Você está na página 1de 5

Cursos de Educação e

REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA Formação de Adultos –


GOVERNO REGIONAL EFA
SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO Portaria n.º 74/2011, de
ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA PADRE MANUEL ÁLVARES 30 de junho
N.º do Código do Estabelecimento de Ensino 3107 / 201
2018-2019
EFA S T 2

Área de Competências-chave: Sociedade, Tecnologia e Ciência

Núcleo Gerador: 5 - Tecnologias de Informação e Comunicação

DR4: Contexto Macro-Estrutural Tema: Redes e Tecnologias


Formando:_______________________________________________________________ Data: ______/______/_______

FICHA DE TRABALHO Nº 2

ATIVIDADE: INTERNET / CÓDIGO OU SISTEMA BINÁRIO

INTERNET
A Internet é a maior rede de computadores do mundo. Esta rede funciona com base
num conjunto de normas de comunicação de forma a serem compatíveis as
transferências de dados entre computadores remotos. Estas normas designam um
protocolo chamado de TCP/IP (Protocolo de Controle de Transferência/Protocolo Internet).
Para efetuarmos uma ligação do nosso computador em casa à Internet necessitamos de
um Fornecedor de Acesso à Internet ou Provedor de Serviço Internet (em inglês Internet
Service Provider, ISP), o qual nos dará acesso à rede. São diversas as ofertas disponíveis
no mercado, variando na sua tecnologia de acesso, velocidades, limites de tráfego e
obviamente preços.

Sendo praticamente indispensável o acesso a Internet, a crescente utilização deve-se


aos inúmeros serviços prestados pelas diversas redes e protocolos presentes.
Um dos serviços disponibilizados e mais utilizados pela WWW (World Wide Web),
maior rede dentro da Internet, são as redes sociais.

1
Uma rede social é uma estrutura social composta por pessoas ou organizações,
conectadas por um ou vários tipos de relações, que partilham valores e objetivos
comuns. As redes sociais proliferam na Internet e na WWW, existindo varias
possibilidades conforme as preferências dos utilizadores. Nos nossos dias existem
milhões de utilizadores que partilham / comunicam dentro destas redes sociais.

Proposta para um trabalho autónomo (apenas para quem ainda não realizou
nenhum neste NG):
Elabore um trabalho onde constem os seguintes ítens: o que é a Internet; o que é a
WWW; exemplifique diversos serviços disponibilizados pela WWW; quais são as normas
que permitem a navegação dentro da WWW; o que é um ISP; quais as ofertas de ISPs
disponíveis na sua área de residência, e elabore um quadro resumo onde conste uma
ánalise ao tipo de serviço/acesso, velocidade, tráfego e preços; redes sociais mais
populares atualmente; perfil dos usuários destas redes sociais; principais motivos pelo
qual acedem às redes sociais; tempo despendido nas redes sociais, por dia; principais
vantagens e desvantagens da utilização das redes sociais.

O CÓDIGO OU SISTEMA BINÁRIO

História

O sistema numérico binário moderno foi documentado de forma abrangente pelo


matemático alemão Gottfried Leibniz, no século XVIII, no artigo “Explication de
l'Arithmétique Binaire”.

Em 1854, o matemático britânico George Boole publicou um artigo apresentando


o sistema lógico que se tornaria conhecido como Álgebra Booleana. O seu sistema
lógico tornou-se essencial para o desenvolvimento do sistema binário, particularmente
na aplicação a circuitos eletrónicos.

Em 1937, Claude Shannon produziu a sua tese no MIT (Instituto de Tecnologia de


Massachusetts) que implementava álgebra booleana e aritmética binária utilizando
circuitos elétricos pela primeira vez na História. Intitulada “A Symbolic Analysis of Relay
and Switching Circuits”, a tese de Shannon praticamente fundou o projeto de circuitos
digitais.

Sistema Binário

O sistema binário (ou de base 2) é um sistema de numeração posicional em


que todas as quantidades se representam com base em dois algarismos: zero (0) e um
(1).

Os computadores trabalham internamente com dois níveis de tensão, pelo que o


seu sistema de numeração natural é o sistema binário (dois dígitos ou dois estados: 1

ou 0, sim ou não, verdadeiro ou falso, tudo ou nada, ligado (on ) ou desligado (of

2
)). Um dígito binário (0 ou 1) designa-se por bit, que vem do inglês Binary Digit. Um
agrupamento de 8 bits corresponde a um Byte (Binary Term).

Toda a eletrónica digital está fundamentada no sistema binário e na lógica de


Boole, que permite representar por circuitos eletrónicos digitais (portas lógicas) os
números, caracteres e realizar operações lógicas e aritméticas. Os programas dos
computadores são codificados sob forma binária e os dados são armazenados em
diversos suportes (memórias, discos, etc.) sob esse formato.

Código ASCII

O “American Standard Code for Information Interchange”, comummente referido


como código ASCII, é uma forma especial de código binário que é largamente utilizado
em microprocessadores e equipamentos de comunicação de dados. Um novo nome
para este código (que está a ser popularizado) é “American National Standard Code for
Information Interchange” (ANSCII).

Este código binário é usado na transferência de dados entre microprocessadores


e dispositivos periféricos e na comunicação de dados por rádio e telefone. Com 7 bits
pode-se representar um total de 27 = 128 caracteres diferentes. Estes caracteres
compreendem números decimais de 0 até 9, letras maiúsculas e minúsculas do alfabeto
e outros caracteres especiais.

Binários e Decimais

 converter um número binário em decimal


Para converter um número binário em decimal, deve escrever-se cada algarismo
que o compõe (bit), multiplicado pela base do sistema (base = 2), elevado à posição
que ocupa (da direita para a esquerda inicia-se na posição 0). A soma dos resultados
das multiplicações (de cada dígito binário pelo valor da potência correspondente)
resulta no número real representado.
Exemplo:
Número binário: 1011
Operações: (1 x 23)+(0 x 22)+(1 x 21) + (1 x 20) =
=(1x2x2x2) +(0x2x2)+ (1x2)+ (1x1)=8 + 0 + 2 + 1 = 11
Número decimal: 11
1011 (binário) = 11 (decimal) ou (1011)2=(11)10
 converter um número decimal em binário
Para converter um número decimal inteiro em binário, basta dividi-lo
sucessivamente por 2, anotando o resto das divisões inteiras. No final, escrevem-se os
resultados do resto de cada uma das divisões por ordem inversa, ou seja, da última
para a primeira.
Exemplo:
Número decimal: 25
Operações: 25 ÷ 2 = 12 Resto = 1
12 ÷ 2 = 6 Resto = 0
6÷2=3 Resto = 0
3÷2=1 Resto = 1

3
1÷2=0 Resto = 1
Número binário: 11001
25 (decimal) = 11001 (binário) ou (25)10=(11001)2
PROPOSTA DE TRABALHO

Tendo em consideração o sistema binário, converta cada um dos números e complete a


tabela que se segue:

Número

Decimal Binário

1101

1001

1000

010111

011101

11110111

10

24

70

134

642

1080

4
5