Você está na página 1de 4

Expectativas em Economia

Expectativa:

- Tentativa de prever ou antecipar algo que acontecerá no futuro. Podemos prever o


valor de uma determinada variável económica. Essa previsão condiciona o
comportamento corrente das pessoas.
- As decisões dos agentes económicos são influenciadas pelas expectativas, de forma
que, também a Economia o será:
exemplos:
 Os salários são negociados com base nos valores esperados para a inflação;
 Os empresários decidem a produção e o investimento tendo em conta a expectativas
de evolução da actividade económica;
etc.

Principais tipos de expectativas:


Expectativas Extrapolativas
Expectativas Adaptativas
Expectativas Racionais

Expectativas Extrapolativas:
Os agentes económicos esperam para o período corrente o mesmo comportamento do
anterior, adicionado dum efeito tendência. Esta forma de formular uma expectativa
limita-se a projectar para o futuro uma tendência passada. Espera-se que uma tendência
passada continue no futuro.

Et ( xt +1 ) = xt + β( xt − xt −1 )

Et(xt+1) – representa o valor esperado no período t para a variável x registar no período


t+1.
β - ponderação atribuída ao desvio entre os dois últimos valores observados da variável
x.

1 arosa
Exemplo:

Taxa de inflação em Portugal em 2013


Janeiro Fevereiro Março
Valor observado 2,5 2,2 2,0
Valor esperado 1,975
Desvio 0,025
Fonte: INE e cálculos efectuados.

Se β = 0,75 => o valor esperado para taxa de inflação em Março = 1,975

Como se calcula: EFev(πMar) = πFev + 0,75 (πFev - πJan) = 2,2 + 0,75 (2,2 – 2,5) =1,975

Inconvenientes:
- Ignora as expectativas que se formularam no passado, e os eventuais erros
cometidos;
- Ignora nova informação sobre as decisões de política relevantes para o
comportamento da variável em causa (exemplo aumento de impostos estabelecidos
no orçamento de estado com antecedência)

Expectativas Adaptativas:
Neste caso, os agentes económicos têm em conta na formação das suas expectativas o
erro de previsão cometido no passado e procuram corrigir (ou adaptar). Na hipótese
das expectativas adaptativas, o valor esperado no próximo período será igual ao valor
esperado para este período mais um termo corrector do erro cometido na previsão no
período anterior:

Et ( xt +1 ) = Et −1 ( xt ) + α [xt − Et −1 ( xt )]

α - Coeficiente ou grau de correcção; aplica-se sobre o erro cometido na previsão


passada (diferença entre valor actual e o valor esperado).

2 arosa
Exemplo:

Taxa de inflação em Portugal em 2013


Janeiro Fevereiro Março
Valor observado 2,5 2,2 2,0
Valor esperado 2,1 2,2
Desvio -0,1 0,2
Fonte: INE e cálculos efectuados.

Se α = 0,75 => o valor esperado para taxa de inflação em Março = 2,2

Como se calcula:
EFev(πMar) = EJan(πFev)+ 0,75[(πFev - EJan(πFev)] = 2,1 + 0,75 (2,2 – 2,1) = 2,175

Cometeu-se assim, um erro de 0,2 p.p. = valor observado – valor esperado= 2,0 – 2,2

- Esta forma de formular expectativas, pressupõe que no limite, para um horizonte


temporal muito grande, o valor esperado é dado pela média aritmética ponderada
dos valores passados, com pesos geometricamente decrescentes à medida que o
valor passado se afasta do actual.
- No caso particular de α = 1, temos Et ( xt +1 ) = xt

Inconveniente:
Erros sistemáticos de previsão: tenta-se corrigir os erros passados mas não se tem em
conta novas informações

Expectativas Racionais:

Na hipótese de expectativas racionais, os agentes usam toda a informação disponível


para efectuar as suas expectativas, o que os conduz a não cometer erros sistemáticos
de previsão.

Formalmente, na hipótese de expectativas racionais:

Et (xt +1 I t ) = xt +1 + ε

onde:
Et (xt +1 I t ) - valor esperado para x no período t+1, condicionado à informação
disponível no período t. Assim, as previsões são formadas com recurso a toda a
informação disponível no presente.

3 arosa
ε - erro aleatório, com média zero e independente do valor da variável.
Assim, as expectativas racionais evitam duas criticas das expectativas adaptativas,
porque:
- Eventuais erros de previsão não tem um carácter sistemático;
- Utiliza-se toda a informação disponível e não só informação passada.

A melhor previsão sobre o valor futuro de uma variável é o seu valor efectivo, a não
ser que ocorra algo inesperado (representado por ε).
Enquanto as expectativas adapativas eram “backward-looking”, uma vez que só
tomavam em conta o passado, as expectativas racionais são também “forward-looking”.

4 arosa