Você está na página 1de 4

21/01/2019 Depreciação :: Matemática Financeira

4.0 Depreciação
Os bens que cons tuem o a vo de uma empresa estão sujeitos a constantes desvalorizações, devido, principalmente, ao desgaste, ao
envelhecimento e ao avanço tecnológico.
A depreciação cons tui, portanto, a diferença entre a preço da compra de um bem e seu valor de troca (valor residual), depois de certo tempo de
uso.
A depreciação pode ser real ou teórica. A depreciação real é a diferença do preço de um bem novo e seu valor de revenda, após períodos de uso,
enquanto a depreciação teórica é baseada em tempo de uso e critérios de desvalorização. A depreciação real é de di cil cálculo, pois seria necessária
uma avaliação de todo o patrimônio da empresa a cada depreciação realizada.
Normalmente, as empresas adotam o método de depreciação linear para lançamento contábil. Mesmo u lizando o método linear em sua
contabilidade, a empresa pode u lizar outro método para determinar o custo de produção de seus produtos, uma vez que a depreciação é um custo
para a empresa. (KUHNEN, 2001).

4.1 Método de Depreciação Linear


O método de depreciação linear é o método mais simples e mais u lizado. Consiste apenas em dividir o total a depreciar pelo número de anos de
vida ú l do bem.

4.1.1 Fórmula

4.1.2 Exemplo

1) (KUHNEN, 2001) Calcular o valor da depreciação de uma máquina de R$ 400.000,00, sabendo que a vida ú l é de 5 anos, e o valor residual de R$
50.000,00.
Solução:

Plano de depreciação

n Valor de Depreciação Depreciação Acumulada Residual


0 -x- -x- R$ 400.000,00
1 R$ 70.000,00 R$ 70.000,00 R$ 330.000,00
2 R$ 70.000,00 R$ 140.000,00 R$ 260.000,00
3 R$ 70.000,00 R$ 210.000,00 R$ 190.000,00
4 R$ 70.000,00 R$ 280.000,00 R$ 120.000,00
5 R$ 70.000,00 R$ 350.000,00 R$ 50.000,00
https://matematicafinanceira.webnode.com.br/deprecia%C3%A7%C3%A3o/ 1/4
21/01/2019 Depreciação :: Matemática Financeira

4.2 Método de Depreciação da Taxa Constante

O método de depreciação da taxa constante consiste em estabelecer uma taxa constante de depreciação, a qual é calculada sobre o valor do bem
no fim de cada exercício.

4.2.1 Fórmula

4.2.2 Exemplo

1) (KUHNEN, 2001) Determinar a taxa constante e elaborar o plano de depreciação de um bem adquirido por R$ 400.000,00, com vida ú l de 5 anos
e valor residual de R$ 50.000,00.

Solução:

Plano de depreciação

n Taxa Fixa Valor de Depreciação Depreciação Acumulada Residual


0 -x- -x- -x- R$ 400.000,00
1 34,0246% R$ 136.098,40 R$ 136.098,40 R$ 263.901,60
2 34,0246% R$ 89.791,46 R$ 225.889,86 R$ 174.110,14
3 34,0246% R$ 59.240,28 R$ 285.130,14 R$ 114.869,86

https://matematicafinanceira.webnode.com.br/deprecia%C3%A7%C3%A3o/ 2/4
21/01/2019 Depreciação :: Matemática Financeira

4 34,0246% R$ 39.084,01 R$ 324.214,15 R$ 75.785,85


5 34,0246% R$ 25.785,83 R$ 349.999,98 R$ 50.000,02

4.3 Método de Depreciação de Cole

O método de depreciação de Cole consiste em estabelecer uma fração a ser depreciada a cada ano. A fração terá como numerador a quan dade de
depreciação que ainda precisamos fazer, incluindo a que estamos fazendo, e o denominador será a soma numérica dos anos da vida ú l.

4.3.1 Fórmula

4.3.2 Exemplo

1) (KUHNEN, 2001) Elaborar o plano de depreciação de um equipamento adquirido por R$ 400.000,00, cujo valor residual, após 5 anos, é de R$
50.000,00, u lizando o método de cole.

Solução:

https://matematicafinanceira.webnode.com.br/deprecia%C3%A7%C3%A3o/ 3/4
21/01/2019 Depreciação :: Matemática Financeira

Plano de depreciação

n Fração Valor de Depreciação Depreciação Acumulada Residual


0 -x- -x- -x- R$ 400.000,00
1 5/15 R$ 116.666,67 R$ 116.666,67 R$ 283.333,33
2 4/15 R$ 93.333,33 R$ 210.000,00 R$ 190.000,00
3 3/15 R$ 70.000,00 R$ 280.000,00 R$ 120.000,00
4 2/15 R$ 46.666,67 R$ 326.666,67 R$ 73.333,33
5 1/15 R$ 23.333,33 R$ 350.000,00 R$ 50.000,00

REFERÊNCIAS

KUHNEN, OSMAR LEONARDO. Matemá ca Financeira aplicada e Análise de Inves mentos. 3. Ed. São Paulo: Atlas, 2001.

https://matematicafinanceira.webnode.com.br/deprecia%C3%A7%C3%A3o/ 4/4

Você também pode gostar