Você está na página 1de 3

Laminador tipo cônico

O Laminador (CTP) é um dos principais processos pelo qual o tubo

passa, ele é o inicio de toda a conformação e transformação dos tubos. O

laminador CTP é composto de dois cilindros tipo cônicos, dois discos de

laminação FIG. 8 que junto dos cilindros são as ferramentas mais importantes

do lamnador, empurrador de blocos, gira tubo, guias de três rolos e

transportador rapido, pontas, bielas, contra mancal, sendo que este laminador

é operado totalmente em automático e nessecita de pre-condições para sua

operação e a qualquer momento, ao perder uma destas condições o laminador

indica que será desligado e exige que ooperador intervenha em manual e

localize o problema para que o laminador volte para operação em automatico.

O CTP comporta três calibres diferentes e tem um ritmo de laminação de 95

peças por hora, lamina hollow bloons (Bloco Perfurado) com espessura de

parede entre 19,2 e 49,5mm e comprimento entre 4,5 e 12,5m. Na mesa de

entrada do laminador perfurador será realizado o controle de temperatura do

bloco, tempo decorrido de sua saída do forno de aquecimento até a chegada

na mesa de entrada. Estas condições deverão ser atendidas para que o QTS

permita a laminação em automático do bloco, caso uma destas condições não

seja atendida o bloco será sucatado como bloco queimado. O empurrador de

blocos é utilizado para levar o bloco de encontro com os cilindros de laminação

para que a perfuração do bloco ocorra, sua velocidade de avanço do

empurrador é controlada, podendo ser ajustada, da mesma forma, o controle

de posição também é um parâmetro calculado em função do comprimento do

bloco que pode ser ajustado pelo operador. Por questões de segurança, o
empurrador de blocos possui controle que no caso de empurrar um bloco por

mais de 30 seg. sem que haja variação de corrente da laminação (configura

não-pega) o empurrador pára automaticamente, existe também limite de fim de

curso para o empurrador de forma que sempre que é atingido não é possível

mais realizar movimento na mesma direção. O Girador de blocos tem o objetivo

de proporcionar o giro do bloco de forma a facilitar na “pega” pelos cilindros de

laminação do CTP, eles giram o bloco no mesmo sentido dos cilindros.

O bloco então entra no laminador para que seja feita sua perfuração,

então são feitos ajustes no laminador como A0 (distância entre cilindros de

laminação), B0 (distância entre discos) e HP (variação da ponta mais biela

entre o ponto alto da laminação, esta regulagem em especial define a

espessura de parede e comprimento da hollow bloom (Bloco Perfurado)), após

a regulagem manual todo o sistema ira funcionar de forma automatica, todo

desvio de qualidade seja ele de excentricidade de parede ate comprimento

menor ou maior é emitido um sinal para o operador e nesse instante o

laminador faz todos os calculos para garantir a precisão e qualidade dos hollow

bloons e envia uma mensagem que o operador deve aceitar os novos

parametros de laminação. Estes calculos são emitidos atraves de um sistema

denominado (CARTA - sistema de regulagens de inteligencia artificial) ele é

istalado atraves dos parametros de testes de regulagens anteriores sendo

calculado em um primeiro instante por um engenheiro e posteriormente pelo

proprio sistema, desta forma garantyimos a qualidade total das holoow bloons.

O hollow bloom então passa pelas guias de três rolos junto da biela para que

não ocorra pancadas que possam marcar a a mesma. As guias de tres rolos

são um conjunto de rolos dispostos triangularmente para evitar pancadas nas


hollow bloons. O hollow bloom é extraído da biela através de um dispositivo

chamado contra mancal que se resume em segurar a extremidade traseira da

biela, a extração ocorre no momento em que o contra mancal puxa a biela com

a hollow bloom aderida na mesma em direção a um batente raspador. Após a

perfuração dos blocos, os hollow blooms são encaminhados ao dispositivo de

giro das lupas para que seja lubrificado internamente de forma homogênea.

Esse dispositivo possui velocidade controlada. O girador começa a girar a peça

no momento em que é detectada a presença da mesma e pára no momento

em que o sopro de desoxidante encerra-se. Por questões de tecnologia e

necessidade, é necessário utilizar o sistema de deoxidação antes de continuar

o processo de laminação. Esse sistema consiste no sopro de nitrogênio,

seguido de sopro do pó desoxidante, e posterior sopro de nitrogênio. Então a

hollow bloom é levada ate a mesa de entrada do laminador com mandris

(PQF).