Você está na página 1de 5

TEXTO DE APOIO SOBRE: DISTINÇÕES ENTRE PLANO, PROGRAMAÇÃO,

PROJECTOS, TAREFAS

Já deve ter observado que, no campo da planificação, projecto, tarefas, actividades e


programa, por vezes, usamos como sinônimos termos que, apesar de estarem
directamente articulados uns aos outros, necessariamente não são exactamente a
mesma coisa. É o caso de expressões como plano, projeto.

A distinção entre esses termos não significa afirmar que haveria uma contradição entre
eles. Pelo contrário, todos dizem respeito a aspectos relativos à organização de
determinada ação, no entanto, cada um tem seu significado.

Como já comentamos em outro momento, planificação consiste no processo de


organização de determinada acção, o que implica um conjunto de encaminhamentos,
princípios e pressupostos. A definição do caminho a ser percorrido para se alcançar o
objectivo almejado envolve um conjunto de iniciativas e acções, entre as quais as
elaborações de plano e projeto.

Mas, além da compreensão sobre as relações de aproximação entre plano e projeto, é


importante ressaltar que todo esse processo de organização da acção, expresso em
plano ou projectos, pode-se desenvolver sob diferentes caminhos, a partir de diferentes
olhares. Esses diferentes caminhos e olhares, ao mesmo tempo em que refletem
diferentes maneiras de se compreender o processo de organização do trabalho
educativo, diferentes concepções, traduzem projetos políticos distintos quanto ao lugar
e ao papel da educação e da gestão escolar. Assi, podemos descrever:

1. Plano

O plano consiste na sistematização do processo de organização da ação. No plano


devem estar sistematizadas as ações que se pretende desenvolver, informações e
princípios que balizam e sustentam essas ações. Inclui grandes orientações como:
missão, objectivos gerais, estratégias e políticas institucionais, constituindo em um plano
de longo prazo. Ele se constitui num guia para a ação.

Se planificação consiste no processo de tomada de decisões, o plano é a formalização

Docente da cadeira de GPE: teofilodorosario@gmail.com – 1sem 2019


dos diferentes momentos desse processo. O plano se configura, portanto, num registo
escrito, apresentado sob a forma de um documento.

No campo educacional, assim como em outros sectores da vida social, a sistematização


de um plano e sua abrangência correspondem ao nível e à amplitude da realidade
educativa que está sendo organizada. Nesse sentido, podemos falar em diferentes níveis
de plano, assim como já falamos em diferentes níveis de planificação.

Por exemplo, o processo de planificação que organiza as acções e as diretrizes dos


sistemas e das redes de ensino é sistematizado em documentos que têm como
característica expressar as propostas, as metas, as estratégias e as políticas a serem
implementadas em determinada realidade. É o caso dos planos estaduais e municipais
de educação. Ex: Ampliação de salas de aulas nas escolas primárias.

Por sua vez, quando o processo de planificação se desenvolve no âmbito da organização


de um curso ou de uma aula, dele decorre a sistematização de um plano de curso ou de
um plano de aula, respectivamente.

Enfim, o que indicamos é que diferentes níveis do processo de planificação implicam


distintos níveis de sistematização formal desse processo, em diferentes espaços, como
os sistemas de ensino, as unidades escolares, a sala de aula, entre outros.

2. Programa
É um planeamento um pouco mais específico, que inclui objetivo e metas concretas,
estratégias e políticas de programas abrangência e responsabilidades, Podendo ser um
planejamento para médio prazo ou parte de um plano mais amplo. Para Ender-Egg apud
CORTESÃO & LEITE, (1999:16), um programa faz referencia um conjunto organizado,
coerente e integrado de actividades, serviços ou processos expressos num conjunto de
projectos relacionados ou coordenados entre si.

Como se pode perceber, um programa operacionaliza um plano mediante a realização


de acções orientadas para alcançar as metas e objectivos num determinado período.

Ex: Construção acelerada de salas de aulas de baixo custo.

Docente da cadeira de GPE: teofilodorosario@gmail.com – 1sem 2019


A programação dize respeito ao gerenciamento de seu tempo. De acordo com Carvalho
(2006), os processos considerados pelo PMBok nesse gerenciamento são:

a. Definição das actividades: que são todas tarefas a serem realizadas. São como
as unidades mínimas em que o trabalho pode ser dividido;
b. Sequência das actividades: nesse processo são estabelecidas as relações de
dependência das actividades previamente definidas.
c. Estimativa dos recursos das actividades: serve para definir todos os recursos
utilizados pelas actividades.
d. Estimativa da duração das actividades: refere-se ao tempo de duração de cada
actividade.
e. Desenvolvimento do cronograma: nesse processo são reunidas e analisadas
todas as informações anteriores em conjunto para se realizar a programação de
projecto e seu cronograma.

3. Projecto
É um empreendimento claramente planejado e delimitado pelos seus objectivos, suas
actividades, sua abrangência temporal e financeira, seus beneficiários directos e
indirectos. Constitui o nível mais específico do planejamento. O projecto, apesar de
considerar os mesmos elementos de um programa, possui um nível bem maior de
detalhamento.

É um empreendimento finito, com objectivos claramente definidos em função de um


problema, oportunidade ou interesse de uma pessoa ou organização.

É uma sequência de tarefas com um início e um fim que são limitadas pelo tempo, pelos
recursos e resultados desejados. Um projecto possui um resultado desejável específico;
um prazo para execução; e um orçamento que limita a quantidade de pessoas, insumos
e dinheiro que podem ser usados para completar o projecto. Na organização do trabalho
escolar, o gestor educacional convive permanentemente com a necessidade de se
trabalhar com projectos.

O termo projecto, assim como o termo plano, também possui um caráter de


sistematização da ação futura e, nesse sentido, a definição de projecto traz consigo a

Docente da cadeira de GPE: teofilodorosario@gmail.com – 1sem 2019


idéia de lançar-se adiante, de algo a construir.

Por um lado, a idéia de projecto pode estar vinculada à noção de detalhamento de uma
determinada ação a ser desenvolvida a partir do plano elaborado. Nesse sentido, o
projecto consistiria na sistematização de uma parte ou de uma atividade prevista no
plano a ser implementado.
É o caso, por exemplo, de um plano de curso de um professor de ciências em que está
prevista a realização de uma exposição/mostra de ciências na escola, dentro da
programação da disciplina. Para a viabilização dessa proposta, ele sistematiza as suas
ideias e apresenta através da elaboração de um projecto.
Ex: Construção de 5 salas de aulas.

Nessa dimensão, a idéia de projecto assume um caráter mais operacional: a realização


de uma actividade específica. Por outro lado, o termo projecto tem sido utilizado também
para se referir à proposta pedagógica da escola, como quando falamos em Projecto
Político-Pedagógico da escola. Nele estão explicitados:

a. Diagnóstico – análise da área que será implantado o projecto, com


informações sobre aspectos socioeconômicos e outras informações relevantes;
b. Beneficiários – o público-alvo do projecto;
c. Objetivos gerais e específicos;
d. Justificativa – relevância do projecto em relação aos problemas identificados;
e. Traçamento das atividades;
f. Descrição da metodologia de ação;
g. Identificação de órgãos e instituições financiadoras ou apoiadoras;
h. Elaboração orçamentária dos recursos financeiros, humanos, materiais e
tecnológicos;
i. Administração do projecto;
j. Metodologia de acompanhamento; e
k. Anexos, quando necessário.

De acordo com Corrêa citado por BARREIRA, (2005:64), na gestão de projetos, os


projetos são planejados eexecutados seguindo um processo sistemático. Ele ainda
complementa que um projeto podeser entendido como um conjunto único de atividades

Docente da cadeira de GPE: teofilodorosario@gmail.com – 1sem 2019


inter-relacionadas, estudadas a fim de se produzir um resultado definido (especificação
de qualidade), dentro de um prazo (especificação de tempo) utilizando uma alocação
específica de recursos (especificação de custo).

4. Actividade

Indica a realização de trabalhos específicos, compostos por um conjunto de tarefas. Ou


seja, conjunto de acções necessárias para alcançar as metas e objectivos de um
projecto.

Ex: Fabrico de blocos

Tarefa

É a descrição de um trabalho específico a ser executado, geralmente com pequeno grau


de dificuldade, que requer algum esforço (mental ou físico), tempo e habilidades
específicas.

Ex: Acumulação da areia; preparação da massa;

Trabalho independente

Caro estudante a seguir está patente o seu exercício de aplicação:

Elabore 5 exemplos de planos, programas, projectos, actividades e tarefas ligados a


Educação correlacionados entre si, práticos (que existem), individualmente e diferentes.

Bibliografia
BARREIRA, Aníbal, MOREIRA, Mendes, Pedagogia das Competências, da teoria à
prática, Porto, Edições Asa, 2004

CORTESÃO, Luiza, LEITE, Carlinda, PACHECO, José Augusto, Trabalhar por projectos
em educação: uma inovação interessante?, Porto, Porto Editora, 2007

Docente da cadeira de GPE: teofilodorosario@gmail.com – 1sem 2019