Você está na página 1de 2

Lista de Exercı́cios

Prof. Caio Lopes


DAA0025 - TEORIA NEOCLÁSSICA II

Exercı́cio 1.Suponha um consumidor cuja função utilidade seja dada por u(x, z) =
min{x, z} Onde x e z representam as quantidades dos dois bens. Suponha ainda que os
preços dos bens x e z sejam px = 1 e pz = 2 e a renda do consumidor seja y = 12.

(a) Qual o menor nı́vel de gasto que o consumidor deve fazer para obter o nı́vel de utilidade
U (x, z) = 2?

(b) Qual é a cesta que maximiza a utilidade deste consumidor?

Exercı́cio 2. Suponha um consumidor cuja TMgS seja TMgS= xz . Onde x e z repre-


sentam as quantidades dos dois bens. Suponha ainda que os preços dos bens x e z sejam
px = pz = 1.

(a) Ache a cesta que maximiza a utilidade do consumidor se a renda for 12.

(b) Ache a cesta que maximiza a utilidade do consumidor se a renda for 24.

(c) Suponha que os preços mudem para px = 1 e pz = 4. Ache a cesta que maximiza a
utilidade do consumidor.

Exercı́cio 3. Se a função utilidade indireta de um consumidor for dada por v(p1 , p2 , y) =


y
2p0,5 p0,5
, qual será a função dispêndio associada a essa preferência?
1 2

Exercı́cio 4. Seja a função de utilidade de um consumidor representada por u(x1 , x2 ) =


xβ1 x21−β ,
sendo 0 < β < 1. Seja x1 a quantidade do bem 1 e x2 a quantidade do bem 2; e os
preços dos bens são, respectivamente, p1 e p2 . Considere que y é a renda do consumidor e
calcule:

(a) A demanda do consumidor pelo bem 1? e pelo bem 2?

(b) Quanto o consumidor irá adquirir do bem 1 e do bem 2 se y = 1000, β = 41 , p1 = p2 = 1

1
Exercı́cio 5. Avalie a afirmativa: ”Quando o preço de um bem varia, se os efeitos subs-
tituição e renda resultam em variações na quantidade do bem em sentido opostos, tal bem
será normal.”

Exercı́cio 6. É possı́vel ocorrer ao mesmo tempo produto marginal decrescente e retorno


constante de escala? Dê um exemplo.

Exercı́cio 7. Justifique a afirmativa: ”as curvas de custo de curto prazo jamais poderão
conter valores inferiores aos valores dos custos de longo prazo”

Exercı́cio 8. Considere um bem Z produzido a partir de dois insumos x e y, segundo a


função de produção Z(x, y) = xy, em um mercado com preço exógeno. Pede-se:

(a) Calcule as funções demandas pelos dois insumos, resolvendo o problema dual as firma
(minimização de custo).

min px x + py y s.a. z(x, y) = xy


(b) Obtenha a função custo total a partir da solução do item anterior.
(c) Derive as funções custo marginal e custo médio para a função do item anterior.
(d) resolva o problema primal (maximização de produção).

max z(x, y) s.a. px x + py y = CT


(e) repita o item anterior, utilizando os seguintes dados: px = 1, py = 4 e CT = 200 para
encontrar os valores de x, y, z e CT
(f) utilizando os mesmos preços de insumos e quantidade produzida do item anterior,
resolva novamente o problema do item (a), verificando se a solução obtida foi a mesma.
1
Exercı́cio 9. Considere a seguinte função de produção: Y (K, L) = (2K 4 +L4 ) 4 . Pede-se:
(a) Calcule os produtos marginais do trabalho e capital.
(b) Verifique o tipo de retorno de escala.
(c) Calcule a taxa marginal de substituição técnica (TMST)
Exercı́cio 10. Uma firma competitiva tem a seguinte função custo de curto prazo:
c(y) = y 3 − 8y 2 + 30y + 5. Calcule:
(a) O custo marginal.
(b) O custo variável médio.
(c) O produto quando o custo marginal iguala o custo variável médio.
(d) O preço mı́nimo que a firma está disposta a ofertar e a quantidade mı́nima ofertada.