Você está na página 1de 5

PSICOLOGIA

RESENHA CRÍTICA - AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA NO BRASIL:


FUNDAMENTOS, SITUAÇÃO ATUAL E DIREÇÕES PARA O
FUTURO

VITÓRIA – ES
2017
RESENHA CRÍTICA - AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA NO BRASIL:
FUNDAMENTOS, SITUAÇÃO ATUAL E DIREÇÕES PARA O
FUTURO

Trabalho apresentado à disciplina Avaliação


Psicológica I de Graduação em Psicologia,
como requisito para avaliação.
Orientador(a):

VITÓRIA – ES
2017
RESENHA CRÍTICA
Aluno (a):

Disciplina: Avaliação Psicológica I

Professora:

1. Título e Referência:

PRIMI, Ricardo. Avaliação psicológica no Brasil: fundamentos, situação atual e


direções para o futuro. Psic.: Teor. e Pesq., Brasília , v. 26, n. spe, p. 25-35, 2010.

2. Principais aspectos do Texto:

a)Resumo:

Neste artigo, Primi traz o desenvolvimento da avaliação psicológica no Brasil,


apontando questões do passado, atual e as diretrizes para o futuro desta. Ele explica
que a avalição não é uma área técnica apenas de produção de ferramentas
profissionais, é também uma área responsável pela instrumentalização das teorias,
relacionando a teoria com a prática. Ou seja, fazendo que as hipóteses possam ser
testadas e, assim, serem reconhecidas como ciência. Para isso que isso ocorra, o autor
ressalta que são necessários: exposição, observação, medida, análise e a teoria.

Ricardo Primi discorre sobre os testes psicológicos, abordando os estilos nomotético e


o idiográfico. O autor destaca a importância dos instrumentos do profissional psicólogo
serem padronizados e confiáveis. Além de citar as diferenças dos estilos, onde os
nomotéticos (psicométricos) tem a questão de ver o indivíduo de forma
padronizada/normativa e por esse motivo perdem-se muitas riquezas de detalhes. Já os
idiográficos (impressionistas) têm como o foco indivíduo, tendo interpretações mais
abertas do teste, com mais detalhes. Ele salienta que ambos complementam ao outro,
que se os dois forem trabalhados em conjunto, terá uma interpretação muito mais
equivalente.

O autor aponta questões críticas do assunto de avaliação psicológica, e diz a relevância


dessas críticas feitas, fossem objetos de estudo para um melhor preparo com esse
tema. Cita também da dificuldade de estudiosos na área e o desenvolvimento da
mesma, na qual se observa que aumento de pesquisadores e interessados sobre a
teoria, e refere o Brasil como pioneiro na implementação de um sistema de certificação
baseado em critérios internacionais de testes. Por último, enfatiza a tecnologia
computadorizada para realização dos testes e como vem se desenvolvendo. E
evidencia também a valia da formação do profissional e a aceitação de um curso de
especialização na área, pois muitos não têm estudos científicos e metodológicos,
fazendo que ainda seja reduzido o campo para novos instrumentos de pesquisas.

b) Apreciação crítica:

O artigo há muitos assuntos relevantes, no que tange a avaliação psicológica. Um


ponto de interesse que diz respeito ao estudo crítico da área, sabe-se que esse estudo
e pesquisas científicas faz com que haja um crescimento teórico e metodológico para o
desenvolvimento de novos instrumentos a serem utilizados pelos profissionais
psicólogos.

Nos estilos psicométricos e impressionistas, assim como diz no artigo, são necessários
mais estudos voltados às abordagens idiográficas, pois ela visa o indivíduo no seu
contexto, não apenas como um ser padronizado e normativo de uma população, assim
como o monotético. Sabe-se que a melhor forma de ter um resultado efetivo de
interpretação são esses dois serem trabalhos em conjuntos, pelo fato de um
complementar o outro.

Outro ponto a ser destacado é sobre a regulamentação para ter profissionais


especialistas na área, porém o Conselho Federal de Psicologia, de acordo texto não
concordava com esse aspecto, afirmando de esse tema ser já algo que faz parte da
atividade do profissional. Compreende-se que há sim uma relevância dessa
especialização, pois assim, haveriam psicólogos mais preparados e incentivados a
pesquisa critica e de novos instrumentos de trabalho, fazendo com que tivesse um
avanço importante área de avaliação psicológica.

Você também pode gostar