Você está na página 1de 4

Resolução da P2 de Eletrônica Analógica (G2)

Yan B.

16 de Março de 2019

Seja o circuito a seguir:

+5 V

d1

Rc

Rb
Vctrl
Q1
+5 V 86 kΩ

O objetivo do circuito abaixo é acender o LED d1 a partir da entrada de controle digital Vctrl . De acordo com as
especicações do projeto, quando Vctrl = 5 V, o transistor Q1 deve entrar no modo de saturação e o LED d1 deve conduzir
uma corrente de 10 mA. Sob essa condição de operação, o transistor apresentará Vbe = 0,7 V e Vce = 0,2 V, enquanto o
LED apresentará uma queda de tensão Vd = 1,2 V. Com base nesses dados, responda:

Questão 1
Enunciado: Qual deve ser o valor da resistência Rc ?
Resolução: Sabemos que
5 − Vd − Vce
ic =
Rc + Rce
como Q1 deve entrar em saturação Rce = 0 e, portanto,
5 − 1.2 − 0.2 3.6
ic = = 10 · 10−3 ⇒ Rc = = 360 Ω
Rc + 0 10 · 10−3

Questão 2
Enunciado: Qual deve ser o ganho β do transistor?
Resolução: Sabemos que
ic
ic = ib ·β ⇒ β =
ib
como
5 − Vbe 5 − 0.7
ib = = = 50 µA
Rb 86 · 103
portanto:
10 · 10−3
β= = 200
50 · 10−6
Questão 3
Enunciado: Seja o circuito a seguir:

250 Ω
CH1

+
12 V L1 2 kΩ

CH2

Quais são as chaves (CH1/CH2) responsáveis, respectivamente, pelo acionamento e desacionamento da lâmpada L1 ?
Explique.

Resolução: A chave CH1 acionará a lâmpada, pois ela será responsável por liberar a passagem de corrente até o Gate
do SCR, o que o acionará, fazendo com que conduza a corrente que acionará a lâmpada. O acionamento da chave CH2
desacionará a lâmpada, pois cortará o uxo de corrente dela, e também do SCR, e, portanto, o SCR entrará em corte (a
chave CH1 não tem essa capacidade e, portanto, não pode ser usada para o desacionamento da lâmpada).

Nota: Vale notar que a chave CH2 é mais "poderosa" do que a CH1, pois independentemente do estado da chave CH1
(acionada ou desacionada), a chave CH2, quando acionada, desliga a lâmpada e faz o SCR entrar em corte.
Questão 4
Enunciado: Determine o estado do transistor (corte, região ativa ou saturação).

β : 90 +
6V

Rb 4,7 kΩ
Rc 150 Ω

Resolução: Sabemos que um transistor está em saturação se a resistência Rce = 0 e, portanto, ic > V/Rc = ic max .
Calculando, temos:

6 − 0.7
ic = ib ·β = · 90 = 101,489 mA
4.7 · 103
V 6
ic max = = = 40 mA
Rc 150

Temos, então, que ic > ic max , logo, o transistor está em SATURAÇÃO.


Questão 5
Enunciado: Seja o circuito a seguir:
10 V
R6

R1 3 kΩ R3 1 kΩ 2,2 V
V+
cc = +12 V
+
R5


R2 1 kΩ R4 1 kΩ

V−
cc = −12 V

Letra (a): Calcule as tensões nas entradas do amp op.

Resolução (a): Sabemos que o amp op mede a 10 V de tensão do ponto de amostragem em relação ao gnd e, sendo
queda R6
assim, mede as quedas nos resistores R2 e R4 em suas entradas não-inversora e inversora, respectivamente.

R1 3 kΩ R3 1 kΩ 2,2 V
V+
cc = +12 V
+
R5


R2 VR2 R4 VR4

V−
cc = −12 V

Calculando, temos:
Entrada não-inversora: Entrada inversora:
VR4 = R4 · i VR2 = R2 · i
U U
= R4 · = R2 ·
R3 + R4 R1 + R2
10 10
= 1 · 103 · = 1 · 103 ·
1· 103+ 1 · 103 3· 103
+ 1 · 103
3 3
1 ·
10 1 1 ·
10 1
= 10 · 3 = 10 · 2 = 5 V = 10 · 3 = 10 · 4 = 2,5 V
2 ·
10 4 ·
10

Letra (b): Qual é o valor da tensão na saída do amp op? Explique.

Resolução (a): Pela letra (a) sabemos que VR4 > VR2 e, portanto, a tensão presente na saída do amp op será a positiva
(do mesmo lado da entrada não-inversora), de V+cc = +12 V .