Você está na página 1de 10

pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YmI0YjowNzdh:VGh1LCAyOCBNYXIgMjAxOSAwMDoxMDoyNCAtMDMwMA==

Agência Nacional de Aviação Civil-Brasil

Técnico em Regulação de Aviação Civil TVOO


Comissário de Vôo

INSTRUÇÕES GERAIS
• Você recebeu do fiscal:
• Um caderno de questões contendo 70 (setenta) questões de múltipla escolha da Prova Objetiva;
• Um cartão de respostas personalizado para a Prova Objetiva.
• É responsabilidade do candidato certificar-se de que o código e o nome do cargo/especialidade constante nesta capa de prova corresponde ao
código e o nome do cargo/especialidade informado em seu cartão de respostas.
• Ao ser autorizado o início da prova, verifique, no caderno de questões, se a numeração das questões e a paginação estão corretas.
• Você dispõe de 4 (quatro) horas para fazer a Prova Objetiva. Faça-a com tranqüilidade, mas controle o seu tempo. Este tempo inclui a marcação
do cartão de respostas.
• Após o início da prova, será efetuada a coleta da impressão digital de cada candidato (Edital 1/2007 - Item 9.9 alínea a).
• Somente após decorrida uma hora do início das provas, o candidato poderá entregar o seu caderno de questões e seu cartão de respostas, e retirar-se da
sala de prova (Edital 1/2007 - Item 9.9 alínea c).
• O candidato só poderá levar seu caderno de questões ao final da prova, desde que permaneça em sua sala até este momento (Edital 1/2007 – Item 9.9 alínea d).
• Não será permitido ao candidato copiar seus assinalamentos feitos no cartão de respostas (Edital 1/2007 - Item 9.9 alínea e).
• Após o término de sua prova, entregue obrigatoriamente ao fiscal o cartão de respostas devidamente assinado.
• Os 3 (três) últimos candidatos de cada sala só poderão ser liberados juntos.
• Se você precisar de algum esclarecimento, solicite a presença do responsável pelo local.

INSTRUÇÕES - PROVA OBJETIVA


• Verifique se os seus dados estão corretos no cartão de respostas. Solicite ao fiscal para efetuar as correções na Ata de Aplicação de Prova.
• Leia atentamente cada questão e assinale no cartão de respostas a alternativa que mais adequadamente a responde.
• O cartão de respostas NÃO pode ser dobrado, amassado, rasurado, manchado ou conter qualquer registro fora dos locais destinados às respostas.
• A maneira correta de assinalar a alternativa no cartão de respostas é cobrindo, fortemente, com caneta esferográfica azul ou preta, o espaço a ela
correspondente, conforme o exemplo a seguir:

A C D E

CRONOGRAMA PREVISTO

Atividade Data (2007) Local

Divulgação dos gabaritos preliminares da Prova Objetiva 16/04 www.nce.ufrj.br/concursos


Interposição de recursos contra os gabaritos da Prova Objetiva www.nce.ufrj.br/concursos
17 e 18/04 Fax: (21) 2598-3300
Divulgação do resultado dos julgamentos dos recursos contra os 30/04 www.nce.ufrj.br/concursos
gabaritos da Prova Objetiva
Demais atividades consultar Manual do Candidato ou pelo endereço eletrônico www.nce.ufrj.br/concursos

www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YmI0YjowNzdh:VGh1LCAyOCBNYXIgMjAxOSAwMDoxMDoyNCAtMDMwMA==

Agência Nacional de Aviação Civil-Brasil Concurso Público - 2007

LÍNGUA PORTUGUESA (A) Para o comum do povo, cada jornalista é, ao mesmo tempo um
mestre de primeiras letras e um catedrático de democracia em ação;
(B) Cada jornalista é, para o comum do povo, ao mesmo tempo
TEXTO 1– JORNALISTA
um catedrático de democracia em ação e um mestre de
Cada jornalista é, para o comum do povo, ao mesmo tempo primeiras letras;
um mestre de primeiras letras e um catedrático de democracia em (C) Ao mesmo tempo um mestre de primeiras letras e um
ação, um advogado e um censor, um familiar e um magistrado. catedrático de democracia em ação é o que cada jornalista é,
Bebidas com o primeiro pão do dia, as suas lições penetram até para o comum do povo;
o fundo das consciências inexpertas, onde vão elaborar a moral (D) Cada jornalista é, ao mesmo tempo, para o comum do povo,
usual, os sentimentos e os impulsos, de que depende a sorte um mestre de primeiras letras e um catedrático de democracia
dos governos e das nações. em ação
Rui Barbosa (E) Cada jornalista é, para o povo comum, ao mesmo tempo um mestre
de primeiras letras e um catedrático de democracia em ação.
TEXTO 2– JORNALISTA
Não há, talvez, gente mais detestada em segredo. Nem gente 5 - ” onde vão elaborar a moral usual, os sentimentos e os
a quem os outros, quase sempre, recorram tanto. Força impulsos,de que depende a sorte dos governos e das nações”;
irresistível, dominadora, ostensiva de todo o panorama social, nesse segmento do texto, o vocábulo sublinhado é classificado
construindo heróis falsos ou verdadeiros, derrubando como:
verdadeiros ou falsos ídolos, o jornal – esta folha de papel que
custa um níquel, que interessa durante uma hora – é escrito, na (A) pronome relativo;
verdade, por uma gente suspeita. Donde vieram esses sujeitos (B) pronome demonstrativo;
em mangas de camisa, com uma ponta de cigarro no canto da (C) preposição;
boca, que rabiscam nervosamente no fundo da sala? Que (D) conjunção integrante;
pensamentos e ambições estarão por trás dessas frontes (E) pronome interrogativo.
inclinadas sobre a mesa?
Ribeiro Couto 6 - “Não há, talvez, gente mais detestada em segredo”; a
reformulação ERRADA dessa frase do texto é:
1 - Uma característica dos profissionais de imprensa que é
destacada igualmente nos dois textos é: (A) Talvez não haja gente mais detestada em segredo;
(B) Talvez não haja gente, em segredo, mais detestada;
(A) terem o poder de transformação da realidade; (C) Gente mais detestada em segredo talvez não haja;
(B) serem alvo da geral admiração do povo; (D) Talvez, gente mais detestada em segredo não há;
(C) condenarem severamente os maus costumes; (E) Não há, talvez, gente, em segredo, mais detestada.
(D) atuarem como juízes do poder público;
(E) penetrarem facilmente nas altas camadas do poder. 7 - “Que pensamentos e ambições estarão por trás dessas frontes
inclinadas sobre a mesa?”; o futuro do presente, nesse caso, indica:
2 - Nas caracterizações do jornalista por Rui Barbosa, o(s) par(es)
de palavras que mostra(m) oposição é (são): (A) uma ação a ser realizada em pouco tempo;
I - mestre de primeiras letras X catedrático de democracia; (B) uma ação futura;
II - advogado X censor; (C) a expressão de uma dúvida;
III - familiar X magistrado; (D) a certeza de uma afirmação;
(E) uma ação a realizar-se imediatamente.
(A) I-II
(B) I-III
8 - “esta folha (...) que interessa durante uma hora”; com essa afirmação
(C) II
o autor do texto 2 destaca uma característica do jornal, que é:
(D) II-III
(E) III
(A) o pouco interesse de algumas notícias;
3 - “penetram até o fundo das consciências inexpertas”; o (B) o envelhecimento rápido das informações;
adjetivo destacado significa: (C) a pouca precisão dos dados fornecidos;
(D) a reduzida extensão das notícias;
(A) não despertadas; (E) a pouca atração que desperta.
(B) sem experiência;
(C) sem esperteza; 9 - NÃO há relação de concordância entre os seguintes termos
(D) com sono: do texto 2:
(E) pouco conscientes.
(A) estarão – pensamentos e ambições;
4 - “Cada jornalista é, para o comum do povo, ao mesmo tempo (B) vieram – esses sujeitos;
um mestre de primeiras letras e um catedrático de democracia em (C) recorram – os outros;
ação”; a forma de reescrever-se essa mesma frase que altera o (D) custa – que (folha de papel);
(E) há – gente.
seu sentido original é:
2
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YmI0YjowNzdh:VGh1LCAyOCBNYXIgMjAxOSAwMDoxMDoyNCAtMDMwMA==

Agência Nacional de Aviação Civil-Brasil Concurso Público - 2007

10 - “Nem gente a quem os outros, quase sempre, recorram 15 - “Donde vieram esses sujeitos em mangas de camisa?” – se
tanto”; sobre esse segmento do texto, a afirmação INCORRETA colocarmos essa frase em discurso indireto, sua forma adequada será:
é:
(A) Ele perguntou de onde havia vindo aquela gente em mangas
(A) os vocábulos iniciais da frase – nem sempre – estabelecem de camisa;
relação de coesão com a frase anterior; (B) ele perguntou de onde essa gente em mangas de camisa
(B) a preposição a é uma exigência do verbo recorrer; tinha vindo;
(C) o pronome os outros se refere a todos os que não são (C) ele perguntou de onde essa gente em mangas de camisa
jornalistas; viera;
(D) tanto intensifica a quantidade de gente que recorre aos (D) ele perguntou de onde aquela gente em mangas de camisa
jornalistas; vinha;
(E) recorram está no plural porque concorda com os outros. (E) ele perguntou de onde viera esta gente em mangas de camisa.

11 - A frase abaixo em que NÃO ocorre nenhuma forma de 16 - A frase em que o vocábulo onde é empregado de forma
adjetivação é: inadequada é:

(A) “Não há, talvez, gente mais detestada em segredo”; (A) O jornalismo é uma função onde todos trabalham muito.
(B) “esta folha de papel que custa um níquel”; (B) Não há lugar onde os jornalistas não sejam bem recebidos.
(C) “Que pensamentos e ambições estão por trás dessas frontes (C) Nos países em guerra, onde os correspondentes estrangeiros
inclinadas sobre a mesa?”; atuam, há muito perigo.
(D) “as suas lições penetram até ao fundo das consciências (D) Os jornalistas não sabem de onde vêm as críticas a seu respeito.
inexpertas”; (E) Aonde se dirigem os jornalistas se plantão?
(E) “Nem gente a quem os outros, quase sempre, recorram tanto”.
17 - A expressão “para o comum do povo” (texto 1) equivale
12 - A frase em que o conectivo destacado apresenta valor semanticamente a:
corretamente indicado é:
(A) povo comum;
(A) “Cada jornalista é, para o comum do povo” – finalidade; (B) povo em comunidade;
(B) “Bebidas com o primeiro pão do dia” – companhia; (C) povo em geral;
(C) “as suas lições penetram até ao fundo das consciências” – (D) povo mais pobre;
tempo; (E) povo educado.
(D) “que interessa durante uma hora” – lugar;
(E) “é escrito, na verdade, por uma gente suspeita” – causa. 18 - “de que depende a sorte dos governos e das nações”; a
forma abaixo em que se substitui, de forma adequada, o pronome
13 - O item em que a forma equivalente indicada não mantém o relativo inicial por seu antecedente e reescreve-se a frase em
sentido original é: ordem direta é:

(A) “um advogado e um censor” – um censor e um advogado: (A) a sorte dos governos e das nações depende dos impulsos;
(B) “onde vão elaborar a moral usual” – onde elaborarão a moral (B) os impulsos e sentimentos dependem da sorte dos governos
usual; e das nações;
(C) “que interessa durante uma hora” – que, durante uma hora, (C) a sorte dos governos e das nações depende das lições dos
interessa; jornalistas;
(D) “que rabiscam nervosamente no fundo da sala” – que (D) das lições dos jornalistas depende a sorte dos governos e
nervosamente rabiscam no fundo da sala; das nações;
(E) “é escrito, na verdade, por uma gente suspeita” – é escrito, (E) depende das lições dos jornalistas a sorte dos governos e
na verdade, por uma gente com suspeitas. das nações.

14 - Na frase de André Gide: “Chamo jornalismo a tudo que será 19 - A expressão “ao mesmo tempo” equivale semanticamente a:
menos interessante amanhã do que hoje”, há coincidência de opinião (A) paralelamente;
com um segmento dos textos lidos, que é: (B) juntamente;
(C) temporariamente;
(A) “que interessa durante uma hora”; (D) simultaneamente;
(B) “esta folha de papel que custa um níquel”; (E) cronologicamente.
(C) “as suas lições penetram até ao fundo das consciências
inexpertas”; 20 - O item em que a correspondência entre adjetivo do texto 2 e
(D) “de que depende a sorte dos governos e das nações”; substantivo NÃO é adequadamente indicada é:
(E) “Força irresistível, dominadora, ostensiva de todo o panorama
social”. (A) dominadora – dominação;
(B) ostensiva - ostensividade;
(C) falsos – falsidade;
(D) verdadeiros – verdade;
(E) social – socialismo.
3
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YmI0YjowNzdh:VGh1LCAyOCBNYXIgMjAxOSAwMDoxMDoyNCAtMDMwMA==

Agência Nacional de Aviação Civil-Brasil Concurso Público - 2007

MATEMÁTICA 26 – Se N = 2 5 × 3 4 × 5 6 × 113 e M = 2 4 × 3 2 × 5 2 × 7 6 então o


máximo divisor comum de N e M é igual a:
5 −20
21 - O resultado de é um número:
10 −15 (A) 240;
(A) menor do que 1; (B) 525;
(B) entre 1 e 10; (C) 1.682;
(C) entre 10 e 100; (D) 2.710;
(D) entre 100 e 1.000; (E) 3.600.
(E) maior do que 1.000.
27 – Gastei R$16,67 na padaria e o dobro dessa quantia na
22 – Um milionésimo de 250 pode ser escrito como: quitanda. Meu plano é gastar, no supermercado, no máximo o
dobro do que gastei até agora. Se eu tinha R$200,00, antes dessas
(A) 0,00025; compras, e se conseguir manter meu plano, então voltarei com
(B) 0,0025; no máximo a seguinte quantia, em reais:
(C) 0,25;
(D) 250.000; (A) 34,23;
(E) 250.000.000. (B) 42,56;
(C) 49,97;
23 – Pensei em um número N positivo. Elevei-o ao quadrado e (D) 57,34;
depois adicionei 4 ao resultado. Em seguida, dividi o novo (E) 66,69.
resultado por 15, obtendo então um número M. Nesse caso, N
pode ser expresso, em função de M, como: 28 – Uma equipe realizou, num primeiro dia, três oitavos de uma
tarefa. No dia seguinte, executou um terço do que faltava. Ainda
(A) N = 15 M − 4 ;
falta executar a seguinte fração da tarefa:
15
(B) N =
5
; (A) ;
4− M2 12
(C) N = 4 − 15M;
3
(B) ;
(D) N = 15M − 4 ; 16

M2 − 4 7
(E) N = . (C)
25
;
15
4
24 – Daqui a um ano, a soma das idades de Antonino, Bernardino (D) ;
9
e Vivaldino será igual a 102. Vivaldino é 12 anos mais velho do
que Antonino, que é 6 anos mais jovem do que Bernardino. 2
(E) .
Daqui a três anos, o produto das idades dos três será igual a: 11

(A) 28.675; 29 – A tabela a seguir mostra o número de gols marcados por


(B) 34.740; partida em um campeonato de futebol:
(C) 38.650;
(D) 42.666; Número de gols Número de partidas
(E) 45.360. marcados na partida
0 12
25 – Analise as afirmativas a seguir:
1 18
I – Se um número N é múltiplo de dois números naturais p e q, 2 25
então N é múltiplo de p.q.
3 21
II – Se N é um múltiplo de 3 então a soma de seus algarismos é
um múltiplo de 3. 4 15
III – Se o resto da divisão de um número N por 5 é 3, então o 5 7
último algarismo de N é 8. 6 5
IV – Se N é divisor de dois números naturais p e q então N2 é
divisor de p.q. Nesse campeonato, o número total de gols marcados foi igual a:
Estão corretas as afirmativas:
(A) 188;
(A) I e II, apenas; (B) 234;
(B) I, II e III, apenas; (C) 256;
(C) I, II e IV, apenas; (D) 288;
(D) II, III e IV, apenas; (E) 302.
(E) I, II, III e IV.
4
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YmI0YjowNzdh:VGh1LCAyOCBNYXIgMjAxOSAwMDoxMDoyNCAtMDMwMA==

Agência Nacional de Aviação Civil-Brasil Concurso Público - 2007

30 – As retas r, s, t e u estão em um mesmo plano. A reta r é 34 – Um país mandará, mensalmente, cientistas para duas nações
paralela a s e perpendicular a t. A reta u é perpendicular a s. No amigas: cá e lá. Inicialmente, três virão para cá e dois irão para lá;
total, há a seguinte quantidade de pontos de interseção entre depois, quatro virão para cá e três irão para lá; depois cinco para
essas quatro retas: cá, quatro para lá e assim sucessivamente. Quando
ultrapassarmos um total de 100 cientistas que vieram para cá,
(A) 3; para lá terão ido:
(B) 4;
(C) 5; (A) 84;
(D) 6; (B) 90;
(E) 8. (C) 93;
(D) 95;
31 – “Seu” Joaquim aumentou o preço de venda de um produto (E) 99.
em 50%, mas isso fez com que muitos exemplares do produto
ficassem “encalhados”, pois o aumento exagerado afastou a 35 – Se nem todo Sclok é Ploc, todo Ploc é Splash mas há Splash
clientela. Para recuperar seus fregueses, Joaquim vai dar um que não é Ploc então:
desconto no novo preço, de modo que o produto passará a ser
vendido pelo mesmo preço cobrado antes do aumento. Joaquim (A) todo Splash é Ploc;
deverá então dar um desconto que corresponde, (B) nem todo Sclok é Splash;
aproximadamente, à seguinte porcentagem do novo preço, (C) todo Sclok que é Ploc é Splash;
atualmente cobrado: (D) quem não é Splash não é Sclok;
(E) quem não é Ploc não é Splash.
(A) 15,5%;
(B) 25%; 36 – Estava olhando para o Norte. Girei 90º para a esquerda e
(C) 33,3%; passei, portanto, a olhar para o Oeste. Girei 180º e depois girei
(D) 50%; 45º à esquerda. Depois girei 90º à esquerda e, depois, 135º à
(E) 54,8%. direita. Passei, nesse momento, a olhar para o:

32 – 60% de 60% de 60% de uma quantidade representam a (A) Norte;


seguinte porcentagem dessa quantidade: (B) Leste;
(C) Nordeste;
(A) 21,6%; (D) Sudeste;
(B) 24,8%; (E) Sul.
(C) 32,4%;
(D) 42,8%;
(E) 44,4%. LEGISLAÇÃO RELACIONADA
33 – O gráfico a seguir mostra as temperaturas médias mensais AO SETOR AERONÁUTICO
numa certa localidade, no ano de 2006:

35 37 – De acordo com a Lei 11.182, de 27 de setembro de 2005,


30
cabem à ANAC, dentre outras, as seguintes medidas necessárias
para o atendimento do interesse público:
25
temperatura

20 I - Elaborar relatórios e emitir pareceres sobre tratados relativos


15 ao transporte aéreo internacional.
10 II - Promover a implementação das normas e recomendações
5
internacionais de aviação civil, observados os acordos,
tratados e convenções internacionais de que seja parte a
0
J F M A M J J A S O N D
República Federativa do Brasil.
mês
III - Regular e fiscalizar a operação de serviços aéreos prestados,
no País, por empresas estrangeiras, observados os acordos,
tratados e convenções internacionais de que seja parte a
O número de meses em que, no ano de 2006, a temperatura média República Federativa do Brasil.
nesse local foi superior a 25º C é igual a:
Está(ão) correta(s) a(s) medida(s):
(A) 4;
(B) 5; (A) I, II e III;
(C) 6; (B) I e II, apenas;
(D) 7; (C) I e III, apenas;
(E) 8. (D) II e III, apenas;
(E) I, apenas.

5
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YmI0YjowNzdh:VGh1LCAyOCBNYXIgMjAxOSAwMDoxMDoyNCAtMDMwMA==

Agência Nacional de Aviação Civil-Brasil Concurso Público - 2007

38 – Avalie as afirmativas a seguir, com base nos efeitos da Lei 42 - Dita o Regulamento da Agência Nacional de Aviação Civil
10.871, de 20 de maio de 2004: (RANAC) que, na regulação de serviços aéreos, a atuação da
ANAC visará especialmente a:
I - É de trinta e duas horas semanais a jornada de trabalho dos
integrantes dos cargos a que se refere a Lei 10.871, de 20 de (A) assegurar a qualquer empresa de transporte aéreo a
maio de 2004. exploração de qualquer linha aérea doméstica, observada,
II - É facultativo para a ANAC o curso de formação específica, exclusivamente, a capacidade operacional de cada aeroporto;
como parte do concurso para o cargo de Especialista em (B) manter, indefinidamente, os horários alocados às empresas
Regulação de Aviação Civil. de serviços aéreos para pouso e decolagem nos aeroportos;
III - É proibido aos servidores em efetivo exercício na ANAC (C) assegurar a liberdade tarifária;
prestar serviços, ainda que eventuais, a empresa cuja (D) solicitar à autoridade competente que as empresas de
atividade seja controlada ou fiscalizada pela entidade, salvo prestação de serviços mantenham regularidade com suas
os casos de designação específica obrigações previdenciárias;
(E) autorizar empresas de transporte aéreo internacional a
Está(ao) correta(s) a(s) afirmativa(s): exploração de linhas aéreas domésticas, observada,
exclusivamente, a capacidade operacional de cada aeroporto.
(A) I, apenas;
(B) III, apenas;
(C) I e II, apenas; 43 - Conforme a Lei 7.565, de 19 de dezembro de 1986, consideram-
(D) I e III, apenas; se situadas no território do Estado de sua nacionalidade:
(E) II e III, apenas.
(A) as aeronaves militares, bem como as civis de propriedade
39 - Conforme a Lei 11.182, de 27 de setembro de 2005, em seu ou a serviço do Estado, por este diretamente utilizadas,
Art 18º, é correto afirmar, em relação ao ouvidor da ANAC, que: sempre;
(B) somente as aeronaves militares, sempre;
(A) será nomeado pelo Ministro da Defesa; (C) qualquer aeronave que traga uma marca de nacionalidade,
(B) seu mandato será de cinco anos; quando em vôo, sempre;
(C) deverá produzir semestralmente um relatório de suas (D) as aeronaves militares, somente quando em alto mar ou
atividades; região que não pertença a qualquer Estado;
(D) cabe a ele encaminhar ao assessor técnico os (E) nenhuma aeronave que não esteja fisicamente dentro das
questionamentos do secretário geral; fronteiras de seu Estado.
(E) seu mandato será igual ao do diretor-presidente junto ao
qual foi nomeado. 44 - Para a Lei 7.565, de 19 de dezembro de 1986, são condições
obrigatórias para uma aeronave voar no espaço aéreo brasileiro,
40 - Sobre o Decreto 5.371, de 20 de março de 2006, é correto aterrissar no território subjacente ou dele decolar, exceto:
afirmar que:
(A) marcas de nacionalidade e matrícula;
(A) cria a Agência Nacional de Aviação Civil e tem como um de (B) certificados de matrícula e aeronavegabilidade;
seus anexos o Regulamento da Superintendência de (C) equipamentos de navegação que atendam aos requisitos
Fiscalização de Embarque de Passageiros; mínimos determinados pela tecnologia CNS/ATM;
(B) dispõe sobre a estrutura organizacional da Agência Nacional (D) instrumentos, cartas e manuais necessários à segurança do
de Aviação Civil e aprova o regimento interno da ANAC; vôo, pouso e decolagem;
(C) dispõe sobre a instalação, a estrutura organizacional da (E) diário de bordo, lista de passageiros, manifesto de carga ou
Agência Nacional de Aviação Civil e aprova seu relação de mala postal que, eventualmente, transportar.
regulamento;
(D) estabelece os padrões mínimos relativos à certificação de 45 - Avalie as afirmativas a seguir, com base na Lei 7.565, de 19
produtos aeronáuticos; de dezembro de 1986:
(E) dispõe sobre a criação da Agência Nacional de Aviação Civil
I - O sistema aeroportuário é constituído pelo conjunto de
e aprova seu Regimento Interno.
aeródromos brasileiros, com todas as pistas de pouso, pistas
de táxi, pátio de estacionamento de aeronave, terminal de carga
41 - De acordo com o Regulamento da Agência Nacional de
aérea, terminal de passageiros e as respectivas facilidades.
Aviação Civil (RANAC), a Agência deve regular e fiscalizar uma
II - Aeródromo é toda área destinada a pouso, decolagem e
série de atividades. Marque a alternativa que não apresenta
movimentação de aeronaves.
atividade regulada e fiscalizada pela ANAC:
III - É proibido o uso de aeródromos civis por aeronaves militares.
(A) produtos e processos aeronáuticos; Está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s):
(B) atividades de controle de espaço aéreo;
(C) serviços auxiliares; (A) I, II e III;
(D) habilitação de tripulantes; (B) I e II, apenas;
(E) emissões de poluentes e o ruído aeronáutico. (C) I e III, apenas;
(D) II e III, apenas;
(E) II, apenas.
6
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YmI0YjowNzdh:VGh1LCAyOCBNYXIgMjAxOSAwMDoxMDoyNCAtMDMwMA==

Agência Nacional de Aviação Civil-Brasil Concurso Público - 2007

46 - De acordo com o previsto na Lei 7.565, de 19 de dezembro de I - Homologar, registrar e cadastrar os aeródromos.
1986, em seu Art. 66, os padrões mínimos de segurança de vôo II - Encaminhar à Diretoria parecer sobre prorrogação de
são estabelecidos em: Contrato de Concessão.
III - Assegurar a implementação dos padrões de segurança de
(A) instrução de aviação civil; aviação civil contra atos ilícitos.
(B) regulamento brasileiro de homologação aeronáutica;
(C) regulamento brasileiro de aviação civil; A correspondência correta é:
(D) circulares de assessoramento de aviação civil;
(E) resoluções da ANAC. (A) I - SIE, II - SSA, III – SSO;
(B) I - SSA, II - SSO, III – SIE;
47 - Segundo o prescrito na Lei 7.565, de 19 de dezembro de 1986, (C) I - SIE, II - SIE, III – SIE;
sobre o Sistema de Investigação e Prevenção de Acidentes (D) I - SIE, II - SSA, III - SIE;
Aeronáuticos, é correto afirmar que: (E) I - SSO, II - SSA, III - SSO.

(A) a prevenção de acidentes aeronáuticos é da responsabilidade


de todas as pessoas, naturais ou jurídicas, envolvidas com 50 - A Resolução 6, de 15 de janeiro de 2007, alterou vários dos
a fabricação de aeronaves; artigos do Regimento Interno da ANAC. Em relação aos atos
(B) a investigação de acidentes aeronáuticos é da administrativos ordinatórios de competência da diretoria, das
responsabilidade de todas as pessoas jurídicas envolvidas superintendências e dos gerentes gerais da ANAC, listados no
com a manutenção de aeronaves; Art. 102 do Regimento, a Resolução 6 incluiu:
(C) a prevenção de acidentes aeronáuticos somente pode ser
exercida por pessoas jurídicas envolvidas com a operação (A) a portaria;
de aeronaves; (B) a ordem de serviço;
(D) a investigação de acidentes aeronáuticos é da (C) o auto de infração;
responsabilidade de todas as pessoas naturais envolvidas (D) o despacho;
com as atividades de apoio da infra-estrutura aeronáutica (E) o ofício.
no território brasileiro;
(E) a investigação de quaisquer acidentes relacionados com a
infra-estrutura aeronáutica, mesmo que não envolvam
aeronaves, está abrangida nas atribuições próprias da CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
Comissão de Investigação de Acidentes Aeronáuticos.

48 - Avalie as definições a seguir, para os efeitos da Lei 10.871, 51- No que se refere aos aspectos psicológicos, são qualidades
de 20 de maio de 2004. importantes para o perfil do comissário de vôo:

I - Carreira é o conjunto de classes de cargos de mesma I - serenidade nas atitudes;


profissão, natureza do trabalho ou atividade, escalonadas II - rapidez no atendimento das necessidades;
segundo a responsabilidade e complexidade inerentes a suas III - capacidade de tomar decisões;
atribuições. IV – eficiência;
II - Classe é a divisão da carreira integrada por cargos de V - equilíbrio;
diferente denominação, atribuições, grau de complexidade,
nível de responsabilidade, requisitos de capacitação e Estão corretas as afirmativas:
experiência para o desempenho das atribuições.
III - Padrão é a posição do servidor na escala de vencimentos (A) I, II e III, apenas;
da carreira. (B) II, IV e V, apenas;
(C) I, II, III e V, apenas;
Está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s): (D) II, III, IV e V, apenas;
(E) I, II, III, IV e V.
(A) I, II e III;
(B) I e II, apenas; 52- Do ponto de vista dos aspectos físicos e fisiológicos dos
(C) I e III, apenas; comissários de vôo, exige-se para o desempenho da função:
(D) II e III, apenas;
(E) II, apenas. (A) estatura elevada, baixo peso e dimensões proporcionais dos
membros;
49 - Classifique cada uma das competências abaixo como relativas (B) cabelos cortados e mãos protegidas com luvas;
à SSO (Superintendência de Segurança Operacional), SSA (C) resistência física, agilidade corporal e destreza nos membros
(Superintendência de Serviços Aéreos) ou SIE (Superintendência superiores e inferiores;
de Infra-Estrutura Aeroportuária), conforme a previsão da (D) movimento corporal reduzido e lento em virtude do reduzido
Resolução 1, de 18 de abril de 2006, da ANAC. local de trabalho;
(E) pouca resistência física, porque o comissário tem a
responsabilidade de distribuir as cargas nas aeronaves.

7
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YmI0YjowNzdh:VGh1LCAyOCBNYXIgMjAxOSAwMDoxMDoyNCAtMDMwMA==

Agência Nacional de Aviação Civil-Brasil Concurso Público - 2007

53- Em aviação, a responsabilidade pela segurança de vôo é: Estão corretas as características:

(A) somente da ANAC - Agência Nacional de Aviação Civil; (A) I, II, III e IV, apenas;
(B) somente do CENIPA - Centro Nacional de Investigação e (B) II, III, V e VI, apenas;
Prevenção de Acidentes; (C) I, II, III, IV, V e VI;
(C) somente do COMAER - Comando da Aeronáutica; (D) I, II, III, IV e V, apenas;
(D) de todos os elementos envolvidos de alguma maneira com a (E) I, II, III e V, apenas.
atividade aérea;
(E) somente das empresas de tTransporte aAéreo. 59- Nas situações de emergências, o sinal de solo convencionado
pela Organização da Aviação Civil Internacional (OACI)
54- Os três eixos imaginários em torno dos quais as aeronaves corretamente indicado a seguir é:
podem realizar seus movimentos são:
(A) a letra “V” significa: necessitamos assistência;
(A) lateral ou transversal, longitudinal e vertical; (B) a letra “X” significa: está tudo bem;
(B) rolagem, arfagem e mergulho; (C) a letra “Y” significa: necessitamos alimento;
(C) principal, auxiliar e de descida; (D) a letra “F” significa: necessitamos médico;
(D) direcional, de descida e de subidas; (E) a letra “K” significa: vamos sair do local.
(E) de alinhamento, de carregamento e de planeio.
60- No caso de sobrevivência na selva, devemos lembrar que:
55- Os meridianos da esfera terrestre são:
(A) o clima é muito seco e, por esse motivo, encontrar água
(A) os círculos menores que não passam pelo centro do globo potável é a primeira ação a ser realizada;
terrestre; (B) as temperaturas são altas durante o dia e baixas durante a
(B) semicírculos máximos limitados pelos pólos; noite;
(C) paralelos à linha do Equador; (C) o deslocamento através da selva é facilitado pela existência
(D) círculos máximos formados por um plano perpendicular ao de trilhas;
eixo polar; (D) as clareiras devem ser evitadas devido à dificuldade de
(E) semicírculos menores que não passam pelos pólos. localização dos destroços;
(E) a temperatura na selva é constante.
56- Em meteorologia, as nuvens são classificadas, quanto ao
aspecto físico, como: 61- Numa situação de acidente aéreo, algumas ações imediatas
devem ser tomadas, como por exemplo:
(A) claras, sólidas e mistas;
(B) baixas, médias e altas; (A) sair da área do acidente imediatamente para buscar ajuda;
(C) estratiformes e cumuliformes; (B) investigar as causas do acidente;
(D) mistas e cúmulos; (C) iniciar imediatamente uma caminhada para a cidade mais
(E) pesadas e nevoeiros. próxima;
(D) manter-se afastado da aeronave até que os motores tenham
57- Coeficiente de evacuação de uma aeronave é: esfriado e não haja mais possibilidade de ocorrer fogo ou
explosões;
(A) o número de pessoas que podem sair pela porta de (E) remover os destroços para longe do local do acidente.
emergência em 30 minutos;
(B) o número de pessoas que podem sair por uma saída 62- Para sobrevivência no mar, usam-se tabletes dessalgantes
operativa de uma aeronave em 90 segundos; químicos a base de:
(C) o número de pessoas que usam as esteiras de
escorregamento em 40 segundos; (A) cloreto de cálcio;
(D) o coeficiente projetado para salvamento em acidentes; (B) ácido bórico;
(E) a capacidade de evacuação de passageiros de uma aeronave (C) nitrato de amônia;
por segundo. (D) cloreto de sódio;
(E) nitrato de prata.
58- No caso de um acidente, são características impostantes do
socorristas: 63- Num caso de sobrevivência no mar, o corante de marcação
ou pó marcador deve ser usado:
I – agilidade;
II – atitude profissional; (A) no momento do resgate;
III – segurança; (B) a qualquer hora em que se aproxime uma embarcação;
IV – alheamento; (C) somente durante o dia e quando ouvir ruídos de aeronaves;
V – rapidez; (D) assim que encontrarmos o saco plástico de cor alaranjada;
VI – dispersividade. (E) quando a água do mar estiver calma e transparente.

8
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YmI0YjowNzdh:VGh1LCAyOCBNYXIgMjAxOSAwMDoxMDoyNCAtMDMwMA==

Agência Nacional de Aviação Civil-Brasil Concurso Público - 2007

64- Após um acidente em terra, os primeiros socorros devem ser 70- A expressão CAVOK, quando aparece no METAR de uma
prestados levando-se em conta: localidade, significa que:

(A) a gravidade dos ferimentos; (A) a visibilidade é menor que 10 km e não há precipitação;
(B) o estado emocional do ferido; (B) o aeroporto está fechando para vôos visuais;
(C) a idade dos feridos; (C) as nuvens estão abaixo de 1500m de altura;
(D) a importância ou cargo do ferido; (D) a visibilidade é maior que 10 km e não há precipitação;
(E) a existência de mulheres grávidas. (E) existência de trovoada recente.

65- Em um acidente aéreo, quando houver um médico ou outro


profissional da área médica entre os sobreviventes, devemos:

(A) atendê-los com precedência;


(B) passar o comando do atendimento para eles;
(C) exigir que tomem as providências;
(D) pedir a sua colaboração;
(E) deixá-los à parte das atividades de socorro.

66- Antes do embarque dos passageiros, o comissário deve


checar os equipamentos de prevenção e de combate a incêndio,
verificando:

(A) o tipo e classe dos extintores, seus estados de conservação


e a etiqueta de fabricação;
(B) a localização exata dos aparelhos, condições de uso e
providenciar a substituição se necessário;
(C) se os pesos dos extintores estão dentro do limite
estabelecido;
(D) se os passageiros estão transportando produtos inflamáveis;
(E) os extintores dos banheiros, quanto às facilidades de uso
pelo passageiro.

67- Os extintores de incêndio a base de CO2 não devem ser


utilizados nas seguintes classes de incêndios:

(A) classes C e D;
(B) classes A, B e C;
(C) classes B e C, apenas;
(D) classes A e C, apenas;
(E) classes A e D.

68- A área de abordagem da Segurança de Vôo, na investigação


de acidentes, que se refere ao complexo biológico do ser humano,
nos seus aspectos fisiológicos e psicológicos, é denominada:

(A) investigação do fator operacional;


(B) investigação do fator material;
(C) investigação do fator humano;
(D) investigação do comportamento emocional;
(E) investigação do fator de risco de acidentes.

69- A investigação dos aspectos fisiológicos, na investigação


de acidentes aeronáuticos, é realizada por:

(A) médico qualificado pelo SIPAER;


(B) médico com especialização em Clínica Geral;
(C) hospital da Aeronáutica;
(D) funcionário da área da saúde mais próximo do acidente;
(E) médico da companhia aérea proprietária da aeronave.

9
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YmI0YjowNzdh:VGh1LCAyOCBNYXIgMjAxOSAwMDoxMDoyNCAtMDMwMA==

Prédio do CCMN - Bloco C


Cidade Universitária - Ilha do Fundão - RJ
Central de Atendimento - (21) 2598-3333
Internet: http://www.nce.ufrj.br

www.pciconcursos.com.br

Você também pode gostar