Você está na página 1de 16

PROEDUCADOR

PROGRAMA DE FORMAÇÃO DE EDUCADORES


CURSO DE APERFEIÇOAMENTO - PROGRAMA

ESTRATÉGIAS E TÉCNICAS DE ENSINO E APRENDIZAGEM

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial - Departamento Regional de São Paulo - Ano 2012
PROEDUCADOR – Programa de Formação de Educadores do SENAI-SP - Curso
de Aperfeiçoamento - Estratégias e Técnicas de Ensino e Aprendizagem –
Programa - 32h

SENAI-SP, 2012

Diretoria Técnica Ricardo Figueiredo Terra

Gerência de Educação João Ricardo Santa Rosa

Supervisão Paulo Rogério Borges

Coordenação dos Programas Eliana Misko Soler

Margarida Maria Scavone Ferrari

Elaboração Maria do Carmo Vieira Serafim

Nelson Massaia Borsi Junior

1
2
SUMÁRIO

I.  OBJETIVO............................................................................................................. 5 
II.  REQUISITOS DE ACESSO .................................................................................. 5 
III.  ORGANIZAÇÃO DO CURSO ............................................................................... 6 
a)  Modalidade e carga horária do curso..................................................... 6 
b)  Organização de Turmas ........................................................................ 6 
c)  Desenvolvimento Metodológico do Curso.............................................. 6 
d)  Conteúdo Formativo .............................................................................. 8 
IV.  AMBIENTES PEDAGÓGICOS ............................................................................. 9 
V.  REFERÊNCIAS ..................................................................................................... 9 
VI.  CERTIFICADOS .................................................................................................. 10 
ANEXO ......................................................................................................................... 11 

3
4
I. OBJETIVO

O curso Estratégias e Técnicas de Ensino e Aprendizagem tem por objetivo


desenvolver competências necessárias para selecionar estratégias de ensino e
aprendizagem e planejar sua aplicação de forma contextualizada bem como
analisar os possíveis resultados a serem alcançados com sua aplicação.

II. REQUISITOS DE ACESSO

Para realizar o curso é necessário exercer uma das funções:


 Docente do quadro:
– instrutor de práticas profissionais – atividades básicas, intermediárias e
avançadas,
– instrutor de aperfeiçoamento profissional – áreas básicas,
intermediárias e avançadas,
– professor,
 Coordenador de atividades pedagógicas,
 Coordenador de atividades técnicas,
 Orientador de prática profissional,
 Orientador Educacional,
 Agente de Qualidade de Vida.

Além da exigência acima, é necessário ter participado de, pelo menos, um dos
seguintes cursos:
 Prática Pedagógica para Cursos Estruturados com Base em Competências;
 Planejamento de Ensino e Avaliação do Rendimento Escolar – PEARE.

5
III. ORGANIZAÇÃO DO CURSO

a) Modalidade e carga horária do curso

O curso Estratégias e Técnicas de Ensino e Aprendizagem é desenvolvido na


modalidade presencial, com 32 horas de duração.

b) Organização de Turmas

As turmas são organizadas com um número máximo de 40 participantes.

c) Desenvolvimento Metodológico do Curso

O curso foi estruturado com base na concepção metodológica de MASETTO


(2003), a partir de uma classificação das estratégias de ensino e aprendizagem,
referenciadas em sua modalidade – presencial e a distância – e em sua
aplicação: ambiente profissional e ambiente acadêmico. Assim, as estratégias
foram divididas em três categorias: ambiente profissional presencial, ambiente
acadêmico presencial e ambiente virtual.

O desenvolvimento do curso se dará a partir de uma proposta de resolução de


situação-problema, referenciada em planejamento de ensino anteriormente
realizado pelo participante, para o qual deverá selecionar as estratégias mais
adequadas à proposta de situação de aprendizagem descrita ou aos objetivos
geral e específicos definidos em seu plano.

O conteúdo formativo do curso será desenvolvido por meio de exposição oral


dialogada, apoiada em recursos audiovisuais e pela aplicação das técnicas
descritas abaixo:
 Técnicas variadas de apresentação pessoal;
 Trechos de filmes para análise;
 Casos para análise;

6
 Painéis integrados;
 Phillips 4x15;
 Debates.

Também como estratégia, a classe será dividida em grupos que, na forma de


revezamento, receberão um conjunto de atribuições distintas que devem ser
observadas:
1. Equipe de Socialização: Promove a integração dos participantes, mobilizando
a participação de todos.
2. Equipe de Coordenação: Apresenta a agenda do dia no quadro; observa o
tempo determinado para cada atividade; providencia e distribui o material a
ser utilizado; cuida da organização do ambiente físico da sala; providencia o
rodízio das equipes; cuida do horário e frequência.
3. Equipe de Síntese: Prepara, por escrito, e apresenta, oralmente, a síntese
dos temas estudados e as conclusões a que os grupos chegaram, o que
aprenderam, o que aproveitaram, de uma maneira objetiva e criativa.
4. Equipe de Avaliação: Avalia o conteúdo desenvolvido, os pontos positivos e
negativos, compara os objetivos propostos com os resultados alcançados e
avalia, também, a participação dos alunos e a produtividade do grupo.

Além disso, os participantes realizarão atividades de planejamento de uma aula


em três momentos distintos:
 no início do programa, planejará e desenvolverá uma aula com tema livre e
aplicação de técnicas de livre escolha, com duração de dois minutos, cujo
objetivo é estimular para discussões iniciais sobre o uso de estratégias e
técnicas de ensino e aprendizagem;
 no estudo das estratégias utilizadas em ambientes virtuais, planejará o
desenvolvimento de uma aula já ministrada presencialmente, considerando
as estratégias para EAD aprendidas;
 ao final do programa, planejará o uso de estratégias e técnicas para a
situação de aprendizagem elaborada para a unidade/componente curricular
em que atua.

7
O participante será avaliado formativamente por meio de check-list e por uma matriz
de avaliação. Essa matriz será utilizada para a avaliação das apresentações finais
sobre o planejamento e será construída em conjunto com os participantes.

d) Conteúdo Formativo

O conteúdo formativo é composto de capacidades técnicas, sociais,


organizativas, metodológicas e conhecimentos a estas relacionados.

Estratégias de Ensino e Aprendizagem - 32 horas


Capacidades Técnicas Conhecimentos
1. Selecionar estratégias de ensino e 1. Fundamentos:
aprendizagem para uma formação presencial. 1.1.Metodologia;
2. Planejar o uso de estratégias de ensino e 1.2.Estratégia;
aprendizagem para uma formação presencial. 1.3. Técnica.
3. Selecionar estratégias de ensino e 2. Critérios de seleção.
aprendizagem para uma formação a distância. 3. Classificação:
4. Planejar o uso de estratégias de ensino e 3.1.Ambiente acadêmico presencial:
aprendizagem para uma formação a distância. 3.1.1. Aquecimento: Apresentação simples;
5. Avaliar os resultados a serem alcançados com a apresentação cruzada;
aplicação das estratégias de ensino e complementação de frases;
aprendizagem. elaboração de desenhos;
6. Especificar o ambiente de aprendizagem, deslocamento físico; brainstorm;
conforme estratégias de ensino e aprendizagem objetos simbólicos.
selecionadas. 3.1.2. Desenvolvimento: Aula expositiva;
debate; estudo de caso; ensino por
meio de pesquisa; ensino por meio de
Capacidades Sociais, Organizativas e projetos; dramatização; dinâmicas;
Metodológicas leituras; situação problema.
1. Trabalhar em equipe 3.2. Ambiente profissional presencial: Estágio;
2. Manter relacionamento interpessoal Visita; Aula prática; Situação problema.
3. Demonstrar senso crítico na seleção de 3.3.Ambiente virtual: Teleconferência; Sala de
estratégias bate-papo; Fórum; Correio eletrônico; Vídeo-
4. Demonstrar capacidade de organização aulas; Pesquisa; Disponibilização de
conteúdo.

8
IV. AMBIENTES PEDAGÓGICOS

Sala de aula com recursos de informática:


 Carteiras e cadeiras que permitam diferentes arranjos físicos;
 Quadro branco;
 Flip-chart;
 Computador com acesso à Internet e caixas de som (para uso do docente);
 Ponto de acesso à rede de computadores, com ou sem fio (para uso pelos
participantes);
 Aparelho multimídia;
 Tela de projeção;
 Pincel atômico de diferentes cores;
 Canetas para quadro branco de diferentes cores;
 20 folhas de papel a A0 para flip-chart;
 100 folhas de papel sulfite A4;
 Material didático impresso (1 exemplar para cada participante e 1 para o
docente);
 Dicionário (impresso ou eletrônico).

Importante: O participante deve portar um Plano de Ensino (impresso e em meio


eletrônico) elaborado para a unidade/componente curricular em que atua, o qual
servirá de subsídio para as atividades que serão desenvolvidas no curso.

V. REFERÊNCIAS

1. ADORÁVEL professor (Mr. Holland). Direção: Stephen Herek. EUA, 1995.


Drama, filme (140min).

2. A LÍNGUA das mariposas (La lengua de las mariposas). Direção: José Luiz
Cuerda. Espanha, 1999. Drama, filme (96min).

3. BORDENAVE, Juan Díaz. Estratégias de Ensino-Aprendizagem. 26ª ed,


Petrópolis: Editora Vozes, 2005.

4. GIL, A.C. Didática do Ensino Superior. 1ª.ed. São Paulo: Atlas, 2008.

5. LUCKESI, Cipriano Carlos. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez,


1994.

9
6. MASETTO, Marcos Tarciso. Competência Pedagógica do Professor
Universitário. São Paulo: Editora Summus, 2003.

7. O ESPELHO tem duas faces (The Mirror Has Two Faces). Direção: Barbra
Streisand. EUA, 1996. Drama, filme (140min).

8. O PREÇO do desafio (Stand and Deliver). Direção: Ramón Menéndez. EUA,


1988. Drama, filme (102min).

9. SOCIEDADE dos Poetas Mortos (Dead Poets Society). Direção: Peter Weir.
EUA, 1989. Drama, filme (128min).

VI. CERTIFICADOS

O aluno que concluir o curso, demonstrando desempenho de acordo com as


capacidades prescritas como conteúdo formativo, recebe um certificado de
aperfeiçoamento em Estratégias e Técnicas de Ensino e Aprendizagem.

10
ANEXO
Técnicas para o desenvolvimento de aprendizagem em aula

Mapa Conceitual elaborado por Nelson Massaia (Unidade Paulista).


Baseado em MASETTO, Marcos T. Competência Pedagógica do Professor Universitário. São Paulo. Summus. 2003.


Estratégias acrescentadas por mim.
11
CONTROLE DE REVISÕES

REV. DATA NATUREZA DA ALTERAÇÃO


00 13/06/2011 Primeira emissão.

12
Programa de Formação de Educadores
SENAI-SP

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial


Departamento Regional de São Paulo
www.sp.senai.br

Você também pode gostar