UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUI - UESPI CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS - CCSA DEPARTAMENTO DE DIREITO DISCIPLINA: SOCIOLOGIA GERAL

CONCEITOS DE SOCIOLOGIA E SOCIOLOGIA COMO CIÊNCIA

TERESINA 2010

. como requisito parcial para obtenção de nota.Jefferson Torquato Kaynan Miranda Rhavena Dias Samantha Ramos CONCEITOS DE SOCIOLOGIA E SOCIOLOGIA COMO CIÊNCIA Pesquisa apresentada à Disciplina Sociologia Geral. do Curso de Direito da Universidade Estadual do Piauí.

.....................8 ....................................Orientador: Professor Gabriele Sapio......................................................................4 CONCEITOS DE SOCIOLOGIA............................................. TERESINA 2010 SUMÁRIO INTRODUÇÃO.......................

...............................SOCIOLOGIA COMO CIÊNCIA.............12 ........................................................11 REFERÊNCIAS................................................................................................................................................9 CONSIDERAÇÕES FINAIS...................................

causas e efeitos das relações que se estabelecem entre os indivíduos organizados em sociedade. técnicas e escolas que tentaram elaborar uma teoria sociológica unificada como instrumento adequado de análise. como consequência da revolução francesa e industrial. e a proliferação de métodos. cada um dos quais constitui o domínio de uma ciência social específica. A abordagem sociológica das relações entre os indivíduos distingue-se da abordagem biológica. que pela primeira vez usou-se a palavra sociologia. Seu interesse focaliza-se no todo das interações sociais e não em apenas um de seus aspectos. A sociologia surgiu em um contexto que coincide com os derradeiros momentos de desagregação da sociedade feudal e da consolidação da civilização capitalista. Embora. a totalidade da realidade social como tal. Sendo a sua criação resultado da elaboração de um conjunto de pensadores que se empenharam em compreender as novas situações de existência que estavam em curso. As preocupações de ordem normativa são estranhas à sociologia e não lhe cabe a aplicação de soluções para problemas sociais ou a responsabilidade pelas reformas. já que os elementos com que lida são seres humanos. sem proposta de transformação. Assim. a multiplicidade de temas de seu interesse e aplicação. Entre os mais importantes citam-se a inexistência de terminologia clara e precisa. planejamento ou adoção de medidas que visem à transformação das condições sociais. no século XIX. Sociologia é a ciência que estuda a natureza. a palavra sociologia surge por volta de 1830. no seu Curso de Filosofia Positiva. mediante métodos científicos. que a precipitaram e tornaram possível a sociologia. descrição e interpretação dos fenômenos sociais. foi com Augusto Comte em 1839. as afinidades partilhadas com outras ciências sociais. o objeto da sociologia são as relações sociais. Para ser mais exato. econômica e política dessas relações. a sociologia busca conhecer.5 INTRODUÇÃO Disciplina que se distingue das demais ciências sociais pela abrangência de seu objeto. a dificuldade de experimentação. as transformações por que passam essas relações. Vários obstáculos impediram a constituição da sociologia como ciência. ele . desde que ela surgiu. psicológica. instituições e costumes que têm origem nelas. como também as estruturas. a tendência a subjetivar os fatos sociais. De acordo com Carlos Martins.

além disso. . Segundo Pérsio Oliveira. que os distinguem dos que são estudados pelas outras ciências. Entretanto. são dados estruturais das sociedades. os filósofos já se ocupavam da explicação dos fenômenos sociais. E que. a reflexão sobre os fenômenos sociais não começou com a Sociologia.6 seja tradicionalmente considerado o pai da sociologia. foi com Emile Durkhein que a sociologia passou a ser considerada uma ciência e como tal se desenvolveu. Para alguns autores. Para Durkein. sofrendo sanções os que não agirem como se deve. como o idioma. a conveniência e a possibilidade de aplicação dos princípios da ciência ao conhecimento da sociedade. levando em conta as suas contradições. apenas possuem problemas em suas partes (órgão) uma vez que entende que o conflito. o choque normativo. afirmar que a sociologia é uma ciência significa. todos os participantes de uma sociedade devem agir do mesmo modo. dizer que ela é diferente da filosofia social. pode-se dizer que existem duas grandes escolas do pensamento sociológico: • Escola funcionalista: Contém forte influência de Durkheim. Antes que Auguste Comte inventasse. atualmente. o todo também não estará). a sociologia não possui juízos de valor. Durkein formulou as primeiras orientações para a Sociologia e demonstrou que os fatos sociais têm características próprias. as normas devem ser compartilhadas por todos. na primeira metade daquele século. ou seja. a Sociologia é o estudo dos fatos. entende-se que a sociedade se assemelha a um organismo humano-biológico (se uma das partes do corpo não está bem. antes de mais nada. Alguns autores acrescentam que. Para seus pensadores o “organismo” não adoece. • Escola do conflito: Olha para a sociedade. no século XIX. daí o conceito de mudança social permanente estar presente como um fato. A escola do conflito ainda afirma que todas as sociedades conhecidas são estratificadas. a palavra sociologia para denominar a nova ciência e proclamasse a necessidade. diferente da filosofia. principalmente na maneira de alcançá-los. entende-se que tanto a desigualdade social. A reflexão filosófica a respeito da sociedade difere da sociologia tanto nos resultados quanto. é o que move os grupos de uma dada sociedade historicamente constituída.

já que as metas a serem alcançadas estão predeterminadas. e não entre sociedades globais. as comparações devem ser feitas entre as relações que caracterizam qualquer sociedade ou instituição. De acordo com as classificações geralmente aceitas. assim como as outras ciências. as relações entre marido e mulher ou entre patrão e empregado. legou à sociologia um detalhado estudo sobre os acontecimentos e as relações sociais. que implica uma postura fatalista. que definiu a sociologia como o estudo das formas sociais. à adoção de uma atitude de laissezfaire. Essa noção leva. é moralmente neutra. (2) a idéia segundo a qual a natureza. ainda. ou entre instituições de diferentes sociedades. Mas. ela possui um sentido moral. Para o formalismo. por exemplo. • Formalismo: Corrente teórica do pensamento sociológico. a sociedade e todos os demais conjuntos existentes perdem vida ao serem analisados e por isso não se deve intervir em tais conjuntos. pode-se dizer que a sociologia como ciência em geral. O sentido moral da atividade cientifica está no seu compromisso com a verdade. nasceu da hábil síntese que Comte fez do organicismo e do positivismo. Assim. o que impede qualquer tentativa de alterá-las.7 Assim. e (3) a crença de que a relação existente entre as diversas partes que compõem a sociedade é semelhante à relação que guardam entre si os órgãos de um organismo vivo. que fundamenta a interpretação do mundo exclusivamente na experiência. independente de seu conteúdo. O interesse pela comparação entre relações permitiu à . três das quais são fundamentais para a compreensão dessa corrente sociológica: (1) o conceito teleológico da natureza. às correntes principais da sociologia: • Organicismo positivista: Primeira construção teórica importante surgida na sociologia. como. em conseqüência. somam-se. ao menos com a verdade que a nossa capacidade de observação e entendimento permite alcançar. O positivismo. duas tradições intelectuais contraditórias. os primeiros conceitos da nova disciplina foram elaborados de acordo com analogias orgânicas. adota como ponto de partida a ciência natural e tenta aplicar seus métodos no exame dos fenômenos sociais. O organicismo representa uma tendência do pensamento que constrói sua visão do mundo sobre um modelo orgânico e tem origem na filosofia idealista.

ao contrário do movimento anterior. exerceu poderosa influência sobre numerosos sociólogos posteriores. o behaviorismo social se dividiu em três grandes ramos -.behaviorismo pluralista. a teoria da ação social. entendidos como repetição mecânica de atos. Os americanos Charles Horton Cooley.e legou à sociologia preciosas contribuições metodológicas. centralizou-se no estudo do eu e da personalidade. centralizou-se na análise dos fenômenos de massas e atribuiu grande importância ao conceito de imitação para explicar os processos e interações sociais. George Herbert Mead e Charles Wright Mills são alguns dos teóricos do interacionismo simbólico que. O alemão Max Weber foi o expoente máximo do terceiro movimento do behaviorismo. formado a partir da escola de imitação-sugestão representada pelo francês Gabriel Tarde. . instrumento de análise para estudo de situações e acontecimentos históricos concretos. • Behaviorismo social: Surgida entre 1890 e 1910. assim como nas noções de atitude e significado para explicar os processos sociais. O behaviorismo pluralista. Com seu original método de "construção de tipos sociais". Essa segunda característica abriu caminho para o surgimento da psicologia social.8 sociologia alcançar um nível mais amplo de generalização e conferiu maior importância ao indivíduo do que às sociedades globais. interacionismo simbólico e teoria da ação social -.

divergência. a sociologia é o estudo do comportamento social das interações e organizações humanas. e busca entender as transformações que esses processos provocam na cultura e estrutura social. sem. sobre o comportamento e as experiências interpessoais presentes no cotidiano da sociedade. a mobilização social. a Sociologia estuda os fenômenos sociais. compreendendo as diferentes formas de constituição das sociedades e suas culturas. a divisão da sociedade em camadas. competição e conflito na sociedade. no entanto. Segundo Tuner. tais como desvio. De modo geral. Além disso. a sociologia estuda os valores e as normas que existem de fato na sociedade e tenta identificar e classificar as relações entre esses componentes da sociedade e outras manifestações da vida social. conflitos. o estudo dos grupos sociais. etc. julgar a sociedade nem os homens e os seus atos. que fluem através da ordem estabelecida socialmente. Não cabe à Sociologia dizer como a sociedade deve ser. criadas pela então nascente sociedade capitalista. a sociologia é o resultado de uma tentativa de compreensão de situações sociais radicalmente novas. crime. Segundo o autor. migrações e movimentos sociais. Tendo como objetivo tornar as compreensões. à medida que suas percepções vão além das experiências pessoais. ela explora todas as estruturas sociais que ditam a vida social. examina todos os processos sociais. mais sistemáticas e precisas. considerando as integrações que ocorrem na vida em sociedade. mas constatar e explicar como ela é. A sociologia estuda as relações sociais e as formas de associação. a trajetória desta ciência tem sido uma constante tentativa de dialogar com a civilização capitalista. . em suas diferentes fases. os processos de cooperação. o autor acrescenta que a sociologia estuda todos os símbolos culturais que os seres humanos criam e usam para interagir e organizar a sociedade. Outros autores acrescentam que.9 CONCEITOS DE SOCIOLOGIA Para Martins. A sociologia abrange.

como. A transitoriedade é outra característica do conhecimento científico. . apesar das peculiaridades dos fenômenos sociais quando comparados com os fenômenos de natureza e. Um sistema filosófico pode se manter inalterado durante séculos. que é uma conseqüência inevitável da dinâmica própria do conhecimento científico. da abordagem científica da sociedade. por conseguinte. como tem ocorrido.10 SOCIOLOGIA COMO CIÊNCIA Como ciência. predominantemente indutiva. como toda ciência. em condições laboratoriais. Como um tipo de conhecimento garantido pela observação sistemática dos fatos. consequentemente. A ciência não é cristaliza. No método. toda ciência. a Sociologia tem de obedecer aos mesmos princípios gerais válidos para todos os ramos de conhecimento científico. possui áreas polêmicas e questões abertas. Esse planejamento não é. A ciência. baseia as suas generalizações na observação sistemática. Além disso. através do planejamento social. também podem mudar os conceitos durante a melhora dos métodos de observação. mas. se levarmos em consideração que a ciência se expressa como um sistema de conceitos. em instrumento de intervenção social. de um modo geral. a sociologia se distingue das formas não científicas de explicação da sociedade pelos meios como são alcançadas as suas generalizações. está a característica mais importante da ciência. quando possível. de modo conjugado. dos fatos. Em outras palavras. Entretanto. entretanto. podemos caracterizar a sociologia como ciência. parte da observação sistemática de casos particulares para daí chegar à formulação de generalizações sobre a vida social. a aplicação apenas da Sociologia à intervenção na sociedade. A sociologia pretende explicar o que acontece na sociedade. isto é. qualquer que seja o seu grau de desenvolvimento. a sociologia é. o que não acontecerá com as ciências. Desse modo. das demais ciências sociais. planejada e. proposições e teorias que se encontram interligados e logicamente articulados. pode-se transformar. por exemplo. a Sociologia. A ciência da Sociologia depende das observações dos fatos que são transitórios diante da história da humanidade. enquadrando-se no ramo das ciências sociais. E é esse o mesmo ideal da Sociologia. perseguindo sempre o ideal de um corpo de ideias logicamente harmonizadas entre si. contudo.

percepções e ações da sociedade. Não se esquecendo que a sociologia é importante. a Sociologia não estuda todos os fatos da sociedade. e pode contribuir para a solução de problemas que ele enfrenta. Todavia. generalizações padronizadas na vida social. Uma generalização somente pode ser considerada cientificamente quando é universalmente válida. um processo de pesquisa contínua e de ininterrupta reformulação de teorias. . pois fornece instrumentos para entender as forças externas que regulam os pensamentos. isto é. Contudo. estuda aqueles que apresentam alguma regularidade no seu modo de ser.11 Ela é. a sociologia como ciência também se caracteriza por tem um duplo valor: pode aumentar o conhecimento que o ser humano tem de si mesmo e da sua sociedade. sobretudo.

hoje. num segundo momento percebemos que a Sociologia é a única ciência que pode ter a si mesma com objeto de indagação crítica. as ciências da sociedade estão dentro do seu próprio objeto de estudo. Se antigamente atribuía-se a origem de certos males sociais a entidades espirituais. desde sua criação até os dias atuais. . o crime e o castigo. o trabalho e o lazer. ou seja. fazendo-nos entender a causa das desigualdades existentes atualmente e buscando meios de se resolver esse problema. pela mão da sociologia. isso porque a sociologia nasce da própria sociedade. é também um meio possível de aperfeiçoamento do conhecimento social. além da objetividade cientifica em seus estudos. O conhecimento sociológico. Se isso a priori é uma desvantagem para a Sociologia. que leva ao namoro e posteriormente pode-se ocorrer o casamento. tem-se o conhecimento de que os fatos sociais se explicam pelos próprios fatos sociais. teorias e métodos. hoje. na medida em que auxilia os interessados a compreenderem mais claramente o comportamento dos grupos sociais.12 CONSIDERAÇÕES FINAIS Após o termino desta analise sobre os conceitos. constituem um instrumento de compreensão da realidade social e de suas múltiplas redes ou relações sociais. de estudos e pesquisas sobre as sociedades. assim como a sociedade como um todo. a Sociologia pretende explicar a totalidade do seu universo de pesquisa. é o de contribuir para reinventarmos a civilização através da observação. o grande desafio da Sociologia. por meio dos seus conceitos. Pode-se dizer também que de certa forma. a saúde e a doença. origens e como a sociologia atua no âmbito da ciência se pode verificar a sua grande importância para as sociedades existentes. Pode-se dizer que como toda forma de conhecimento intitulada ciência. com exemplo disso se tem: o amor.

São Paulo: Barsa Consultoria Editorial Ltda. São Paulo: Ática. São Paulo: Brasiliense.13 REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS CAMARGO. Acessado em 05/10/2010.com/sociologia/sociologia2. o que é? Disponível em <http://www. Jonathan H.html>. 38 ed. 1994. 2001. 2000. Sociologia. Carlos Benedito. Acessado em 05/10/2010. São Paulo: Markron Books.brasilescola. O que é Sociologia? Disponível em <http://www. (Coleção primeiros passos) Nova Enciclopédia Barsa. SOUSA.viasantos. . Alfredo Marcos Ribeiro.com/pense/arquivo/0020. 2002. MARTINS. O que é sociologia. Orson. TURNER. Sociologia – Conceitos e Aplicações.htm>. OLIVEIRA. Pérsio Santos de. 24 ed. Introdução à sociologia.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful