Você está na página 1de 2

PARTE INTERNA

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA


CENTRO DE COMUNICAÇÃO, TURISMO E ARTES UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA
DEPARTAMENTO DE MÚSICA CENTRO DE COMUNICAÇÃO, TURISMO E ARTES
DEPARTAMENTO DE MÚSICA
PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM MÚSICA PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM MÚSICA

A banda vai passar: oficinas de banda fanfarra


no Programa Mais Educação em escolas de
Cabedelo

JOÃO PESSOA
2013
PARTE EXTERNA

A banda vai passar: oficinas de banda fanfarra no Programa Mais Educação em escolas de Cabedelo
A banda vai passar: oficinas de banda
fanfarra no Programa Mais Educação em
escolas de Cabedelo
UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA
CENTRO DE COMUNICAÇÃO, TURISMO E ARTES
Resumo
O trabalho apresenta uma discussão sobre a concepção de educação integral ao longo do DEPARTAMENTO DE MÚSICA
século e seus primórdios no Brasil e o papel da ampliação da jornada escolar nessa PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM MÚSICA
perspectiva de educação, apresentando O Programa Mais Educação e sua concepção sobre
educação integral. Essa dissertação é o resultado de um estudo de caso múltiplo, em que
foram estudadas práticas pedagógicas musicais desenvolvidas em oficinas de banda fanfarra
do Programa Mais Educação em duas escolas estaduais situadas no município de Cabedelo. O
Mais Educação é um Programa do governo federal que visa fomentar a educação integral no
Brasil, oferecendo diversas atividades educativas divididas em dez macrocampos, dentre elas,
banda fanfarra. O trabalho enfatiza as bandas musicais como proporcionadores de
aprendizagem musical no Brasil, e sua função ao longo dos séculos, além dos processos
recorrentes de ensino e aprendizagem de música que são característicos desse tipo de espaço
MICHEL CHARLES NUNES FÉLIX
de formação musical. No programa Mais Educação, a banda fanfarra faz parte do macrocampo
Cultura e Arte. Assim, adotamos como objetivo geral da pesquisa, conhecer e analisar como se
caracteriza o processo de ensino e aprendizagem em cada oficina de banda fanfarra
investigada. E como objetivos específicos discutir concepções de educação integral e
educação em tempo integral, com base em diferentes autores; verificar a prática pedagógica
desenvolvida nas oficinas de música; caracterizar os educadores que atuam nesses contextos
e sua formação. A metodologia contou com pesquisa bibliográfica na área da pedagogia e da
educação musical e pesquisa documental, na qual foram analisados os documentos referentes
ao Programa Mais Educação. Na pesquisa de campo, os instrumentos de coleta de dados
foram observações da prática pedagógica desenvolvida nas duas oficinas, além de entrevistas
semiestruturadas como a coordenadora do Mais Educação na rede estadual e os diretores, A banda vai passar: oficinas de banda
professores comunitários e monitores de cada escola. A análise foi realizada através do
entrecruzamento dos dados coletados nas observações e nas entrevistas com o referencial fanfarra no Programa Mais Educação em
teórico e as fontes documentais. Os dois casos investigados apontam para singularidade com
que cada banda fanfarra se constitui como espaço educativo, cada qual com características escolas de Cabedelo
que dependem de vários fatores, entre eles a experiência do monitor, a atuação da direção da
escola e a infraestrutura e recursos disponíveis. As escolas investigadas, em relação à seleção
de alunos e monitores, seguem critérios diferenciados dos propostos pelo Manual do Mais
Educação, o que reflete a descentralização que é característica do Programa. Porém, os
resultados das oficinas de banda fanfarra das duas escolas são exibidos em desfiles públicos,
como o Sete de Setembro, apontando que os processos pedagógicos de cada professor,
apesar de diferenciados, levam a significativos.

Palavras-Chaves: Educação Integral, Educação Musical, Programa Mais Educação.

2013 JOÃO PESSOA


2013