Você está na página 1de 12

01/04/2012

Magnetismo

Introdução
• As primeiras observações de fenômenos magnéticos são
muito antigas. Acredita-se que estas observações foram
realizadas pelos gregos, em uma cidade denominada
Magnésia. Eles verificaram que existia um certo tipo de
pedra que era capaz de atrair pedaços de ferro.

Introdução
• Sabe-se atualmente que essas pedras, denominadas
ímãs naturais, são constituídas por um óxido de
ferro (Fe3O4)  denominado Magnetita.

• O termo “magnetismo” foi, então, usado para


designar o estudo das propriedades destes ímãs, em
virtude do nome da cidade onde foram descobertos.

• Observou-se que um pedaço de ferro, colocado nas


proximidades de um ímã natural, adquiria as mesmas
propriedades de um ímã (imantação), obtendo assim
ímãs não-naturais (ímãs artificiais).

1
01/04/2012

Imantação Transitória e Permanente

• Ímãs permanentes são aqueles que, uma vez


imantados, conservam suas características
magnéticas.
• Ímãs transitórios são aqueles que, quando
submetidos a um campo magnético, passam a
funcionar como ímãs; assim que cessa a ação do
campo, ele volta às características anteriores.

Fenômenos Magnéticos
• Verificou-se que os pedaços de ferro eram atraídos com
maior intensidade por certas partes do ímã, as quais
foram denominadas pólos do ímã.
• Um ímã sempre possui dois pólos com comportamentos
opostos. O pólo norte e o pólo sul magnéticos.

Fenômenos Magnéticos – A Bússola


• A bússola foi a primeira aplicação prática dos fenômenos
magnéticos.
• É constituída por um pequeno ímã em forma de losango,
chamado agulha magnética, que pode movimentar-se
livremente.

2
01/04/2012

Fenômenos Magnéticos – A Bússola


• O pólo norte do ímã aponta aproximadamente para o pólo
norte geográfico.
• O pólo sul do ímã aponta aproximadamente para o pólo
sul geográfico.

“O Ímã Terra”

• A Terra se comporta como


um grande ímã cujo pólo
magnético norte é próximo
ao pólo sul geográfico e
vice-versa.
• Os pólos geográficos e
magnéticos da Terra não
coincidem.

GRADIENTE GEOTÉRMICO: VARIAÇÃO DA TEMPERATURA


COM A PROFUNDIDADE: Na crosta 30 a 40°C/Km

Parte do núcleo da Terra é


fluido
Movimento de fluido metálico
gera corrente elétrica que
induz campo magnético

Composição do Núcleo Fe + Ni e traços de O e S.


NÚCLEO DINÁMO AUTO-SUSTENTÁVEL

3
01/04/2012

O efeito do Sol sobre o campo geomagnético

Fenômenos Magnéticos
• Verifica-se que dois ímãs em forma de barra, quando
aproximados um do outro apresentam uma força de
interação entre eles.

S N N S S N S N

Repulsão Atração

Pólos de mesmo nome se repelem e de nomes


diferentes se atraem

Fenômenos Magnéticos
Ainda não é completamente conhecida a natureza das forças
magnéticas de atração e repulsão, embora conhecida as leis que
orientam suas ações e como utilizá-las.
Assim como qualquer forma de energia, o magnetismo é originado na
estrutura física da matéria, ou seja, no átomo.
O elétron gira sobre seu eixo (spin eletrônico) e ao redor do núcleo de
um átomo (rotação orbital).

4
01/04/2012

Campo Magnético
Defini-se como campo magnético toda região do espaço
em torno de um ímã, onde pode-se verificar a existência
de força magnética.

Ímã em forma de barra: Ímã em forma de “U”:

Linhas de indução obtidas com limalha de ferro. Cada partícula


da limalha comporta--se como uma pequena agulha magnética.

Linhas de Indução
O campo magnético é formado por linhas magnéticas de indução
fechadas em si, com uma parte externa e uma parte interna ao Imã.
As linhas de indução são orientadas externamente do Norte para o Sul
e internamente do Sul para o Norte
A agulha magnética serve como elemento de prova da existência do
campo magnético num ponto e da orientação das linhas de indução.
N

N S N N

Classificação das Substâncias Magnéticas

5
01/04/2012

Classificação das Substâncias Magnéticas

• Substâncias Ferromagnéticas: são aquelas que


apresentam facilidade de imantação quando em presença
de um campo magnético. Ex: ferro, cobalto, níquel,
disprósio, gadolínio e todas as ligas magnéticas etc.

• Substâncias Paramagnéticas: são aquelas que a


imantação é difícil quando em presença de um campo
magnético. Ex: madeira, couro, óleo, etc.

• Substâncias Diamagnéticas: são aquelas que se


imantam em sentido contrário ao vetor campo magnético
a que são submetidas. Corpos formados por essas
substâncias são repelidos pelo ímã que criou o campo
magnético. Ex: cobre, prata, chumbo, bismuto, ouro, etc.

Propriedades Magnéticas
• Quanto à temperatura: limite a partir do qual o efeito magnético
desaparece, chamado de Ponto de Curie

Ponto de Número
Substância
Curie (°C) Atômico
Magnetita 580 -
Ferro 770 26
Cobalto 1131 27
Níquel 358 28
Gadolínio 16 64
Disprósio -168 66

Fonte: www.feirade ciencias.com.br e www.mspc.eng.br/quim1/quim1.shtml

Propriedades Magnéticas
• Quanto às linhas de Indução:
– Permeabilidade Magnética (µ): indica a facilidade com que as
linhas de indução magnética atravessam os materiais. Sua
unidade é [T.m/A] ou [H/m] ou [Wb/A.m];
– Permeabilidade Magnética Relativa (µr): valor adimensional que
indica quanto que a permeabilidade magnética de um material é
maior, comparativamente, que a permeabilidade do vácuo:
µ= µr* µo
– Permeabilidade Magnética do Vácuo (µo): considerada igual a
4 π 10-7 T.m/A;
– Saturação: máxima quantidade de linhas de indução que um
material pode permitir.

6
01/04/2012

Propriedades Magnéticas

Material µ (H/m) µR Classificação Magnética


Ferro 28 000.π.10-7 7 000 ferromagnética
Cobalto 680.π.10-7 170 ferromagnética
Níquel 4 000.π.10-7 1 000 ferromagnética
Aluminio 4,000084.π.10-7 1,000021 paramagnética
Oxigenio 4,000008.π.10-7 1,000002 paramagnética
Ar 4,000000.π.10-7 1,000000 paramagnética
Água 3,999964.π.10-7 0,999991 diamagnética
Cobre 3,999980.π.10-7 0,999995 diamagnética
Bismuto 3,999332.π.10-7 0,999833 diamagnética

Fonte: http://minerva.ufpel.edu.br/~egcneves/Textos/mte/caderno_mte/circ_magn.pdf

Propriedades Magnéticas
• Quanto aos Pólos:
– Inseparabilidade dos Pólos: dividindo um ímã em duas partes
iguais, que por sua vez podem ser re-divididas em outras tantas,
cada uma dessas partes constitui um novo ímã que, embora
menor, tem sempre dois pólos. Esse processo de divisão pode
continuar até que se obtenham átomos, que tem a propriedade
de um ímã.

N S

N S N S

N S N S N S N S

N S N S N S N S N S N S N S N S

Domínios Magnéticos
Em materiais magnéticos, como o ferro e o aço, os campos magnéticos
dos elétron se alinham formando regiões da ordem de 10-2 a 10-3 cm
que apresentam magnetismo espontâneo (grupos de até 1012 elétrons).
Essas regiões são chamadas de domínios. Os domínios são entidades
isoladas, isto é, cada domínio é independente dos domínios vizinhos.

Imãs naturais já teriam os domínios


naturalmente linhados, de forma a produzir
os efeitos magnéticos sem a necessidade de
campo externo;

7
01/04/2012

Domínios Magnéticos

Uma barra de ferro é magnetizada quando submetida


a um campo magnético externo, resultando no
alinhamento de seus ímãs elementares.

Domínios Magnéticos
Quando um ímã é submetido a choque mecânico ou aquecimento,
pode perder sua imantação: é que a energia fornecida ao material
nesses casos pode ser suficiente para desarranjar a orientação dos
domínios;

Para se magnetizar uma agulha deve-


se "esfregá-la" com o pólo de um ímã
passado sempre no mesmo sentido:
o ímã produz o papel de campo
externo necessário e a movimentação
constante promove um alinhamento
dos domínios sempre no mesmo
sentido

Força Magnética
As experiências com imãs mostram que a força mutua entre duas
regiões polares têm as seguintes características:

Direção: reta auxiliar que une dois polos

Sentido: atração  aproximação entre os polos

F F

repulsão  afastamento entre os polos

F F

8
01/04/2012

Força Magnética
Intensidade:

relacionada com a distância entre os polos e as suas massas


magnéticas, dada pela seguinte equação:

F F
d
F  força magnética [N]
µ  permeabilidade magnética [Wb/A.m]
m1, m2  massas magnéticas [Wb] F = F
d  distância entre os polos [m]

Exercícios
1. Três polos Nortes são colocados alinhados em um mesmo eixo, conforme a
figura. Sabendo-se que o meio é o ar, determinar a força resultante que atua
no polo número 2.

F21 F32 F12 F13

F31 30 cm 20 cm F23
m1=4 Wb m2=6 Wb m3=5 Wb

F32 =F23
F21 =F12
F31 =F13

Exercícios
2. Um polo Norte e dois polos Sul estão dispostos conforme a figura, formando
um triângulo retângulo isósceles de catetos iguais a 16 cm. Sabendo-se que
o meio é o vácuo, determinar a força resultante que atua no polo Norte.

F32
m2=4 Wb

F12 F32 =F23

16 cm F21 =F12
F31 =F13
F21 m3=4 Wb

F31 16 cm F13 F23


m1=8 Wb

9
01/04/2012

Exercícios
3. Na figura abaixo temos 4 polos Norte nos vértices de um quadrado de lado
igual a 10 cm. Um quinto polo Norte é colocado no centro do quadrado.
Sabendo-se que o conjunto está no vácuo, determinar a força resultante que
atua no centro do quadrado.

m1 m2 m1=10 Wb

F45 F35 m2=20 Wb

m3=15 Wb
F25 m5 F15
m4=20 Wb
m3 m4
m5=15 Wb

Vetor Campo Magnético

• A cada ponto P do campo magnético, associaremos um vetor


B , denominado vetor indução magnética ou vetor campo
magnético.
• No Sistema Internacional de Unidades, a unidade de
intensidade do vetor B denomina-se tesla (símbolo T).
• Uma agulha magnética, colocada em um
ponto dessa região, orienta-se na direção do
vetor B .
B1
• O pólo norte da agulha aponta S
no sentido do vetor B . N
S
S N N
B2
S

N B3

Linhas de Campo Magnético

• Em um campo magnético, chama-se linha de campo


magnético toda linha que, em cada ponto, é tangente ao
vetor B e orientada no seu sentido.
• As linhas de campo magnético ou linhas de indução são
obtidas experimentalmente.
As linhas de indução são B2 Linha de
uma simples representação indução
2
gráfica da variação do vetor
B. B1
1

10
01/04/2012

Linhas de Indução – Campo Magnético Uniforme


• Ímã em ferradura ou em U:
P1 B
N S
P2 B

P3 B

Campo magnético uniforme é aquele no qual, em todos os


pontos, o vetor B tem a mesma direção, o mesmo sentido
e a mesma intensidade.

EXPRESSÃO EM EXPRESSÃO EM
GRANDEZA SISTEMA NOME SÍMBOLO UNIDADES SI DE OUTRAS
BASE UNIDADES

fluxo de indução magnética SI weber Wb m2 . kg . s-2 . A-1 V.s

CGS maxwell Mx 1Mx=10-8Wb

indução magnética SI tesla T kg . s-2 . A-1 Wb/m2


CGS gauss G 1G=10-4T

permeabilidade SI henry por metro H/m m . kg . s-2 . A-2 N/A2 ; T.m/A

campo magnético SI ampère por metro A/m

força SI newton N m-1 . kg . s-2

Exercícios
• 1. (UFSC) Assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

a) Pólos magnéticos de mesmo nome se atraem, enquanto pólos de


nomes contrários se repelem. E
b) Num campo magnético uniforme, as linhas de indução magnética
são retas paralelas igualmente espaçadas e igualmente orientadas. C
c) As linhas de indução magnética “saem” do pólo norte e “chegam” ao
pólo sul. C
d) As linhas de indução magnética, do campo magnético produzido por
uma corrente i, que percorre um condutor reto, são ramos de
parábolas situadas em planos paralelos ao condutor. E
e) No interior de um solenóide, o campo de indução magnética pode
ser considerado como uniforme e têm a direção do seu eixo
geométrico. C

11
01/04/2012

Exercícios
• 2. (UFPI) O ímã em forma de barra da figura foi partido em dois
pedaços.
N

S
A figura que melhor representa a magnetização dos pedaços
resultantes é:
a) b) c) d) e)
N N N
N S N

S N S
S S S

Exercícios
1. Quais foram os primeiros fenômenos magnéticos observados?
2. Cite algumas aplicações atuais dos materiais magnéticos?
3. Caracterize imãs permanentes?
4. O que são domínios?
5. O que quer dizer magnetizar um material?
6. O que é saturação magnética?
7. Diferencie os materiais ferromagnéticos, diamagnéticos e
paramagnéticos?
8. O que é permeabilidade magnética?
9. Diferencie os materiais ferromagnéticos, diamagnéticos e
paramagnéticos, através da propriedade permeabilidade magnética?

12