Você está na página 1de 9

Aula 18 – Índice de Refração

e Leis da refração
Prof. Zé Godinho
Bacharel em Matemática Aplicada
Definições
• A luz ao passar de um meio para outro sofre o
fenômeno da refração, com mudança na
velocidade, no comprimento de onda e na
direção de propagação.
• Na refração a única grandeza física que se
mantém constante é a freqüência.
Casos particulares
• Um raio de luz incide formando 90º com a
superfície de separação.

O raio não sofre mudança na direção


Casos particulares
• Ao passar de um meio menos refringente para
um mais refringente
Normal

• O raio aproxima da normal.


• A luz perde velocidade por ser mais
difícil a propagação.
Casos particulares
• Ao passar de um meio mais refringente para um
menos refringente

r
• O raio afasta da normal.
• A luz ganha velocidade por ser mais
fácil a propagação
A relação de Snell-Descartes
• Para qualquer ponto de refração, seja de um
meio mais refringente para um meio menos
refringente ou vice-versa é válida a seguinte
relação.

n1.sen1 = n2.sen2
O índice de refração
• O índice de refração de um determinado meio
pode ser calculado fazendo

c
n=
Onde:
N = índice de refração
v C = Velocidade da luz no vácuo 3.108 m/s
V = Velocidade da luz no meio envolvido
Pág 28 – Ex 01
(UFPE-2006) Um dispositivo composto por três blocos de vidro com índices de refração 1,40, 1,80 e
2,00 é mostrado na figura. Calcule a razão ta/tb entre os tempos que dois pulsos de luz (“flashes”)
levam para atravessar o dispositivo.

L L
Pulso A
1,40 1,80

Pulso B 2,00

∆S n=
c Tempo de A Tempo de B A razão
v=
t v ta =
L . 1, 40
+
L . 1,80
tb =
2 L.2  3,20 L 
ta / tb = 
c c c
∆S c c
t= v=
n ta =
3,20 L 4L ( )4L
c
v c tb =
c
∆S 3.20 L.c
t=
c t = ∆S .
n ta / tb = ta / tb = 0,8
  c.4 L
n c
Ex 4 (FGV-2066)
Em três experimentos distintos, um feixe de luz monocromática atinge a superfície de separação
entre dois meios, segundo o mesmo ângulo θ

ar ar óleo
θ θ θ
fdg fdg

água α óleo β água

Sabendo que o índice de refração da luz desse feixe para o ar tem valor 1 e considerando que a reta
tracejada é a normal à superfície de separação dos meios no ponto de incidência, pode-se concluir
que:
nágua .senα = nóleo .senβ nágua
nar .senθ = nágua .senα nágua senβ = senθ
= nóleo
1.senθ = nágua .senα nóleo senα
finalmente
nar .senθ = nóleo .senβ nóleo .senθ = nágua .sen90º senβ
= senθ
nóleo .senθ = nágua .1 senα
1.senθ = nóleo .senβ
senβ = senα .senθ