Você está na página 1de 3

LEM – ISEL Termodinâmica Aplicada

Formulário

Geral
𝑊̇𝑢𝑡𝑖𝑙
Rendimento do Ciclo: =
𝑄̇𝑖𝑛
𝑄̇𝑖𝑛
Rendimento da Caldeira: 𝑐 =
𝑚̇𝑐𝑜𝑚𝑏 × 𝑃𝐶𝐼
𝑊̇𝑢𝑡𝑖𝑙
Rendimento da Central: 0 = = 𝑐 × 
𝑚̇𝑐𝑜𝑚𝑏 × 𝑃𝐶𝐼
Balanço Energético: 0 = 𝑄 − 𝑊 − (∆𝑈 + ∆𝐸𝐶 + ∆𝐸𝑃)
𝑑𝐸𝑐𝑣 𝑉2 𝑉2
Balanço Energético (sistema aberto) ̇ ̇
= 𝑄 − 𝑊𝑐𝑣 + 𝑚̇𝑖 (ℎ + + 𝑔𝑍) − 𝑚̇𝑜 (ℎ + + 𝑔𝑍)
𝑑𝑡 2 𝑖
2 𝑜

Ciclo Turbina a Vapor


𝑠2 − 𝑠𝑓
Geral: 𝑥=
𝑠𝑔 − 𝑠𝑓
𝑊̇𝑏
ℎ4 = ℎ3 + = ℎ3
𝑚̇
+ 𝜐3 (𝑝4 − 𝑝3 )
Liquido Comprimido:
ℎ@𝑇11 𝑒 𝑃11 A = ℎ𝑓@𝑇11
+ 𝜐𝑓@𝑇11 (𝑝11
− 𝑝𝑠𝑎𝑡@𝑇11 B)

𝑊̇𝑡
Turbina: = ℎ1 − ℎ2
𝑚̇

𝑄̇𝑜𝑢𝑡
Condensador: = ℎ2 − ℎ3
𝑚̇

𝑊̇𝑏
Bomba: = ℎ4 − ℎ3
𝑚̇

𝑄̇𝑖𝑛
Caldeira: = ℎ1 − ℎ4
𝑚̇

𝑊̇𝑡
Eficiência Isentrópica Turbina: 𝑡 = 𝑚̇
𝑊̇
( 𝑡)
𝑚̇ 𝑠

A
Entalpia do Liquido Comprimido quando à temperatura e pressão T = T 11 e P = P11.
B
Pressão de Saturação à temperatura T = T11.
1
LEM – ISEL Termodinâmica Aplicada

𝑊̇
( 𝑚𝑏̇ )
Eficiência Isentrópica Bomba: 𝑏 = 𝑠
𝑊̇𝑏
𝑚̇

ℎ6 − ℎ5
Tanque de Reaquecimento Aberto 𝑦=
ℎ2 − ℎ5

Tanque de Reaquecimento ℎ6 − ℎ5
𝑦=
Fechado ℎ2 − ℎ7

Ciclo Turbina a Gás

𝑊̇𝑐
Compressor: = ℎ2 − ℎ1
𝑚̇

𝑄̇𝑖𝑛
Fonte Quente: = ℎ3 − ℎ2
𝑚̇

𝑊̇𝑡
Turbina: = ℎ3 − ℎ4
𝑚̇

𝑄̇𝑜𝑢𝑡
Fonte Fria: = ℎ4 − ℎ1
𝑚̇
𝑊̇𝑐
Razão do Trabalho Despendido: 𝑏𝑤𝑟 = 𝑚̇
𝑊̇𝑡
𝑚̇
𝑊̇𝑡
Eficiência Isentrópica Turbina: 𝑡 = 𝑚̇
𝑊̇
( 𝑚̇𝑡 )
𝑠

𝑊̇
( 𝑚𝑐̇ )
Eficiência Isentrópica Compressor: 𝑏 = 𝑠
𝑊̇𝑐
𝑚̇
𝑝2
Comp.: 𝑝𝑟2 = 𝑝𝑟1 ;
𝑝1
Processos Isentrópicos: 𝑝 𝑝
Exp.: 𝑝𝑟4 = 𝑝𝑟3 𝑝4 = 𝑝𝑟3 𝑝1 ;
3 2

𝑘 −1
C

Processos Isentrópicos: Calores específicos constantes 𝑝 𝑘


Comp.: 𝑇2 = 𝑇1 (𝑝2 ) ;
1

C 𝐶𝑝
𝑘=
𝐶𝑣
2
LEM – ISEL Termodinâmica Aplicada
𝑘−1
𝑝 𝑘
Exp.: 𝑇4 = 𝑇3 ( 4 ) =
𝑝3
𝑘−1
𝑝1 𝑘
𝑇3 (𝑝 ) ;
2

𝑝3 𝑝2
Razão de Compressão 𝑟𝑝 = = ;
𝑝4 𝑝1

Ciclo de Refrigeração por Compressão de Vapor

𝑊̇𝑐
Compressor: = ℎ2 − ℎ1
𝑚̇

𝑄̇𝑖𝑛
Fonte Quente: = ℎ1 − ℎ4
𝑚̇

𝑄̇𝑜𝑢𝑡
Fonte Fria: = ℎ2 − ℎ3
𝑚̇

𝑄̇𝑖𝑛
Coeficiente de Performance:  = 𝑚̇
𝑊̇𝑐
𝑚̇
𝑊̇
( 𝑐)
𝑚̇ 𝑠
Eficiência Isentrópica Compressor: 𝑏 =
𝑊̇𝑐
𝑚̇
𝑄̇𝑖𝑛
Coeficiente de Performance: 𝑚̇
=
(Ciclo de Brayton) 𝑊̇𝑐 𝑊̇𝑡
𝑚̇ − 𝑚̇

Exergia
𝑑𝔼𝑐𝑣 𝑇0 𝑑𝑉𝑐𝑣
= ∑ (1 − ) 𝑄̇ − (𝑊̇𝑐𝑣 − 𝑝0 ) + ∑ 𝑚̇𝑖 𝕖𝑓𝑖 − ∑ 𝑚̇𝑜 𝕖𝑓𝑜
Balanço: 𝑑𝑡 𝑇𝑗 𝑑𝑡
𝑗 𝑖 𝑜
− 𝔼̇𝑑
𝑉2
Exergia Especifica: 𝕖𝑓 = ℎ − ℎ0 − 𝑇0 (𝑠 − 𝑠0 ) + + 𝑔𝑧
2
𝑝4
Gases Perfeitos: 𝑠4 − 𝑠3 = (𝑠40 − 𝑠30 − 𝑅𝑙𝑛 )
𝑝3
Taxa de Destruição de Exergia: 𝔼̇𝑑 = 𝑇0 𝜎𝑐𝑣 D

D
Taxa de produção de entropia
3