Você está na página 1de 5

O tecido adiposo é um tipo de tecido conjuntivo especializado no armazenamento

de gordura no interior de células diferenciadas denominadas de adipócitos


(adipócitos são células que armazenam gorduras e regulam a
temperatura corporal.), servindo como:
- Reserva energética durante os períodos prolongados de dieta, na falta de
alimentos e após a consumação do glicogênio estocado no fígado e músculos;

- Auxílio na regulação térmica, atuando como proteção contra o frio, em virtude


de sua localização sob a pele;

- Envolvendo órgãos, como por exemplo, o coração, proporcionando acomodação


ao movimento de sístole e diástole, além de protegê-lo contra traumas mecânicos.
Pode ser subdividido em dois tipos:
Tecido Adiposo Multilocular jovem , com células menores que as do unilocular, pois
ao invés de uma grande "gota" de gordura, é constituída por diversas gotículas
(vacúolos) que se espalham por todo o citoplasma.
Tecido adiposo Unilocular Maduro Estas células, apresentam forma de esfera,
tendo em seu interior uma grande quantidade de lipídios, em uma "gota", tanto que
o núcleo achatado e o citoplasma são deslocados do centro.
Tecido adiposo unilocular:
sua função de preenchimento , o tecido adiposo envolve estruturas do corpo, preenchendo
espaços e ao mesmo tempo fixando estruturas em seus locais.

É uma célula adiposa e tal proporção de armazenamento lipídico não prejudica seu
funcionamento, ela pode aumentar ate 10 veces seu tamanho

A célula adiposa amarela chamada de unilocular , armazena os triglicerídeos como


uma inclusão citoplasmática também chamada de gota de lipídeos que pode
ocupar até 85% do espaço citoplasmático, estando o núcleo e restante dos
componentes da célula , localizados na periferia da célula. Contudo, a capacidade
de gerar novas células adiposas continua na fase adulta, em profunda relação com
a dieta seguida pelo individuo, de modo que o tecido tende a crescer sob ingestão
excessiva de carboidratos. Também tomam parte na regulação da adipogênese
sinais hormonais, interações entre as células do tecido ou componentes presentes
na matriz celular.