope da célula. A
esteira separa as células positivas e negativas de uma outra e que absorve o eletrólito.
Cada grupo de células é instalado dentro do invólucro da bateria sob pressão.
Vantagens:
A ligação entre os separadores e as células são protegidas.
Micro-glass-fiber mat
Distribuição igual de ácido.
Evita a formação de gases e estratificação durante o processo de convecção.
Estabilização das placas, sem desagregação da massa ativa.

Área para ponte celular


eletrólito (pontes, poços pólo etc)

Altura da Placa:
O tapete absorve o eletrólito líquido e a bateria AGM é vedada
absolutamente. Como resultado, uma utilização mais eficaz do
volume da célula torna-se possível. Reserva de eletrólito acima
das placas não é necessário. As placas podem ser mais
elevada (aproximadamente 22% maior superfície ativa, em
comparação com as baterias convencionais) e a potência de
partida a baixas temperaturas é de 10-30% maior do que para Placas Mats
as baterias convencionais. Hybrid-Battery AGM Battery

Automotive Aftermarket
9 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Os componentes específicos de bateria AGM


Válvula de segurança (VRLA: válvula regulada líquido ácido)
A bateria é isolado de uma maneira estanque ao ar a partir do seu meio ambiente
pela válvula. Devido a uma circulação interna no interior da bateria de chumbo, a
formação de água e oxigênio não pode ser evitada. A pressão de gás demasiado
elevada acumulação é reduzido com a ajuda de uma válvula em cada célula. A
válvula também impede a entrada de oxigênio da atmosfera. A ação de auto-
descarga da placa negativa é assim evitada.

Chapas Grossas:
Em contraste com o motor de arranque da bateria puramente, as baterias AGM Bosch
tem placas espessas de fornecimento de energia móvel. Como resultado, as baterias
têm vida útil mais longa e maior rendimento de energia. Esta solução oferece maior
ciclo de vida, especialmente durante as aplicações que requerem maior profundidade
de descarga (DOD).

Grupo Placa:
A esteira é elástico e, por conseguinte, o grupo de placas pode ser instalado sob
pressão. Devido a pressionar ação do tapete sobre as placas, os efeitos devido ao
lodo de sopro e afrouxamento da massa ativa é reduzido drasticamente. Assim, a
taxa de transferência de carga que é até três vezes maior em comparação com
bateria de arranque convencional é alcançado.

Automotive Aftermarket
10 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Projeto de Baterias de Gel


10
1.Eletrólito formado-Gel
2.Grade positiva
8
6 3.Placa positiva
4 4.Placa positiva com tapete de fibra de
1 vidro
5.Grade negativa
6.Placa negativa
7.Negativo grupo das placas
11 8.Grupo das placas positiva
9.Pacote de celular
9
5 7 10.Válvula de segurança por celular
3 11.Invólucro da bateria
2

Devido ao ingrediente Antimônio, baterias da Bosch com eletrólito líquido tem uma vida extremamente alto ciclo.
No caso de baterias de gel, o ácido liga-se a um gel de multi-componente. Uma reação química impede a
formação de gás e, portanto, consumo de água. Os tampões de ventilação das células da bateria têm válvulas de
segurança que se abrem em caso de sobrecarga contínua. Devido a esta tecnologia de gel, o processo de auto-
descarga permanece muito pequena (2% por mês). As placas curtas e grossas e eletrólito formado-gel garantem
um alto ciclo de vida. Uma vez que as placas da bateria de gel estão firmemente encaixado no eletrólito em gel e
as sobreposições de esteira de fibra de vidro proporcionam retenção adicional, a bateria é extremamente a prova
de agitação e protegido em caso de inclinação.
Automotive Aftermarket
11 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Carregamento de baterias de chumbo


Temperatura: A bateria envelhece no verão e morre no
inverno“.
Condição a frio: Saída de corrente inferior ;
capacidade de carga pobre.
Condição a quente: capacidade de desempenho
inferior e maior envelhecimento em condições
quentes.
Grade corrosão:
Maior consumo de água
Mais rápido a auto-descarga

 Permanentemente menor condição de carga


 corrosão das grades
 Sulfatizaçao

 Alta temperatura em estado estacionário


 Carregamento cíclico
 corrosão das grades
 Overcharging  fracasso da massa ativa
corrosão das grades  estratificação

Automotive Aftermarket
12 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Carregador de bateria Bosch,(exemplo BAT 415)


Processo de carga
Fase 1: Principal carga (LED verde pisca rápido)
U I1 A corrente I1 carregamento equivale a aprox. 20%
da capacidade da bateria set. Quando a bateria
atinge o U1 tensão de carga, a corrente I1
I U2
carregamento começa a cair. Agora aprox. 65% da
capacidade da bateria foi alcançada. A bateria pode
U1 ser usada como uma bateria de arranque. A fase 1 é
U3 encerrada quando a corrente de carga I1 cai abaixo
de aprox. 2% da capacidade da bateria. A bateria é
então carregada com cerca de 97%
I2 Fase 2: Recarga (LED verde pisca lentamente)
A corrente I1 carregamento equivale a aprox. 2% da
capacidade da bateria set. A fase 2 é controlada no
tempo e tem a duração de 65% do tempo
Phase 1 Phase 2 Phase 3 t necessário para a fase 1. A tensão de carga é
limitada a U2.
I1 = 20% capacidade da bateria
Fase 3: carga lenta (LED verde está aceso)
I2 = 2% capacidade da bateria A corrente de carga é sempre ativado sempre que
a tensão da bateria cai abaixo de U3. A corrente
U1 = 14.0-14.4V (12V) U2 = 14.4-14.8V (12V) U3 = 12.8/25.6V de carga permanece ativa até que a tensão de
28.0-28.8V (28V) 28.8-29.8V (28V) carga atingiu U1once mais.

Automotive Aftermarket
13 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Partida do motor, dependendo da temperatura


Energia da bateria Requisitos de alimentação do
300%
motor de arranque
250% 100% 25° 100%

200%

150%
65% 0° 155%

100%
40% -18° 210%

50%
18% -30° 270%

0%
27°C 0°C -18°C -30°C

Energia requerida pelo motor de partida


Energia fornecida pela bateria

Ao contrário da opinião geral, é melhor se a bateria permanece frio. Na medida em que a vida de serviço está em
causa, a bateria é sujeita a mais desgaste no verão quente do que no inverno frio. No entanto, a bateria vem com
o aumento do estresse durante a partida no inverno em relação ao verão por causa da viscosidade do óleo do
motor frio, entre outros. Portanto baterias são mais propensos a falhar no inverno do que no verão.

Automotive Aftermarket
14 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Sensor de bateria eletrônica


Atenção!
Em caso de auxiliar de partida, não
conecte o cabo da bateria auxiliar
negativo diretamente ao polo
negativo da bateria do veiculo. Use o
aterramento da carcaça do veículo!
O sensor não pode ser reparada e
não pode ser desmontado, sem
danificá-la.

Battery sensor
(EBS)

Functional range: Função:


Current: 1mA…±1500 A ±1% O sensor de bateria controla vários parâmetros da bateria
Voltage: 6 V…18 V ± 0.2 % como:
Temperatura - 40°C...105°C ±4 °C "U" tensão real da bateria
"I" corrente real da bateria
"T" temperatura real da bateria (indireta)
"SOC" estado de carga atual (estado de carga)
"SOH" envelhecimento da bateria com referência à sua
capacidade nominal (estado de saúde)
"SOF" Eficiência da bateria (estado de função)

Automotive Aftermarket
15 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Electronic battery sensor - Design


1 1. Conexao eletrica ao negativo da bateria.
2. Bateria sensor conexão elétrica (LIN e aquisição de tensão)
4
2 3. Peça de ligação do cabo (ao menos do veículo)
3

Bodywork Supply voltage (terminal 30)


Example
Fiat/Alfa
Voltage acquisition

T ASIC ADuC7032
U Voltage LIN BUS
16/32 Bit A/D-Converter regulator
ECU por exemplo
eletrônica de
I 16/32 Bit A/D-Converter
Shunt

LIN conveniência
16/32 Bit A/D-Converter

16/32 Bit μC Flash/RAM Reset

Oscillator Watchdog Wake-Up


CAN bus

Block-diagrama do sensor de bateria

Automotive Aftermarket
16 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Sensor de bateria eletrônica - Função


Battery voltage U(t)

tempo real
Previsão do curso de voltagem da
bateria para o perfil atual de partida
History of especificada
battery voltage
SOF

Valor de comparação
Current (I)

Perfil de corrente
Tensão. para a previsão atual
capacidade de partida

Time

Future (t)
Past

Exemplo: A determinação capacidade de arranque baseado no SOF.

Na SOF, o comportamento futuro da bateria durante a carga com a corrente de partida está sendo previsto. Isto
significa que o sensor de bateria determina a queda de voltagem da bateria durante um específico perfil de partida
corrente. Uma vez que o nível de tensão mínimo para um início bem sucedido é conhecido, a queda de tensão
previsto fornece uma medida da capacidade de início real. Dependendo da distância da queda de tensão previsto
para o limite de capacidade de início, a gestão de energia elétrica define medidas para manter ou melhorar a
capacidade de partida.

Automotive Aftermarket
17 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Sensor de Bateria Eletrônica - detecção do estado


Prevendo a carga residual para
Electrical

Residual
uma carga perfil que pode ser
Energy-

charge
especificada.

SOC
management
Detection of battery SOC (estado de carga)

BSD Function
Prevendo aTensão da bateria para EEM

predictor
um perfil de carga Que pode ser

Voltage
Coordinator
state
BSD

Current
especificado (Start, EHB).
SOF (Estado de Função)) Voltage

Determinação da redução e Battery


Battery
ageing

capacidade, devido ao Management


envelhecimento da bateria
SOH (Estado da Saúde)

Efficiency (SOF)
BSD State

Residual charge (SOC)

Envelhecimento (SOH)

Automotive Aftermarket
18 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Geração e Equilíbrio Elétrico

Automotive Aftermarket
19 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Curva de um alternador
GRÁFICO ALTERNADOR
I (A)

70

60

50

40

30

20

10

0
0 200 400 600 800 1000 1200 1400 1600 1800 2000 2200

RPM do MOTOR

Automotive Aftermarket
20 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

1. Alternador
2. Regulador de voltagem
L. Conexão borne L (com regulador
multifunção)
15. Conexão borne 15
Sensor da bateria/ sinal de tensão

Automotive Aftermarket
21 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Geração e Equilíbrio Elétrico

Automotive Aftermarket
22 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Ponte de diodos

Automotive Aftermarket
23 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Compact Generator
1 2 3 4

D
-

1.Mancal com ventilação de fluxo duplo


2.Estator
3.Rotor
4.Anéis deslizantes interno
5.Ventilador interno
6.Conjunto retificador montado externo
5 6

Automotive Aftermarket
24 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Evolução do Regulador de Tensão.

Automotive Aftermarket
25 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Tópicos

1.Função “Load Response”.

2.Função Compensação Térmica.

3.Regulador com função “LIN”

Automotive Aftermarket
26 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Automotive Aftermarket
27 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Regulador Multifunção

Além da função básica de regulagem de tensão, os reguladores


multifunção Bosch possuem dispositivos inteligentes que
interagem com os sistemas eletrônicos dos veículos.

Funções do Regulador Multifunção Bosch


 Evita picos de tensão produzidos pelo alternador;
 Realiza pré-analise de falhas (painel);
 Avalia a tensão da bateria, (bateria sempre carregada);
 Garante a geração de energia mesmo se o chicote do
regulador se rompa ou se desconecte;
 Monitora e compensa rampas de cargas que ocorrem ao
acionar equipamentos elétricos (ex: ar ou travas);
 Preserva o alternador em caso de
superaquecimento,diminui a tensão de regulagem.

Automotive Aftermarket
28 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Obtenção da corrente de excitação

Regulador IERR
6A

IERR
N

S
Bateria
t
tein taus

Automotive Aftermarket
29 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Informação Reguladores - Terminais do Regulador


Lampada

L
W
DFM 15
15
S 30
B+
Battery-Sense UBatterie

Borne 15DF

Fase do alternador (por ex. Gen


Logik para tacometro)
D- 3~
DFM (Carga no alternador)
V
B+
Regler DFM
DFM Gleichrichter
Rede de
Generator
bordo
DF Baixo plena;
Carga
Alto
carregamento
max. corr. exc =
carregamento
max. campo magn.
D- aus
aus 100% aus
aus
ein aus
aus
einein einein einein t

Automotive Aftermarket
30 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

LOAD – RESPONSE (LRS) LOAD – RESPONSE (LRF)

Automotive Aftermarket
31 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Regulador sem Load Response


I
t1
U
M,n IExc R R
I

A corrente gerada pelo alternador é fornecida diretamente,


Provocando instabilidade de rotação do motor
afetando assim consumidores finais
t
U M

t t
IExc n

Maior variação de rotação

t1 t t1 t
Automotive Aftermarket
32 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Regulador com Load Response


I
t1
U
M,n IExc IBat
R R
I IBat

Bateria

t
U M

t t
IExc n

t1 t t1 t
Automotive Aftermarket
Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Unidade controle
Unidade controle Unidade de controle
transmissão
ABS/ESP Painel de instrumento

Unidade
De controle
Airbag

Linha de
comunicao
da rede
Can

Campo monitorado Sensor transmissão (VSS)


Saída do alternador Sensor de velocidades

Automotive Aftermarket
34 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Regulador de tensão multifunção mesmo que D+


lâmpada

Fase do estator para


Atenção escovas apagar a lâmpada e
não substituível para conta giro

Importante: Os reguladores não são intercambiáveis


pois podem ter número de funções, temporizações de início de geração e de recuperação após
aplicação de carga e controle de temperaturas diferentes.

Automotive Aftermarket
35 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Função Compensação Térmica

Esta função é usada para que a


voltagem seja diferente em cada
temperatura, ou seja a tensão
nominal de regulagem sofrerá
ajustes de acordo com a
temperatura ambiente.
O coeficiente de temperatura “Tk”
especifica a rampa de redução de
voltagem.
Este valor vai variar dependendo do
regulador.

Automotive Aftermarket
36 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Principio – Regulador com comunicação

Regulador

ECU
Alternador

Automotive Aftermarket
37 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Principio – Regulador com comunicação


Lampada Lampada
ECU
L
COM

15
30
B+

DF

Logik
Gen
D- 3~

Regulador Retificador
Alternador Rede de
bordo

Automotive Aftermarket
38 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Carga Inteligente de Regulagem de tensãoo

A luz indicadora de carga é


Controlada pela unidade de
comando do motor

Automotive Aftermarket
39 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Vantagens – Regulador com comunicação


► Adaptação as necessidades da bateria
 Melhoria do balanço de carga
► Adaptação da potência do alternador ao motor e condução
 Melhor aceleração
► Ativação do alternador através da ECU
 Melhor comportamento na partida
► Funções Load Response
 Otimização do comportamento do alternador durante partida
 Adaptação do alternador durante marcha lenta
► DF-Monitor
 Reconhecimento do carga plena do alternado / -reserva
► Informação de status diferenciado
 Analise do modo de falha (possibilidades de falha)
 Reações definidas
 Informação para gerenciamento de consumo
► Registro da temperatura do chip e corrente de excitação
 Preparação para monitoramento de torque e
gerenciamento externo de temperatura

Automotive Aftermarket
40 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Exemplo de leitura em esquema elétrico


Linha 30

Conexão

Linha 15

Linha 1
Componente Linha continua e fina,
Não conectado a conexão ou componente
massa com símbolo de conversão de
Grandeza Ex: Sensor Hall

Pino ECU

Caixa endereço

Línha continua
Massa e grossa Malha
ECU Coordenada

Automotive Aftermarket
41 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Automotive Aftermarket
42 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Esquema elétrico (coordenadas)

Automotive Aftermarket
43 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

CAN

Automotive Aftermarket
44 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

História das redes


CAN Controller Area Network

1983 Início do desenvolvimento do protocolo CAN na Bosch

1985 Início da cooperação com a INTEL para o desenvolvimento do


chip
1988 As primeiras séries de chip Intel estão disponíveis
Daimler Benz inicia o desenvolvimento CAN para automóveis
1991 Primeira aplicação em série Mercedes S class, Motorbus W140

2001 Nos veículos sub-compactos ( ex. Opel Corsa) a CAN bus é


instalada no drive train e habitáculo.

Automotive Aftermarket
45 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Automotive Aftermarket
46 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

LIN Local Interconnect Network 20kbit/s


VW / Audi / BMW /DC / Volvo / Volcano/
Motorola
MOST Media Oriented Systems Transport (LWL) 20Mbit/s

BluethoothTM Signal transmission wireless

Bytefligh High-performance bus, e. g. 10Mbit/s

Intelligent Safety
Integration System
BMW / Siemens / Elmos
FlexRay x-by-wire 2 – 25
Mbit/s

Automotive Aftermarket
47 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Switchboard
application
Engine control
NOX Sensor
unit

Automatic Navigation
transmission
Diagnosis interface
Selector lever for data bus Radio module
sensor
technology
Door control
ABS with EDS
unit driver side CD changer

Door control unit


Airbag passenger side Transmission and
reception device
for telephone
Parking aid
All wheel drive
Booster DSP
Trailer
Headlight range
detection
adjustment Passenger
compartment Auxiliary heater
Air
Power steering supplementary surveillance
heater
Alarm horn
Steering angle Climatronic CAN drive train
sensor Tilt-/
Anti-theft CAN comfort
Comfort
Multiple function Steering column protection CAN Infotainment
electronics
steering wheel electronics
LIN
On-board power
supply K-line

Automotive Aftermarket
48 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

ECU
BVA navegação

ECM

Painel de instrumenos

Auto-radio
Display
Réfri
CD

BSI

Automotive Aftermarket
49 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Automotive Aftermarket
50 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Curto à massa Curto com positivo Circuito aberto

Automotive Aftermarket
51 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Automotive Aftermarket
52 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Start/Stop Sistema e Componentes

Automotive Aftermarket
53 Internal | AA/SBZ | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We reserve all
rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Conteúdo

1 Tendência de Mercado

2 Visão geral do sistema e seus componentes

 Start/stop Visão do sistema


 Motor de Partida
 Alternador
 ECU
 Sensores
 Bateria e Motor de Partida
 Diagnostico
 Filtros

3 Iniciar/interromper a comunicação

Automotive Aftermarket
54 Internal | AA/SBZ | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We reserve all
rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Sistema Start /stop


 O motor será desligado quando o
veiculo estiver parado

 Com o acionamento da embreagem o


motor inicia automaticamente

 Modificação Motor de Partida e


Bateria

 Economia de até combustível 8%

 Combinado com a recuperação de


partida

 Em serie desde 2007


(BMW sistema dinâmico e eficiente)

Automotive Aftermarket
55 Internal | AA/SBZ | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We reserve all
rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Sistema Start /stop


ECU
ESP® Sinal de
velocidade
Veiculo esta parado?l Sensor de velocidade?

Motor esta em neutro

Sinal para stop“

Sinal para start“

• Sensor Bateria
Condição da bateria?• EFB/AGM bateria
Sensor Sensor de neutro
pedal embreagem

Gestão do Motor

Automotive Aftermarket
56 Internal | AA/SBZ | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We reserve all
rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Layout padrão do sistema Start / stop


Partida Safety
Start/Stop sistema pronto
Injeção Interruptor do capô

Start/Stop Motor Partida Sensor neutro


Controlador
Bomba de alta pressão
Sensor de vácuo do freio
Sensor do velocidade
Interruptor do cinto segurança
Pedal embreagem mais
Sensores
Start/Stop
Cordenador
Energy Management Comfort
Unidade ABS
Bateria
Sensor de estabilização de
carga
EBS1

Alternador com controle Controle A/C


inteligente
Display de informação para
Motorista

1) EBS = electronic battery sensor


 Bosch Start/Stop system-competence: Optimized components + application know-how
Automotive Aftermarket
57 Internal | AA/SBZ | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We reserve all
rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Bosch Start/Stop System - Wheel RPM sensor


1
1.RPM atividade sensor de O DF11 é um sensor de RPM ativo, isto é, deve ser ligada a uma
DF11 (sensor Hall) fonte de energia para a operação. Ele fornece um sinal com amplitude
constante independente de RPM e ele usa o efeito Hall para detectar
2.Rolamento da roda o sinal de RPM.
Sinal do sensor de saída de RPM para uma roda de pulso rotativo. O
sinal é um sinal de onda quadrada com amplitude constante e
frequência é proporcional à rotação da roda.
A saída de onda do sinal amplitude é a 7.15mA (baixo) e 14,3 mA
(alto).
2
FSA operation AC
Rough signal recording

DF11sM
Built-in magnet

FSA operation DC

DF11 s
O sinal é um sinal de onda quadrada com amplitude constante e
frequência é proporcional à rotação da roda.

Automotive Aftermarket
58 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Sensor Passivo ou ativo

Automotive Aftermarket
59 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

SENSOR ATIVO (magneto resistive)

Automotive Aftermarket
60 Internal | AA-DG/TSS1-LA | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We
reserve all rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Componentes chaves Start/Stop

3 Principais Componentes
2

1
1. Unidade comando mais software

7 5 2. Monitorador de Bateria

4 3. Bateria
8
4. Motor de Partida

6
5. Sensor de Neutro

6. Sensor de velocidade roda

7. Sensor rotação motor

8.Alternador de alta eficiência

Automotive Aftermarket
61 Internal | AA/SBZ | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We reserve all
rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Motor de Partida Bosch par Start/Stop


O número de partida e parada do motor tem aumentado consideravelmente.
Com tais solicitações os projetos foram sendo trabalhado para suportar esta
demanda.

 Fortalecimento dos Rolamentos sujeitos a carga


 Fortalecimento das engrenagem planetárias
 Uso de pinhão de engate reforçado
 Otimização do comutador para maior durabilidade

Automotive Aftermarket
62 Internal | AA/SBZ | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We reserve all
rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Alternadores Bosch para Start/Stop


Alternadores eficientes para a linha sistema Stat/Stop

Eficiente na geração e abastecimento do sistema elétrico mesmo na faixa de baixa velocidade


e logo que o mesmo entra em funcionamento

Em conjunto com a poderosa bateria eles aumentam a disponibilidade da função Start/Stop

 Melhor projeto elétrico e matérias otimizados


 Diodos de alta eficiências
 Melhor desempenho
 Aumento da eficiência em até 77%
 Muito eficiente em baixas rotações
 Redução no consumo de até 2%
 Menor emissão de ruídos

Automotive Aftermarket
63 Internal | AA/SBZ | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We reserve all
rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Sistema ECU Bosch para Start/Stop

 Hardware: ECU com interfaces adicionais para arranque


e sensor de bateria.
 Sensor de Bateria
 Sensor de Rotação Motor
 Sensor de velocidade da roda
 Sensor Neutro
 Software: Coordenador Start / stop, Software para
analisar dados relevantes a partir da vasta gama de
sensores Ligados a unidade.

 ECU Efetuará o comando para desligar o motor

Automotive Aftermarket
64 Internal | AA/SBZ | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We reserve all
rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistema Stat/Stop

Sensores Bosch para Start/Stop


Os sensores fornecem a ECU informações atuais e otimizadas em relação
a partida.
 Sensor de Neutro – indica se uma marcha foi engatada
 Sensor velocidade da Roda – identifica o sentido da rotação e o momento que a
roda esta parada.
 Sensor de rotação Motor – envia o sinal que o motor esta em movimento
 Sensor de Pressão de Freio – Monitoramento da pressão negativa que esta
dentro do servo freio.
Sensor de Neutro Sensor de velocidade Sensor de Rotação Sensor de diferencial
roda motor de pressão

Automotive Aftermarket
65 Internal | AA/SBZ | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We reserve all
rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistema Stat/Stop

Conversor DC/DC

 Quando o motor de arranque é acionado,o nível de tensão do sistema


elétrico do veiculo cai temporariamente.
 Isto pode prejudicar a função dos dispositivos eletrônicos (breve
interrupção na recepção de radio ou perda do sistema de navegação).

 O conversor DC/DC para partida estabiliza


o nível de tensão durante a partida do motor
 Com isto falhas intermitentes dos
dispositivos são evitadas
 Com isto mantenho o conforto e garantia de
funcionamento nesta situação de partida.

Automotive Aftermarket
66 Internal | AA/SBZ | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We reserve all
rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Gestão de Energia Elétrica


A ECU como gerenciador do sistema Start/Stop e seus sensores mais a bateria são
os principais componentes de gerenciamento do sistema de energia em veículos
equipados com Start/Stop.
Também podemos incluir a bateria de ciclo-profundo resistente a EFB ou tecnologia
AGM e do conversor DC/DC.
Monitoramento: Sensor eletrônico de Bateria EBS
 Parte central de gestão de energia eletrônica
 Instalada no terminal da bateria
 É preciso na informação de Temperatura Alimentação e Tensão.
 Com os valores medidos,ocorre o monitoramento da capacidade e desempenho da
bateria e determina a capacidade de armazenar e fornecer energia.

Automotive Aftermarket
67 Internal | AA/SBZ | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We reserve all
rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Diagnostico: Troca da Bateria


É necessário um profissional preparado para a correta troca da Bateria
para veículos com Start/Stop

Somente um profissional adequado e a bateria correta garante um bom


funcionamento e vantagem abaixo citadas:
 Redução significativa de combustível e redução de CO2.
 Aumento da capacidade de partida para inicio de operações
freqüentes.
 Funcionamento suave sem que incomode o condutor do veiculo

Automotive Aftermarket
69 Internal | AA/SBZ | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We reserve all
rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Requisito padrão para bateria do sistema start/stop


Situação real de equilíbrio da Bateria

Situação Normal Recuperação com Start/Stop

 Voltagem constante da bateria 14,1V  Tensão Variável


 Não ha ciclo/profundidade de descarga.  Aumento cíclico e profundidade de descarga
 Sem economia de combustível ou redução Alta economia de combustível e redução
de CO2 CO2
 Tecnologia de chumbo acido (tradicional) Bateria com tecnologia – AGM / EFB

Automotive Aftermarket
70 Internal | AA/SBZ | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We reserve all
rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Diagnostico para troca de Bateria


 Em muitos veículos equipado com sistema Start/Stop como
(Audi BMW Volvo).ha a necessidade de um Scanner como o KTS
para a troca da bateria.

 O aparelho de diagnose pode deve ser utilizados para a seguintes


funções:
 Informar que a bateria foi trocada (função economia energia)
 Programações técnicas como numero do produto
A Bateria deve ser substituída por oficinas qualificadas e não mais
por curiosos.

Automotive Aftermarket
71 Internal | AA/SBZ | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We reserve all
rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Diagnostico para troca de Bateria


Aspecto importantes para troca Bateria com Star/Stop

 Troca correta,se for tecnologia AGM trocar por AGM


 Se for tecnologia EFB trocar por EFB ou AGM
 Baterias de chumbo convencionais não podem ser usadas.

Com o tipo incorreto de bateria os efeitos negativos são maiores,e a vida


útil da bateria é bastante reduzida.

Automotive Aftermarket
72 Internal | AA/SBZ | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We reserve all
rights of disposal such as copying and passing on to third parties
Sistemas de Eletrônica Embarcada (GS2)

Diagnostico:
O aparelho de diagnose deve ser utilizados para a seguintes funções:

- Informar que a bateria foi trocada (função economia energia)


- Programações técnicas como numero do produto
- A Bateria deve ser substituída por oficinas qualificadas e não mais
por curiosos.

 Serviços na Bateria
• BAT 131 é capaz de testar baterias com tecnologia EFB e AGM
• BAT 415/430/490 são capaz de testar e carregar baterias com sistema
start/stop e tecnologia EFB e AGM

 Analisados de Motor- FSA


• Testar sensor de velocidade da roda e do motor (sinal osciloscópio)
• Em combinação com FSA 050:
•Teste de alta tensão para verificar se as fontes de alta tensão estão desligadas.
•Teste de isolamento para verificação dos isolamentos dos cabos que conduzem as altas
tensões

Automotive Aftermarket
73 Internal | AA/SBZ | 6/10/2013 | © Robert Bosch Ltda 2013. Reserves all rights even in the event of industrial property rights. We reserve all
rights of disposal such as copying and passing on to third parties