Você está na página 1de 4

RECURSOS EXPRESSIVOS

Os recursos expressivos são usados frequentemente nos textos


literários para tornar a linguagem mais sugestiva e mais expressiva, embora
também possa surgir noutros tipos de textos e na linguagem do dia a dia.

Onomatopeia
Uso de palavras que representam sons.
▪ Triimm Triimm!
Enumeração
Sucessão de vários elementos.
▪ Vi um passáro, um elefante, um rinoceronte, um crocodilo e muitos mais
animais!
Personificação
Atribuição de características humanas a animais ou objetos.
▪ A nuvem chorou.
Comparação
Relação de semelhança com recurso a uma conjunção comparativa (como,
assim, tal como, …).
▪ Os olhos azuis como o mar.
Anáfora
Repetição da mesma palavra ou expressão no início de vários versos, de
várias frases ou de vários elementos da mesma frase.
• Hoje é dia de Natal. Hoje é dia de festa. Hoje é dia de juntar a família.
Hoje é dia de comer, brincar e orar.
Perífrase
Apresentação por várias palavras uma ideia que poderia ter sido referida por
uma única palavra.
• Vinha rompendo a manhã = Amanhecia.
Metáfora
Relação de semelhança sem recurso a uma expressão comparativa (como,
assim, tal como, …).
• Tenho tantos problemas para resolver…carrego o mundo nos meus
ombros.
Hipérbole
Exagero da realidade.
▪ Ele é alto como a Torre Eiffel.
Aliteração
Repetição da mesma consoante em palavras próximas.
▪ O rato roeu a rolha da garrafa do rei da Rússia.
Pleonasmo
Uso intencional de palavras ou expressões que repetitivas.
▪ Subir para cima da colina.

Exercícios:

1- Identifica os recursos expressivos presentes nos seguintes excertos.

a. “Tratava-se, apenas, de brincar com a leveza, a cor, a música


das palavras.” (Luísa Dacosta)
b. “É urgente o amor / É urgente um barco no mar.” (Eugénio de
Andrade)
c. “Lembrava uma aranha.” (Manuel da Fonseca)

d. “A Mãe bebia as palavras do filho” (Miguel Torga)

e. “só parou quando a espuma das ondas lhe veio beijar os pés,
muito maneirinha.” (José Cardoso Pires)
f. “Pobres de nós! – gemiam os grandes jacarés.” (José Mauro
Vasconcelos)
g. “O céu era como um lençol negro com pontinhos bordados e
um buraco no meio” (Álvaro Magalhães)
h. “Basta a fé no que temos. / Basta a esperança naquilo / que
talvez não teremos.” (Sebastião da Gama)
i. “O rei […] deu um banquete em sua honra, com todos os
condes, os marqueses, os barões e os grandes do reino.” (Italo
Calvino)
2- Indica os recursos expressivos presentes nas seguintes frases, retiradas
da obra “A noite de natal” de Sophia de Mello Breyner Andresen.
Atenção! Algumas frases podem ter mais que um.

1- “No jardim havia tílias, bétulas, um cedro muito antigo, uma cerejeira e dois plátanos”.
_____________________________________________________________________________
2- “… fazia muitas casas pequenas encostadas ao grande tronco escuro.” __________________
3- “… os seus olhos brilhavam como duas estrelas.” ___________________________________
4- “O coração de Joana deu um pulo na garganta.” ____________________________________
5- “Parece um amigo.” __________________________________________________________
6- “Ficaram os dois um momento calados.” __________________________________________
7- “Mostrou-lhe o pomar, as laranjeiras e a horta.” ___________________________________
8- “As flores voltavam as suas corolas quando ele passava.” ____________________________
9- “Passaram muitos dias, passaram muitas semanas até que chegou o Natal.” _____________
10- “Era como o interior de uma caverna cheia de maravilhas, e segredos.” ________________
11- “Estavam lá fechadas muitas coisas, coisas que não eram precisas para a vida de todos os
dias, coisas brilhantes e um pouco encantadas: loiças, frascos, caixas, cristais e pássaros de
vidro.” _______________________________________________________________________
12- “Saíam claros, transparentes e brilhantes tilintando no tabuleiro.” ____________________
13- “E para Joana aquele barulho de cristal a tilintar era a música das festas.” ______________
14- “Estava muito frio, mas o próprio frio brilhava.” ___________________________________
15- “Os ramos nus desenhavam-se no ar como rendas pretas.” __________________________
16- “Olhava a imensa felicidade da noite no alto céu escuro e luminoso, sem nenhuma sombra.”
_____________________________________________________________________
17- “A Gertrudes levantou a cabeça e parecia tão assada como os perus.” _________________
18- “Primeiro veio a canja, depois o bacalhau assado, depois os perus, depois os pudins de ovos,
depois as rabanadas, depois os ananases.” _____________________________________