Você está na página 1de 2

• Ó gente, deixai vir a mim as crianças, pois delas do Povo de Deus, Igreja do Senhor, caminhemos sempre CANTOS DE ENTRADA

CANTOS DE ENTRADA Sê a rocha que me abriga, casa forte que me salva;


Reino será a herança. Quem não como elas o Reino unidos num só coração! Quanta alegria! Que bênção para honra do teu nome és o guia que me ampara!
tão grande! O Evangelho de Jesus anunciar. 1. Venham trabalhar na minha vinha • Ponho em Deus minha esperança, que eu não seja
acolher, jamais, do Reino jamais há de ser.
• De vós quem ser o maior pretender, vá logo o mais • No Páteo do Colégio São Paulo recebeu a semente do • Venham trabalhar na minha vinha. Dilatar meu Reino envergonhado. Já que és justo, me defende: sei que vou
pequenino acolher; pois só quem for dos demais Evangelho de santos missionários Chegou a nossa vez! entre as nações. Convida meu povo ao banquete. Quero ser libertado. Vem ouvir a minha voz, eu estou
servidor no Reino de Deus há de ser o maior. É missão de todos nós! Boa Nova de Jesus, à cidade habitar nos corações. angustiado.
• Crianças, aos prados mais verdes correi! Ovelhas, dos anunciar. Unidos pela força da oração, ungidos pelo espírito da • Sê pra mim uma rocha firme, sê pra mim seguro
pastos da vida comei! Jesus, Jesus Bom Pastor vos • De Cristo somos nós Discípulos­missionários “Igreja missão, vamos juntos construir uma igreja em ação. abrigo, sê pra mim uma fortaleza. Me orienta e eu vou
conhece, e hoje seu corpo e seu sangue oferece. em saída” ao encontro dos irmãos. Levemos generosos • Venham trabalhar na minha vinha. Espalhar na terra o contigo, eu te entrego o meu espírito desde agora, eu te
a alegria do Evangelho a todos os recantos da cidade a meu amor. Muitos não conhecem a Boa Nova, vivem bendigo.
07. Eis, meu povo, o banquete esperar. como ovelhas sem pastor. • Confiando em tua face, vão vencer os intrigantes.
Eis, meu povo, o banquete que preparei para ti! • Vem dar­nos, ó Senhor fervor de missionários envia 2. Abre, Senhor nossos lábios Recebidos em tua tenda, proteção terão constante. Sê
Sofredor, pecador também, todo pobre é bem­vindo teu Espírito e nos mostra o caminho converte­nos agora bendito, meu Senhor, sê bendito em todo instante.
aqui! Abre, Senhor nossos lábios pra que nossa boca te
e renova a Tua Igreja. Concede aos teus filhos unidade,
• Quis preparar um banquete festivo, mandei convidar cante, eternamente os teus louvores, em tons e acordes 7. O Senhor é minha luz
amor e fé.
multidões! Muitos amigos deixaram de vir e fecharam vibrantes. O Senhor é minha luz, ele é minha salvação, que
ORAÇÃO DO ANGELUS • Tu és Senhor o Caminho, que os nossos passos
os seus corações. poderei temer? Deus, minha porteção.
Guia: O Anjo do Senhor anunciou a Maria. conduz. Queremos que a tua Palavra nas trevas pra nos • O Senhor é minha luz, ele é minha salvação. O que é
• Mandei os servos por ruas e praças: "Fazei todo o
Todos: E Ela concebeu do Espírito Santo. seja luz. que eu vou temer? Deus é minha proteção. /:Ele guarda
povo entrar!" "Cego e coxo, o pobre, o infeliz, venham
todos comigo cear!" Ave, Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco! • Tu és Senhor a Verdade em quem professamos a minha vida: eu não vou ter medo, não.:/
Bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto crença. Queremos que a tua Palavra do teu grande amor • Quando os maus vêm avançando, procurando me
08. Bendito seja Deus do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, mãe de Deus, nos convença. acuar, desejando ver meu fim, querendo me matar,
Bendito seja Deus, Pai do Senhor Jesus Cristo, por rogai por nós, pecadores, agora e na hora da nossa 3. Te louvo, meu Senhor /:inimigos opressores é que vão se liquidar.:/
Cristo nos brindou todas as bênçãos do Espírito. • Se um exército se amar contra mim, não temerei. Meu
morte. Amém. • Te louvo, meu Senhor, pois olhaste para mim, caido e
• Pois, juntamente com Cristo, antes de o mundo criar, coração está firme, e firme ficarei. /:Se estourar uma
Deus já nos tinha escolhido a fim de nos consagrar. De Guia: Eis aqui a escrava do Senhor. humilhados tem sempre o teu favor. Se eu não tinha batalha, mesmo assim, confiarei!:/
amor oferta sem mancha; para a adoção destinou, Seus Todos: Faça­se em mim segundo a vossa palavra. nada, bastou­me dizer: sim. Es o meu socorro, meu
filhos somos por Cristo, de sua graça o louvor. Ave Maria… Deus, meu Salvador. 8. No meio da tua casa
• Pois sobre nós esta graça, conforme havia traçado, Teu amor sempre faz maravilhas: A quem se faz No meio da tua casa recebemos, ó Deus, a tua graça!
Guia: E o Verbo se fez carne. menor, estende tua mão. És a luz dos teus filhos e
Deus, nosso Pai, derramou, pelo seu Filho amado, que Sem fim, nossa louvação, pois a justiça está toda em
Todos: E habitou entre nós. filhas, vigor de quem não fecha o coração.
com seu sangue consegue pra nós a libertação, a tuas mãos!
Ave Maria… • Te louvo, meu Senhor, o teu nome e sem igual. Fizeste • Alegrai­vos no Senhor! Quem é bom, venha louvar!
remissão dos pecados, graça sem comparação!
• Sim, derramou sobre nós graça abundante e saber, nos Guia: Rogai por nós, Santa Mãe de Deus! grandes coisas em mim que nada sou. O teu nome e Peguem logo o violão e o pandeiro pra tocar. Para ele
revelando o mistério, plano do seu bem­querer, de Todos: Para que sejamos dignos das promessas de santo, supera todo mal, e onde houver bondade tua mão um canto novo vamos, gente, improvisar.
conduzir a história à plena realização: Cristo encabeça o Cristo. ja transbordou. • Ele cumpre o que promete: podem nele confiar! Ele
universo, terra e céus se unirão! Guia: Oremos. Derramai, ó Deus, a Vossa graça em 4. No meu coração sinto o chamado ama o que é direito e ele sabe bem, julgar. Sua palavra
nossos corações, para que, conhecendo pela mensagem fez o céu, fez a terra e fez o mar.
09. O pão da vida • No meu coração sinto o chamado fico inquieto preciso • Ele faz do mar um açude e governa os oceanos. Toda a
O pão da vida, a comunhão, nos une a Cristo e aos do anjo a encarnação do vosso Filho, cheguemos, por responder. Então pergunto: "Mestre, onde móras?" E me terra a ele teme, mesmo os corações humaos. Tudo
irmãos. E nos ensina abrir as mãos para partir, Sua Paixão e Cruz, à glória da Ressurreição. Por Cristo, respondes que preciso caminhar, seguindos teus passos, aquilo que ele diz; não nos causa desenganos.
repartir o pão. (bis) nosso Senhor. fazendo a história, construindo o novo no meio do povo.
• Lá no deserto a multidão com fome segue o Bom (bis) 9. Acolhe os oprimidos
Todos: Amém.
Pastor. Com sede busca a nova palavra: Jesus tem pena Mestre, onde móras? Mestre, onde estás? No meio do Acolhe os oprimidos, em sua casa, ó Senhor, é seu
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Como era povo. Vem e verás. (bis)
e reparte o pão. abrigo! Só Ele se faz temer, pois a seu povo dá força e
no princípio, agora e sempre. Amém. • Te vejo em casa rosto das pessoas, tua imagem me poder!
• Na Páscoa Nova da Nova Lei, quando amou­nou até o
ORAÇÃO DE SANTA CECÍLIA anima e faz viver. No coração amigo que se doa, no • A nação que ele governa, é feliz com tal Senhor. Lá da
fim, partiu o Pão, disse: "Isto é meu Corpo por vós
doado: tomai, comei!" Ó Gloriosa Santa Cecília, apóstola de caridade, sonho do teu Reino acontecer. Teu Reino e justica, e céu ele vê tudo, vê o homem e seu valor. Fez o nosso
• Se neste Pão, nesta Comunhão, Jesus, por nós, dá a espelho de pureza e modelo de esposa cristã! Revesti­ paz, e missão. E a Boa Nova da Libertação! (bis) coração, forte e contemplador.
própria vida, vamos também repartir os dons, doar a nos de inviolável confiança na misericórdia de Deus, 5. Toda terra te adore • O que dá vitória ao rei, não é ter muitos soldados. O
vida por nosso irmãos. pelos merecimentos infinitos de Nosso Senhor Jesus valente não se livra por seu força ou seus cuidados,
Toda a terra te adore, Ó Senhor do universo, os
• Onde houver fome, reparte o pão e tuas trevas há de quem confia nos cavalos vai, no fim, ser derrotado.
Cristo. Dilatai o nosso coração, para que, abrasados louvores do teu nome cante o povo em seus versos!
ser luz; encontrarás Cristo no irmão, serás bendito do • Ó Senhor protege sempre quem espera em seu amor,
do amor de Deus, não nos desviemos jamais da • Venham todos, com alegria, aclamar nosso Senhor,
eterno Pai. pra livrar da triste morte e, da morte, dar vigor. No
salvação eterna. Gloriosa Padroeira nossa, que os caminhando ao seu encontro, proclamando seu louvor.
• "Não é feliz quem não sabe dar" Quem não aprende a Senhor é que esperamos, ele é escudo protetor.
vossos exemplos de fé e de virtude sejam para todos nós Ele é o Rei dos reis, e dos deuses o maior.
lição do altar de abrir a mão e o coração, para doar­se • Tudo é dele: abismos, montes, mar e terra ele formou. 10. Exulte de alegria
no próprio dar. um brado de alerta, para que estejamos sempre atentos De joelhos adoremos este Deus que nos criou, pois nós
• "Abrir, Senhor, estas minhas mãos, que, para tudo Exulte de alegria quem busca a Deus, quem busca a
à vontade de Deus, na prosperidade como nas somos seu rebannho, e ele é nosso Pastor.
guardar, se fecham!" Abri minh'alma, meu coração, para Deus, quem busca a Deus, sua face é tudo o que eu
provações, no caminho do céu e da salvação eterna. • Ninguém feche o coração, escutemos sua voz. Não queria!
doar­me no eterno dom! Amém sejamos tão ingratos, tal e qual nossos avós mereçamos • Que se abram teus ouvidos ao clamor dos meus
CANTOS OPCIONAIS o que ele tem guardado para nós. pedidos! Se dos erros vais lembrar, quem, Senhor, vai
01. Hino do Sínodo Arquidiocesano 6. Sê a rocha que me abriga agüentar? Porque há em ti perdão, todos te respeitarão!
• No Senhor minh'alma espera eu confio em sua • Jesus nos quis chamar, para o seguir e ajudar. E aqui • Bendito seja Deus Pai, do universo o criador, pelo Pai, o Deus do amor, que assim me pede para abrir meu
Palavra. O vigia espera o sol, eu espero o meu Senhor, nos vai dizer, como servir e oferecer. Deus pôs nas vinho que nós recebemos, foi de graça e com amor. coração.
seu amor, sua piedade nos libertam da maldade! minhas mãos, para eu a partir com meus irmãos. • E nós participamos do construção do mundo novo
com Deus, que jamais despreza nossa imensa pequenez. 03. Benvindos à mesa do Pai
CANTOS DE OFERTÓRIO 5. De mãos estendidas • Benvindos à mesa do Pai, onde o Filho se faz fraternal
1. Vamos preparar a mesa De mãos estendidas, ofertamos o que de graça 10. Do Céu desceu a chuva refeição. É Cristo a forte comida, o pão que dá vida com
• Nosso Deus fez um mundo tão perfeito, colocou em recebemos. (bis) • Do céu desceu a chuva, a gota entrou no chão; a vinha amor, comunhão.
nosso peito a semente do amor. E, por isso aqui somos • A natureza tão bela, que é louvor, que é serviço, o sol deu a uva, a espiga deu o grão. Vinde, ó irmãos adorar, vinde adorar o Senhor. A
seus convivas, e formamos hóstia vivas, nesta casa do que ilumina as trevas, transformando­as em luz. O dia De todo o canto vinde, correi: foi posta a mesa do nosso Eucaristia nso faz Igreja, Comunidade de amor. (bis)
Senhor. que nos traz o pão e a noite que nos dá repouso, Rei! De todo o cano vinde, correi: foi posta a mesa do • Partimos o único pão, no altar refeição, ó Mistério de
Vamos preprara a Veia, vamos repartir o pão! Quero ofertamos ao Senhor o louvor da criação. amor. Nós somos sinais de unidade, na fé, na verdade,
nosso Rei! Do nosso Rei!
ver a mesa cheia dos sinais da salvação. Vamos • Nossa vida toda inteira ofertamos ao Senhor, como convosco, ó Senhor.
• O homem com carinho curvou a rude mão; da uva faz
preparar a Ceia, vamos repartir o vinho! Quero ver a prova de amizade, como prova de amor. Com o vinho e • No longo caminho que temos, o pão que comemos nos
o vinho, do trigo faz o pão.
casa cheia de ternura e de carinho. com o pão, ofertamos ao Senhor nossa vida toda inteira, sustentará. É Cristo o pão repartido, que o povo sofrido
• Do céu desceu a graça, Maria a recebeu; qual
• Nosso Deus fez de nós uma família, numa Igreja que o louvor da criação; vem alimentar.
procissão que passa no seio, traz um Deus!
partilha e se oferta em oblação, para que ofertemos pão • Há gente morrendo de fome, sofrendo e sem nome,
6. A vós, Senhor, apresentamos • Á mesa dos mostais o Cristo se assentou; os mais
e vinho que dão força no caminho e nos levam a sem terra e sem lar. Não é a vontade de Deus, pois
A vós, Senhor, aprensentamos estes dons: o pão e o doces sinais na sua mão tomou!
doação. Jesus, Filho seu, quis por nós se doar.
vinho, aleluia! • É sangue o que era vinho e corpo o que era pão; a mim
• Nosso Deus sabe ouvir nosso clamor e, com todo • Queremos servir a Igreja, na plena certeza de nossa
• Que poderei retribuir ao Senhor Deus por tudo aquilo a cruz, o espinho, a ti a refeição!
sofredor, faz a nova aliança. Também nós, o que temos missão. Vivendo na Eucaristia, o pão da alegria e da
que ele fez em meu favor? CANTOS DE COMUNHÃO libertação.
partilhamos, o que somos ofertamos, pra gerar mais
esperança. • Elevo o cálice da minha salvação, invocando o nome 01. Tua mesa, Senhor 04. Bom é louvar o Senhor
• Nosso Deus chama todda a humanidade a viver em santo do Senhor.
• Vou cumprir minhas promessas ao Senhor na presença • Tua mesa, Senhor, tem lugares sobrando, porque Bom é louvar o Senhor, nosso Deus, cantar salmos ao
liberdade, a oferta e a paixão. Tudo é d'Ele e nós somos muitos irmãos não puderam chegar. É preciso mais
seu rebanho, nele pomos nossos sonhos: Toda a vida e de seu povo reunidos. nome do Altíssimo, com alegria aclamar seu amor, sua
• Por isso oferto um sacrifício de louvor, invocando o gente que vá proclamando, que só tu és o pão que nos glória, bondade e poder.
vocação. pode salvar.
nome snato da Senhor. • Como tua obras me alegram, Senhor, os teus prodígios
2. Muitos grãos de trigo Quem está nesta mesa, quem já tem seu lugar, suscitam louvor. Tua presença eu contemplo no céu,
7. Bendito seja Deus compreenda a grandeza do teu Reino anunciar. olho a terra: também nela estás.
• Muitos grãos de trigo, se tornaram pão. Hoje são teu
• Bendito e louvado seja, o Pai nosso criador. O pão que • Multiplicas o pão que sustenta e sacia, para ser • Tu engrandeces o homem mortal: da natureza ele é rei
Corpo. ceia e comunhão. Muitos grãos de trigo, se
nõs recebemos é prova do seu amor. O Pão que nós alimento de libertação. É preciso mais gente que sinta a e Senhor. De honra o coroaste, de glória e poder, pouco
tornaram pão.
recebemos é prova do seu amor. É fruto de sua terra do alegria, de fazer a partilha com os outros irmãos. menos que aos anjos do céu.
Toma, Senhor, nossa vida em ação, para mudá­la em
povo trabalhandor. É fruto de sua terra do povo • Tu viste salvar o que estava perdido, e por esta missão • Narram os céus o que fez tua mão, todo o universo teu
fruto e missão. (bis)
trabalhador. Na missão é transformado no corpo do deste a vida na cruz, É preciso mais gente que viva o nome bendiz. A criação é um canto de amor, e esse
• Muitos cachos de uvas, se tornaram vinho. Hoje são
Salvador. sentido, do projeto cristão de no mundo ser luz. canto é também meu louvor.
teu Sangue, força no caminho. Muitos cachos de uva,se
tornaram vinho. Bendito seja Deus, bendito seu amor, bendito seja • Tua bondade cercou­me de bens, tudo o que tenho é
02. Por esta paz
• Muitas são as vidas, feitas vocação. Hoje oferecidas Deus, Pai onipotente nosso Criador. (bis) por graça e favor. Quero teus dons com os irmãos
• Bendito e louvado seja o Pai nosso criador. O vinho • Por esta paz que a juventude tanto quer, pela alegria
em consagração. Muitas são as vidas, feitas vocação. que as crianças têm às mãos, eu rendo graças ao meu partilhar, vendo em ti nosso Deus, nosso Pai.
que recebemos é prova do seu amor. O vinho que • Chave suprema de um plano de Pai, neste universo
3. Quem se propõe cultivar o chão recebemos é prova do seu amor. É fruto de sua terra do Pai que se compraz, e assim me pede para abrir meu
coração. que evolui na dor. Deste­nos Cristo, Homem­Deus,
• Quem se propõe cultivar o chão, preparar o pão e povo trabalhador. É fruto de sua terra do povo nosso Irmão, e é por ele que vamos a ti.
trabalhador. Na missa é transformado no sangue do Tomai, comei, tomai, bebei, meu Corpo e Sangue que
assim repartir, pode contar com a mão de Deus, que
Salvador. vou dou. O Pão da Vida sou eu mesmo em refeição. 05. Eu sou o pão
sustenta os seus e sabe cumprir. Pai de bondade, Deus do amor, e do universo sustentai Eu sou o pão que vem do céu! Quem crer em mim, irá
Grande é o Senhor! Todo o universo, a terra, o sol nos 8. A mesa Santa os que te doam por um mundo irmão. viver!
deu. Nos esperava quando amanheceu! Só nos pediu
• A mesa santa que preparamos, mãos que se elevam a • Pelos que que formam na justiça os próprios pés, pelo • Nós reconhecemos o Senhor partindo o pão: Mistério
amor! Santo é o Senhor! Vem e oferece mesmo o
Ti, ó Senhor. O pão e o vinho, fruto da terra, duro suor dos que mais lutam pelo pão: eu rendo graças ao de amor, a nossa refeição.
Filho seu, pra nos dizer que nunca se esqueceu de
trabalho, carinho e amor: Ô, ô, ô, recebe, Senhor! Ô, ô, meu Pai, o Deus fiel, que assim me pede para abrir meu • O Senhor Jesus no Sacramento nos deixou Memorial
que, do ar seu amor!
recebe, Senhor! coração. da Cruz: morte e ressurreição.
• Quem se fechar, esquecendo o irmão, lhe negando o
• Flores, espinhos, dor e alegria, pais, mães e filhos • Pelos que sabem enxergar um pouco além, e assim • Ao povo de Deus, lá no deserto, sem pão, sem lar,
pão, e assim persistir, vai se entender com a mão de
diante do altar. A nossa oferta em nova festa, a nossa repartem a esperança com razão: eu rendo graças ao Deus fez cair do céu comida salutar.
Deus, que sustenta os seus e sabe cumprir.
dor vem, Senhor, transformar! Ô, ô, ô, recebe, Senhor! meu Pai, que tudo vê, que assim me pede para abrir meu • Todos se assentaram, todos comeram, até fartar, glória
• Quem se fizer contra essa opressão, que destrói o
Ô, ô, recebe, Senhor! coração. e louvor a Deus, que vem nos saciar!
irmão, e assim resistir, vai revelar qual a mão de Deus,
• A vida nova, nova família, que celebramos, aqui tem • Pelos que choram, mas não perdem sua fé, pelos • Corpo do Senhor é o pão que temos no altar, e o vinho
que sustenta os seus e sabe cumprir.
lugar. Tua bondade bem com fartura, é só saber, reunir, humildes que praticam o perdão: eu rendo graças ao consagrado é o sangue redentor.
4. Os dons que trago aqui partilhar. Ô, ô, ô, recebe, Senhor! Ô, ô, recebe, Senhor! meu Pai que vem nutrir e assim me pede para abrir meu
• Os dons que trago aqui, são o que fiz, o que vive. O coração. 06. Um cálice foi levantando
9. Bendito seja Deus pai • Pelos pequenos que só sabem confiar, pelos que sabem Um cálice foi levantado, um pão entre nós partilhado;
pão que ofertarei, pouco depois comungarei. Assim tudo
o que é meu, sinto também que é de Deus. • Bendito seja Deus Pai, do universo criador, pelo pão dizer sim e dizer não: eu rendo graças ao meu Pai, que o povo comeu e bebeu e anunciou: o amor venceu!
Esforço, trabalhos e sonhos, o amor concreto e feliz quie nós recebemos, foi de graça e com amor. tudo sustém, e assim me pede para abrir meu coração. • Ó Pai, Senhor Deus do céu e da terra, te louvo porque
deste dia, por Cristo, com Cristo e em Cristo, tudo O homem que trabalha faz a terra produzir. O • Por todo aquele que ainda sabe agradecer, e por quem aos pequenos revelas segredos que aos sábios do mundo
ofertamos ao Pai na alegria. trabalho multiplica os dons que nós vamos repartir. ama sem pensar em condição: eu rendo graças ao meu escondes, e aos gritos dos teus pequeninos respondes.