Você está na página 1de 4

Introdução

Fotografia

A fotografia é uma interface de (re)produção de imagens que mudou o pensar do


artista na pintura uma vez que, através da câmara fotográfica, ele poderia replicar a
natureza mecanicamente e com mais fidelidade. Assim sua função modifica-se e ao
invés de se dedicar a retratar o cotidiano ele pode experimentar mais através de sua arte.
(SCHNEIDER,2005: 32)

A invenção da fotografia foi o resultado da combinação de duas técnicas científicas desenvolvidas


ao longo dos séculos.

Cinema

Cinema: tecnologia de reprodução de imagens em movimento que


criam a chamada "ilusão de movimento", percepção visual.

O cinema começa com a vontade do homem de mimetizar os movimentos


encontrados na natureza. Algumas pinturas rupestres reproduziam animais com várias
pernas numa tentativa de imitação do movimento que era percebido pelo homem.
Couchot (2007) faz uma analogia entre a história do cinema e o tempo das cavernas,
onde as grutas, ornadas com figuras, previam como seriam as salas de cinema milhares
de anos mais tarde: um lugar escuro e isolado do mundo, onde assistimos a várias
imagens sob uma luz artificial.

Vantagens do cinema

• Alto impacto: retém a atenção pelo tamanho da tela

• Seletivo: é eficiente para atingir faixas etárias mais jovens e de maior poder aquisitivo

• Completo: reúne imagem, movimento, som e cor

Desvantagens do cinema

• Baixa cobertura

• Depende dos “best movies” para ter audiência


Rádio

Vantagens do rádio

• Entretenimento: meio que proporciona diversão e o ouvinte pode acessar a qualquer hora

• Maleabilidade: é possível cancelar, trocar ou inserir uma mensagem publicitária rapidamente

• Impacto: pelos efeitos sonoros e pela capacidade imaginativa, os textos publicitários criam
impacto

• Atenção paralela: é possível ouvir o rádio e exercer outras atividade, sem desvio da atenção

• Cobertura: possui alta penetração junto à população • Baixo custo: permite alta freqüência nas
inserções

• Eficiência: é eficiente para mensagens mais sintéticas

Desvantagens do rádio

• É um veículo local

• Vida útil curta

• Ao contrário da mídia impressa, a mensagem não pode ser “revista”

• Age exclusivamente pela audição

• Rotatividade de audiência: a emissora que é líder hoje, pode não ser amanhã

Televisão
A ambição do homem de transmitir imagens a distância é uma ideia antiga, que
veio antes da vontade de transmitir o som. Sua história não pode ser creditada a um só
inventor. Várias experiências foram feitas em diferentes países, como França, Inglaterra,
EUA e Canadá.
Foi somente no final do século XIX que a faculdade de ver a distância deixou de
ser um privilégio dos deuses e passou a ser uma possibilidade concreta e tecnicamente
realizável. (COUCHOT, 2007)
Vantagens da televisão

• Entretenimento: é um meio que proporciona diversão e o telespectador pode acessar a qualquer


hora

• Cobertura: é possível inserir comerciais em níveis nacional, regional ou local

• Impacto: os efeitos da cor, o com e os movimentos atraem o telespectador

• Atenção: quando inseridos comerciais ao vivo ou merchandising nos programas

• Atinge a todos: independentemente da faixa etária, classe social ou grau de instrução

Desvantagens da televisão

• Não é seletiva Custo elevado e de difícil negociação É dispersiva para produtos seletos O efeito
zapping do controle remoto permite a fuga dos comerciais

• Assim como no rádio, a mensagem não pode ser “revista”

A imagem eletrônica
A transmissão é feita através de linhas elétricas ou ondas hertzianas, como no
rádio. É uma modulação que pode ser transmitida por fio, cabo, ondas ou registrada em
fita magnética. A sincronização entre as linhas entrelaçadas do tubo emissor e do tubo
receptor é assegurada por um sinal elétrico que faz o papel de relógio, isto é feito em
dois tempos. Durante o primeiro, são exploradas as linhas ímpares e durante o segundo,
as linhas pares. (COUCHOT, 2007)