Você está na página 1de 2

Curso Técnico de RH Gestão Estratégica por Resultados Professora Liliam

O QUE É GESTÃO POR RESULTADOS E COMO DESENVOLVÊ-LA?


By Jorge Secaf30 de maio de 2016No Comments

A necessidade de controlar processos, gerir custos e otimizar a produtividade vêm exigindo de


gestores ações que possam levar a empresa a apresentar melhores resultados. O fato é que, a cada dia,
o desempenho organizacional — como um todo — tem sido priorizado, de forma que todos os
profissionais envolvidos nos processos da empresa se comprometam ao máximo com o desempenho
das metas estabelecidas.
A Gestão por Resultados é um modelo de administração que traz às empresas um novo conceito de
gerenciamento. Diferentemente da gestão tradicional, em que o alcance dos resultados está focado
nos processos, na gestão por resultados, o processo de decisão passa a ser amparado nas metas e
objetivosa serem alcançados e nos valores da empresa.
Para empreendedores, isso significa uma otimização máxima do desempenho dos processos, pessoas
e qualidade, ou seja, todos os setores da empresa passam a desempenhar as atividades integradas e
almejam alcançar o resultado esperado de maneira conjunta.
Mas o que seria a Gestão por Resultados? Quais são os benefícios? Quais cuidados devem ser
levados em consideração para que sua aplicação dê certo? Conforme esse post, iremos tirar algumas
dúvidas que rondam as empresas em relação à Gestão por Resultados e como aplicá-la ao dia a dia.
Acompanhe!

O QUE É A GESTÃO POR RESULTADOS

A Gestão por Resultados (do inglês, Management by objectives ou Management by Results) é um


modelo de Administração focado em ações que possam levar ao alcance das metas e objetivos
baseado no comprometimento máximo dos profissionais, o que, infelizmente, nem sempre é comum
no ambiente empresarial.
O modelo de Gestão por Resultados passa a ver no colaborador o elo entre a máxima eficiência e o
alcance dos melhores resultados, avaliando o funcionário de acordo com a sua disposição e
comprometimento em realizar o maior número de tarefas possível dentro do menor tempo.

QUAIS OS BENEFÍCIOS DA GESTÃO POR RESULTADOS PARA AS EMPRESAS

A Gestão por Resultados não é apenas um “modismo”, mas uma realidade que passa a ser
implementada dentro das empresas para transformar a forma como gestores e profissionais veem os
resultados serem alcançados. De maneira geral, o colaborador passa a ser visto como parte da
empresa e não um mero executador de tarefas.
Entre os benefícios estão:
 Maior motivação dos colaboradores — uma vez que se sentem integrados no planejamento e
cumprimento das metas estabelecidas;
 Melhoria na comunicação interna;
 Maior comprometimento e, consequentemente, uma maior produtividade;
 Os líderes passam a ser mais participativos;
 O foco passa a ser nos resultados obtidos e não nos processos e procedimentos;
Todos os setores executam as atividades de forma integrada e caminham juntos para alcançar os
mesmos resultados, cada profissional contribuindo com as suas devidas atribuições.

QUAIS CUIDADOS DEVEM SER TOMADOS

Assim como qualquer outro tipo de modelo gerencial, a Gestão por Resultados deve ser gerenciada,
monitorada e avaliada sistematicamente e em tempo real. A grande premissa desse modelo de gestão
é a possibilidade dada a lideranças e liderados de participarem em conjunto do planejamento
estratégico.
Curso Técnico de RH Gestão Estratégica por Resultados Professora Liliam

Quando a cobrança por resultados é feita de forma agressiva, o colaborador instintivamente


passa a se sentir desmotivado e desvalorizado, o que gera, em médio e longo prazo, a redução
do seu desempenho. Na gestão por Resultados, os próprios funcionários participam do
estabelecimento das ações e metas a serem atingidas, de forma que haja um maior comprometimento
e responsabilidade em alcançá-las.
Via de regra, a Gestão por Resultados não visa um controle rígido em relação à execução dos
processos, uma vez que o foco deste modelo está nos resultados. Porém é muito importante que não
se deixe de lado a metodologia dos processos, definidos pela empresa, e suas devidas atividades.
Fique atento aos seguintes pontos:
 Os gestores devem acompanhar as metas e objetivos estabelecidos e conhecer o planejamento
estratégico da empresa;
 Estabelecer um planejamento em conjunto com liderança e liderados, de forma que todos se
comprometam sobre os objetivos e os resultados esperados;
 Estabeleça prazos para o cumprimento das tarefas;
 Esteja sempre monitorando os processos e atento aos feedbacks;
 Avalie o desempenho de cada colaborador.

Site: https://www.setting.com.br/blog/gestao-empresarial/o-que-e-gestao-por-resultados-e-como-desenvolve-la/. Acessado em 29/03/2019.

Analise o artigo acima e faça uma ANALISE CRITICA, seguindo as orientações abaixo:

COMO FAZER UMA ANÁLISE CRÍTICA DE UM ARTIGO:

1) Primeiramente, é importante ler o artigo com bastante atenção para ter uma ideia geral sobre o
conteúdo e propósito do autor. Nesse primeiro momento, foque apenas na leitura do texto, de forma a
compreender bem as intenções do autor, o que poderá auxiliar no momento de construir o seu
argumento.

Você deverá identificar a tese do autor, determinando o que ele está apoiando ou contrariando.
Observe também em qual contexto o argumento está inserido e se o autor oferece uma solução para
problemas que possam surgir na tese.

2) Na segunda leitura do artigo, você já poderá anotar as suas ideias sobre o texto. Lembre-se
de destacar as passagens mais interessantes, as contradições e todas as informações que possam
levantar discussões. Em um artigo acadêmico, geralmente as ideias principais poderão ser
encontradas entre os tópicos frasais de cada parágrafo ou período.

3) Busque responder a perguntas específicas sobre o artigo. Qual é a ideia do autor e o seu propósito
com o texto? Quais são as teorias ou perguntas que o autor propõe? Você também deve observar os
detalhes ou pontos que apoiam o argumento do autor. Todas essas informações serão muito
importantes no momento de escrever a sua análise crítica e articular as suas próprias palavras.

4) Ao redigir o seu texto, equilibre os pontos negativos e positivos. Se a sua análise crítica incluir
mais elementos positivos, comece com algo negativo antes de defender positivamente o trabalho.
Caso a sua crítica inclua mais pontos negativos, primeiramente identifique os elementos positivos. Se
você tiver observações positivas e negativas sobre um mesmo trecho, escreva um parágrafo que
reflita isso.

5) A parte da organização da análise é muito importante. Você deve apresentar a obra que será
analisada, incluindo informações bibliográficas e mais profundas. Posteriormente, inclua a sua
própria tese, resuma o trabalho, divida a sua crítica e conclua com seu julgamento final.

Boa atividade!