Você está na página 1de 12

Colégio Cristão de Montes Claros

Amamos ensinar e
aprender.
Professoras: Fabiana Rodrigues, Cássia Barbosa e Geórgia Cristina.
Ano de escolaridade: 5º ano Turma: I, II, III Data: 1º/04 à 05/04/2019
Disciplina (s): PORTUGUÊS, MATEMÁTICA, HISTÓRIA, CIÊNCIAS, GEOGRAFIA, ARTES, LITERATURA/PRODUÇÃO
DE TEXTO.

Competências/Habilidades
 Reconhecer o uso das preposições nas frases;
 Compreender o uso correto das palavras SENÃO / SE NÃO;
 Promover a reflexão sobre o uso das terminações das palavras no plural;
 Orientar a observação dos sentidos senão e se não;
 Reconhecer os tipos de ângulos;
 Analisar o grau que representa cada ângulo estudado;
 Identificar as operações e a forma de solução das expressões numéricas;
 Analisar as causas e consequências gerada a partir do conflito na Guerra do
Paraguai;
 Refletir sobre as causas das desigualdades entre as regiões brasileiras;
 Discutir sobre as mudanças físicas e emocionais na puberdade;

Objetivos

 Promover a leitura e interpretação, bem como o uso das preposições nas frases;
 Conduzir atividades que contemplam os usos dos termos senão e se não;
 Orientar a formação das palavras de acordo com as terminações usando o plural;
 Ensinar que grau é a unidade de medida de ângulo e a classificação dos ângulos;
 Introduzir o conceito de expressões numéricas simples;
 Apresentar as principais questões conflituosas sobre a Guerra do Paraguai;
 Compreender que existem diferenças sociais e econômicas entre as regiões
brasileiras;
 Reconhecer as características apresentadas na puberdade.

Metodologia
 Debates, leituras silenciosa e em grupos.
 Discussões de idéias.
 Aulas expositivas e dialogadas
 Atividades orais e escritas.
 Produção textual.

Recursos: Atividades xerocopiadas, quadro, livro didático, pincel, etc


Data Conteúdos/Conceitos Atividades
01/04 Ciências: atividades (continuação) Continuação das atividades e correção.
01/04 Português: correção / Senão e Se Livro páginas 56 e 57
não
01/04 Matemática: correção / ângulos Correção / Conceito (copiar no quadro)
01/04 Tarefa: Poema transitório Matriz
.

02/04 História: correção / Livro “Guerra Correção / Livro páginas 176 e 177
entre vizinhos”
02/04 Matemática: atividades sobre ângulos Livro página s 123 a 126
02/04 Português: Atividades Atividades de interpretação / senão e se
não
02/04 Ciências: atividades do livro Livro páginas 270 a 273
02/04 Tarefa: Observe o uso das Matriz
preposições
03/04 Geografia: livro e atividades Livro didático páginas: 224 a 227 /
atividades sobre as páginas estudadas.
03/04 Português: correção Corrigir as atividades anteriores
03/04 Matemática: Atividades Livro didático páginas 125 a 128
03/04 História: “Afrodescendentes na Livro páginas 178 e 179
Guerra do Paraguai”
03/04 Tarefa: As coisas que a gente fala Matriz
04/04 Produção de Texto: Leitura Leitura das fábulas
04/04 Matemática: Expressões numéricas Introduzir o conceito de expressões
simples com as quatro operações. numéricas e atividades (matriz)
04/04 Português: Plural das palavras Conceito e atividades sobre plural das
palavras (matriz)
04/04 Tarefa: Copiada
05/04 Geografia: Correção Corrigir as atividades anteriores
05/04 Literatura: Iniciar o projeto literário Explicar a ficha literária
05/04 Português: correção Correção das atividades anteriores
05/04 Artes:
04/05 Cultinho
Colégio Cristão de Montes Claros
Amamos ensinar e
aprender.
Aluno: _________________________________________________________________________
Disciplina: Tarefa Turma: 5º ano Data _____/_____/2019
Leia o poema e responda.
Poema Transitório
Eu que nasci na Era da Fumaça: - trenzinho vagaroso com vagarosas
Paradas em cada estaçãozinha pobre para comprar
pastéis
pés-de-moleque
sonhos
_ principalmente sonhos!
Porque as moças da cidade vinham olhar o trem passar;
elas suspirando maravilhosas viagens
“Aquele que
e a gente com um desejo súbito de ali ficar morando sempre ... Nisto,
o apito da locomotiva habita no
e o trem se afastando esconderijo
e o trem arquejando do Altíssimo,
é preciso partir, é preciso chegar à sombra do
é preciso partir é preciso chegar... Ah, como esta vida é urgente Onipotente
...no entanto eu gostava era mesmo de partir... descansará”.
e – até hoje – quando acaso embarco para alguma parte Salmos 91:1
acomodo-me no meu lugar fecho os olhos e sonho:
viajar, viajar mas para parte nenhuma...
viajar indefinidamente... como uma nave espacial perdida entre as estrelas.
Mario Quintana. Baú de espantos. Rio de Janeiro, Editora Globo, 1987.
1. Procure no dicionário o significado das palavras sublinhadas no poema.
2. Reescreva as frases onde se encontra as palavras sublinhadas trocando-as pelo
significado mais apropriado no texto.
3. A palavra sonhos aparece duas vezes no poema. Escreva o seu significado em cada
uma das situações apresentadas no texto.
a) “Para comprar pasteis, pés-de-moleque, sonhos”
b) “_ principalmente sonhos!”
4. Leia o verso e escreva o significado da expressão. “Eu que nasci na Era da Fumaça...”
5. Como aconteciam as coisas naquela época: eram velozes ou vagarosas?
6. Além das coisas gostosas de comer, o que mais se podia comprar naquela
estaçãozinha?
7. Cássio possui três contas bancárias. Observe o saldo total de cada conta.
BANCO BAIXO Saldo atual R$ 2.712,00 a) Determine o valor total que
BANCO ALTO Saldo atual R$ 1.503,00 Cássio possui nos três bancos.
BANCO SEU Saldo atual R$ 361,00

b) No próximo dia 10, haverá um débito (depósito) de 908,00 na conta do BANCO ALTO.
Qual será o saldo da conta após esse débito?
c) Cássio emitiu um cheque do BANCO BAIXO que será cobrado o valor de 1.197,00. Qual
será o seu saldo após ser feito o desconto desse valor?
d) Cássio vai precisar pagar uma conta no valor de R$ 800,00 na conta do BANCO SEU.
Quanto ele precisará depositar para completar o valor?
Colégio Cristão de Montes Claros
Amamos ensinar e
aprender.
Aluno: _________________________________________________________________________
Disciplina: Tarefa Turma: 5º ano Data _____/_____/2019
1. Observe o uso das preposições a seguir.
Maria andou até encontrar o menino que havia conhecido na festa.
Maria andou com o menino que havia conhecido na festa.
Maria andou entre o menino que havia conhecido na festa e seu irmão.
Por causa do emprego da preposição, o que muda no significado de cada frase?
2. Neste provérbio, qual é a relação estabelecida pela preposição de?
"Casa de ferreiro, espeto de pau".
3. Preencha as lacunas com as contrações ou combinações indicadas entre parênteses.
a) Obedecia cegamente ______ ordens dos superiores. (a + as)
b) Você assistiu _______ debates ______ candidatos? (a + os / de + os)
c) Tua mãe não vai gostar __________. (de + isso)
d) Costumava oferecer flores __________ sua namorada. (a + a)
e) Você já foi __________ parque? (a + aquele)
f) Entregue este envelope ________ moça. (a + aquela)
g) Há muitas surpresas _______ caminhos da vida. (per + os)
4. Escreva quanto mede cada ângulo abaixo.
a) Ângulo inteiro. b) 1 de ângulo c) 1 de ângulo d) 3 de ângulo
2 4 4
5. Escreva o nome de cada sólido geométrico abaixo.

a) b) c) d) e) f) g) h)

6. Vamos produzir!!!!!
Os quadrinhos abaixo ilustram as partes principais de uma fábula. Leia-os e depois
escreva a história em seu caderno, sem usar quadrinhos. Na introdução (quadro1).
Escreva
sobre o encontro da coruja com a águia. No desenvolvimento (quadro 2 e 3), escreva
sobre as aventuras da águia pela mata e o encontro com os filhotes da coruja. Na
conclusão (quadro 4), descreva o sofrimento da coruja. Lembre-se de colocar a moral da
história e o título.

“Tudo o que fizerem, façam de todo o coração, como para o Senhor, e não para os homens”.
Colossenses 3:23
Colégio Cristão de Montes Claros
Amamos ensinar e
aprender.
Aluno: _________________________________________________________________________
Disciplina: Tarefa Turma: 5º ano Data _____/_____/2019
Leia o texto e responda;
As coisas que a gente fala
As coisas que a gente fala saem da boca da gente e vão voando, voando, correndo
sempre pra frente.
Entrando pelos ouvidos de quem estiver presente.
Quando a pessoa presente é pessoa distraída, não presta muita atenção. Então as
palavras entram e saem pelo outro lado, sem fazer complicação.
Mas, às vezes, as palavras vão entrando nas cabeças, vão dando voltas e mais voltas,
fazendo reviravoltas e vão dando piruetas.
Quando saem pela boca, saem todas enfeitadas. Engraçadas, diferentes, com palavras
penduradas.
Mas depende das pessoas que repetem as palavras. Algumas enfeitam um pouco.
Algumas enfeitam muito. Algumas enfeitam tanto, que as palavras – que engraçado! –
nem parecem as palavras que entraram pelo outro lado!
Por isso, quando falamos, temos de tomar cuidado. Que as coisas que a gente fala vão
voando, vão voando, e ficam por outro lado. E até mesmo modificam o que era nosso
recado.
E depois que elas se espalham, por mais que a gente procure, por mais que a gente
recolha, sempre fica uma palavra, voando como folha, caindo pelos quintais, pousando
pelos telhados, entrando pelas janelas, pendurada nos beirais.
Sejam palavras bonitas ou sejam palavras feias; sejam mentira ou verdade, ou sejam
verdades meias; são sempre muito importantes as coisas que a gente fala.
Aliás, também têm força as coisas que a gente cala.
Às vezes, importam mais que as coisas que a gente faz...
Ruth Rocha
1. Por que devemos tomar cuidado ao falarmos, segundo o texto?
2. A autora comparou a palavra a uma folha. Escreva o trecho do texto que mostra essa
comparação.
3. De acordo com o texto, o que são "as coisas que saem da boca da gente"?
4. O que quer dizer "correndo sempre pra frente"?
5. O que ocorre, segundo o texto, com as pessoas distraídas?
6. Que explicação a autora apresenta para tomarmos cuidado com o que falamos?
7. Numere os fatos de 1 a 6 de acordo como eles aparecem no texto
( ) As coisas que a gente fala saem da boca da gente.
( ) Por isso quando falamos, temos que tomar cuidado. “Deus fez o mundo e
( ) Quando saem da boca, saem todas enfeitadas. tudo o que nele
( ) Entrando pelos ouvidos de quem estiver passando. existe, sendo Ele
( ) Mas, depende das pessoas que repetem palavras. Senhor do céu e da
( ) As vezes, importam mais que as coisas que a gente faz... terra”.
Atos 17:24
8. Escreva uma frase usando uma preposição que indique cada relação abaixo.
a) Matéria b) Posse c) Causa d) Finalidade e) Modo f) Origem g) Instrumento

9. Pense e resolva: O estádio do Mineirão comporta 56.000 pessoas. Num jogo


compareceram 49.769 pessoas. Quantas pessoas faltam para lotação total do estádio?
Colégio Cristão de Montes Claros
Amamos ensinar e
aprender.
Aluno: _________________________________________________________________________
Disciplina: Português Turma: 5º ano Data _____/_____/2018
Leia os textos e reflita
Texto A: Somos todos diferentes
Na sua classe provavelmente há meninos e meninas que são altos e baixos, e alguns
talvez tenham altura mediana. Algumas crianças têm olhos azuis e outras, olhos escuros,
algumas têm cabelo comprido e outras, cabelo curto. Algumas crianças falam bastante,
com voz bem forte, mas outras falam com voz baixa.
Algumas delas gostam de jogar futebol. Por outro lado, alguns de seus colegas
adoram correr pelo parque ou cantar músicas. Além disso, todos vestem roupas
diferentes, não moram no mesmo tipo de casa e não gostam de fazer as mesas coisas.
Claro que é normal ver todos os alunos com o mesmo corte de cabelo, mesma altura
ou mesmos gostos em uma sala de aula.
Não vamos encontrar esse tipo de classe em lugar nenhum. Embora existam escolas
onde as crianças vestem uniforme, a cor do cabelo dos alunos, seus olhos, sua altura, o
seu jeito de andar e até mesmo o seu conhecimento e sua maneira de aprender são bem
diferentes.
[...]
Uma das coisas mais importantes da vida humana e do planeta Terra é a diversidade.
Ela possibilita a existência de diferentes formas de vida e de conhecimento e promove o
progresso das nossas sociedades. Ser diferente é legal. Enquanto alguém sabe como fazer
uma coisa, outra pessoa sabe como fazer igual.
Portanto, todos nós podemos aprender com os outros, e isso é muito útil em um
grupo. Podemos juntar nossos reforços, ajudar uns aos outros ou apenas nos divertir.
Se todos fossem exatamente iguais, a vida seria entediante. Não poderíamos
descobrir coisas novas por meio de nossas relações com os outros.
Porém, às vexes, as diferenças trazem problemas, porque existem pessoas que
pensam que são melhores do que as outras, ou que alguns estilos de vida específicos são
mais importantes que outros. Elas insistem em suas características e pensam que as das
outras pessoas não têm valor.
As diferenças podem nos levar a conflitos e fazer alguns grupos quererem impor
alguns estilos de vida a outros grupos ou países. Algumas vezes elas também podem
fazer com que alguns indivíduos sempre queiram governar e subordinar os outros à sua
vontade. Nesse caso, as diferenças não são mais legais, uma vez que se tornam um
instrumento para oprimir os outros.

Texto B: Todos os seres humanos são iguais


Todas as pessoas que eu conheço querem ser felizes, fazer o que gostam e ficar com
seus amigos, irmãos, avós e pais estão. Mais ainda, quase todo mundo gosta de estar
em contato com pessoas que também são felizes.
Todos os garotos e garotas querem se divertir, comer coisas boas, ter amigos, brincar
com eles e fazer coisas interessantes.
Apesar de nossos gostos, personalidades e talentos serem diferentes, todos os seres
humanos precisam comer, crescer, dormir, aprender e ser amados. Precisamos de uma
casa onde morar e temos de cuidar do nosso corpo.
De modo semelhante, ninguém gosta de sofrer oi ser maltratado.
Com relação a isso, todas as crianças do mundo e, na verdade, todas as pessoas do
mundo são iguais.
[...]

Todos os seres humanos são semelhantes e têm os mesmos direitos, mas as pessoas
não
são tratadas com justiça muito frequentimente e seus direitos não são respeitados.
Vamos falar sobre: respeito e igualdade: Rita Radi Philip

Vocabulário: Procure o significado das palavras sublinhas no texto e escreva em seu


caderno.

Interpretação do texto
1. Compare os textos que você leu. Os títulos desses textos, à primeira leitura parecem
ser contraditórios, ou seja, dão ao leitor a impressão de que defenderão idéias opostas.
a) O que está sendo defendido no texto A e o que defende o texto B?

b) As idéias apresentadas em A e B são contraditórias? Por quê?


2. No texto A, de que maneira a autora trata da questão das diferenças existentes entre
as pessoas?

3. No texto B, de que maneira a autora trata a questão da igualdade entre as pessoas?


4. Com qual finalidade esses textos foram escritos? Explique.

5. No 5º parágrafo do texto A, lemos que “uma das coisas mais importantes da vida
humana e do planeta Terra é a diversidade”. Que justificativa a autora dá para essa
importância?

6. No texto A, foram apresentados vários aspectos nos quais as pessoas podem ser
diferentes. Identifique-os e escreva-os em seu caderno.

7. Segundo o texto A, por que as diferenças, às vezes, tornam-se problemas?


8. Embora os seres humanos sejam semelhantes e tenham os mesmo direitos, a igualdade
de fato existe nas sociedades? Explique com base no texto.

9. Em praticamente todo o texto, é possível perceber a opinião do autor, às vezes com


mais, às vezes com menos clareza. Nos textos lidos, a manifestação da opinião ocorre de
maneira pouco ou bastante evidente? Justifique com trechos dos textos.

10. Para leitores de que faixa etária esse texto foi escrito? Justifique.

11. Complete com SENÃO ou SE NÃO.


a) _______________ estudar, não será aprovada.
b) Estude, ____________ será reprovada.
c) Ande logo, __________você vai se atrasar.
d) Iremos à praia _____________ chover.
e) ___________ forem à praia, avise-me.
f) ____________ sair, fico com você essa tarde.
g) Haverá reunião ______________ atrasar meu vôo

h) Não vieram ____________ os advogados das partes.


i) Os olhos não são ________________ janelas abertas para o mundo.

j) Ande logo, ______________ perderemos a sessão .

Colégio Cristão de Montes Claros


Amamos ensinar e
aprender.
Aluno: _________________________________________________________________________
Disciplina: Português Turma: 5º ano Data _____/_____/2018
Formação do plural das palavras
Regra geral: forma-se o plural do substantivo acrescentando-se um s à palavra. Ex:
irmão – irmãos; herói – heróis; casa – casas; beleza – belezas.
Regras especiais:
Substantivo Forma o plural Exemplos
terminado
em:
r, s, z Acrescentando-se es cantor – cantores / chinês – chineses / juiz –
juízes
al,el, ol, ul Troca-se o l por is jornal – jornais / pastel – pastéis – anzol – anzóis
il Troca-se o il por is funil – funis / réptil – répteis
ou por eis
m Troca-se o m por ns Nuvem – nuvens / garagem – garagens
S Fica invariável pires – pires / lápis – lápis (só vai para o plural o
artigo) Ex: o pires – os pires / o lápis – os lápis
ão Troca-se ão por: fogão – fogões / cão – cães / mão - mãos
ATENÇÃO: quando ões,aplicamos
ães ou ãoso plural dos substantivos numa frase, devemos
fazer a concordância com os termos que o acompanham (verbos, artigos,
adjetivos, etc).
Ex: A viagem foi maravilhosa. As viagens foram maravilhosas.
A menina é bonita. As meninas são bonitas.
Atividades
1. Escreva o plural das palavras.
a) O varal b) O anel c) O carretel d) O fuzil e) O farol f) A
folhagem
g) O hotel h) O português i) O barril j) O doutor k) O sonho l) A mala

2. Pinte os quadrinhos conforme a indicação e escreva as palavras no plural (no cadeno)


Vermelho – quando a terminação do plural for ões;
Verde – quando a terminação do plural for ães;
Azul – quando a terminação do plural for ãos;
balão cristão pão cão cidadão

fogão grão alemão feijão mamão

3. Reescreva as frases e coloque as palavras sublinhadas no plural fazendo as


concordâncias necessárias:
a) A explosão danificou o barril.
b) A mancha era visível.
c) A pajem pegou o álbum e mostrou ao gentil alemão.
d) O espião pegou o dólar e fugiu com a espiã.
e) O órfão espantou o cão, entrou na padaria e comprou o pão.
f) A jovem atriz resolveu a difícil questão.
g) O caminhão transportava o trabalhador rural.
Colégio Cristão de Montes Claros
Amamos ensinar e
aprender.
Aluno: _________________________________________________________________________
Disciplina: Matemática Turma: 5º ano Data _____/_____/2018
Expressões numéricas simples com as quatro operações
Expressões numéricas são sequências de duas ou mais operações que devem ser
realizadas respeitando determinada ordem.
Quando em uma expressão numérica aparecem as quatro operações de adição,
subtração, multiplicação e divisão, resolvemos assim:
1º as multiplicações ou divisões devem ser efetuadas antes das adições e subtrações,
obedecendo à ordem em que elas aparecem.
2ª as adições e subtrações são efetuadas por último, obedecendo à ordem em que
aparecem.
15 – 4 x 2 + 9 : 3 =
Exemplo: 4 + 6 : 3 – 1 x 3 =
15 - 8 + 3 =
4 +2 - 3=
7 + 3=
6 - 3=
3 10

Atividades
1. Resolva as expressões numéricas no caderno observando as regras.
a) 8 + 15 : 5 = b) 35 : 5 + 60 – 6 x 9 = c) 10 : 2 + 9 =

d) 40 – 20 : 5 + 6 – 3 x 8 = e) 20 : 10 + 9 x 8 = f) 36 : 4 + 9 – 3 x
6=

g) 15 : 5 – 1 + 12 x 3 = h) 49 : 7 – 5 + 45 : 9 = i) 16 : 4 + 24 : 6
+2x3–1=

2. Observe os ângulos e complete. Veja o exemplo.


C

A B
CÂB

3. Classifique as ângulos em: agudo, reto, raso ou obtuso.

_______________ __________________ __________________ ___________________

___________________ ___________________ __________________ ____________________

Colégio Cristão de Montes Claros


Amamos ensinar e
aprender.
TRABALHO DE HISTÓRIA Data:
_____/04/2019

As Leis abolicionistas
Pesquise e escreva em seu caderno sobre as Leis abolicionistas:
- Lei Eusébio de Queirós; - Lei do Ventre Livre;
- Lei dos Sexagenários; - Lei Áurea.
A pesquisa deverá ser feita no caderno, com letra legível, parágrafos, títulos
centralizados, fonte de pesquisa, ilustrações e margens.
Ao final da pesquisa escreva sua conclusão: qual a importância dessas leis para os
escravos da época.
Data da entrega: _______/ 04/19

Colégio Cristão de Montes Claros


Amamos ensinar e
aprender.
TRABALHO DE HISTÓRIA Data:
_____/04/2019

As Leis abolicionistas
Pesquise e escreva em seu caderno sobre as Leis abolicionistas:
- Lei Eusébio de Queirós; - Lei do Ventre Livre;
- Lei dos Sexagenários; - Lei Áurea.
A pesquisa deverá ser feita no caderno, com letra legível, parágrafos, títulos
centralizados, fonte de pesquisa, ilustrações e margens.
Ao final da pesquisa escreva sua conclusão: qual a importância dessas leis para os
escravos da época.
Data da entrega: _______/ 04/19

Colégio Cristão de Montes Claros


Amamos ensinar e
aprender.
TRABALHO DE HISTÓRIA Data:
_____/04/2019

As Leis abolicionistas
Pesquise e escreva em seu caderno sobre as Leis abolicionistas:
- Lei Eusébio de Queirós;
- Lei do Ventre Livre;
- Lei dos Sexagenários;
- Lei Áurea.
A pesquisa deverá ser feita no caderno, com letra legível, parágrafos, títulos
centralizados, fonte de pesquisa, ilustrações e margens.
Ao final da pesquisa escreva sua conclusão: qual a importância dessas leis para os
escravos da época.
Data da entrega: _______/ 04/19
Colégio Cristão de Montes Claros
Amamos ensinar e
aprender.
Aluno: _________________________________________________________________________
Disciplina: Turma: 5º ano Data _____/_____/2018
Atividades de quadro
MATEMÁTICA:
Ângulos
Ângulo é a abertura que existe entre duas semirretas que partem de um mesmo
ponto.
B
Lados são as duas semirretas que formam o
Lado Abertura do ângulo ângulo. A origem das duas semirretas recebe
o nome de vértice do ângulo. A abertura é o
O A
afastamento dos lados. Lemos os ângulos
Lado assim:
BÔA, B e A são os lados e O o ângulo, por isso
A unidade de medida dos ângulos é orecebe o acento.
grau (º).
Quanto à abertura dos lados, os ângulos classificam-se em:
Reto: mede 90º graus Agudo: mede menos de 90º

Obtuso: mede mais de 90º Raso: mede 180º

O instrumento usado para medir ângulos chama-se transferidor.


Um ângulo completo mede 360º, 1 do ângulo mede 90º, 1 ou 2 do ângulo mede
180º
4 2 4
3 do ângulo mede 270º
4

GEOGRAFIA:
Leia o capítulo 2 do livro e responda:
1. Explique o que é regionalizar.
2. De acordo com o mapa “América do Sul: Regiões”. Como foi feita a divisão regional?
3. Quais aspectos foram considerados no mapa da página 218?
3. Segundo o mapa da página 219, quais são as línguas faladas na América do Sul?
4. Observando o mapa da página 220, percebemos que no Brasil foi feito uma divisão
regional atualizada. Escreva o nome dos estados que compõem cada região.
a) Região Norte b) Região Nordeste c) Região Sudeste
d) Região Centro-Oeste e) região Sul
5. O Brasil é um país muito grande, por essa razão precisou ser regionalizada. Quais são
as finalidades da criação das regiões?
6. De acordo com o mapa da página 222, qual foi o aspecto utilizado para essa
regionalização? Explique.
7. O que significa IDH? Observe o mapa da página 223 e explique a relação entre o IDH
das regiões brasileiras.

TAREFA COPIADA
1. Resolva as expressões numéricas.
a) 23 + 40 : 5 – 4 x 1 = b) 16 : 4 + 9 x 8 – 7 = c) 3 x 5 + 7 x 9 + 36 :
6=

d) 18 x 8 – 64 : 8 + 17 = e) 12 x 5 + 9 x 9 + 90 : 5 = f) 65 : 5 + 13 x 4 – 14
=
2. Passe as frases para o singular:
a) Os diretores elogiaram os alunos e os professores.
b) As flores destes jardins são belas e muito perfumadas.
c) Os exercícios tem questões muito difíceis.d) Os melhores alunos receberam umas
medalhas.

3. Passe as frases para o plural:


a) O médico cuida do paciente.
b) A menina chegou atrasada.
c) O aluno entregou a atividade.
d) O computador foi conectado.

4. Você aprendeu que fábula é uma história curta, envolvendo poucos acontecimentos. Ela
apresenta uma MORAL, isto é, um ensinamento para a vida.
Escolha uma das frases apresentada abaixo e escreva uma fábula, use bastante
criatividade, depois ilustre.
“É melhor prevenir do que remediar”. / “Devagar se vai ao longe”. / “A pressa é
inimiga da perfeição”. / “As aparências enganam”. / “A união faz a força”

Interesses relacionados