Você está na página 1de 36

Delivery

Delivery 8.150
Dicas de Manutenção e Operação
Caminhões e Ônibus

Treinamento - Assistência Técnica


ÍNDICE

Introdução 3
Acesso à cabina 4
Cintos de segurança 5
Basculamento da cabina 6
• Basculamento 6
• Retorno 7
Painel de operações 8
• Painel de operações Delivery 8
• Painel de operações Delivery 8.150 8
• Painel de Instrumentos 9
• Luzes de aviso e alarme sonoro 10
Instrumentos de leitura 12
• Velocímetro 12
• Tacômetro (contagiros) 12
• Indicador de temperatura 13
• Indicador de combustível 13
• Interruptor das luzes de emergência 14
• Interruptor de controle da tomada de força (8.150 – opcional) 14
• Tomadas elétricas 12V 14
Proteção do motor 15
• Cuidados com o Módulo de Gerenciamento Eletrônico (ECM) 17
Tacógrafo eletrônico 18
• Descrição do disco de diagrama 19
Volkslog 20
Caixa de mudanças 21
Freio de estacionamento 22
• Delivery 22
• Delivery 8.150 23
Reboque do veículo 24
Manutenção 25
• Nível do óleo 25
• Fluido de direção hidráulica 26
• Fluido dos freios e embreagem (Delivery) 26
• Fluido de embreagem (Delivery 8.150) 26
• Filtro separador de água 27
• Filtro de ar 27
• Sistema de arrefecimento 28
• Sistema de freios a ar (Delivery 8.150) 29
• Nível do lavador do pára-brisa 29
• Caixa de fusíveis 30
• Calibragem de pneus 31

Treinamento 1
Assistência Técnica
Durante a leitura deste fascículo fique atento a este símbolo
que identifica informações importantes.

2
INTRODUÇÃO

Com grande tradição no mercado de veículos automotores, oferecendo sempre produtos


de alta confiabilidade e tecnologia de ponta, a marca Volkswagen, é sinônimo de qualidade.

Esta característica é de extrema importância no momento da aquisição de um novo produto,


assim como também, após a aquisição, o conhecimento desse produto é fundamental
para que se obtenha o máximo de seu rendimento, baixo custo operacional e longa vida
útil.

Para que essas condições sejam passíveis de serem obtidas, preparamos este manual que
tem como finalidade, apresentar aos usuários, dicas quanto à manutenção e operação dos
Caminhões Volkswagen Delivery e Delivery 8.150. Leia atentamente este fascículo e
comprove na prática a melhoria das performances. Sua e do caminhão.

As informações contidas nesta apostila têm seu uso exclusivo para


efeito de treinamento e estão sujeitas a alterações sem prévio aviso.
Consulte sempre a Literatura Técnica atualizada.

Treinamento 3
Assistência Técnica
ACESSO A CABINA

Para facilitar o acesso ao interior da cabina, utilize as alças posicionadas em pontos


ergometricamente estratégicos para a segurança da operação, evitando o risco de
acidentes.

Obs.: Para facilitar o acesso, no lado do motorista (lado esquerdo do veículo), inicie
colocando o pé direito no primeiro degrau. No lado do passageiro (lado direito do veículo),
inicie colocando o pé esquerdo no primeiro degrau.

Na operação de descida da cabina, realize a operação inversa à subida, apoiando-se nas


mesmas alças e descendo “de costas” para o lado externo do veículo.

No lado do motorista, apóie-se na alça da coluna A e inicie a descida com o pé esquerdo


apoiado no primeiro degrau.

No lado do acompanhante inicie com o pé direito .

4
CINTO DE SEGURANÇA

Tanto para o motorista, quanto para o passageiro (lado esquerdo) o cinto de segurança é
do tipo retrátil de três pontos. Para o passageiro do centro o cinto de segurança é do tipo
abdominal de dois pontos.

2
3

Treinamento 5
Assistência Técnica
BASCULAMENTO DA CABINA

• Basculamento
Antes de bascular a cabina, verifique se a área à sua frente está livre e se as portas estão
fechadas. Prenda ou retire os objetos soltos em seu interior.

Alavanca em posição de neutro

Observe se a alavanca de mudanças está em posição de neutro.

6
Com a chave de partida, abra a fechadura da trava da cabina.

Remova a chave da trava e, manualmente, levante a cabina até o braço de sustentação


ficar na posição de totalmente esticado.

• Retorno
Levante manualmente a cabina, puxe a alça do braço de sustentação para trás. Abaixe a
cabina com firmeza, até perceber que a trava esta totalmente acionada.

Treinamento 7
Assistência Técnica
PAINEL DE OPERAÇÕES

Painel de operações Delivery e Delivery 8.150

Descrição do painel
1- Difusores de ar
2- Interruptor de luzes
3- Alavanca de comando da luz de direção e farol alto
4- Painel de instrumentos
5- Ventilação
6- Alavanca de comando do limpador e lavador do pára-brisa
7- Porta-objetos
8- Conjunto de interruptores
9- Porta-copos
10-Acesso ao reservatório do fluido da embreagem/freio (Delivery)
11-Porta-luvas
12-Acesso à caixa de fusíveis
13-Porta-mapas
14-Tacógrafo eletrônico
15-Previsão para instalação de rádio
16-Controles de ventilação interna
17-Cinzeiro com acendedor de cigarros
18-Alavanca do freio de estacionamento (Delivery)
19-Alavanca do freio de estacionamento (Delivery 8.150)
20-Interruptor de partida
21-Acionador da buzina
22-Acesso ao reservatório do fluido de embreagem (Delivery 8.150)

8
Painel de instrumentos

1 8 3 6 5 4
7

Descrição do painel de instrumentos:

1-Tacômetro (contagiros)
2-Luzes de aviso
3-Indicador da temperatura do líquido de arrefecimento
4-Interruptor de luzes de emergência
5-Interruptor da tomada de força (Delivery 8.150, opcional)
6-Indicador do nível de combustível
7-Velocímetro
8-Hodômetro parcial, total e relógio

Treinamento 9
Assistência Técnica
Luzes de aviso e alarme sonoro

Símbolo Indicação Observação

Indica a ativação do sistema de proteção


do motor. Ocorre quando existe uma falha
Parada obrigatória g r a v e . Pa r e o v e í c u l o e m l u g a r s e g u r o .
Após 30 segundos o motor inicia o
processo de despotencialização.

Indic a a e xistê nc ia de uma fa lha le ve no


motor . N ã o há ne c e ssi da de de pa r a r o
Lâmpada de aviso
veículo. Assim que possível, procure uma
Concessionária para verificação.

Indica que o filtro separador de água deve


Presença de água no combustível
ser drenado.

Baixa pressão de ar no freio de Acende-se caso a pressão caia abaixo de


serviço (Delivery 8.150) 4,5 bar.

Baixo nível de fluído de freio Indic a que o níve l do fluido de fr e io e stá


D e live r y baixo. Deve-se completar.

In d i c a b a i x a p r e s s ã o d o ó l e o d o m o t o r ,
Baixa pressão do óleo do motor
deve-se parar o veículo.

Indica que o motor está superaquecido, deve-


Superaquecimento do motor
se parar o veículo.

Indica que o freio de estacionamento está


Freio de estacionamento acionado
aplicado.

Controle de tomada de força ativada Indica que o sistema de tomada de força foi
(Delivery 8.150-opcional) acionado.

10
Luzes de aviso e alarme sonoro

Símbolo Indicaç ão Observaç ão

Baix o nív el do líquido de


Indica que o nível de água do reservatório de
expansão está baixo, deve-se completar o
ar r ef ec i m ent o
nível.

Far ol alt o ac ionado

L u z d e d i r e ç ã o e sq u e r d a

Filt r o de ar obst r uído Indic a que o f ilt r o de ar dev e ser subst it uído.

Indic a que o sist em a de t r av a da c abina não


Cabina dest r av ada
est á dev idam ent e aplic ado.

Indic a que a bat er ia est á c om o sist em a de


Falt a de c ar ga na bat er ia
c ar ga def i c i ent e.

Luz de di r eç ão di r ei t a

Treinamento 11
Assistência Técnica
INSTRUMENTOS DE LEITURA

Velocímetro

Tem como função informar a velocidade instantânea do veículo em km/h. Na parte inferior
do display, um marcador digital informa a quilometragem total percorrida ou a parcial ou a
função relógio. Para alternar as funções, basta apertar o botão (A). Para zerar a
quilometragem parcial, mantenha o botão pressionado por dois segundos.

O ajuste da hora será possível através do tacógrafo eletrônico.


Para realizar esta operação, consulte o Manual de Instruções do
Tacógrafo.

Tacômetro (contagiros)
Informa o número de rotações por minuto do motor. Possui faixas coloridas para facilitar e
possibilitar ao motorista uma condução do veículo com maior desempenho e menor
consumo de combustível.

A faixa verde (A) indica que o veículo está numa rotação ideal de trabalho. Procure manter
a rotação nesta faixa o maior tempo possível.

Para fazer a troca de marchas, acelere o veículo até atingir o início da faixa listrada em
vermelho (B), evitando que, ao fazer a troca, a rotação do motor caia abaixo da faixa
verde.

A faixa vermelha (C) indica que o motor está em rotação muito alta, e deve ser evitada,
para não elevar o consumo de combustível ou expor o motor a riscos.

12
Indicador de temperatura

Informa a temperatura no sistema de arrefecimento do motor. Caso o ponteiro do indicador


atinja a faixa vermelha a luz de advertência acenderá e o alarme sonoro será acionado. Não
sendo tomada nenhuma providência o sistema de proteção despotencializará o motor.

Indicador de combustível
Informa a quantidade de combustível existente no reservatório.

Evite o esgotamento total do combustível no reservatório, pois o


sistema de alimentação poderá absorver impurezas, prejudicando o
bom funcionamento do motor.

Treinamento 13
Assistência Técnica
Interruptor das luzes de emergência

Utilizado quando o motorista necessita parar o veículo em vias públicas por acidente ou
manutenção, alertando a outros motoristas sobre a condição de cuidado ao transitar pelo
local.

Interruptores de controle da tomada de força


(Delivery 8.150-opcional)

Acionando o interruptor, a ECM assumirá uma rotação pré-programada, indicada no painel


através de uma luz de aviso.

Tomadas elétricas 12V


Existem duas tomadas do tipo acendedor de cigarros, localizadas atrás do banco do
motorista.

Podem ser utilizadas para alimentar equipamentos com tensão de 12V.

14
PROTEÇÃO DO MOTOR

O Sistema de Gerenciamento Eletrônico, além de atender as normas vigentes de emissões


de poluentes, disponibilizar maior desempenho e reduzir o consumo de combustível, possui
um programa de proteção do motor, que atua conforme descrito abaixo:

Advertência : indica que o motor está apresentando uma falha leve. Não há necessidade de
parar o veículo, assim que possível, procure uma Concessionária Volkswagen para realizar
o reparo.

Luz amarela

Parada obrigatória: indica que o motor está apresentando uma falha grave, procure um
local seguro, pare o veículo e desligue o motor.

Luz vermelha

A falha grave pode ser:

• Pressão de óleo baixa


• Nível do líquido de arrefecimento baixo
• Temperatura do motor elevada
• Temperatura do óleo elevada
• Temperatura do coletor de admissão alta

No momento que a luz de falha grave acende , o sistema de proteção do motor é ativado.

Caso o motor não seja desligado, a luz de parada obrigatória permanecer[a acesa
continuamente por 30 segundos. Após 30 segundos acesa, a luz de parada obrigatória
começará a piscar e o motor perderá potência, numa estratégia da ECM para protegê-lo.

Mesmo com a redução da potência do motor, o motorista tem condições de estacionar o


veículo com segurança.

Caso a luz de falha grave e a luz de falha leve acendam simultaneamente, significa
que a ECM detectou e gravou uma falha em seu sistema.

Treinamento 15
Assistência Técnica
Esta falha pode ser identificada pelo usuário através do “código de piscada” usando o
seguinte argumento:

Código de falhas:

Para cada tipo de falha no motor, existe um código, informado pela ECM através do
número de piscadas no painel.

• Pare o veículo e desligue o motor

• Gire a chave de partida para a posição “ligada”

• Próximo a Central Elétrica, localize o “jump” de acesso ao código de falhas.

• Conecte e desconecte o “jump”

• A luz de falha grave começará a piscar.

Exemplo, Código 21:

A luz de falha grave pisca 2 vezes, há uma pausa e na seqüência, pisca 1 vez.

Quando solicitar auxílio por telefone, informe o código de falhas


encontrado à Concessionária. Isso poderá agilizar o reparo do veículo.

16
Cuidados com o Módulo de Gerênciamento Eletrônico - ECM

• Ao lavar a parte inferior da cabina, evite que a água atinja diretamente a ECM ou os
sensores que estão localizados no motor.

• Se for necessário algum reparo com solda elétrica no veículo ou carroceria, desconecte
os cabos da bateria e da ECM, evitando danos nos circuitos elétricos.

• Evite manipular os conectores e terminais sem necessidade.

• Evite mudar a capacidade (amperagem) dos fusíveis ao trocá-los, bem como cortar ou
emendar qualquer fiação elétrica.

• Não inverta os pólos da bateria.

• Não tente fazer o motor pegar no “tranco”.

• Não utilize auxiliares de partida (chupeta) no motor.

• Não desconecte a bateria com o motor ligado.

• Quando desconectar ou conectar a ECM, certifique-se que a chave de partida esteja na


posição “desligada”.

Treinamento 17
Assistência Técnica
TACÓGRAFO ELETRÔNICO

Os veículos Volkswagen vêm equipados com Tacógrafo Eletrônico que tem a função de
registrar, em um disco de diagrama, as informações operacionais do veículo como:
velocidade, quilometragem percorrida, tempo de trabalho, etc.

18
Descrição do disco de diagrama

1 - Escala horária
2 - Marcador de abertura: toda abertura da gaveta é registrada no disco de diagrama
3 - Indicação de velocidade em km/h
4 - Registro do tempo de trabalho
5 - Registro de informações no campo central do disco de diagrama, como:

• nome do motorista
• número da placa do veículo
• data do início da operação
• quilometragem inicial e final

6 - Encaixe do pacote de diagrama, inserção no suporte do relógio


7 - Distância percorrida: linha grafada em diagonal e compreendida entre a primeira e
quarta linha tracejada, correspondente a 5 km de distância percorrida
8 - Linha que identifica as horas de trabalho

Para maiores detalhes e informações, consulte o Manual de Operações


do Tacógrafo Eletrônico, que acompanha o veículo.

Treinamento 19
Assistência Técnica
VOLKSLOG

Trata-se de um computador de bordo, onde o motorista pode monitorar instantaneamente


todos os sistemas do seu veículo, podendo acessá-los simultaneamente.

Este equipamento é opcional.


Maiores informações, consulte o Manual de Operações Volkslog

20
CAIXA DE MUDANÇAS

Estes veículos possuem caixa de mudanças de cinco velocidades à frente e uma para trás,
sincronizadas, garantindo um acoplamento suave e preciso nas trocas de marchas.

R 2 4

Delivery

1 3 5

1 3 5

Delivery 8.150

2 4 R

Treinamento 21
Assistência Técnica
FREIO DE ESTACIONAMENTO

Delivery

Freio de ação mecânica, acionado por alavanca e cabos, com atuação nas rodas traseiras.

• Para aplicar o freio de estacionamento, movimente a alavanca para cima.

• Para liberar o freio de estacionamento, pressione o botão da alavanca e


movimente-a para baixo.

22
Delivery 8.150

Freio do tipo câmara de mola acumuladora, que atua nas rodas traseiras, garantindo eficiência
e segurança quando o veículo está estacionado ou em situações de emergência.

• Para liberar o freio de estacionamento, puxe a alavanca e movimente-a para cima.

• Para aplicar o freio de estacionamento, movimente a alavanca para baixo.

Liberação manual do freio de estacionamento


• retire o parafuso de recolhimento da mola, localizado no corpo da câmara
• remova a tampa protetora
• introduza o parafuso de liberação da câmara
• introduza a bucha guia e a porca
• gire a porca para recolher a mola, até liberar o freio
• repita a operação na outra roda
• gire a porca para recolher a mola, até liberar o freio
• repita a operação na outra roda

Lembre-se: - Para rebocar o veículo deve-se utilizar um “cambão”,


para evitar risco de acidente.

Treinamento 23
Assistência Técnica
REBOQUE DO VEÍCULO

Caso necessite rebocar o veículo, siga as instruções:

• Pegue o pino rebocador que se encontra atrás do banco do passageiro.

• Abaixe manualmente a placa do veículo e introduza o pino rebocador no orifício do


pára-choque.

• Levante as duas rodas traseiras e desconecte a árvore de transmissão, evitando


danificar a caixa de mudanças por falta de lubrificação.

• Se, possível, mantenha o motor em funcionamento, para garantir o sistema de ar


abastecido, caso contrário, desaplique mecanicamente o freio de estacionamento,
conforme instruções contidas neste manual.

• Os motoristas dos veículos rebocador e rebocado, devem ter


experiência nesse tipo de situação.

• Nunca utilize cordas ou cabos flexíveis para rebocar o veículo.

24
MANUTENÇÃO

O que deve ser inspecionado antes da operação do veículo:


Nível do óleo lubrificante
O nível do óleo deve estar entre as marcas de máximo e mínimo.

X
AX
MA
M

N
MIIN
M

• Coloração marrom = pequena infiltração de água


• Coloração leitosa = grande infiltração de água

Podemos também, identificar algum problema no motor através da viscosidade do óleo:


• Consistência fina = infiltração de combustível no cárter
• Consistência grossa = infiltração de gases queimados no cárter
Se o óleo estiver apresentando partículas sólidas, examine:
• Partículas metálicas = desgaste dos componentes móveis internos do motor
• Partículas arenosas = filtro de ar inoperante.

Treinamento 25
Assistência Técnica
Fluido da direção hidráulica

O nível do fluido da direção hidráulica deve ser verificado sempre com o motor em
funcionamento.

O nível deve estar entre as marcas, máximo e mínimo. Se necessário complete com o
mesmo tipo e marca do fluido existente no reservatório.

Fluido dos freios e embreagem (Delivery)


É um único reservatório e está localizado dentro do porta-luvas, onde deve-se observar se
o nível está compreendido entre as marcas máximo e mínimo.

Fluido da embreagem (Delivery 8.150)


O reservatório está localizado no painel frontal sob o porta-copos, onde deve-se observar
se o nível está compreendido entre as marcas máximo e mínimo.

26
Filtro separador de água

Quando a luz do painel acender ou quando se verificar presença de água no filtro


separador, o mesmo deverá ser drenado.

A drenagem do filtro separador de água deve ser


feita com o motor desligado.

Filtro de ar

Tem a função de purificar o ar admitido pelo motor, influenciando em seu desempenho e


sua vida útil.

Deve ser substituído, sempre que a luz no painel acender.

Nunca limpe o filtro de ar. Deve ser sempre substituído.

Treinamento 27
Assistência Técnica
Sistema de arrefecimento

O nível do líquido de arrefecimento deve estar entre as marcas máximo e mínimo.

A verificação deve ser feita sempre com o motor frio.

Sempre que a luz do painel acender, o nível deverá ser completado com água limpa.

O abastecimento deverá ser realizado pela tampa lateral.

Ao abrir o sistema de arrefecimento:


• Nunca remova a tampa do reservatório com o motor quente.
• Aguarde a temperatura baixar.
• Cubra a tampa com um pano grosso para proteger-se do vapor.
• Utilize aditivo conforme recomendação do Manual do Proprietário.

28
Sistema de freios a ar (Delivery 8.150)

Drene os reservatórios de ar comprimido diariamente, evitando acúmulo de água e óleo do


circuito, o que pode ser prejudicial ao sistema.

Para drenar, basta puxar o cabo existente abaixo do reservatório, eliminando a água
condensada.

Nível do lavador do pára-brisa

Localizado na parte externa da cabina, atrás do motorista, o nível deverá estar entre as
marcas de máximo e mínimo.

Verifique também o direcionamento do jato, procurando ajustá-lo na


posiçao correta.

Treinamento 29
Assistência Técnica
Caixa de fusíveis

A caixa de fusíveis está localizada sob o porta-luvas, ao lado da tomada de diagnóstico do


Sistema de Gerenciamento Eletrônico.

Quando for substituir um fusível, faça-o sempre por outro da


mesma capacidade.

30
Calibragem dos pneus

A pressão dos pneus deve ser verificada diariamente, com um calibrador de precisão
com os pneus frios.

Pneus com baixa pressão


Pneus com baixa pressão, tornam difícil a dirigibilidade do veículo, aumentam a resistência
à rolagem do pneu, passando a exigir mais impulsão e, consequentemente, gerando
maior consumo de combustível. O aumento da temperatura interna causa também um
desgaste prematuro dos pneus.

Pneus com excesso de pressão


Com excesso de pressão, a área de contato da banda de rodagem com o solo é diminuida,
concentrando todo o peso do veículo no centro da banda de rodagem, provocando desgaste
prematuro nessa região dos pneus.

Se, durante um percurso, for notado um aumento da pressão dos


pneus (os quais tenham sido previamente calibrados com pressão
correta), não os esvazie. O aumento de pressão é causado pelo calor
gerado no atrito dos pneus com o solo.

Treinamento 31
Assistência Técnica
ANOTAÇÕES
“A reprodução ou transcrição total ou parcial deste
material é proibida, salvo expressa autorização por
escrito da Volkswagen do Brasil Ltda.

As informações contidas nesta apostila são exclusivamente para efeito de


treinamento do pessoal da rede, estando sujeitas a alterações sem prévio aviso.
Novembro / 2004

Volkswagen do Brasil Ltda.


Indústria de Veículos Automotores
Treinamento de Pessoal da Rede
Via Anchieta, km 23,5
São Bernardo do Campo - SP
CEP 09823-901 CPI 1177