Você está na página 1de 2

MEMÓRIA DESCRITIVA

Pretende o Senhor ADÉRITO CARVALHO RODRIGUES levar a efeito a construção


de uma moradia que se localizará no seu terreno, sito no Lugar dos Lenteiros, Freguesia de
Borbela - Concelho de Vila Real.
O projecto foi elaborado de acordo com um programa dado.
1- PROGRAMA
O dono da obra indicou a necessidade de uma moradia unifamiliar, com o Piso 1
amplo para garagem e arrumos; sala comum, cozinha, quarto de banho de serviço, quarto de
banho principal, despensa, roupeiro e 4 quartos de dormir, no Piso 2.
AREAS BRUTAS: Área do Piso 1....................................................................150.70m2
Área do Piso
2....................................................................150.70m2
Área da
cobertura...............................................................210.00m2
ÁREAS ÚTEIS: As áreas úteis estão devidamente assinaladas nas plantas.
3.4.- PAVIMENTOS TECTOS E COBERTURAS
Os pavimentos térreos serão construídos por camada de rachão de 0,20 m de
espessura após recalque, colocado sobre terreno devidamente compactado, seguindo-se uma
camada de brita com 0.10 m de espessura e outra camada de betão pobre com 0,05 m de
espessura. Sobre o betão pobre será aplicada uma betonilha hidrofugada que ficará preparada
para assentamento do revestimento final.
Os pavimentos elevados serão em lajes aligeiradas pré-esforçadas conforme projecto
de estrutura resistente, bem como as dos tectos e coberturas.
3.5.- PAREDES
As alvenarias exteriores serão constituídas por dois panos duplos de tijolo vasado
sendo o exterior de 15 e o interior de 7.
Far-se-á uma caixa de ar de 4 cm, procurando que a estrutura resistente seja revestida
exteriormente por pelo menos um alvéolo de tijolo.
Todas as paredes interiores serão em alvenaria de tijolo vazado de 7, exceptuando-se
os casos pontuais assinalados nas peças desenhadas.
3.9.1- PAVIMENTOS
Todos os pavimentos serão guarnecidos com argamassa de regularização sobre a qual
serão aplicados materiais de revestimento (Parqué nos quartos de dormir, mosaico cerâmico
nos quartos de banho e cozinha e, tijoleira nos restantes.)
3.9.2.- PAREDES
As paredes exteriores e interiores serão emboçadas e guarnecidas a areado fino em
todos os panos visíveis assim como outros elementos de elevação (platibandas, chaminés,
etc.).
Todas as paredes em contacto directo com o terreno serão devidamente rebocadas
com argamassa hidrofugada ou outro produto eficiente de impermeabilização.
As paredes das casas de banho, cozinha e lavandaria, serão revestidas com lambrim
de azulejo decorativo até ao tecto.
3.9.3.- TECTOS- Todos os tectos serão embuçados e estucados.
3.9.4.- COBERTURAS
O revestimento exterior da cobertura seta em telha cerâmica à cor natural.
3.10.- SERRALHARIAS E PICHELARIA
Toda. a caixilharia exterior será executada em alumínio de terno lacado à cor, tipo
“TCNALL” de pormenor a fornecer pela assistência técnica. Serão constituídos por uma
estrutura de tubo de ferro “FACAR” de secções quadrada e rectangular, revestida por chapa
de ferro, todos os portões a executar.
Todas as platibandas da cobertura serão guarnecidas com rufos de chapa zincada.
Serão do mesmo material os algerozes caleiras e as protecções dos pontos de encontro da
cobertura com chaminés e paredes, assim como os funis de descarga nos tubos de Queda das
águas pluviais.
3.11.- CARPINTARIAS
A porta da entrada principal será construída em madeira de castanho e as restantes
serão pré-fabricadas do tipo “PORTARO”- folheadas a madeira exótica.

3.13.- PERSIANAS E ESTORES


Toda a caixilharia exterior, será equipada com estores de régua de plástico de embutir.
3.14.- VIDRARIAS
Toda a caixilharia envidraçada exterior será equipada com vidro polido de 6mm de
espessura. As vidrarias interiores serão de 4mm de espessura.