Você está na página 1de 10

29/08/2018

DIREITO
EMPRESARIAL

NOME EMPRESARIAL

Profº Adm. Anderson Solimões da Silva, Esp.

EMPRESÁRIO X REGISTRO

Art. 967. É obrigatória a inscrição do empresário


no Registro Público de Empresas Mercantis da
respectiva sede, antes do início de sua atividade.

CC - Lei nº 10.406 de 10 de Janeiro de 2002.

ATENÇÃO: Lei de Falências (Lei 11.101/05)

1
29/08/2018

(Auditor Fiscal da Receita Estadual


do ES/Cespe)
Considere que antes do início de sua atividade,
determinado empresário procedeu à inscrição no
registro público de empresas mercantis da
respectiva sede, situada no estado do Espírito
Santo. Após dois anos de atividade, e considerando
o crescimento da empresa, decidiu abrir filial no
estado de São Paulo.
Nessa situação, o empresário não precisa inscrever-
se junto ao registro público da nova jurisdição,
bastando, para a abertura de filial, a prova da
inscrição originária.

(FGV/Exame/OAB/2010/2ª fase)
Diogo exerce o comércio de equipamentos eletrônicos,
por meio de estabelecimento instalado no Centro do
Rio de Janeiro. Observe-se que Diogo não se registrou
como empresário perante a Junta Comercial.

Com base nesse cenário, responda:

 São válidos os negócios jurídicos de compra e venda


realizados por Diogo no curso de sua atividade?

 Quais os principais efeitos da ausência de registro de


Diogo como empresário?

2
29/08/2018

NOME EMPRESARIAL

CUIDADO INICIAL

3
29/08/2018

NOME EMPRESARIAL
Firma (ou razão) x Denominação.

A firma tem por base nome civil. Esse nome civil


pode ser do empresário individual (quando o
empresário exerce atividade sozinho) ou dos
sócios de uma sociedade empresária. (pag. 27)

Atenção:
A firma serve, além de elemento de
identificação, também como assinatura para
o empresário.

NOME EMPRESARIAL
Firma (ou razão) x Denominação
A denominação, por seu turno, tem de designar
o objeto da empresa, adotando como núcleo
um nome civil ou outra expressão linguística.
(pag. 27)

Atenção:
denominação é somente elemento de
identificação.

4
29/08/2018

NOME DO EMPRESÁRIO INDIVIDUAL

Art. 1.156. O empresário opera sob firma


constituída por seu nome, completo ou abreviado,
aditando-lhe, se quiser, designação mais precisa da
sua pessoa ou do gênero de atividade.
Exemplos:
 Anderson Solimões da Silva
 A. S. Silva

 Solimões da Silva

 Solimões Supermercados

NOME DO EMPRESÁRIO INDIVIDUAL


DE RESPONSABILIDADE LIMITADA
Art. 980-A. parágrafo 1º
O nome empresarial deverá ser formado pela
inclusão da expressão "EIRELI" após a firma ou a
denominação social da empresa individual de
responsabilidade limitada.

5
29/08/2018

NOME DA SOCIEDADE EM NOME


COLETIVO
 Tendo em vista a responsabilidade ilimitada de
seus sócios, a sociedade em nome coletivo
somente poderá utilizar a firma ou razão social.

Ex: (3 sócios em nome coletivo)


 Anderson
Solimões & Cia; (facultativo)
 NOME 1 + NOME 2 + NOME 3, Restaurante;

SOCIEDADE EM COMANDITA
SIMPLES
Sociedade em comandita simples também deverá se
utilizar de firma, haja vista que os sócios comanditados
possuem responsabilidade ilimitada pelas obrigações
sociais. (pag, 29)

CUIDADO: Os comanditários possuem responsabilidade,


não podem constar do nome social. Com efeito, deve ser
utilizada a expressão “e companhia”. (pag 29)

IN 116/2011 – DNRC: Art 5º letra b:


(…) da sociedade em comandita simples deverá conter o
nome de pelo menos um dos sócios comanditados, com o
aditivo "e companhia", por extenso ou abreviado;

6
29/08/2018

SOCIEDADE EM COMANDITA
SIMPLES

SOCIEDADE EM COMANDITA SIMPLES


Nome da Sociedade em Comandita Simples:
Nome de um dos comanditados + & Cia.
Situação: sendo comanditados Anderson Solimões e
Luciano Silva e comanditária Joana Angélica;

Nome empresarial poderá ser:


 “Anderson Solimões, Luciano Silva & Cia”;
 “Anderson Solimões& Cia”;
 “Solimões, Silva & Cia”.

7
29/08/2018

NOME DA SOCIEDADE LIMITADA


 A sociedade limitada pode adotar a firma ou
denominação, integrando-se, obrigatoriamente, a
palavra “limitada” ou sua abreviatura ao final.
 Caso a sociedade limitada opte pela firma poderá
designar o ramo da atividade.
 Caso utilize a denominação, esta indicação é
obrigatória.
 Exemplo:

“Anderson & Silva, Ltda”


“Solimões & Rosa, Padaria Limitada”.

NOME DAS SOCIEDADES ANÔNIMAS

A sociedade anônima deve adotar denominação.


Art. 1.160. A sociedade anônima opera sob
denominação designativa do objeto social, integrada
pelas expressões "sociedade anônima" ou
"companhia", por extenso ou abreviadamente.

Parágrafo único. Pode constar da denominação o nome do


fundador, acionista, ou pessoa que haja concorrido para o bom
êxito da formação da empresa.

Exemplo:
Petróleo Brasileiro S.A,
Vale S.A.

8
29/08/2018

NOME DAS SOCIEDADES EM


COMANDITA POR AÇÕES
Sociedade em comandita por ações pode adotar
firma ou denominação.

Art. 1.161. A sociedade em comandita por ações pode, em


lugar de firma, adotar denominação designativa do objeto
social, aditada da expressão "comandita por ações".

 Atenção! (Pag. 31) Cuidado com a afirmação de que as


sociedades cujo capital é dividido em só podem utilizar a
denominação (FALSO)

Aspectos Importantes
 Art. 1.163. O nome de empresário deve distinguir-se de qualquer
outro já inscrito no mesmo registro;
 Art. 1.164. O nome empresarial não pode ser objeto de alienação.
 Art. 1.165. O nome de sócio que vier a falecer, for excluído ou se
retirar, não pode ser conservado na firma social.
 Empresário em recuperação judicial, deve acrescer ao seu nome a
expressão “Em Recuperação Judicial”.
 Estando enquadrado como microempresário ou empresário de
pequeno porte deve consignar a expressão ME ou EPP, conforme
propõe a Lei Complementar 123/2006.
 Art. 1.155. Parágrafo único. Equipara-se ao nome empresarial, para
os efeitos da proteção da lei, a denominação das sociedades
simples, associações e fundações.
 Fique atento: A proteção ao nome empresarial decorre
automaticamente do registro.

9
29/08/2018

AGORA VAI !!

(FGV/Auditor Tributário/ISS Niterói/2015) O empresário e a sociedade empresária devem adotar um


nome para o exercício da empresa, de acordo com o Código Civil. Esse instituto, conhecido como nome
empresarial, possui regras para a sua formação e utilização. A afirmativa que revela corretamente uma
regra para utilização/formação do nome empresarial é:

A. a sociedade em nome coletivo deverá adotar firma como nome


empresarial, que incluirá o nome de pelo menos um dos sócios,
sendo facultativo o aditivo & companhia, caso todos os sócios
sejam nominados.
B. a denominação social é uma espécie de nome empresarial,
também conhecida como “nome de fantasia”, porque nela não
se inclui nome patronímico, apenas palavras ou expressões
designativas do objeto social.
C. nas sociedades cujo capital é dividido em ações, é proibido o uso
da firma social como nome empresarial, somente sendo permitido
o uso da denominação com a indicação do objeto social.
D. o adquirente de estabelecimento por ato entre vivos ou causa
mortis, pode usar a firma do alienante ou do de cujus, precedida
de sua própria, com a qualificação de sucessor.
E. na sociedade em conta de participação a espécie de nome
empresarial é firma, exclusivamente, formada pelo nome
patronímico do sócio ostensivo seguida do aditivo & companhia,
por extenso ou abreviado.

10