Você está na página 1de 45

Universidade Federal de Santa Catarina

INTRODUÇÃO AO ESTUDO

DA ANATOMIA

Universidade Federal de Santa Catarina INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA Leidiane Mazzardo Martins

Leidiane Mazzardo Martins

Introdução ao Estudo da Anatomia

1 Conceitos

1.1 Etimológico - O termo anatomia deriva do grego: Ana = em partes + Tomein = cortar.

1.2 Amplo - É a Ciência que estuda a forma e a estrutura dos seres organizados.

1.3 Restrito - É a Ciência que estuda a forma e a estrutura do corpo humano.

2 Divisões da Anatomia

2.1 Segundo o Método de Observação

2.1.1 Microscópica

2.1 Segundo o Método de Observação 2.1.1 Microscópica 2.1.2 Macroscópica - é estudada pela dissecação de

2.1.2 Macroscópica - é estudada pela dissecação de peças previamente fixadas. Latim: dis = em partes + secare = seccionar (cortar). Cortar separando em partes

2 Divisões da Anatomia

2.2 Segundo o Método de Estudo

2.2.1 Anatomia sistemática ou descritiva =

por sistemas orgânicos.

Estuda o corpo humano mediante uma divisão

2.2.2 Anatomia topográfica ou regional = Estuda o corpo humano mediante uma divisão por

segmentos ou regiões.

2.2.3 Anatomia radiológica = Estuda o corpo humano mediante o uso de imagens:raios x,

tomografias, ressonâncias magnéticas.

2.2.4 Anatomia de superfície = Estuda o corpo humano mediante os relevos e as depressões

existentes em sua

superfície.

2.2.4 Anatomia de superfície = Estuda o corpo humano mediante os relevos e as depressões existentes
2.2.4 Anatomia de superfície = Estuda o corpo humano mediante os relevos e as depressões existentes

Introdução ao Estudo da Anatomia

Anatomia (ana = em partes; tomein = cortar) macroscópica é estudada pela dissecação de

peças previamente fixadas.

Os sistemas que, em conjunto, compõem o organismo do indivíduo são:

a) Sistema Tegumentar;

previamente fixadas. Os sistemas que, em conjunto, compõem o organismo do indivíduo são: a) Sistema Tegumentar;

b) Sistema Esquelético (ossos, cartilagens e conexões entre ossos);

b) Sistema Esquelético (ossos, cartilagens e conexões entre ossos);

c) Sistema Muscular;

c) Sistema Muscular;

d) Sistema Nervoso

d) Sistema Nervoso

e) Sistema Circulatório

e) Sistema Circulatório
e) Sistema Circulatório

f) Sistema Respiratório

f) Sistema Respiratório

g) Sistema Digestório

g) Sistema Digestório

h) Sistema Urinário

h) Sistema Urinário

i) Sistema Genital (feminino e masculino);

i) Sistema Genital (feminino e masculino);
i) Sistema Genital (feminino e masculino);

j) Sistema Endócrino

j) Sistema Endócrino

k) Sistema Sensorial.

k) Sistema Sensorial.
k) Sistema Sensorial.

Introdução ao Estudo da Anatomia

Conceito de variação anatômica e normal

Normal forma e posição do corpo humano mais frequentemente observado (normal estatístico).

Anatomia Humana tem como material de estudo o corpo humano.

Anatomia Humana tem como material de estudo o corpo humano. Diferenças morfológicas entre os elementos Variações

Diferenças morfológicas entre os elementos

o corpo humano. Diferenças morfológicas entre os elementos Variações anatômicas (desvio do normal) Ex. mudança na

Variações anatômicas

(desvio do normal)

Ex. mudança na sequência dos ramos de uma artéria

Podem ocorrer externamente ou em

qualquer um dos sistemas, sem que traga prejuízo funcional para o indivíduo.

Introdução ao Estudo da Anatomia

Conceito de variação anatômica e normal

Introdução ao Estudo da Anatomia Conceito de variação anatômica e normal

Introdução ao Estudo da Anatomia

Conceito de variação anatômica e normal

Introdução ao Estudo da Anatomia Conceito de variação anatômica e normal

Introdução ao Estudo da Anatomia

Conceito de variação anatômica e normal

Quando a variação anatômica perturba a função anomalia

X
X
de variação anatômica e normal Quando a variação anatômica perturba a função – anomalia X Fissura

Fissura labiopalatal

de variação anatômica e normal Quando a variação anatômica perturba a função – anomalia X Fissura

Introdução ao Estudo da Anatomia

Conceito de variação anatômica e normal

Monstruosidade desvio do aspecto morfológico normal que compromete os planos de construção do corpo. Geralmente é incompatível com a vida.

do corpo. Geralmente é incompatível com a vida. Agenesia do encéfalo G ê m e o

Agenesia do encéfalo

do corpo. Geralmente é incompatível com a vida. Agenesia do encéfalo G ê m e o

Gêmeos xifópagos

Introdução ao Estudo da Anatomia

Fatores Gerais de Variação:

Às variações anatômicas ditas individuais devem-se acrescentar aquelas decorrentes da:

a)

Idade (sistema esquelético criança parcialmente sem ossificação, idoso- diminuição das trabéculas osso esponjoso);

(sistema esquelético criança – parcialmente sem ossificação, idoso- diminuição das trabéculas osso esponjoso);
(sistema esquelético criança – parcialmente sem ossificação, idoso- diminuição das trabéculas osso esponjoso);

Introdução ao Estudo da Anatomia

Fatores Gerais de Variação:

b) Sexo (órgãos sexuais características sexuais primárias; características sexuais secundárias- mama, tecido adiposo mais pronunciado, crescimento pêlo facial, pelve)

primárias; características sexuais secundárias- mama, tecido adiposo mais pronunciado, crescimento pêlo facial, pelve)
primárias; características sexuais secundárias- mama, tecido adiposo mais pronunciado, crescimento pêlo facial, pelve)
primárias; características sexuais secundárias- mama, tecido adiposo mais pronunciado, crescimento pêlo facial, pelve)
primárias; características sexuais secundárias- mama, tecido adiposo mais pronunciado, crescimento pêlo facial, pelve)
primárias; características sexuais secundárias- mama, tecido adiposo mais pronunciado, crescimento pêlo facial, pelve)
primárias; características sexuais secundárias- mama, tecido adiposo mais pronunciado, crescimento pêlo facial, pelve)
primárias; características sexuais secundárias- mama, tecido adiposo mais pronunciado, crescimento pêlo facial, pelve)

Introdução ao Estudo da Anatomia

Fatores Gerais de Variação:

c) Raça;

d) Evolução

Introdução ao Estudo da Anatomia Fatores Gerais de Variação: c) Raça; d) Evolução
Introdução ao Estudo da Anatomia Fatores Gerais de Variação: c) Raça; d) Evolução

Introdução ao Estudo da Anatomia

Fatores Gerais de Variação:

e)Tipo constitucional Na grande variabilidade humana podemos reconhecer dois tipos extremos: longilíneo e brevilíneo.

Na grande variabilidade humana podemos reconhecer dois tipos extremos: longilíneo e brevilíneo. Dom Quixote Mediolíneos

Dom Quixote

Na grande variabilidade humana podemos reconhecer dois tipos extremos: longilíneo e brevilíneo. Dom Quixote Mediolíneos

Mediolíneos

Introdução ao Estudo da Anatomia

Noção de fundamental importância:

O que se encontra no cadáver não corresponde exatamente ao que é encontrado in vivo coloração, consistência, elasticidade, forma e posição.

Introdução ao Estudo da Anatomia

Nomenclatura ou Terminologia Anatômica:

Definição: é a linguagem científica da anatomia. A primeira tentativa de uniformizar e criar

uma nomenclatura internacional 1895. 1933, 1936 e 1950. 1955 aprovada

oficialmente a nomenclatura anatômica.

BNA (Basle Nomina Anatomica) 1895 PNA (Paris Nomina Anatomica) 1955

Princípios Gerais

Lingua oficial Latim

1955 Princípios Gerais Lingua oficial – Latim Abolição dos epônimos (trompa de Falópio – tuba
1955 Princípios Gerais Lingua oficial – Latim Abolição dos epônimos (trompa de Falópio – tuba

Abolição dos epônimos (trompa de Falópio tuba uterina; trompa de Eustáquio tuba auditiva)

Termos devem indicar: forma, posição, situação, etc. Tradução para o vernáculo do País Abreviatura dos termos usuais

Introdução ao Estudo da Anatomia

Nomenclatura Anatômica:

Usam-se as seguintes nomenclaturas para os termos gerais de anatomia:

a.

artéria

aa. - artérias

fasc. fascículo

gl. - glândula

lig.

ligamento

ligg. - ligamentos

m.

- músculo

mm.- músculos

n.

nervo

nn. - nervos

r. ramo v. veia

rr. ramos vv. - veias

Introdução ao Estudo da Anatomia

Nomenclatura Anatômica:

Termos devem indicar: forma, posição, situação, etc.

Forma (músculo trapézio);

posição, situação, etc.  Forma (músculo trapézio);  P o s i ç ã o (

Posição (nervo mediano);

etc.  Forma (músculo trapézio);  P o s i ç ã o ( n e

Introdução ao Estudo da Anatomia

Nomenclatura Anatômica:

Termos devem indicar: forma, posição, situação, etc.

Suas conexões (ligamento sacro-ilíaco);

Sua função (músculo levantador da escápula);

situação, etc.  Suas conexões (ligamento sacro-ilíaco);  Sua função (músculo levantador da escápula);
situação, etc.  Suas conexões (ligamento sacro-ilíaco);  Sua função (músculo levantador da escápula);

Introdução ao Estudo da Anatomia

Divisão do corpo Humano:

Introdução ao Estudo da Anatomia Divisão do corpo Humano:

Introdução ao Estudo da Anatomia

Introdução ao Estudo da Anatomia Posição Anatômica:  Posição ereta (em pé, posição ortostática ou bípede),

Posição Anatômica:

Posição ereta (em pé,

posição ortostática ou bípede),

com a face voltada para a

frente, o olhar dirigido para o

horizonte, membros

superiores estendidos e com

as palmas das mãos voltadas

para a frente, membros

inferiores unidos, com as

pontas dos pés dirigidas para a

frente. Para os animais

quadrúpedes, a posição

anatômica refere-se ao animal

de pé.

Para evitar o uso de termos diferentes nas descrições anatômicas, optou-se por

uma posição padrão.

Introdução ao Estudo da Anatomia

Introdução ao Estudo da Anatomia Planos de delimitação e secção do corpo humano: Na posição anatômica

Planos de delimitação e secção do corpo humano:

Na posição anatômica o corpo humano pode ser delimitado

por planos tangentes à sua superfície, os quais, com suas

intersecções, determinam a formação de um paralelepípedo.

Tem-se assim, para as faces desse sólido, os seguintes planos:

a) Dois planos verticais, um tangente ao ventre (plano ventral

ou anterior) e outro ao dorso (plano dorsal ou posterior).

Estes e outros a eles paralelos são também designados

planos frontais, por serem paralelos a “fronte”.

Introdução ao Estudo da Anatomia

Planos de delimitação e secção do corpo humano:

Introdução ao Estudo da Anatomia Planos de delimitação e secção do corpo humano:

Introdução ao Estudo da Anatomia

Planos de delimitação e secção do corpo humano:

b) Dois planos verticais tangentes aos lados do corpo planos laterais direito e esquerdo

e secção do corpo humano: b) Dois planos verticais tangentes aos lados do corpo – planos

Introdução ao Estudo da Anatomia

Planos de delimitação e secção do corpo humano:

b) Dois planos horizontais, um tangente à cabeça plano cranial ou superior- e outro à

planta dos pés plano podálico (de podos pé) ou inferior.

– plano podálico (de podos – pé) ou inferior . O tronco isolado é limitado, inferiormente,

O tronco isolado é

limitado, inferiormente,

pelo plano horizontal que

tangencia o vértice do

cóccix (osso que no

homem é vestígio da

cauda de outros animais),

por essa razão esse plano

é denominado caudal.

Introdução ao Estudo da Anatomia

Planos de delimitação e secção do corpo humano:

Os planos descritos são de delimitação. É possível também traçar planos de secção:

a) O plano que divide o corpo humano em metade direita e esquerda é o mediano. Toda secção paralela ao mediano é uma secção (corte) sagital e os planos de secção são denominados sagitais.

. Toda secção paralela ao mediano é uma secção (corte) sagital e os planos de secção
. Toda secção paralela ao mediano é uma secção (corte) sagital e os planos de secção

Introdução ao Estudo da Anatomia

Planos de delimitação e secção do corpo humano:

b) Os planos de secção que são paralelos aos planos ventral e dorsal são ditos frontais e

a secção (corte) também é denominada frontal.

que são paralelos aos planos ventral e dorsal são ditos frontais e a secção (corte) também

Introdução ao Estudo da Anatomia

Planos de delimitação e secção do corpo humano:

c) Os planos de secção que são paralelos aos planos cranial, podálico e caudal são

horizontais. A secção (corte) é denominada transversal.

são paralelos aos planos cranial, podálico e caudal são horizontais . A secção (corte) é denominada

Introdução ao Estudo da Anatomia

Termos de posição e direção das estruturas do corpo humano :

Plano mediano

Introdução ao Estudo da Anatomia Termos de posição e direção das estruturas do corpo humano :

Introdução ao Estudo da Anatomia

Planos de delimitação e secção do corpo humano:

Nos membros empregam-se termos especiais de posição, como os adjetivos proximal e distal, conforme a parte considerada se encontre mais próxima ou mais distante da raiz do membro.

proximal e distal , conforme a parte considerada se encontre mais próxima ou mais distante da

Introdução ao Estudo da Anatomia

Planos de delimitação e secção do corpo humano:

Princípios gerais da construção corpórea nos vertebrados

O corpo humano é construído segundo alguns princípios fundamentais que prevalecem para os vertebrados e são os seguintes:

a) Antimeria O plano mediano divide o corpo em duas metades, denominadas

antímeros e são semelhantes, morfológica e funcionalmente, desta forma, diz-se que o

homem é construído segundo o princípio de simetria bilateral.

e funcionalmente, desta forma, diz-se que o homem é construído segundo o princípio de simetria bilateral
e funcionalmente, desta forma, diz-se que o homem é construído segundo o princípio de simetria bilateral

Introdução ao Estudo da Anatomia

Planos de delimitação e secção do corpo humano:

Princípios gerais da construção corpórea nos vertebrados

b) Metameria Superposição, no sentido longitudinal, de segmentos semelhantes,

cada segmento corresponde a um metâmero.

– Superposição, no sentido longitudinal, de segmentos semelhantes, cada segmento corresponde a um metâmero .
– Superposição, no sentido longitudinal, de segmentos semelhantes, cada segmento corresponde a um metâmero .

Introdução ao Estudo da Anatomia

Planos de delimitação e secção do corpo humano:

Princípios gerais da construção corpórea nos vertebrados c) Paquimeria o segmento axial do corpo é constituído esquematicamente por 2 tubos.

Dorsal (cavidade craniana e canal vertebral aloja SNC ), paquímero neural.

por 2 tubos. Dorsal (cavidade craniana e canal vertebral – aloja SNC ), paquímero neural. Ventral

Ventral

(visceral).

Introdução ao Estudo da Anatomia

Planos de delimitação e secção do corpo humano:

Princípios gerais da construção corpórea nos vertebrados d) Estratificação o corpo humano é constituído por camadas (estratos) que se superpõem.

é constituído por camadas (estratos) que se superpõem. (1) pele; (2)tela subcutânea; (3)fáscia muscular;

(1) pele; (2)tela subcutânea; (3)fáscia muscular; (4)músculos e (5) ossos.

Interesses relacionados