Você está na página 1de 2

 Documentário – Urbanized

 Cidade tem feito a mesma coisa em 3...4...5 mil anos


 Pessoas e capital se uniram
 Cidade é um reflexo das forças econômicas, sociais, ambientais
 A magia das cidades são os encontros casuais
 O desenho urbano das cidades foi planejado para serem como é, pensado por diversos tipos de
pessoas de diferentes lugares e setores
 O planejamento varia de tamanho ou de tempo de instalação
 A mudança de hoje é drástica, existe um numero surpreendente de pessoas vivendo nas
cidades
 Na era pré-grego e pré-romano levou-se séculos para chegar ao primeiro milhão de pessoas
 Até o século XX, 10% da população vivia nas cidades, em 2010 já era 50%. Nesse ritmo
chegaremos em 70% em 35 anos
 33% da população vivem em favelas, isso significa 1/3 da população mundial
 Mumbai na Índia é igual a toda cidade de Londres vivendo em Favela
 Mumbai em 2050 será a maior cidade do mundo superando Tóquio no Japão.
 Se toda população de favela fosse igual ou equivalente, isso seria o mesmo que Nova York e
Londres juntas
 O interesse imobiliário e as favelas é que desenham a arquitetura das cidades, visto que as
classes menos favorecidas fazem isso por que não tem espaço nos grandes centros urbanos
 A indústria da construção civil produz para apenas 10% dos mais favorecidos, aumentando a
crise entre as classes
 A falta de saúde e higiene (saneamento, abastecimento de água...) transforma os espaços em
desumano e inabitável.
 Segundo os órgão públicos o correto é ter 1 WC para 50 pessoas, equivale um numero de 10
famílias tendo WC
 Em 1989 existiam 1 WC para cada 900 pessoas, hoje tem-se esse numero gira em torno de 600
pessos
 O discurso dos políticos é que não se deve investir em lugares irregulares para não incentivar
novas áreas de habitação
 Os espaços são ignorados por um grande tempo, os tornando mais densos, e isso só tende a
crescer pelos próximos 20...30 anos, duplicando a população urbana
 As estatísticas só demonstram o pior, mas a historia mostra que podemos melhorar
 A migração leva o processo de urbanização na forma de favelas (Favelização Urbana)
 Os surgimentos das cidades deram-se por vários motivos e razões diferentes (questões de
logísticas, como os portos, questões comerciais, em sua maior parte econômicas)
 A revolução industrial foi um dos principais fatores a impulsionar o processo urbano
 CITY BEAUTIFUL – Movimento de reforma da arquitetura e do urbanismo americano (Orgulho
cívico)
 Cidade Jardim, final do século XIX separava as funções diferentes da cidade, uma idéia
minimalista segundo alguns especialistas (tudo ordenado, racional, separado)
 BSB foi a ultima cidade modernista construída sobre todas as idéias do manifesto modernista
 Em 1950 os automóveis tem um impacto significativo na forma de urbanização das cidades e
suas projeções, principalmente em países em desenvolvimento
 A mobilidade urbana é um fator importante no planejamento urbano
 Obras como o BRT é muito mais barato do que a implantação de metrô, e devido a mudança
central não tão bem definida nas cidades jovens, essa opção é bem mais flexíveis.
 O transporte coletivo é a melhor representação da democracia urbana, pois, consegue
transportar um numero significativo de pessoas em um espaço igual de um carro que só
transporta poucas pessoas.
 O bem público deve sempre prevalecer sobre o privado
 Os meios alternativos são bem mais viáveis também, como as ciclovias
 O desafio de hoje é como manter os espaços públicos atraentes, cadeiras moveis em espaços
públicos são um exemplo claro disso
 A compreensão do ser humano é importante para a dinâmica do espaço
 As construções são baseadas nos estudos também de como nos comportamos biologicamente
 Apesar de termos circunstancias climáticas, econômicas e sociais diferentes, somos todos
animais ambulantes
 A necessidade de viver no centro urbano é uma vontade que vem desde muito tempo
 Pós II grande Guerra, começa-se um padrão de desenvolvimento baseado na suburbanização,
onde existe a necessidade de ir para fora dos limites da cidade
 A expansão só se entende quando ela chega para nós, não existe um consenso a respeito
 As idas cada vez mais longas aos serviços prestados é um exemplo de que a expansão chegou
 Fatores negativo da expansão é a forma que as pessoas pensam, onde mostra que existe uma
quebra do que é tranqüilo e pacato (bucólico)
 Uma das organizações viáveis para a expansão urbana seria a conexão de pequenas cidades
tranqüilas e compactadas, pois as cidades são organismos extremamente dinâmicos.
 A participação da sociedade para melhorar a convivência e aproveitar os espaços são
fundamentais nos centros urbanos que diminuem, o exemplo disso são as hortas comunitárias
 DIY (do it yourself) Faça você mesmo – onde os moradores de pequenas áreas urbanas fazem
coisas comunitárias em beneficio da própria comunidade, o movimento agrícola é um exemplo
disso
 A mudança nos grandes centros urbanos como em Pequim é facilmente notável
 Nos últimos 30 e 40 anos as cidades foram concebidas para um desenvolvimento econômico,
porem o fator habitabilidade foi ignorado nessa concepção
 As cidades se moldaram de forma bem diferente do que eram há 30 ou 40 anos anteriormente
 O modelo de cidade construída na America no sec. XX não serve para China ou para Índia do
sec. XXI
 75% da energia mundial é consumida nas cidades, com isso emitem 75 % dos gases de CO2
 Em 35 anos ¾ da população mundial estará vivendo em cidades, consumindo mais e mais
energia
 A preocupação sobre o uso indiscriminado de energia tem que ser constante
 A tecnologia é uma ferramenta importante para a mudança das cidades