Você está na página 1de 4

03/11/2018

Conteúdo Interativo

03/11/2018 Conteúdo Interativo HISTÓRIA DOS POVOS INDÍGENAS E AFRO-DESCENDENTES 9 a aula Lupa Vídeo PPT MP3

HISTÓRIA DOS POVOS INDÍGENAS E AFRO-DESCENDENTES 9 a aula

DOS POVOS INDÍGENAS E AFRO-DESCENDENTES 9 a aula Lupa Vídeo PPT MP3 Exercício:

Lupa

DOS POVOS INDÍGENAS E AFRO-DESCENDENTES 9 a aula Lupa Vídeo PPT MP3 Exercício: CEL0495_EX_A9_201809100984_V1
DOS POVOS INDÍGENAS E AFRO-DESCENDENTES 9 a aula Lupa Vídeo PPT MP3 Exercício: CEL0495_EX_A9_201809100984_V1

PPT

MP3

Exercício: CEL0495_EX_A9_201809100984_V1

21/10/2018 18:01:28 (Finalizada)

Aluno(a): CARLOS EDUARDO DE BESSA DO NASCIMENTO

2018.3 EAD

Disciplina: CEL0495 - HISTÓRIA DOS POVOS INDÍGENAS E AFRO-DESCENDENTES

201809100984

1 a Questão

Leia abaixo um trecho de uma entrevista de Abdias do Nascimento, escritor, político e militante do movimento negro: "Os cultos afro- brasileiros eram uma questão de polícia. Dava cadeia. Até hoje, nos museus da polícia do Rio de Janeiro ou da Bahia, podemos encontrar artefatos cultuais retidos. São peças que provavam a suposta delinquência ou anormalidade mental da comunidade negra. Na Bahia, o Instituto Nina Rodrigues mostra exatamente isso: que o negro era um camarada doente da cabeça por ter sua própria crença, seus próprios valores, sua liturgia e seu culto. Eles não podiam aceitar isso." (Retirado do Portal Afro) Assinale a opção que MELHOR representa a fala de Abdias do Nascimento.

que MELHOR representa a fala de Abdias do Nascimento. Ao serem escravizados os africanos abdicaram de

Ao serem escravizados os africanos abdicaram de toda sua cultura.

Apesar da escravidão a que estavam sujeitos, os africanos sempre tiveram autonomia para praticar seus cultos religiosos.

Mesmo com todo o tipo de repressão a que estavam sujeitos, os africanos escravizados ainda buscaram manter vivas suas tradições culturais religiosas.

Nina Rodrigues e seus seguidores estavam certos ao afirmarem que os africanos eram degenerados por não aceitarem a cultura europeia como superior às suas.buscaram manter vivas suas tradições culturais religiosas. Ao chegarem ao Brasil e passarem a conviver com

Ao chegarem ao Brasil e passarem a conviver com os europeus, os africanos escravizados foram paulatinamente perdendo seus traços culturais originais, adotando ao final integralmente a cultura europeia.não aceitarem a cultura europeia como superior às suas. Explicação: Na Bahia, o Instituto Nina Rodrigues

Explicação:

Na Bahia, o Instituto Nina Rodrigues mostra exatamente isso: que o negro era um camarada doente da cabeça por ter sua própria crença, seus próprios valores, sua liturgia e seu culto. Eles não podiam aceitar isso." (Retirado do Portal Afro) Assinale a opção que MELHOR representa a fala de Abdias do Nascimento.

Essa parte da pergunta já indica a resposta

2 a Questão

Nos últimos anos, o movimento negro ganhou poder e influência na sociedade brasileira, o que provocou várias mudanças na sociedade brasileira. Entre as opções abaixo, assinale aquele que apresenta uma dessas mudanças.

lei 11.645, de 2008, que estabeleceu a obrigatoriedade do ensino de história e cultura afro-brasileira
lei 11.645, de 2008, que estabeleceu a obrigatoriedade do ensino de história e cultura afro-brasileira

lei 11.645, de 2008, que estabeleceu a obrigatoriedade do ensino de história e cultura afro-brasileira na educação básica brasileira.

a

inauguração de um monumento em homenagem ao padre jesuíta José de Anchieta, que foi um

inauguração de um monumento em homenagem ao padre jesuíta José de Anchieta, que foi um dos principais defensores dos negros durante o período colonial.

a

mudança no calendário do carnaval, que desde 2007 acontece duas vezes por ano, o que

mudança no calendário do carnaval, que desde 2007 acontece duas vezes por ano, o que é fundamental para a afirmação da identidade negra.

a

o reconhecimento das religiões afro-brasileiras como o sistema religioso oficial do Estado brasileiro.

o reconhecimento das religiões afro-brasileiras como o sistema religioso oficial do Estado brasileiro.

a transformação do dia 21 de março, dia do início da Revolta dos Malês (1835),

a transformação do dia 21 de março, dia do início da Revolta dos Malês (1835), em feriado nacional.

Explicação:

A lei que nos referimos é a 11.645, de 2008, que estabeleceu a obrigatoriedade do ensino de história e cultura afro-brasileira na educação básica brasileira.

03/11/2018

Conteúdo Interativo

3 a Questão

O Brasil ainda não conseguiu extinguir o trabalho em condições de escravidão, pois ainda existem muitos trabalhadores nessa

situação. Com relação a tal modalidade de exploração do ser humano, analise as afirmações abaixo. I. As relações entre os trabalhadores e seus empregadores marcam-se pela informalidade e pelas crescentes dívidas feitas pelos trabalhadores nos armazéns dos empregadores, aumentando a dependência financeira para com eles. II. Geralmente, os trabalhadores são atraídos de regiões distantes do local de trabalho, com a promessa de bons salários, mas as situações de trabalho envolvem condições insalubres e extenuantes. III. A persistência do trabalho escravo ou semi-escravo no Brasil, não obstante a legislação que o proíbe, explica -se pela pouca competitividade do mercado globalizado. Está correto o que se afirma em:

do mercado globalizado. Está correto o que se afirma em: II, somente. I, II e III.

II, somente.

I,

II e III.

II

e III, somente.

I e II, somente.

I, somente.

Explicação:

O trabalho escravo no Brasil ainda persiste em algumas regiões e está marcado pela relação não formal entre patrão e empregado. Tal

situação pode ser exemplificada com o endividamento do empregado nos barracoes de latifundios e a permanência desse indivíduo

nessa relação por muito tempo.

4 a Questão

A Lei Áurea não garantiu a cidadania e o fim das discriminações aos afro-brasileiros. Selecione abaixo o melhor exemplo para essa

afirmação.

Selecione abaixo o melhor exemplo para essa afirmação. Revolta da Chibata. Revolta dos Malês. Confederação do

Revolta da Chibata.

Revolta dos Malês.

Confederação do Equador.

Revolta da Armada.

Quilombo dos Palmares.

Explicação:

A Lei Áurea, assinada em 1888, não garantiu os direitos iguais entre brancos e negros no Brasil, em fins do século XIX, nem no XX. A

Revolta da Chibata, por exemplo, ocorrida no início do século XX, representa a luta dos negros contra os castigos físicos sofridos por

essa população na Marinha. A historiografia mostra que esses castigos estão ligados ao racismo e ao preconceito.

5 a Questão

Observe os versos abaixo retirados da música "Todo Camburão Tem Um Pouco De Navio Negreiro" (Marcelo Yuka e O Rappa).

É mole de ver

Que em qualquer dura

O tempo passa mais lento pro negão

Quem segurava com força a chibata Agora usa farda Engatilha a macaca

Escolhe sempre o primeiro Negro pra passar na revista Pra passar na revista

Todo camburão tem um pouco de navio negreiro Todo camburão tem um pouco de navio negreiro.

Analisando os versos acima podemos concluir que os compositores desejam demonstrar:

03/11/2018

Conteúdo Interativo

I - O fim da escravidão no Brasil não foi acompanhado de medidas para inserir os africanos escravizados na sociedade.

II - Um dos principais exemplos da permanência do preconceito contra os negros no Brasil após o fim da escravidão pode ser

encontrado na violência policial, que durante todo o século XX incidiu muito mais nos descendentes de africanos que sobre a

população branca.

III - O Abolicionismo foi bem sucedido na libertação dos escravos, mas não conseguiu auxilliar em uma maior participação dos ex-

cativos

auxilliar em uma maior participação dos ex- cativos Todas estão corretas. Apenas I e II estão

Todas estão corretas.

Apenas I e II estão corretas.

Apenas I e III estão corretas.

Apenas III está correta.

Apenas II e III estão corretas.

Explicação:

O movimento Abolicionista foi bem sucedido na disseminação das ideias contra a escravidão e ainda, na contribuição para a criação de leis que extinguissem a prática definitivamente. Apesar disso, grande parte dos ex-escravos não foi inserido adequadamente na sociedade e passou a trabalhar em segmentos subalternos. Vemos nos dias de hoje uma permanência deste modelo segregacionista através da violência policial que atinge, sobretudo, os afrodescendentes.

6 a Questão

Como eram propagados os ideais e as práticas abolicionistas no Brasil?

os ideais e as práticas abolicionistas no Brasil? Através de associações abolicionistas e do rádio.

Através de associações abolicionistas e do rádio.

Através de revistas e de musicais;

Através de musicais e de propaganda de rua;

Através de jornais e de musicais;

Através de associações abolicionistas e de jornais;

Explicação:

A incerteza quanto à manutenção da escravidão facilitou a propagação dos ideais e práticas abolicionistas.

Pro ssionais e intelectuais que eram contrários à escravidão no Brasil organizaram associações e jornais por meio dos

quais pudessem divulgar suas ideias. Conforme mencionado, muitos descendentes diretos da escravidão zeram parte deste movimento.

Periódicos como A Gazeta da Tarde, cujo editor era José do Patrocínio, e A Redenção foram instrumentos importantes

na luta abolicionista. Em pouco tempo, o número de associações abolicionistas cresceu. Tais organizações não

apenas faziam denúncias contra a escravidão por meio dos artigos escritos nos jornais, dos discursos feitos em praça

pública e das peças teatrais encenadas em importantes teatros do Brasil, realizavam também festas e reuniões nas quais arrecadam dinheiro que seria usado na compra da alforria de alguns escravos.

7 a Questão

Marque entre as opções abaixo aquela que apresente o evento histórico que marcou a resistência negra durante o governo republicano no Brasil.

resistência negra durante o governo republicano no Brasil. Revolta da Chibata. Lei Áurea. Quilombo de Palmares.

Revolta da Chibata.

Lei Áurea.

Quilombo de Palmares.

Guerra do Paraguai.

Revolução Mallet.

Explicação:

03/11/2018

Conteúdo Interativo

A Revolta da Chibata foi um motim de marinheiros no ano de 1910 contra a utilização dos castigos físicos, as chibatadas, para punir

os marinheiros, na sua grande maioria negros. Essa reivindicação buscava se opor a herança da escravidão que ainda permanece no

início do século XX, apesar da escravidão ter sido extinta no Brasil em 1888.

8 a Questão

"Na década de 1980, foi fundado o Movimento Negro Unificado que, com outras organizações parecidas, inclusive movimentos e ONGs que trabalham com a dupla discriminação sofrida pelas mulheres negras, tem lutado para que negros e mestiços tenham a mesma oportunidade que o restante da população brasileira." Essa afirmação abaixo comprova:

brasileira." Essa afirmação abaixo comprova: Que não há discriminação racial no Brasil; Que a luta

Que não há discriminação racial no Brasil;

Que a luta contra a discriminação no Brasil está longe de terminar.

Que no Brasil, a discriminação é econômica e não racial;

Que no Brasil há igualdade de oportunidades para brancos, negros e mestiços;

Que graças à luta do Movimento Negro, não há mais discriminação racial no Brasil;

Explicação:

A questão já possui em seu corpo o entendimento para que a resposta possa ser marcada.

Pela leitura, percebemos que a discriminação e o preconceito ainda hoje existem.