Você está na página 1de 7

Estatística Aplicada

Aula Interativa 2
Contextualização
Prof. Nelson Pereira Castanheira

CST Logística

Probabilidades Teoria das Probabilidades

 Experimento Aleatório  Probabilidade do acontecimento


P(A)
 Espaço Amostral
 Probabilidade do não

 Eventos: simples, composto, acontecimento Q(A)

certo, impossível Q(A) + P(A) = 1

Distribuição de
Probabilidades

número de vezes em que o


evento A pode ocorrer a) Distribuição Binomial
P(A) =
número de vezes em que o
espaço amostral S ocorre b) Distribuição de Poisson

c) Distribuição Normal

1
Teoria das Probabilidades

 Regra da Multiplicação
• 1o experimento: “a” resultados

Instrumentalização • 2o experimento: “b” resultados


P (1o ∩ 2o) = a . b
• Observação: ∩ significa
interseção e corresponde
à Multiplicação. Lê-se “E”

 Eventos Mutuamente
 Regra da Adição para Eventos
Exclusivos
Mutuamente Exclusivos
• São eventos que não ocorrem
P(A ∪ B) = P(A) + P(B)
simultaneamente. A ocorrência
• Observação: ∪ significa União
de um evento elimina
e corresponde à Soma. Lê-se
totalmente a probabilidade
“OU”.
de ocorrência do outro

 Eventos Não Mutuamente


Exclusivos
 Regra da Adição para Eventos
• São eventos que podem ocorrer
Não Mutuamente Exclusivos
simultaneamente. A ocorrência
de um dos eventos não elimina
P(A ∪ B) = P(A) + P(B) - P(A ∩ B)
a possibilidade de ocorrência,
ao mesmo tempo, do outro

2
Distribuição Binomial
 Importante:

P(X) = CN,X . p X .q N-X = p = probabilidade de sucesso

q = probabilidade de fracasso
N! X N-X
= .p .q
X ! (N – X) ! p + q = 1

Distribuição de Poisson Distribuição Normal


 A distribuição normal de
λX .e −λ probabilidade é uma distribuição
P(X  λ) = de probabilidade contínua,
X!
que é simétrica e mesocúrtica
 Observação: uma variável
 Observação: λ = número médio aleatória discreta e contínua pode
de sucessos (é sempre um valor assumir qualquer valor fracionário
dentro de um intervalo definido
conhecido) de valores

Curva da Distribuição
 Qualquer conjunto de valores X
Normal de Probabilidade
normalmente distribuído pode ser
f(X)
convertido em valores normais
padronizados z pelo uso da
fórmula:

X−λ
X z=
S
Z

3
Z 0,00 0,01 0,02 0,03
0,0 0,0000 0,0040 0,0080 0,0120
0,1 0,0398 0,0438 0,0478 0,0517
Aplicação
0,2 0,0793 0,0832 0,0871 0,0910

 Qual a probabilidade do número


 Suponhamos que lançamos um
sorteado ter sido um número
dado
par OU ímpar?
 Definamos os eventos:
 Observar que os eventos A e B
A = {deu um número par} são mutuamente exclusivos,
pois, se deu um número par,
B = {deu um número ímpar}
ele não é ímpar e vice-versa

 Se desejamos calcular a
 Como P(A) = 50% e P(B) é 50%,
probabilidade de acontecer
temos:
o evento A OU o evento B,
trata-se de uma SOMA P(A ∪ B) = 1/2 + 1/2

 Então: P(A ∪ B) = 1

P(A ∪ B) = P(A) + P(B) Ou seja: 100% de chance

4
 Queremos calcular a
 Suponhamos agora que temos probabilidade de, em um dia
dois canários. O canário A canta qualquer, quando os dois canários
50% do tempo em que está estiverem acordados:
acordado e o canário B também
a) os dois cantarem ao mesmo
canta 50% do tempo em que
tempo
está acordado
b) somente um cantar

a) Os dois cantarem ao mesmo


tempo significa dizer que o
P (A ∩ B) = 1/2 . 1/2
canário A está cantando “E”
e o canário “B” está cantando P (A ∩ B) = 1/4
junto
Ou seja, 25% de chance
• Como se trata de uma operação
“E”, é uma Multiplicação

 Quando é uma soma, precisamos


b) Se somente um cantar significa
fazer uma segunda análise: os
dizer que OU o canário A está eventos A e B são ou não são
cantando, OU o canário B está mutuamente exclusivos?
cantando
• No caso, não são, pois o fato do
canário A cantar não elimina a
• Como se trata de uma operação
chance do canário B também
“OU”, é uma SOMA
cantar

5
Distribuição Normal
 Então:
 A vida média de um tipo de
P(A ∪ B) = P(A) + P(B) - P(A ∩ B) produto segue uma distribuição
normal, com média λ = 400 horas
P(A ∪ B) = 1/2 + 1/2 – 1/2 . 1/2 e desvio-padrão S = 20 horas.
Qual a probabilidade de uma
P(A ∪ B) = 3/4
amostra desse produto
Ou seja, 75% de chance escolhido ao acaso durar
entre 400 e 440 horas?

X−λ 400 − 440


f(X) z = =
S 20

z =+2

340 360 380 400 420 440 460 X P(0 ≤ z ≤ +2,0) = 0,4772
-3 -2 -1 0 1 2 3 Z
P(2.000 ≤ X ≤ 2.400) = 0,4772

 P (400 a 440 horas) = ? ou 47,72 %

 O que isso significa?

• 47,72% é a probabilidade
• Significa que a área limitada
do produto escolhido
pela curva e pelo eixo horizontal
aleatoriamente durar
X, para valores de z variando de
entre 400 e 440 horas
0 até +2, corresponde a 47,72%
da área total sob a curva

6
 O cálculo da probabilidade de um
evento A acontecer é igual ao
número de elementos de A
Síntese
dividido pelo número de
elementos do espaço amostral
correspondente

 Uma Distribuição de
Probabilidades é um modelo
 Dois ou mais eventos podem ser matemático para a distribuição
mutuamente exclusivos ou real de frequências
podem ser não mutuamente
exclusivos  Tratando-se de distribuição de
Probabilidade, a variável X é dita
variável aleatória

Referências de Apoio
 BUSSAB, Wilton de O.;
MORETTIN, Pedro A. Estatística
básica. 5. ed. São Paulo:
Saraiva, 2002.
 CASTANHEIRA, Nelson Pereira.
Estatística aplicada a todos
os níveis. 5. ed. Curitiba:
Intersaberes, 2010.

Você também pode gostar