Você está na página 1de 1

A sociologia ganhou uma arma nova de combate com a teoria de Pierre

Bourdieu sobre o campo social. Ela tem base na ideia de que a sociedade não
é uma pura soma de indivíduos, mas que é também o resultado de suas relações
recíprocas.

Segundo Bourdieu, o campo é sempre um campo de forças, onde os agentes


sociais estão dispostos em diferentes posições, cada qual com suas estratégias
para tentar dominar o campo ou conseguir seus troféus específicos.

É interessante entender que não há determinismo nenhum: as tomadas de


posições, os movimentos e as ações de cada agente, são prevista
probabilisticamente. Investigar um campo é prezar sobretudo pela empiria, pela
pesquisa de campo, pela coleta de dados.

Veja o vídeo abaixo e tenha uma pequena introdução deste conceito