Você está na página 1de 277

© 2013, Randy Clark Publicado por

Chosen Livros 11400 Hampshire


Avenue South Bloomington, Minnesota
55438
www.chosenbooks.com

Escolhido Books é uma divisão da


Baker Publishing Group, Grand Rapids, Michigan
www.bakerpublishinggroup.com
edição ebook criado 2013
Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida, armazenada num
sistema de recuperação, ou transmitido em qualquer forma ou por qualquer meio, por exemplo,
electrónico, fotocópia, gravando-a sem autorização prévia por escrito do editor. A única exceção é
breves citações em revistas impressas.

ISBN 978-1-4412-6132-8

Biblioteca do Congresso de Dados de Catalogação na Publicação está arquivada na Biblioteca do Congresso,


Washington, DC.

Salvo indicação em contrário, a Escritura tomada da BÍBLIA SAGRADA, INTERNATIONAL NOVO


VERSION®. Copyright © 1973, 1978, 1984 Biblica. Usado com permissão da Zondervan. Todos os
direitos reservados.

citações bíblicas identificados NASB são do padrão Bible® New American, © copyright 1960,
1962, 1963, 1968, 1971, 1972, 1973, 1975, 1977, 1995 por A Fundação Lockman. Usado com
permissão.

citações bíblicas identificados RSV são da Revised Standard Version da Bíblia, copyright 1952
[2ª edição de 1971] pela Divisão de Educação Cristã do Conselho Nacional das Igrejas de
Cristo nos Estados Unidos da América. Usado com permissão. Todos os direitos reservados.
citações bíblicas identificados KJV são da versão King James da Bíblia.

Os endereços de internet, endereços de email e números de telefone neste livro são precisas no
momento da publicação. Eles são fornecidos como um recurso. não Baker Publishing Group não
endossa-las ou responsabilizar por seu conteúdo ou permanência.

design da capa pela Gearbox


Dedico este livro para as pessoas que impuseram as mãos
sobre mim e de quem recebi uma impartation. Em ordem
cronológica, são John Wimber, Blaine Cook, Rodney
Howard-Browne, Benny Hinn, Omar Cabrera Sr. e Carlos
Annacondia.

Além disso, dedico este livro para as muitas pessoas que eu


coloquei as mãos sobre, que receberam uma concessão
soberana de Deus e têm saído habilitadas, por Sua graça e
tangível, demonstrando seu amor para as pessoas.

E, finalmente, eu dedico este livro a minha esposa, DeAnne, e


aos meus filhos: Josh e sua esposa, Tonya, Johannah e seu
marido, David Leach, Josias e sua esposa, Allie, e Jeremias.

E, do curso, para o meu

netos, Simeão e Selah.


Cont ent s

Tampa 1

Folha de rosto 3

copyright Página 4

Dedicação 5

Prefácio de Bill Johnson 9

Introdução 11

Part 1: The Reality of impartation 13

1. A fundação bíblicos para impartation 15

2. A Man Made Pronto: Meu Testemunho de impartation 29

3. Como receber um impartation 41

Parte 2: Into the Harvest Field-fruto que permaneça


61

4. Os frutos da impartation 63

5. impartation de Ver 87

Parte 3: Evangelismo e Missões-O Fator de Potência


99
6. Porque Impartations? Por sinais e maravilhas? 101

7. Radical Obediência: impartation para o poder de morrer


125

8. revestidos de poder: ninguém está seguro! 139

Parte 4: Restaurar a Doutrina perdida de impartation


155

9. A herança dos santos: impartation e Visitação


157

10. Ventos de Mudança: Preparação para a Restauração 193

11. Construindo Pontes para que outros pudessem receber 211

Conclusão: Living Out impartation 219

Notas 229

Bibliografia 237

Índice 243

Sobre o autor 251

anúncio de volta 253

Contracapa 255
Prefácio

Poucas pessoas na história moderna ter tido o tipo de efeito sobre a Igreja em
todo o mundo que Randy Clark teve. Sua abordagem humilde ao ministério e seu
abandono ao mover de Deus tê-lo mantido na vanguarda do renascimento.

Há momentos em que Deus dá uma impartation a um indivíduo. Recebi que


quando Randy colocou as mãos em mim. E, no entanto, há momentos em que
um impartation é dado a uma igreja inteira. Tal foi o caso durante a visita de
Randy para Redding. A comunicação que ele trouxe para Bethel Church
impactado centenas de nós, e nós nunca ter sido a mesma desde então.

Um dos maiores privilégios da minha vida tem sido a minha amizade e


parceria com Randy. A comunicação que ele recebeu foi repassado para
inúmeros outros, que agora estão mudando seu mundo. Como eu digo aos
nossos jovens, pelo menos quatro outros gigantes foram mortos na Bíblia além
Golias e todos eles foram mortos por homens que seguiram David. Se você
quer matar gigantes, siga um matador de gigantes.

E essa é a história de impartation.


Pastor Bill Johnson, Bethel Church, Redding, Califórnia
Introdução

Há mais! Este “mais” é a realidade de Deus se aproximando, rasgando os céus e


descer. É a diferença entre os tempos de recuperação e os tempos de declínio na
Igreja. Revivals são liderados por pessoas que foram tocadas pelo “mais”, se
essa experiência é descrita na linguagem da inteira consagração, santificação ou
batismo no Espírito Santo. Períodos de recuperação são caracterizados por
pessoas que acreditam que a vida que eles estão vivendo e as coisas que a
Igreja está experimentando estão abaixo do que é possível e disponível em Deus.
Essa crença faz com que eles buscam para uma comunicação do mais.

Este livro é sobre a comunicação de que “mais”. Mas o que exatamente é a


mais? É muitas coisas: mais amor por Deus e os homens, mais poder, mais
unção, mais alegria, mais peso do Senhor pelos perdidos mais revelação da
parte de Deus a respeito das necessidades dos outros, mais convicção sobre o
pecado, mais fé na oração, mais conversões, mais presentes, mais curas, mais
libertações, mais igrejas plantadas e mais da cultura a ser fermentada pelo
Reino de Deus.

As pessoas que receberam impartations de graças que permitem de Deus


tornam-se fazer história. Eles nem sempre pode tornar-se fabricantes nacionais
ou internacionais de história,
mas eles mudar sua história pessoal ea história dos que os rodeiam no nível
da igreja e da comunidade local. A impartation poderosa produz frutos para o
Reino de Deus. Não é uma questão de conversa, mas uma demonstração de
poder.

A experiência impartation estou falando não é apenas receber uma bênção de


Deus. Também não é uma questão de ser fortalecidos pelo Espírito Santo ou por
um anjo. É mais do que isso. Não é destino conectado com o impartation. Muitas
vezes, é acompanhada por uma palavra profética que revela esse destino. Em
outras ocasiões, o destino de uma pessoa já foi revelado a eles, e depois eles
recebem uma impartation que lhes permite realizar esse destino dado por Deus.

As seguintes páginas estão cheias de testemunhos que atestam a título deste


livro, há mais! Ao escrever este livro, espero despertar uma maior fome para este
“mais” de Deus. Muitos cristãos, especialmente na Igreja Ocidental, nem sequer
sabem que há mais para além das rotinas de sua cultura igreja. Ao ler essas
páginas, espero que você terá vontade de experimentar mais da presença
fortalecedora de Deus, o desejo de receber uma concessão pessoal e desejo de
ser mais poderosamente usado por Deus em sua igreja local, sua comunidade,
sua cidade e do mundo.
Por esta razão te lembro que despertes o dom de Deus, que há em ti pela
imposição das minhas mãos.

2 Timóteo 1: 6
Novamente Jesus disse: “A paz esteja convosco! Como o Pai me enviou, também eu vos
envio a vós.”E com isso, soprou sobre eles e disse:‘Recebei o Espírito Santo.’

João 20: 21-22


1
O Bi bl i ca l Foundat i por
Impar t em i na

Existe um precedente bíblico para a transmissão da unção? esta doutrina e


prática é uma parte da nossa herança cristã ortodoxa, ou é apenas um
pontinho bizarra na linha do tempo?

Estas perguntas sobre impartation agitar-se toda uma gama de opiniões e


causar controvérsia que ainda gira em torno de movimento de renovação de hoje.
É desejo do meu coração para fornecer alguns pontos em comum na área de
uma compreensão bíblica e histórica de impartation, com o objectivo de “fazer
todos os esforços para manter a unidade do Espírito pelo vínculo da paz” (Efésios
4: 3) .

O escritor de Hebreus considera claramente “a imposição das mãos”, como


tão fundamental para a vida cristã que ele se refere a ele como fundamental e
como um ensino fundamental da Igreja apostólica:

Por isso, deixando os rudimentos da doutrina de Cristo, prossigamos até à perfeição, não
lançando de novo o fundamento do arrependimento de atos que levam à morte, e de fé em
Deus, instrução sobre batismos, da imposição das mãos, a ressurreição dos mortos e juízo
eterno. E Deus permitir, vamos fazê-lo.

Hb 6: 1-3, ênfase adicionada


A Bíblia ensina, tanto no Antigo e Novo Testamentos o princípio de uma pessoa
que recebe a unção de Deus. Esta unção pode ser um presente ou dons do
Espírito, um enchimento do Espírito Santo (especialmente para energia) ou o
batismo no Espírito Santo. Essa idéia de impartation ou transferência de unção é
um conceito bíblico forte. No Brasil, onde eu frequentemente ministro, a melhor
tradução da palavra Inglês impartation é, de fato, a frase “transferência da unção.”
Eu acredito que este entendimento vai ser útil para aqueles que não estão
familiarizados com o impartation prazo.

Quando olhamos para exemplos bíblicos, vemos que esta unção, muitas vezes
veio através da imposição das mãos. Mas deixe-me fazer um esclarecimento
importante: A imposição das mãos não é certamente a única maneira de receber
uma impartation de Deus. É simplesmente uma das duas maneiras visto nas
Escrituras. A outra maneira é esperar em Deus através da oração. Essa segunda
maneira é um meio, muitas vezes esquecida e abandonada pela Igreja, assim,
portanto, tenho enfatizado isso várias vezes neste livro.

Impartation Antigo Testamento

Vamos dar uma olhada em algumas passagens do Antigo Testamento que


documentam essa idéia de impartation. A primeira referência ao conceito de
impartation é em Números 11: 16-18 (ênfase adicionado):
O Senhor disse a Moisés: “Traga-me setenta dos anciãos de Israel, que são conhecidos
para você como líderes e oficiais entre o povo. eles têm vindo a tenda da revelação, para
que estejam ali com você. Vou descer e falar com você lá, e eu tirarei do Espírito que está
em você e colocar o Espírito sobre eles. Eles irão ajudá-lo a carregar o fardo das pessoas
para que você não terá que carregá-lo sozinho “.

Esta passagem não faz qualquer menção de Moisés impondo as mãos sobre os
anciãos para eles para receber, mas o conceito de uma transferência da unção que
está sobre um homem para os outros está claramente presente. Igualmente
evidente a partir do texto Números é o princípio de que isso não é algo homem pode
fazer; é um ato de Deus, totalmente dependente de Seu chamado e unção.

Em Deuteronômio 34: 9, mais uma vez, vemos uma transferência de unção:


“Ora, Josué, filho de Num, foi cheio do espírito de sabedoria, porque Moisés tinha
posto as mãos sobre ele.” Desta vez, menção específica é feita de Joshua
receber ou a ser preenchido com o espírito de sabedoria, porque Moisés impôs as
mãos sobre ele. Com ou sem a colocação real das mãos, no entanto, a
transferência de unção é claramente uma biblicamente documentado, evento
iniciado por Deus.

Outro exemplo é encontrado em 2 Reis 2: 9-15, a famosa passagem que fala


da unção de Elias sendo transferido para seu filho espiritual, Eliseu. Esta
passagem indica que é possível receber uma unção semelhante ao de outra
pessoa. Quando Eliseu pediu: “Deixe-me herdar uma porção dobrada do seu
espírito” (versículo 9), ele não estava pedindo o poder do espírito humano de
Elias, mas para o Espírito de Deus para trabalhar com ele como fez através de
seu professor. Da mesma forma,
quando o povo disse: “O espírito de Elias repousa sobre Eliseu” (versículo 15), eles
não queriam dizer que Eliseu tinha recebido poder literalmente do espírito do
homem, Elias, mas que o Espírito de Deus estava realmente trabalhando através
de Eliseu, em uma poderosa forma semelhante ao que eles tinham testemunhado
em Elias.

Impartation Novo Testamento

exemplos do Novo Testamento também refletem as duas maneiras que nós


podemos receber o poder, presentes, unção, recheios ou baptizados no Espírito
Santo. Como eu disse, uma das maneiras é através da oração e esperar em
Deus, eo outro é através da imposição das mãos. O que a “imposição das mãos”
referem-se em Hebreus 6: 1-3, que citei no início? Várias coisas: o ato de
ordenação, cura e / ou bênção e, de forma significativa para nós, impartation.
Vamos olhar para cada um deles, juntamente com alguns Escritura conectado a
eles.

A Lei de Ordenação
Primeira Timóteo 4:14 é provavelmente uma referência à ordenação de
Timóteo. “Não negligencie o seu dom, o que te foi dado por profecia, quando o
corpo de anciãos impuseram as mãos sobre você.” E 1 Timóteo 5:22 é mais
provável outra referência para a imposição das mãos e ordenação. “Não se
apresse na imposição das mãos, e
. Não partilham os pecados dos outros”A mesma coisa se encontra em Atos 6: 6,
no que muitos consideram ser a ordenação dos primeiros diáconos. “Eles
apresentaram estes homens aos apóstolos, que oraram e impuseram as mãos
sobre eles.”
O primeiro serviço de comissionamento ou ordenação para os missionários é registrado
em Atos 13: 1-3, especialmente no versículo
3. “Então, depois de jejuar e orar, impuseram-lhes as mãos e os enviou.” À
medida que mais tarde ver com Timothy, estes serviços não foram meros rituais,
mas foram as ocasiões em que o Espírito Santo presentes transmitidos e
capacitados crentes para o ministério. Além disso, esses presentes foram muitas
vezes acompanhada de profecias.

Cura e / ou Blessing
A imposição das mãos não era apenas para a ordenação, mas também para
a cura e / ou bênção. Mateus 19: 13-15 (grifo nosso) nos diz,

Em seguida, as crianças pequenas foram trazidos para Jesus para ele colocar as mãos sobre elas e orar
por eles. Mas os discípulos repreenderam aqueles que os trouxeram.

Jesus disse: “Deixai as crianças vir a mim, e não os impeçais, porque o Reino dos
céus pertence a como estes.” Quando ele tinha colocado as mãos sobre elas, ele foi a
partir daí.

Esta referência especial não diz se Jesus colocou as mãos sobre os filhos
para abençoar ou para a cura, mas sabemos que Jesus fez as duas coisas.
Marcos 10:16 é uma passagem que claramente se refere a Ele impondo as
mãos sobre
pessoas para a bênção. “E ele tomou as crianças nos braços, impôs-lhes as mãos
e os abençoou.” Outra passagem, Mark 05:23, desta vez claramente se refere a
Jesus impondo as mãos sobre alguém para a cura. Jairo suplicou fervorosamente
com Jesus, “Minha filhinha está morrendo. Por favor, venha e coloque as mãos
sobre ela para que ela será curada e viva “, e Jesus fez.

Embora Jesus curou em muitos outros do que a imposição de mãos


maneiras, muitas referências do evangelho conectar a imposição das mãos
para o ministério de cura. aqui estão alguns exemplos:

Ele [Jesus] não podia fazer ali nenhum milagre, a não ser colocar suas mãos sobre alguns
doentes e curá-los.

Marcos 6: 5

Ele tomou o cego pela mão e levou-o para fora da aldeia. Quando ele cuspir nos olhos
do homem e colocou-lhe as mãos, Jesus perguntou: “Você vê alguma coisa?”

Ele olhou para cima e disse: “Eu vejo pessoas; eles parecem árvores andando.”

Mais uma vez, Jesus colocou as mãos sobre os olhos do homem. Então seus olhos se
abriram, sua visão foi restaurada, e ele via tudo claramente.

Mark 8: 23-25, ênfase adicionada

Quando o sol estava se pondo, o povo trouxe a Jesus todos os que tinham vários tipos de
doenças, e impondo as mãos sobre cada um deles, ele os curou.

Lucas 4:40

Então ele colocou as mãos sobre ela, e imediatamente ela se endireitou e louvou a Deus.

Indignado porque Jesus curava no sábado, o dirigente da sinagoga disse ao povo: “Há
seis dias para o trabalho. Então venha e ser
curados nesses dias, não no sábado.”
Lucas 13: 13-14

Os discípulos estavam também a seguir o exemplo de Jesus e as suas mãos


sobre os enfermos para a cura. Marcos 16:18 diz dos crentes, “Eles vão colocar
as mãos sobre os doentes, e estes ficarão curados.” Em Atos 28: 8-9, Paulo
seguiu a prática de imposição de mãos para a cura. Na ilha de Malta, um homem
estava doente na cama, sofrendo de febre e disenteria. “Paulo foi vê-lo e, depois
de orar, impôs-lhe as mãos, eo curou. Quando isso aconteceu, o resto dos
doentes na ilha vieram e foram curados.”

Paul não só cura ministrou, mas ele também recebeu a cura pela
imposição das mãos:

Então Ananias foi até a casa e entrou. Colocando as mãos sobre Saulo, ele disse: “Irmão
Saulo, o Senhor-Jesus, que te apareceu no caminho que você estava vindo para cá, me
enviou para que você possa ver de novo e ser cheio do Espírito Santo”. Imediatamente , algo
como escamas caiu dos olhos de Saulo, e ele podia ver novamente. Levantou-se e foi
batizado, e depois de tomar um pouco de comida, ele recuperou sua força.

Atos 9: 17-19, ênfase adicionada

Embora não seja expressamente afirmado, esta passagem parece implicar que Paul
não só recebeu a cura, mas também o enchimento do Espírito Santo, quando
Ananias impôs as mãos sobre ele.

impartation
Outro aspecto da doutrina da imposição das mãos é conectado a impartation.
Os impartations que vemos na Bíblia eram tanto para os dons do Espírito e para
ser preenchido com ou batizados no Espírito Santo. Lucas é o historiador do
Espírito Santo. Eu acredito que ele escreveu seu evangelho de Lucas e o livro de
Atos tendo em consideração o significado teológico da história ele estava
gravando. Em Atos ele conta mais de uma instância onde as pessoas ficaram
cheios do Espírito Santo, sem qualquer menção à imposição das mãos:

Quando o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar. De repente um


som como o de um vento violento veio do céu e encheu toda a casa onde estavam
assentados. Eles viram o que pareciam ser as línguas do fogo que separaram ea veio
descansar em cada um deles. Todos eles ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a
falar noutras línguas, conforme o Espírito lhes concedia.

At 2: 1-4

“Agora, Senhor, as suas ameaças e concede aos teus servos para falar a tua palavra com
muita ousadia. Estende a tua mão para curar e realizar sinais e prodígios pelo nome de
seu servo Jesus santo “.

Depois eles oraram, o lugar onde estavam reunidos. E todos foram cheios do Espírito
Santo e falou a palavra de Deus com ousadia.

Atos 4: 29-31

Enquanto Pedro ainda estava falando estas palavras, o Espírito Santo desceu sobre todos os
que ouviram a mensagem. Os judeus que tinham vindo com Pedro ficaram admirados de que o
dom do Espírito Santo tinha sido derramado também sobre os gentios. Porque os ouviam
falando em línguas e louvar a Deus.

Então Pedro disse: “Alguém pode manter essas pessoas de serem batizados
com água? Eles receberam o Espírito Santo como nós temos.”
Atos 10: 44-47

Em Atos 2 e 4, o Espírito Santo veio sobre os crentes que estavam procurando a


Deus para permitir o poder. Em Atos 10, como Pedro pregou pela primeira vez
aos gentios, o Espírito Santo desceu sobre todos os que ouviram a mensagem,
mesmo que eles iam sendo salvos.

Note-se também que o Dia de Pentecostes não foi o dia em que os discípulos
receberam pela primeira vez o Espírito Santo, mas sim o dia em que foram
cheios do Espírito Santo. De acordo com João 20: 21-22, os discípulos primeiro
recebeu o Espírito Santo quando Jesus soprou sobre eles na noite de Seu dia da
ressurreição. “Novamente Jesus disse: 'A paz esteja convosco! Como o Pai me
enviou, também eu vos envio a vós.' E com isso, soprou sobre eles e disse:
'Recebei o Espírito Santo.'”

Mais pertinentes ao nosso tema, no entanto, são contas de onde o Espírito Santo ou dons
do Espírito foram transmitidos com a imposição das mãos de Luke. Em Atos 8: 14-17 (grifo
nosso), lemos sobre o avivamento em Samaria: Quando os apóstolos em Jerusalém, ouvindo
que Samaria recebera a palavra de Deus, enviaram Pedro e João para eles. Quando eles
chegaram, oraram por eles para que recebessem o Espírito Santo, porque o Espírito Santo
ainda não tinha descido sobre nenhum deles; eles simplesmente tinham sido batizados em
nome do Senhor Jesus. Então Pedro e João puseram as mãos sobre eles, e eles receberam
o Espírito Santo.

Aparentemente, a doação do Espírito Santo foi acompanhado por alguma


manifestação visível, porque Lucas
continua com a reacção de Simon, o mágico nos versos 18-19. “Quando Simão
viu que o Espírito foi dado na imposição dos Apóstolos mãos, ofereceu-lhes
dinheiro e disse: 'Dai-me também essa capacidade para que todos sobre quem
eu puser as mãos receba o Espírito Santo.'”

O segundo tal passagem envolvendo impartation com a imposição das mãos é


encontrado em conta teológico-histórica de Lucas em Atos 19: 6. Paul, ao invés
de Pedro e João, coloca suas mãos sobre os crentes recém-batizados em Éfeso.
“Quando Paul colocou suas mãos sobre eles, o Espírito Santo veio sobre eles, e
falavam em línguas e profetizavam. Havia cerca de doze homens em todos”(grifo
nosso).

Em ambas as histórias, Samaria e Éfeso, é significativo que a experiência de


receber o Espírito Santo veio após a experiência de acreditar. Alguns ensinam
que o batismo no Espírito Santo acontece na salvação, mas um é duramente
pressionado para provar isso a partir dos escritos de Lucas. Isso não aconteceu
dessa maneira em qualquer de suas passagens que temos discutido até agora.
Estas são todas as referências do início da história da Igreja do Novo Testamento
que tratam de quando e como as pessoas receberam o Espírito Santo, ou que
indicam o que parecia quando o Espírito “veio em cima” ou crentes “cheios”. O
foco desses eventos é uma concessão distinta do Espírito Santo, em vez da
regeneração do Espírito Santo que ocorre na salvação.

Em Romanos 1: 11-12 nós novamente encontrar o conceito de impartation.


Desta vez é para a comunicação de algum dom espiritual aos cristãos em Roma.
Paulo escreve: “Anseio
para vê-lo para que eu para vos comunicar algum dom espiritual, para torná-lo
forte, isto é, que eu e você pode ser mutuamente encorajados pela fé de cada
um.”
A atividade do Espírito Santo foi vital para a compreensão de Paulo de seu
papel como um apóstolo. No final de sua carta aos Romanos, Paulo enfatiza a
conexão entre sua proclamação da palavra e da capacitação do Espírito. Ele
afirma em Romanos 15: 17-

19,

Portanto, eu glória em Cristo Jesus, em meu serviço a Deus. Não vou arriscar a falar de
qualquer coisa, exceto o que Cristo realizou por meu intermédio em conduzir os gentios a
obedecer a Deus por aquilo que tenho dito e feito-pelo poder de sinais e prodígios, pelo
poder do Espírito. Assim, desde Jerusalém a toda a volta a Ilíria, eu proclamei
plenamente o evangelho de Cristo.

Nesta passagem, Paulo parece entender que a eficácia do seu ministério não
era simplesmente o resultado do que ele pregava, mas do que ele fez como
bem “pelo poder de sinais e prodígios, pelo poder do Espírito.”

Estou em dívida com o Dr. Gordon Fee, que trouxe à minha atenção que a
doutrina mais fundamental do apóstolo Paulo foi a experiência do Espírito como a
base para a certeza da salvação. A base para uma garantia da nossa salvação é
a realização de presença fortalecedora de Deus na vida de alguém. A experiência
da presença capacitadora de Deus foi ainda mais fundamental para Paul do que a
justificação pela graça mediante a fé. Ser
justificados pela graça mediante a fé foi o segundo fundamento mais importante de Paulo de
crença. Dr. Fee escreve: Na verdade, a experiência do Espírito escatológico prometido,
não a justificação pela fé, constitui o núcleo da argumentação de Paulo na única letra
(Gálatas) dedicado principalmente a esta questão. A morte de Cristo trouxe um fim à
maldição da lei-que era preciso viver por “fazer a lei” e, portanto, não “pela fé” (Gal. 3:
10-14). O dom do Espírito faz a função do direito de identificar as pessoas de Deus
obsoleta. “Aqueles que são guiados pelo Espírito”, diz Paulo, “não estão sob 'Torah'”
(5:18). Para aqueles em quem o fruto do Espírito está crescendo “não há lei” (v. 23). Para
Paulo do Espírito marca assim o fim efetivo da Torá. Como assim? Porque o Espírito é
suficiente para fazer o que Torah não foi capaz de fazer em termos de justiça, [1]

Com tanta ênfase ao receber a presença de autorização de Deus através de


Seu Espírito, e a percepção de que a presença ea atividade do Espírito Santo era
a verdadeira fonte de sua própria fecundidade como um ministro do Evangelho,
não deve surpreender-nos para ver Paul querendo vir para os romanos a
transmitir-lhes algum dom espiritual. Nem deve surpreender-nos para ver Paul
lembrando Timóteo, seu amado filho no ministério, a “reavivar o dom de Deus,
que há em ti pela imposição das minhas mãos” (2 Timóteo 1: 6).

Para Paulo, Timóteo, Pedro, João e, por inferência lógica, toda a Igreja cristã
primitiva, a transmissão da unção através da imposição das mãos foi um
importante catalisador para um ministério eficaz, caracterizada pela presença
manifesta de Deus, e para operar na íntegra dons do Espírito Santo. Foi esta
primeira Igreja-pequeno, desprezado
e pobres-que mudou o mundo!
Deus prometeu outro derramamento final e radical entre as nações antes que
seu filho retornos. Mais uma vez, ele vai trazê-lo sobre o meio de Seu povo. Jesus
disse: “Como o Pai me enviou, eu vos envio” (João 20:21). Se estamos a
caminhar nessa vocação, podemos esquecer nem negligenciar os recursos do
céu se disponível para aqueles que são humildes e com fome o suficiente para
receber. Deus não está olhando para o bem financiado, o bem educado, nem
mesmo o bem experiente em “ministério”. Ele está simplesmente olhando para
aqueles que estão dispostos a ceder seus corações e vidas para tudo o que Ele
quer fazer trabalhar através deles. Ele está olhando para aqueles que estão
dispostos a acreditar mais, porque não há mais!

Tendo considerado a realidade da impartation a partir da perspectiva bíblica,


agora vamos considerá-lo do ponto de vista pessoal. No próximo capítulo, quero
compartilhar com vocês como Deus me trouxe pessoalmente para tal
compreensão da impartation. Vou compartilhar minha jornada de como Deus
poderosamente me tocou e mudou a minha vida. Há muito mais a minha história
que eu compartilho aqui, mas porque o foco deste livro é impartation, vou
concentrar-se nas partes da minha história que envolvem o meu crescimento
nessa área. É importante saber que não foi criado em uma igreja carismática ou
pentecostal ou denominação. É a graça de Deus que tornou possível para mim
entender impartation. Eu não entrar nessas coisas por causa da minha vontade,
mas pela graça de Deus.
Mas antes de se mudar para a minha história, deixe-me orar por você.

Senhor, criar agora na pessoa que está lendo estas páginas a fome para
o -mais “mais” de uma comunicação do seu espírito e sua presentes. Criar
fé neste leitor para receber doações através impartation, e para receber
uma nova e mais forte enchimento do Seu Espírito através impartation.
Pergunto isso na autoridade e poder do nome de Jesus, Amém.
2
Um homem feito Pronto Meu

Testemunho de impartation

Em janeiro de 1984, dois diáconos da minha igreja e eu participou da Conferência


Bíblica Robison James em Dallas, Texas. Até aquele momento, eu só tinha tido
um sonho em minha vida que eu absolutamente atribuída a Deus, para que o
sonho que tive na noite anterior à conferência realmente me chamou a atenção.
Nunca esqueci. Através do sonho, eu sabia que Deus estava me (e minha
congregação) dizendo que ele queria nos levar para um relacionamento mais
íntimo com Ele e para um reino mais elevado do Seu Espírito. Com cada fase viria
uma maior responsabilização e mais coisas na minha vida que eu teria de se
render a ele, coisas que Ele iria revelar-me em cada momento de transição.

O segundo dia da conferência que participou, John Wimber ensinou uma


sessão para cerca de quinhentos pastores. Fiquei espantado com todas as
palavras de conhecimento que ele deu, e eu amei o que ele estava dizendo. Eu
estava assistindo na linha da frente como tinha muitas pessoas vêm em cima do
palco. Como Batista, eu sabia como reconhecer quando alguém estava sob
convicção, mas eu nunca tinha visto o poder de
Deus mover-se visivelmente e fisicamente as pessoas. Como John orou por uma
mulher, ele disse, “Vê-la. Veja o que o Espírito está fazendo.”

Meus diáconos e eu assisti e vi a bainha de seu vestido começar a tremer. Eu


disse: “Você vê isso? O vestido dela é tremendo!”Agora eu sei que isso soa
engraçado para ser animado sobre algo tão pequeno como bainha de uma
senhora tremendo, mas isso era tudo novo para mim. A mulher começou a tremer
ainda mais, então ela tocou outra pessoa, e eles começaram a tremer. As pessoas
estavam ficando curados, ea coisa toda foi uma experiência maravilhosa.

Nesse mesmo dia, Deus usou a mensagem de David Yonggi Cho na conferência
para me convencer da minha necessidade de mais intimidade com Deus e um
relacionamento com o Espírito Santo. Durante toda a tarde, eu não quero estar perto
de alguém como o Senhor lidou com o meu coração. Voltei para a reunião naquela
noite, porém, e David Wilkerson falou. Os pastores veio para a frente e foram em seus
rostos se arrependendo, clamando a Deus. câmeras de televisão do Trinity
Broadcasting Network estavam rolando, no entanto, para que eu não queria
ajoelhar-se ou colocar minha cara no chão. Todo mundo estava chorando e chorando,
mas eu estava pensando, cara, isso está sendo irradiada de volta para Marion, Illinois,
e eles vão vê-lo.

Eu sabia que o pensamento era apenas o orgulho da minha parte, então eu finalmente
ajoelhou-se e rezou um pouco. Quando eu se levantou e começou a cantar uma canção,
eu me senti como se o Espírito do Senhor disse: “Levante suas mãos!”

Agora, eu era um batista, e nós não fazer isso! Mas eu


Levantei minhas mãos para cima, e logo que eu fiz, o Espírito de Deus me atingiu. Eu
soube imediatamente que estava em apuros, e eu me senti pronto para perdê-lo
emocionalmente. Olhei em volta e, em seguida, dirigiu-se para uma grande tela de
projeção, porque eu pensei que eu poderia esconder atrás dela. Assim que eu cheguei
ao local, o Espírito me bater de novo. Eu caí contra a parede, tentou agarra-lo,
escorregou e acabou deitado no chão. A parte inferior da tela tinha cerca de três pés
fora do chão, então lá estava eu, visível para todos. Fiquei ali tremendo e chorando por
cerca de meia hora. Então eu me levantei e comecei a voltar à minha cadeira. Antes
que eu pudesse dar dois passos do Espírito me bater de novo, e eu deslizei de volta
para baixo da parede em uma pilha no chão e chorou, chorou e balançou um pouco
mais.

Um dos meus diáconos me disse mais tarde que eles estavam perguntando uns
aos outros: “Onde está Randy?” Finalmente, um deles apontou para frente de onde
eu estava deitado debaixo da tela na frente de cerca de oito mil pessoas.

Na noite seguinte, fui até John Wimber. Eu não me sinto digno de pedir
oração por mim, então eu perguntei-lhe para orar por meus diáconos. Quando
me virei para obtê-los, ele pegou minhas mãos, olhou direto nos meus olhos e
disse: “Não, eu quero orar por você.”

Sabendo que ele estava tendo palavras de conhecimento, eu me senti tão


exposta. Eu esperava o pior para sair de sua boca. Foi a primeira vez que já
conheci e ele não sabe nada sobre mim, mas ele disse: “Eu quero orar por você,
mas primeiro eu quero orar por seu coração, porque você foi ferido ultimamente
em sua igreja. ”
Era a verdade. Um par de meses antes eu tinha sido terrivelmente ferido
pela igreja, então eu sabia que isso era do Senhor. João, então, falou várias
coisas para mim, incluindo: “Você é um príncipe no Reino de Deus.”

Eu não sabia o que fazer com isso. Eu me senti como qualquer coisa, mas um
príncipe no Reino de Deus.
Então ele disse: “Há uma chamada apostólica sobre a sua vida.” Eu não
aprendi até dez anos mais tarde que, quando John usou o chamado apostólico
prazo, ele quis dizer que eu iria acabar um dia ter um ministério que envolveu
viajar. John não acreditava, no entanto, que, porque você viajou você era
apostólica, e nem I. Este parece perder o sentido da apostólica. Isso significa que
Deus enviou você, que você foi chamado para onde quer que Ele lhe envia e que
muitas vezes você vai ser usado na ativação de presentes ou transmitir presentes
onde quer que são enviados. E nem John nem eu acredito que só ministério
apostólico pode ser usado para impartation. Ananias em Atos 9 não era um
apóstolo, apenas um membro da igreja, mas Deus o enviou para impor as mãos
sobre Paul.

John também compartilhou muitas outras boas profecias comigo, e eu fui embora
encorajada. Eu também fui embora com um novo impartation na minha vida por
palavras do conhecimento, bem como uma maior fome de Deus do que eu tinha
conhecido há anos.
Um par de meses depois, em março de 1984, realizamos uma conferência de cura
em nossa igreja. equipe Vineyard de John Wimber chegou com alto-falante Blaine
Cook. Tanto a minha esposa, DeAnne, e eu lutei com orgulho e incredulidade quando
ele veio para as manifestações que testemunhamos acontecendo ao seu redor
-nos durante esta conferência. Ele realmente nos assustou um pouco para assistir as
pessoas recebem impartations. Nós não estávamos acostumados a ver o poder de Deus
tocar as pessoas em tais maneiras. Eu realmente não sabia o que estava acontecendo, e eu
entendi muito pouco sobre os dons espirituais. Ainda assim, eu tinha dado a minha
autoridade para Blaine e disse-lhe para ir para qualquer coisa que ele pensava que era de
Deus.

Durante a primeira sessão da noite, Blaine orou por ambos, DeAnne e eu. O
poder de Deus veio sobre nós dois, e, juntos, receberam uma impartation de Deus
que nos deu coragem. O que aconteceu durante esta experiência de impartation?
Ele era tão poderoso que eu já não considerou o que aconteceu em Dallas como
um impartation. Eu senti como se tivesse agarrou um fio elétrico. Comecei a
tremer, sentindo eletricidade fluindo através do meu corpo. Foi tão forte que no dia
seguinte todas as minhas articulações doíam. A unção de Deus teve um efeito
semelhante sobre o meu corpo, como a eletricidade era tão forte que eu não
conseguia controlar o tremor. Ele também ativou os presentes de palavras de
conhecimento e cura em nossas vidas, em muito maior medida. Outros em nossa
igreja recebeu impartations para vários presentes, bem como, e nós testemunhou
muitas curas.

Um dos que foi poderosamente tocado, um leigo, era John Gordon. Sua
experiência foi tão poderosa que, até hoje, eu digo sobre isso quase todas as
vezes que eu ensino em impartation. (Maio de algo semelhante acontecer com
você como você está lendo há mais.) Você vai ler mais sobre John no capítulo 8.
Eu teria um impartation mais poderoso na década de 1980. Após 43 anos de
ministério, tive apenas estes três mais preciosos, a maioria das experiências de
mudança de vida. Rezo muitas vezes para outro. O segundo foi em 1989. Eu tinha
deixado a igreja Batista e se juntou ao movimento Vineyard em setembro de 1984 para
iniciar a primeira igreja Vineyard em St. Louis. Cinco anos se passaram, e eu estava
confuso sobre o que eu estava aqui, que a minha principal vocação era. John Wimber
tinha me disse que havia uma chamada apostólica na minha vida. O profeta Bob Jones
tinha me disse que eu tinha um dom de ensino. Eu era um pastor. Meu primeiro amor
foi o evangelismo. Eu disse ao Senhor para ter alguém vem a mim e profetiza para
mim, esclarecendo o que a minha principal vocação era para que eu pudesse se
concentrar nele. Deus respondeu a minha oração.

O que aconteceu naquela ocasião? Foi-me dito que um dia eu iria viajar as
nações, que meu filho iria viajar comigo, mas ele não quis montar meus
coattails. Pelo contrário, eu iria montar sua porque a sua unção eclipsaria meu.
Esta profecia me surpreendeu, como eu nunca tinha deixado os Estados Unidos.
Sentei-me, sem dizer nada em resposta ao superintendente regional, que tinha
me dado a palavra profética. Poucos minutos depois, agradeci-lhe para
compartilhar uma palavra tão poderosa comigo. Eu, então, pediu-lhe para orar
por mim. Quando o fez, outro supervisor regional, do Vineyard soprou em mim.
Eu caí no chão, sentindo-se instantaneamente um tremendo calor, o que me fez
suar profusamente. Minhas mãos se tornou eletrificada, e eu senti a eletricidade
em torno de minha boca. Eu estava chorando alto, à primeira gritando da
sensação de
poder. Situada no primeiro em posição fetal, eu me senti como se alguém segurou
minhas mãos e outra pessoa meus pés e começou a esticar o meu corpo. Eu não
conseguia sentir minhas mãos por mais tempo, e parecia que meu rosto estava sendo
eletrificada, especialmente ao redor da minha boca. Lembro-me temendo que eu
morreria se esta energia aumentou. Havia tanto poder em minhas mãos que ferem.
Isso durou cerca de 45 minutos, mas para uma outra hora eu não poderia deixar
minhas mãos para baixo após minha cintura porque doía tanto que eu fiz.

A unção se recebe em uma impartation tem de ser stewarded, ou o poder


pode começar a diminuir. Mesmo uma boa administração não garante a
temporada de reavivamento vai durar para sempre, porque não é apenas uma
questão individual; há uma responsabilidade corporativa na cultura de uma igreja
local.

Caminhando em novos lugares

Tanta coisa aconteceu ao longo dos próximos dezoito meses após a nossa
impartation inicial na Igreja Batista Spillertown no sul do Illinois. Deus nos ensinou
como andar em um novo reino do Espírito. A chuva do Espírito Santo que
experimentamos na conferência Spillertown Batista era como uma inundação
nesses primeiros meses. A segunda experiência de impartation também era
profundo, com consequências de mudança de vida, especialmente em matéria de
liberdade de um pecado que assedia. Em seguida, o dilúvio foi para um ocasional
chuveiro, e no momento em nove anos se passaram desde que o derramamento
inicial na igreja batista, eu mesmo e minha igreja Vineyard encontrada no meio
de um momento deserto. Chorei desesperadamente a Deus, e Ele respondeu às
minhas orações. Em Sua sabedoria, Ele enviou-me para uma conferência
Rodney Howard- Browne na Igreja Bíblica Rhema em Tulsa, Oklahoma. Eu não
estava de acordo com algumas das ideias que saem desta igreja particular, mas
senti que a minha assistir foi um teste de Deus, no momento, então eu fui.

Durante os primeiros dias dessa conferência, eu estava desconfortável com as


manifestações do Espírito Santo que eu vi acontecendo ao meu redor. Eu sabia,
porém, que eu não queria voltar para St. Louis até que Deus tinha me tocado. No
último dia, quando veio o convite para ir para a frente para receber, eu não
poderia chegar a Rodney por causa das outras 4.500 pessoas se aglomeram para
a frente. Em desespero, clamando outra vez a Deus, pedindo-Lhe que me toca
mesmo que isso significasse a minha agitação, chocalho e rolando. Eu fui a um
corredor para entrar na fila e esperar por Rodney pôr as mãos em mim. Quando o
fez, de repente eu me vi no chão, incapaz de levantar-se!

Isso aconteceu cinco vezes quando Rodney colocou as mãos sobre mim, e foi
durante esses momentos em que Deus mudou meu coração. Eu me arrependi do
meu espírito média e percebi o quão descontente Deus é quando tomamos a
atitude de atacar irmãos cristãos sobre questões que não seriam consideradas
heresia. I também recebeu uma concessão poderosa que mudou minha vida. [2]
Quando voltei para a minha igreja em St. Louis, as coisas explodiu. Todos os
domingos após meu retorno, tivemos uma poderosa efusão do Espírito Santo esta
em uma igreja que nunca tinha experimentado nada parecido em sua história de
oito anos. O poder do Espírito caiu, trazendo manifestações poderosas e
profundas mudanças nas pessoas. Eu também contou com a nossa reunião
regional de pastores vinha, e pedi ao Senhor para tocar os pastores lá que
estavam tão desesperada como eu estava. A segunda noite da reunião, Deus
moveu soberanamente e todos se explodiu! As pessoas corriam em torno da
dança, batendo uns aos outros na parte de trás, rolando e geralmente agindo
bêbado. Feliz Leman, meu supervisor regional, estava rindo histericamente.
Quando vi feliz, tipicamente um nondemonstrative “Mr. Controle do tipo”, fazendo
isso, eu sabia que era Deus!

Então minha área coordenador pastoral, que já estava bêbado no Espírito, me


pediu para orar por ele. Concordei, embora ele já havia sido orou por duas vezes.
I tocou, e era como se o Espírito de Deus o atingiu e derrubou-o em algumas
cadeiras. Ele disse que sentiu como se um caminhão tivesse batido nele. Eu não
sabia que ele tinha uma lesão medular grave que o levou a acordar em lágrimas a
cada manhã da dor. Eu também não sabia que ele tinha sido dito que não havia
esperança para corrigi-lo cirurgicamente. Quando Deus veio sobre ele, ele disse
que se sentia como se uma mão quente desceu em seu estômago e tirou algo, e
ele foi curado! A unção de Deus estava sobre ele, e ele não poderia falar por
meses sem gaguejar. Ele gaguejou o tempo todo quando
o Espírito de Deus viria sobre ele. Deus tinha feito uma coisa maravilhosa
para ele.

A Bênção de Toronto

Um pastor em Toronto, John Arnott, ouviu falar sobre estas reuniões e


convidou-me para vir falar em sua igreja em Toronto, o Aeroporto de Vineyard
Christian Fellowship. I concordou em vir para quatro noites, mas eu estava
nervoso sobre as expectativas que ele e sua igreja possa ter. No fundo, eu ainda
lutava com ter fé que Deus iria fazer por mim o que Ele fez para os outros. Antes
de eu sair para Toronto, no entanto, Deus me deu uma palavra poderosa de
profecia, embora eu não colocar um valor alto em profecia naquele momento.
Recebi um telefonema de Richard Holcomb, a quem Deus havia orando por mim
há mais de uma década. Richard também me enviar fundos ao longo do tempo
sem o meu nunca mencionar qualquer necessidade financeira, e cada vez que o
montante era exatamente certo! Desde Toronto, Richard tem sido na minha
prancha para a Global Awakening, mas na época ele não sabia absolutamente
nada sobre o que estava acontecendo na minha vida ou sobre a minha viagem
planejada para Toronto. Isto é o que ele me disse:

O Senhor diz para você, Randy, “Teste mim agora. Teste Me agora. Teste Me agora. Não
tenha medo. Vou apoiá-lo! Eu quero seus olhos para ser aberto para ver nos céus Meus
recursos para você, assim como Eliseu orou para os olhos de Geazi para ser aberto. E não
ficar ansioso,
porque quando você ficar ansioso, você não pode me ouvir.”

Foi esta palavra profética que fez muito para mudar minha vida. Ele me deu a
fé para mover na unção que recebi quando John Wimber orou por mim dez anos
antes e quando Rodney orou por mim. Eu fui a Toronto, e o que aconteceu por 42
dos próximos 60 dias lá agora é uma parte da história da Igreja chamada a
Bênção de Toronto.

Eu só quero dizer que inaugurou este renascimento não era algo Randy Clark
fez; Deus fez tudo. Em seu desejo de assumir o fracasso e transformá-lo em Sua
força, Deus orquestrada eventos que tocaram minha vida e chamou-me para novos
lugares. Eu tinha pastoreado em St. Louis por oito anos, e minha igreja só foi uma
média de cerca de três centenas de pessoas. Alguns viram isso como um fracasso,
e assim o fez I. Eu não era um pastor bem-sucedido; Eu era um homem quebrado.
Eu também tinha uma marca negra contra mim por causa de um divórcio quando eu
era 22. Apesar de tudo isso, Deus escolheu usar um homem simples como eu. Deus
escolheu uma manjedoura, ambiente humilde e uma pobre mãe eo padrasto por seu
filho único, também.

Deus me deu a fé para responder aos Seus convites divinos, é claro, e


cooperar com eles. Acredito que nada poderosa acontece sem a iniciativa de
Deus na graça, mas também acredito que Seus convites são condicionada à
resposta humana a essa iniciativa divina. Eu não quero minimizar a importância
da nossa humana resposta de que eu não estava disposto a responder de Deus-
dado fé para que Deus estava fazendo, ele teria encontrado outro navio para usar
em vez de mim. Ambos divina, graça soberana e iniciativa e resposta humana ea
cooperação são necessárias e importantes.

Essa é a história de como Deus me preparou para o trabalho que era para sair
em algo muito maior do que eu esperava. Se você quiser saber mais sobre como
Deus me preparou para o ministério e sobre o meu envolvimento com a Bênção
de Toronto, você pode ler o meu livro acender fogueiras (Global Awakening,
2011). Basta dizer aqui que Deus colocou novos valores em mim, me fortaleceu e
me curou de dúvida e medo. Ele também trouxe-me diante dos homens que iria
me ajudar. Sou muito grato aos homens de Deus que acreditavam que sua unção
era algo para ser doado através impartation. É minha convicção sincera de que
tudo o que Deus me confiou está longe de ser dado aos outros, até que toda a
Igreja é construída, equipada e capacitada pelo plenitude do Espírito, para a glória
de Deus.
3
Como Rece i ve uma Impar t em i na

Tenho dado muita atenção às condições que podem ser pré-requisito para
receber uma comunicação do Santo Espírito- se existem condições. Parece-me
que, possivelmente, a primeira condição é tomar consciência da nossa
inadequação pessoal em nossa vida cristã. Devemos reconhecer que nossas
vidas são caracterizadas pelo excesso de derrota, juntamente com a nossa
indiferença, a falta de energia, falta de fé. . . Devemos chegar ao lugar de
enfrentar nossas fraquezas e nossa incapacidade de afectar o trabalho do Reino.

Podemos ser bem treinados para fazer “o trabalho da igreja,” comitês funcionam,
pregar ou ensinar, administrar e conselhos, tudo através de nossa educação. Mas
isso não é o mesmo que a capacidade de curar os expulsamos demônios doentes,
ressuscitar os mortos e pregar com uma unção que quebra corações duros com tanta
convicção de que as pessoas são apresentadas a Jesus. Essas coisas precisam a
unção, a graça e os dons do Espírito Santo. Portanto, a primeira condição
pré-requisito para impartation é reconhecer nossa necessidade, a nossa pobreza
espiritual. Jesus disse: “Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o
reino dos céus” (Mateus 5: 3).

Em segundo lugar, acho que devemos desejar para a nossa condição espiritual para mudar.

Com isto quero dizer que devemos permitir que o Santo


Espírito de desenvolver um desejo sério em nos tornarmos cristãos vitoriosos.
Algumas pessoas não podem sequer conceber a possibilidade de viver
vitoriosamente em vez de viver em derrota. Isso é porque eles, e até mesmo
alguns
comentaristas, ver Romanos 7: 14-26 como uma indicação de que a experiência de Paulo como
cristão era derrotista: Sabemos que a lei é espiritual; mas estou não espiritual, vendido como
escravo ao pecado. Eu não entendo o que faço. Para o que eu quero fazer não faço, mas o
que aborreço eu faço. . . .

Então, eu acho esta lei no trabalho: Quando quero fazer o bem, o mal está comigo. Pois no
meu ser interior, tenho prazer na lei de Deus; mas vejo outra lei no trabalho nos membros do
meu corpo, guerreando contra a lei da minha mente e me faz prisioneiro da lei do pecado que
atua em meus membros. O que um miserável homem que eu sou! Quem me livrará do corpo
desta morte?

Romanos 7: 14-15, 21-24

Este ponto de vista geralmente calvinista é contraproducente para a esperança


de viver vitoriosamente. Eu recomendo que você não aceitá-lo. Em vez disso, eu
recomendo que você leia o capítulo do Dr. Gordon Fee no meu livro Poder,
Santidade e Evangelismo (Destino Imagem, 1999), que leva o oposto visão de
que Paulo nos ensinou que pudéssemos viver uma vida de vitória pelo poder do
Espírito ao invés de uma vida derrotada. Dr. Fee afirma poderosamente que uma
visão derrotista de Romanos 7 contradiz completamente tudo o resto Paulo
escreveu sobre a vida no Espírito. O mesmo Espírito Santo que pode desenvolver
o desejo em nós para uma vida vitoriosa também pode fornecer a fé para tal
experiência e fé para continuar nessa vida. Permitir que o Espírito Santo para
deixá-lo
ver a verdade das Escrituras sobre este assunto.
Uma terceira pré-requisito para receber impartation é um desejo dentro de nós que
nossas vidas honrar a Deus e que nós ser usado em seu serviço, para a Sua glória. Nós
não pedimos para uma alta espiritual para nos fazer sentir bem ou para uma experiência
que pode aumentar o nosso ego ou orgulho espiritual. Em vez disso, pedimos para o
poder e presentes para nos fazer proporcional à tarefa diante de nós

- que de ligar nosso inimigo, o diabo e saquear o reino das trevas. Como
Mateus 0:29 diz, precisamos ser fortalecidos e preparados: “Ou ainda, como
pode alguém entrar na casa do homem forte e roubar-lhe os bens, se primeiro
não amarra o homem forte? Então, ele pode roubar sua casa “.

A tarefa diante de nós é o de quebrar as portas do inferno. Jesus disse a


Pedro: “E digo também a ti, que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a
minha igreja; e as portas do inferno não prevalecerão contra ela”(Mateus 16:18, KJV).
Em nossa vitória Deus é glorificado, honrado e satisfeito. Esta capacitação pelo Espírito Santo
permite que a nossa fé para expressar-se em amor. Dr. Billy Graham escreveu, eu acho que é
um desperdício de tempo para nós cristãos a olhar para o poder não temos a intenção de
usar; para poder na oração, a não ser que oramos; para força para depor, sem
testemunhando; para o poder para a santificação, sem tentar viver uma vida santa; por graça
para sofrer, se não tomarmos a cruz; pelo poder em serviço, a menos que servimos. Alguém
disse: “Deus dá morrendo graça só para os moribundos.” [3]

Unidade na diversidade
Estou animado sobre o que vejo acontecendo agora na Igreja. Desde que viajou
para Toronto e começou a essas reuniões anos atrás, as reuniões que
continuaram seis noites por semana durante doze anos e meio, eu fui privilegiado
pela graça de Deus para atender os principais líderes de ambos os Pentecostal
evangélica e riachos. Eu estou achando que há muito mais abertura para uma
diversidade de experiências espirituais agora do que era há vinte anos. Eu estou
achando pentecostais abertas para trabalhar comigo, mesmo sabendo que eu
não acredito que se deve falar em línguas para ser batizado no Espírito. (Eu tive
uma linguagem de oração desde

1971, mas não ocasionar meu batismo no Espírito Santo.) Ao mesmo tempo, eu
estou encontrando evangélicos que estão abertos a trabalhar comigo mesmo que
eles sabem que eu acredito que os dons do Espírito e batismo no Espírito pode
ocorrem simultaneamente com a conversão, embora na realidade eles são quase
sempre posterior a ele. Eu estou encontrando homens de tarja evangélica que
admitem que eles foram batizados no Espírito Santo após a sua conversão, e eu
estou conhecendo pentecostais que admitem que eles acreditam que uma pessoa
pode ser batizado no Espírito Santo quer antes, depois ou ao mesmo tempo que
um recebe sua linguagem de oração.

Em resumo, as paredes tradicionais estão começando a cair. De longa data


“pré-requisitos” para experiências espirituais tais como impartation não são mais
vistos como regras rápidas duro-e-tais. Por quê? Porque desespero surgiu nos
corações de muitos para experimentar o que a Bíblia fala em tais termos
experienciais, em vez de estar satisfeito com um
menos hands-on, mas mais arrumado, a compreensão supostamente
teologicamente correta do batismo no Espírito ou outros tipos de impartations.

Enquanto eu estava em formação no Seminário Teológico Batista do Sul em


Louisville, Kentucky, um dos meus professores foi o Dr. Lewis Drummond. Ele
falou sobre o grande Shantung Revival, que teve lugar entre a Missão norte da
China, da Convenção Batista do Sul em 1932. Eu me formei em 1977, mas eu
não ler sobre a Shantung Revival por mais dezenove anos, não até que eu
comecei a ter uma impressão em minha mente que eu precisava para chegar em
minhas mãos nada escrito sobre isso reavivamento e lê-lo. Quando eu finalmente
ler O Shantung Revival por Mary Crawford, [4] I foi cativado. O seu relatório deixou
claro que o avivamento começou entre os líderes que estavam cansados ​e
queimados. Eles admitiram a necessidade de mais, e eles descobriram que
alguns líderes entre eles nem sequer foram realmente nascer de novo. Na
verdade, alguns referidos Shantung como o “renascimento nascido de novo”,
porque uma mais profunda

compreensão veio através dele sobre o que a verdadeira conversão é realmente, de


modo que alguns dos missionários descobriram que ainda não tinha nascido de novo.

A ênfase do renascimento era um estudo da Bíblia relacionada com o Espírito


Santo e o batismo no Espírito Santo, juntamente com o estudo do significado da
verdadeira conversão. Fenômenos como agitação, caindo, chorando e rindo
ocorreu no Shantung Revival. Muitas curas também ocorreram. Muitas pessoas
que receberam uma comunicação do
Espírito Santo tomou esta unção fresca e foram usados ​em outras partes da
província. Estas mesmas coisas parecem ocorrer em todos os lugares que as
pessoas procuram a plenitude do Espírito Santo. Eu ter encontrado provas disso em
revivals protestantes em todo o mundo, a partir de histórias católicas romanas de
reavivamento e na Bíblia.

Duas abordagens para impartation

Como já estudou a história da Igreja, parece haver duas abordagens para


impartations apropriando. A primeira é tentar buscar a santidade como uma
questão de vencer o pecado. Nesta abordagem, quando uma pessoa se torna
“santificado”, um então se torna elegível para uma concessão poderoso. Isso
pode ser rastreada até a ascese dos pais do deserto, os monges que carenciadas
seus desejos carnais até mesmo ao ponto de negar as necessidades básicas.
Este conquistar a carne ou sujeitar a carne para o Espírito é visto nos escritos dos
grupos “santidade” de John Wesley até hoje, mas especialmente nos anos 1700 e
1800, até no início de 1900. Este é o modelo para os pentecostais “de três
estágios” que vieram para o Pentecostes fora das denominações de santidade,
como a Igreja de Deus-Cleveland, a Santidade Pentecostal e outros. [5] que foi
instantânea e o terceiro
etapa foi o batismo no Espírito Santo. Estes stagers TRÊS foram os que
deixaram a denominação Metodista para formar novas denominações
Santidade sobre a questão desta “segunda obra definitiva da graça” distinta
da salvação, que deu uma vitória pessoa sobre o pecado inato.

As duas fases pentecostais, por outro lado, acredita a primeira etapa foi a
conversão, santificação foi um processo e a segunda etapa foi o batismo no
Espírito. Estes foram os tipos mais reformadas ou batistas de pentecostais. Eles
acreditavam santificação já era nossa na obra consumada de Jesus. [6] Na
verdade, cerca de 25 novas denominações foram fundadas durante os primeiros
14 anos do movimento pentecostal. Cerca de metade dos membros eram de três
estágios, a outra metade eram de dois estágios, e cerca de um quarto de todos os
pentecostais eram “só Jesus” e não aceitou a doutrina da Trindade. [7]

Por que é a diferença entre um e três palco e um estágio de dois Pentecostal


importante para a nossa discussão de impartation? É porque impartation é um
tema importante da mensagem Pentecostal, eo impartation mais importante é que
do enchimento com ou batismo no Espírito Santo. É também porque os estágios
pessoas acreditam em afetar seus níveis de expectativa. perspectivas teológicas e
bíblicas têm um fator de controle na fé das pessoas. Se você não esperar para
receber certos presentes até depois de uma experiência de santificação, você
geralmente não receberá
eles. Mas se você acredita que é possível experimentar os presentes após a
conversão ou a conversão, então não é a fé presente para receber o dom ou a
impartation.
O que se espera receber filtra a experiência. Se alguém espera vitória sobre hábitos pecaminosos

anteriores (santificação), então a fé está presente para essa experiência. Se as pessoas têm fé para receber

o poder e começar a mover-se em um presente especial sem primeiro ter uma experiência de santidade,

eles vão experimentar o Espírito em relação ao que já estavam experimentando. Dentro da Igreja, existem

milhões hoje que detêm os dois estágios ou três vista fase do enchimento com ou batismo no Espírito

Espírito- um impartation. Há milhões de pessoas que vêm do Holiness ou pentecostais campos para quem

este é um problema real, o suficiente para que estes campos se separaram mais em seus anos de

formação, a escolha de um ou / ou opção em vez de uma ambos / e. “O trabalho segundo lugar definitivo de

graça” era uma frase Wesleyan Holiness que significava santificação, mas o “batismo no Espírito Santo”

frase foi preferido sobre santificação ou “segunda palavra de graça” nos últimos vinte anos da vida de

Wesley. Então, quando os pentecostais disse que a evidência do “batismo no Espírito Santo” foi línguas para

fins de ousadia para testemunhar, isso era como invalidando o ponto de vista Santidade que o batismo no

Espírito Santo foi para a transformação moral e ganhando vitória sobre o pecado que habita . Os primeiros

pentecostais foram Santidade e viu o batismo como uma outra experiência disponível para aqueles que já

tiveram a “santificação” isso era como invalidando o ponto de vista Santidade que o batismo no Espírito

Santo foi para a transformação moral e ganhando vitória sobre o pecado que habita. Os primeiros

pentecostais foram Santidade e viu o batismo como uma outra experiência disponível para aqueles que já

tiveram a “santificação” isso era como invalidando o ponto de vista Santidade que o batismo no Espírito

Santo foi para a transformação moral e ganhando vitória sobre o pecado que habita. Os primeiros

pentecostais foram Santidade e viu o batismo como uma outra experiência disponível para aqueles que já

tiveram a “santificação”
segunda obra da graça; esta foi a terceira obra da graça. Quando estes
campos não valorizava vista uns dos outros, fechou cada para a verdade ou
ênfase importante o outro tinha. Nossa escolha não é um ou / ou, mas um
tanto / e.
A segunda abordagem para receber impartations é pela fé na “obra
consumada” de Jesus-intencionado Ele já fez-me santo, e Ele é a minha
santificação. O que eu preciso fazer é contar isso como verdade em minha vida.
Então eu receber a minha santificação, batismo no Espírito e impartation de
presentes pela fé. Esforçando é removida, e descansando na fé toma o seu lugar.
Esta é a abordagem mais calvinista dentro do movimento Santidade. Embora
recebida pela fé, no entanto, a evidência é experiencial-a experiência é a garantia
de que a fé genuína tem prevalecido.

Phoebe Palmer exemplificado este ponto de vista. Ela foi pioneira uma forma
de “confessar que a Palavra diz é seu, e depois reclamar esta experiência pela fé
na palavra de Deus.” Ela era uma Metodista, e milhares entrou na experiência de
santificação através de seus ensinamentos, que veio a ser chamado o “caminho
mais curto”. [8] O movimento Keswick [9]

também representou este ponto de vista da santificação como uma obra acabada,
mas ainda enfatizou a necessidade de confessar qualquer pecado perdoado antes de
receber o batismo no Espírito Santo.

Esta segunda abordagem, recebendo pela fé, a fim de se apropriar de uma


impartation, é o que tem permitido mais pessoas a entrar ou receber a sua
experiência de impartation. Note-se que há alguma verdade, no entanto, no
primeira abordagem que falamos, o de buscar a santidade, vencendo o pecado.
Alguns dos homens e mulheres que crucificaram a carne e buscou a Deus tanto
para pureza e poder se tornou muito ungido para a cura. Mas, na minha opinião,
não foi por causa de seu ascetismo que se mudou este poder, mas por causa de
sua fome de Deus e Seu poder, e por causa de sua intimidade com Deus.

Independentemente da nossa tradição teológica, se é mais Metodista /


Santidade ou reformada / batistas, todos nós precisamos de ter a experiência do
que todos nós precisamos ser preenchido com ou batizados no Espírito Santo.
Estou mais preocupado que nós temos a experiência do que eu que nós temos a
melhor maneira, mais teologicamente correta de falar sobre a experiência.

Evangélica introspecção Este “Emissão”

No final deste capítulo, eu quero dar-lhe algumas orientações práticas para receber
um impartation que eu espero que irá ajudá-lo muito. Vou falar sobre algumas coisas
específicas que você pode fazer (ou não fazer) enquanto está a ser orou para que
tornará mais fácil para que você possa receber de Deus. Antes de eu fazer isso,
porém, na esperança de ajudar tantas pessoas quanto possível, ser capaz de receber,
eu quero olhar para este “problema” de ser preenchido com ou batizados no Espírito
Santo a partir de mais uma perspectiva. Não é um problema para aqueles dentro do
Pentecostal ou tradições Santidade, mas ele representa mais um problema
para aqueles em posição evangélica (especialmente os evangélicos
cessacionistas), então eu quero tirar algumas idéias aqui de dois evangélicos
famosos, Dr. Billy Graham e Dr. Harold Lindsell.

Eu confio em você sabe que o Dr. Graham é, mas nem todo mundo pode
saber a reputação do Dr. Harold Lindsell. Dr. Lindsell foi editor emérito da
Christianity Today na época em que escreveu o livro a partir do qual eu estarei
citando, O Espírito Santo nos Últimos Dias. Ele recebeu seu Ph.D. em História
pela Universidade de Nova York e seu DD de Fuller Theological Seminary. Por
mais de vinte anos, ele serviu nas faculdades de colégios e seminários bíblicos.
Ele foi um prolífico autor e editor. Vejamos algumas idéias de ambos os homens
no que diz respeito ao batismo no Espírito Santo.

Insights do Dr. Billy Graham


Dr. Billy Graham coloca um valor extremamente elevado de ser cheio do
Espírito. Em seu livro O Espírito Santo, Dr. Graham dedica um capítulo inteiro ao
tema “Como ser cheio do Espírito Santo”. Ele escreveu:

Estou convencido de que, para ser cheio do Espírito não é uma opção, mas uma necessidade.
É indispensável para a vida abundante e para o serviço de proveitosa. A vida cheia do Espírito
não é anormal; é a vida cristã normal. Nada é menos subnormais; é menos do que o que Deus
quer e fornece para Seus filhos. Portanto, para ser cheio do Espírito nunca deve ser pensado
como uma experiência incomum ou original para, ou conhecido por, somente um seleto poucos.
Destina-se a tudo, necessário a todos, e
disponível para todos. É por isso que todos os comandos de nós, a Escritura “ser cheio do Espírito.” [10]

Dr. Graham também enumera três condições para ser preenchido. A primeira
é que devemos compreender certas verdades da Bíblia. Uma verdade que
devemos saber é que Deus nos deu o Seu Espírito Santo e que Ele habita em
nós. Isso deve ocorrer a conversão para que a conversão para ser genuíno. Dr.
Graham diz: “Nós aceitamos este fato pela fé.” [11]

Deixe-me notar aqui que, embora eu concordo com o Dr. Graham que fé e
obras não é o meio de se apropriar do perdão de Deus em Cristo, eu não
concordo que o foco da fé é aceitar o fato de ser cheio do Espírito pela fé . É
neste ponto que Wesley e hoje Dr. Gordon Fee também teria uma ênfase
diferente do que o Dr. Graham. Eles teriam ambos afirmam que a evidência da fé
genuína é a recepção do Espírito como uma experiência. (Esta é a ênfase de Dr.
Fee em seu livro Empowering Presença de Deus. [12] ) Wesley acreditava que
somos salvos pela graça através da fé e justificados pela fé, mas que isso não é a
mesma experiência que ser cheio do Espírito. Um pode ser justificada com pouca
emoção ou sentimento para mostrar para a experiência, mas quando se está

santificado / batizados no Espírito, é uma experiência poderosa subsequente à


justificação. Wesley acreditava que se podia sentir a garantia de justificação
somente por receber o batismo no Espírito Santo, ser cheio do Espírito,
santificada ou pela segunda obra da graça, todos os nomes diferentes para a
mesma experiência. No entanto, ele foi
convencido de que a justificação não é dependente desta experiência posterior. [13]
Sem essa distinção, o mundo evangélico está usando o mesmo princípio
hermenêutico da Palavra de movimento Fé usa em relação à cura, reivindicando
algo que ainda não se manifestou em seus corpos. Eu acredito que é importante
para a cura para manifestar a certeza de que temos o que nós acreditamos para.
Da mesma forma, é melhor ter provas da manifestação da nossa reivindicação de
receber o Espírito. Não estou falando da manifestação de um dom particular, mas
a realização da prova de que o mesmo Espírito veio habitar em nós. A recepção
do Espírito Santo na conversão deve ser auto-autenticar-e mais ainda quando
estamos cheios ou batizados no Espírito Santo.

Junto com a compreensão de certas verdades da Bíblia, a segunda verdade


Dr. Graham diz que devemos entender é que Deus nos de ser cheio do Espírito
comandos e que é Sua vontade para nós a fazê-lo. Dr. Graham diz: “recusar-se a
ser preenchido com o Espírito é agir contra a vontade de Deus. . .

. Apenas para torná-lo ainda mais claro que Deus quer nos encha com Seu Espírito.” [14]

Quando se trata da terceira verdade, devemos entender que o Dr. Graham


foi influenciado pelo movimento de santidade Keswick. Esta foi também a
posição do meu professor de evangelismo no Seminário Teológico Batista do
Sul, Dr. Lewis Drummond. Dr. Graham e Dr. Drummond eram ambos os
crentes na experiência Keswickian ou maneira de obter essa enchimento. A
ênfase foi não-Pentecostal,
mas muito parecido com o “caminho mais curto” dos metodistas. (Falei com o Dr.
Drummond sobre isso pessoalmente.) Esta terceira entendimento é no que diz respeito
à presença do pecado em nossas vidas. Dr. Graham afirmou que o pecado bloqueia a
obra do Espírito Santo em nós, e que devemos “lidar de forma honesta e
completamente com cada pecado conhecido” antes estamos cheios. [15]

Torna-se claro a partir de seu texto que o Dr. Graham não está se referindo aqui a uma
confissão frase rápida, tais como: “Pai, peço-lhe que me perdoe pelos meus pecados por
amor de Jesus.” Em vez disso, ele significa para permitir completamente o Espírito Santo
para procurar nossos corações e trazer a consciência para nós de todos os pecados que
estamos caminhando na forma que nós especificamente confessá-lo. Ele escreve,

Não devemos nos contentar com um exame casual de nossas vidas. . . . Devemos confessar não somente o
que nós pensamos que é o pecado, mas o que os rótulos Espírito Santo como pecado quando nós realmente
ouvir a Sua voz da Palavra de Deus. .
. . Devemos não apenas ser honesto sobre os vários pecados em nossas vidas, mas devemos chegar até o
pecado mais profundo de todos: a nossa incapacidade de deixar Cristo governar nossas vidas. A questão mais
básica qualquer cristão pode perguntar é esta: Quem está governando a minha vida, eu ou Cristo? . . . É incrível
como muitos cristãos nunca realmente encarar este problema de senhorio de Cristo, e ainda o Novo Testamento
está cheio de declarações sobre a demanda de Cristo para o nosso compromisso total. [16]

Insights do Dr. Harold Lindsell


Podemos lançar mais luz sobre o nosso tema, resumindo a posição de Dr.
Harold Lindsell sobre como ser cheio do Espírito Santo e considerando algumas
de suas observações mais importantes. Dr. Lindsell acredita que esta:
. . . todos os crentes são selados, habitado, e experimentar a graça santificadora do Espírito
neles. Mas nem todo crente é, no momento do novo nascimento ou mesmo mais tarde,
necessariamente cheio ou controlado pelo Espírito Santo. O enchimento de que falamos é
certamente direito de nascença do crente. Ela pertence a ele ou ela, porque ele ou ela é um filho
de Deus e co-herdeiro com Jesus Cristo. É o desejo do Pai que todos os Seus filhos ser cheio do
Espírito. É uma bênção que devem ser reclamados. [17]

Dr. Lindsell lista cinco coisas que precisam acontecer para uma pessoa para ser preenchido

com ou batizados no Espírito Santo. O primeiro é a necessidade de nascer de novo. Em

segundo lugar está a necessidade de estar sob o senhorio de Cristo. Em terceiro lugar está a

necessidade de confessar e arrepender-se de todos os pecados na vida de alguém. Em quarto

lugar está pedindo a Deus para nos encher com o Espírito Santo. Quinta está reivindicando a

promessa. [18]

Dr. Lindsell também escreve que a atitude do crente para receber o


enchimento do Espírito pode ser resumido por seis declarações: (1) a plenitude
do Espírito é direito inato do cristão e pertence a uma pessoa por meio de
promessa no pacto da redenção. (2) Depois do Pentecostes, a promessa do
Espírito estava disponível para todos os crentes. (3) Os crentes estão cientes de
se eles têm a plenitude do Espírito. Se não se sabe ao certo, então não se tem
dele. (4) É evidente a partir da Escritura que ninguém pode garantir essa
plenitude por seus próprios esforços, nem pode ser comprado. (5) Seja qual for o
preço, cada crente sincero deve obter a plenitude do Espírito. (6) Deus sempre
cumpre Sua Palavra, para que os crentes podem estar certos de que, caso
preencham as condições estabelecidas para receber a plenitude do Espírito
Santo, têm a certeza de recebê-lo. [19]
posição do Dr. Lindsell em reivindicar a promessa soa semelhante a Phoebe
Palmer, o professor Santidade do século XIX que já mencionei. Ela se mudou a
ênfase longe da longa mortificação da carne e alcançar maiores níveis de
consagração, e depois de receber a “segunda obra da graça” para a
santificação. Em vez disso, ela se mudou a ênfase para crer e confessar a
verdade até que um possuía a verdade. Dr. Lindsell continua,

O crente que pede a Deus para encher-lhe com o Seu Espírito Santo deve fazê-lo com
certos fatos bíblicos em mente e coração. A primeira é que é a vontade de Deus para
cada crente para ser cheio do Espírito. Se isto é assim, então é algo que pode ser oração
sem contingência, porque o que é a vontade de Deus pode ser solicitado com a certeza
da fé. [20]

Dr. Lindsell cita 1 João 5: 14-15: “Esta é a confiança que temos para com ele:
que, se pedirmos alguma coisa segundo a sua vontade, ele nos ouve. E, se
sabemos que ele nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que temos o que
lhe pedia.”Ele, então, resume seus pensamentos, dizendo:

Cada crente que serve a Cristo como Senhor, que se arrependeu de e confessou todos os
pecados conhecidos, e que pediu para ser cheio do Espírito Santo pode reivindicar a promessa de
Deus na fé. . . . A promessa de Deus é mantida mesmo quando pode haver nenhum sinal de todo.
Não devemos olhar para uma experiência. Estamos simplesmente aceitar a promessa pela fé, e
começar a agradecer a Deus pelo que Ele já fez. [21]
Deus faz a sua própria Exceções

Embora eu acho que as posições do Dr. Graham e Dr. Lindsell são nobres e
geralmente correto, eu tenho que admitir que eu não concordo 100 por cento com
a questão das condições. Como eu refletir sobre posições estes grandes homens,
estou ciente de que tenho visto coisas acontecem com o Espírito que não se
encaixava suas condições. Eu vi exceções às condições, especialmente a
condição de uma pessoa que tem todo pecado conhecido confessou e se
arrependeu de antes de receber a plenitude ou o batismo no Espírito.

Eu acho que Deus faz suas próprias exceções, e que eles são sinais de que
não se trata de desempenho, mas sobre presentes à base de graça apropriados
por meio da fé. Mesmo quando eu escrevi essa última frase, percebi que às
vezes impartations são visitações totalmente soberanos que vêm onde há ainda
precisam de confissão e arrependimento, e onde há pouca ou nenhuma fé. Eu
tenho visto pessoas que não tenham confessado cada pecado conhecido receber
impartations de poder e presentes que vieram unicamente pela graça.

Concordo que as três coisas Dr. Graham mentions- que devemos


compreender certas verdades da Bíblia, que Deus ordena e vontades para que
sejamos cheios do Espírito e que devemos lidar com todos os conhecidos
pecado são importantes para o crescimento em nosso relacionamento com
Deus. Mas às vezes Deus soberanamente toca alguém na igreja que todo
mundo sabe que não tem o seu
vida espiritual juntos. A razão pela qual Deus faz isso é para nos lembrar que
todos nós recebemos pela graça. Seus dons são “carismas”, não “worksmata.”
Isso nos ajuda a ficar no lugar de gratidão e louvor por Sua graça para nós.

Em outras palavras, quando estamos em uma reunião onde alguém está


ministrando que é usado por Deus para impartation, ninguém está seguro! Na
verdade, isso é parte do título do capítulo 8 de à frente, onde eu vou falar sobre isso
mais. Deus pode derramar o Seu Espírito sobre ninguém. A norma, no entanto, é
que Ele toca aqueles em público que foram clamando em particular para a Sua
impartation.

Colocação em prática

Agora que já falamos sobre estar pronto para receber o Espírito Santo (e como às
vezes nós não somos “pronto”, mas recebem qualquer maneira uma vez que
Deus faz suas próprias exceções), vamos olhar para o lado prático de receber de
Deus. Permitam-me concluir este capítulo com algumas instruções muito práticas
sobre recebendo diferentes tipos de impartations. I vai começar e terminar com
uma nota de cautela. Não tome este conselho e esses insights e transformá-los
em leis. Eles são padrões que tenho visto, mas por favor não limitar Deus aos
meus conhecimentos limitados. No entanto, eu espero que esses insights pode
dar-lhe um ponto de partida para começar a entender melhor como entrar na
presença de Deus e / ou receber uma impartation Dele.
Refiro-me aqui a vários aspectos do recebimento. Às vezes, pode envolver
recebendo alimentação, outras vezes paz, outras vezes a cura. Às vezes uma pessoa
vai receber todas estas bênçãos ou vários deles ao mesmo tempo. Em ajudar as
pessoas que tinham dificuldade em receber, eu aprendi muito com John Arnott. Ele
encontrou dificuldades para receber, então ambos John e eu tenho simpatia por
aqueles que ficaram de pé em tempos de ministério. Nós ambos tiveram experiências
semelhantes. Eu estava de pé esquerdo uma vez anos atrás, quando Mahesh
Chavda orou por mim em Kansas City Fellowship. Eu era um dos dois únicos de pé
esquerdo para fora de cerca de duas centenas de pastores que receberam oração.
John ficou de pé em uma das reuniões de Rodney Howard-Browne em que centenas
de outros pastores tinha caído.

Eu não quero para limitar ou categorizar cair, balançando, rindo ou algum outro
tipo de movimento para significar uma coisa específica. Seria tolice para limitar
Deus de tal maneira. No entanto, eu seria desonesto se eu não compartilhar que
algumas coisas ocorrem com frequência suficiente para que nós observamos
padrões comuns em quantas pessoas respondem ao Espírito Santo. Por exemplo,
quando as pessoas estão recebendo as bênçãos de paz, muitas vezes eles têm
uma tendência a tornar-se fraco e cair. Por outro lado, essas bênçãos que
recebem do poder muitas vezes se sentem poder em suas mãos ou alguma outra
parte de seus corpos. Eles também costumam agitar como resultado desse poder.
Às vezes, eles saltar para cima e para baixo por longos períodos de tempo, que
chamamos pogoing. Às vezes, o poder é tão forte que eles caem e agitar no chão.
Quando unção para a cura vem, eles
muitas vezes se sentem calor ou eletricidade em seu corpo. Outras vezes, eles simplesmente

sentir a dor desaparecer.

Quando se trata de cura, muitas vezes temos de dizer às pessoas que, após a
primeira onda de poder vem sobre eles, eles precisam manter o foco, muitas
vezes Deus vem em ondas, com pausas no meio para permitir que a pessoa que
recebe a oração de um respiradouro. Isso é algo que você pode realmente
apreciar porque muitas vezes a intensidade da experiência é tão poderosa e
demonstrativo que é necessário um descanso ou pausa. Ajudar alguém ficar
focado em uma atmosfera de receptividade é importante. Muitas pessoas se
acostumaram a orações rápidas de pronunciamentos que estão a acreditar ou
ficar por, e alguns são usados ​para esperar no Espírito Santo para realmente
efetuar a cura eles pediram.

Tanto quanto caindo, eu, muitas vezes, instruir as pessoas em uma reunião da
seguinte forma: “Não desejamos qualquer cortesia deixa cair esta noite. Essa seria
a carne. No entanto, se você tentar ficar em pé, que é a carne também. Não tente a
cair; não tente levantar-se. Ambos são carne “.

Um dos problemas que muitas pessoas têm é a de análise. Contracção de


algumas instruções muitas vezes eu ouvi John Arnott dar nos primeiros dias do
derramamento Toronto, eu iria instruir as pessoas a “sair de análise e em
romance.” Gostaria de acrescentar também, como João fez “, Experimentando
Deus é uma coisa romance, não análise. Análise ruínas-lo. Por exemplo, você
sabia que a boca humana tem mais germes nele do que qualquer outra parte do
o corpo humano? Por que dois adultos colocar suas bocas juntamente com todos
os germes? Porque eles não estão em análise; eles são apanhados em romance.
O que você precisa fazer é calma o seu espírito e pucker.”(Humor muitas vezes
ajuda a levantar as pessoas colocar pressão sobre si mesmos.)

Outra área que lida com o recebimento é o que fazer depois de ter caído. Eu
descobri que muitas pessoas se levantar muito rapidamente. Às vezes, a unção é
tão forte que uma pessoa não pode se mover. Outras vezes, não é tão forte. No
entanto, nós extinguir o Espírito, obtendo-se quando Ele está descansando em
nós com a Sua paz. I instruir as pessoas a continuar a deitar no chão até que não
é difícil de se mover. Fique no chão até que você não se sentir pesado e até que
não leva mais a força de vontade do que o normal para se levantar.

Uma das coisas mais difíceis é levar as pessoas a parar de orar quando estão
recebendo orações. Isto é especialmente verdadeiro para aqueles que têm sido
na igreja há muito tempo e para certos tipos que sentem que é importante orar em
línguas quando recebe ou para dizer algo como: “Eu acredito, eu acredito; Eu
recebo, eu recebo.”Eu achei muito mais difícil para as pessoas para receber
impartations de poder para o ministério, que pode incluir certos dons, enquanto
eles estão orando e reivindicando.

Obviamente, eu não desencorajar alguém que deseja o dom de línguas de orar


ou deixar o Espírito mover ele ou ela para orar sem a utilização de linguagem
“normal”. Mas eu prefiro ver o dom de línguas vêm sem qualquer instrução sobre
o que fazer para preparar a bomba, por assim dizer.
Por exemplo, eu não encorajar ninguém a começar a dizer os nomes dos
carros japoneses para começar. Eu tirar a pressão e dizer às pessoas a sua
linguagem de oração pode vir quando eu oro por eles, ou ele pode vir como
eles estão dirigindo pela estrada ou batatas de trituração ou adorar mais
tarde. O ponto é que eles pedem, acredite, descansar e receber.

Espero que o que eu escrevi aqui vai ajudá-lo. Eu adverti-lo contra a transformar
minhas observações em leis ao invés de deixá-los como observações. Na melhor das
hipóteses, eu considerá-los princípios. Admito que Deus usa outras pessoas de uma
forma muito diferente do que tenho falado, e é realmente Deus. Não faça minhas
observações e sugestões para a armadura de Saul para um jovem David, que não se
encaixam bem em tudo. Se Deus tem abençoado no uso do sling, em seguida, usá-lo.
Estou simplesmente compartilhar como eu uso minha funda. Meu conselho para as
pessoas quando eu ministro para eles é trabalhar com a funda que Deus lhes deu. Ele
poderia revelar-se contraproducente para tentar usar minha funda se Deus o equipou
para ministrar de uma maneira diferente. Portanto, não me ouvir dizendo que tenho
algo melhor do que você. Eu apenas estou compartilhando o que funciona para mim.

Na parte 2 logo à frente, vamos tomar nota não apenas do fruto numérica em
número de igrejas plantadas, o número de igrejas renovadas ou números de
pessoas trazidas para o Reino, mas também do fruto em indivíduos que
recebem impartations. Vamos ver o que os impartations que receberam fez a
eles, e vamos olhar para a principal
razão para impartations-trazem um aumento resultante em sinais e maravilhas, e
em frutas evangelístico. Veremos também que, em última análise, a razão para
qualquer impartation é para que Deus será glorificado.
Você não me escolheram, mas eu vos escolhi e vos designei para que vades e deis fruto, e
fruto que permaneça.

João 15:16

Peça ao Senhor da messe, portanto, que mande trabalhadores para a sua seara.

Lucas 10: 2
4
Os ts Frui de Impar t em i sobre

Salmo 1 nos dá uma bela imagem de impartation e seus frutos na vida de uma
pessoa. Nele, podemos ver um homem que se afastou das coisas do mundo e da
carne e ao invés disso encontra seu prazer no Senhor. Como ele medita sobre
instrução dia do Senhor e noite, ele torna-se como a árvore plantada junto a
ribeiros de águas, que dá o seu fruto, e cuja folhagem não murcha. Tudo o que ele
faz prospera. Não é isto o que acontece quando recebemos impartation de Deus?
Eu acho que é. Deus começa por preparar os nossos corações,
transformando-nos longe das coisas do mundo e criando em nós uma grande e
desesperado de fome para si mesmo. Ele responde o clamor de nossos corações
por nós desenho mais profundo em relação com Ele, e então Ele nos toca tão
profundamente que estamos sempre arrancados de nossas velhas vidas e
replantadas por fluxos de Sua água viva, onde nós dar frutos na temporada. Ele
nos faz prosperar e produzir frutos para o Seu Reino.

Nas páginas seguintes, você vai ler histórias de homens e mulheres comuns
que se encontraram envolvidos em coisas extraordinárias como resultado de um
impartation de Deus. Eles foram radicalmente alterados, condenado, equipada e
lançado com a capacidade de tomar posse
Deus está chamando em suas vidas. Eles têm vindo a descobrir que impartation
tem um preço. Pode significar duradoura resistência por parte de familiares, amigos
e até mesmo na igreja, e que muitas vezes pode trazer em perseguição e grandes
provações. Alguns tiveram de mudar sua doutrina após uma impartation. Eles
ganharam coragem e confiança que nunca poderia ter imaginado. Eles
encontraram-se a ser usado por Deus para curar os doentes e ressuscitar os
mortos.

Ao ler essas histórias incríveis, você vai ver o envolvimento de Deus e saber
que é Ele esses crentes procuram. É sobre saber seu coração, tomando tempo
com ele e ver a Sua glória. Como o Dr. Denise Meisburg diz em uma história que
você está prestes a ler, “Você não pode usar seu poder se você não sabe seu
coração!”

Tocado por Deus

Rolland e Heidi Baker são missionários de longo prazo em Moçambique, na África.


Deus tem ligado o meu ministério com a deles, especificamente no que se refere a
impartation. Deixe-me começar em 1997, onde nossas histórias se encontram.
Depois de quinze anos de serviço nas favelas da Indonésia, Hong Kong e Londres, e
também servindo dezoito meses entre as crianças quebradas de Moçambique,
Rolland e Heidi estavam em necessidade desesperada de um toque fresco de Deus.
Eu acredito que assim como Deus criou um compromisso divino de Cornélio em Atos
10, que também serviu o povo de Deus, Deus também criou um
nomeação divina para Rolland e Heidi que terá lugar em Toronto, Canadá.

Rolland tinha visitado Toronto antes de Heidi, fazendo sua primeira viagem em
outubro de 1995. Ele foi profundamente tocado por Deus no avivamento. Voltando
a Moçambique, ele sabia que precisava para levar Heidi volta para Toronto com
ele. Em julho de 1996 ela concordou em ir para a Conferência de Cura. No avião,
Heidi clamou a Deus, orando: “Deus, se Tu não me toque, estou tão cansado que
eu gostaria de simplesmente assumir um emprego na Kmart. Eu não acho que eu
possa continuar no ministério, sem Você me tocar de novo.”Ela estava muito
doente na época, e seu médico aconselhou-à não viajar. Uma mulher chamada
Sharon Wright orou por Heidi na conferência, e ela estava completamente curada.

The Bakers voltou para Toronto, no outono de 1996, e Deus novamente tocou
Heidi. Em seguida, em janeiro de 1997, Heidi fez sua terceira viagem a Toronto. Eu
estava lá no renascimento como um dos oradores convidados. Eu preguei uma
mensagem que eu tenho pregado muitas vezes desde chamado “pressionando.”
Este é o sermão que eu vi Deus usa para edificar a fé para uma transmissão da
unção do Espírito Santo em todo o mundo. Sua mensagem bottom-line é que Deus
está procurando pessoas que estão desesperadas para ser usado por ele, pessoas
que não se contentam em ser média, mas quem quer ser poderosamente usado por
Deus.

Enquanto eu estava pregando esta mensagem, cerca de três quartos do


caminho através de Heidi deixou seu lugar, veio para o altar e começou a orar
a Deus para tocá-la. Eu
lembro de ter visto Heidi rezar lá. Ela olhou para mim com lágrimas escorrendo
pelo rosto. Imediatamente eu estava ciente de uma forte impressão de falar o
seguinte palavra profética para ela: “Heidi, Deus quer saber, você quer que a
nação de Moçambique?” Eu não tentar descobrir a palavra; Eu só deu.

Heidi respondeu com voz forte: “Sim!” Então eu disse: “Deus vai dar-lhe a
nação de Moçambique. Você vai ver os mudos falarem, os coxos andam, os
cegos vêem e os mortos ser levantada.”

Imediatamente Deus apoiado esta palavra profética com Seu poder e


presença. O poder de Deus veio sobre Heidi com tal força e intensidade que ela
foi proferida paralisado do pescoço para baixo por um curto período de tempo.
Ela experimentou calor, eletricidade, riso e choro e pensei que ela poderia morrer
a partir do poder. Isso durou sete dias e noites. Esta foi a mais poderosa
experiência do Espírito que Heidi já tinha tido em sua vida. Foi a mais intensa e
mais longa de duração, e produziu o maior fruto.

O que saiu deste impartation é uma saga tão notável que é, talvez, a colheita
mais fenomenal de almas em nossos dias atuais. Heidi e histórias de milagres,
compromissos divinos, provisão, heroísmo e experiências angustiantes de
Rolland poderia ser diretamente do livro de Atos. Eles provam que Jesus Cristo
é verdadeiramente o mesmo ontem, hoje e sempre! Através dos padeiros, Deus
fez nascer uma igreja de plantação milagrosa
movimento que agora abrange mais de dez mil igrejas em dez nações,
bem como mais de um milhão salvações.

Frutos para o Reino

É importante estar ciente de que receber uma palavra profética, como Heidi fez,
não significa que tudo vai de repente se tornar fácil. Mais frequentemente, a
palavra profética é o que Deus usa para nos fortalecer durante os tempos difíceis
que estão logo a seguir. Tenho notado que muitas vezes há uma relação entre a
intensidade de uma experiência com Deus e o grau de dificuldade que uma
pessoa terá de enfrentar no cumprimento do chamado de Deus em sua vida.
Devemos aprender a permanecer nas promessas da palavra profética. Vou
explorar este conceito mais plenamente no capítulo 7, “Obediência Radical”.

Outra coisa a notar é que, embora o Bakers receberam seus impartations


durante um período de tempo, ela nem sempre funciona dessa forma. Às vezes
Deus irá mover rapidamente. Ele trabalha com cada um de nós da maneira que
precisamos para melhor equipar-nos para trazer muitos frutos para o Seu Reino.

Os seguintes testemunhos de pastores, missionários e leigos dar alguma


compreensão de como um impartation pode mudar vidas, ambas as vidas das
pessoas que recebem o impartation e as vidas de todos aqueles que irão tocar
como resultado. A informação nestas páginas veio
através de entrevistas que fiz diretamente com essas pessoas ou através de
cartas e e-mails que me escreveu sobre suas experiências impartation. Como
você vai ver, cada experiência é única como a pessoa que recebe-lo, mas a
semelhança é que cada um desses momentos de impartation produziu frutos para
o Reino.

Marcelo Casagrande

Em 2003 recebi um convite para participar de algumas reuniões de avivamento que estavam sendo
realizadas no Four Praça da Igreja do Pastor Daniel Marins, em São Paulo, Brasil. [Nota: Estes eram
parte de uma conferência Global Awakening. Daniel Marin foi o presidente da Quatro denominação
Square, no estado de São Paulo, então cerca de mil e duzentos pastores e suas esposas estavam
presentes.]

Confesso que quando eu cheguei na igreja, eu estava irritado. Eu achei tudo muito estranho-pessoas
estavam adorando a Deus de uma forma frenética, agitando e balançando. Alguns estavam deitados no
chão e rolando de um lado para o outro. Eu vi tudo isso e pensei para mim mesmo, Será que eles
realmente precisa de tudo isso para falar com Deus, ou para sentir a Sua presença? Você vê, eu
era o pastor de uma igreja batista carismático e cremos no batismo do Espírito Santo e em línguas, mas
ainda assim, as coisas que eu vi nas reuniões foram demais para minha compreensão.

De repente, como eu estava julgando tudo o que eu vi, minha perna começou a tremer sem que ninguém
me tocando. Eu não entendia nada sobre esse tipo de renascimento e eu queria que a minha perna para
parar de fazer isso, mas eu não podia parar. Eu tive algumas pessoas da minha igreja junto a quem eu havia
trazido às reuniões, e eu pensei, Quais são as minhas pessoas que vão pensar se eles vêem minha
perna balançando assim?

Em uma tentativa de parar a minha perna de tremer, eu o segurava com a mão muito
firmemente. Mas em vez de parar a perna, ficou pior, porque então minha mão também começou a
tremer. Olhei por cima do ombro para ver se o meu povo estavam vendo isso, e depois meu braço e
ombro começou a tremer.
Antes que eu pudesse entender o que estava acontecendo, eu me senti no chão com todo o meu
corpo tremendo, impactado por uma presença maravilhosa de Deus. Eu fiquei ali no chão por horas,
tendo uma visitação de Deus. Após a reunião acabou, eu consegui me levantar com alguma ajuda.
Eu cheguei ao meu carro, mas não podia ir para casa, porque minhas pernas ainda tremiam tanto,
então eu pedi um membro da minha igreja para dirigir meu carro e me levar para casa. Eu ouvi que
haveria algum treinamento na igreja na manhã seguinte, então eu voltei para ele. Nesse ponto, eu
não me importo mais sobre o que as pessoas pensavam-I sabia que era Deus, e eu queria mais.
Quando cheguei ao treinamento, porém, eu me lembro de pensar, Por que eles ensinam sobre a
cura? Não há nada para ensinar! Deus cura quem Ele quer curar. Nós apenas orar, e se for sua
vontade, ele vai curar. Não há nada para eu aprender aqui. Eu não poderia estar mais errado! Eu
aprendi mais sobre a cura em que uma manhã do que em todos os meus anos de treinamento para
se tornar um pastor.

Na terceira noite da conferência, Randy ensinado em impartation. Depois, ele começou a rezar para
a presença de Deus para tocar as pessoas. Lembro-me dele dizendo: “Todas as pessoas que estão
agitando, sentindo eletricidade, calor, energia ou alguma manifestação da presença de Deus, por favor,
venha para a frente e esticar as mãos para a frente com as palmas para cima, como se você está indo
para receber um presente, porque o Pai lhe dará presentes esta noite.”

Muitas pessoas foram para a frente, inclusive eu. Eu tremia intensamente. Randy veio e me perguntou
se eu tinha esfregou algum tipo de óleo em minhas mãos. Eu disse a ele que eu não tinha, mas uma vez
que ele mencionou isso, eu também podia ver que nas palmas das minhas mãos estavam cobertas com
uma grande quantidade de óleo, tanto que estava pingando no chão. Eu disse a ele que eu não tinha
colocado nada em minhas mãos e que tal coisa nunca tinha acontecido comigo antes.

Randy olhou para mim e disse: “A unção milagre é sobre este pastor!” Quando ele disse isto,
soprou sobre mim, e a unção caiu sobre mim com tanta força que eu voei para trás cerca de dez
pés. Bati um grupo de pessoas para o chão comigo, como eu tocou-los com minhas mãos
ungidas, e eu fiquei preso no chão por um par de horas, agitação e impactadas pelo poder de
Deus sendo lançado em minha vida.

Mais uma vez naquela noite eu não poderia dirigir meu carro, então um amigo me levou para casa. Quando

cheguei lá, tudo o que eu poderia fazer para os próximos três dias era chorar. Eu chorei por
três dias e três noites seguidas. Chegou um momento em que eu não tinha mais lágrimas, mas eu não
conseguia parar de chorar por causa da presença de Deus. Durante estes três dias e noites eu comi nada.
Minha esposa tentou me convencer a comer um pouco de comida, mas eu não podia comer ou beber em
tudo; Eu só podia chorar. Ela me perguntou por que eu estava chorando muito, e eu lhe disse que era por
causa da presença de Deus. Eu percebi mais tarde que durante esse tempo Deus estava me cura de uma
ferida que tinha no fundo de minha alma. O primeiro milagre que o Senhor fez em minha vida estava em
meu coração. Ele estava me preparando para algo grande, mas eu não tinha idéia de quão grande seria.
Após o terceiro dia de chorar, levantei-me com muita fome no período da tarde e foi a uma padaria perto
da minha casa. No caminho, eu tenho uma palavra de conhecimento para a cura. Eu sabia que era uma
palavra de conhecimento, porque eu tinha aprendido sobre ele durante o treinamento que Randy tinha nos
dado. Quando cheguei na padaria, eu fiquei ligado com o Espírito Santo para descobrir quem a palavra de
conhecimento era para isso. Quando fui ao caixa para pagar os meus doces, senti que estava a palavra
para uma senhora na fila. Eu andei até ela e perguntou se por acaso ela tinha uma dor em seu ombro
direito.

Ela olhou para mim com os olhos arregalados e perguntou: “Como você sabe disso?” Eu disse a ela.
“Eu sou um cristão, e às vezes Jesus me diz coisas que Ele quer curar para as pessoas.”

Ela então me disse que estava com dor terrível em seu ombro direito. Ela não podia levantá-lo
em tudo devido à dor.
Eu disse a ela que quando Deus dá uma palavra de conhecimento, Ele quer curar, e eu perguntei se eu

poderia orar por ela. Ela disse que sim, então eu coloquei minhas mãos em seu ombro.

Assustada, a senhora disse: “Oh, você quer dizer agora? Aqui na padaria? Não tenho
de ir à igreja ou algo assim?”
“Sim, agora,” eu disse a ela. “Deus pode curá-lo aqui na padaria. Você não tem que ir à
igreja. Vou rezar por você com a minha voz baixa e os olhos abertos; ninguém vai nem
perceber que eu estou orando por você.”Então ela respondeu:‘Ok, então.’

Eu coloquei minhas mãos no ombro dela e rezou em voz baixa, dizendo: “Espírito Santo, vinde;
em nome de Jesus, ombro, ser curado.”Eu terminei esta breve oração, que eu tinha aprendido com
os ensinamentos de Randy, e perguntou-lhe se ela se sentia melhor.

Ela tentou mover seu braço, e para sua surpresa, e para minha surpresa, como
bem ela estava totalmente curado! Ela agora podia levantar o braço e tocar seu cabelo, algo que ela
não poderia ter feito nada antes. Ela ficou maravilhado e glorificavam a Deus por sua cura, e eu
instruiu-à olhar para uma igreja perto de sua casa para assistir. Eu disse a ela para dizer a todos
sobre o que Deus tinha feito por ela. Ela disse que iria e me agradeceu, chorando.

Daquele dia em diante, o Senhor continuou a me usar em vários lugares. Onde quer que eu fosse,
Ele me deu palavras de conhecimento e gostaria de orar pelas pessoas que iria ficar curado. Foi o
que aconteceu no açougue, no supermercado e em muitos outros lugares.

No próximo domingo, depois de minha visitação e impartation de Randy, eu comecei a pregar como
sempre fiz, mas havia algo diferente em mim. A presença de Deus era evidente em minha vida. Em um
determinado momento durante o culto, eu rapidamente compartilhado minha experiência recente e
convidou as pessoas a vir para a frente para receber oração por cura. Eu tinha cerca de cinco centenas
de pessoas em minha igreja, ea maioria deles veio para a frente. Eu desci do púlpito para ministrar às
pessoas com a imposição das mãos. Quando eu levantei minhas mãos para orar por eles, eles
começaram a cair sob o poder de Deus, cheio do Espírito Santo. Alguns tremiam, alguns estavam rindo
e alguns estavam sendo batizados no Espírito Santo.

Mesmo que eu não cheguei a rezar por eles diretamente, um grande número de pessoas que
estavam doentes foram curados instantaneamente. Uma mulher teve uma doença no estômago,
uma infecção terrível que os médicos não puderam curar. Ela passou uma semana doente em casa
e quinze dias no hospital, mas equivalia a nada. Ela veio para a oração da manhã, e a unção era tão
forte que ela caiu no chão, e então as pessoas viu um de três polegadas de comprimento crawl larva
fora de seu nariz. Ela foi imediatamente e completamente curado. Ela não era uma cristã e tinha sido
envolvido com feiticeiros, mas naquela manhã ela conseguiu sua cura e entregou sua vida ao
Senhor. Logo depois disso, comecei a receber convites para pregar em várias regiões do Brasil. Eu
fui a todos os lugares onde o Senhor me levou, e em todas as reuniões Deus curou um grande
número de pessoas. Em julho de 2011, Eu estava em um grande encontro com Randy Clark
novamente aqui no Brasil. O filho de Randy espiritual, Ed Rocha, oraram por mim. Eu caí no chão, e
eu senti flexões terríveis e maravilhosos na minha barriga. Ed ficou de joelhos ao meu lado, tirou o
relógio e colocou-o no meu pulso, dizendo: “A nova temporada está sendo aberto pelo Senhor em
seu ministério. Um novo tempo vai chegar e ele já começou. Você será convidado para ministrar
todo
América do Sul, e o nível de sua unção vai aumentar.”Naquele momento eu ainda não tinha deixado o
Brasil para ministrar. Com certeza, não muito tempo depois, naquela noite eu tenho convites para pregar
em Uruguai, Paraguai e Argentina. Tem sido um ano desde que Ed me deu essa palavra, e desde então,
eu fui a todos os países da América do Sul para pregar sobre o poder de Deus para curar. Tenho
ministrado a literalmente milhares de pessoas que foram tocadas pelo poder de cura de Jesus. Tenho
orado e visto mais de oitenta pessoas cegas recuperar sua visão, mais de setenta pessoas surdas
recebem a sua audiência, com mais de trinta início mudos a falar e mais de sessenta coxos andam.
Muitos outros sinais se manifestam durante as minhas reuniões. Ouro dentes, pinos, parafusos e hastes
de metal no corpo das pessoas transformaram-se em osso ou desapareceram, e muitas pessoas têm
recuperado a capacidade de mover um membro que não podiam se mover antes devido ao metal. Você
pode assistir centenas de tais testemunhos em vídeo no YouTube com o meu nome, Marcelo
Casagrande. Eu agradeço a Deus e glorificar Seu nome para a vida de Randy Clark, a quem Deus usou
para mudar para sempre a minha vida e ministério.

Mike Kaylor Fort

Lauderdale, Florida

Para dizer que eu estava desiludido com a minha vida e ministério seria um eufemismo. Depois
de trinta anos de ministério e cinco “movimentos”, eu estava desesperado para a realidade da
presença de Deus.
Em uma reunião em Toronto com Randy, minha esposa tinha sido curado de uma dor debilitante
nenhum médico poderia explicar na parte superior das costas e ombros. Eu tinha ouvido falar do
enorme derramamento do poder e impartation acontecendo em viagens ministeriais de Randy, e eu
sabia que se a minha fome estava a ser abordado, eu preciso ir onde o céu parecia ser aberto. Como
resultado, eu fiz a minha primeira viagem pastoral ao Brasil com Randy. Uma das maravilhosas
bênçãos de estar na viagem foi o fato de que houve um tempo especial reservado para orar por
impartation para a equipe. Enquanto eu estava esperando meu tempo para receber oração, minha
mente correu com entusiasmo e admiração que eu vi as pessoas respondem à oração com uma
miríade de reações. Eu refleti para mim mesmo, E se eu sou o único na sala que nada acontece
com?
Antes que eu pudesse terminar esse pensamento, Randy estava em pé na minha frente. Ele
começou a rezar como ele colocou a mão na minha testa. De repente eu me vi de joelhos, com
agitação incontrolável e meus braços agitando todo o lugar. Tão assustador como era, eu não queria
parar algo que Deus estava fazendo. Eu disse: “Senhor, deixá-lo vir.”

Um calor começou no dentro de mim até que consumiu todo o meu corpo da cabeça aos pés. Eu
senti como se estivesse pegando fogo! Como este impartation continuou, ouvi o Senhor dizer: “Você
queria que-você tem isso!” Eu senti uma sensação de formigamento estranho acontecendo na minha
testa. Era como se um anjo colocado algo dentro lá. Isso aconteceu três vezes. Comecei a receber
um entendimento sobre o reino dos anjos e os anjos que haviam sido atribuídas a mim. A
comunicação continuou na noite seguinte, quando eu tive que ser levado para fora da reunião porque
eu era incapaz de ficar de pé, muito menos a pé.

Após este impartation, comecei a notar uma diferença durante o tempo de ministério. Uma vez,
quando eu orei por uma jovem, eu senti uma rajada de vento venha me em uma sala que foi
totalmente fechado. Meu tradutor disse que achava que o Senhor estava me fazendo sensível ao
angelical. Outra vez, como eu estava orando por um jovem Eu coloquei minha mão em sua testa.
Para minha surpresa, ele literalmente voou de volta oito pés no ar. A próxima pessoa que eu orei por
uma mulher na necessidade de cura. Quando comecei a orar por ela, ela disse que a área que
necessitava de cura em estava ficando quente. Ela recebeu sua cura, e me mudei para a próxima
pessoa, que me disse exatamente a mesma coisa. Calor foi em torno da área que precisava de cura!
Eu sabia que algo maravilhoso tinha sido dado a mim. Essas coisas nunca tinha acontecido antes.

Após esse tempo, quando eu ia orar por impartation para os outros, muitos deles pareciam
receber o mesmo fogo consumidor de Deus. Como disse John Wimber, “Tudo o que você recebe,
vai e dá-lo afastado.” Eu me senti como se fosse Natal e eu estava indo em torno dando brindes
para quem quisesse levá-los.

Acredito plenamente que o impartation ou transferência a partir do céu, que me foi dado não foi por
causa de qualquer coisa que eu fiz para alcançá-lo. Ele veio em resposta a uma profunda fome que me
levou a um lugar onde eu poderia receber.
Pastor Silvio Galli

São Paulo, Brasil

Recebi impartation através de vários ministérios, causando uma mudança radical na minha vida e
grande renovação. Em 2001 Pastor Randy veio à nossa igreja. Como ele orou por mim, eu podia
sentir um grande calor que veio através do Espírito Santo. Era um estado glorioso. Após este
impartation, meu ministerial e vida pessoal foi transformada. Hoje tenho a intensa presença da glória
de Deus na minha vida, e através de Sua graça eu ter dado essa mesma unção para outras
pessoas.

No início, uma grande resistência veio da minha família e da igreja. Quando Deus começou a se
mover entre nós, as coisas ficaram fora de controle. Algumas pessoas pensaram que o que estava
acontecendo era emocional ou que estávamos exagerando. Outros achavam que era apenas
momentânea. Depois de um tempo, as pessoas começaram a ver a nossa transformação. Logo
viram que não era emoção, mas algo que veio de Deus.

Pastor Randy Clark tem estado conosco várias vezes agora. A primeira vez em 2001, a
nossa igreja era tradicional e tivemos cerca de 350 pessoas. Quando Randy veio pela
segunda vez, já havia se mudado e tivemos cerca de 1.200 pessoas. A terceira vez que teve
3.000 pessoas, e pela quarta vez, em 2009, a igreja tinha crescido para mais de 9.000. Em
2010 nós começamos mais 23 igrejas fora desta igreja-mãe. Eu sei que esta unção veio
trazer outras unções, como a unção para conquistar a cidade, as multidões e crescer as
igrejas.

A unção tem um preço. Após o reavivamento em nossa igreja, precisamos mudar algumas
coisas em nossa doutrina. A unção nos trouxe muitas revelações. Nós nos tornamos uma igreja
que está se multiplicando. Em 2020 vamos abrir 200 novas igrejas.

Pai Anglicana Bob Jepsen

Oceanside, Califórnia

I foi ordenado sacerdote em 1972 e começou a sentir um profundo desejo de


maior intimidade com Deus e um desejo de ser cheio do Espírito e receber os dons
sobrenaturais. Fast-forward vários anos para uma conferência de Rodney Howard-Browne
chamado Abiding Place, em que recebi um impartation. Creio que foi em 1998. Quando
Randy falou nessa conferência, recebi um enorme incentivo. Eu também pegou o vírus
missão dele e acabou no Brasil. Eu fiquei encantada nas reuniões em Curitiba e Recife,
Brasil. Enquanto orava para centenas, eu testemunhei curas e sinais e maravilhas. Deus me
usou para transferir a unção para muitos outros. Quase todo mundo que tocou reportado
que toda a sua dor tinha deixado seus corpos.

Uma noite em Recife quando Randy orou sobre a equipe, eu fui para baixo. Enquanto estava deitado
no chão da catedral anglicana em que estávamos, eu acredito que Deus falou comigo e disse que eu era
levar equipes da América do Sul onde quer que Ele abriu as portas. Em julho de 2003, minha esposa,
nosso filho, Peter, e eu passamos três semanas em Arequipa, Peru. I ensinou e treinou nove
seminaristas e o pastor da igreja anglicana para orar pela cura. Nós planejado um serviço de cura, e
cinqüenta pessoas compareceram. Vários foram curados fisicamente. Tivemos experiências semelhantes
em conferências de jovens e prisões femininas e em Uganda em 2001. Em Kisoro, eu ensinei trinta
pastores anglicanos no ministério de cura, e por cinco dias eu fazia parte de uma equipe de dezesseis
guerreiros de oração anglicanos e pentecostais. Esta foi a minha introdução à libertação

- grande momento. Um homem muçulmano veio me pedir oração. Ele me disse: “Há um poder em
minha cabeça, e este poder tentou me lançou no fogo.” Minha resposta, que o Espírito Santo me
disse para dizer, era: “É um demônio que está tentando lançar-vos em o fogo, e só Jesus pode se
livrar do demônio.”

O homem respondeu: “Eu quero aceitar Jesus.”


Talvez o maior milagre que eu vi foi a surdez curado quando eu orei por uma mulher mais velha.
Ela exclamou para mim, “Algo bateu em meus ouvidos e agora eles são muito bem!”

É emocionante para mim ver como Deus tem usado Randy para definir este padre anglicano muito
comum, muito quebrado no fogo para missões. Em 2006 I levou duas equipes de ministério para a Bolívia.
Estou tão animado para viver para ver este dia de reavivamento e ser uma parte deste movimento de
Deus tremer as nações (cf. Is 64).
Johan Escoto América do

Sul / Texmex US *

I recebeu o batismo no Espírito Santo como eu estava orando um dia no meu próprio. Durante
esse tempo, recebi a chamada para ministrar. Em 1991 comecei a igreja sob um ministério maior.
Quando Randy Clark veio para o meu país em 1996 e foi visitar igrejas do nosso ministério, recebi
uma palavra do Senhor através dele. Um amigo escreveu a profecia para baixo para mim naquele
dia, e eu ainda carrego comigo. O que o meu amigo escreveu é, “Deus lhe deu uma unção único
ou específico que terá grande impacto. Ele vai mandar você para os EUA e muitos países, bem
como no Canadá, com sinais e maravilhas. Você vai ser um profeta do fogo “.

Esse foi o início de uma visita de 20 dias a partir do Senhor para mim. Um anjo veio com
uma tocha de fogo na mão e colocá-lo na minha mão. Então o anjo me fez engolir a tocha.
Queimou minha boca e garganta. Quando atingiu meu estômago, ele causou uma explosão
no qual eu gritava e gritava. Então eu não podia andar por 22 dias sem ser cair no Espírito
quando tentei me levantar.

Cada pequeno pecado foi ampliado mil vezes. Gostaria de passar noites chorando na
presença de Deus. E as pessoas teriam que me segurar para pregar. Então, todo mundo na
igreja iria cair ou rir e rir. Na primeira reunião após a impartation recebi, uma mulher teve seu
braço engessado, corroída com câncer nos ossos, e ela foi totalmente curado. Muitos milagres,
sinais e maravilhas continuaram acontecendo desde a minha impartation. Através do meu
ministério, eu agora viajar por todo os Estados Unidos e ao redor do mundo para trazer a
mensagem da economia, a cura, o poder de Jesus Cristo e uma nova comunicação do fogo de
Sua presença transformadora.

* Nome e pormenores identificadores foram alterados.

Teresa Seputis

Califórnia
Eu tinha sido um cristão por muitos anos, tendo aceitado Jesus como meu Salvador com a idade de
quatorze anos, mas ninguém me disse que Jesus tinha que ser Senhor (eg, chefe) da minha vida. Como
resultado, a minha experiência cristã primitiva não foi muito bem sucedida ou poderoso, e eu nunca
desenvolveu uma relação íntima e profunda com Deus. É por isso que eu acabei retrocesso na casa dos
vinte anos para quatro ou cinco anos.

Logo depois que eu era casado, embora, comecei a sentir fome de Deus. I começou a jejuar, e minhas
devoções e tempo de oração veio vivo. Me matriculei no Fuller Theological Seminary para que eu pudesse
ir para o ministério em tempo integral. Comecei a ter conhecimento profético das necessidades das
pessoas, mas eu nunca tinha ouvido falar do dom profético e não sabia o que estava acontecendo. Em
abril de 1994 eu recebi um e-mail sobre alguns encontros surpreendentes em San Francisco, onde Deus
estava aparecendo de forma inusitada. Eu fui, recebeu oração e teve um encontro incrivelmente poderosa
com Deus. Meu corpo começou a tremer, que durou três horas. Durante esse tempo, Deus manteve me
dizendo para confiar nele. Eu continuei a assistir às reuniões, e Deus me encontrou poderosamente cada
vez. Ele começou a fazer a cura interior em mim, e eu comecei a sentir-se amado e também capaz de
amar os outros com o amor de Cristo. Depois disto, começou a voar para Toronto, onde Randy orou por
mim várias vezes no avivamento. Toda vez que ele orou por mim, uma paixão por missões iria queimar em
minha alma. Randy veio para ministrar na minha igreja casa em agosto de 1994, e durante esses
encontros que novamente experimentou a presença tangível de Deus.

Em 1995 e 1997 eu fui com Randy e uma equipe para Moscou. Em ambas as viagens, eu vi Deus
fazer milagres surpreendentes quando eu orei por pessoas. Vi ouvidos surdos aberta, as pessoas
semicrippled andar e um exemplo, quando Deus voltou a crescer partes do corpo faltando. Havia uma
senhora que tinha estado em um incêndio, e suas rótulas foram queimadas. Quando eu orei por ela, Deus
deu-lhe novas rótulas! A única coisa que eu levei de volta da segunda viagem foi que Deus realmente vai curar
os doentes através de mim!

Em junho de 2001, eu comecei uma escola de cura, onde as pessoas aprenderam a orar pelos
enfermos e ver as pessoas ficam curados. Estou convencido de que Deus quer que todos no Corpo de
Cristo para ser capaz de orar e curar os doentes. Em 2002 eu fui despedido do meu emprego, cinco dias
antes de sair em uma viagem para o Brasil com Randy. coisas importantes que me aconteceu naquela
viagem. Foi um momento incrível, onde eu vi o poder e unção de Deus na cura como nunca antes. Eu
senti que era uma amostra do que esperar de Deus em
termos de ministério de cura. Quando cheguei em casa a partir de Belém, eu sabia que Deus estava me levando

para fora do emprego secular de viver pela fé e trabalhar em tempo integral para Ele.

Não posso deixar de pensar em Randy como um pai espiritual, já que Deus usou para transmitir
em mim e me lançar para o ministério. Randy também me ajudou a ganhar o suficiente ousadia e
confiança no Senhor para ser capaz de conduzir reuniões de cura em muitos países diferentes ao
redor do mundo. [Nota: Depois de voltar de viagens Rússia, Teresa viu seu ministério começam a
crescer a partir de origens muito humildes em uma escola de formação de Internet interactivo para
intercessão e profecia chamado GodSpeak International. Milhares de estudantes participaram na
escola, que ainda está ativo até hoje. Muitos foram lançados em seus próprios ministérios poderosos
através dele.]

Dayoung Kimn

China

Era 1995, quando eu conheci Randy Clark em uma reunião em Langley, British Columbia.
No final da reunião, ele convidou as pessoas para receber oração. Naquela época, meu
ministério estava no estágio inicial na China. I visitou as igrejas subterrâneas lá e os treinou.
Quando me aproximei a frente do palco Randy desceu, e eu corri para ele e pediu oração.
Ele fez uma oração muito interessante. Isto é como eu me lembro: “Eu rezo para este
homem que está ministrando às igrejas na China. Espírito Santo, encha-o! Eu oro e transmitir
toda a minha herança espiritual através da oração que recebi de Benny Hinn, John Wimber. .
“.

Eu não me lembro os nomes de todas as pessoas Randy mencionados, mas me senti muito bem e
abençoado. Na semana seguinte, eu estava no meu caminho para a China. Como eu estava levando
uma das reuniões lá, eu disse aos líderes que eu ia orar por todos eles para fazer mais do que Jesus
prometeu tudo o que podíamos fazer. Convidei o Espírito Santo para tocá-los. Eu não colocar as mãos
em qualquer um, mas o Espírito Santo se movia entre esses líderes. Muitos me disseram que sentiram
alguma coisa e que eles estavam sentindo o calor em seus corpos. Uma das senhoras idosas na casa
dos setenta, que serviu no chinês
Exército Vermelho, me disse mais tarde que ela foi curada de artrite grave. Ela tinha sido incapaz
de dormir bem durante quarenta anos, ela disse. Após a reunião, ela se levantou para ajudá-la a
filha. Depois disso, ela saiu ministrando para os vizinhos e os trouxe para o Senhor. Alguém me
disse que ela trouxe cerca de setenta pessoas ao Senhor. Eu também descobri que muitos dos
líderes quem eu oraram com são pioneiras mais igrejas do que nunca e estão ganhando muitas
almas ao Senhor.

Isso me fez pensar sobre o que impartation é tudo. Por causa de minhas experiências, eu
seriamente meditar sobre a palavra impartation. No ano
2000, comecei o ministério chamado impartation Ministries International, que ainda
está forte hoje.

Dr. Denise Meisburg

Jacksonville, Florida

Tudo começou quando eu estava participando de uma conferência com o meu amigo Cheryl
Schang. Cheryl tinha danificado seriamente os joelhos que nenhuma cirurgia ou terapia poderia
ajudar. Os profissionais médicos previram sua mobilidade seria severamente prejudicada pelo resto
de sua vida. Ela acreditava em cura e tinha sido orado por muitas vezes, mas ainda estava
esperando. Quando nossa conferência acabou, percebemos que alguma outra reunião estava
acontecendo na instalação ao lado. Fomos para verificá-la. Randy Clark estava terminando uma
mensagem e deixar o palco para passear e orar pelas pessoas. Como Cheryl entrou pela porta,
Randy de repente disse: “Alguém está obtendo seu joelho curado.” Equipe de ministério de Randy
orou por Cheryl e recebeu palavras precisas de conhecimento sobre outras condições médicas que
ela tinha, mas eles não estavam orando por seus joelhos. Ela teve um problema cardíaco e foi curado,
mas não os joelhos! Randy ainda estava perguntando: “Quem tem o problema no joelho?” Cortamos
através da multidão e chegou perto o suficiente para Cheryl para dizer-lhe: “Sou eu.”

Randy nunca tocou Cheryl. Em vez disso, ele ficou de joelhos e orou muito simplesmente
como ele estava se curvou diante dela, “Jesus, eu sou apenas o potro do burro você montar em.”
(Por que ele quis dizer que o poder de cura não era dele, mas era do Espírito. Randy viu-se
como o Jesus burro colt
montou no Domingo de Ramos, simplesmente um servo, e ele queria que todos os elogios para ir ao Senhor por

tudo o que aconteceu.)

Como Randy fez esta oração, senti um vento soprar tangível através de nós. Cheryl foi
instantaneamente curado. Ela começou a pular e gritar, regozijando-se e louvando a Jesus.

Em meio a isso, Randy se virou para mim e disse: “E você, você será envolvido em evangelismo de
judeus na Rússia e as regiões Ucrânia.” Randy nunca tinha me encontrado e não sabia que eu era
judeu. Sua palavra profética foi um evento crucial na minha vida. Ele mudou a minha auto-percepção
em relação à minha vocação para além de que de uma esposa, mãe e enfermeira. Ele me incentivou a
tornar-se equipado e pronto. A palavra profética abre espaço para que Deus quer fazer, se você vai
acreditar e agir sobre ela. Creio que Deus me levou a ser diligente e responsável perante essa palavra.
Em 2003 eu terminei um doutorado em aconselhamento para que eu pudesse sair para o mercado
secular. Em 2004 meu marido e eu fui para a captura da conferência Fire in Toronto. Nós
especificamente fui lá a partir de Jacksonville, Flórida, a fim de agradecer a Randy para seu impacto na
minha vida a primeira vez que ele orou por mim, quase cinco anos antes. Como eu compartilhei o meu
testemunho, ele profetizou sobre mim novamente, desta vez dizendo que eu era para ser envolvido no
evangelismo judeu nacional.

Randy não sabia que meu marido e eu estávamos apenas começando com a ensinar o programa
Hayesod, que é basicamente uma classe raízes judaicas para os gentios. Mas suas profecias teve
um impacto tremendo em me ajudar a tomar conta do chamado de Deus, exercer a fé para andar
nele e tem a motivação para me preparar para o seu desenrolar. Tenho tido o privilégio de ver o que
eu acredito que é apenas o começo de um grande últimos dias manifestação da glória de Deus no
mundo. Mas ministrar em Seu poder não é apenas sobre a obtenção de uma profecia ou um
impartation. É sobre saber Seu coração. Você não pode usar seu poder se você não sabe o seu
coração! E isso leva tempo. Nenhuma profecia ou impartation pode tomar o lugar do tempo com
Jesus. Você quer ver a Sua glória? Aproveite o tempo para conhecê-lo!

Dando frutos para o Reino

A história de cada pessoa contada nas páginas anteriores confirma


o fruto do impartation. Através dos impartations que receberam, cada pessoa foi
mudado, poder e autoridade. Eles, então, respondeu entrando e cumprir os seus
destinos dadas por Deus. O que eu espero que você tirar essas histórias
surpreendentes é que Deus pode levar as pessoas comuns, tocá-los através
impartation e alcançar o mundo. Isso poderia significar que você! No capítulo 8 em
frente, chamado de “revestidos de poder: ninguém está seguro,” Eu vou falar mais
sobre exatamente ninguém que-how é seguro quando a presença de Deus vem
no poder.

No próximo capítulo, porém, quero destacar um importante tipo de


impartation-um impartation de “ver” para o reino espiritual. Esta é a chave para
maiores milagres e curas mais em um ministério ou vida. Eu mesmo estou
pedindo, buscando e batendo para este impartation.
5
Impar t em i para ver

A Bíblia registra várias pessoas vendo no reino espiritual. Números 22:31 registros
que os olhos de Balaão foram abertos para ver. “Então, o L ORD abriu os olhos de
Balaão, e ele viu o anjo do SENHOR que estava no caminho com a espada
desembainhada na mão; E, inclinando todo o caminho até o chão”(NVI). Os olhos
de David, também foram abertos para ver a angélica em 2 Samuel 24:17. “Em
seguida, David falou com o L ORD quando viu o anjo que foi derrubando as
pessoas”(ARA). E em 2 Reis 2: 9, Elias diz a Eliseu: “Peça o que devo fazer para
você antes que seja tomado de ti.” Eliseu responde: “Por favor, deixe uma porção
dobrada do seu espírito sobre mim” (NVI). Por ocasião de receber esta porção
dupla unção, Eliseu viu o que eu acredito que foram alguns dos exércitos
celestiais, os anjos de Deus a tomar Elias ao céu. Os olhos de Geazi, servo de
Eliseu, foram abertas em 2 Reis 6:17. “Eliseu orou e disse: 'OL ORD, Eu oro, abrir
os olhos para que veja.' E o L ORD abriu os olhos do moço, e ele viu; e eis que o
monte estava cheio de cavalos e carros de fogo ao redor de Eliseu.”

O Novo Testamento também registra eventos onde os olhos das pessoas


foram abertos para ver para o reino espiritual e
ver a angelical. pai de João Batista, Zacarias, viu o anjo que lhe apareceu. a mãe
de Jesus, Maria, vi um anjo que explicou a vontade de Deus para ela. Maria
Madalena viu dois anjos perto do túmulo de Jesus. Peter viu o anjo que lhe
entregue a partir de prisão. Paul viu o anjo que apareceu durante a terrível
tempestade no mar para encorajá-lo. Na Ilha de Patmos João recebeu a
revelação de Jesus, que um anjo interpretado para ele. Ele viu o anjo e caiu para
adorar, mas o anjo disse-lhe para adorar a Deus sozinho. (Ver Lucas 1: 11-12,
26-38; João 20: 11-12; Atos 12: 4-11; 27: 23-24.; Apocalipse 19:10)

professor de Novo Testamento James DG Dunn observa em seu livro Jesus eo


Espírito: Um Estudo da experiência religiosa e carismática de Jesus e dos
primeiros cristãos como refletido no Novo Testamento (Westminster Press,

1975) que as visões e visitações angelicais foram uma das três fontes principais
para a autoridade na vida das primeiras comunidades cristãs. Com o cânon das
Escrituras, temos a vantagem de um guia objetivo para o discernimento de
qualquer experiência. No entanto, é importante notar como Deus tem continuado,
ao longo da história, para se comunicar com seu povo através dos meios de
visitação sobrenatural.

A profecia que recebi em 19 de Janeiro de 1994, a noite antes de ir para


Toronto pela primeira vez, mudou a minha vida. Ele me deu a fé para esperar um
poderoso derramamento de Deus, mais do que eu já tinha visto antes em minha
vida. Contudo,
meses mais tarde eu percebi que eu tinha nem apropriado nem reconhecido tudo
o que tinha sido dado a mim através desta profecia. Eu tinha perdido a parte “ver”
da profecia. Como eu disse no capítulo 2, a palavra profética era: “Teste-me
agora. Teste Me agora. Teste Me agora. Não tenha medo. Vou apoiá-lo! Eu quero
seus olhos para ser aberto para ver nos céus Meus recursos para você, assim
como Eliseu orou para os olhos de Geazi para ser aberto. E não ficar ansioso,
porque quando você ficar ansioso, você não pode ouvir-me”(grifo nosso).

Eu percebi mais tarde que eu tinha sido fortemente impactado por toda a
profecia, exceto a parte sobre meus olhos sendo abertos. Então, por cerca de
dois anos, eu comecei a receber outras profecias significativas que tiveram o
mesmo tema que eu tinha esquecido: “Deus quer que você veja!” A palavra mais
importante que recebi veio a mim em 15 de outubro de 1996, através do
poderoso, servo ungido de Deus Ruth Heflin. Eu não sabia quem Ruth Heflin
estava no momento, mas ela veio para a Filadélfia onde eu estava ministrando
por trinta dias para me dar uma palavra do Senhor que havia recebido para mim
em Jerusalém. Aqui está uma parte da palavra profética que ela me deu em
Deliverance Evangelistic Church, na Filadélfia (grifos nossos):

. . . Para uma e outra vez tu pé sobre esta plataforma e tu começar a ver em novos
reinos do Espírito; para remover todas as escalas de teus olhos e tu ver essas coisas que
tu desejava ver; verás o que é longe e que está próximo. Verás o que está escondido e
aquilo que é revelado. Verás em medidas para além de qualquer que tens experimentado
até este momento. para isso
será a unção do profeta que virá muito em ti e tu ver e descrever o que vês e até mesmo
como tu proclaimest-lo, assim será os milagres vêm adiante, diz o Senhor.

. . . Para a visão deverá causar uma nova fé para ser trazido à luz; um maior grau de
fé do que aquilo que sabes; um maior grau de fé do que aquilo que tu tens andado no;
um maior medida da fé que aquela que tens testemunhado; tu vê-lo nos céus e tu
falarás-lo adiante e assim será.

. . . Este é o dia, o dia do Senhor. Este é o dia, o dia do Senhor. Esta é a hora, a hora
da visitação. Este é o tempo, o tempo de manifestação; a manifestação do Meu Espírito,
a manifestação do Meu poder, a manifestação de minha glória, a manifestação sim, de
meu braço poderoso desnudou com sinais e maravilhas e milagres, sinais e
maravilhas-milagres, curas, sim um fluxo de cura que correrão para o norte, o sul, o leste
e oeste, e engloba todas as nações, um fluxo de cura poderosa, sim um fluxo de cura
poderosa. . .

Porque eu tinha bons amigos que tinham dons proféticos e que teve visões
abertas, minha visão do que significava ver no espiritual foi um pouco distorcida.
O profeta Bob Jones me disse por telefone que eu vi, mas que a minha visão veio
na forma de um “saber” tão forte que eu seria movido para declarar as coisas em
reuniões e, em seguida, vê-los acontecer. Estou feliz por esta sensação de ver
que eu tenho, mas eu também gostaria de ver visões abertas ou mesmo fortes
imagens mentais.

A fé é construída por ver. É essa fé construída que, em seguida, nos leva a


ter a coragem de falar o que nós acreditamos que Deus está prestes a fazer em
uma reunião. Uma passagem estratégica para o meu entendimento de mover-se
no poder do Espírito e vendo milagres é 2 Coríntios 4:13: “Está escrito: 'eu
acreditava; portanto, tenho falado.' Com isso
mesmo espírito de fé nós também acreditamos e, portanto, falar.”Eu acho que o
espírito de fé que Paulo se refere aqui está relacionada com a compreensão do
que Deus está fazendo no momento. Esta tomar fé de risco vem de um sentido de
saber através de algum dom revelacional ou experiência de Deus. Quanto maior a
fé, o mais poderoso a unção estará em uma reunião de cura, libertação e
milagres.

Gary Oates

Um dos meus bons amigos, Gary Oates, que tem estado no ministério por mais de
quarenta anos, tem me acompanhado em mais de uma viagem ao Brasil. Ele
estava com tanta fome para um toque de Deus, um impartation de Deus. Com o
tempo, ele se tornou tão famintos para um impartation para ver como Jesus vê.
Para aqueles que querem fazer o que o Pai está fazendo, o dom de “ver” é um
presente para desejar ardentemente. Gary queria que seus olhos abertos para ver
para o reino espiritual. Aqui estão trechos da história de Gary como ele relata suas
experiências no Brasil:

A noite do primeiro encontro (em Setembro de 2000), Randy falou brevemente sobre o valor de
impartation. Então ele alinhados todos os pastores e veio para baixo da linha, orando por
impartation para cada pessoa. Quando ele estava na minha frente, o poder de Deus me atingiu
e eu desci. Na reunião mais tarde naquela noite, Randy chamou os pastores na equipe para
orar sobre os pastores brasileiros. Subi para oferecer minhas orações. Um pastor brasileiro e
sua esposa veio e ficou na minha frente. Quando eu estendeu a mão para orar por eles, o
poder de Deus atingi-los e eles
saiu voando para trás. Eles literalmente deslizou pelo chão. A próxima pessoa que eu orei por
um homem mais velho. Ele parecia ter nenhuma flexibilidade ou mobilidade nas pernas e mal
conseguia andar. Orei por suas pernas, e o poder de Deus desceu sobre ele e ele foi
totalmente curado. Mais tarde eu orei por outro homem nos últimos estágios de enfisema e
também com um problema de audição. Deus imediatamente curada pulmões do homem, e ele
não é mais necessário um aparelho auditivo. Em 2001 eu fui em outra viagem Global
Awakening com Randy para o Brasil. Randy orou por impartation novamente, e eu vi um
aumento ainda maior na unção para a cura, milagres criativas e um sentido da presença de
Deus.

Quando uma terceira viagem global surgiu em junho de 2002, minha esposa, Kathi, veio
comigo. Essa viagem para o Brasil 2002 mudou nossas vidas. Nossa igreja apareceu como se
estivesse chegando a rebentar pelas costuras. (Várias famílias chave teve que deixar a nossa
igreja e comunidade, devido à transferência de emprego para outras cidades em cerca esse
tempo.) Eu estava desesperada; Eu tinha que ter um toque de Deus mesmo. Orei: “Senhor, eu
quero ver além do natural. Quero ver anjos. Eu quero ver no reino do Espírito.”Meus olhos se
abriram para ver além do reino natural para o reino do Espírito, incluindo vendo o ministério dos
anjos. Eu tinha um encontro dramático com o Senhor-estar preso à Sua presença, onde eu vi o
Senhor Jesus, enquanto fora do meu corpo. Por cerca de uma hora, eu estava mudo no chão.

[Nota: Esta experiência pode ter sido semelhante ao que o apóstolo Paulo descreve
em 2 Coríntios 12: “Se foi no corpo ou fora do corpo não sei, Deus sabe” 2,]

Na noite seguinte, antes do início da reunião, um homem colocou a mão no meu ombro
esquerdo. O poder de Deus, de repente passou por mim, e eu caí como morto. Novamente, eu
não podia me mover. Eu gritei: “Deus, eu quero mais de você! Eu quero mais de você! Eu
quero mais de você!”Instantaneamente I foi transportado para um cenário celestial, onde Jesus
estava de pé no lado direito de um trono com um cetro na mão. I viu a glória de Deus, como eu
nunca tinha visto isso antes, e eu me vi gritando: “Deus, me perdoe. . . me perdoe!"

Randy depois me chamou para a plataforma para explicar o que tinha acontecido comigo.
Desde que eu era incapaz de falar, Kathi pegou o microfone e explicou um pouco. Como ela fez, o
Espírito de Deus caiu naquele lugar.
As pessoas começaram a gritar; outros foram caindo em seus rostos em arrependimento. Deus
estava fazendo uma obra espontânea, ainda milagrosa naquela igreja.

Randy instruiu os membros da equipe para levantar minhas mãos e colocá-las sobre a cabeça de cada
pastor. Assim que minhas mãos tocaram a cabeça de um pastor, ele saiu no Espírito. Mais tarde, quando
eu finalmente foi capaz de levantar-se, comecei a orar para as pessoas. Uma longa fila formada, e quase
todo mundo que eu orei por indicaram que eles foram curados.

Na mesma viagem ao Brasil, embora ela tinha ido com relutância, Kathi teve uma visão de
ser levado diante do trono de Deus no céu. Dentro de dias, ela foi lançada em um novo reino
de declarações proféticas e anjos vendo bem. Nossas vidas nunca mais seria a mesma. Há
pouca dúvida de que impartation desempenhou um papel fundamental nas experiências Kathi
e eu tivemos. Por causa das impartations temos recebido, nossas vidas e ministério foram
transformados radicalmente.

Presentes reveladoras e vendo

Através dos vários exemplos que eu listei da Escritura, e através de


testemunhos como a que eu apenas compartilhado de Pastor Gary Oates, é
claro que Deus dá dons de revelação que podem permitir que alguém
literalmente “ver” para o reino espiritual. No entanto, há também um sentido nas
Escrituras em que ver é entendida como perceber. Repetidamente, Jesus acusa
Seus observadores diminuindo do de ter olhos para ver, mas não vendo. Nesse
contexto, a visão se refere é, obviamente, uma compreensão do significado do
que Deus estava fazendo através de obras de Jesus. Refere-se a uma tomada
de consciência dos propósitos de Deus no momento ou situação. Esses
entendimentos são muitas vezes recebidos através de doações reveladoras,
como profecia,
palavras do conhecimento, palavras de sabedoria ou discernimento de espíritos.

No Alto discurso Quarto de Jesus, há uma clara ligação entre a revelação dada
pelo Espírito Santo e fazer as obras sobrenaturais de Deus. Em João 14: 10-14,
Jesus diz aos discípulos, o Pai está n'Ele e Ele está no Pai. Ele lhes diz que é o
Pai, que vive naquele que está fazendo as obras e dando-lhe as palavras para
dizer. Então Jesus diz aos discípulos que quem tem fé nEle fará o que Ele tem
feito. E, isso é porque Jesus estava indo para o Pai. Esta é uma óbvia referência à
Sua crucificação, ressurreição e ascensão ao Pai no céu. Isso foi necessário para
o derramamento do Espírito Santo (ver também João 7: 37-39). Será este novo
papel do Espírito Santo, sob a Nova Aliança, que vai fazer as “coisas ainda
maiores do que estas” que os crentes fará possível (João 14:12). A razão Jesus
deu para fazer “tudo quanto pedirdes em meu nome” era “de modo que o Filho
pode trazer glória ao Pai” (versículo 13). Essa foi a razão pela qual Jesus nos
disse: “Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, e eu o farei” (versículo 14).

Mas se você perguntar como a pessoa começa a fazer essas “coisas maiores”,
a resposta começa em João 14:15, onde está enraizada no amor de Jesus. Este
amor se manifesta em obediência aos Seus mandamentos. Nesta condição, Jesus
pede ao Pai que nos enviar o “Paráclito”, outro Conselheiro. Jesus disse aos
discípulos que este outro Consolador, o Espírito Santo, foi
já habita com eles, mas seria neles (ver versículo 17). unidade do Espírito
Santo com Jesus é como o da unidade de Jesus com o Pai-tanto assim que
receber o Espírito Santo é receber Jesus. Jesus literalmente diz aos discípulos
no versículo 18: “Vou vir para você.”

Jesus, então, nos dá a chave para a revelação de receber


- “Ver” vem recebendo o “tudo vê One” em uma base contínua. Revelação sai
de intimidade, e intimidade está ligado ao amor manifestando-se através da
obediência. Jesus indica que quem obedece no amor será amado e receberá
uma revelação de Jesus. “Quem tem os meus mandamentos e os guarda, esse é
o que me ama. Aquele que me ama será amado por meu Pai, e eu também o
amarei e me manifestarei a ele”(João 14:21, ênfase adicionada).

Fora da intimidade que vem de obedecer e permanecer em Jesus, a videira,


nós os ramos irá suportar “muito fruto” (Jo 15: 5). É a partir dessa relação
duradoura que nós, não apenas os doze discípulos, estão habilitados a produzir
muito fruto. “Se permanecerdes em mim e as minhas palavras permanecerem em
vós, pedi o que quiserdes, e vos será dado” (versículo 7).

Mais uma vez, o resultado da nossa fecundidade é a “glória do Pai.” Em dar


muito fruto, estamos “mostrando”-nos a ser discípulos de Jesus (versículo 8).
Acredito que à medida que receber revelações de Jesus, estas revelações
produzir crença tão forte que temos coragem de falar. Nosso falar na fé produz o
“muito fruto” que revela que
somos discípulos de Jesus. Isto é como as palavras de Paulo em 2 Coríntios 4:13
e as palavras de Jesus em João capítulos 14-16 particularmente se encaixam.
Esse entendimento fica mais claro em João 15: 14-16:

Vós sois meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando. Já não vos chamo servos, porque
o servo não sabe o que seu mestre. Em vez disso, tenho-vos chamado amigos, porque
tudo o que eu aprendi com meu Pai vos tenho dado a conhecer. Você não me escolheram,
mas eu vos escolhi e vos designei para que vades e deis fruto, e fruto que permaneça.

Revelação produz frutos, pois produz fé. A revelação é aqui referido na frase
“tudo o que eu aprendi com meu Pai vos tenho dado a conhecer” (grifo nosso).
Esta revelação vem da relação de filiação e amor revelado por meio do
conhecimento de Sua Palavra e obediência a ele.

Jesus diz mais sobre a promessa da revelação em João 16: 12-15 (grifos
nossos):

Eu tenho muito mais a dizer para você, mais do que você pode suportar agora. Mas
quando ele, o Espírito da verdade vier, ele vos guiará a toda a verdade. Ele não falará por
si próprio; falará apenas o que ele ouve, e ele lhe dirá o que ainda está por vir. Ele me
glorificará, porque receberá do que é meu e o tornará conhecido a vocês. Tudo o que
pertence ao Pai é meu. É por isso que eu disse que o Espírito receberá do que é meu e
torná-lo conhecido.

Se vendo no sentido de perceber é chave para produzir muito fruto, então


cabe a todos nós desejamos ver melhor para o reino espiritual e em verdades
espirituais. Eu
Agora foi no ministério por mais de 41 anos, e eu tenho discutido isso com outras
pessoas que também estiveram no ministério por mais de 40 anos. Eles relatam
que quando eles eram capazes de saber por ver, no sentido de perceber, sua fé
explodiu. Além disso, se há alguns que também começam a ver, literalmente,
para o reino espiritual por uma graça ou dom espiritual, se não, em seguida, ser a
melhor parte da sabedoria a desejar esta visão literal, enquanto ao mesmo tempo
ser grato por qualquer um dos várias maneiras Deus nos permite ver
percebendo?

Na tentativa de tornar isso mais claro, deixe-me dizer que eu agora ver /
perceber o desejo de Deus durante uma reunião por “sentimento” no meu corpo
as condições Ele quer curar-isto é como o dom da palavra de conhecimento na
maioria das vezes trabalha em mim. Eu também “sabe” a direção de Deus para
uma situação através de impressões em minha mente. Eu sei que uma maior
certeza produz uma fé ainda maior, e maior a clareza, maior a certeza.

Convido-vos a fome e sede comigo para uma maior intimidade e para a


humildade de clamam por maior revelação. Eu já não pode ser satisfeita por
aprender mais sobre Jesus. Agora eu sei que é possível ouvir Sua voz audível,
a ter em Isaías 6 experiências de hoje e, como John fez no início do livro do
Apocalipse, para vê-Lo no Seu estado exaltado. E, embora este é o meu maior
desejo, também eu desejo de ver o Reino de Deus, tanto a ver as coisas do seu
ponto de vista e ver os seres celestiais que interagem com a gente em nosso
nome. Eu
acreditam impartations para esta capacidade, esta graça de ver nas maneiras que
eu falei, estão sendo transferidos hoje. Espero receber mais deles mesmo.
Mas recebereis a força do Espírito Santo que virá sobre vós; e sereis minhas
testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria e até os confins da
terra.

At 1: 8

Minha mensagem e minha pregação não consistiram de palavras persuasivas de sabedoria, mas
consistiram de demonstração do poder do Espírito, para que sua fé não se baseasse na sabedoria
humana, mas no poder de Deus.

1 Co 2: 5/4
6
Por Impar t em i ons? Por Si GNS
e maravilhas?

O verdadeiro cristianismo depende de uma teologia da presença-a presença de


Deus. A vida cristã é baseada em um relacionamento pessoal com o Deus vivo,
cujo desejo final é ser conhecido por nós como somos conhecidos por Ele (veja 1
Coríntios 13:12). Ele revela o Seu coração, seus pensamentos e propósitos para
os que caminham na amizade com Ele. Embora Ele é invisível, Ele pode ser
sentida, ouvido e visto, às vezes por visitação manifesta, às vezes por efeito,
assim como vemos os efeitos do vento, embora não o próprio vento.

Se você tirar os elementos da experiência e revelação, você é deixado com a


religião, talvez um admirável sistema de ética e regras, mas não muito de um
relacionamento. Em toda a Bíblia, a autoridade final na revelação, vemos os
vários meios pelos quais Deus escolhe para revelar-se. Estes incluem a operação
de milagres, cura, sonhos e visões, a palavra profética e outros presentes
manifestação do espírito. Infelizmente, aqueles que dispensar estes veículos de
auto-revelação de Deus, dizendo que eles cessaram, estão demitindo muito do
que é mais
precioso e dinâmica sobre um relacionamento com Deus.
Nosso Deus tem um desejo incrível para revelar-se. Em Isaías 65: 1, o profeta
Isaías nos diz que Deus se revela mesmo para aqueles que não são nem pedir
nem buscá-Lo. Romanos 1:20 diz toda a criação serve para revelar o seu eterno
poder e divindade. O evangelho de João nos diz que o Espírito Santo é enviado
aos crentes para revelar os próprios planos e pensamentos de Deus. David,
escrita por inspiração do Espírito Santo, orou muitas vezes para a glória de Deus
sejam revelados entre as nações. Em toda a Escritura, Deus promete “show” ou
“revelar” Sua glória (ver João 1:14). Jesus veio para que pudéssemos ver a glória
de Deus como “uma luz para iluminar as nações e glória do teu povo Israel”
(Lucas 02:32).

O Corpo de Cristo se destina a promover a revelação de Deus neste mundo (1


João 4:17). Não deve surpreender-nos, então, para ver avivamento acompanhado
por demonstrações de poder e glória de Deus. Até mesmo os dons e
manifestações do Espírito Santo pálido em comparação com aqueles momentos
em que Deus escolhe para “rasgar os céus e descer” em Sua glória. Sua glória
produz muitos mais curas e impartations poderoso do que qualquer de seus dons.

Isto é completamente consistente com a vontade expressa de Deus para


revelar-se! Aqueles que pensam que Deus acalmou ao longo dos anos ou se
retirou por trás das nuvens até o retorno de Jesus realmente não entendo a
paixão que Deus tem para atrair as pessoas para si mesmo através da revelação
de Sua glória.
O que exatamente queremos dizer com “a glória de Deus”? Moisés perguntou
a Deus: “Agora me mostre sua glória” (Êxodo 33:18). Talvez Moisés esperava que
Deus para quebrar o céu com raios e trovões, ou talvez embelezar sobre a sarça
ardente, definindo a montanha em chamas. Em vez disso, Deus respondeu a
Moisés: “farei toda a minha bondade passar na frente de você, e te proclamarei o
meu nome, o SENHOR, na sua presença” (versículo 19, ênfase adicionada). Aqui
o próprio Deus define a sua glória; é o Seu caráter e sua natureza como expressa
em Seus nomes que constituem a Sua glória. Ao passar por Moisés, proclamou
Sua compaixão, Sua graça, Seu amor Abundante, Sua disposição de perdoar e
Sua justiça perfeita.

Como Deus revelar a Sua glória no mundo? A Bíblia contém dezoito


categorias de casos em que a glória de Deus é mencionado. De longe, a maior
categoria é milagres e curas, onde a glória de Deus está conectado trinta vezes a
uma demonstração do seu poder através do trabalho de sinais, maravilhas e
milagres. Com base neste fato, poderíamos dizer que a principal maneira que
Deus revela a Sua glória é através de sinais, maravilhas e milagres. [22]

Isso coloca uma nova perspectiva sobre o que estamos pedindo a Deus para fazer
quando cantamos, “Glorifica teu nome, glorifica o teu nome, glorifica o teu nome em toda
a terra.” Na verdade, estamos pedindo a Deus para trabalhar Seu grande poder em
nosso meio. Estamos pedindo a Ele para revelar Sua natureza como expresso em Seu
nome da aliança, Jeová Rapha, o Senhor nosso Healer. Estamos pedindo
por uma revelação da bondade de Deus! Isto é tão importante em um mundo onde tantos
pensar em Deus como distante, indiferente, injusto, zangado ou simplesmente não existe
em tudo!
Isso também coloca uma nova perspectiva sobre a frase, “Não toque em Sua
glória.” Não estamos de alguma forma roubar a Deus de Sua glória quando mantemos
a uma visão cessacionista de atividade contínua de Deus neste mundo?

A conexão entre a glória e as manifestações de Seu poder de Deus ocorreu pela


primeira vez para mim como eu estava lendo o evangelho de João. A conexão é
feita pela primeira vez em João 2:11: “Este, o primeiro de seus sinais miraculosos,
Jesus realizou em Caná da Galiléia. Assim, ele revelou a sua glória e os seus
discípulos colocar sua fé nele.”

Jesus entendeu que o milagre da ressurreição de Lázaro ocorreu para a glória


de Deus: “Ao ouvir isso, Jesus disse: 'Esta enfermidade não vai acabar em morte.
Não, é para a glória de Deus, para que o Filho de Deus seja glorificado por
ela”(João 11: 4). Esta passagem nos ensina que tanto o Pai eo Filho foram
glorificado por este milagre. Jesus acreditava que em testemunhar a ressurreição
de Lázaro, os discípulos e os outros presentes foram realmente ver a glória de
Deus. Então Jesus disse: “Eu não te disse que, se creres, verás a glória de
Deus?” (João 11:40).

John observou em seu evangelho que, embora os fariseus e escribas tinham


testemunhado os milagres de Jesus, eles ainda não acreditam. A Bíblia é clara
que a principal maneira que Deus revela a Sua glória é através de sinais e
maravilhas, cura
e milagres. A única coisa que chega perto em comparação é a nuvem de dia e
fogo de noite no Êxodo. Eu não estou falando sobre a tomada de reivindicação
para o que Deus fez, é claro, mas isso não é a única maneira de tocar a Sua
glória. Ambos Paul e John usam glória e poder sinônimos. Nós trazer glória a
Deus por dar muito fruto (cf. Jo 14-16). É a vontade do Soberano que fazemos o
que seu filho fez e ainda maiores coisas, assim, trazendo-Lhe glória.

Acho irônico que tantas pessoas expressam em sua teologia uma grande
preocupação para a glória de Deus, mas eles perca este aspecto da soberania
como revelado no Filho de Deus. Jesus declarou explicitamente que a vontade de
Deus para nós é trazer-Lhe glória, e esta ênfase foi claramente relacionada com
fazer as obras próprio Jesus tinha vindo a fazer. Este tema do Pai ou o Filho
sendo glorificado e sua glória a ser revelada através de sinais e maravilhas é
mais clara no discurso Cenáculo de Jesus registrada em João capítulos 14-16 e
na oração sacerdotal de Jesus em João 17. Jesus ensina que Ele vai responder a
nossas orações em seu nome para que, respondendo a nossas orações ao Pai
será glorificado.

Quando os seguintes textos bíblicos são lidos no contexto, além de uma


dúvida a referência “coisas maiores” diz respeito a fazer atos de poder, sinais,
prodígios, curas e milagres. “Coisas maiores do que estas [farás], porque eu vou
para o Pai” em João 14:12 claramente não é uma referência a ética moral, mas a
atos carismáticos feitas através
dons carismáticos possibilitada pelo futuro ministério do Espírito Santo. João 14:
13-14 continua: “E eu vou fazer tudo o que pedirdes em meu nome, de modo
que o Filho pode trazer glória ao Pai. Você pode perguntar-me alguma coisa em
meu nome, e eu vou fazê-lo”(grifo nosso).

Jesus vê a glória do Pai como de alguma forma ligado ao nosso fecundidade.


Na América do Norte, há muita ênfase no “fruto do Espírito”, mas Jesus também
falou de frutas no contexto da poderosa obra do Espírito Santo feito através de
Seus discípulos. “Fruto” não se limita aos Gálatas 5 descrição (amor, alegria,
paz...), Mas deve ser entendido como incluindo curas, libertações e milagres.
Essa é a natureza do fruto em João 15: 8: “Isto é para a glória de meu Pai, que
deis muito fruto, mostrando-vos como meus discípulos.”

O conceito do Novo Testamento / judaico do discipulado no tempo de Jesus


foi ao discípulo ser como o mestre não só no seu ensino, mas em sua vida e
viver. Jon Ruthven, professor emérito de Teologia Sistemática e Prática na
Regent University School of Divinity, comenta que Jesus continua a construir a
Sua Igreja e avançar Seu Reino através de Seus discípulos, e através de seus
discípulos após si, respondendo suas orações e que lhes permite ser
verdadeiramente seus discípulos. [23]

Quando consideramos o quão importante o poder de fazer milagres, cura e


libertações era Jesus' compreensão de como tanto ele como o Pai eram
glorificado, e quando consideramos Jesus comissionamento de
12, 72, e através dos apóstolos aqueles que estavam a acreditar na sua
mensagem, não podemos subestimar a Jesus prioridade colocada no ministério
da expansão do Reino através das palavras e obras que Ele modelou para Seus
discípulos. A modelagem foi para eles entenderem a natureza do Reino de Deus.
O Evangelho do Reino de Deus não era apenas consiste em palavras, mas
também foi para mostrar poder, como Paulo diz em 1 Coríntios 2: 4-5: “Minha
mensagem e minha pregação não consistiram de palavras persuasivas de
sabedoria, mas com uma demonstração do poder do Espírito, para que sua fé
não se baseasse na sabedoria humana, mas no poder de Deus “.

Deixe-me voltar esta afirmação, citando as “Implicações e conclusões” seção


do livro de Ruthven sobre a cessação do Charismata. Ruthven faz um
excelente trabalho de capturar o que eu sinto é o coração do Pai para a Igreja,
especialmente como expresso pelo pai para o irmão mais velho na parábola do
Filho Pródigo, onde o pai diz, Jesus' “Meu filho, você está sempre com me, e
tudo o que tenho é seu”(Lucas 15:31). O fracasso freqüente para responder a
comandos de Deus para manifestar o Reino de Deus em poder é totalmente
partilhada pela maioria dos crentes, “Carismáticos” e não-carismáticos
igualmente. Ambos os grupos moldar sua teologia e consequente prática com
base na sua própria experiência, ou a falta dela, em vez de uma visão nova e
radical (no seu sentido original de “voltar para a raiz”) da Escritura. [24]

Aqui Ruthven cita Mateus 7: 21-22: “Nem todo


o que me diz: 'Senhor, Senhor', entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a
vontade de meu Pai que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: 'Senhor,
Senhor, não profetizamos nós em teu nome, e em teu nome não expulsamos
demônios e fizemos muitos milagres?'”Ele continua a dizer que nem os
carismáticos nem‘não’são mais ou menos salva do que o outro. Todos somos
pecadores, mas justificados pela graça sozinho.

No entanto, Ruthven assinala, o Novo Testamento nos oferece padrões a


respeito de como o Evangelho é para ser apresentado, recebida e vivida. “Nós
não deve tentar reformular nossos fracassos em virtudes”, diz ele, “ao permitir que
o Novo Testamento descreve como 'incredulidade' e para os dons de Deus, deve
ser interpretado como tendo escolhido 'a melhor maneira' de um ' fé mais forte'
sem eles “. [25] No caso dos rabinos da época de Jesus, disse Ruthven, o seu
conhecimento bíblico intelectualizada levou à sua cessacionismo e levou Jesus
para o estado, ‘Você está em erro porque você não sabe as Escrituras nem o
poder de Deus’ (Mateus 22: 29).

Outro ponto importante Ruthven faz é que grande divisão sobre os dons do
Espírito hoje vem de uma premissa comum realizada por ambos os lados do
debate: evidencialismo. Conflito sempre segue quando os dons espirituais são
apresentadas como provas de status espiritual ou realização, em vez de utilizados
como ferramentas para serviço humilde para os outros. A tentação de núcleo para
todos nós é “usar o conhecimento e poder espiritual para credenciar a própria
independente e exaltado
status religioso, em vez de através deles, tornando glória, obediência e serviço a
Deus.” [26] Ruthven sustenta que embora os dons espirituais são armas poderosas
contra o reino das trevas, eles podem ferir e destruir o povo de Deus quando mal
aplicado em polêmicas evidencialista. Ele conclui,

O charismata, então, refletem a própria natureza de Deus, que não compartilha sua glória com
outro. Da mesma forma, Deus é um Espírito de poder “que não muda.” Se a igreja tem
“começado pelo Espírito,” não vamos tentar mudar os métodos de Deus para completar o nosso
curso na fraqueza da carne humana. Uma vez que é o prazer do Pai “dar boas dádivas a eles
que O pedem,” que deve ser o nosso prazer de recebê-los com humildade. [27]

Nos dias de Jesus e dos primeiros discípulos, o poder de sinais, prodígios,


curas, milagres e libertação não era apenas para autenticar a mensagem; este
poder era a expressão da mensagem. Sinais e maravilhas não foram apenas
realizados para validar a Boa Nova; eles eram um elemento vital da Boa Nova!
Para colocar de outra forma, os milagres não provam principalmente doutrina
sobre Deus, tanto como eles revelam a natureza de Deus. Deus não mudou.
Nem tem a mensagem do Evangelho. Deus se move no poder, por sinais e
prodígios, curando os doentes, em livramentos, multiplicando comida para os
famintos, ressuscitando os mortos-principalmente por esta razão: Ele é bom! E é
Seu desejo de revelar a Sua bondade-Sua glória-em toda a terra.
Ministérios em Movimento

Um dos mais excitantes desenvolvimentos deste movimento de renovação e sua


onda seguinte de missões é ver Deus invadir a terra com uma nova revelação e
poderoso da Sua glória entre as nações. Deus está fazendo-se visto, ouvido e
sentido de todas as maneiras que muitos Uma vez lido apenas na Bíblia. Jesus
Cristo, que é o mesmo ontem, hoje e sempre, está nos lembrando que cada
página da Palavra de Deus ainda é válido e verdadeiro para hoje porque Ele
mesmo, a Palavra Viva, não mudou.

Pessoalmente, eu acredito que nós estamos vivendo na graça desta efusão


de poder, porque estamos nos movendo na direção dos últimos dias, os dias da
colheita final. Eu acredito que alguns ministérios, em particular, incorporar o que
Deus está fazendo nestes últimos dias por toda a terra. Eu já apresentei no
capítulo 4 de Rolland e Heidi Baker de Iris Ministries. Deixa-me apresentar-lhe o
fundador da Global consciência Missões, Leif Hetland, cuja história vou relatar.
Eu também quero apresentar-lhe Steve e Christina Stewart das Nações impacto
e Stacy e Casey longo de captura do fogo EUA, que irá dizer-lhe suas histórias
em suas próprias palavras. Através de seus ministérios, esses crentes
compartilhar com todos eles tocam ambos os sinais de amor e maravilhas da
compaixão.

Leif Hetland, Noruega / Alabama


A quarta geração cristã crescendo em Stavanger, Noruega, Leif Hetland
rebelou com a idade de treze anos. Caindo em um estilo de vida de álcool e
drogas, ele suportou a implacável fome frio e das calhas durante vários anos
antes de voltar para casa quebrado e confuso para a sua família. Lutando com
problemas de coração espiritual não resolvidos e incapaz de abalar a aderência
do vício, ele levava uma vida dupla até que uma noite em janeiro de 1985. Na
agonia de desintoxicação, violentamente doente e furioso com febre, Leif
experimentou a presença tangível de Deus em um poderoso caminho. A doença e
febre imediatamente à esquerda, junto com o vício. Mais importante, Leif
experimentou o “dom do perdão.” A amargura, mágoa e raiva derreteu do seu
coração. Perdão e aceitação não eram mais apenas doutrina, mas uma revelação
coração experimentado através de um toque soberana de Deus. Um tema central
do ministério hoje de Leif é a verdade que “Deus não nos trata de acordo com a
nossa história, mas de acordo com o nosso destino.”

Em 1989 Leif casado e ganhou um BA da Luther Universidade Rice, em


Georgia. Ele tomou uma posição como pastor de jovens em uma igreja
presbiteriana, acabou voltando para a Noruega para pastorear uma igreja Batista.
Nos anos que se seguiram, Leif era um “armário carismática.” Ele parou de
praticar o que ele acreditava, porque ele não queria correr o risco de perder sua
reputação ou sua igreja. Em 1994 ele se tornou o grande realizador clássico
queimada viver para Deus, não viver de Deus.

Em Maio de 1994, um dos anciãos de Leif convidou para viajar para


Inglaterra para se encontrar com alguns pastores que tinham sido para Toronto.
Durante a série de reuniões, Leif recebeu oração, palavras proféticas foram ditas
sobre ele e Deus começou um processo de cura profunda. Leif e seu amigo
voltou para a Noruega para descobrir que uma unção tinha sido transmitido a eles
durante seu tempo na Inglaterra. Renovação imediatamente estourou em sua
igreja, e muitas pessoas experimentaram curas dramáticas. Então, enquanto Leif
estava fora do país, um dos anciãos influentes, perturbado por alguns dos abusos
dos presentes, começou a ensinar que este não era de Deus. Como resultado, a
renovação em sua igreja foi extinta.

Em 1995, fui para a Noruega para se reunir com um grupo de uma centena de
pastores em Haugesund Mission Church. Quando Leif veio para a frente para a
oração, eu profetizou: “Você é um bulldozer. . . entrar em áreas que têm sido
intocado. Eu vejo uma multidão de pessoas que saem da escuridão e seguir você
para a luz “.

Leif saiu no Espírito, chorando por dois anos e meio a três horas. Ele sabia
que uma transferência de unção tinha ocorrido. Após essa conferência, Leif
realizou duas conferências de sua autoria em que ele notou um grande aumento
de curas e salvações-ele ainda não tinha feito algo diferente. Antes, se alguém foi
curado, foi como ganhar na loteria-grande, mas raro. Agora, era a norma para ver
as pessoas se curado fisicamente e também emocionalmente através de palavras
proféticas.

“Antes”, Leif diz: “Eu rezei para o doente, mas realmente não
esperar que Deus faça muito. Minha atitude foi, Oh bem, Deus é soberano. Agora
havia uma expectativa totalmente diferente como o chamado de Deus foi lançado
em minha vida. Houve essa 'semana de glória' logo após impartation de Randy
onde todos orei por foi curado, viciados foram entregues em um único toque e
todos os dons do Espírito estavam operando através de mim. Foi realmente
assustador! Eu pensei que eu estava perdendo minha cabeça, porque eu vi as
pessoas através dos olhos de Jesus e podia sentir a sua dor quando eu tocava.
Esta não continuou, mas eu acredito que Deus estava me dando um gostinho do
que é suposto ser a vida cristã normal quando estamos andando na plenitude do
Espírito.”

Leif esqueci minha profecia por cerca de um ano e meio. Durante este tempo
ele feriu gravemente seu pescoço em um acidente de piscina e costas em um
acidente de carro. Ele estava dentro e fora do hospital por dezoito meses.
Durante este tempo prolongado na cama, o Espírito Santo lembrou-lhe das
minhas palavras. Ele começou a sentir uma tremenda carga, sobrenatural para
os não-alcançados no mundo, existem mais de 70 milhões de pessoas nos
países árabes que nunca ouviram o nome de Jesus! Ele sabia que deveria ir
onde ninguém ia.

No final do amigo 1996 de Leif, Bjornar Heimstad, convidou Leif para ir ao


Paquistão. Na confirmação da minha palavra profética, que foi o início de muitas
viagens para o Paquistão, onde Leif iria ver milhares e milhares curados e salvos.
Pela graça de Deus, ele tem sido agora em mais de 76 países, muitos deles
muçulmanos e alguns dos
-los Comunista.
“Eu sei que Deus está me tratando de acordo com o seu destino escolhido
para mim, certamente não de acordo com meu mérito!”, Diz Leif. “Ele me
concedeu favor sem precedentes com os líderes nacionais, com os líderes
religiosos, mesmo com chefes de Estado. Ele é as portas uma abertura ninguém
pode fechar! Eu vi todo o tipo de milagre que você pode imaginar-tumores cair
fora, os milagres criativos onde as peças em falta são restauradas, olhos cegos
vendo, tudo. Deus está revelando Sua glória! Através da revelação de sua glória,
sua bondade e compaixão, centenas de milhares estão vindo para Cristo em
áreas que estão fechados oficialmente ao Evangelho “.

Em 2000, o ministério de Leif tomou um rumo dramático. Nessa época ele


tinha sido forçado a demitir-se da Igreja Batista nos EUA, principalmente devido à
sua associação com a Bênção de Toronto. Ferido e sofrendo, Leif participou de
um fim de semana Pai-Filho onde a equipe do ministério incluiu Jack Taylor,
Charles Carrin e líder de adoração Dennis Jernigan. Dennis veio a Leif e pediu
para orar por ele. Ele acabou cantando “Canção do Pai” sobre Leif enquanto o
Espírito Santo derramou o que Leif chama de “um batismo de amor.”

“Toda a minha mensagem mudou naquele dia”, diz Leif. “Meu Pai Abba revelou
a mim. Eu estava curado da minha 'espírito órfão' e recebeu o 'espírito de filiação.
Eu aprendi que a minha herança é algo que eu receber, não algo I deve alcançar.
Meu Pai estava me dando as nações não
por causa de qualquer coisa que eu fiz, mas porque eu sou seu filho! Fui para casa a partir desse

fim de semana um homem mudado. Fui para casa um amante, não cumpridor. Pergunte a minha

esposa e filhos!”

Nos últimos onze anos, Leif já treinou milhares de pastores, principalmente


em áreas fechadas e hostis do mundo. Ele recebe cartas toda semana
daqueles a quem ele passou na impartation ele recebeu de mim. Ele explica: “A
oração de impartation é como ser impregnado com o que o Espírito está se
mexendo e vai trazer para o nascimento.”

A mensagem de Leif é clara. O Grande Mandamento-de amar-deve vir antes


da Grande Comissão-de fazer. “Eu afastou-se do 'trabalho' do ministério, e
agora eu só jogar com meu pai. A coisa maravilhosa é que eu estou vendo mais
fruto do que nunca! Deus é amor. Quando Seu amor é liberado, a cura vem-cura
de todo tipo “. [28]

O ministério de Leif tem sido um conduto incrível da glória de Deus. Os sinais,


maravilhas e milagres trabalhou por ele, e a Palavra proclamada por ele ter trazido
uma revelação da bondade de Deus para mais de 986 mil no Paquistão, Filipinas,
Cuba e muitos outros países ao redor do mundo nos últimos anos. Multiplique isso
pela forma como Deus está trabalhando através espirituais “filhos” todos de Leif
(que também são meus netos espirituais), e pode-se obter um pequeno
entendimento sobre como Deus está derramando o Seu Espírito nestes últimos
dias.

Mas Leif não é o único. Steve Stewart contou a seguinte história


surpreendente de impartation e seus frutos para mim. Ele diz-lo aqui em suas
próprias palavras:
Steve Stewart Vancouver,

British Columbia

Em 1994 eu estava pastoreando a Cambridge Vinhedo perto de Toronto. Cinco dias depois da eclosão
da renovação, John Arnott me chamou para vir e testemunhar o que estava acontecendo no Toronto
Airport Christian Fellowship [então chamado Toronto Airport Vineyard]. Enquanto eu estava na parte de
trás do auditório durante o culto, um pouco estupefato com o que estava acontecendo, vi John acenando
para mim vir para baixo para ver algo na frente. Dois dos meus quatro filhos, com idades entre nove e
dez, estavam tremendo no chão! Meus doze anos de idade, estava profetizando sobre eles! Eu não tinha
quadro de referência para isso. A reação passando pela minha mente foi: Nós somos bons estoque
Presbiteriana. Nós não fazemos isso!

João chamou todos nós pastoreia em outra sala, onde ele e Randy orou por nós. Agora, o
Vineyard não acreditava no “caindo” coisas, mas o poder de Deus caiu e para baixo nós fomos. Após
cerca de dois minutos eu me levantei, olhei para os pastores a frio em torno de mim e perguntou
John, “O que aconteceu?” John tinha uma dor de garganta, então me ofereci para orar por ele,
apenas uma oração simples. Estendi a mão para tocar-lhe o pescoço. Mais tarde, as pessoas me
descreveu o que aconteceu depois. Quando toquei John, que disse que parecia dois pinos de
bowling colisão. Nós dois girado para fora e voou vários pés em toda a sala em diferentes direções.

Eu fiquei no lugar onde eu desembarcados de 21:00 até 01:00 Nessas horas, tudo mudou!
Enquanto eu estava deitado no chão, o poder de Deus corria através de mim em ondas de energia
elétrica e luz. Eu não podia suportar; Eu não podia falar. Carol Arnott e alguém, eu não sei quem,
me apoiado e começou a me ajudar a colocar as mãos sobre as outras pessoas. Assim como eu,
eles iriam explodir em diversas manifestações. Isso me confundiu completamente!

No dia seguinte, tinha se acalmado um pouco, e eu me encontrei com o pessoal no meu escritório
da igreja. Ninguém podia trabalhar. Nós apenas começou a adoração. Durante todo o dia, como outros
entrou no escritório do estacionamento, eles simplesmente cair no chão e começar a chorar.

Essa noite seguinte, de volta no aeroporto de Vineyard, John me ligou para compartilhar. Eu disse sobre
como eu tinha sido tão seco durante os últimos oito anos. Randy pôs as mãos em mim novamente, e
novamente, o poder de Deus passou por mim e eu
não podia falar. Para os próximos meses eu era frequentemente superado com gagueira, e eu às
vezes ainda gaguejar sempre que a presença de Deus está se manifestando.

No domingo seguinte, na minha igreja, eu compartilhei o meu testemunho. Esta foi uma igreja
onde nunca ninguém tinha caído, mas toda a igreja caiu no serviço 09:00. Quando as 11:00 pessoas
vieram, eles tiveram que passar por cima dos corpos. Então eles começaram a cair, a presença de
Deus era tão pesada. As pessoas finalmente começaram a levantar-se para deixar cerca de 3:30,
mas decidiu voltar à noite, mesmo se tivéssemos nunca teve um serviço de domingo à noite.

Poucas semanas depois, parti para a Rússia e parou de falar por uma noite em uma
conferência em Estocolmo. Enquanto eu estava no pódio, eu senti o Espírito Santo chegando e
pensei: “Oh não, Senhor. Aqui não! Eu só tenho uma noite com essas pessoas, e eu tenho que
pregar o que eu tenho para eles.”Eu decidi olhar para o chão e se concentrar muito difícil ficar
em pé. Bem, o tradutor ao meu lado caiu! Outro veio, e ele caiu no chão! E a próxima! Eu
finalmente decidi parar de lutar contra o Espírito Santo e anunciou: “Eu acho que estamos a
fazer.” Naquele momento, o Espírito Santo caiu sobre todo o lugar.

Como eu continuei minha viagem, a mesma coisa aconteceu na Rússia e no Brasil


- mesmo que eu tinha determinado a não dizer nada sobre o que estava acontecendo em Toronto.
O Espírito Santo estava aparecendo, e estávamos vendo um tremendo aumento em curas físicas
também.
Em 1995, minha esposa, Christina, e me mudei para Vancouver para começar uma nova igreja. Nós
também começamos um ministério chamado Unidas Impacto. Isto cresceu fora de nossa percepção de que
o que Randy tinha dado a mim naquela noite não foi apenas significou para uma grande experiência
one-time ou até mesmo por algumas noites. Ele durou todos esses anos, e nós temos dado a muitos
milhares de outros. Temos viajado e ministrado na cura de muitas nações, e continuamos recebendo
depoimentos de aqueles a quem ela tem impactado. Para um número de anos que estávamos fazendo um
monte de seminários para empresários, e alguns deles estão sendo usados ​por Deus de maneira tão
poderosa que eles me dizem: “Steve, eu não sei se estou executando um negócio ou um ministério. ”Portas
continuar a abrir para o impacto Unidas que nunca esperados. Vamos agora executar três ramos do
ministério de seminários para a formação e líderes equipando, projetos de desenvolvimento e algo que
chamamos de viagens de Compaixão. Nossos projetos de desenvolvimento incluem clínicas médicas,
alimentação
centros, fazendas, ajudando os pobres empresas start, micro-crédito e fornecendo às escolas de água
potável e de costura limpas para as mulheres em maior risco. Aqui está uma entrada de diário a partir de
apenas um dia em uma clínica médica: Abrimos a porta e deixar a primeira centena de entrar para
tratamento médico. Vários membros da equipe mudou-se entre aqueles à espera de tratamento,
oferecendo-se para orar. Quase todos eles imediatamente respondeu com um ansioso, “Sim, por favor.”
Como a equipe orou, algo começou a mudar; tudo o que podíamos sentir o peso em torno deste lugar
começando a levantar. Alguém foi curado, e depois outro, e outro. Houve uma emoção-alguns subindo as
pessoas começaram a bater palmas e gritar como misericórdia de cura e poder de Deus se movia como
uma onda no meio da multidão. Antes da manhã acabou, quatro pessoas totalmente cegas foram
imediatamente e completamente curado. [29]

As Jornadas de Compaixão envolve o envio de equipes em viagens de missões de curto prazo. Cada

ministros membro da equipe na linha de frente, diretamente envolvidos em ambas as manifestações

sobrenaturais e práticas do Reino de Deus. Em abril de 2006, uma equipe tão missões dirigiram-se para a

província Nordeste do Quênia, que foi de 90 por cento de muçulmanos. Há, realizamos open-cura do ar e

evangelismo reuniões em um grande campo no meio da cidade capital, Garissa. No início, muitos muçulmanos

vieram, mas observada a partir de uma distância segura. Como as reuniões continuou, cada vez mais veio para a

frente. Desde o primeiro encontro, Deus irrompeu com curas e milagres, relatórios de que se espalhou por toda a

cidade. Aqui estão algumas curas que ocorreram: um surdo menina de quinze anos de idade, nascido estava

completamente curada. Outra menina surdo e mudo foi curado e falou sua primeira palavra sempre Jesus! Vários

olhos cegos foram abertos, incluindo uma criança que começou a olhar em volta [surpresa]. febres da malária

instantaneamente esquerda. Centenas de pessoas tinham licença dor de longa data. Hemorragia parou. À

medida que o poder de Cristo foi revelada entre os muçulmanos e outros africanos, muitos levantaram as mãos

para receber o Senhor. Dois dos membros da equipe compartilhou o Evangelho com um grupo de cerca de trinta

crianças que tinham chegado mais cedo, todos eles rezaram para pedir a Jesus em suas vidas. Foi um privilégio

para testemunhar este avanço histórico na província NE dominado pelos muçulmanos. muitos levantaram as

mãos para receber o Senhor. Dois dos membros da equipe compartilhou o Evangelho com um grupo de cerca de

trinta crianças que tinham chegado mais cedo, todos eles rezaram para pedir a Jesus em suas vidas. Foi um

privilégio para testemunhar este avanço histórico na província NE dominado pelos muçulmanos. muitos

levantaram as mãos para receber o Senhor. Dois dos membros da equipe compartilhou o Evangelho com um

grupo de cerca de trinta crianças que tinham chegado mais cedo, todos eles rezaram para pedir a Jesus em suas vidas. Foi um privilég

Mais recentemente, em maio de 2012, nós vimos algumas demonstrações surpreendentes do poder de
Deus em Nakuru prisão do Quênia. Fizemos um batismo lá em um sábado, e na segunda-feira seis
homens foram levados da prisão para o tribunal para ser julgado. Como é costume, antes da sentença, o
juiz perguntou se o primeiro homem tinha algo a dizer. O jovem respondeu: “Eu sou agora um nascidos
novo cristão que foi batizado no sábado na prisão. Eu sou um novo homem.”

O juiz, então, perguntou se o jovem era um daqueles batizados no tanque na prisão - ele
tinha visto na televisão nacional. Todos os seis homens disseram-lhe que tinha sido
batizado. O juiz olhou para eles por algum tempo, em seguida, fez algo que Nunca acontece.
Deu-lhes toda uma pena suspensa, condicionada à-los ficar fora de problemas por seis
meses.

Era inacreditável, mas apenas o começo. Em seguida, o capelão da prisão nos informou que
152 guardas prisionais pediu para ser batizado na próxima batismo. Surpreendente! Em seguida,
o presidente da maior rede de televisão no Quênia ligou para dizer que a rede decidiu mostrar o
batismo prisão na televisão nacional quatro vezes. Eles nunca tinham mostrado qualquer notícia
que muitas vezes desde que ele era o presidente da empresa. [31]

Fora da prisão, em uma área muito pobre de Nakuru, muitas pessoas vieram a Cristo através
do ministério de nossa equipe. Cataratas desapareceram, dor esquerda de longa data. Vários da
equipe pregou e orou orações poderosas sobre a multidão. Ao final da viagem, 1.380 pessoas não
tinha só vêm a Cristo-que tinham dado suas informações de contato e estão sendo integrados em
igrejas locais, incluindo um estudo bíblico semanal para 56 muçulmanos que vieram a Jesus. Cada
Journey of Compassion como esta dá fruto incalculáveis ​para o Reino de Deus.

O que me foi dada através impartation foi multiplicado muitas e muitas vezes. Nós
treinamos pessoas, e depois vamos sair do caminho e deixá-los fazer o ministério. Esta
filosofia vai todo o caminho de volta para 1994, quando Randy dado a mim. Impartation é
reproduzível. É assim que o Reino de Deus multiplica! [32]
Stacy e Casey longo Catch the fire EUA

Coordenadores Nacionais

[A comunicação Stacy e Casey longa recebeu definiu-los no fogo para espalhar avivamento através
dos Estados Unidos e ao redor do mundo. Eu quero deixar Stacy nos dizer sobre isso em suas próprias
palavras.]
Eu admito que não era o meu momento mais piedosa, mas lá estava eu ​na fila de trás da igreja,
fazendo beicinho genuinamente. Vindo de uma igreja não-denominacional, eu nunca tinha ouvido uma
mensagem no impartation ea transferência de unção. Randy Clark fez um trabalho tão bom de
explicá-lo, usando tantas Escrituras, que eu estava absolutamente convencido e pensou: Isto é para
mim. Então, eu quase rudemente empurrou meu caminho até a frente da igreja durante o tempo
impartation e assumiu a posição de “receber”, com as mãos para fora. Eu coloquei o olhar mais
desesperado na minha cara que eu poderia reunir. Afinal, eu queria Randy saber que eu estava
desesperado. I abriu um olho para ver se ele me viu. Ele me vê; ele está vindo; ele está vindo. Ele
vai orar por mim por um longo tempo, e eu vou cair para baixo, rir, chorar, tremer e ser mudado
para sempre. Ou assim eu pensava. Isso é o que as outras pessoas estavam fazendo.

Ouvi Randy orando por uma mulher ao meu lado, então de repente um impulso polegar na palma da minha
mão direita e eu ouvi as palavras “Deus o abençoe, Senhor.” Em seguida, Randy se afastou.

Abri os olhos em um pouco de choque e pensei para mim mesmo, Era isso? Isso é tudo que eu vejo? Nada
aconteceu! Baixei a cabeça, fiz meu caminho para a fileira de trás, onde minha esposa estava sentado e
começou a ficar de mau humor. “O que aconteceu?” Minha esposa perguntou.

“Nada aconteceu”, eu disse a ela. “Ele disse: 'Deus o abençoe, Senhor', e, em seguida, ele foi embora.”
Eu estava realmente desapontado. Eu sabia que precisava que Randy estava falando.

Só então a palma da mão direita, o lugar exato onde Randy me tocou, começou a queimar. Então
minha mão esquerda começou a queimar. Então minhas pernas e mãos começaram a tremer. Eu gritei,
“Alguma coisa aconteceu, alguma coisa aconteceu!” E algo aconteceu! A minha vida ea vida da minha
família nunca mais seria a mesma depois disso.

Minha família e eu estava se preparando para ir para a Bósnia como missionários, e este
impartation ocorreu dois meses antes de sairmos. Ao melhor
milagre que tinha visto até aquele momento foi quando orou para dor de cabeça de alguém, e dois
dias e muitos Advil depois, ele se foi. Mas nós nos mudamos para Bósnia e começou a ver curas,
libertações dramáticas, o profético fluindo e as pessoas sendo salvas de maneira sobrenatural.

Um tal salvação sobrenatural aconteceu com um amigo a quem chamarei de Mark. Sua lembrança
mais antiga era de seu pai estuprar sua irmã mais velha. Seu pai vencê-lo, suas irmãs e sua mãe
diariamente. Quando Mark tinha quatorze anos, a guerra estava ocorrendo e sua mãe diabética não
conseguia insulina. Como resultado, ela tinha que ter sua perna amputada. Ao visitar-la no hospital,
Mark ouviu a voz embriagada de seu pai no corredor. Ele olhou para fora para ver seu pai dar a
médicos e enfermeiros dinheiro. Mark assisti-los todos a pé, e ele sabia que algo ruim estava para
acontecer. Ele se escondeu atrás de uma cortina, como seu pai começou a estuprar sua mãe e
vencê-la recém-amputado a perna até que ela morreu.

Nós nos conhecemos Mark quando ele tinha cerca de vinte anos de idade. Dizer que ele teve
alguns problemas de raiva seria um eufemismo. Ele começou a vir ao nosso culto e imersão
reuniões por causa do amor, aceitação e presença de Deus que ele sentia. Uma noite, em nossa
reunião de imersão, Mark foi lentamente andando para trás e para frente em toda a sala de estar,
rezando ou adorar. Eu estava fazendo o mesmo quando notei que Mark tinha parado e estava de pé
em um só lugar, olhando para o chão. Eu tinha o desejo de ir lá e orar por ele, mas não queria
interromper seu tempo pessoal com Deus. Depois de um tempo eu fui, gentilmente colocou as mãos
em seus ombros e rezou uma breve oração: “Espírito Santo, você tem que ajudá-lo.”

Só então ele caiu para a frente com as mãos para os lados, como se tivesse desmaiado. Outro
amigo e eu o peguei pouco antes de ele bateu o rosto no chão. Ele foi imediatamente encharcada
de suor, vermelha e agitando intensamente. Ele ficava olhando em volta com medo, dizendo: “Onde
você me levar? Quanto tempo eu foi embora? Onde você me levar?”Levou mais de uma hora para
convencê-lo que ele não tenha levado em qualquer lugar, que era no mesmo dia e que nós não
colocar drogas em sua bebida. Ele quase não acreditaram em nós. Aparentemente, ele teve um
encontro de três dias de duração que ocorreu no meio segundo entre mim orando: “Espírito Santo,
ajude-o” e nossa pegá-lo antes que ele enfrentam plantadas. Ele estava em um campo, e Jesus
caminhou até ele e tinha o que parecia ser uma luz que brilha para fora de atrás da cabeça. Mark
viu um grupo de anjos pairando
no ar, cantando sons que não temos aqui na terra. Mark disse que era tão bonita que ele queria
apenas sentar-se lá para sempre e ouvir. Jesus levou a um deserto de dunas de areia e
deixou-o lá. Mark começou a correr com medo por horas e horas, gritando nossos nomes até
que ele entrou em colapso. (Isto é, aparentemente, por que ele estava vermelho brilhante e
pingando de suor.) Enquanto Mark estava correndo no deserto, Jesus falou-lhe do céu sobre
verdades e mentiras. Jesus, então, tomou Mark ao funeral de sua mãe. Lá, ele foi como um de
vinte anos de idade, estando com Jesus e vendo-se como um quatorze anos de idade, no
funeral de sua mãe. Tudo era exatamente como ele lembrava, exceto por um detalhe que foi
destacado. Quando todo mundo estava quase pronto acumulando sujeira volta para o caixão de
sua mãe, ele viu seu tio jogar duas bugigangas católicos na sujeira.

Jesus tomou Mark trás e mostrou-lhe cada coisa dolorosa que seu pai nunca fez com ele. Ele
tornou-se cada vez mais enfurecido ao dano e dor que seu pai tinha causado. Então Jesus começou a
mostrar a ele a cada momento e incidente em que Mark tinha causado alguém dor mais. Seu coração
começou a amolecer quando ele percebeu que ele era culpado, assim como seu pai. Em seguida, o
encontro terminou.

Como Mark descreveu este encontro, eu estava completamente espantado na grandiosidade de Deus.
Mark, por outro lado, não estava convencido de que era de Deus. Ele continuou tentando dizer que foi por
causa do stress e que ele não estava dormindo o suficiente e não tinha sido comer os alimentos
adequados. Ele descobriu que era por isso que essa coisa louca tinha acontecido com ele. Não importa o
quanto eu tentasse, eu não conseguia convencê-lo de que este encontro era de Deus.

“Há apenas uma maneira de descobrir se isso é verdade ou não”, Mark me disse. “Como?”, Perguntei.

Ele disse: “Eu tenho que ir para o túmulo de minha mãe.” Ele implorou e suplicou para que eu
vá com ele para o túmulo de sua mãe e ajudá-lo a escavar no meio da noite, mas eu recusei.
prédio de Mark copiados para o enorme cemitério da cidade onde sua mãe foi enterrada. Ele
deixou a minha casa naquela noite em torno de 01:00, foi para casa, pegou uma lanterna e uma
pá, pulou o muro do cemitério e se aproximou túmulo de sua mãe. Ele se abaixou e começou a
cavar direito em torno do local onde ele tinha visto seu tio jogar as bugigangas na sepultura
durante o “encontro”. Como ele cavou para baixo várias polegadas, que o atingiu. Estou profanar
o túmulo de minha mãe em
a meio da noite! ele pensou. O que eu estou fazendo? Só então a pá pegou algo
metálico.
Volta das 11:00 da manhã seguinte, recebi uma batida na minha porta. Eu abri-lo para ver Mark. “Eu
encontrei-los!”, Disse.
Arrepios subiu e desceu todo o meu corpo, eo vento estava quase bateu no meu peito. Ele me
contou a história do que tinha acontecido no túmulo. Como ele desenterrou essas bugigangas de
metal, uma onda de realização o atingiu-o encontro era tudo verdade. Já de joelhos, ele começou
a chorar incontrolavelmente e gritar: “Jesus! Eu acredito em você. É verdade! Eu preciso de você!
Ajude-me! Minha vida é sua!"

Mark deu sua vida para Jesus no túmulo de sua mãe, no meio da noite, e ele nunca mais foi a
mesma desde então. Esta é apenas uma das histórias surpreendentes de graça incrível de Deus
que temos sido uma parte, e apenas uma das centenas de testemunhos do poder de impartation
para afetar vidas. [33]
Só porque

Este capítulo começou com duas perguntas: “Por impartations? Por sinais e
maravilhas?”Será que eles ocorrem para validar uma mensagem? Eu acredito
que este é o caso, mas o mais importante, eu acredito que Deus faz coisas boas
só porque ele é bom. Ele trabalha atos de amor só porque Ele é amor. Sinais e
maravilhas, milagres e curas são apenas Deus ser Deus e revelar a Sua glória a
um mundo que é desesperadamente ignorantes de sua verdadeira natureza.
Será que ele precisa qualquer outro motivo?

Deus revela a Sua glória através de Seus sinais de amor e maravilhas da


compaixão. Sem a Sua comunicação do poder e do amor, que seria incapaz de
fazer Seus sinais de amor e maravilhas da compaixão. E em nossa incapacidade
de refletir o nosso Pai Celestial, nós levaria longe da glória que deve ser
trazendo-o por dar muito fruto.

Mas esse não é o caso. Ele faz coisas boas, porque Ele é bom, e Ele nos dá a
capacidade de refletir a Sua glória através fruto muito maravilhoso. E assim a Sua
Palavra em Habacuque 2:14 está sendo cumprida, “Porque a terra se encherá do
conhecimento da glória do SENHOR, como as águas cobrem o mar.”
7
Radi ca l impartation ence Obedi

para o poder de morrer

Quando eu prego sobre o tema da impartation e saber que eu vou orar pelas
pessoas depois, eu sempre compartilhar a experiência de Heidi Baker eo fruto
maravilhoso que ocorreu desde que ela recebeu uma impartation. Muitas vezes,
depois de pedir as pessoas, “Quantos de vocês gostariam de receber uma
impartation como Heidi Baker recebeu?” Quase todo mundo levanta suas mãos.
Eu, então, dizer: “Agora, deixe-me dizer-lhe o resto da história.” Então eu lhes
dizer sobre todo o sofrimento e as dificuldades dos Bakers enfrentados no prazo
de dezoito meses de experiência de impartation de Heidi. I salientar que muitas
vezes existe um grau de dificuldade que corresponde ao grau da intensidade da
impartation. Eu não entendo como tudo funciona; tudo o que eu tenho certeza é de
que o preço do avivamento é alta e que impartations preparar as pessoas para
estar dispostos a pagar esse preço.

Enquanto orava para que as pessoas recebam um impartation, eu não basta


pedir a Deus para enchê-los com poder; Peço também que Ele batizá-los em Seu
amor. Eu sei que é o batismo de amor que vai mantê-los de desistir quando as
coisas ficam
resistente. É o batismo de poder que lhes dá a capacidade de ministro, mas é
o batismo de amor que lhes dá a motivação para servir, e para continuar a
ministração, especialmente em missões.

Meu amigo Graham Cooke me contou sobre um evento de treinamento ele e


Jonathan David, um líder apostólico da Indonésia, realizado nas Filipinas. Eles
estavam treinando cerca de setenta jovens líderes que estavam indo para a
China e outros lugares onde a pregação do Evangelho podem resultar em prisão
e / ou morte (isso foi em meados-to tardia 1990). Uma jovem veio para os dois
líderes e lhes disse sobre ter uma visão de sua morte como um mártir. Mais
tarde, uma segunda pessoa teve uma visão semelhante, desta vez um jovem. Em
seguida, outro jovem veio com lágrimas nos olhos, profundamente
sobrecarregado em sua alma. Ele fez a pergunta: “Existe algo desagradável em
minha vida que o Senhor não me consideraria digno de ser martirizado por causa
dele?” Este é o fruto daqueles que tiveram uma concessão poderosa do Espírito
Santo.

O líder apostólica Sophal Ung do Camboja experimentou profundo sofrimento


tanto no âmbito do Khmer Rouge e os vietnamitas. Ele foi um dos primeiros
jovens cambojanos para ser levado ao Senhor na década de 1970. Ele foi
poderosamente cheios do Espírito Santo durante uma experiência onde o
Espírito Santo soprou aberta a janela de uma sala superior, onde os fiéis oravam
e encheu-os. Eles começaram a quer falar em línguas ou profetizar. Mais tarde,
quase 90 por cento de sua congregação seria morto em
The Killing Fields ou em outros lugares por parte dos soldados do Khmer Vermelho.
Depois de ser torturado si mesmo, colocar em um calabouço da prisão e ser o único
sobrevivente de cerca de duzentos prisioneiros, ele escapou milagrosamente e,
eventualmente, fez o seu caminho para os Estados Unidos com sua esposa e cinco
filhos. Não muito tempo depois de chegar aos Estados Unidos, sua esposa morreu de
câncer. Deus então chamado Sophal Ung volta ao Camboja. Esta foi a coisa mais difícil
que ele já tinha ouvido falar de Deus. Ele teria que deixar seus cinco filhos nos Estados
Unidos para ser cuidada por outros amigos e familiares. A vida de Sophal Ung é uma
vida de milagres, uma vida de sacrifício e fé.

Apenas um batismo de amor e poder poderia dar a alguém a capacidade de


enfrentar a perspectiva de tortura e morte, de deixar para trás cinco biológica e
dois filhos adotivos e a segurança eo conforto dos Estados Unidos e para retornar
ao país assolado pela guerra e empobrecida do Camboja. Eu pessoalmente
entrevistados Sophal Ung na nossa primeira viagem ao Camboja em 2003.
Voltamos em 2010 e entrevistou-o de novo, e de várias horas de entrevistas
estamos montando um poderoso livro sobre sua vida e ministério. Eu acredito
que ele é o maior apóstolo da nação do Camboja, e seu coração arde para a
salvação de sua nação. Quando visitou Toronto Airport Christian Fellowship, ele
experimentou uma nova e poderosa enchimento tal do Espírito Santo que afetou
seu corpo até que ele se abalou e tremeu sob o poder.
Vietnamita torturaram com aguilhões, mas elétricos em vez de trazer fraqueza e
dor, o poder de Deus trouxe alegria, força e ousadia. Ele então encorajou
qualquer cambojanos nos Estados Unidos que estavam considerando retornar ao
seu país para ajudar no ministério, primeiro, ir com ele para Toronto e receber de
Deus.

O sacrifício Família

Meu amigo Guy Chevreau e eu estávamos conversando uma noite sobre o custo de
viver nossas vidas para Cristo e trabalhar nesta renovação / renascimento. Nós
concordamos que nós sentimos tudo o que tinha pago valeu a pena. Nós
concordamos que nada realmente deve ser contado como um sacrifício à luz de
como Deus estendeu a mão e tocou-nos, nos capacitou e enviado para as nações.
Então Guy me disse: “Isto é, nada é um sacrifício, exceto o custo para as nossas
famílias. Toda vez que a placa de oferta vem por, eu coloquei minha mão nela e
propósito em meu coração que a minha família é colocada na oferta “.

Eu concordei. Embora não tenhamos deixado nossos filhos para trás na maneira que
Sophal Ung tinha que fazer, nós dois estávamos gastando cerca de 180 dias por ano
longe de nossas esposas e filhos. Uma vez, quando voando com Rolland e Heidi Baker
em Moçambique, começamos a falar sobre o que um privilégio era ver um
renascimento, um movimento de pessoas, uma colheita de almas acompanhado por
milagres de curas, libertações e disposição. No entanto, todos nós concordamos que as
nossas famílias tinha pago
um preço muito alto. Sabíamos que pelo menos metade da vida de nossos
filhos foram gastos separados de nós. Nós incentivou-nos que Deus seria fiel a
tocar nossos filhos e de alguma forma resgatar o tempo que tivemos de passar
longe deles.

Em comparação com outros períodos de expansão missionária, no entanto,


estamos vivendo em um momento melhor. No movimento moderno missionário
do século XIX, missionários, muitas vezes teve que deixar seus filhos sob os
cuidados de avós ou tios e tias, porque eles perceberam que havia uma alta taxa
de mortalidade de crianças no país onde estaria servindo. Outros missionários
como Hudson Taylor os batistas e Adoniram Judson, dois grandes missionários
pioneiros para a China e para a Birmânia, esposas enterrados e crianças no solo
dos seus campos de missão. próprios avós de Rolland enterrado dois filhos nas
remotas montanhas do Tibete.

Eu acredito que nós estamos vivendo em um momento melhor, mas não


podemos ignorar que ainda há um preço a pagar. É fácil dizer: “Sim, eu quero a
unção! Eu quero um impartation!”É outra coisa que estar disposto a pagar o preço.
As pessoas vêem o maravilhoso, incrível reavivamento acontecendo em
Moçambique e as nações vizinhas hoje através Iris Ministries. O que eles
raramente se vê são as lutas sempre presentes, batalhas e sacrifícios do rosto
Bakers. Quando querido amigo de Rolland Mel Tari ouviu falar sobre a escrita
deste livro, ele pediu meu editor (que era irmã de Rolland, Linda Kaahanui), “Por
favor, faça o que fizer, não deixe as pessoas com a impressão
que a unção é algo que você pode simplesmente correr para o altar, e bang,
através de uma experiência rápida, você tem um ministério poderoso.”

Mel está certo. Deus trabalhou durante dezessete anos no coração de


Rolland e Heidi, trazendo-os para um lugar onde eles eram servos humildes e
obedientes disposto a ser completamente derramado. Revival não é apenas
sobre o poder
- ou mesmo principalmente sobre o poder. Mais importante ainda, é sobre o amor e humildade.
Estamos dispostos a permitir que o Espírito Santo para fazer o que for preciso para nos quebrar o

nosso orgulho, nossa necessidade de controlar, os nossos motivos egoístas no ministério? Será

que estamos desesperados o suficiente para que Deus deixá-lo ter completamente o seu

caminho em nós?

Em abril de 1999 eu estava em Redding, Califórnia, para ministrar com o meu


amigo Bill Johnson em Bethel Church. De alguma forma, Heidi e eu acabei na
igreja de Bill ao mesmo tempo. Eu tinha ouvido falar que as coisas maravilhosas
estavam acontecendo com Heidi e que ela tinha sido poderosamente tocado
através da profecia dei-lhe em janeiro de 1997. Até este momento, eu não tinha
sido capaz de atender Heidi pessoalmente, nem tinha eu realmente entendi a
magnitude o que Deus tinha feito por ela e Rolland. Eu também não sabia que o
alto custo sua família tinha pago como resultado de “saindo” a palavra profética.
Em dois anos, houve mais de 250 igrejas plantadas! Mas isso não foi conseguido
com uma grande força missionária e uma denominação inteira atrás deles. Este
foi um aumento verdadeiramente milagrosa de apenas uma igreja, doze líderes
moçambicanos e Rolland
e Heidi.
No Bethel Church, ouvi o testemunho de Heidi pela primeira vez quando ela
pregou um sermão poderoso em andar pela fé. Pela primeira vez, compreendi
quão importante essa palavra profética tinha sido e quanto sofrimento o Bakers
tinha passado em obediência a caminhar para fora as promessas de que a
palavra.

Não é suficiente simplesmente ter alguém orar por você ou profetizar sobre
você. Essa palavra do Senhor devem ser atendidas com a fé, apossaram-se e
entrou. Deus tinha um destino para os filhos de Israel, quando os levava para fora
do Egito. No entanto, a incredulidade manteve que a geração de nunca chegar a
terra da promessa de Deus. Rolland, Heidi, Leif e outros como eles estão andando
no destino prometida de Deus para suas vidas, mas não simplesmente por causa
de um único ato de impartation ou profecia. É porque eles optaram por receber
pela fé que Deus prometeu, custe o que custar, e que decidiram colocar tudo para
baixo no amor imprudente para Jesus, em total submissão à Sua cada líder.

Heidi me disse uma vez como ela pega sua liderança em Moçambique. Uma
das coisas que ela faz é trazer pastores para o orfanato para ver como eles
ministrar, brincar e amor nas crianças. Se eles não têm o verdadeiro amor para as
crianças e uma disposição para servi-los, em seguida, ela sente que eles não têm
o suficiente de um coração de servo para ser considerado um líder-chave. Ela
olha para o amor e serviço.

Eu encontrei um dos mais poderosos exemplos desse tipo de amor e servo de


coração em um email de Rolland
referindo-se a uma epidemia de cólera perigosa que tinha quebrado há algum tempo no seu
centro de ministério em Zimpeto. Muitas crianças estavam lutando por suas vidas, e os
médicos acreditavam muitos iriam morrer de cólera. Eles pensaram que a doença foi
introduzida por alimentos contaminados levou a um casamento em sua igreja.
Descontroladamente contagiosa, dentro de dias de cólera havia dizimado setenta crianças,
pastores e trabalhadores, que tiveram de ser levado para um hospital de cólera especial
em Maputo. Este foi realmente um grande, tenda estritamente quarentena cheio de
“tabelas de cólera”, camas de madeira nua com um furo em cada um e baldes debaixo
para a diarreia sem parar e vômitos. Cada paciente estava em um gotejamento IV. Rolland
contou a história melhor em um boletim Iris Ministries na sequência do surto: as
autoridades de saúde de Maputo ficaram aterrorizados de uma epidemia em toda a cidade.
Diretor de Saúde de Maputo pôs o dedo no rosto de Heidi e lhe disse: “Você vai ser
responsável pela morte de metade do Maputo!”. . . Logo a polícia da cidade foram
envolvidos, com a intenção de desligar todo o nosso centro e ministério. Para os dias nada
parecia ajudar. Fomos lavar e desinfectar tudo. Nossos caminhões estavam fazendo
hospitalar funciona dia e noite. Nossa própria clínica estava cheia de crianças em IVs.
Nossa equipe estava completamente exausto.

Apenas Heidi foi autorizado a visitar o hospital tenda. Todos os dias ela iria entrar e passar
horas e horas com os nossos filhos, mantendo-os, mergulhando-os em oração, declarando que
eles iriam viver e não morrer. Eles vomitou sobre ela, cobriu com sujeira, e lentamente cresceu
mais fraca. Muitos estavam à beira da morte, os olhos encovados e rolando para trás. Os médicos
ficaram chocados com a sua falta de preocupação para si mesma, e estavam certos de que ela iria
morrer junto com muitos de nossos filhos. [34]

Durante todo esse tempo, o Espírito Santo continuava a cair sobre a


reuniões de pastelaria. Rolland relata que um forte espírito de intercessão veio
seus pastores mais fortes, que iria rezar todas as horas para as vítimas de
cólera e o sofrimento de toda a nação. grupos de oração de intercessão nos
EUA, Canadá e em todo o mundo se juntou a eles. todo o futuro do ministério
em Moçambique estava em questão eo pessoal estava exausto, e, em seguida,
algumas das crianças começaram a vir para casa do hospital e não houve mais
casos novos! “Extraordinária” foi a única palavra que eles poderiam usar para
descrevê-lo. Só assim, a cólera tinha desaparecido, e por tudo isso Heidi estava
bem. No boletim, Rolland relacionada a reação atordoado do pessoal médico
fora do seu ministério:

Os médicos e enfermeiras do hospital estão em estado de choque e espanto. O Diretor de


Saúde volta a colocar um dedo no rosto de Heidi: “Você! Isto é Deus! A única razão que você
tem através desta era Deus! Você e dezenas dessas crianças deve ser morto!”

Oito da equipe médica não querem trabalhar com a gente agora. “Este é milagroso! Você
sabe que Deus! Nós nunca vimos Deus fazer qualquer coisa assim. Nós nunca vi tanto
amor! Nós não querem trabalhar mais aqui. Queremos trabalhar com você!”E assim eles
vão.

The Bakers não perdeu uma única pessoa que vivia com eles em Zimpeto no
momento do surto. Em questão de dias, a pior crise que já enfrentou
transformado em ondas de paz e alegria no centro, e sua resposta foi para adorar
o Senhor em todas as horas, contemplando a Sua beleza em seus corações e
desfrutar de sua companhia.

Em uma de nossas conferências anteriores, Rolland e Heidi compartilhada como a


elevação da taxa de atrito é para os norte-americanos
que vão no campo como missionários de longo prazo. A menos que tenham uma
experiência de capacitação do Espírito Santo, muitos não duram muito tempo. Um
ótimo preço deve ser pago para a busca de Deus e para o desejo de ser um
discípulo que não só tenta obedecer comandos éticos de Deus, mas para obedecer
ao seu comando para curar os expulsamos demônios doentes,, pregar a Boa Nova
aos pobres e ressuscitar os mortos.

Em outro e-mail Rolland me enviou, ele falou sobre sua primeira viagem
para o Congo, que ele tomou de surpresa Sithole. No meio de descrever as
dificuldades das pessoas e a viagem, Rolland afirmou,

Este movimento não perseguir saúde e riqueza, ou manifestações ou sinais e maravilhas.


Nós pregamos Jesus crucificado, eo poder da Cruz. Nada conta, mas a fé que atua pelo
amor, produzindo alegria! Nós buscai primeiro o seu reino ea sua justiça, e todas essas
outras coisas vai perseguir-nos! Estamos aprendendo a ser ricos em boas obras, e
abençoado com a piedade e contentamento. Nós estamos caindo no amor com Aquele que
é o amor, até que nada neste mundo que nos atrai como ele faz. . . .

Depois de todos estes anos de pregação no mato entre os pobres e distantes,


percebemos que temos visto apenas o começo do que Deus planeja para a África. Norte
de África, considerado quase fora dos limites para o Evangelho cristão, está acenando.
Jesus não tem concorrência, uma vez Sua realidade, amor e poder são conhecidos.
Angola e na África Ocidental está chamando. As multidões querem o que é real. Nossos
corpos estão esgotados, nosso tempo é esticado além da resistência, nossa sabedoria
para pastorear esse movimento é finito, mas todas as manhãs nos encontramos renovado
pelo poder de Deus. Esses pastores em Bukavu estão prontos para pregar em todo o
Congo, tendo o fogo de Deus em todos os lugares que vão. Devemos incentivá-los;
devemos fazer a nossa parte; devemos obedecer. Nossas vidas não valem nada para nós, [35]
O que é avivamento tudo isso? Sacrificar a ser feita? Sim. Joy estar presente?
Sim. Amor chegar aos outros? Sim. Intimidade com Deus no lugar secreto? Sim. Eu
posso ouvir os apelos de Heidi enquanto escrevo, “Lower ainda, menor ainda, menor
ainda, o rio corre para o lugar mais baixo, mais baixo ainda, ainda mais baixo.” Ela
está sempre clamando por uma maior disposição para estabelecer sua vida , seu
orgulho e seus próprios desejos.

Os Nets estão quebrando!

Quais são os dois motores que impulsionaram este movimento de Deus, este
novo movimento missionário ao redor do mundo? Eles são intimidade com Deus e
humildade diante de Deus. Estes dois motores foram alimentados por amor e
poder, impartations e presentes. Eu costumava impartations no plural de
propósito, pois sei de vários impartations Heidi recebeu e que Rolland recebeu
desde a profecia inicial Eu dei a ela em Toronto. Não é uma experiência única,
mas que terá de ser repetido como nós nos dedicarmos em seu nome a quem
precisa. Nós que estão dispostos a “gastar e ser gasto” (2 Coríntios 0:15, RSV) para
a salvação das almas precisa ter ocasionalmente nossas próprias vidas
renovadas por um impartation fresco do Espírito Santo.

Você quer ser parte deste novo movimento missionário? Eu lhe dei a chave
para ser usado por Deus: intimidade e humildade e fé e a fome para pedir a Deus
para um poderoso comunicação do Espírito Santo. Alguns de vocês podem nunca
ter tido a experiência de ser preenchido com ou batizados no Espírito Santo. Outros
podem ter tido essa experiência, mas você precisa de um novo enchimento fresco,
ou você precisa de um impartation para certos dons para aumentar sua fecundidade
no Seu Reino. Talvez você precisa dos dons de curar, o dom da fé para os milagres,
o dom da palavra de conhecimento ou o que Deus tem para você.

Na verdade, esses dons muitas vezes vêm em tandem. Por exemplo, os dons
de curar muitas vezes ligado ao dom da palavra de conhecimento; o dom de
operação de milagres está ligado ao dom da fé; o dom da profecia para o dom do
discernimento; e o dom de línguas para o dom de interpretação de línguas. Então
eu encorajo-vos a pedir e manter a perguntar, bater e continuar batendo, buscar e
continuar procurando. Gostaria de lembrar das palavras do apóstolo Paulo: “Mas
procurai com zelo os melhores dons” e “Siga o caminho do amor e procurai com
zelo os dons espirituais, principalmente o dom de profecia” (1 Coríntios 00:31; 14:
1) .

Durante a escrita de edição revista deste livro, Rolland Baker voou ao meu
encontro no estado de Washington, para que pudéssemos ir sobre os detalhes
que tinham a ver com Iris Ministries neste manuscrito. Quando chegamos à
seção sobre Moçambique, ele me disse, “Help é desesperadamente necessário.
As redes estão quebrando! A menos que mais ajuda vem do povo moçambicano,
muitos convertidos serão perdidos. Os poucos trabalhadores estão se tornando
exausto. Mãos estão se tornando mole do fardo do peso da colheita.”
O que está acontecendo em Moçambique hoje pode ser definido como um Você
pode ler a história completa do que Deus está fazendo lá no livro Bakers' Always
Enough “movimento de pessoas.”: Provisão Milagrosa de Deus entre os mais pobres
Filhos da Terra (Escolhido, 2003) . Um movimento de pessoas ocorre quando o
Espírito Santo está trabalhando de uma forma muito especial, e todos em uma
determinada área está pronto para aceitar Jesus. Eu fiz um compromisso comigo
mesmo que se eu era sempre o privilégio de testemunhar um verdadeiro movimento
de pessoas, eu faria tudo o que podia para tentar obter trabalhadores para a seara
para colher a colheita antes que se perdesse. Então eu encorajo-vos a considerar ir
comigo ou um dos meus colegas para Moçambique. Você pode vir se juntar a nós
nas nações! Talvez você vai encontrar um novo significado para a sua vida como
você colocá-lo para baixo para Ele. Várias pessoas que viajaram comigo estão indo
agora para Moçambique regularmente como missionários de curto prazo, e várias
igrejas tornaram-se parceiros com os Bakers, como resultado de ver em primeira
mão o que Deus está fazendo através deles. Orar ao Pai que Ele envie operários
para a sua messe. Você poderia estar entre eles, e, literalmente, milhões de almas
estão em jogo!

Ser revestidos de poder

Mas primeiro, antes de ir a qualquer lugar, aconselho-te com as palavras de


Jesus. “Mantenha-se na [sua] cidade, até que sejais revestidos de poder do alto”
-este depois que ele prometeu
-los, “eu vou enviar-lhe o que meu Pai prometeu” (Lc 24:49). Esta foi a promessa
do Espírito Santo. Eu acredito que a referência aqui não é a obra de regeneração
do Espírito, ou para selar o crente, mas ao ministério do Espírito Santo para “vir
sobre”-los e enchê-los com o poder do alto.

Se você é um cristão, você já foi batizado pelo Espírito no Corpo de Cristo (ver
Romanos 8: 9; 1 Coríntios 12:13). Mas estou aconselhando você além de que
desejar a promessa poderosa do Pai para que o Espírito descer sobre vós e vos
encha de poder para o serviço. O próximo capítulo contém algumas histórias
sobre o que pode acontecer quando “pouco ole me” as pessoas estão revestidos
de poder. A vontade de morrer para si mesmo e às vezes até mesmo para morrer
como um mártir é uma fruta de tais impartation e traz muitos frutos para o Reino,
para a glória de Deus.

Digo-lhes a verdade, a menos que um grão de trigo não cai na terra e morre, resta apenas uma
única semente. Mas, se morrer, produz muito fruto. O homem que ama a sua vida perdê-la,
enquanto o homem que odeia a sua vida neste mundo, conservá-la para a vida eterna.

João 12: 24-25

Mas que para mim era lucro, passei a considerar perda, por causa de Cristo. O que é mais, eu
considero tudo como perda, comparado com a suprema grandeza do conhecimento de Cristo
Jesus, meu Senhor, por quem perdi todas as coisas.

Filipenses 3: 7-8

Vamos orar juntos para o poder e amor-o radical obediência para contar
todas as coisas como perda, por causa de
conhecer a Cristo e servir o seu Reino.

O Espírito Santo, trabalhar em nossos corações hoje para produzir um


amor que é extravagante para Deus. Dê-nos um amor tão extravagante que
estamos dispostos a “perder” a nossa vida nele, derramado como perfume
caro. Só é possível produzir este tipo de amor sacrificial de Jesus eo Pai.
Confessamos que não podemos crucificar nossa carne; este deve ser o seu
trabalho. Então venha, venha, Espírito Santo, e criar em nós a vida de Cristo.
8
Cl ot wi HED th Poder

Ninguém está seguro!

Antes de janeiro de 1994, eu tinha ouvido várias vezes por diferentes


oradores em várias conferências,

Um reavivamento está chegando. Será um sem nome, sem rosto renascimento onde haverá
nenhum “homem de poder para a hora de Deus” superstars, mas sim a ênfase será sobre os
santos equipadas da Igreja. Tantos será tocado que, em grandes eventos onde muitas curas
e milagres estavam acontecendo, os repórteres não será capaz de descobrir quem orou por
alguém que acaba de receber uma grande cura milagrosa. Por que não? Porque os santos
foram equipados e a antiga distinção entre clérigos e leigos foi substituído de compreender
que ele seja o papel do clero para orar pelos enfermos, ao entendimento de que o papel do
clero e todos os escritórios cinco vezes é “ equipar os santos para a obra do ministério “. [36]

Eu acredito que as emanações em Toronto, depois em Pensacola, Flórida, e em


Smithton, Missouri, eram um cumprimento dessa palavra profética, juntamente com
as emanações em diversas faculdades evangélicas e também mais cedo através de
Rodney Howard-Browne.

Por muitos anos, tenho observado a prática de impartation e estudou as


Escrituras sobre esta graça vital. Deus soberanamente escolhe para ungir alguém
com a graça
para impor as mãos sobre os outros. A pessoa orou para receber uma transmissão
da potência para curas, sinais e / ou libertações. Alguns recebem um impartation
através da oração corporativa ou individual, sem a imposição das mãos.
Independentemente do método, as pessoas que recebem um impartation são
então poderosamente usado para fazer avançar o Reino de Deus.

Notei que durante os primeiros dias do pentecostalismo, muitos dos homens e


mulheres que saiu e foi pioneira igrejas ao redor do mundo foram tocadas pela
primeira vez por um poderoso comunicação do Espírito Santo. Muitos receberam
seu poder incomum através de ir para a rua de Azusa e quer “orando através de”
no cenáculo para o batismo no Espírito Santo, ou por ter alguém colocar as mãos
sobre eles para esta experiência. Independentemente de qual dos dois caminhos
bíblicos de conceder energia ocorreu, o problema é que eles fizeram receber o
poder. E, quando iam ao redor do mundo com esta mensagem de restauração,
muitos outros foram edificada na fé através de suas palavras. A mensagem
Pentecostal era a resposta a meio século de oração expectante que subiu da
Igreja em todo o mundo. Essa oração foi baseada na crença de que Deus estava
prestes a restaurar à Igreja os dons e o poder da Igreja apostólica do primeiro
século. Esta mensagem criado um desejo para a comunicação do novo poder, ou
um impartation para presentes de cura e milagres. [37]

Quase quarenta anos depois da Rua Azusa Revival, a Igreja experimentou


um outro visitação do Espírito Santo.
Este, de 1946 a 1949, foi chamado o Latter Rain Revival. Mais uma vez os
corações foram incendiados, e mais uma vez ressurgimento iria rapidamente em
todo o mundo. Houve uma forte ênfase novamente na cura e especialmente sobre
impartation e profecia. Este movimento, como o movimento pentecostal no início,
foi o catalisador para uma nova rodada de expansão missionária em todo o
mundo. [38]

Cerca de quarenta anos depois, de 1992 a 1996, um outro movimento


começou. Este movimento em curso é novamente enfatizando e restaurar à
Igreja a capacidade de receber poder renovador para o ministério. Mais uma vez,
as pessoas estão vindo de todo o mundo para receber um impartation e levá-la
de volta para seus países. Este movimento, com suas várias correntes que
contribuem para “The River” de efusão, está produzindo uma nova expansão
missionária no mundo, e mais uma vez milhares de novas igrejas estão sendo
iniciados.

Este tipo de ministério com poderes é mais necessário se quisermos ver um


renascimento do cristianismo na Europa Ocidental. Europa Ocidental tem muitos
pregadores e pastores que trabalham em seus respectivos países, mas contém uma
porcentagem muito pequena de cristãos praticantes. Estatísticas para a maioria de
suas nações indicam que apenas entre 3 por cento e 6 por cento dos indivíduos
frequentam a igreja regularmente. Europa Ocidental precisa de outra Patrick da
Irlanda para levantar um movimento missionário caracterizada não só pela pregação
do Evangelho, mas também pela obediência fiel ao mandamento do Senhor: “Curai
os enfermos, ressuscitar os mortos,
limpai os leprosos, expulsar os demônios”(Mateus 10: 8, NVI).

As maiores igrejas na maioria dos países europeus são igrejas que acreditam
na continuação do ministério de Jesus. Muitas dessas igrejas foram iniciadas no
início do século passado, após a eclosão do movimento pentecostal que
restaurou a mensagem do Reino com o poder para a Igreja. Muitas das outras
grandes igrejas, tanto na Europa Ocidental e Oriental foram iniciados nas últimas
décadas por africanos que acreditam na continuação do ministério de cura.

Pastor Henry Madava do Zimbábue pastoreia uma das maiores igrejas na


Ucrânia. Ele começou a ministrar nas escolas em Zimbabwe, em seguida, ele
deixou seu país para estudar engenharia aeronáutica para seis anos e meio. Ele
não compareceu seminário para treinamento como um pastor, ainda em 1990, o
Senhor pediu-lhe para começar uma igreja. Relutante no início, ele obedeceu, em
1992, depois que o Senhor lhe disse que ele tinha uma escolha-a obedecer ou para
voltar para a sua terra e seguir seus próprios planos, sabendo que não seria tão
bem sucedido quanto os planos do Senhor tinham para ele.

Pastor Madava descobriu que sua formação educacional deu-lhe muitas


habilidades que o ajudaram em seu ministério, mas o poder veio em seu
impartation de libertação e cura. Sua igreja em Kiev começou com 200 pessoas, e
ele brinca dizendo que ele cresceu a um crescimento de 30 negativo. Ele orou por
insight, eo Senhor lhe disse que ele já tinha um milagre em sua casa. Ele se
perguntou o que eu tenho?
e percebeu que ele precisava voltar para o ministério de expulsar demônios e
curar os doentes. Victory Christian Church, em seguida, tornou-se conhecido em
toda a cidade como o lugar onde as pessoas pudessem encontrar libertação e
cura, e seu ministério cresceu para 6.000 na igreja principal e outro

20.000 a 25.000 em 290 igrejas começaram em todo o país. Cada uma dessas
igrejas continua a iniciar outras igrejas, e eles também correm 30 centros de
reabilitação que ajudam as pessoas a quebrar livre de seus vícios. Eu
entrevistei Pastor Madava não muito tempo atrás, e ele já levou mais de um
milhão de pessoas para o Senhor. [39]

Missões Antecipadamente com Revival

Avanço em missões tem períodos de avivamento sempre seguido. Isto era


verdade do Primeiro e do Segundo Grande Despertar, a 1858 oração Revival, o
Revival Galês, o Revival Pentecostal, a chuva serôdia Revival, e é verdade da
efusão do Espírito, que começou na década de 1990. Um novo impulso para
missões é característica do verdadeiro avivamento porque verdadeiro avivamento
renova primeiro amor das pessoas. Em seguida, eles amar o que Deus ama, o
que motiva-los a ir para as nações.

Quando eu penso dos principais líderes que participaram das reuniões em


Toronto e o que aconteceu desde então, eu vejo essa característica de prova do
verdadeiro avivamento. Rolland e Heidi Baker estão em chamas para as nações da
África. eu acho que
de Leif Hetland, que tem ministrado em mais de setenta países desde sua
impartation. Penso Wesley Campbell, que arde com sua preocupação com as
crianças em risco entre as nações. Ele tanto arrecada dinheiro para ajudá-los e
é usado por Deus para chamar os outros para ministrar a eles. Eu acho que do
líder apostólica Ché Ahn, que foi tão poderosamente tocado em Toronto e que
tem sido usado para iniciar uma rede apostólica de igrejas com um compromisso
muito forte para plantar igrejas ao redor do mundo, particularmente na Ásia. Eu
acho que uma das centenas de “pequenas ole me de” que têm tido tempo de
férias e passou as suas poupanças para ir em missões de curto prazo viagens
ao redor do mundo.

Apenas nos últimos nove anos, temos visto cerca de cinco mil pessoas vão
com nosso ministério, a Global Awakening, para as nações. [40] Enquanto pregava
em Toronto nos últimos tempos, eu fiz a pergunta: “Quantos de vocês foram para
uma nação desde que foram tocadas em Toronto?” Fiquei chocado ao ver
quantos tinham ido. Parecia que pelo menos metade tinha ido para outra nação.
Eu sei que não é normal para a congregação média.

Awakening global tem sido o envio de 12-19 equipes por ano para as nações,
com 20-120 pessoas em cada equipe. Enquanto escrevo isto de um saguão de
aeroporto, eu estou no meu caminho para São Paulo para se juntar 299 jovens
para nossos anual Juventude Poder Invasion. Estes jovens, todos entre 13 e 29
anos, será a equipe professores, pregadores e ministério. Duas semanas atrás,
enviou dois dos nossos estagiários para
juntar Rolland e Heidi Baker para o trabalho a longo prazo em Moçambique. mais de
nossos estagiários dois estão deixando em cinco meses para se juntar Leif Hetland e
ajudá-lo em seu trabalho missionário.

Na primavera de 2004, eu estava em Moçambique com uma equipe. Durante


essa viagem, recebi três palavras independentes, profético dentro de 24 horas
que eram todos de acordo. As palavras vieram de Heidi Baker, Lesley-Ann
Leighton ( “gêmeo espiritual”, de Heidi, que tem um espírito e unção similar) e
profetisa Jill Austin. A palavra foi: “Randy, Deus quer saber se você está disposto
a ser o pai de um novo movimento missionário”.

Cada vez que eu disse: “Sim!” Mas eu senti várias coisas sobre esta palavra.
Primeiro, eu me sentia qualificado para liderar um novo movimento missionário. Eu
senti como se Deus deve estar chamando vários outros líderes da Igreja também se
tornam pais neste novo movimento missionário. E senti uma consciência total da
minha incapacidade de saber o que fazer para alcançar este objetivo palavra. Agora,
anos mais tarde, eu tenho a paz de saber que eu aprendi com meu amigo Leif
Hetland: “Esta é uma promessa, não é um problema, e se é uma promessa que deve
ser recebido; se é um problema que deve ser alcançado.”

Percebi esta palavra foi muito além da minha capacidade de conseguir, então eu
tive que descansar e ver como Deus começou a dar-me como uma promessa. Com
tudo o que Deus tem feito desde então, tenho sido capaz de compilar um novo livro
sobre missões chamadas Missões Supernatural: O Impacto da Supernatural em
Missões Mundiais (Global Awakening, 2012).
Eu também escrevi um pequeno livro chamado Deus pode usar Pouco Ole Me
(Destino Imagem, 1998). O título resume o meu testemunho e minha mensagem
básica para a Igreja. Eu olho para o meu passado, as minhas limitações e as
coisas que eu considerava falhas, e eu tenho um novo apreciação para o que
Paulo escreveu em Efésios 3: 20-21 (grifo nosso): “Ora, àquele que é poderoso
para fazer infinitamente mais do que tudo o que pedimos ou pensamos, conforme
o seu poder que opera em nós, a ele seja a glória na igreja e em Cristo Jesus, por
todas as gerações, para todo o sempre!”

Deus está para ser glorificado em e através de Sua Igreja! Ele é glorificado quando
finalmente acreditar que não é sobre o que podemos fazer, mas tudo sobre o que ele vai
fazer através de nós pelo seu poder, se vamos deixá-Lo. Deixe-me compartilhar alguns
testemunhos de pessoas que pensavam em si mesmos como apenas um “pequeno ole
me” até que receberam um toque poderoso do Espírito Santo. Vou relatar a primeira
história, em seguida, deixar que os outros lhe dizer suas histórias em suas próprias
palavras. Em cada caso, essas pessoas perceberam que Deus tinha muito mais para eles
do que qualquer coisa que jamais tinha pensado em “pedir ou imaginar.”

John Gordon, Illinois


John Gordon era um leigo que participaram nossa igreja por um longo tempo
e foi ainda na placa por vários anos. John nunca tinha tido uma verdadeira
experiência com Cristo; ele iria dizer-lhe em suas próprias palavras que ele tinha
uma falsa conversão. John ficou chateado comigo sobre toda a
curando coisas que estava acontecendo e sendo ensinado em nossa igreja. Na
mente de John, não era de Deus. Apesar de sua falta de fé, no entanto, John
iria experimentar dois impartations poderosos que mudaria para sempre a sua
vida.
Deus deu a John seu primeiro impartation março 1984, durante a conferência
de cura de nossa igreja com Blaine Cook. John estava em pé na parte de trás da
igreja lotada-out. Sua mão estava contra a parede. Blaine deu o convite e disse:
“Eu não quero que você venha para a frente para a oração só porque você quer.
Eu quero ver o que Deus faz, e quem toca. Alguns de vocês vão receber um
presente de hoje à noite de cura. Se você começar a chorar ou tremer; se você
começar a se sentir pesado, como é difícil ficar em pé por causa da glória de
Deus; Se suas mãos ficam quentes ou formigamento; se você sentir a eletricidade
em cima de sua cabeça ou de calor no peito, então eu quero que você venha para
a frente para a oração.”

Quando João ouviu estas palavras, ele disse imediatamente na incredulidade:


“Isso é um monte de touro!” Ele não mais cedo tem as palavras da sua boca que o
Espírito de Deus caiu sobre ele. Sua mão que estava contra a parede começou a
se sentir como se estivesse acordando depois de ir dormir. Em seguida, o outro
lado tinha o mesmo sentimento. Ambas as mãos começaram a tremer, e a
intensidade aumentou drasticamente, a ponto de que suas mãos se tornou um
borrão. Ele sentiu o calor de Deus, ele estava curvado pelo peso da glória de Deus
e ele estava chorando, não apenas lágrimas, mas gritos. Como ele avançou pelo
corredor central, ele me viu e gritou: “Ajuda-me, Randy! Ajuda-me, Randy!
Ajuda-me, Randy!”, Eu perguntei o que era
errado, ao que ele respondeu: “Eu chorei tanto meu olho está me matando.
Preciso ter meu contato, mas eu não com minhas mãos podem tremer como
este.”
Eu respondi: “John, que poderia ser uma palavra de conhecimento.” (A sessão
anterior tinha sido de cerca de palavras do conhecimento.) Ele zombou, “Você e essas
palavras do conhecimento. Eu nem acredito neles.”Em seguida, uma menina de
quatorze anos de idade, Tammy, disse:“Esse é o meu olho. Eu só vim do oftalmologista.
Me disseram que eu tenho que fazer uma cirurgia no meu olho.”

John, que um minuto antes havia ridicularizado as palavras do pregador, parou


de tremer, virou-se e orou por olhos de Tammy. Ele foi curado. Levou apenas um
minuto na unção para virar um zombador deste tipo de ministério para ministrar-se
nas coisas que ele zomba.

Mais tarde, no serviço, John estava junto ao púlpito. Eu estava ao lado dele e
ouvi-lo dizer: “Oh, Deus, eu não aguento mais. Você vai me matar!”Eu tinha lido
livros biográficos sobre revivalists no século XIX, pensando comigo mesmo que
eu tivesse nascido no século errado. Eu tinha lido sobre Finney e Moody, ambos
fizeram declarações semelhantes sobre acreditando que eles morreriam se o
poder de Deus continuou a fluir para eles. Eu queria viver em uma época de
renascimento. Eu sabia que John não tinha lido tais livros. Quando o ouvi dizer:
“Você vai me matar”, disse a mim mesmo, eu estou no avivamento. John nunca
foi o mesmo, ainda vendo pessoas curadas em Illinois, talvez mais do que a
maioria dos pastores da região.
John teve outra experiência poderosa do Espírito Santo, que envolveu
impartation por libertação. John e eu tínhamos sido convidados a orar por uma
mulher que estava tendo convulsões. Houve atividade demoníaca em sua família,
e acredita-se que os ataques tinham demoníaca na natureza. A noite antes de
orar por ela, John tinha sido atacado por um espírito maligno durante o sono.
Gritando o nome “Jesus”, João foi levado em uma visão aberta onde viu esta
mulher demonizado ser estuprada quando tinha dezesseis anos de idade. Na
visão aberta, John foi dado informações específicas sobre a mulher, juntamente
com os nomes dos dois demônios que tinham entrado nela como resultado dessa
experiência traumática. Como John e rezei para a mulher, os demônios
começaram a se manifestar. John foi até ela e falou com os demônios,
chamando-os pelo nome, que causou a mulher a apresentar manifestações
demoníacas muito mais fortes. Então John ordenou que os dois demônios pelo
nome para sair dela, o que fizeram.

John ainda está vivendo o fruto daquela impartation para este dia. Algum
tempo depois, ele estava dirigindo pela Cancer Institute de Bethesda no sul do
Illinois. Como ele passou, ele disse, “Eu gostaria que a oportunidade de orar por
cem pacientes com câncer.” Um breve tempo depois, João recebeu um
telefonema do diretor do instituto, que lhe pediu para participar de um estudo
para determinar a efeitos da oração sobre pacientes. Ele queria John para orar
por cem pacientes! John concordou.

Várias curas aconteceram como resultado de João


orações, incluindo um homem que tinha uma visão de John entrando em seu
quarto de hospital para orar por ele. Este homem foi curado, e sua fé explodiu
como resultado. impartation de John aconteceu décadas atrás, e ele ainda é um
dos mais pessoas on-fogo que eu conheço em oração por cura e libertação.

Anne Stepanek Charlotte,

Carolina do Norte

Eu assisti o primeiro [Despertar Global] Escola de Cura em Everett, Washington em maio de 2004 com
um amigo. Eu estava orando pelos enfermos por cerca de nove anos, com resultados muito escasso, e eu
nunca tinha visto ninguém instantaneamente curado enquanto eu orava por eles. Bem, a Escola de Cura
mudou tudo isso! [41] No último dia da escola, eu orei por uma mulher com lesões no joelho e nas costas, e
ela foi instantaneamente curado! O dia em que chegamos de volta para casa na Carolina do Norte, meu
amigo orou por uma mulher sobre o telefone que estava sofrendo com dor no joelho, e ela foi
instantaneamente curado! Continuamos a orar pelos enfermos e viu mais e mais curas. Estávamos tão
animado que nós treinamos-se pessoas em nossa igreja usando Despertar Global de Manual do Ministério
Equipe de Treinamento. Durante as sessões de treinos livres do treinamento, as pessoas começaram a
ficar curado! Um menino de seis anos recebeu oração em duas sessões de treinos para um buraco em seu
coração. A próxima semana no nomeação do seu médico, o buraco foi totalmente desaparecido! Vimos um
aumento curas em nossos cultos, e também as pessoas começaram a orar pelos enfermos em seus locais
de trabalho e nas lojas, parques e consultórios médicos. Deus milagrosamente curado muitos, alguns
instantaneamente e muitos dentro de poucos dias. É simplesmente incrível o que Deus está fazendo. Eu não
posso acreditar que Deus pode usar uma mãe home da escola ole pouco para liberar Seu poder de cura
para as pessoas que eu encontro como eu ir sobre o meu dia!

Carole Baerg
Toronto Canadá

Era janeiro 1994, quando meus amigos literalmente me arrastou para uma reunião no Toronto
Airport Vineyard. Estes queridos amigos tinha preparado um quarto em sua casa para que eu
pudesse ficar com eles durante as últimas semanas da minha vida. Os médicos disseram que
haveria apenas seis a doze deles! Eu tinha sido com tanta dor durante os últimos vinte anos que eu
estava ansioso para o fim. Cada dia era uma luta para viver.

Quando o tempo de ministério veio no final do serviço, meus amigos levou-me a Randy
para a oração. Quando ele pôs as mãos em mim, ouvi-o dizer: “Há tristeza suficiente na
Igreja, e que tem sido triste tempo suficiente!”

Quando Randy disse que, eu bati o convés, instantaneamente “bêbado” com alegria! Não me
lembro muito sobre as próximas duas semanas, exceto que eu estava totalmente intoxicado com o
amor ea alegria do Senhor. Uma noite, sentado na frente, eu simplesmente não conseguia fechar a
boca. Randy veio e “derramou mais” em minha boca. Este foi apenas um gesto simbólico, mas percebi
a palavra falada era “Abra a boca e Ele irá preenchê-lo” (cf. Sl 81:10). Eu estava tão bêbado no
Espírito Santo que me levou três dias para perceber toda a minha dor tinha ido embora!

Depois de duas semanas, fui convidado a compartilhar a minha história em uma conferência de mulheres.

Fiquei espantado ao descobrir que enquanto eu tentava compartilhar, eu não podia falar porque eu estava tão

surpreendido com o Espírito Santo. Fui ajudado para o meu lugar! Mais tarde, muitas senhoras veio e perguntou

se havia alguma maneira eles poderiam ter o que eu tinha. O que um choque descobrir que eu poderia

“passá-lo” para os outros!

Amigos no ministério me pediu para compartilhar, então eu comecei a viajar com eles um pouco. O
Espírito Santo tocou tantas-curas, refrescante e muita diversão no Espírito Santo. Uma equipe de
pastores vieram da Europa em outubro
1994 e oramos sobre eles. Quando o líder top saiu do chão, ele perguntou se nós viria a
Bélgica e compartilhar na abertura do seu centro de ministério lá. É assim que eu comecei
a ir para a Europa. De lá, ele foi de boca em boca. Quando eu comecei a viajar, foi uma
surpresa, porque eu pensei, As mulheres não fazem isso!

No ano seguinte, quando eu estava na Bélgica, uma mulher veio até mim com sua filha, que era
de oito a nove meses de gravidez. O bebê estava morto.
Médicos lhe disseram para esperar mais uma semana de trabalho para entregar o feto morto. Eu entrei em

panico! Eu não posso fazer isso! Eu pensei. Comecei a rezar: “Pai, eu não tenho fé para isso. . “.

Eu não poderia dizer se alguma coisa aconteceu naquele dia, mas três anos mais tarde, quando eu
estava na Bélgica, novamente, um jovem rapaz correu para mim e jogou os braços em volta de mim. Ele
gritou: “Eu sou o bebê milagre!” Eu conheci a avó e, com certeza, que o menino era o único que eu tinha
orado por! Eu ainda estou descobrindo o dom que Randy dado a mim. Em setembro

2004, eu estava em um serviço quando a esposa do pastor andou um homem muito idoso com asma
grave até a linha da frente e me pediu para orar por ele. Eu descobri que ele tinha um coração muito
danificado. Esse cara estava em seu caminho para fora! O que eu deveria orar? Eu disse a mim mesmo, Bem,
talvez Deus lhe dará um novo coração. Eu orei por ele naquela noite, mas teve que deixar a cidade
antes do fim da conferência.

Poucos dias depois, um amigo me ligou, muito animado. “Você se lembra de oitenta anos de
idade, com o mau coração e asma? Bem, ele tem um coração novo! Ontem à noite ele estava
dançando no palco e correr ao redor da sala, dizendo-nos sobre o seu novo coração!”

Em uma recente viagem de avião, como eu estava pensando sobre o que aconteceu comigo, de
repente eu percebi que eu sou uma espécie de “primeiros frutos” deste avivamento. Acho que foi a
primeira cura principal em Toronto. A herança deste avivamento é a cura, e eu estou andando em que a
herança. Essa percepção fez com que um novo nível de fé e autoridade para subir em mim. Tem sido
mais de onze anos, e eu ainda estou crescendo nessa! Eu acredito que nós vamos ver mais curas, e
curas mais profundas.

Eu sou 64 agora e viajar regularmente em doze países, principalmente na Europa. Como é que
todas estas portas se abriram? O Espírito Santo toca uma na Suíça, e ela diz a sua amiga em
Colônia, Alemanha. Então eu ser convidado para compartilhar nas igrejas e na “igreja ao redor da
mesa da cozinha.” Ele continua multiplicando além de mim. A mulher que eu orei por na Holanda foi
curado de leucemia. Agora ela é um missionário no exterior. eu tenho um ardente em me ver pessoas
apaixonadas sobre a vida e no amor com Jesus, especialmente os jovens. Estou vendo tanto medo e
depressão curado. Eu acho que eu tenho dado muita ministério para jovens, porque eles estão tão
preocupados com a morte, e que parte meu coração. I acabou de voltar da Alemanha, onde Deus
abriu as portas para ministrar aos refugiados do Quirguistão. Um dos pastores viram uma mulher
surda curado e
perguntou-me: “Deus pode fazer isso por mim também?” Orei para este pastor surdo, e Deus o curou,
também! A coisa mais impressionante estava indo de volta para a floresta da Bavária e encontrar
pessoas com uma fome incrível e humildade. Inflamado por Jesus, eles estão agora ansiosos para entrar
em suas próprias comunidades.

Uma vez eu pensei sobre o que eu estou fazendo agora como algo que apenas os líderes e pastores
e suas esposas poderia fazer. Mas Deus está me usando, e é muito divertido! Esse avivamento é sobre
agarrar o que Deus falou para você. É sobre não dizendo: “Oh não, não eu”, mas dizendo: “Que a glória
cair!” Vinte anos atrás, eu estava pronto para morrer. Agora estou mais cheia de vida e alegria do que eu
já estive. Eu tenho um grande senso de segurança em meu Pai. Ele me ama! As palavras Randy falou
sobre mim são a mensagem da minha vida e a mensagem que carregam: “Church, você foi triste o
tempo suficiente!”

Vendo com os olhos de Deus

A única coisa “pouco” sobre um “pequeno ole me” é a percepção. E a percepção


da humanidade não é certamente a percepção de Deus! No apodrecimento,
fumegante dumps de Maputo, na planície de inundação doença-ridden do Rio
Zambeze, nas favelas, nos campos abandonados ainda repleta de minas, Iris
Ministries o Bakers' encontra o ‘menos destes’ os -Pequenos descartados,
indesejado e esquecidos pelo mundo. Suas próprias famílias não vêem valor em
si, exceto, talvez, como um corpo que pode ser vendido nas ruas. Muitos no
Ocidente vê-los como um fardo para os recursos da terra, melhor nunca ter
nascido. Como precisamos aos olhos de Deus! Verdadeiramente Ele é El Roi, o
Deus que vê (ver Gênesis 16:13). Ele vê além do dano infligido pelos pecados do
homem, e ele vê após o trabalho do inimigo, pois vê de acordo com Sua
prometo, através dos olhos do amor.
Deus muda nossa percepção de nós mesmos e dos outros, e Ele nos capacita
a ver como Ele vê, juntamente com o que nos dá o poder de fazer o que Jesus
fez e coisas ainda maiores, para glorificar o Pai. E não importa quem somos ou
de onde viemos, não importa se temos uma “posição importante no ministério” ou
se sentar na parte de trás da Igreja como um “pequeno ole me,” ninguém está a
salvo de ser revestidos de poder em Alto. Embora o padrão é para Deus toque
poderosamente os tipos fortes que “tomar o reino pela força”, há muitas exceções
para o padrão. Se você é um “pouco ole me,” você pode ser um deles!
Não negligencie o seu dom, o que te foi dado por profecia, quando o corpo de
anciãos impuseram as mãos sobre você.

1 Timóteo 4:14
Por isso, deixando os rudimentos da doutrina de Cristo, prossigamos até à perfeição,
não lançando de novo o fundamento do arrependimento de atos que levam à morte,
e de fé em Deus, instrução sobre batismos, da imposição das mãos, a ressurreição
dos mortos e juízo eterno.

Hb 6: 1-2
9
O Her-lo idade de t ele i sa nt s
Impartation e Visitação

Infelizmente, vivemos em uma cultura igreja que coloca pouco valor na rica
herança da Igreja histórica. Este é o dia do New and Now, onde as mudanças e
avanços em todas as áreas de nossas vidas nos bombardeiam a um ritmo tal que
ficamos duramente pressionado para lembrar ontem (telefone com discagem
giratória?), Muito menos o século passado. Como resultado, temos a tendência
de olhar para movimentos de hoje do Espírito Santo através da pequena olho
mágico do presente, em vez de através da lente telescópica da história. A nossa
história é uma história maravilhosa de como Deus mudou entre o Seu povo em
toda a Idade Igreja.

É a nossa história que fornece um contexto adequado e traz compreensão


mais clara para nós sobre o que está acontecendo ao redor do mundo neste
momento. Em vez de olhar para o movimento de renovação atual como algo
aberrante e estranho, uma partida do que é “normal” para Deus, vamos ver nas
páginas de vir que Deus muitas vezes escolhido para invadir o seu povo com a
glória da Sua presença manifesta. Desde os dias dos pais da Igreja primitiva para
a Idade Média para a Idade da Razão para o presente, vemos uma linha do tempo
marcado pelas pegadas de Jesus, Emmanuel, como Ele andou entre nós
revelando-Se, refrescando o remanescente e restaurar o poder e vitalidade para
sua noiva.

Quando olhamos para trás em nossa linhagem dos santos, espero mostrar
que os sinais e maravilhas e outros fenômenos que muitos crentes hoje
consideram fora do reino do cristianismo ortodoxo têm realmente sido sempre
uma parte do que Deus pretendia para a Sua Igreja. Quando Jesus prometeu o
Espírito Santo, Ele nunca colocar um limite de tempo para a plenitude da
presença do Espírito. Quando Paulo explicou os dons do Espírito dá, ele nunca
disse que eles estavam apenas presentes temporários. Se todos os dons e
recursos do Céu eram necessários para os primeiros cristãos, como são os
últimos cristãos deveriam trazer no final, grande colheita sem eles? Por que
esperar que Deus para equipar o seu povo com “poder do alto” no início da
corrida, e depois deixá-los a engatinhar, fraco e vazio, toda a linha de chegada?

Eu não acredito que Jesus está voltando para um remanescente morna,


impotente que acaba mal chegou ao fim, com a esperança de obter arrebatados
antes sua fé é testada. Pelo contrário, acredito que estamos apenas começando
a ver o mais poderoso movimento de Deus ainda. Jesus está voltando para uma
noiva radiante, majestoso vestido de obras de justiça feitas no poder e nome
d'Aquele que não muda!
Os Pais da Igreja

doutrina cessacionista ensina que nem todos os dons do Espírito Santo estão
operacionais de hoje, e que o
“Manifestação” e presentes “poder” morreu com o último dos apóstolos originais
e não são mais necessários agora que temos o cânon completo das Escrituras.
Os seguintes trechos que demonstram o contrário são tomados dos escritos dos
Padres Ante-Nicéia, aqueles que escreveram antes do Concílio de Nicéia, em
325. Estes AD foram os discípulos dos primeiros discípulos; a primeira geração
de líderes após os apóstolos tinham morrido. Seus ministérios de cura e
libertação dar testemunho do fato de milagrosa do Espírito nesse tempo.

Ao longo da história da Igreja Primitiva, esses dons de poder manifesto de Deus


não eram “experiências esotéricas emocionais”, como alguns acusação contra os
sinais e maravilhas que vemos hoje. Eles foram elementos centrais do Evangelho
estes discípulos pregavam, pois pregou um evangelho da salvação para todo o
homem. Eles pregaram a Jesus cheio de compaixão, que se preocupava com a
doença do corpo de um homem, bem como a sua alma. Eles pregaram a Jesus que
se preocupava com o cativeiro das pessoas de seres demoníacos, bem como a sua
escravidão ao pecado. Em suma, eles pregaram Boa Nova!

Justin Mártir (100-165;


mártir em AD 165)
Justino Mártir escreveu em seu “pedido de desculpas” dirigida ao imperador
romano:

Para endemoninhados inúmeros em todo o mundo, e em sua cidade, muitos dos nossos
homens cristãos exorcizar-los no Nome de Jesus Cristo. . . ter curado e não curar, tornando
impotente e dirigir os demônios que possuem fora dos homens, apesar de não poderem ser
curada por todos os outros exorcistas, e aqueles que usaram encantamentos e drogas. [42]

Escrevendo sobre os carismas, os dons que Deus derrama sobre os crentes,


Justino Mártir chamou a atenção em vários lugares para o poder de curar como
um dos dons particulares que estava sendo recebidos e utilizados na Igreja.

Hermas (morreu por volta de 150 dC)

Desde o Pastor de Hermas, pode-se ver a forte ênfase que estava no


ministério de cura na Igreja primitiva Ante-Nicéia. Hermas escreveu: “Aquele,
pois, que sabe a calamidade de um homem, e não libertá-lo a partir dele,
comete um grande pecado e for culpado de seu sangue.” [43]

Desse total, comentários Morton Kelsey em seu livro Cura e cristianismo: um


estudo clássico,

Na verdade, a cura de doenças físicas foi visto neste período como dizendo evidência de que o
Espírito de Cristo estava realmente presente e no trabalho entre os cristãos. Uma vez que tanto
corporal e doença mental eram um sinal de dominação por alguma entidade do mal, o poder de
curar a doença era prova nobre que o espírito-o oposto Espírito de Deus-se a operar em
o curador. Assim, a cura de “possessão demoníaca” foi frequentemente mencionado em
conjunto com curar a doença por outras causas. [44]

Tertullian (160-225 AD)


Em um protesto dizendo escrito para o procônsul na África do Norte durante as
perseguições lá, Tertuliano escreveu: O funcionário de um deles [os oficiais romanos], que
era passível de ser jogado no chão por um espírito maligno, foi libertado de seu aflição;
como também foi o parente de outro, e o menino de um terceiro. E como muitos homens
de posição (para não falar de pessoas comuns) foram entregues a partir de demônios, e
curadas de doenças! Até o próprio Severo, o pai de Antonine [do imperador], foi
graciosamente consciente dos cristãos; pois ele procurou o Proculus Christian, de
sobrenome Torpacion, o mordomo da Euhodias, e em gratidão por ele ter uma vez curou
pela unção, ele o manteve em seu palácio até o dia de sua morte. [45]

Cura era simplesmente um fato da experiência cristã de volta naqueles tempos.


funcionários pagãos poderia facilmente verificar a veracidade dos relatórios se eles
sentiram que se justificava. De acordo com Kelsey, Tertuliano “explicitamente
identificada pessoas que haviam sido curadas e testemunharam ao seu grande
número e da ampla gama de doenças físicas e mentais que representavam. Em
outra parte ele também diz que Deus poderia, e às vezes fazia, recordar as almas
dos homens a seus corpos “. [46]

Origen (185-254)
No que diz respeito Orígenes, Kelsey escreve,
Orígenes escreveu seu grande tratado Contra Celso tomar pensamento pagão parte por
parte, e aqui ele falou em vários lugares de como os cristãos “expulsar espíritos malignos, e
realizar muitas curas” -many de que ele próprio tinha testemunhado. Ou ainda, “o nome de
Jesus ainda pode remover distrações da mente dos homens, e expulsar demônios, e também
tirar doenças.” Várias dessas declarações ocorrem neste trabalho, que foi escrito
especialmente para os líderes intelectuais da comunidade pagã. [47]

Kelsey também comentou que Origen descrito em uma de suas cartas como
a própria batismo era, por vezes, os meios pelos quais grave doença foi curada,
e que havia cristãos que viviam na e deram suas vidas para a Igreja por causa
de tal experiência. [48]

Irineu (floresceu em torno de 175-195 AD)

De Irineu, comentários Kelsey,

Talvez a discussão mais interessante de cura entre os pais Nicene ante mortem veio de
Irineu na Gália, que, sem dúvida, escreveu mais livremente como ele estava um pouco
afastado do perigo de perseguição que enfrentaram a maioria destes homens. Em Contra as
Heresias, um de seus pontos revelador foi que os hereges não foram capazes de realizar os
milagres de cura que os cristãos poderiam executar. Eles não têm acesso ao poder de Deus
e por isso não poderia curar. [49]

Infelizmente, esses comentários mais tarde se tornou a base para a idéia


comumente ensinado hoje que a menos que a própria doutrina é 100 por cento
correta, nenhum milagre ou manifestações do Espírito não pode ser de Deus, mas
são demoníacos em sua
fonte. Este ensinamento ignora o fato de que Deus está muito mais interessado em
saber se estamos ou não relacionalmente correta com Ele, do que em saber se temos
ou não todos os nossos patos doutrinárias em uma fileira. Os primeiros discípulos
foram enviados para curar os doentes e definir o livre demonizado muito antes de eles
compreenderam ainda que nós consideramos os fundamentos mais básicos da fé
cristã. Resumindo o poder encontros Irineu testemunhou, Kelsey continua, Irineu
atestada quase a mesma gama de curas como encontramos nos Evangelhos e Atos.
Todos os tipos de enfermidade do corpo, bem como muitas doenças diferentes tinha
sido curado. Danos causados ​por acidentes externos tinha sido reparado. Ele tinha
visto o exorcismo de todos os tipos de demônios. Ele mesmo descreveu a ressurreição
dos mortos. Seus leitores pagãos estavam bem cientes desses milagres de cura, como
ele deixa claro,

Não há indicação de que Irineu visto qualquer doença como incurável ou qualquer cura contra a
vontade de Deus. Na verdade, toda a atitude que ele expressou foi a de que a cura é uma atividade
natural dos cristãos como eles expressam o poder criativo de Deus, dado a eles como membros de
Cristo. .
. . Em um lugar Irineu fala da oração e do jejum de uma igreja inteira tão eficaz em
levantar uma pessoa de entre os mortos [grifo nosso]. [50]

É importante notar que Irineu estava escrevendo principalmente para refutar


as heresias gnósticas de seu dia. Por que isso é importante? Muitos curandeiros
famosos da
Pentecostal / tradição carismática neste século foram acusados ​de serem
influenciados pelo gnosticismo-a alegação de ter uma compreensão especial ou
revelação das Escrituras e visão esotérica em conhecimento “escondido”. No
entanto, o “conhecimento secreto” do gnosticismo ensinou uma distinta
separação da matéria e espírito. A matéria é o mal; o espírito é bom. Portanto, o
que acontece no reino da carne, quer se trate de doença ou imoralidade, não tem
importância. Porque este ensino desvalorizou o corpo natural, assumindo que
Deus não estava interessado, não havia valor colocado no ministério de cura. Os
gnósticos simplesmente não acredito nisso. O ministério da compaixão de Cristo
não tinha lugar no gnosticismo. É irônico que os acusados ​de influência gnóstica
hoje são realmente ministrando em contradição direta com suposições gnósticos
básicas!

Além disso testemunho histórico aos presentes em andamento do Espírito


pode ser encontrada nos escritos de Teófilo de Antioquia (morreu por volta de
181), Arnobius e Lactantius de perto do final do período de Ante-Nicéia (300-325)
e Quadrato, um dos primeiros apologistas , que escreveu em Roma que as obras
do Salvador tinha continuado a seu tempo e que a presença contínua de homens
que haviam sido curadas não deixou nenhuma dúvida quanto à realidade da cura
física. [51]

Agostinho (354-430 AD; um médico


Pós-Nicéia da Igreja)
Agostinho foi o teólogo indiscutível no Ocidente por mil anos. Sua influência é
muito importante para a história da cura. Em seus primeiros anos de ministério,
ele escreveu crítica de cura:

Esses milagres não são autorizados a continuar em nosso tempo, para que a alma
deve exigir sempre coisas que sempre pode ser visto, e por se acostumando a eles a
humanidade deve crescer frio em direção a mesma coisa cuja novidade tinha feito os homens
brilham com o fogo. [52]

No entanto, cerca de quarenta anos mais tarde ele corrigiu essa visão que
parecia antagônica em direção ao ministério contínuo de cura na Igreja. Em sua
última e maior obra, A Cidade de Deus (concluída em 426), ele escreveu uma
seção inteira que deu alto valor para o ministério contínuo de cura. Nela, ele
observou que mais de setenta curas tinha sido gravado em sua própria bispado
de Hippo Regius em dois anos. Após a cura de um cego em Milão “, Agostinho
escreveu, e tantas outras coisas desse tipo ter acontecido, mesmo neste
momento, que não é possível para nós, quer saber de todos eles ou para contar
tudo daqueles que temos conhecimento.” [53]

Mais tarde, os escritos de Agostinho teria um tremendo impacto sobre


reformadores Martin Lutero e João Calvino. fortes opiniões de Agostinho da
predestinação e da soberania de Deus iria mudar o ponto de vista da Igreja da
histórica “visão de mundo guerra” para uma “visão de mundo plano.” A visão de
mundo guerra olhou para as consequências da maldição do pecado como a obra
do inimigo, a quem a Igreja tinha a autoridade e poder para vir contra. Nesse vista
histórico, a Igreja era a de continuar a obra de Cristo, que veio “para destruir as
obras do diabo” (1 João 3: 8).

Na cosmovisão modelo, porém, os cristãos começaram a ver todas as coisas


como preordenado e aceitar passivamente o que
eles acreditavam ser a vontade de Deus. Em última análise, isso teria um
impacto muito negativo sobre a teologia da cura na Igreja. Por uma questão de
rigor histórico, é importante lembrar que antes de Agostinho morreu, ele se
tornou conhecido para a cura da unção e autoridade para entregar que fluiu
através de sua própria vida. [54]

O que aconteceu?

Olhando para trás ao longo dos quatro primeiros mais de cem anos de história da
Igreja, os primeiros pais foram coletivamente dizendo: “Milagres não pararam,
mas ainda ocorrem hoje!” Por que, então, nós temos essa divisão dentro da Igreja
hoje sobre esta questão? Como a Igreja, que testemunhou tanto curar seus
primeiros mil anos, tornar-se tão fechada e cético em direção a esse ministério
vital? Eu acredito que nós temos errado, concentrando-se a redenção que temos
em Cristo totalmente sobre o futuro, apenas com mudanças morais na vida
presente. Eu afirmo que este não foi o entendimento da Igreja primitiva. Ele
acredita em um poder presente não só para a mudança moral, mas também para
a autoridade sobre os demônios, o poder sobre a doença ea doença e
experimentar a realidade dos dons espirituais na vida das pessoas,
especialmente na vida corporativa das congregações se reuniram.

Concedido, este livro é sobre a doutrina da impartation e unção, mas em


abordar diretamente esta questão, precisamos entender a validade do que
aquela unção é
para! Deus ainda ungir as pessoas a mover-se em sinais e maravilhas? Quando
vemos ministérios de cura milagrosa, libertação, até mesmo a ressurreição dos
mortos, podemos ter certeza que esta é verdadeiramente de Deus? E quanto a
reuniões onde há uma sensação tangível do sobrenatural e testemunhamos
todos os tipos de respostas emocionais e físicas? esta pode ser a obra do
Espírito Santo? Muito do cristianismo tradicional para a Europa e América do
Norte hoje iria responder não. Mas a maioria dos cristãos na Ásia, África e
América Latina responderia sim!

Mais uma vez, o contexto histórico é importante para a nossa compreensão de


como a Igreja tem sido influenciado em sua interpretação da Escritura. Eu lido com
algum deste à frente no capítulo 11, “Construindo Pontes para que outros pudessem
receber”, mas neste livro, eu só posso dar um breve resumo da nossa história
teológica já que o tema iria encher um outro livro inteiro. (Aqueles interessados ​em
aprender mais, no entanto, pode encontrar materiais em profundidade e
encaminhamentos para outros recursos excelentes em nosso site Global Awakening.)
Reforma e Razão

Antes da Reforma, em 1200, Tomás de Aquino já haviam começado a adotar


uma teologia anti-sobrenatural. A civilização ocidental desmoronou, dizimado
pela corrupção, anarquia e doenças epidêmicas. Cidades estavam vazios.
Educação tinha desmoronado. Morte e desespero permeou toda a sociedade.
As pessoas perderam a esperança para qualquer bom nesta vida, e sua ênfase
espiritual passou das preocupações desta vida a um foco no próximo.

filosofia aristotélica tornou-se a base para a crescente cultura árabe. Neste


contexto, Tomás de Aquino escreveu a maior parte de sua Summa Theologica,
concebido como uma adequada trabalho apologética para os árabes. Tentando ser
relevantes para a sua mentalidade filosófica, Aquino em forma o seu trabalho como
uma síntese do pensamento cristão e aristotélico. [55] Era uma teologia baseada nos
sentidos ea capacidade de razão, que deixou pouco espaço para o sobrenatural,
uma vez que dizem respeito à vida terrena. A escrita de Aquino tornou-se o ponto de
referência da teologia da Igreja para os próximos cem anos.

Curiosamente, no final de sua vida Aquino mudou. Ele tinha um encontro


sobrenatural com Deus e escreveu em 6 de Dezembro, 1273, “Eu não posso mais
escrever. Tudo o que tenho escrito parece muito palha em comparação com o que
tenho visto e que foi revelado para mim”(grifo nosso). Três meses depois, ele
morreu em uma viagem de missão para o Papa, e outros tiveram que terminar seu
livro. [56] Nós nunca vai saber o que Aquino poderia ter escrito se tivesse vivido
tempo suficiente
para processar sua experiência em sua teologia.
os reformadores
Em 30 de Outubro de 1517, Martin Luther pregou suas 95 teses na porta da
igreja de Wittenberg, na Alemanha, e a Reforma “oficialmente” começou. Nem
Lutero nem Calvino nunca desafiou a síntese de Aquino-aristotélica em seus
escritos. Ironicamente, Lutero orou por seu companheiro reformador e
sistematizador da Luterana doutrina, Philip Melanchton, para ser curado quando
ele estava perto da morte e ele foi curado. Lutero também tinha o dom da fé, que
resultou em um amigo e colega que está sendo curado. Em 1540, Lutheran
reformador Friedrich Myconius (1490-1546) estava doente e prestes a morrer. As
seguintes passagens nos dar mais insights sobre como Lutero orou por seus
amigos doentes. Em vez de um “Tua será feito” oração, eu encontrar um “meu
será feito” em suas palavras. Que interessante! Temo que muito poucos
luteranos estão cientes deste lado do ministério de Lutero.

Melancthon estava em seu caminho para a cena dessas deliberações, quando, meditando sobre
esse caso infeliz, seus temores e escrúpulos trouxe uma doença assim como ele tinha chegado
Weimar, que deitou próximo às portas da morte. Inteligência de seu estado foi transportado para
Wittenberg, e Lutero, na carruagem do eleitor, apressou-se em Weimar. Ele encontrou Filipe, em
sua chegada, aparentemente todos, mas mortos; compreensão, fala e audição o havia deixado,
seu rosto era oco e afundado, seus olhos fechados, e ele parecia estar em um sono da morte-like.
Lutero expressou sua surpresa com os companheiros de sua jornada, “Como vergonhosamente
tem o diabo manipulados esta criatura!” E, em seguida, de acordo com seu costume, virando-se
para a janela, ele orou com toda sua força. Ele lembrou Deus de suas promessas de Sagradas
Escrituras, e implorou-lhe agora para cumpri-los, ou ele nunca poderia confiar neles novamente.
(Grifo meu, e
também notar o quanto isso soa como a oração de um ministro “Palavra de Fé”)
Levantando-se da oração, ele pegou a mão de Melanchton, e chamou a si num tom alegre,
“Coragem, Philip:. Você não morrerá. Deus tem uma razão suficiente para matá-lo, mas Ele
não o quer a morte do pecador, mas que ele deve se arrepender e ser salvo. Ele deseja a
vida, não a morte. Os maiores pecadores que já viveram na Terra-Adam e Véspera foram
aceitos por Deus em sua graça; muito menos que ele vai desistir de você, Philip, e deixá-lo
perecer em seus pecados e pusilanimidade. Dar nenhum espaço ao desânimo: não ser o seu
próprio assassino; mas se jogar em seu Senhor, que mata ea dá viva “Com essas palavras
Melancthon evidenciaram uma restauração repentina, como se da morte para a vida.; ele
tirou o fôlego com a energia; e depois de um tempo virando o rosto para Luther, implorou-lhe
“para não ficar ele; ele estava em uma boa viagem; e nada melhor poderia acontecer a
ele.”Lutero respondeu:‘Não é assim, Philip, você deve servir o nosso Senhor Deus ainda
mais.’E quando Melancthon tinha tornar-se progressivamente mais alegre, Luther, com suas
próprias mãos, trouxe-lhe algo para comer, e anulou a sua repugnância com a ameaça,
“Hark, Philip, você deve comer, ou eu excomungar você.” o início do próximo ano amigo
íntimo de Lutero Myconius parecia rapidamente afundando num consumo, e escreveu a
palavra Reformer que ele “estava doente, não para a morte, mas para a vida “, mas Lutero
orou fervorosamente que‘Myconius pode não passar através do véu para descansar,
enquanto ele foi deixado de fora-de-portas em meio aos demônios’, e escreveu ao seu amigo
que ele tinha certeza de suas orações seria ouvido, e pela misericórdia de Deus seus dias
iria ser alongado, de modo que ele seria seu sobrevivente. [57]

O final da oração real de Lutero disse: “Adeus querida Frederick. O Senhor lhe
conceda que eu não ouvir da sua partida, enquanto eu ainda estou vivo. Que ele possa
causar-lhe para me sobreviver. Isso eu oro. Isso eu desejo. Minha vontade seja feita.
Um homem. Pois não é para o meu próprio prazer, mas para a glória do nome de Deus
que eu gostaria que” [58] (enfase adicionada).

Ao olhar para a cotação da oração de Lutero para


Myconius, descobri um livro muito interessante escrito em 1832 chamada The
Evidence reprimida: ou provas da Fé Milagrosa e experiência da Igreja de Jesus
Cristo em todas as idades pelo Rev. Thomas Meninos, MA, do Trinity College,
em Cambridge. [59] Parece-me que ele dá evidência para o fato de que até
mesmo os próprios reformadores acreditavam em milagres ea possibilidade de
milagres ocorridos no seu tempo.

Ambos Calvino e Lutero sentiu profundamente obrigado a desafiar a


autoridade da Igreja Católica Romana. Admito meu resumo é muito simplista,
mas seu raciocínio era assim: “Uma vez que os católicos estão usando curas
para validar falsas tradições, as curas deve ser tanto falsa ou o trabalho do
diabo.”

Os reformadores clamou por um retorno à autoridade objetiva das Escrituras,


e no processo, eles se tornaram bastante anti-sobrenatural. Não é difícil entender
a animosidade dos reformadores e por que tão veementemente jogou fora
qualquer coisa que possa reforçar o que eles consideravam uma reivindicação
grosseiramente ilegítimo autoridade espiritual. Basta lembrar os horrores do dia,
feitas em nome de Deus. Protestantes estavam sendo cruelmente perseguidos,
torturados e queimados na fogueira por um organismo religioso que há muito
perdeu o contato com a Palavra de Deus.

No mesmo período, um grupo chamado os anabatistas apareceu em cena.


Eles estavam tendo experiências subjetivas, reveladores de profecia. Calvino e
Lutero sentiu que isso ainda mais ameaçada e minada um retorno à
a autoridade das Escrituras, especialmente quando essas profecias
não se alinham com a Palavra.
A idade da razão
Paralelamente a esta percepção da necessidade de rejeitar o sobrenatural
veio a Idade da Razão. A revolução científica dos anos 1700 e 1800 na Europa
afetou profundamente a interpretação da Igreja da Escritura. Ceticismo floresceu
em direção a qualquer coisa que não tinha um material, explicação natural dentro
dos limites da compreensão humana e da lógica.

Estas duas forças-o cessacionismo dos reformadores eo ceticismo científico,


especialmente pós-Darwin na Idade da Razão acoplado a mudar radicalmente a
paisagem da teologia sobre atuais obras sobrenaturais de Deus. “A alta crítica”,
que explicou longe todos os milagres da Bíblia em termos naturais, surgiu pela
primeira vez em seminários alemães. Dentro de cinquenta anos, uma rejeição do
sobrenatural para hoje foi ensinado na maioria dos seminários norte-americanos.
Ao final de 1800, foi amplamente ensinou que até mesmo bíblicas “milagres”
nunca aconteceu. “Raciocínio Right” estava no trono, tendo precedência sobre
revelação e experiência divina. Se ele não pode ser explicado, isso não
aconteceu.

O fundamentalismo entrou em cena como uma reação à teologia liberal,


ainda que só abordou a questão da infalibilidade bíblica e inspiração. Nem os
liberais nem os fundamentalistas tinham uma teologia do miraculoso,
particularmente de cura. Os fundamentalistas visto os milagres da Bíblia como
algo que estava apenas necessário
para que o tempo para confirmar e estabelecer uma nova mensagem. Uma vez
que o Evangelho havia sido “pontapé inicial” e codificada na Bíblia, milagres não
eram mais necessárias.
É interessante que em relação aos dons do Espírito Santo hoje, pentecostais
têm mais em comum com os católicos romanos do que com outros protestantes,
os católicos romanos nunca foram cessacionista em sua doutrina. John Wimber
me disse uma vez que aqueles que têm o momento mais difícil de receber a cura
estão certos protestantes, enquanto que aqueles que recebem os mais fáceis
são católicos romanos, pois eles são mais abertos à milagroso.
O caminho de volta ao Pentecostes

Pelo que tem sido coberto até agora, pode parecer como se a Igreja foi durante
séculos sem qualquer fé ou prática dos dons sobrenaturais do Espírito Santo.
Isso está longe de ser o caso. Os evangélicos começaram a ver a cura em
meados de 1800. Desde 1875 até 1900, a cura foi o tema mais controverso de
muitas denominações. Isso foi antes do surgimento do pentecostalismo no início
da década de 1900; Deus estava revelando-Se em poder sobrenatural no meio
dos mais conservadores, denominações. É um fato pouco conhecido que muitas
das igrejas cessacionismo-de ensino de hoje nasceram em movimentos de
renovação marcados por manifestações carismáticas. É apenas a ignorância
generalizada da história da Igreja que cortou tantos de nós fora de nossas raízes
espirituais.

Primeiro Grande Despertar / Jonathan Edwards

Em 1735, reavivamento eclodiu nas colônias americanas através do ministério


de Jonathan Edwards no que ficou conhecido como a Primeira Grande Despertar.
Jonathan Edwards é o teólogo preeminente na experiência religiosa. Até hoje,
ninguém tem escrito uma discussão mais aprofundada e fundamentada sobre o
assunto. Eu li que ele foi um dos
os maiores pensadores da América. Ele era o melhor zagueiro do Grande
Despertar. Sua esposa ficou tão tocado no renascimento que ela seria superado
por horas pelo Espírito de Deus. Em uma ocasião ela estava experimentando uma
visitação poderosa que durou a maior parte de quatro dias. Olhe para algumas
das contas desse avivamento:

Quarta-feira, a igreja em Northampton estava hospedando prolongada reuniões de


avivamento. Sra Edwards foi tão cheio da graça de Deus que Ela escreve “tirou sua força
física.”: “Eu continuava a ter uma visão clara do mundo futuro, de eterna felicidade e
miséria. . .”Ela e alguns amigos tinha que ficar na igreja cerca de três horas após a reunião
foi demitido, porque na maioria das vezes, sua“força física foi superado. . “. [60]

É interessante que pelo menos um cronista moderna desses eventos observa


que as expressões “tirou sua força física”, “dominar o corpo” e “desmaios” que
foram usados ​no momento parecem ser equivalentes do século XVIII para o
nosso expressões de “cair”, “descansando” e ser “do século XX morto no
Espírito”. [61]

Na manhã seguinte, a Sra Edwards foi novamente superado pela presença de


Deus. Quando ela acidentalmente entrou em uma sala onde algumas pessoas
estavam discutindo o trabalho revigorante do Espírito Santo, sua força foi
“imediatamente tirado” e ela “se afundou no local.” Os presentes apoiou-a em
uma cadeira e continuou a conversar e “novamente a sua força falhou, e ela caiu
no chão.” Eles, então, colocá-la para a cama, onde ela estava “por um tempo
considerável fraco com alegria, enquanto
contemplando as glórias do mundo celestial. . . .”Mrs. Edwards relatou que
durante este tempo, ela“sentiu uma muito maior amor aos filhos de Deus, do que
nunca. Eu parecia amá-los como minha própria alma; e quando os vi, meu
coração saiu em direção a eles, com uma endearedness inexprimível e doçura. . .
. Isto foi acompanhado com uma sensação arrebatadora das alegrias
indescritíveis do mundo superior.”Ela estava fora naquele dia de manhã até
quatro‘ sendo muito esgotado pelas emoções de alegria’até mesmo para subir ou
sentar-se. [62] No final da tarde ela teve força suficiente para ir ao encontro à
noite, em seguida, ela voltou para a cama.

Sra Edwards continuou a ter experiências semelhantes de presença


capacitação e alegre de Deus em todo o avivamento. Ela registra suas
experiências durante dezassete dias, e não há nenhuma indicação de que esses
tipos de experiências interrompido durante o renascimento. Em vez disso, ela
parou de escrever sobre eles. Qual foi o fruto dessas experiências para Sarah
Edwards? Mr. Edwards marcou um novo e mais profundo espírito de adoração em
sua esposa, juntamente com uma maior sensação de como o dever de todo
cristão era mostrar caridade para com os pobres. Em tudo o que a Sra Edwards
experiente, seu marido comentou que não havia aparência de orgulho espiritual
nela, mas sim um grande aumento de mansidão e humildade, e um desejo de
preferência outros, juntamente com uma grande aversão a ser crítico. [63] Aqui
estão algumas das suas palavras finais de avaliação sobre sua condição:
Agora, se essas coisas são entusiasmo, e os frutos de um cérebro destemperado, que meu
cérebro seja cada vez mais possuído de que cinomose feliz! Se isto é distração, peço a Deus que
o mundo da humanidade pode ser tudo apreendidos com este benigna, manso, beneficente,
bonito, distração gloriosa! [64]

Aqueles crítica de reavivamento acusado pessoas que foram, assim, afetados


por ela de ter cinomose do cérebro, e entusiasmo era na época um termo negativo
intenção de menosprezar os adeptos de avivamento. É difícil, no entanto, a ser
um detrator de um movimento do Espírito quando sua esposa foi poderosamente
tocado por esse movimento de Deus. Edwards estava pedindo a seus críticos que
melhor maneira que havia para ver o desenrolar das Escrituras do que através
das atuais manifestações que estavam acompanhando o renascimento. No
entanto, ele sempre julgou se as manifestações eram de Deus não pelo grau da
manifestação, mas sim pelo fruto que se seguiu. Edwards acreditava que havia
pouco poder na religião que não afetou as emoções e vontade. afeições religiosas
eram a força motriz do cristianismo. Somente quando a revelação da verdade
divina foi profundo o suficiente para tocar os afetos fez esta verdade divina, em
seguida, tem o poder de afetar a vontade e estilo de vida do crente. O Espírito
Santo teve que trabalhar com nossos afetos, não apenas a nossa compreensão
ou o nosso conhecimento.

Edwards notou a diferença no personagem e fruto entre os membros de


sua igreja antes do avivamento e aqueles tocados no renascimento. Mais
uma vez, Edwards foi
sempre à procura de frutas. Mais do que qualquer outra pessoa na América,
estudou cuidadosamente a relação entre as manifestações corporais e fruta,
entre o funcionamento interno do espírito e as manifestações externas sobre o
corpo física destes mecanismos internos.

O que essas manifestações se parece? Como eles foram descritos? A seguir


estão alguns termos Edwards usados ​para descrever os fenômenos: afetos
extraordinárias que foram acompanhados por manifestações físicas de medo,
tristeza, amor e alegria. Lágrimas, tremores, geme, outcries altos, agonia do corpo
e a falha de força física. Se encaixa, empurrões e convulsões. [65]

Por que eu escolhi para incluir esses insights do Grande Despertar, que foi
chamado de “grande clamor” [66] por seus críticos, enquanto ele estava ocorrendo,
especialmente desde que o tema deste livro é impartation? Porque eu acredito
reavivamento em si tem a característica de ser transmitida através impartation. Às
vezes, o impartation é para uma visão / compreensão do que Deus está fazendo
atualmente-que a temporada de refrescante começou. Às vezes, o impartation
vem através da leitura de um relato do que Deus está fazendo em outra área ou
ouvir o testemunho de outros que foram tocados no derramamento fresco. Outras
vezes, vem por vê-lo em primeira mão, e outras vezes por ser tocado nas
reuniões ou por ter as mãos sobre você pelo líder da reunião ou recebendo
orações por um dos líderes do movimento de Deus.

Durante o Despertar ele encontrou-se líder,


Edwards observou o seguinte:

Houve muitos casos de pessoas que vieram do exterior em visitas, ou em negócios, que
não tinha sido aqui antes. . . eles foram savingly feito em cima; e comeram do chuveiro de
bênção que Deus fez chover aqui, e foi para casa alegria, até que finalmente o mesmo
trabalho começou evidentemente a prevalecer em várias outras cidades do país [grifo
nosso]. [67]

Este impartation para o transporte de avivamento pode ser visto no Primeiro e


Segundo Grande Despertar, a Santidade Revival do século XIX eo Revival
Pentecostal no início do século XX. Também estava presente no maior
avivamento da história Batista em Shantung província do norte da China na
década de 1930, o Latter Rain Revival eo Revival Cura do final de 1940, a
renovação carismática, tanto do protestantismo e catolicismo, bem como no
movimento de Jesus e movimento Third Wave dos anos 1960, 70 e 80,
respectivamente. Eu também vi-o no mover de Deus ligado ao Rodney
Howard-Browne, eu e John Arnott, John Kilpatrick e Steve Hill, Steve Gray e
outros na década de 1990. De fato, visão profética de Rodney Howard-Browne
sobre impartation para o transporte de avivamento me incentivou a ir vê-lo e
receber oração dele várias vezes. Deus lhe havia dito que ele “iria impor as mãos
sobre mil pastores que iria ajudá levar avivamento ao redor do mundo.” Eu
acreditava na verdade do impartation, e pedi para ser um dos mil.
Wesley e Whitefield
Vamos voltar ao nosso ponto de vista histórico ao passar do Grande
Despertar nas colônias americanas para a obra de Deus na Inglaterra. Pouco
antes de este reavivamento na América do Norte, a Grande Renovação
Evangélica já havia irrompido na Inglaterra sob os ministérios de John Wesley e
George Whitefield. Wesley, fundador do Metodismo, testemunhou a libertação
demoníaca em suas reuniões, bem como as pessoas que estão sendo jogados
ao chão-mais tarde chamado de “desmaiar”, e mais tarde ainda, “cair no Espírito”.
Note que Wesley escreveu nesta série de trechos de seu diário no ano de 1739:

Qui [8 de março.-[. . . Um] que estava sentado a uma pequena distância, senti, por assim dizer, a
perfuração de uma espada, e antes que pudesse ser levado para outra casa, para onde eu ia, não
podia evitar de chorar em voz alta, mesmo na rua. Mas assim que fizemos o nosso pedido
conhecido a Deus, que ele enviou-lhe a ajuda de seu santo lugar. [68]

Ter [Abril] 17.-. . . Imediatamente um que ali estavam (a nossa não pequena surpresa) gritou em voz
alta, com a maior veemência, como na agonia da morte. Mas nós continuamos em oração, até que
“uma nova canção foi colocada em sua boca, uma ação de graças ao nosso Deus.” Logo depois,
duas outras pessoas (bem conhecido neste lugar, como trabalhando para viver com toda a boa
consciência para com todos os homens) foram apreendidos com dor forte, e constrangidos a “rugido
para o desassossego do seu coração.” Mas não demorou muito para que eles também irrompeu em
louvor a Deus, o Salvador. [69]

Sentou. Salão um jovem de [Abril] 21.-At Weaver foi subitamente tomado por um tremor
violento todo, e em poucos minutos. . . Afundaram-se para o chão. [70]
Qui [Abril] 26.-. . . Imediatamente um, e outro, e outro afundado na terra: Eles caíram
por todos os lados como atordoado. [71]

Seg. [Abril] 30.-Entendemos que muitos foram ofendido com os gritos daqueles em quem o
poder de Deus veio: entre os quais estava um médico, que era muito medo, pode haver
fraude ou impostura no caso. A-dia quem ele tinha conhecido muitos anos, foi o primeiro
(enquanto eu estava pregando em Newgate) que eclodiu “em gritos fortes e lágrimas.” Ele
mal podia acreditar em seus próprios olhos e ouvidos. Ele foi e ficou perto dela, e observou
todos os sintomas, até que grandes gotas de suor escorria pelo rosto, e todos os seus ossos
balançou. então ele não sabia o que pensar, sendo claramente convencido, não era fraude,
nem qualquer distúrbio natural. Mas quando ambos sua alma e do corpo foram curados em
um momento, ele reconheceu o dedo de Deus. [72]

Ter 1 de Maio.-. . . A Quaker, que ali estavam, não era um pouco descontente com a
dissimulação dessas criaturas, e estava mordendo os lábios e tricô suas sobrancelhas, quando
ele caiu como atordoado. A agonia que ele estava era mesmo terrível de se ver. Nós suplicou a
Deus que não estava loucura para seu cargo. E ele logo levantou a cabeça, e clamou em alta
voz: “Agora eu sei que tu és um profeta do Senhor.” [73]

Estas foram as contas dos pecadores e detratores religiosos que foram


derrubados no chão, mortos no Espírito. Revivals são frequentemente
acompanhadas de tais fenômenos. É difícil para nós aceitar que o Espírito de
Deus faria com que as pessoas sejam atiradas para o chão, mas nas Escrituras
quando há uma teofania (manifestação visível de Deus), na maioria das vezes as
pessoas ficam com medo, às vezes eles caem e outras vezes eles tremem.

O maior evangelista da Grande Evangélica Revival foi George Whitefield. Ele


começou a liderar este reavivamento em 1735 com a idade de 21. Ele estava
preocupado sobre
alguns dos fenômenos que estava ouvindo sobre nos relatórios de reuniões
de John Wesley. Wesley escreveu em seu diário sobre uma discussão que
teve com Whitefield em relação a este:

Sentou. [Julho] 7.-eu tive a oportunidade de conversar com ele desses sinais externos, que
tantas vezes acompanham o trabalho interior de Deus. Eu encontrei suas objeções foram
principalmente fundamentada em deturpações grosseiras da matéria de facto. Mas no dia
seguinte ele teve a oportunidade de informar-se melhor: Para Mal tinha começado (na aplicação
de seu sermão) para convidar todos os pecadores a crer em Cristo, de quatro pessoas afundou
perto dele, quase no mesmo momento . Um deles estava sem qualquer sentido ou movimento.
Um segundo tremia excessivamente. O terceiro teve convulsões fortes por todo o corpo, mas
não fez nenhum ruído, a não ser por gemidos. A quarta, igualmente convulsionou, clamou a
Deus, com gritos fortes e lágrimas. A partir deste momento, eu confio, vamos todos sofrer Deus
para continuar seu trabalho da maneira que lhe agrada. [74]

George Whitefield, o maior evangelista da Grande Renovação Evangélica,


também experimentaram curas em suas reuniões. Ele escreveu, ". . . e eu confio,
o Sol da Justiça surgiu em alguns com cura em suas asas. As pessoas foram
derretidas muito com a pregação da Palavra. . “. [75] A coisa surpreendente
revelado em revistas de Whitefield foi o repetidas declarações sobre George
sendo fraco no corpo, muitas vezes muito mal, e Deus vindo em poder com a
pregação da Palavra. [76] Houve relatos de libertações, mas há relatos de George
orando por cura divina com a imposição das mãos. Cura nesta fase da história
protestante ainda era uma doutrina perdida, apenas para ser redescoberto pela
Santidade mais tarde
movimento, em seguida, pelo movimento da cura de fé que incluía Reformada,
Batista e pessoas Christian & Missionary Alliance, juntamente com escritores de
além dessas denominações (como Anglicana e Episcopal), e depois pelo povo
pentecostal. [77]

Ao ler os diários de Wesley e Whitefield, não se pode deixar de pensar em


como Jesus repreendeu os fariseus de Seu tempo para honrar os profetas
quando suas ações em direção a Ele indicou que, se tivessem vivido quando os
profetas viveram, eles teriam apedrejado-los em vez de os honrou. É incrível
como nós honramos hoje aqueles que foram ridicularizados e difamado durante
seus ministérios. A lição da história é que é fácil de ser favorável para a
renovação ou renascimento da distância segura de tempo, mas difícil de ser
aberto a participar na “Grande Clamor” -a rótulo pelo qual o Grande Despertar foi
originalmente conhecido.

Wesley e Whitefield seriam considerados “líderes de avivamento falsas” se


eles estavam realizando seu ministério hoje. Eles seriam culpados de participar
na falsa “mortos no movimento Espírito.” Eles com certeza gostaria de ser
acusado de enfatizar experiências esotéricas e exagerando suas reuniões. As
gravações de algumas de suas reuniões seria jogado no rádio, especialmente
com os aspectos mais bizarros apresentado, como gritando, gemendo, chorando,
gritando e essas outras coisas que muitas vezes ocorreram em suas reuniões.
Porque suas reuniões foram acompanhadas com potência suficiente para fazer
com que os afetos
(emoções) a ser movido pelo Espírito de Deus, poderia ser possível que estes
mesmos fenômenos foram o que atraiu a atenção do Inglês e povo americano de
que dia?

Qual foi o fruto do Grande Despertar nas colônias da América? Whitefield foi
atraído para a América onze vezes, e morreu nas colônias. Foi real
renascimento, ou era as pessoas simplesmente se envolver em experiências
esotéricas? Decida por si mesmo:

Em um período de três anos durante o despertar, pelo menos, trinta mil pessoas foram
convertidas em Nova Inglaterra. E no mesmo período de pelo menos cinqüenta mil pessoas
foram convertidas em todas as colônias. Quando se lembra que a população total das
colônias foi de cerca de dois milhões, estes números são nada menos que incrível. Um
despertar similar hoje teria de resultar em mais de cinco milhões de conversões para atingir o
mesmo percentual. [78]
Segundo Grande Despertar
O Segundo Grande Despertar começou a ganhar força em torno de 1792,
quando Deus começou a visitar faculdades. Em 1800, muitas igrejas nos Estados
Unidos estavam experimentando renascimento, com a mais famosa dessas
reuniões, sendo o Cane Ridge Revival em Kentucky. [79]

Ironicamente, o Cane Ridge Revival saiu de uma tradição que se originou com
os presbiterianos escoceses. Os presbiterianos tinha um serviço de comunhão
prolongada que teria lugar uma vez por ano e duram de três a cinco dias. Houve
cinco ou seis tais reuniões na Escócia, onde o “fogo caiu” ou onde Deus iria
“acender o fogo novamente.” As “reuniões selvagens”, como eram chamados,
começou em Ulster e atingiu o pico em torno de 1724. “Foi em estas comunhões
Ulster que primeiro temos relatos de pessoas desmaiando mortos distância e
sendo levado para fora em transe “. [80]

A maior e mais famosa das reuniões escocesas foi realizada no Cambuslang.


Estimativas correu tão alto quanto trinta mil pessoas no atendimento. George
Whitefield tinha acabado de voltar de uma de suas viagens à América, e ele
pregou com grande paixão e unção. O historiador Paul Conkin escreve,

Pequenos grupos de pessoas, sob profunda convicção, conversamos toda a noite. Whitefield
pregou o sermão de Ação de Graças na segunda-feira, após o qual as pessoas estavam relutantes
em sair. Ninguém poderia estimar o número de convertido. Quase todos os exercícios físicos
possíveis, incluindo cair em um desmaio, aflitos alguns participantes. Os ministros lamentaram o
comportamento disruptivo durante os serviços, mas, apesar de seus apelos
muitos gritou, mesmo durante a comunhão, e em entrevistas posteriores juraram que não podia
controlar-se por mais que tentasse. . . . Mas, nestes três ou quatro ondas de avivamento, os
grandes encontros rurais, com todos os exercícios físicos extremos, desanimado ou assustado
possivelmente a maioria dos clérigos presbiterianos. . . . Cambuslang foi o foco de grande parte da
controvérsia. No prazo de nove anos, pelo menos cinquenta e oito livros, além de artigos
intermináveis, seja louvado ou condenado ele. [81]

O pastor local, McCulloch, desenvolveu um questionário para avaliar os


efeitos da revitalização e defender o que tinha acontecido. “Os efeitos sobre a
congregação local foram duradouros, embora o renascimento diminuiu muito
rapidamente. Conversões continuou até 1748, mas com diminuições anuais.
Crimes todos, mas cessou no rescaldo, mas não por muito tempo. Cerca de
quatro em cada cinco convertidos permaneceu na igreja para a próxima década
“. [82]

Para aqueles que questionam o fruto de tais experiências de renovação, podemos


comparar isso com a taxa de retenção de hoje de 6 por cento de evangelismo
cruzada após apenas um ano. A renovação Cambuslang produziu uma taxa de
retenção de 80 por cento depois de dez anos!

A mesma controvérsia que girava em torno Cambuslang ressurgiu quando o


Cane Ridge Revival atingido. Qual foi esse avivamento como? James B. Finley
era um circuito piloto Metodista que estava entre os milhares convertidos durante
este movimento de Deus. Finley escreveu,

O barulho era como o rugido de Niagara. O vasto mar de seres humanos pareciam ser agitado como
que por uma tempestade. . . A cena que em seguida se apresentou à minha mente era indescritível. Ao
mesmo tempo eu vi, pelo menos quinhentos varrido para baixo em um momento, como se uma bateria
de mil armas tinham sido abertos sobre eles e, em seguida, seguido imediatamente
gritos e gritos que alugar os próprios céus. [83]

Embora Cane Ridge não se originou com os batistas, era parte do que ficou
conhecido entre os batistas como o despertar de 1800. Dr. Lewis Drummond,
co-autor de Como Espiritual Awakenings Acontecem, [84] afirmou em suas
palestras sobre evangelismo no The Southern Baptist Theological Seminary que
por causa deste avivamento, os presbiterianos dobrou, triplicou os batistas e os
metodistas quadruplicou. Mas, muitas vezes, quando Deus derrama o Seu
resultados divisão Espírito. Os presbiterianos seria dividido em duas
denominações, devido à Cane Ridge Blessing. Era demais para alguns, por isso
foi rejeitado por eles.
Peter Cartwright
Um dos grandes líderes metodistas de 1800 foi Peter Cartwright. Ele havia
sido tocado na Cane Ridge Revival e logo se converteu e chamado para o
ministério. Durante os primeiros dias do Metodismo neste país, é relatado que
muitos jovens pilotos circuito metodistas não se casou porque sabiam que cerca
de 50 por cento do seu número morreu antes de atingir a idade de

30. Peter Cartwright era um dos pilotos do circuito início corajosos e um de seus evangelistas
mais famosos da época. De sua autobiografia, ele fala, Muitas noites, nos primeiros
tempos, o itinerante teve que acampar, sem fogo ou comida para o homem ou besta.
Nossa Bíblia de bolso, Hinário, e Disciplina constituído nossa biblioteca. É verdade que
não podíamos, muitos de nós, conjugar um verbo ou analisar uma frase, e assassinou
Inglês do rei quase todos os lambida. Mas havia uma unção divina participou da palavra
pregada, e milhares caiu sob a poderosa mão de Deus, e assim a Igreja Metodista
Episcopal foi firmemente plantados neste deserto ocidental, e muitos sinais gloriosos
seguiu, e seguirá, até o final de Tempo. [85]

O que uma poderosa história, honrosa do Espírito os metodistas têm! Cartwright


também escreveu sobre o Cumberland Revival que logo em seguida Cane Ridge: Os
predestinação de quase todos os tipos colocar diante de um grande esforço para
parar o trabalho de Deus. . . .

Apenas no meio de nossas controvérsias sobre o assunto dos poderosos exercícios entre
as pessoas com menos de pregação, um novo exercício eclodiu entre nós, chamados de
idiotas, que era esmagadora em seus efeitos sobre os corpos e as mentes das pessoas. Não
importa se eles
eram santos ou pecadores, eles seriam levados sob uma música quente ou sermão, e apreendeu
com um empurrão convulsiva todo, o que eles não podiam por qualquer evitar Possibilidade, e
quanto mais eles resistiram mais eles empurrou. Se eles não se esforçam contra ela e orar para
valer, o empurrão normalmente diminuir. Tenho visto mais de quinhentas pessoas masturbando
em um momento em meus grandes congregações. A maioria geralmente pessoas tiradas com os
empurrões, para obter alívio, como se dizia, iria se levantar e dança. Alguns iria correr, mas não
podia fugir. Alguns poderiam resistir; em tais os empurrões foram geralmente muito grave. [86]

A interpretação de Cartwright desses fenômenos é digno de nota:

Eu sempre encarado os empurrões como um julgamento enviado de Deus, em primeiro lugar,


para trazer pecadores ao arrependimento; e, por outro, para mostrar os professores que Deus
poderia trabalhar com ou sem meios, e que ele poderia trabalhar para além meios, e que tudo
parece contra-lo bem, para a glória de sua graça e a salvação do mundo. [87]
Charles Finney espalha o fogo
Charles Finney foi o maior revivalista dos anos 1800 nos Estados Unidos.
Alguns dizem que ele foi o maior evangelista americano de todos os tempos. Sua
biografia é cheia de energia encontra que ele experimentou e testemunhou.
Poucas horas depois de sua conversão, ele experimentou um poderoso batismo
no Espírito Santo. Este “impartation” soberano do céu iria mudar radicalmente a
sua vida. Ele descreve sua experiência desta forma:

Sem qualquer expectativa de que, sem nunca ter o pensamento em minha mente que não
havia tal coisa para mim, sem qualquer lembrança de que eu já tinha ouvido a coisa
mencionada por qualquer pessoa no mundo, o Espírito Santo desceu sobre mim de uma
maneira que parecia que passar por mim, corpo e alma. Eu podia sentir a impressão,
como uma onda de energia elétrica, passando e através de mim. Na verdade, parecia vir
em ondas e ondas de amor líquido para eu não poderia expressá-lo de qualquer outra
forma. Parecia que o próprio sopro de Deus. Eu lembro claramente que parecia fã mim,
como imensas asas. Não há palavras para expressar o amor maravilhoso que foi
derramado em meu coração. Chorei alto com alegria e amor; e eu não sei, mas devo dizer,
eu literalmente gritou as gushings inexprimíveis do meu coração. Estas ondas veio sobre
mim, e sobre mim, e sobre mim, [88]

Após esta experiência, a primeira pessoa Finney falou foi buscar um ancião. O
ancião veio para ajudar Finney porque Finney tinha sido tão dizimado pelo poder
da experiência. Este presbítero da igreja era um homem sério e grave, mas, como
Finney estava dizendo a ele como se sentia, o
mais velho caiu em uma “mais risos espasmódica. Parecia que era impossível
para ele não rir desde o fundo do seu coração “. [89]

Finney recebeu uma segunda impartation do céu, que ele chamou o batismo
no Espírito, no prazo de 24 horas após a primeira, e depois começou a pregar o
dia depois de sua conversão. [90] Ele teria muitos batismos no Espírito. Seu
ministério controversa veria milhares cair sob o poder do Espírito Santo, com
curas, libertações, tremores, gemidos e choro. Alguns que caiu sob o poder não
seria capaz de levantar-se por longos períodos de tempo. Em uma época de
escassa população e nenhuma mídia, Finney seria usado para trazer de meio
milhão de pessoas no Reino de Deus!

Fenômenos têm sido muito mais um sinal do poder de Deus em revivals.


Muitas vezes, esses fenômenos também produzem controvérsia e divisão dentro
das igrejas. É triste que quando estas coisas são escritas mais tarde, nossos
historiadores da igreja muitas vezes sanear as contas das reuniões, removendo a
dimensão sobrenatural. Quando vários professores de seminários Batistas do Sul
de evangelismo foram convidados por telefone, “Qual foi o maior avivamento da
história Batista?” A resposta foi unânime: “O Shantung Revival na China.” [91] Cura,
caindo, electricidade, rindo no Espírito, mesmo ressuscitar os mortos são
registrados no Shantung Revival, um livro escrito por Mary Crawford que
mencionei no capítulo 3. Crawford foi um dos missionários batistas que
experimentaram esse avivamento
em primeira mão, no início de 1930. Em seu livro são contas de quase tudo o que
tem sido característica da Bênção de Toronto eo Pensacola Outpouring.
Infelizmente, a maioria dos Batistas do Sul não estão cientes do que aconteceu
durante a sua maior avivamento porque há vários anos livro de Crawford foi
reimpresso com quase todos os fenômenos do Espírito Santo editado. Global
Awakening republicou este livro com todo o seu conteúdo original. [92]
Pentecostal Revival

Revival marcou o início de 1900, tal como tinha acontecido nos anos 1800. A
Frontier Revival, ou Segundo Grande Despertar, foi seguido pelo Pentecostal
Revival ainda mais poderoso, que remonta a 1901. Mais uma vez queremos ver
pessoas caindo, agitação, rolando, chorando, lamentando, dançando, rindo no
Espírito e falar em línguas . A singularidade seria que, pela primeira vez, as
línguas foram amarrados para o batismo no Espírito Santo como a evidência
inicial.

Rua Azusa ocorreria em 1906. O primeiro nome para a Rua Azusa Revival foi a
“Bênção Los Angeles.” [93] Pessoas com fome iria viajar a ele de todos os
continentes habitados para encontrar mais da presença manifesta de Deus e
depois voltar para espalhar a Revival Pentecostal em seus países. Os
participantes acreditavam na impartation, a transferência de unção, e foram
capacitados para realizar o renascimento de volta para outros lugares. Como a
chuva serôdia Revival dos anos 1940, esse renascimento enfatizou o retorno de
todos os dons espirituais de 1 Coríntios 12, incluindo o “sinal presentes” de
línguas, interpretação de línguas, profecia, milagres e dons de curar.

É decepcionante para mim o quanto o preconceito ainda existe na igreja em


direção pentecostais. Quando eu estava fazendo um curso sobre evangelismo no
seminário, estudamos todo avivamento na história da igreja na América do Norte,
exceto quatro: o Revival Pentecostal; o Latter Rain Revival, que era um
reavivamento Pentecostal em sua origem; Renovação Carismática;
eo Movimento de Jesus, que tinha acabado de terminar. [94] É vergonhoso que
esses revivals nem sequer são mencionados em nossos seminários evangélicos
e colégios. [95] Não é saudável para permitir que o nosso prejuízo nos cegar para
os fatos da pentecostais como poderosamente Deus tem usado. Em seus
primeiros dias, quando não tinham instituições, edifícios, dinheiro ou programas,
eles foram usados ​para alcançar mais perdido do que qualquer outra parte da
igreja, mais do que os reformados, a Luterana, Anglicana, Batista, Metodista e da
Católicos romanos. Estas denominações, com toda a sua história, edifícios,
finanças, organização e programas, foram superadas na evangelização pelos
pentecostais.

Por quê? Os pentecostais abraçou o derramamento do poder do Espírito


Santo e a restauração dos ministérios poder do Espírito Santo, como ainda sendo
operativo para hoje. Sozo, a palavra grega para salvar, é usado na Bíblia para se
referir não só a salvação da alma, mas a libertação de situações demonizado e à
cura física e emocional. Foi compreensão os pentecostais da plenitude da nossa
salvação que deu tal poder espiritual para sua mensagem.

Pentecostalismo foi precedida por líderes como Charles Spurgeon (1834-1892)


que estavam olhando para a restauração de uma igreja plenos poderes, apostólica,
como visto nos dias do primeiro Pentecostes. Spurgeon era um calvinista, mas ele
teve um ministério de cura e mudou-se em palavras de conhecimento durante os
seus serviços. Ele profetizou um grande movimento do Espírito Santo dentro dos
próximos cinquenta anos
depois que ele estava falando. Foi nestas próximos cinquenta anos que viu o
nascimento do movimento Santidade, liderada por alguns dos gigantes da fé
deste século, AJ Gordon,
AB Simpson e Andrew Murray. Esses homens também seria líderes do
movimento da cura de fé. [96] Estes movimentos de renovação surgiu de dentro de
várias denominações existentes, como não havia nenhuma igreja “Santidade” em
existência na época.

O movimento Santidade enfatizou uma segunda obra da graça após


regeneração inicial. O objectivo desta segunda experiência foi um “enchimento”
com o poder do Espírito Santo que permitiu o crente a experimentar a vitória
santificação-prática em sua experiência diária, não apenas a vitória posicional no
campo espiritual e na vida por vir. Foi um retorno à doutrina do “Cristo é Victor”,
que foi o entendimento predominante da cruz de Cristo durante os seis primeiros
cem anos de história da Igreja. [97] Em suma, isso significa que nós entendemos
que a cruz não apenas garantir a nossa salvação final, mas que todos do poder de
Satanás foi cumprido de frente e derrotou, quebrando o domínio da maldição. A
morte de Jesus foi certamente uma “expiação substitutiva”, mas o escopo do que
ele fez vai muito além disso. Pela Sua morte e ressurreição e ascensão, Jesus
venceu todos os poderes do inferno. Por causa de sua vitória, os cristãos podem
andar em autoridade e poder sobre a morte em toda a sua forms- física espiritual,
emocional e.

Fora deste retorno ao histórico teologia Christus Victor


veio o movimento da cura de fé. Este movimento seria eclipsado em cerca de 25
anos pelo nascimento do movimento pentecostal. Com o grande desdém de
evangélicos para o movimento pentecostal, que abrangia a cura, houve uma
reacção por evangélicos distância do movimento da cura de fé para uma posição
cessacionista ainda mais forte.

Eu ouvi muitas vezes a frase: “Eu não estou preocupado com os fenômenos; o
que eu estou preocupado é o evangelismo.”Pode haver qualquer dúvida de que os
mais poderosos movimentos do Espírito, aqueles que resultaram no maior número
de pessoas que vêm a Deus, foram esses tempos de avivamento caracterizadas
por efusões poderosas de dons espirituais e as manifestações da própria
presença de Deus? É também claro da história da Igreja que a maioria desses
líderes recebeu pela primeira vez a sua própria comunicação do Espírito antes de
realizar tais coisas poderosas em nome de Jesus. Homens e mulheres como
Maria Woodworth Etter, John G. Lake, Smith Wigglesworth, Charles Price, FF
Bosworth, Aimee Semple-McPherson, Tommy Hicks, Lester Sumrall, TL Osborne,
Oral Roberts, Kathryn Kuhlman, Reinhard Bonnke, Benny Hinn, Bill Johnson ,
Rolland e Heidi Baker, Ché Ahn, John Arott,

Outros homens como AJ Gordon, Andrew Murray, AB Simpson, EW Kenyon,


AT Pierson, DL Moody e R.
A. Torrey também testemunhou ter recebido o batismo no
o espírito Santo. Estes homens eram menos conectado a entrar no movimento
de cura através de um impartation. Como o falecido John Wimber, viram a cura
na Bíblia e queria ser fiel à Bíblia, e ao fazê-lo começou a ensinar sobre a cura.
Sua impartation era mais para o evangelismo, e sua abordagem para a cura foi
baseada nas promessas da Escritura. [98]

Que tal hoje?

Quando vemos homens e mulheres que afirmam uma unção de Deus mover-se
em sinais e maravilhas, curas e libertação, e quando vemos ministérios
acompanhados por todos os tipos de fenômenos, podemos saber que é de
Deus? Nós certamente vimos o impacto histórico de homens e mulheres usados
​no passado eo fruto da desabafos anteriores do Espírito. E quanto a tempos
mais recentes?

Como muitos rios que fluem em um grande rio de Deus, a década de 1940 trouxe
o ministério renascimento de William Branham em 1946, o renascimento Sharon
Orfanato de 1947, o avivamento de cura de 1948 e o ministério evangelístico do Dr.
Billy Graham em 1949. Embora diversas em natureza, eu não acredito que estes
eram movimentos separados de Deus, mas sim um grande derramamento que se
manifesta em uma variedade de maneiras. Desde então, eu acredito que nós temos
vindo a acelerar em direção ao maior avivamento de tudo, a última colheita antes do
retorno de Jesus Cristo para a Sua Noiva.
Eu ver o grande rio de Deus do renascimento 1990 de forma similar. Houve
Claudio Freidzon em 1992, Rodney Howard-Browne em 1993, John Arnott e eu,
em
1994 John Kilpatrick e Steve Hill em 1995 e Steve Gray em 1996. Muitos outros
também foram utilizados nestes períodos de revitalização tanto nas décadas de
1940 e 1990, mas o espaço eo tempo não nos permitem mencionar todas elas.

Nesta última década, evangelistas, como Benny Hinn e Reinhard Bonnke ter
pregado aos milhões em um só lugar. Eu estava na Índia ao mesmo tempo Benny
Hinn estava ministrando para mais de um milhão de almas. Meus multidões eram
de 25.000
100.000 por noite. O que atraiu as pessoas? Os milagres de Deus?

E sobre evangelista Dr. Billy Graham? Ele não se move em milagres, por isso é
que o seu sucesso invalidar meus argumentos? Eu acho que não. Cerca de 25
anos atrás, eu estava estudando sobre pessoas sendo cheio do Espírito Santo. Eu
li que quando o Dr. Graham foi-se nas montanhas de Califórnia perto de um lago,
ele teve uma experiência com Deus, onde havia uma entrega mais completa aos
propósitos e poder de Deus para a sua vida. Esta experiência aconteceu pouco
antes de suas famosas reuniões Los Angeles em 1949, onde ganhou notoriedade
nacional. Três anos antes, Stephen Olford levou o Dr. Graham em uma
experiência de ser cheio do Espírito. [99]

Assim, muitos homens e mulheres têm sido poderosamente ungido por Deus
para trazer avivamento através dos vários dons do Espírito. Eles estão sendo
usados ​agora para
mudar o mundo.
No próximo capítulo, vamos considerar como o Senhor trouxe a Sua Igreja
de volta da beira de quase perder a sua compreensão sobre como impartation
importante e os dons do Espírito são. Demorou um esforço de recuperação
full-blown, maciço orquestrada pelo Espírito Santo, com os resultados tão
importante para Deus que Ele fez com que ambos os protestantes e católicos
romanos para começar a orar por um “novo Pentecostes”. Esta é uma das
histórias mais incríveis a história da Igreja. Uma vez que você ver o que Deus
propôs a fazer e então o que Ele efetuou na sua Igreja, você vai ver uma
imagem muito maior da importância deste “novo Pentecostes” era o coração de
Deus.
10
nds Wi de Mudança Preparação

para Restauração

Durante o tempo do ministério de Charles Finney na América, Deus também estava


trabalhando nos corações de muitos evangélicos na Inglaterra. A grande
expectativa estava construindo durante os anos 1800 sobre o cumprimento das
profecias do fim dos tempos. Antes da eclosão da Guerra Civil nos Estados Unidos,
o que prevalece visão em tempo final foi postmillennialism, que ensinava que Jesus
voltaria depois que a Igreja tinha estabelecido com sucesso o Reino de Deus na
Terra e tinha tomado o Evangelho a todas as nações. Muitos crentes realizou uma
visão popular de que, como Jesus aparecendo chegou mais perto, a Igreja deve
esperar um grande reavivamento do fim dos tempos em que os anteriores ‘Sign
presentes’ de 1 Coríntios 12 seria restaurado para a Igreja.

Após a Guerra Civil, uma teoria dispensacionalista arrebatamento pré-Tribulação


tornou-se o ponto de vista mais popular nos Estados Unidos sobre o fim dos tempos.
Este ponto de vista foi predisposto a negar um renascimento do fim dos tempos ou a
restauração dos dons de sinais, e embora tenha sido popular nos Estados Unidos, teve
apenas um pequeno impacto sobre os cristãos europeus.
Por centenas de anos, a Igreja, tanto católicos e protestantes, não esperava que a
pessoa média para ser capaz de se mover nos dons de cura, operação de
milagres, profecia, línguas e interpretação de línguas. Outros presentes como
palavras de conhecimento e palavras de sabedoria foram redefinidos para
remover seu aspecto sobrenatural. Às vezes profecia também foi tratado desta
forma e foi considerada a equivalência da pregação. Esta foi a interpretação
calvinista clássico e também era uma vista fortemente realizada pelos luteranos.
Mas pela última metade dos anos 1800, essa visão foi mudando para uma
expectativa crescente na Europa para a restauração dos dons e escritórios do
cristianismo apostólico.

Daniel 7 e Apocalipse 13 eram importantes passagens proféticas que muitos


acreditavam estavam em vias de ser cumpridas durante o final de 1700. Vinson
Synan, reitor da Regent Divinity School eo mais famoso historiador da Igreja
Pentecostal do século XX, escreveu,

Como a Revolução Francesa se desenrolava, os estudiosos bíblicos estavam certos de que


essas passagens foram literalmente sendo cumprida. A introdução de um novo calendário
“revolucionário” e a instalação de uma prostituta na catedral de Notre Dame como um
recém-coroado “Deusa da Razão” parecia ressaltar o evento apocalíptico de 1798, quando as
tropas francesas sob o general Berthier marcharam em Roma, configurar um novo república, e
enviado do Papa para o exílio. Isto foi visto como a “ferida mortal” que marca o fim da
hegemonia papal no mundo. [100]

Um estudante da profecia bíblica interpretou os 1260 anos mencionados em


Apocalipse e os “tempos, tempos e metade do tempo” em Daniel ser a partir do
ano 538 (o fim do
regra godos em Roma) a 1798 como o cumprimento da profecia. Synan
continua,

Para estudiosos protestantes esta interpretação significava que eles estavam vivendo nos
últimos dias. A segunda vinda de Cristo estava perto; milênio foi pouco para começar; o
Espírito Santo logo seria derramado sobre toda a carne como mais um sinal de que o fim
estava próximo. A longa noite de espera estava quase no fim. A qualquer momento os
carismas voltaria a se manifestar na terra como no dia de Pentecostes [grifo nosso]. [101]

Os evangélicos na Inglaterra e no Continente continuou a esperar uma efusão


do fim dos tempos dos dons do Espírito. Em 1857, Charles H. Spurgeon, um
famoso pregador batista, deu um sermão intitulado “O Poder do Espírito Santo”.
Nela, ele disse,

Outra grande obra do Espírito Santo, o que não é feito é o trazendo da glória dos últimos
dias. Em mais alguns anos, eu não sei quando, não sei como, o Espírito Santo será
derramado em estilo muito diferente do presente. Há diversidade de operações; e durante
os últimos anos, tem sido o caso de que as operações diversificadas ter consistido de
muito pouco derramamento do Espírito. Ministros passaram em rotina maçante,
continuamente preaching- pregação-pregação, e pouco bom tem sido feito. Espero que
uma nova era raiou sobre nós, e que há uma melhor derramamento do Espírito mesmo
agora. Para a hora vem, e pode ser mesmo agora, quando o Espírito Santo será
derramado novamente de uma forma tão maravilhosa, que muitos vão correr para e de e
conhecimento se multiplicará-o conhecimento do Senhor cobrirá a terra como as águas
cobrem a superfície do grande abismo? quando Seu Reino virá, e Sua vontade será feita
na terra como no céu. . . . Meus olhos piscam com o pensamento de que muito provável
que eu viva para ver o derramamento do Espírito; quando “os filhos e as filhas de Deus
profetizarão, os jovens terão visões, e os velhos
terão sonhos.” [102]

Fome crescente nos EUA

Nos Estados Unidos, a ênfase na restauração dos dons do Espírito, e ao receber


uma experiência do Espírito Santo subseqüente à conversão, foi passando de à
margem da Igreja para seu centro. Isso estava se tornando mais visível,
especialmente durante os últimos 25 anos do século XIX. A ênfase no movimento
Santidade tinha sido principalmente o ponto de vista Metodista esse poder para a
santificação ou santidade era uma “segunda bênção definitiva.” Esta foi a
tornar-se uma mensagem dupla onde a “segunda bênção” incluía os dons do
Espírito Santo de poder.

O movimento Keswick foi um movimento mais calvinista e foi representada por


homens como Batista AJ Gordon e Presbiteriana AB Simpson. Mas um dos
líderes mais fortes desta nova ênfase em uma experiência posterior de poder era
DL Moody, fundador do Instituto Bíblico Moody. Então veio RA Torrey, sucessor
Moody e um presidente da Moody Bible Institute, para carregar a tocha.
Conferências Northfield Moody se tornou um grande impulso para o ensino de um
“batismo no Espírito Santo” para o poder.

Moody morreria em 1899, pouco antes da eclosão do esperado e muito


procurado, muito orou por
“Novo Pentecostes”. Estas Conferências Northfield em Massachusetts foram as
reuniões onde EW Kenyon foi tremendamente influenciado na formação de muitos
dos seus pontos de vista teológicos. Sua maior fonte de citações é de Batista AJ
Gordon. [103] Kenyon viria a influenciar o homem que trouxe o ensino “obra
consumada” para as Assembleias de Deus, em seus anos de formação. Este
ensinamento obra acabada influenciado professor Santidade Phoebe Palmer, que
destacou confessando que a Palavra de Deus ensinou a respeito de sua
santificação até que possuíram.

Simpson, Gordon, Andrew Murray e Kenyon que todos aplicar esta mesma
abordagem para a cura-confessar física a verdade da Palavra de Deus baseado
na obra consumada de Cristo até a posse da realidade é o seu. Esta foi a
mensagem do movimento da cura de fé no último quartel do século XIX. Ele foi
pego pelas novas denominações pentecostais, e mais tarde, a cura evangelistas
como TL Osborn expressaria seu endividamento para Kenyon, que era
representante deste ensinamento. O livro de FF Bosworth Cristo, o Healer (Revell,
2001) é um somatório de conclusões do movimento da cura de fé.

Alguns também estavam esperando a restauração dos escritórios do profeta e


o apóstolo da Igreja, não apenas os dons de cura, milagres, línguas e
interpretação de línguas. Na década de 1830 um homem pelo nome de Edward
Irving, um pastor presbiteriano famoso em Londres, que viu as pessoas em sua
igreja experiência línguas, profecias e
outros presentes, acreditava que Deus havia restaurado os presentes de
apóstolos e profetas. Ele foi excomungado pelo Presbitério como herege para tal
crença. Algum tempo depois, morreu um homem quebrado em desgraça. [104]

Uma das notas mais tristes associados com a resposta a um século de oração
pelo derramamento pentecostal foi sua rejeição por alguns dos próprios grupos
que clamava por apenas uma tal visitação e restauração dos dons. Talvez tenha
sido por causa da forma como ele veio na Azusa Street. No dia de leis de Jim
Crow e a segregação das raças, a ideia de que Deus escolheria um homem negro
de um olho só, com pouca educação formal como o instrumento do renascimento,
e iria localizá-lo em um antigo estábulo no lado errado das faixas, era mais do que
muitos poderiam segurar. Parece que Deus gosta de aparecer nos estábulos.

Phineas Bresee, o chefe da Igreja Pentecostal recém-formado da


denominação Nazareno, teve mesmo recebeu uma concessão poderosa na
ocasião de sua santificação. (Santificação aqui é a expressão movimento
Santidade que se refere a uma poderosa obra de graça na vida do indivíduo que
liberta a pessoa do poder do pecado. Esta foi uma experiência poderosa,
emocional que foi definido e que se seguiu à experiência de conversão.) no
entanto, Bresee rejeitou a mensagem pentecostal e removeu o nome Pentecostal
da denominação. No entanto, Bresee tinha descrever receber um impartation
extremamente poderosa de Deus: Eu estava sentado sozinho no presbitério, no
frio da noite, na sala da frente
perto da porta. A porta sendo aberta, eu olhei para o Azure em fervorosa oração, enquanto as sombras da noite se

reuniram cerca. Como eu esperei e esperei, e continuou em oração, olhando para cima, pareceu-me como se do azul

veio um meteoro, uma bola de indescritível de luz condensada, descendo rapidamente na minha direção. Ao olhar para

ele, ele logo estava dentro de alguns pés de pontuação, quando eu parecia distintamente ouvir uma voz dizendo, como

meu rosto estava virado para ele: “Engula-o; engoli-lo “, e em um instante caiu sobre meus lábios e rosto. Tentei

obedecer a liminar. Pareceu-me, no entanto, que eu engoli apenas um pouco dela, embora sentida como fogo em meus

lábios, e a sensação de queimação não deixá-los por vários dias. Enquanto tudo isso por si só não seria nada, não veio

com ele em meu coração e ser, uma condição transformada de vida e bênção e unção e glória, que eu nunca tinha

conhecido antes. Eu senti como se minha necessidade foi suprida. Eu sempre fui muito reticente em relação à minha

própria experiência pessoal. Eu nunca superei isso, e eu disse muito pouco em relação a este; mas não entrou em meu

ministério um novo elemento de vida e poder espiritual. As pessoas começaram a entrar na bênção de salvação plena;

havia mais pessoas convertidos; e o último ano do meu ministério naquela igreja era mais consecutivamente bem

sucedida, sendo coroada por um renascimento quase constante. Quando o terceiro ano chegou ao fim, a igreja tinha sido

quase dobrou no número de membros, e em todos os sentidos construído. Eu sempre fui muito reticente em relação à

minha própria experiência pessoal. Eu nunca superei isso, e eu disse muito pouco em relação a este; mas não entrou em

meu ministério um novo elemento de vida e poder espiritual. As pessoas começaram a entrar na bênção de salvação

plena; havia mais pessoas convertidos; e o último ano do meu ministério naquela igreja era mais consecutivamente bem

sucedida, sendo coroada por um renascimento quase constante. Quando o terceiro ano chegou ao fim, a igreja tinha sido

quase dobrou no número de membros, e em todos os sentidos construído. Eu sempre fui muito reticente em relação à

minha própria experiência pessoal. Eu nunca superei isso, e eu disse muito pouco em relação a este; mas não entrou em

meu ministério um novo elemento de vida e poder espiritual. As pessoas começaram a entrar na bênção de salvação

plena; havia mais pessoas convertidos; e o último ano do meu ministério naquela igreja era mais consecutivamente bem

sucedida, sendo coroada por um renascimento quase constante. Quando o terceiro ano chegou ao fim, a igreja tinha sido quase dobrou no

Jesus disse: “Eu edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não


prevalecerão contra ela” (Mateus 16:18, KJV). Jesus não pertencem ao
movimento Vineyard, nem a qualquer outra rede apostólica nova. Nem ele é um
católico romano, um Batista, um membro da Assembléia de Deus ou de um
Nazareno. Ele é o pioneiro da nossa fé, o cristão original, o “ungido”. Foi dito que
Deus não faz nada sem primeiro definir a Sua Igreja para orar, então ele
responde às orações. Deus definitivamente definir a Sua Igreja para rezar em
preparação para a maior liberação de Sua
Igreja em dezessete cem anos ou mais, ou talvez até mesmo desde o
primeiro Pentecostes!

Roman Catholic Stirrings

Agora que já abordou esta restauração dentro do protestantismo, deixe-me


compartilhar o que estava sendo feito dentro da Igreja Católica Romana, em
preparação para o novo Pentecostes. Esta é uma história surpreendente da
graça de dentro da Igreja Católica Romana. Nas próximas páginas, eu estou
desenhando inteiramente sobre o material do livro de monsenhor Walsh O que
está acontecendo? Compreender o Evangelismo poderosa das Igrejas
Pentecostais. [106]

Em seu livro, monsenhor Walsh fala de como Deus agiu poderosamente dentro
da Igreja Católica, fazendo com que ele rezar por um novo Pentecostes. Ele
acredita que a Igreja Católica contribuiu para o renascimento Pentecostal através
de suas orações, juntando-se assim com as orações de muitos protestantes. Ele
relata a história de Beata Elena Guerra (1835-1914), a primeira pessoa beatificada
pelo Papa João XXIII, que fundou uma congregação religiosa dedicada a difundir
a devoção ao Espírito Santo (As Irmãs Oblatas do Espírito Santo). Ela formou
grupos de oração que ela chamou de “Pentecostes Cenáculo”, esperando que
“Vinde, Espírito Santo” pode tornar-se tão popular uma oração entre os católicos
como a Ave Maria. Ela defendeu cenáculos de oração 24 horas, esperando que a
Igreja Católica estaria unida em oração constante, assim como Mary eo
apóstolos. Em 1885, ela sentiu-se chamado para escrever ao Papa, mas resistiu até
muitos anos mais tarde. Em seguida, entre 1895 e
1903, ela escreveu doze cartas confidenciais ao papa Leão
XIII, cada um pedindo renovada pregando sobre o Espírito Santo. Papa Leão
(papado 1878-1903) publicou Provida Matris Caritate (The Provident Caridade de
Mãe) em resposta a cartas de Elena. Nela, ele pediu uma novena solene entre a
Ascensão e Pentecostes em toda a Igreja. Este não era o suficiente, Irmã Elena
empurrou, então ele escreveu sua famosa encíclica sobre o Espírito Santo,
Divinum Illud Manus ( “esse dom divino”). A encíclica foi excelente, embora a
resposta da Igreja foi pobre.

Possivelmente ainda mais importante do que as encíclicas, no entanto, por


insistência da Beata Elena, o Papa Leão dedicado do século XX para o Espírito
Santo, invocando em 1 de Janeiro de 1901, o “Veni Creator Spiritas” ( “Vem,
Espírito Santo”) em cima o mundo inteiro. Eu acho que isso é extremamente
interessante, porque naquele mesmo dia, 01 de janeiro de 1901, marcou as
primeiras línguas tempo como a evidência inicial do batismo do Espírito Santo
ocorreu em Topeka, Kansas, com os alunos em escola bíblica de Parham.

Monsenhor Walsh relata outra série de acontecimentos que tiveram lugar em


uma pequena vila na Tchecoslováquia. No século XI, quando a vila enfrentou
fome por causa da perda da colheita devido ao frio intenso, uma bela senhora
apareceu na montanha lá. Ela nunca se identificou, mas ensinou aos moradores
a invocar o Espírito Santo. Seguindo seus ensinamentos, eles ficaram cheios do
Espírito Santo
e manifestou a todos os presentes pentecostais, incluindo cura, profecia e
línguas. Os aldeões evitado a fome que o inverno porque o pão que tinha
cozido foi multiplicado, eo fornecimento milagrosamente estendeu até a próxima
colheita.

Cada geração sucessiva de moradores manifesta os mesmos carismas. A


aldeia necessária nem uma prisão nem um hospital, tão forte era o poder da
oração e presença de Deus ali. Quando alguém estava doente, toda a aldeia
unidos na oração e eles esperavam Deus para curar. O divórcio era inexistente, e
as famílias bem-vindas todas as crianças Deus enviou. As crianças foram
ensinados a viver no poder do Espírito. A Bíblia foi lido em cada casa. Aos
domingos, todos eles com alegria celebrou a missa e compartilhou uma refeição
comunhão.

Através da palavra profética na década de 1930, os moradores foram


informados de que um teste severo seria esvaziar a aldeia. Esta profecia foi
cumprida em 1938, quando os nazistas mataram quase todos. Durante as
execuções, o Espírito Santo deu a perseverança aldeões. Nem uma renunciou a
sua fé devido às ameaças.

Sra Anna Mariea Schmitt era um membro sobrevivente daquela pequena


aldeia, bem como um sobrevivente de ambos nazista e campos de concentração
russos. A dela era uma paróquia notável totalmente imerso no Espírito Santo
durante nove séculos. E, surpreendentemente, esta aldeia carismático foi visitado
muitas vezes pelo bispo Angelo Roncalli, mais tarde Papa João XXIII. Anna
Mariea gostava de sentar-se a seus pés e ouvir
-lhe ensinando sobre Jesus. Ele estava completamente em casa em meio às
manifestações abertamente carismáticos que ele viu lá. Anna Mariea uma vez foi
perguntado se achava que a oração do Papa João para um novo Pentecostes foi
inspirado por sua aldeia. Ela pensou, no entanto, que seu desejo por um novo
Pentecostes estava em seu coração muito antes de ele os visitou. Ele parecia saber
o que poderia acontecer quando as pessoas invocado o Espírito Santo.

Monsenhor Walsh relata: “Quando Angelo Roncalli se tornou o Papa [em


1958] e chamou o Concílio Vaticano II, ele pediu a toda a Igreja a dizer uma
oração especial que começou, 'Renove suas maravilhas no nosso dia, como por
um novo Pentecostes. '” [107] Ele também acrescenta que, nos primeiros dias do
novo movimento pentecostal, eles constantemente agradeceu João, sabendo que
o novo movimento não teria sido aceito sem seu Conselho. O Papa João XXIII
morreu em 1963. Quatro anos mais tarde, como uma surpresa total do Espírito, a
Pentecostal Renovação Católica começou. Monsenhor Walsh comentou que os
envolvidos seria dizer um ao outro: “Se o Papa João sabia o que iria acontecer
por causa de sua oração para um novo Pentecostes”. [108]

De acordo com o monsenhor Walsh, embora dois papas importantes do


século XX procurou abertamente o fogo do Espírito Santo sobre a Igreja Católica
(ambos Leão XIII e João XXIII), infelizmente, na maioria das vezes os sinais e
maravilhas que estavam acontecendo ocorreu fora a Igreja Católica. Como
resultado, em alguns países, milhares
desviaram-se o catolicismo em lugares onde eles poderiam experiência mais do
Espírito Santo. Monsenhor Walsh conclui,

Em toda a honestidade, o Papa João parece ter sido empurrado para o fundo, como se seu
sonho Pentecostal era muito ingênuo. Se não despertar em breve, vamos descobrir que o
sonho Pentecostal do Papa era muito verdadeiro, mas não foram abertas ao fogo do Espírito. [109]

Estamos prontos?

A Igreja Católica Romana pediu a Deus para um outro Pentecostes, na virada do


século e depois novamente em 1960, mas ainda não podia abraçar o Espírito
quando Ele veio. Esta foi a resposta da maioria da Igreja Protestante também. A
Igreja Católica Romana relegado a nova presença do Espírito para grupos
especiais fora do seu culto regular, a missa. Da mesma forma, enquanto muitas
denominações protestantes tradicionais permitido “armário carismático” bolsas de
pastores e líderes para formar, eles não se atrevem a trazer a nova dinâmica do
Espírito em seus cultos normais. Eles, também, relegado Espírito para eventos e
grupos especiais, mas não boas-vindas ao novo Pentecostes para o culto
dominical regular.
igrejas carismáticas, onde era permitida essa liberdade.
Muitos sentem uma necessidade para as graças e dons do Espírito para ser
encomendados pelos rituais formais da Igreja. Desta forma profecia foi reduzido
para encargos ritualísticos dadas na ordenação. A imposição das mãos tornou-se
um ritual para definir as pessoas em seu local de serviço. A chamada de
trabalhadores não do Senhor é por meio dos profetas da Igreja, mas vem através
da sabedoria do comitê de nomeação e o voto da congregação. Para muitos, a
igreja local não está mais funcionando como uma teocracia onde Deus está no
controle, mas tanto como uma democracia pura, onde a maioria dos votos ganha
a decisão ou como uma forma republicana de governo, onde representantes da
congregação conduzi-lo através de uma sessão , uma equipe de liderança ou
qualquer termo é usado.

O problema com esta forma de vida da igreja é que ele perdeu o sentido da
presença de Deus líder, guiando, sustentando, chamando, fornecimento e visitar.
Não admira que nenhum mistério é deixado nas reuniões da igreja! Tenho medo
de que Rev. Dave Gernetsky, pastor da maior igreja batista na África do Sul na
época (Igreja Batista Quigney no leste de Londres em 1998), estava certo quando
ele me disse: “Oramos para que o Espírito Santo venha, mas quando o faz, a
primeira coisa que dizer-lhe é, 'Agora sente-se no banco de trás e se comportar.”

Impartations são maravilhosos, mas eles também são desorganizados. Eles


podem ser alto e prejudicial para o “ritual” quando eles ocorrem. Quando Deus vem
visitar sua Igreja no renascimento ou
renovação, ele irá se comportar de uma maneira fiel a quem Ele é- Ele acha que
Ele é a Cabeça da Igreja. Quando Ele vier, Ele vem para assumir, para não se
sentar no banco de trás e comportar-se de tal maneira que agrada a maioria das
pessoas. O Rev. Gernetsky, que tinha sido relutante em permitir o livre curso
Espírito Santo em sua igreja, também disse à sua congregação, “Eu não
pretendo ser desrespeitoso, mas quando estávamos orando para que Deus
venha, nossas orações foram como, 'Aqui gatinho, gatinho, gatinho', e
Rooaaaaarrrrr, o Leão de Judá mostrou-se! Ele era muito mais forte e mais feroz
do que o 'gatinho' domada, controlável estávamos esperando “.

Como CS Lewis disse sobre o leão Aslan, um tipo de Cristo em seu T HE C HRONICLES
DE N ARNIA, Ele é bom, mas ele não é seguro!

Temo que isto mover de Deus que veio à Igreja na década de 1990 e
rapidamente se espalhou ao redor do mundo foi rejeitado em grande parte por
causa da tensão entre o homem e Deus para o controle da liturgia ou ordem de
serviço. Parece-me que todo grande reavivamento do século XX envolvido Deus
tentar restaurar seu controle sobre a Igreja de maneira experiencial, não apenas
em uma compreensão teológica ou doutrinária desta realidade. Quase cada um
desses movimentos enfatizou a restauração dos dons do Espírito Santo e um
retorno ao uso das palavras apostólicas e / ou pentecostais. Da mesma forma,
através destes movimentos a Igreja viu uma nova ordem de homens e mulheres
surgem que foram enviados para fora (que é o significado básico de
a palavra apostólica) como missionários ou como novos pregadores do
Evangelho, e as pessoas experimentaram uma nova vitalidade no culto da Igreja.
Isto era verdade para o derramamento Pentecostal inicial com Parham em
Topeka, Kansas, em 1901, e continuou na Revival galesa de 1904, o Revival
Pentecostal de Azusa Street, em 1906, os avivamentos em 1920 e 1930 sob
Smith Wigglesworth e uma série de outros evangelistas de cura pentecostais,
1947 Latter Rain Revival, 1948 Cura Revival, a renovação carismática da década
de 1960, o movimento de Jesus dos anos 1960 e início dos anos 1970, o
movimento Third Wave dos anos 1980 e do “reavivamento do riso” da década de
1990 .

Impartation tem sido uma ferramenta poderosa do Espírito Santo na divulgação


de cada um dos movimentos de Deus em todo o mundo. Eu sei que a Bênção de
Toronto era apenas uma parte do “reavivamento do riso”, como alguns têm
chamado, mas através sozinho Toronto, mais de 55.000 igrejas foram tocados pelo
Espírito apenas no primeiro ano. Milhões de pessoas veio para o que começou em
uma pequena igreja loja no final de um aeroporto em Toronto.

A coisa mais surpreendente sobre a Bênção de Toronto foi como transferível


era. Um artigo de jornal em Londres comparou-a à gripe Pequim. [110] Como foi
transferida? Principalmente através da imposição das mãos, muitas vezes
acompanhada com a profecia. Ele ainda está sendo transferida ao redor do
mundo hoje, mas ele só está sendo transferido e recebeu naqueles lugares onde
as pessoas estão dispostas a permitir que Deus assuma o controle e levar a Sua
Igreja. Possivelmente
Uma das razões impartation se tornou o mais esquecido e mais negligenciadas
“ensino fundamental” da Igreja do Novo Testamento é porque, por profecia e pela
imposição de mãos, Deus está no assento do motorista, por assim dizer, da igreja
local e a Igreja em geral. Ele nomeia, Ele chama, Ele capacita, ele envia para as
nações, e ele realmente está levando a Sua Igreja. Igreja não é mais um lugar
seguro para visitar. Você não pode mais definir o seu relógio pela liturgia quando
Deus corre coisas pelo Seu Espírito.

Neste novo milénio, nós, cristãos, não nos encontramos em uma cultura
predominantemente cristã. Nós agora nos encontramos em uma cultura pagã em
grande parte do mundo. Nós encontramos mais semelhanças em nossa cultura
para os primeiros dois séculos depois da crucificação e ressurreição de Jesus do
que em qualquer outro momento. Se a Igreja é ser o fermento que leveda toda a
massa, se quisermos ver o Reino de Deus sempre em expansão, então não será
capaz de confiar em nossa força ou poder, mas deve contar com o Espírito de
Deus. “Não por força nem por poder, mas pelo meu Espírito, diz o L ORD Todo-Poderoso”(Z
4: 6). Precisamos recapturar todos os ensinamentos elementares listadas em
Hebreus 6: 1-2, incluindo o mais perdido na história da Igreja-a imposição das
mãos.

Concordo com o Papa João Paulo II, que em sua grande encíclica Veritatis
Splendor ( “O Esplendor da Verdade”) reafirmou a importância, até mesmo a
necessidade-da operação do Espírito Santo não ligado a partir das
abordagens racionalistas do nosso dia, livre para fazer seu trabalho no “novo
evangelismo":

No coração da nova evangelização e da nova vida moral que se propõe e desperta por
seus frutos de santidade e zelo missionário, há o Espírito de Cristo, o princípio e força da
Santa Madre Igreja. O Papa Paulo VI nos lembrou: “A evangelização nunca será possível
sem a ação do Espírito Santo.”. . . Como Novaciano uma vez destacou-aqui exprimindo a
autêntica fé da Igreja, que é o Espírito Santo “, que confirmou os corações e mentes dos
discípulos, que revelaram os mistérios do Evangelho, que derramou sobre eles a luz das
coisas divinas. Fortalecido por seu dom, eles não temem tanto prisões ou cadeias para o
nome do Senhor; na verdade, eles ainda espezinhada os poderes e tormentos do mundo,
armada e reforçada por ele, tendo em si mesmos os dons que esse mesmo Espírito
reparte e envia como jóias para a Igreja, a Noiva de Cristo. É, de facto ele quem levantou
profetas na Igreja, instrui professores, guia as línguas, faz maravilhas e curas, realiza
milagres, concede o discernimento dos espíritos, atribui governança, inspira conselhos,
distribui e harmoniza todos os outros dons carismáticos. Desta forma, ele completa e
aperfeiçoa a Igreja do Senhor em todos os lugares e em todas as coisas “. [111]

Ralph Martin, líder renovação de chave e escritor dentro do movimento


carismático católico romano, então começa a fazer uma análise perspicaz que
tem paralelos para os protestantes. Ele afirma:

Eu me lembro quando as manifestações contemporâneas da renovação carismática


primeira eclodiu na Igreja Católica em 1967 alguns teólogos opinou que os dons
carismáticos do Espírito realmente não eram necessárias no século XX, uma vez que
foram dadas à Igreja primitiva, porque ela viveu no ambiente hostil de uma sociedade
pagã e necessárias tais manifestações do Espírito Santo para confirmar a pregação do
evangelho.

Espero que seja claro a partir dos capítulos anteriores e o testemunho da nossa própria experiência
que nós já não estamos vivendo em uma sociedade cristã e
que precisamos de todo o “poder do alto” que podemos obter. Como rapidamente a cristandade está se
dissolvendo diante de nossos olhos! Como rapidamente uma época da história da Igreja está terminando
e outra está começando! Como muita coisa mudou nos últimos vinte e cinco a trinta anos! A rapidez com
que estão chegando novamente à situação da Igreja primitiva era em que ela viveu sua vida e pregou o
evangelho no meio de uma sociedade pagã. Como desesperadamente precisamos de um novo
Pentecostes! [112]

Quero terminar aqui, adicionando que este novo Pentecostes, esta


restauração dos dons do Espírito, também deve incluir uma restauração de
todas as dimensões da doutrina perdida da Igreja do Novo Testamento. E deve
incluir o ensino fundamental mais roubado da Igreja pelo diabo-a doutrina da
imposição das mãos, que incluiu um entendimento do impartation ambos os
dons do Espírito e do Espírito Santo. Por que o diabo lutou tanto contra esta
doutrina? Por causa de seu poder de abençoar a Igreja. Por esta razão, as lutas
do diabo por usando mal-entendidos e divisão dentro da Igreja para impedir a
restauração do ministério da impartation. Até esta doutrina é totalmente
restaurado à Igreja, ela não será capaz de afirmar que toda a graça está no
trabalho nela.
11
Bui l di ng Br i DGES assim Ot dela
Mi altura desejada Rece i ve

Nestas páginas, você e eu tenho explorado em conjunto a base bíblica para a


doutrina da imposição das mãos, e nós olhamos os ventos de mudança que
marcou o início de avivamento. Você também já ouviu meu testemunho de
receber uma impartation e como ele revolucionou a minha vida e ministério.
Através dos testemunhos de outros que receberam “poder do alto”, também vimos
o fruto do impartation em todo o mundo. Há ainda aqueles que são, no entanto,
que têm grandes problemas com impartation. Eles enfrentam obstáculos em seus
pontos de vista e crenças que os impedem de desejar um impartation.

Em 1994, eu ouvi a voz mansa e delicada do Senhor falar-me sempre tão


claramente: “Você deve ser um fogo mais leve, visão caster e um construtor de
pontes.” Eu entendi o “fogo mais leve” para significar facilitar surtos de a
presença de
Deus em poder, em determinadas áreas ou igrejas. Eu sabia ser um “rodízio
visão” envolveria levantando a compreensão das pessoas para crer em Deus
para grandes milagres coisas-, curas, libertações e manifestações poderosas de
Sua presença no meio deles. E eu vim a entender que ser um “construtor de
pontes” tratados fazendo a ponte para as pessoas, removendo as barreiras que
foram impedindo-os de entrar em todas as bênçãos de Deus através do poder do
Espírito Santo. Além disso, a construção de ponte tratada a construção de
relacionamentos entre os principais líderes de todo o mundo para trazer uma
maior unidade entre eles, para efeitos de avivamento.

A tarefa de construir uma ponte entre o mundo do / carismático / evangélico


terceira onda Pentecostal para o mundo do evangélica cessacionista sobre a
grande lacuna de mal-entendidos e ceticismo mútuo não é fácil. Para construir
essa ponte de entendimento entre estes dois campos, é necessário não só para
olhar para as Escrituras, mas também olhar para a teologia histórica. teologia
histórica não só considera que a Bíblia diz, mas também olha para quando uma
interpretação surgiu pela primeira vez e se ele tem sido o ponto de vista
predominante da Igreja.

Vamos aplicar teologia histórica de alguns dos principais obstáculos que


impedem aqueles no acampamento cessacionista de receber ou abraçando
impartations do Espírito Santo. A ponte Eu estou tentando construir por olhar para
estas questões é uma sobre a qual eu espero que muitos será capaz de cross-em
a terra de Deus como o “Eu Sou”, onde “Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje e
para sempre” (Hebreus 13: 8).

Principais Problemas com impartation

Quais são algumas das principais questões relacionadas com as pessoas rejeitam
a idéia de impartation ou a transferência da unção? Que obstáculos ficar no
caminho deles acreditando na continuação de todos os dons do Espírito Santo, e
na continuação de todos os escritórios da Igreja, conforme listado em Efésios 4:
11-12? O que torna algumas pessoas tão cético sobre a maioria dos movimentos
de renovação e renascimento, incluindo a Bênção de Toronto? Eu acredito que há
quatro razões básicas para esta rejeição da idéia de que o poder dos dons do
Espírito Santo é para hoje:

1. Uma visão de mundo que entrou na Igreja através Thomas Aquinas em


1200, trezentos anos antes da Reforma. Anteriormente, a percepção
era que a verdade ea realidade vêm de duas fontes, o reino do
espírito (revelação) e razão. Esta outra visão de mundo, no entanto,
mudou-se para a idéia de que eles vêm de razão. Tomás de Aquino
foi um dos mais importantes teólogos do catolicismo romano, e sua
Summa Theologica causada cristianismo para se tornar mais
racionalista base. [113]
2. racionalista-pensamento iluminista que se desenvolveu nos anos 1700 e
continua com a gente hoje. É baseado em um pressuposto filosófico
que nada de sobrenatural pode acontecer. Esta é mais claramente
representada no livro do filósofo do século XVIII David Hume Of
Miracles (Open Court Classics, 1986).

3. A polêmica protestante (ou argumento) contra os carismas acontecendo


depois da Idade Apostólica. O ponto de vista resultante é denominado
cessacionismo.
4. Uma compreensão do fim do tempo a partir de um ponto de vista
dispensacional que se desenvolveu em torno de
1830. Este ponto de vista tem uma atitude derrotista para o fim do
tempo e vê o último período de tempo como uma época em que a
Igreja é morno, não em avivamento. Ele também acredita que esta
fraca desesperada Igreja, morna será arrebatada afastado antes da
tribulação do fim dos tempos. [114]

Eu tenho lidado com a maioria desses problemas em algum nível neste livro
ou em outros livros, mas eu gostaria de dizer um pouco mais aqui sobre
cessacionismo, a crença de que os presentes terminou com a morte dos
apóstolos ou a canonização da Escritura. Este tema é de vital importância porque
segurando a crenças cessacionistas regras automaticamente o ministério
contínuo de impartation. Isso ocorre porque impartation muitas vezes envolve o
dom da profecia e os dons de curar e / ou palavras de conhecimento, bem como
recheio doce ou
Batismo no Espírito Santo.
BB Warfield foi o cessacionista mais influente
estudioso do século passado. Ele era um famoso professor em Princeton
Theological Seminary, e em 1917 ele escreveu o livro Counterfeit Miracles, que
foi acreditado para provar além de qualquer dúvida o caso para cessacionismo.
Warfield defendeu os fundamentos da fé cristã contra a teologia liberal do dia.
Foi-me dito durante a minha faculdade e educação no seminário que seu livro
Counterfeit Miracles dirigiu o último prego no caixão da crença de que os
milagres continuaram ao longo da história da Igreja.

Warfield, no entanto, era muito inconsistente em sua metodologia. [115] Ele


entendeu mal o objetivo principal do miraculoso, e seu método de milagres
avaliando era inconsistente. Além disso, a própria hermenêutica para interpretar a
Bíblia, quando aplicado fielmente os textos da Escritura pertinente a esta
discussão, seria refutar sua posição cessacionista! [116] Para um estudo
aprofundado da cessacionismo de uma perspectiva filosófica, bíblica e histórica,
veja o livro de Jon Ruthven sobre a cessação do Charismata: a polêmica
protestante em Postbiblical Milagres. Ele fornece a melhor informação que eu
tenho estudado sobre o assunto, juntamente com uma exegese de todos os
principais trechos relacionados a ela e uma análise de primeira linha dos
pressupostos filosóficos da cessacionismo. Ele também observa com mais
detalhes o método histórico inconsistente empregado por Warfield. comentários
Ruthven em seu livro que
no de Warfield Counterfeit Miracles “pouco mais de meia dúzia de páginas de
mais de trezentos são dedicados a esta terra bíblica, e deste, quase nada na
exegese específica dos textos.” [117]

Bridging the Gap

Se quisermos acabar com a exclusão ou preencher a lacuna para aqueles que


são céticos sobre impartation e os dons do Espírito em operação hoje, acredito
que terá de ser feito por meio de boa interpretação bíblica, um método histórico
consistente para a avaliação de milagres e de relato honesto sobre o fruto positivo
(e não apenas os acontecimentos mais bizarros) ligado à renovação e avivamento
movimentos. Com base evangélica genuíno, acadêmica, a exegese radical do
texto, vamos encontrar um lugar para concordar.

Eu acredito que tudo o acampamento estamos em presentemente, todos podemos


concordar que um mundo cheio de almas perdidas e famintas ainda precisa o Deus a
quem chamamos de Salvador. Nossa mensagem para eles não deve ser limitada a um
Deus que uma vez habilitado Seus santos para o ministério sobrenatural, mas não se
pode esperar para continuar fazendo por nós o que Ele fez na “idade de ouro” da Igreja
primitiva. Nem pode a nossa mensagem ser limitado ao que o nosso Deus fará no futuro,
quando Ele vier novamente. Não! Nossa mensagem precisa ser sobre o que o nosso
Deus é capaz de fazer no presente para aqueles que estão em necessidade agora.

Deus ama o mundo e está tentando alcançá-lo através da


Igreja, Seu Corpo na terra. O Senhor Jesus deseja continuar a executar sua
vontade “na terra como no céu”, porque Ele é “o mesmo ontem, hoje e sempre”
(Mateus 6:10; Hebreus 13: 8). Isto significa que o propósito do Pai, revelada por
meio do Filho, deve ser continuado pela atividade do Espírito Santo a partir do
momento de Pentecostes até a Segunda Vinda de Jesus. Tudo o que o Pai tem é
de toda a Igreja, não apenas para os pentecostais ou carismáticos. Ele pertence
àqueles que pela fé apropriado que foi dado pela graça.

A título de construir pontes, quero afirmar que aqueles que se movem em


presentes à base de graça não são mais sagrado ou mais salvo do que aqueles
que não o fazem. Nem são mais maduro no Senhor. Eles muitas vezes ver, no
entanto, mais frutos na colheita se aproximando do fim dos tempos. Quando
temos fome para e experimentar uma maior intimidade com Deus e maiores
efusões do Espírito Santo, que nos leva aos lugares onde o coração de Deus é
desenhado-o aos pobres, as viúvas, os órfãos e os povos não regenerados do
mundo. Quando experimentamos amor e refrescante nos de Deus, nós então
surgir a partir de sua mesa de banquete e ir em uma nova força para levar Sua
mensagem para o mundo.

Meu desejo é ver na Igreja em geral o que vemos nas equipes missionárias
de curto prazo Global Awakening leva para as nações. A questão do que
“camp” alguém saiu desaparece como você percebe que você não sabe quem
são os pentecostais são dos presbiterianos na equipe, ou que os metodistas
estão
dos menonitas, ou que os católicos são da Igreja de Deus-Cleveland ou que os
batistas são da Brethren. Ao invés de ser divididos sobre questões do passado e
obstáculos, encontramo-nos amar uns aos outros com uma ligação rápida, que só
pode ser sobrenatural. Temos um momento alegre juntos expulsando demônios,
curando as mãos doentes e que colocam os líderes para a comunicação de mais
presentes baseados em carência. Tudo o que importa para as equipes é Jesus e
vendo-o continuar a construir a Sua Igreja através do ministério atual do Espírito
Santo.

Como você e eu tenho explorado juntos nas páginas deste livro como
podemos recuperar a doutrina bíblica da imposição das mãos, tentei remover os
obstáculos que mantiveram muitos de desejar um impartation. Tentei construir
uma ponte de entendimento que permitirá que as pessoas a sair da terra do
ceticismo e incredulidade em relação ao ministério atual dos dons do Espírito
Santo. Esta ponte é uma sobre a qual espero muitos vão atravessar. Como filhos
de Deus, nenhum de nós tem de se contentar com vivendo nossas vidas como
um dos “homens contratados” quando, na verdade, o Pai quer que nós por seu
lado à Sua mesa, desfrutando de nossa herança e tudo o que Ele tem para nós
em o aqui e agora. Corra para os braços! Apropriar de Sua graça! Trabalhar com
ele no poder! Tudo o que Ele tem é nosso.
Conc l nos i on Living

Out impartation

Em resumo, deixe-me dizer que eu acredito que a Bíblia não se encaixam tanto o
Pentecostal ou a posição evangélica sobre o batismo no Espírito Santo ou como
um recebe outros tipos de impartations. Ambas as posições são muito estreitas.
Creio que o mesmo Deus que fez há duas impressões digitais e não existem dois
flocos de neve iguais não tinha a intenção de tornar a nossa experiência do Seu
Espírito a mesma para todos.

Quando olhamos para trás, passagens bíblicas, especialmente aqueles em


Atos, vemos diferenças em como crentes experimentou o Espírito Santo. Em Atos
capítulo 2, vemos que as pessoas foram batizados em / cheios do Espírito Santo
em uma reunião de oração em línguas, enquanto que em Atos 4:31 que recebeu
o batismo no Espírito Santo, sem línguas. Às vezes, o Espírito veio depois do
batismo de água, com a imposição das mãos e sem línguas, como em Atos 8. Em
outros momentos, como em Atos 9, não nos é dito os detalhes de como ou
quando alguém recebeu uma comunicação do Espírito . Impartations do Espírito
pode ocorrer no momento da conversão, antes do batismo de água e com línguas
e profecia que os acompanham, como é visto em Atos 10 na casa de Cornélio.
Impartations também pode ocorrer depois do batismo água, com a
imposição de mãos acompanhada de línguas e profecia, como em Atos 19.

Um Deus que gosta de diversidade parece ser no trabalho aqui, e eu sugiro que
nós precisamos aprender a gostar de diversidade também. Na verdade, eu acredito
que, se pudéssemos aprender a apreciar esta diversidade bíblica, que nos permitiria
apreciar a diversidade dentro do Corpo de Cristo, uma diversidade que Satanás tem
usado anteriormente para nos dividir.

Na minha antiga igreja, nós honrado e bem-vindas pessoas que tiveram


experiências diferentes da nossa, que refletiam essa diversidade Novo
Testamento. Nós não tentar convencê-los de que sua experiência não era válido
ou não normativa. Em vez disso, enfatizamos que Deus é livre para nos batizar e
nos encha com Seu Espírito, ou para dar presentes a nós em tudo o que Ele
assim o desejar. Tendo isso em mente, podemos encontrar unidade em meio à
diversidade.

Por uma questão de facto, a minha ênfase tem sido menos sobre a experiência
de receber uma comunicação do Espírito e muito mais sobre o fruto de ter um
relacionamento íntimo com Jesus Cristo. A razão de eu ter encorajado as pessoas
da minha igreja não perguntar a alguém se eles foram batizados no Espírito é que
a resposta não nos diz muito. O que quero dizer? É como perguntar às pessoas
se eles tiveram um casamento. Eles podem responder que sim, mas isso não lhe
diz nada sobre seu relacionamento com seu cônjuge. Eles podem estar vivendo
no inferno conjugal. Eles podem estar vivendo em felicidade conjugal. Podem
agora ser divorciaram ou viúva ou separada. Nós realmente não sei muito sobre
um civil
relacionamento, pedindo que alguém se ele ou ela teve um casamento. Em vez
disso, nós aprendemos mais, pedindo às pessoas como íntimo eles estão com
seu companheiro e se eles amam seu companheiro mais hoje do que quando
eles se casaram.
Da mesma forma, as pessoas poderiam ter tido uma experiência com Deus
anos-chamá-lo de batismo no Espírito Santo ou algum tipo de comunicação do
Espírito, mas agora eles estão fria ou morna ou desviado. Ou podem ser
apaixonado por Deus. Concentre-se no relacionamento. Desta forma, as pessoas
não podem esconder atrás de uma experiência do passado. Não é suficiente ter
recebido o batismo no Espírito Santo; temos de continuar a ser cheio do Espírito.
Não é suficiente ter recebido uma comunicação do Espírito; que precisamos para
viver no poder contínuo do Espírito.

Não só a Bíblia reflectir a diversidade de experiências referentes a impartations


do Espírito Santo das pessoas, mas também a história da Igreja. Devo acreditar
que Jesus estava certo em Lucas 24:49 quando fez a recepção de evidências
poder do Espírito Santo: “Vou enviar-lhe o que meu Pai prometeu; mas ficar na
cidade até serem revestidos do poder do alto.”Eu também acredito que Arthur
Blessitt estava certo quando ele disse-nos que devemos enfatizar
o‘vermelho’-referring as palavras de Jesus na Bíblia.

Quando eu li a história da Igreja, acho que aqueles que receberam o “poder


do alto”, em seguida, exerceu uma influência poderosa sobre a Igreja ea
sociedade. Alguns
essas pessoas, como Francisco de Assis, Inácio de Loyola, São Francisco
Xavier e Madre Teresa, foram Católica Romana. Outros, como George
Whitefield e Dr. Billy Graham foram / são reformada. Outros, como John Wesley,
John Fletcher, E. Stanley Jones e Charles Finney eram armênios. Ainda outros,
como Maria Woodworth-Etter, John

G. Lake, Smith Wigglesworth, TL Osborn, Oral Roberts, Omar Cabrera, Carlos


Annacondia, Claudio Freidzon, Luis Palau e David Yonggi Cho foram / são
pentecostais.
Eu não posso acreditar que os não-pentecostais mencionados acima não
foram batizados no Espírito Santo ou nunca tinha recebido uma comunicação do
Espírito Santo, porque eles não falam em línguas. Nem posso acreditar que os
outros estavam cheios que falou em línguas, mas teve pouco impacto na Igreja e
na sociedade. Se a energia é um importante propósito e evidências da presença e
da obra do Espírito Santo, então devo reconhecer que a história da Igreja e da
Bíblia ambos indicam que as pessoas podem ser batizado no Espírito Santo ou
receber um impartation de diversas formas, com diversas experiências .

Dr. Billy Graham conclui seu livro O Espírito Santo com esta ilustração:

Mais de 100 anos atrás, dois jovens estavam conversando na Irlanda. Um disse: “O mundo ainda tem
que ver o que Deus vai fazer com um homem totalmente consagrado a Ele.” O outro homem meditou
sobre esse pensamento por semanas. É por isso agarrou-lhe que um dia ele exclamou: “Pelo Espírito
Santo em mim eu vou ser aquele homem.” Os historiadores dizem agora que ele tocou dois continentes
para Cristo. Seu nome era Dwight L. Moody. [118]
O resultado é na Fruit

Pela minha parte, agradeço a Deus que Ele tornou possível para mim receber
uma boa educação para o ministério. Agradeço a Deus por os batistas que me
ajudaram a passar por faculdade e seminário e para minha classe de seminário
em revivals. Porque por estas coisas, eu aprendi muito sobre revivals históricos.
classe do Dr. Lewis Drummond no Seminário Teológico Batista do Sul me
preparado para reconhecer avivamento. Essas aulas me exposto a quase todos
os fenômenos que ocorreram em Toronto através de minha leitura sobre os
avivamentos históricos em América.

O maior avivamento da história cristã, no entanto, não foi falado em minhas


aulas de faculdade e seminário. Na verdade, foi totalmente ignorado. Essa foi a
grande Pentecostal Revival. Deus em Sua providência viu que isso era um ponto
cego para mim e removido dos meus olhos. Ele criou compromissos divinos para
mim para começar a aprender sobre os grandes avivamentos dos pentecostais.
Devido a estes estudos, aprendi que não muitos foram salvos na Rua Azusa
Revival, que durou cerca de três anos, mas este foi realmente um renascimento.
O resultado foi na fruta-in o que aconteceu com as pessoas que vieram para as
reuniões. Eles foram batizados no Espírito Santo, e com esta impartation eles
voltaram para sua região dos Estados Unidos ou do mundo, onde as salvações
começou então. A partir dessas igrejas revivido, ou as igrejas pentecostais
recém-formados,
maior missões de divulgação do século. Em menos de cem anos, pentecostais e
carismáticos se tornaria o maior grupo de cristãos protestantes no mundo, em
número maior que todos os outros protestantes combinados. Onde outras obras
protestantes foram acontecendo durante quinhentos anos, o movimento
pentecostal varreria por eles em número de adeptos, conversões e trabalhadores
em apenas cem anos.

Espero que ao ler do avivamento que eclodiu em Moçambique e em todo o


mundo, você também terá fome para o derramamento de Deus em sua própria
vida e em sua igreja. Eu espero que você está com fome para um impartation de
Deus. Eu espero que você não vai ter medo das manifestações do Espírito Santo
de Deus. Espero que aqueles que vendem o medo dessas coisas através de seu
programa de rádio e / ou livros não vai enganá-lo. Esses detratores de
avivamento só pode ver os extremos e pintar os movimentos de Deus de acordo
com esses extremos. Além disso, eles só comunicar a pior fruta, que ocorre
quando os pastores e / ou seus paroquianos não usar a sabedoria em lidar com o
poder de Deus. Nós raramente começa a ouvir do bom fruto que resulta de estes
movimentos de Deus.

Nos capítulos anteriores, você leu sobre a fruta real e duradoura. Espero que
eu coloquei o suficiente do fundamento bíblico e histórico para o que estamos
experimentando para que ele não causa medo e rejeição. Eu não sei se é muito
tarde para os Estados Unidos e Europa para entrar no que temos vindo a chamar
este movimento
de Deus-the River. A oportunidade veio e agora pode ser ido. Espero que não. Eu
oro por outra visita da presença de Deus para o nosso país. Desta vez, eu espero
que haja informação suficiente sobre verdadeiro avivamento e seus fenômenos que
acompanham de forma que as pessoas não vão responder em medo ou lutar contra
o mover de Deus, mas, ao contrário, responder na fé e abraçar o que Deus está
fazendo. Espero que eles desejam estar entre os primeiros a receber um novo
impartation dessa coisa nova Deus está fazendo.

Espero que este livro tem feito você com fome para mais sedentos para uma
comunicação do amor apostólico e compaixão, com fome de um impartation dos
dons necessários para ser mais frutífera em seu ministério. Eu acredito que você
está com fome! Caso contrário, você provavelmente não teria comprado este livro
e lê-lo até este ponto. Eu acredito que Deus vê a sua fome e quer tocar em você.
Eu acredito que alguns dos meus leitores se tornará missionários. Outros vão se
tornar plantadores de igrejas, pastores e líderes da Igreja. Tem sido minha
experiência que aqueles que receberam um impartation são aqueles que estão
mais prontos para servir no Reino de Deus e que têm mais alegria ao servir.

Eu serei o primeiro a admitir que nem todos são chamados para ir para as
nações, mas todos são chamados para ir a algum lugar. A pergunta é: onde?
Talvez você será chamado para uma terra distante, outra nação como
Moçambique, Camboja, Ucrânia ou no Brasil. Talvez você será chamado para ir
para as favelas, para os mais pobres dos pobres, seja no nosso país ou em outro.
Alguns serão chamados a alcançar seu
bairros, suas cidades ou suas cidades, e alguns vão mesmo ser chamado para
ministrar as prostitutas nas ruas ou para os viciados em drogas. O ponto é que
todos nós somos chamados a percorrer. Mesmo aqueles de nós que dar a vida
em servir a igreja local deve modelar este sentido de ser “aqueles enviados.”

Se quisermos ser mais bem sucedido em nossa indo-para qualquer lugar ou


qualquer grupo que precisa mais da unção. Nós precisamos de um novo
impartation do céu. Eu lembrá-lo da preocupação de Mel Tari em seu conselho
para não levar as pessoas a pensar que tudo que eles precisam é de alguém para
colocar as mãos sobre eles para que eles recebam uma impartation. Ele está
certo; você precisa de muito mais do que isso. Você precisa de humildade, caráter
e integridade, bem como a intimidade com Deus. O que você recebe em uma
impartation deve ser vivida na obediência fiel, mesmo quando envolve sofrimento.
O que você recebe deve ser protegida através da manutenção de um
relacionamento pessoal com Deus. Você deve guardar o seu coração contra o
orgulho, a amargura, falta de perdão, relacionamentos quebrados ou convênios
eo desejo de coisas carnais ou materiais. Sempre “buscai primeiro o seu reino ea
sua justiça,

Ser tocado e actualizadas

Como podemos concluir, deixe-me orar por você. Eu aconselho que você faça a
seguinte oração e depois esperar no Senhor para vir
e tocá-lo. Se você está esperando, lembre-se que o tempo passa devagar
quando esperamos. Alguns de nós têm uma tendência a esperar por apenas
alguns minutos, mas eu aconselho a esperar no Senhor por pelo menos dez
minutos. Espera em cima dele, e eu acredito que você vai ser tocado e
revigorado. Você pode até receber uma comissão de Deus com um impartation
tão forte que você vai se tornar um “fazedor de história na terra.”

Pai, em nome de Jesus eu peço que você iria encontrar a fé ea fome da


pessoa segurando este livro. Eu abençôo esta pessoa em nome de Jesus e
pedir fogo do seu Espírito Santo para vir sobre ele ou ela. Peço que iria
liberar sua compaixão e amor no coração dessa pessoa no momento. Peço
que seria especialmente transmitir os dons da palavra de conhecimento,
curas, profecia e a operação de milagres através desta pessoa nos
próximos dias. Como ele ou ela espera na tua presença, Pai, com as mãos
estendidas e palmas das mãos levantadas, peço que seu poder seria tocar
essas mãos. Multiplicar seu poder. Aumentar o seu poder. Batizar este
leitor no seu Espírito Santo, e preencher esta alma com a paz do Príncipe
da Paz. Em nome de Jesus, Amém.

Deus abençoe e fortaleça com o Seu grande poder como você começar ou
continuar a emocionante ministério de cooperar com o Espírito Santo. Por meio
dele, somos capazes de
tornam-se colaboradores de Cristo. Deixe o nome de Jesus Cristo ser tido em alta
honra em nossas cidades como as pessoas testemunhar a cura e libertações,
juntamente com o Evangelho sendo compartilhada com o poder do alto.
Notas

Capítulo 1: A Fundação bíblica para impartation


[ 1 ]. Gordon Fee, Paul, o Espírito, e o Povo de Deus (Peabody, Mass .: Hendrickson
Publishers, 1996), 102-103. Dr Fee também observa na página
84, “O que é difícil imaginar é Paul ter essa conversa com os novos convertidos. Em Gálatas
3: 1-5, quando ele encoraja-os a ficar com 'fé em Cristo' e não se envolver com 'obras da lei',
ele primeiro não apela para a verdade do evangelho, mas a sua experiência do Espírito por
que eles começaram no caminho do discipulado cristão. Isto não é um apelo a sentimentos,
mas de algo comum a todos eles, a realidade experiente de sua conversão a Cristo através
da vinda do Espírito “.

Capítulo 2: A Man Made Pronto: Meu Testemunho de impartation


[ 2 ]. Para contas mais detalhadas de meu testemunho impartation e os frutos que se
seguiram, ver meus outros livros Cura Unplugged (escolhido,
2012), O Guia Essencial para Healing (Escolhido, 2011) e acender fogueiras (Global
Awakening, 2006).

Capítulo 3: Como receber um impartation


[ 3 ]. Billy Graham, O Espírito Santo: Ativando poder de Deus em sua vida (Waco: Word, 1975),
107. [ 4 ]. Uma vez fora de catálogo, o livro foi reimpresso pelo nosso ministério, a Global
Awakening, em 2005, e está agora disponível em nosso site. Um editado 1970 versão deixado de
fora a maioria dos relatos de manifestações. A edição Global Awakening foi uma reedição do
original. [ 5 ]. Este conceito é prevalente em Lawrence Madeira O Significado de Pentecostes no
início de Metodismo (Lanham, Md .: Scarecrow Press, 2002). [ 6 ]. Joe McIntyre, EW Kenyon: O
homem e sua mensagem de fé, a True Story (Orlando, Fla .: Criação House, 1997), 189-210.
Kenyon foi mais influenciado por Batista AJ Gordon, que por sua vez foi influenciado pela
Christian & Missionary Alliance escritor George Peck. 1888 livro Trono vida do Peck teve um
enorme impacto sobre Gordon, e através Kenyon sua
idéias influenciaram William Durham. Durham por sua vez, introduziu o ensino obra consumada
aos primeiros Assembléias de Deus denominação. [ 7 ]. Vinson Synan, O Movimento da
Santidade-Pentecostal nos Estados Unidos (Grand Rapids: Eerdmans, 1971), 53. [ 8 ]. McIntyre,
EW Kenyon, 47. [ 9 ]. Líderes do movimento Keswick incluído Robert Pearsall Smith, Reverend
Evan H. Hopkin, J. Hudson Taylor e Reginald Radcliffe. Tudo começou em 1875, em Keswick,
Inglaterra. Você pode encontrar mais informações on-line em
http://online.ambrose.edu/alliancestudies/docs/Keswick_1.htm. [ 10 ]. Graham, Espírito Santo,
108. [ 11 ]. Ibid., 110 (itálico Graham). [ 12 ]. Gordon Fee, de Deus Empowering Presença: O
Espírito Santo nas Cartas de Paulo (Grand Rapids: Baker Academic, 2009). [ 13 ]. Veja mais
sobre isso em Wood, O Significado de Pentecostes no início de Metodismo. [ 14 ]. Graham,
Espírito Santo, 110. [ 15 ]. Ibid. [ 16 ]. Ibid., 112-113. [ 17 ]. Harold Lindsell, O Espírito Santo nos
Últimos Dias (Nashville: Thomas Nelson, 1983), 111 (ênfase minha). [ 18 ]. Ibid., 113-122. [ 19 ].
Ibid., 120. [ 20 ]. Ibid. [ 21 ]. Ibid., 121. Não vejo qualquer diferença no uso da Escritura ou
abordagem da Escritura entre o ensino de Lindsell sobre ser cheio do Espírito e da Palavra de
ensino da Fé sobre como receber cura. Embora estes são dois assuntos diferentes, a
abordagem é a Escritura e às demonstrações de fé a ser confessados ​como realidade sem a
experiência ainda sendo manifestada. Eu não lutar com o método de apropriar-se, mas com a
possibilidade de estar satisfeito com uma confissão de fé que não se manifestou.

Capítulo 6: Por Impartations? Por sinais e maravilhas?


[ 22 ]. Para uma lista mais detalhada das várias maneiras glória de Deus é revelada,
consulte o capítulo 6, “Cura e a Glória de Deus,” na minha Escola de Cura e impartation
pasta de trabalho Unido Fundações (páginas 63-73). [ 23 ]. Jon Ruthven, “A 'Imitação de
Cristo' na tradição cristã: Its
Faltando Ênfase Carismático,”Journal of Teologia Pentecostal 16, (2000). [ 24 ]. Jon Ruthven,
sobre a cessação do Charismata, 2ª ed. (Tulsa: Palavra & Spirit Press, 2011), 185-186. [ 25 ].
Ibid. [ 26 ]. Ibid. [ 27 ]. Ibid. [ 28 ]. Para mais informações sobre Leif Hetland e seu ministério, ver
www.leifhetlandministries.com e www.globalmissionsawareness.com. [ 29 ]. Steve Stewart,
Quando Everything Changes (Abbotsford, BC: freshwind Publishing, 2012), 13. [ 30 ]. Steve
Stewart, newsletter Unidas Impacto, de Maio de 2006. [ 31 ]. Steve Stewart, “O 'ondulações' do
Nakuru prisão Batismo Tanque Mantenha crescer,” (29 de maio de 2012),

http://network.impactnations.com/profiles/blogs/the-ripples-from-the-
Nakuru-prisão-batismo-tanque mantê-crescendo. [ 32 ]. Para mais histórias sobre Steve Stewart
e seu ministério, ver seu livro Quando Everything Changes: Cura, da Justiça e do Reino de
Deus (freshwind Publishing, 2012), ou visite www.impactnations.com. [ 33 ]. Para mais
informações sobre o Longs e pegar o fogo EUA, ver www.catchthefireusa.com.

Capítulo 7: Obediência Radical: impartation para o poder de morrer


[ 34 ]. Esta citação e as que seguem em relação ao surto de cólera vem do artigo de
“Dangerous surto de cólera / resposta de Deus,” Iris Ministries, Inc. newsletter, 28 de fevereiro
de 2001. Ver
www.irismin.org/news/newsletters/view/dangerous-cholera-outbreak- deuses-resposta. [ 35 ].
Rolland e Heidi Baker, “Congo and Beyond”, Iris Ministries, Inc. newsletter, 7 de junho de
2005.

Capítulo 8: revestidos de poder: ninguém está seguro!

[ 36 ]. Esta profecia foi dada em muito mais detalhe pelo profeta Paul Cain. Ele recebeu mais
de 25 vezes como uma visão aberta. Eu também conheci dois outros homens de diferentes
regiões do país e um de outro país que tiveram exatamente a mesma visão. [ 37 ]. Para uma
visão geral de como o pentecostalismo se espalhou e a importância de impartation para os
primeiros líderes, ver nos Últimos Dias por
Dr. Vinson Synan (Xulon Press, 2001), e 2000 anos de cristianismo Carismática pelo Dr. Eddie Hyatt
(Charisma House, 2002). Este último livro também mostra como principal estratégia de Satanás
para combater a unção é chamá-lo de Satanás. Eu chamo isso da controvérsia Belzebu. [ 38 ]. Este
movimento foi chamado de “Chuva Serôdia”, um termo que também tinha sido usado pelos
pentecostais anteriores. Para uma boa compreensão deste movimento, consulte chuva tardia: O
Movimento Latter Rain de 1948 e meados da Twentieth Century Evangélica Awakening pelo Dr.
Richard Riss (Honeycomb produções visuais, 1987). Alguns líderes entrou em áreas da
heterodoxia, mas isso não caracterizar todo o movimento. Infelizmente, porém, as denominações
pentecostais daquele dia rejeitado todo o movimento. Na minha opinião, eles experimentaram como
resultado muito pouco da unção na profecia que foi uma parte importante deste movimento. [ 39 ].
Para saber mais sobre Pastor Henry Madava e seu ministério, visite www.victorychurch.org.ua. [ 40 ].
Este valor é baseado em informações do nosso departamento internacional Ministérios a partir de
fevereiro de 2011. [ 41 ]. Despertar Global atualmente oferece quatro Escolas de Cura e impartation.
1. Revival Fenômenos e cura, (Fundações agora renomeados) 2. Descrença, Deliverance, e
Deception, (agora renomeada Empowerment), 3. Espirituais e Medical Perspectives, 4. Fé e cura.
em breve será oferecido um mais escolas de quatro dias: Cura: Christian e New Age. Estes são
escolas de quatro dias realizado no mundo de fala Inglês. Para obter informações e localização,
visite nosso site, www.globalawakening.com.

Capítulo 9: A herança dos santos: impartation e Visitação


[ 42 ]. Justino Mártir, “A Segunda Apologia de Justin para os cristãos” (dirigida ao Senado
romano: ca. 161 dC),
www.earlychristianwritings.com/text/justinmartyr-secondapology.html. Note-se que para este e
outras citações neste capítulo que vêm de Precoce site escritos cristãos e sites semelhantes, a
passagem citada pode ser encontrado indo para o link mencionado e bater a tecla “Ctrl” e botões
“F” simultaneamente em um PC ( “Command” e “F” em um Mac). Isso traz o recurso de busca
encontrar e substituir. Digite uma frase da passagem na caixa de texto e clique em “Enter”. Isso
permitirá que você para procurar o documento inteiro rapidamente e facilmente encontrar a
passagem pretendida e material circundante.
[ 43 ]. Hermas, “O Pastor de Hermas” III.X.4 em Os Padres Apostólicos, trans. Arcebispo
William Wake (Edinburgh: John Grant, 1909), 1: 299. Veja também
www.earlychristianwritings.com/text/shepherd.html. [ 44 ]. Morton Kelsey, Cura e cristianismo:
um estudo clássico (Minneapolis: Augsburg Fortress, 1995), 118-119. Observe que, embora
eu não estou de acordo com a última parte do livro de Kelsey, que analisa a cura de um
quadro psicológico de Jung, eu recomendo para a sua documentação histórica completa da
cura contas do ministério na história da Igreja. [ 45 ]. Tertuliano, a escápula (Cartago: ca. 217
dC),

www.earlychristianwritings.com/text/tertullian05.html. Tertuliano foi um dos três maiores teólogos


dos primeiros doze séculos da Igreja, juntamente com Agostinho e Tomás de Aquino. No
entanto, mais tarde na sua vida, ele se juntou ao montanistas pouco ortodoxa. A citação é de
seu período ortodoxa do ministério. [ 46 ]. Kelsey, Cura e cristianismo, 119. [ 47 ]. Ibid., Nenhuma
página. Veja também informações do site na nota 7. [ 48 ]. Orígenes, “Contra Celso,” (Alexandria:
ca. 248 dC), www.earlychristianwritings.com/text/origen161.html. [ 49 ]. Morton Kelsey, Cura e
cristianismo: No pensamento antigo e moderno Times (San Francisco: Harper & Row, 1976),
150. Veja também Irineu, “Contra as Heresias” (Gaul: ca. 180 dC), www.columbia.edu/cu /
Agostinho / arch / Irineu. [ 50 ]. Ibid., 151, e veja 148-152. [ 51 ]. Ibid., 149. [ 52 ]. Ibid., 185. Ver
também Retractationes de Santo Agostinho. [ 53 ]. Ibid. Veja também Retractationes de Santo
Agostinho. [ 54 ]. Para saber mais sobre isso, ver a minha Escola de Cura e impartation livro
Deliverance, Descrença, e Deception (Mechanicsburg, Penn .: Global Awakening, 2009),
102-103. [ 55 ]. Kelsey, Cura e cristianismo: No pensamento antigo e moderno Times, 204-205. [ 56
]. Ibid., 219-220. [ 57 ]. Henry Worsley, A Vida de Martin Luther em dois volumes (Londres: Bell e
Daldy, 1856), 2: 286-288. [ 58 ]. Theodore J. Tappert, Luther: Cartas de conselho espiritual
(Vancouver, BC: Regent College Publishing, 1960, 2003), 48-49. [ 59 ]. Thomas meninos, a
evidência suprimida: ou provas da
A fé milagrosa e experiência da Igreja de Cristo em todas as idades. Este trabalho está disponível
em várias versões reimpressas. [ 60 ]. Jonathan Edwards, as obras de Jonathan Edwards, vol. 1
(Carlisle, Penn .: Banner of Truth Trust, 1995). Veja também
www.ccel.org/ccel/edwards/works1.txt. [ 61 ]. Guy Chevreau, Catch a Fire (Toronto:
HarperCollins, 1995), 177. [ 62 ]. Ibid., 78-79. [ 63 ]. Edwards, The Works, I.lxviib. [ 64 ]. Ibid., 86-88.
[ 65 ]. Ibid., 90. [ 66 ]. Essa percepção vem do Dr. Lewis Drummond, meu professor de
evangelismo no Seminário Teológico Batista do Sul em Louisville 1975-1977. Além disso, Dr.
Vinson Synan confirmou em uma palestra que ele deu em 1994, em St. Louis (onde eu segurava
um Catch a conferência de Fogo) que o primeiro Grande Despertar foi chamado de “grande
clamor.” [ 67 ]. Chevreau, Catch the Fire, 92, citando Edwards, The Works,

I.lxiva. [ 68 ]. As obras de John Wesley: completa e integral, 3ª ed. (Grand Rapids: Baker, 1991),
1: 175. [ 69 ]. Ibid., 187. [ 70 ]. Ibid. [ 71 ]. Ibid., 188. [ 72 ]. Ibid., 189. [ 73 ]. Ibid., 190. [ 74 ]. Ibid.,
210. [ 75 ]. George Whitefield, Revistas de George Whitefield: Uma nova edição contendo o
material mais completo do que qualquer até então publicado (Carlisle, Penn .: Banner of Truth
Trust, 1960), 263. [ 76 ]. Clare G. Weakley Jr. ed, The Nature of Revival:. John Wesley, Charles
Wesley, e George Whitefield (Minneapolis: Bethany House, 1987), passim. [ 77 ]. Nancy A.
Hardesty, Faith Cure: Cura Divina na santidade e Movimentos pentecostais (Peabody, Mass .:
Hendrickson Publishers, 2003). [ 78 ]. Lewis Drummond e João Havlik, Como despertar
espiritual acontecer (Nashville: O Conselho de Escola Dominical da Convenção Batista do
Sul, 1981), 15. [ 79 ]. Paul K. Conkin, Cane Ridge: Pentecostes da América (Madison:
University of Wisconsin Press, 1990). [ 80 ]. Para mais informações, ver a minha Escola de Cura
e impartation pasta de trabalho Revival Fenômenos e Healing (Mechanicsburg, Penn .: Global
Awakening, 2008), 7-16. [ 81 ]. Conkin, Cane Ridge, 23. [ 82 ]. Ibid., 24. [ 83 ]. Lewis Drummond,
The Awakening que devem vir (Nashville: Broadman Press, 1978), 16-17. [ 84 ]. Lewis
Drummond e João Havlik, Como despertar espiritual acontecer (Nashville: Board da
Convenção Batista do Sul de 1981 a Escola Dominical). [ 85 ]. Peter Cartwright, autobiografia
de Peter Cartwright, ed. Charles

L. Wallis (Nashville: Abingdon, 1956), 12. [ 86 ]. Ibid., 45. [ 87 ]. Ibid., 46. Veja também a página 10 da
minha Escola de Cura e impartation pasta de trabalho Revival Phenomena. [ 88 ]. Charles Finney,
Charles G. Finney: An Autobiography (Old Tappan, New Jersey: Revell, 1876, 1908), 20-21. Ver
também página 16 da minha Escola de Cura e impartation pasta de trabalho Revival Phenomena. [ 89
]. Finney, Autobiografia, 21. [ 90 ]. Ver página 5 do meu livro Revival Phenomena. [ 91 ]. Em 1994, eu
tinha a minha secretária da igreja chamar todos os seminários Batistas do Sul e pedir aos seus
professores de evangelismo esta pergunta. [ 92 ]. Mary Crawford, O Shantung Revival: A maior
avivamento da Igreja Batista História (Mechanicsburg, Penn .: Global Awakening, 2005). [ 93 ].
Synan, palestra sobre avivamento. [ 94 ]. Eu me formei em dezembro de 1977 e não sei se isso foi
corrigido desde ou não. [ 95 ]. Pelo menos, eles não foram mencionados em meus quatro anos de
estudos religiosos na faculdade e três anos no seminário, incluindo a classe especial sobre
reavivamento ministrado pelo Dr. Drummond. [ 96 ]. Hardesty, Faith Cure, passim. [ 97 ]. Kelsey, Cura
e cristianismo, 145. [ 98 ]. Hardesty, Faith Cure, passim. [ 99 ]. Carta de Stephen Olford, 9 de maio,
1996; cf. Marshall Frady, Billy Graham (Boston, Little Brown: 1979).

Capítulo 10: Ventos de Mudança: Preparação para Restauração


[ 100 ]. Vincent Synan, NOS ÚLTIMOS DIAS: O derramamento do Espírito Santo no século XX
(Fairfax, Virg .: Xulon Press, 2001), 31. [ 101 ]. Ibid., 32. [ 102 ]. Charles Spurgeon, “O Poder do
Espírito Santo” (sermão proferido 17 de junho de 1855), www.spurgeon.org/sermons/0030.htm.
[ 103 ]. Mais presente bolsa de estudos a respeito Kenyon atributos algumas das origens de
suas crenças para a heresia Novo Pensamento da Nova Inglaterra. Um exemplo disso seria
Stanley M. Burgess, Gary B. McGee, e Patrick

H. Alexander, The Dictionary of Pentecostal e movimentos carismáticos (Grand Rapids:


Zondervan, 1988), 374. No entanto, este é baseada na pesquisa defeituosa do DR McConnell,
um evangelho diferente (Peabody, Mass .: Hendrickson Publishers, 1988). O excelente livro EW
Kenyon: O homem e sua mensagem de fé, a verdadeira história por Joe McIntyre refuta
completamente essa teoria com base em conjecturas defeituosos e linhas de tempo defeituosos
da vida de Kenyon. O livro de McIntyre é uma leitura obrigatória para quem quer entender a
verdadeira fonte da Palavra de origens fé. O tempo não permitam-me para provar seu ponto, que
McIntyre fá-lo completamente, mas deixe-me apenas dizer que as origens do pensamento de
Kenyon estavam em grandes líderes evangélicos do dia. Estes eram homens como AJ Gordon, o
pastor batista que ler a Bíblia todos os dias para devoções a partir do texto grego, AB Simpson,
um presbiteriano e fundador da Christian & Missionary Alliance, AT Pierson, DL Moody, RA
Torrey, Andrew Murray, et. al. Em seu livro Acredite Only, Dr. Paul King concorda com McIntyre
em relação à fonte de influência sendo evangélica em vez de Novo Pensamento de Kenyon.
Veja Joe McIntyre, EW Kenyon: O homem e sua mensagem de fé, a True Story (Orlando, FL:
Criação House, 1997), passim, e Paul L. King, Só acredito (Tulsa: Palavra & Spirit Press, 2008),
64. [ 104 ]. David Pytches, Profecia na Igreja Local (Grâ Bretanha: Hodder e Stougton, 1993), 221.
[ 105 ]. Timothy L. Smith, chamados à santidade: The Story of a Nazarenos: os anos de formação
(Kansas City, MO: Nazarene Publishing House, 1962), 97. Como citou EA Girvin, PF Bresee, um
príncipe em Israel (Kansas City, Mo: Beacon Hill Press, 1916), 82-83. [ 106 ]. Monsenhor Vincent
M. Walsh, o que está acontecendo? Compreender o Evangelismo poderosa das Igrejas
Pentecostais (Wynnewood, Penn .: Chave de Davi Publications, 1995), 158-162. [ 107 ]. Ibid.
[ 108 ]. Ibid. [ 109 ]. Ibid. [ 110 ]. Andrew Brown, “O Espírito Santo Acessos South Kensington,”
The Independent, 21 de junho de 1994. [ 111 ]. Papa João Paulo II, Veritatis Splendor, 1993;
veja pages.com/documents/veritatis_splendor.pdf www.catholic-. [ 112 ]. Ralph Martin, A Igreja
Católica, no fim de uma era: o que é o Espírito dizendo? (San Francisco, Calif .: Ignatius
Press, 1994), 111.

Capítulo 11: Construindo pontes para que os outros pudessem receber

[ 113 ]. Tomás de Aquino queria alcançar os muçulmanos, cuja sociedade iria sair da Idade das
Trevas antes Europa cristã. Eles tinham mudado sua filosofia de vida de neoplatônico para
aristotélica. Aquino tentou reescrever a teologia cristã do ponto de vista aristotélico, a fim de
alcançá-los. Este trabalho ficou conhecido como sua Summa Theologica e se tornaria a base
para toda a teologia católica para os próximos cem anos. Ele ainda tem um lugar de destaque na
teologia católica hoje. [ 114 ]. Para uma melhor compreensão do desenvolvimento histórico dessa
doutrina ou sistema de interpretação bíblica dispensationalist, consulte jornalista Dave
MacPherson do The Late Great Pré-Trib Rapture (Heart of America Bible Society, 1974). Esta
relação tem sido negado por Darbyites, mas este escritor acredita que tenha sido provado por
pesquisas de MacPherson. A maioria dos historiadores não têm reconhecido que Edward Irving
acreditava na pré-trib arrebatamento antes JN Darby; nem eles reconhecem que Irving foi
influenciado por um padre jesuíta que escreveu como um “suposto” convertido judeu. Este jesuíta
estava tentando lidar com os comentaristas protestantes do século XVI, o tempo em que viveu,
ver o Papa como o Anticristo e da Igreja Católica como a grande prostituta da Babilônia. Irving
não sabia que o livro que o influenciou foi escrito por um católico romano. Nem JN Darby. Esta
informação está nos seguintes artigos dispensacionais que não foram escritos por MacPherson,
mas por um escritor anônimo chamado Aqui estão os melhores recursos que eu já encontrados
em dispensacionalismo “um pregador do evangelho.”:

Dave McPhearson, “Edward Irving é irritante”,


http://www.scionofzion.com/edward_irving.htm. Um Pregador do Evangelho
“Dispensationalism-História,” http: // network.com/dispensationalism/ regal-.
Um Pregador do Evangelho, “Dispensationalism-Doutrinas,” http: //
network.com/dispensationalism/doctrines.htm regal-.
Um Pregador do Evangelho, “Dispensationalism-Links,” http: //
network.com/dispensationalism/links.htm regal-.
Um Pregador do Evangelho, “Dispensationalism-PDFs,” http: //
network.com/dispensationalism/pdfs.htm regal-. [ 115 ]. Dirijo o desenvolvimento de
cessacionismo e argumentos de Warfield com muito mais detalhes nas palestras que dou
como parte de Cura Escola II currículo da Global Awakening: “BB Warfield, Sua Counterfeit
Miracles, e de hoje Echoes: Introdução à Cessacionismo” e “BB Warfield, sua Counterfeit
Miracles, e Ecos de hoje: Entendendo o histórico e fracos bíblicos “Você pode ler páginas
29-43 e 61-84 da nossa Escola de Cura e pasta de trabalho impartation:. Deliverance,
descrença e Deception (global Awakening, 2006) para mais em formação. [ 116 ]. Se você não
quiser ler o livro, você pode obter uma perspectiva mais populares da nossa Escola de Cura e
impartation livro II e / ou as palestras explicativas. [ 117 ]. Jon Ruthven, sobre a cessação do
Charismata: a polêmica protestante em Postbiblical Milagres (Sheffield, Inglaterra: Sheffield
Acadmic Press, 1993, 1997, 2011), 77.

Conclusão: Living Out impartation


[ 118 ]. Graham, Espírito Santo, 220.
Bibliografia

Baker, ha visões além do véu. Lancaster, UK: Sovereign Mundial,


2006.

Baker, Heidi. Compelido pelo Amor. Lake Mary, Flórida .: Carisma House, 2008. Baker, Rolland,
entrevista por Randy Clark. Setembro de 2010. Baker, Rolland e Heidi Baker, entrevista por
Randy Clark. 1995.
- - - . Sempre é suficiente. Grand Rapids: Escolhido de 2003.
- - - . “Dangerous surto de cólera / resposta de Deus.” Iris Ministries, Inc. newsletter, 28 de
fevereiro, 2001.
www.irismin.org/news/newsletters/view/dangerous-cholera-outbreak- deuses-resposta
(acessada 2011 24 de setembro).
- - - . “Inundações, fome e colheita em Moçambique.” Iris Ministries, Inc. newsletter. 18 de abril
de 2000.

- - - . “Norte ao Zambeze.” Iris Ministries, Inc. newsletter. 30 de maio de 2000.


- - - . “Congo e além.” Iris Ministries, Inc. newsletter. 7 de junho de 2005. Baker, Rolland e
Supresa Sithole, entrevista por Randy Clark. Beverly, James A. Revival Wars: Uma Crítica da
Counterfeit Revival. Evangelical Ministries Research de 1997.

Boardman, George Dana. O Reino: A Regra Emerging de Cristo entre os homens: O clássico
Original de George Dana Boardman. Editado por Bob Mumford and Jack Taylor.
Shippensburg, Penn .: Destino Imagem,
De 2008.

Brown, Andrew. “O Espírito Santo Acessos South Kensington.” The Independent, 21 de


junho de 1994.

Burgess, Stanley M., Gary B. McGee, e Patrick H. Alexander. O Dicionário de Pentecostal


e movimentos carismáticos. Grand Rapids: Zondervan, 1988.

Cartwright, Peter. Autobiografia de Peter Cartwright: O Sertão Pregador. Ann Arbor:


University of Michigan Biblioteca de 2005.
Chevreau, Guy. Pegar o fogo. Northampton, Inglaterra: Marshall Pickering de 1994.

Clark, Randy. Fogos de iluminação. Mechanicsburg, Penn: Global Awakening,


2011.

- - - . Deus pode usar Pouco Ole Me. Shippensburg, Penn .: Destino Imagem Publishers, 1998.

- - - . Escola de Cura e impartation livro: Deliverance, Descrença, e Deception.


Mechanicsburg, Penn .: Global Awakening,
2006.

- - - . Escola de Cura e impartation livro: Revival Fenômenos e cura. Mechanicsburg, Penn:


Global Awakening, 2008.
- - - . Escola de Cura e impartation livro: Spiritual and Perspectives médicos.
Mechanicsburg, Penn .: Global Awakening, 2008.
- - - . Transformados em um momento. Mechanicsburg, Penn .: Global Awakening,
De 2010.

- - - . Poder, Santidade, e Evangelismo: Redescobrindo Deus Pureza, poder e paixão


pelos perdidos. Shippensburg, Penn .: Destino Imagem,
1999.

Conkin, Paul K. Cane Ridge: Pentecostes da América. Madison: University of Wisconsin Press,
1990.
Cooke, Graham, entrevista por Randy Clark. Antes de 2000. Crawford, Mary. O Revival
Shantung. Mechanicsburg, Penn .: Despertar Global de 2005.

Culpepper, Robert. Uma Avaliação do Movimento Carismático: Uma bíblica e teológica


Appraisal. Valley Forge, Penn .: Judson Press,
1977.

DeArteaga, William. Extinguindo o Espírito: Examinando Séculos de oposição ao mover do


Espírito Santo. Lake Mary, Flórida .: Criação House, 1992.

Drummond, Lewis A. O despertar que deve vir. Nashville: Broadman Press, 1978.

Dunn, James DG Jesus eo Espírito: Um Estudo da experiência religiosa e carismática de


Jesus e dos primeiros cristãos como refletido no Novo Testamento. Grand Rapids:
Eerdmans, 1997.
Edwards, Jonathan. Os trabalhos de Jonathan Edwards, vol. 1.
www.ccel.org/ccel/edwards/works1.txt.
Fee, Empowering Presença de Gordon D. Deus: O Espírito Santo nas Cartas de Paulo. Grand
Rapids: Baker Academic de 2009.
- - - . Paul, o Espírito, e o Povo de Deus. Peabody, Massa: Hendrickson
Publishers, 1996.
Finney, Charles G. Charles G. Finney: An Autobiography. Old Tappan,
NJ: Revell, 1876, 1908.
- - - . Avivamentos religiosos, A 700 Clube Edition. Originalmente publicado como palestras sobre
avivamentos da religião. Virginia Beach, Va .: CBN University Press, 1978.

Galli, Pastor Silvio, entrevista por Randy Clark. 2003.


Graham, Billy. O Espírito Santo: Ativando poder de Deus em sua vida. Waco: Livros Word, 1978.

Girvin, EAPF Bresee, um príncipe em Israel. Kansas City, senhorita .: Beacon Hill Press, 1916.

Hanegraaff, Wouter J. Nova era Religião e Cultura Ocidental: Esoterismo no Espelho de Secular
Pensamento. Albany, NY: Universidade Estadual de New York Press, 1998.

Hardesty, Nancy A. A fé cura: Cura Divina na santidade e Movimentos pentecostais.


Peabody, Mass .: Hendrickson Publishers, Inc.,
2003.

Hattaway, Paul. De volta a Jerusalém: Três líderes chineses Casa Igreja partilhar a sua visão
para completar a Grande Comissão. Portland, Ore .: Gabriel Publishing, 2003.

Havlik, John, e Lewis A. Drummond. “Como Espiritual Awakenings acontecer.” Nashville: O


Conselho de Escola Dominical da Convenção Batista do Sul de 1981.

Helfin, Ruth. “Palavra Profética Dada a Randy Clark em Deliverance Evangelistic


Church.” Philadelphia, Penn: 1996. Hermas. O Pastor de Hermas.

www.earlychristianwritings.com/text/shepherd.html. Hilborn, David, ed. “Toronto” em


Perspectiva: Artigos sobre o New Wave of Charismatic meados de 1990. Londres,
Reino Unido: aguda de 2001.
Hume, David. Em Milagres. Chicago: Open Court Publishing Company,
1986.

Hyatt, Eddie L. 2000 anos de cristianismo carismático. Dallas: Hyatt International


Ministries, Inc., 1998. Ireneu. Contra as Heresias.

www.columbia.edu/cu/augustine/arch/irenaeus.
Johnson, Bill. Quando o céu invade a Terra: Um Guia Prático para uma Vida de Milagres.
Shippensburg, Penn .: Destino Imagem, 2005. Kelsey, Morton T. Cura e cristianismo: No
pensamento antigo e moderno Times. San Francisco: Harper & Row, 1976. Kimn, Dayoung,
entrevista por Randy Clark.

King, Paul L. Somente Crer: Examinando a origem eo desenvolvimento de clássicos e


contemporâneos Palavra da Fé Teologias. Tulsa: Palavra & Spirit Press, 2008.

Ladd, George Eldon. Evangelho eo Reino: Estudos bíblicos no Reino de Deus. Grand
Rapids: Eerdmans, 1990.
Lindsell, Harold. O Espírito Santo nos Últimos Dias. Nashville: Thomas Nelson, 1983.

Longo, Stacy. E-mail para Randy Clark. 2011.

MacPherson, Dave. O Late Great Pré-Trib Rapture. Kansas City, senhorita .: Coração de Sociedade
Bíblica América de 1974.

Martin, Ralph. A Igreja Católica, no fim de uma era: o que é o Espírito dizendo? San
Francisco: Ignatius Press, 1994. Mártir, Justin. A Segunda Apologia de Justin para os
cristãos. www.earlychristianwritings.com/text/justinmartyr-secondapology.html. McConnell,
DR um evangelho diferente. Peabody, Mass .: Hendrickson Publishers, 1988.

McGavarn, Dr. Donald. Compreender o Crescimento da Igreja. Grand Rapids: Eerdmans, 1990.

McIntyre, Joe. AI CREDO. Kenyon: O homem e sua mensagem de fé, The True Story. Orlando:
Criação House, 1997.
Miller, R. Edward. Chore por mim Argentina. Brentwood, Essex: Sharon Publications Ltd,
1988.
Origem. Contra Celso.
www.earlychristianwritings.com/text/origen161.html.
Ostling, Richard N., Helen Gibson, e Gavin Scott. “Www.Time.com.” A revista TIME US 15
de agosto de 1994.
http://www.time.com/time/magazine/article/0,9171,981256,00.html. Paul, o Papa
João II. Veritatis Splendor. pages.com/documents/veritatis_splendor.pdf
www.catholic-. Peck, George. Vida trono. Boston: Watchword de 1888.

Percival, Henry R., ed. A Select Biblioteca de Nicéia e Pós-Nicéia Padres da Igreja Cristã. 2ª
série, vol. 14. Grand Rapids: Eerdmans,
1979.

Prankard, Bill, entrevista com Randy Clark, Catch a TV Fogo, Toronto Airport Christian
Fellowship. 1994.
Pullinger, Jackie. Chasing the Dragon. Londres, Reino Unido: Hodder religiosa,
De 2010.

Pytches, David. Profecia na Igreja Local. Londres, Reino Unido: Hodder and Stoughton, 1993.

Riss, Richard. Chuva Serôdia: O Movimento Latter Rain de 1948 e meados da Twentieth
Century Evangélica Despertar. Etobicoke, Ontário: Honeycomb Visual Productions Ltd. de
1987.
Roberts, Alexander e James Donaldson. Os Padres Apostólicos com Justino Mártir e
Irineu. vol. 1. Grand Rapids: Eerdmans, 1981. Ruthven, Dr. Jon. “O 'Imitação de Cristo'
na tradição cristã: sua ênfase Carismática em falta.” Journal of Teologia Pentecostal
16, (2000).

- - - . Sobre a cessação do Charismata: a polêmica protestante em Postbiblical


Milagres. Sheffield: Sheffield Academic Press, 1997.
- - - . Sobre a cessação do Charismata: a polêmica protestante em Postbiblical
Milagres-edição revista e ampliada. Tulsa: Palavra & Spirit Press, 2011.

- - - . O que há de errado com a teologia protestante? Tulsa: Palavra & Spirit Press, 2011.

Sheridan, Lucas. Carta ao Randy Clark intitulado “Experiência em Annapolis, Brasil.” 06 de setembro
de 2005.
- - - , entrevista por Randy Clark. Outubro de 2010.
Smith, Timothy L. chamados à santidade: The Story of a Nazarenos: Os Anos de Formação.
Kansas City, senhorita .: Nazarene Publishing House, 1962. Smithers, David. “Count
Zinzendorf.” Awake and Go! Rede de Oração Global, 2006.
http://www.watchword.org/index.php? option = com_content & task = view & id = 48 & Itemid
= 48. Spurgeon, Charles. O poder do Espírito Santo.
www.biblebb.com/files/spurgeon/0030.htm.

Suenens, Leon Joseph. Um novo Pentecostes. San Francisco: Harper, 1984. Synan, Dr. Vinson.
“Palestra sobre Revival.” St. Louis, senhorita .: Catch a Conferência de Fogo de 1994.

- - - . Nos Últimos Dias: o derramamento do Espírito Santo no século XX. Fairfax,


Va: Xulan Press, 2001.
Tappert, Theodore, J. Luther: cartas de conselho Espiritual. Vancouver, BC: Regent College
Publishing, 1960, 2003. Tertuliano. Para escápula.

www.earlychristianwritings.com/text/tertullian05.html.
Walsh, Vincent M. Experimentando Revival na Igreja Católica: que Deus está fazendo em nosso
meio-A História da iniciativa de Deus e ações especiais. Wynnewood, Penn .: Chave de Davi
Publications, 1995.
- - - . O que está acontecendo? Compreender o Evangelismo poderosa das Igrejas
Pentecostais. Wynnewood, Penn .: Chave de Davi Publications,
1995.

Weakley, Clare George Jr. ed. The Nature of Revival. Minneapolis: Betânia, 1987.

Branco, Todd, entrevista por telefone para Randy Clark. Dezembro de 2011. Whitefield, George.
Revistas de George Whitefield: uma nova edição Contendo Fuller material do que qualquer Até agora
publicado. Carlisle, Penn .: Banner of Truth Trust de 1960.

Wood, Laurence W. O Significado de Pentecostes no início de Metodismo. Lanham:


Scarecrow Press, 2002.

Worsley, Henry. A vida de Martin Luther em dois volumes. Londres, UK: Bell e Daldy de
1856.
Índice

95 Teses (Luther), 167

Cumpridores conferência Place, 76


Idade da razao, 170-171
Ahn, che, 143, 190
Sempre Enough: Provisão Milagrosa de Deus entre os mais pobres Filhos da Terra (E. Baker
e R. Baker), 136
anabatistas, 170
Ananias, 32
Annacondia, Carlos, 222
unção. Veja impartation
apostólica, ou seja, de, 32
chamado apostólico, 32

Aquino, Thomas, 166, 213, 235n1


Arnobius, 163
Arnott, Carol, 115
Arnott, John, 37, 57, 58, 114, 176, 190, 191
ascetismo, 46
Augustine, 164-165
Austin, Jill, 144
Rua Azusa Revival, 140, 141, 187, 197, 205

Baerg, Carole, testemunho pessoal, 149-152


Baker, Heidi, 64-67, 109, 125, 128, 134, 143, 144, 190
obra de em Moçambique, 129-133
Baker, Rolland, 64-67, 109, 128, 143, 144, 190
viagem para o Congo, 133-134
obra de em Moçambique, 129-133, 135-136
Balaão, 87
batismo
de amor e poder, 126, 127
batismo água, 220
Veja Espírito também Santo, batismo no
Bonnke, Reinhard, 190, 191
Bosworth, FF, 190, 197
Meninos, Thomas, 169
Branham, William, 191
Brasil, 16, 72-74, 75, 76, 80, 91-92, 93, 116, 225
Bresee, Phineas, 198-199
construção de pontes, com aqueles céticos de impartation, 211-213, 215-217

Cabrera, Omar, 222


Cain, Paul, 231n1
Calvin, John, 164, 170
Calvinismo, 42, 194
Camboja, 127, 225
Cambuslang, 181, 182
Campbell, Wesley, 143
Cane Ridge Revival, 181, 182-183
Carrin, Charles, 112
Cartwright, Peter, 183-185
Casagrande, Marcelo, testemunho pessoal, 67-73
pregação, 71-73
presença do Senhor em sua vida, 69-71
Pegar o fogo EUA, 83, 109
cessacionismo / doutrina cessacionista, 104, 171, 190, 214-215. Veja também os evangélicos,
cessacionista Chavda, Mahesh, 57
Chevreau, Guy, 128
Cho, David Yonggi, 30, 222
carismas, 56, 107, 108, 160, 195, 214
Renovação Carismática, 188
Cristo, o Healer (Bosworth), 197
“Cristo é Victor” (Christus Victor) teologia, 189
Cristandade, 166, 174, 213
apostólica cristianismo, 194
cristianismo ortodoxo, 158
renascimento da na Europa Ocidental, 141-142
e a teologia de presença, 101
Igreja, o, panorama histórico, 157-158
Ante-Nicene Fathers, 159
Padres da Igreja, 159 (Ver pais da igreja também listadas individualmente) Cidade
Deus (Agostinho), 164
Clark, DeAnne, 32-33
Clark, Randy
a obra de Deus e chamando em sua vida, 37-38, 212
imposição de mãos sobre Steve Stewart, 115
Ministério da, 80
viagens missionárias para o Brasil, 72-74, 75, 76, 80, 91-92, 93
e o derramamento do Espírito Santo, 35-36
testemunho pessoal de impartation, 29-39
oração para Carol Baerg, 150
oração para Cheryl Schang, 82-83
oração para Dayoung Kimn, 81
oração para impartation para Gary Oates, 91-93
oração para Stacy Long, 120
oração para Teresa Seputis, 79-80
orações para impartation, 74, 75, 77
profecia sobre Leif Hetland, 111
recepção da palavra profética (1994), 88-89
recepção da palavra profética (1996), 89-90
e igreja de Silvio Galli, 76
ensino sobre impartation (na reunião Four Square Revival [2003]), 69
viagem a Moscou, 80
Conklin, Paul, 182
Cook, Blaine, 32
Cooke, Graham, 126
Concílio de Nicéia (325 dC), 159
Falsificado Milagres (Warfield), 214, 215
Crawford, Mary, 45, 186-187
Cumberland Revival, 184

Darby, JN, 235-236n2


David, 60, 87
David, Jonathan, 126
Deliverance Evangelistic Church, 89
demônios, expulsão de, 41, 107, 133, 141, 142, 148, 161, 162, 217
Padres do Deserto, o ascetismo de, 46
discípulos, o, 20, 104
recepção do Espírito Santo por, 22-23
discipulado, conceito de, 106
teoria dispensacionalista arrebatamento pré-Tribulação, 193-194
Divinum Illud Manus ( “esse dom divino” [o Papa Leão XIII]), 200
sonhos / visões, 102
Drummond, Lewis, 45, 52, 183, 223, 233n25
Dunn, James DG, 88
Durham, William, 230n4

Edwards, Jonathan, 172-176


Edwards, Sarah, 172-174
Elias, 17-18
Eliseu, 17-18, 87-88, 89
entusiasmo, como um termo negativo, 174
Escoto, Johan, testemunho pessoal, 78-79
recepção da palavra de profecia através Randy Clark, 78
Etter, Maria Woodworth, 190
evangélicos, 44, 190
evangélicos cessacionistas, 49, 212
Inglês evangélicos, 193
evangelismo, 33, 117, 188, 190
evangelismo cruzada, 182
evangelismo judeu, 83, 84
“Nova” evangelização, 207
evidencialismo, 107-108
EW Kenyon: O homem e sua mensagem de fé, a True Story (McIntyre), 234-235n4

fé, 90-91, 229n1


movimento da cura de fé, 180, 189-190, 197
sacrifício família, 128-134
Fee, Gordon, 25, 42-43, 51, 229n1
ensino Trabalho terminado, 230n4
Finley, James B., 183
Finney, Charles, 185-187, 183, 222
Primeiro Grande Despertar, 143, 172-176, 180. Consulte também “grande clamor” Fletcher, John, 221

Francisco de Assis, 221


Friedzon, Claudio, 191, 222
fecundidade, 25, 95, 105, 135
Fundamentalismo, 171

Galli, Silvio, testemunho pessoal, 75-76


Geazi, 87, 89
Gernetsky, Dave, 204-205
Global Awakening, 37, 92, 143-144, 149, 187, 217, 231-232n6
Consciência Missões Global, 109
Gnosticismo, 163
Deus, 16, 26, 49, 93, 109, 157, 166, 175-176, 216, 224-225, 226, 227
nome pactual de (Jeová Rapha), 103
como El Roi, 153
perdão dos, 51
glória, 103-105, 108, 124
bondade de, 108, 124
graça de, 27, 56, 103
como o amor, 124

desligar, 159, 186


presença de, em nossas vidas, 25, 59-60, 224
revelação, 101-102, 172
soberania, 104-105, 111, 164
como um espírito de poder, 108
vontade de, 105

Deus pode usar Pouco Ole Me (R. Clark), 145


Empowering Presença de Deus (Fee), 51
GodSpeak International, 81
Gordon, AJ, 189, 190, 196, 230n4
Gordon, John, 33, 145-148
Evangelho, a, apresentação, 107
Graham, Billy, 43, 50-53, 56, 191, 192, 221, 222
Gray, Steve, 176, 191
“Grande Clamor” 175, 180, 233n25
Grande Mandamento, 113
Grande Comissão, 113
Grande Evangélica Revival, 177, 179
Guerra, Elena, 200-201

programa Yesod Ha, 84


cura, 18, 19, 20-21, 57-58, 69-75, 80, 102, 104, 105, 113, 139, 140, 142,
146, 151, 179-180, 190, 194, 197, 201, 232n3
entre os evangélicos, 172
vista de Agostinho, 164-165
controvérsia a respeito, 172
de possessão demoníaca, 160
vista Fundamentalista de, 171
gama de cura encontrada nos Evangelhos, 162-163
receber cura, 171, 230n19
Cura e cristianismo: um estudo clássico (Kelsey), 160, 232n3
Cura Revival (1948), 176, 191, 205
Heflin, Ruth, 89-90
Heimstad, Bjornar, 112
Hermas, 160
Hetland, Leif, 109-114, 144-145
pescoço e lesões nas costas de, 111-112
lutas com álcool e drogas, 109-110
viagens ao Paquistão, 112
Hicks, Tommy, 190
Hill, Steve, 176, 191
Hinn, Benny, 190, 191
Holcomb, Richard, 37
grupos “santidade” / movimento, 46, 47, 189, 196, 198
abordagem calvinista dentro, 48
e “enchendo” com o poder do Espírito Santo, 189
Santidade Revival, 176, 180
Espírito Santo, 19, 35, 42-43, 44, 45, 150, 157, 158, 192, 203-204
batismo no, 11, 46, 47-48, 49, 185-186, 201, 219
e os discípulos, 22-23
e evangelização, 207-208
dons, 107-108, 172, 196, 205, 208-209, 213, 217
doação do Espírito Santo e da imposição das mãos, 23-24
impartation de, 24, 134, 206, 219-220, 221
Ministério da, 136-137, 188
derramamento, 36, 94, 143, 188, 195, 216, 249
e Paul, 24-26
e Pentecostes, 21-22
promessa de, 136
receber Deus através do Espírito Santo, 25-26, 57
e a revelação de Deus, 102
unidade com Jesus, 94
Veja Espírito também Santo, estando vestidos com o poder de; Espírito Santo, discernimento
evangélico em ser cheio do Espírito Santo, estando vestidos com o poder de, 136-138, 139-143

Espírito Santo, discernimento evangélico em ser preenchido com, 49-50


insights de Billy Graham, 50-53
insights de Harold Lindsell, 53-55
Espírito Santo, The (Graham), 50, 222
Como Espiritual Awakenings Acontecem (Drummond), 183
Howard-Browne, Rodney, 35-36, 37, 57, 76, 140, 176, 191
Hume, David, 213
humildade, diante de Deus, 134, 135

Impacto Unidas, 109, 116-119


e Journeys of Compassion, 116, 117-118
impartation, 15-16, 134-135, 166, 206
frutos, 63-64, 222-226
do Espírito Santo, 24, 134, 206, 219-220, 221
ea imposição de mãos, 16, 21-27
vivendo impartation, 219-222
como um tema importante no Pentecostalismo, 47
impartation Antigo Testamento, 16-18
formas práticas de colocar impartation em prática, 56-60
recepção, 16
e mordomia, 34
como a “transferência da unção” 16
Veja também colmatar a construção, com os céticos de impartation; Clark, Randy, testemunho
pessoal de impartation; impartation, abordagens para; impartation, condições necessárias para
a recepção de; impartation, as principais questões relativas; Novo Testamento impartation
impartation, abordagens para, 46-49

buscar a santidade para vencer o pecado, 46-48


receber fé para impartation apropriado, 48-49
impartation, condições necessárias para a recepção de, 41-43
tornar-se consciente de inadequação pessoal, 41-42
o desejo de honrar a Deus e ser usado em seu serviço, 43
desejamos para nossa condição espiritual para mudar, 42-43
exceções de Deus a condições, 55-56
impartation, as principais questões relativas, 213-215
argumento protestante contra carismas que acontecem depois da Idade Apostólica, 214

Racionalista-pensamento iluminista, 213


compreensão do fim dos tempos do ponto de vista dispensacionalista, 214
visão de mundo de Tomás de Aquino, 213
intimidade, com Deus, 134, 135
Irineu, 162-164
Iris Ministries, 109, 131
Irving, Edward, 197, 235-236n2

Jairo, 19
Jepsen, Bob, testemunho pessoal, 76-77
Jernigan, Dennis, 112
Jesus Cristo, 43, 94, 109, 158, 189, 199, 227
comissionamento da 12 e 72 de, 106
“Obra consumada” de, 48
glória, 105
ministério de cura, 19-20
a oração sacerdotal de, 105
e as crianças pequenas, 19
o amor por, 94
milagres de, 20, 104, 106
e a parábola do Filho Pródigo, 106-107
unidade com o Espírito Santo, 94
Alta discurso Quarto de, 94, 105
Jesus Movement, 176, 188
Jesus eo Espírito: Um Estudo da experiência religiosa e carismática de Jesus e dos primeiros
cristãos como refletido no Novo Testamento (Dunn), 88

John, 23, 26, 88, 97, 104


John Paul II (Papa), 207
Johnson, Bill, 129, 190
Jones, Bob, 33, 90
Jones, E. Stanley, 221
Joshua, 17
Judson, Adoniram, 129
Justino Mártir, 159-160

Kaahanui, Linda, 129


Kaylor, Mike, testemunho pessoal, 73-75
Kelsey, Morton, 160, 161-163, 232n3
Kenyon, EW, 190, 196-197, 230n4 , 234-235n4
“Keswick movimento de santidade” 48, 52, 196
líderes de, 230n7
Kilpatrick, John, 176, 191
Kimn, Dayoung, 81-82
Reino de Deus, 11, 12, 97, 117, 119, 140, 186, 193, 207, 225
natureza de, 106-107
Kuhlman, Kathryn, 190

Lactantius, 163
Lake, John G., 190, 222
Late Great Pre-Trib Rapture, The (MacPherson), 235-236n2
Latter Rain Revival (1947), 141, 143, 176, 187-188, 205, 231n3
“Revival Rindo,” 205
Lázaro, razão para a ressurreição de, 104
Leighton, Lesley-Ann, 144
Leman, feliz, 36
Leão XIII (papa), 200-201, 203
Lewis, CS, 205
Fogos de iluminação (R. Clark), 38
Lindsell, Harold, 53-55
Longo, Casey, 109
testemunho pessoal, 119-124
Longo, Stacy, 109
testemunho pessoal, 119-124
Los Angeles Blessing, 187
Loyola, Inácio, 221
Lucas, 21
Luther, Martin, 164, 167, 170
luteranos, 194

MacPherson, Dave, 235-236n2


Madava, Henry, 142, 143
Marin, Daniel, 67
Martin, Ralph, 208
Maria, 88, 200
Maria Madalena, 88
McIntyre, Joe, 234-235n4
Meisburg, Denise, 64
testemunho pessoal, 82-84
Melancthon, Philip, 167, 168-169
Metodismo, 177, 183-184, 196
ministérios, 75, 81, 109, 166, 177, 180, 191. Veja milagres ministérios também listados individualmente, 66, 78, 80,
89, 90-91, 102-105, 108, 112, 140, 162, 164,
165, 169, 171, 194, 197, 207, 212
Avaliação de, 214-215
explicação “alta crítica” de, 171
missionários, 18, 45, 64, 67, 128-129, 136, 187, 205, 225
taxa de atrito entre os missionários, 133
factores que determinam o movimento missionário, 134-135
missões, avanço de, 143-145
Moody, DL, 190, 196
Moisés, 103
e os setenta anciãos, 17
Mãe Teresa, 221
Moçambique, 129-134, 135-136, 223, 224
Murray, Andrew, 189, 190
muçulmanos, 117, 119, 235n1
Myconius, Friedrich, 167

Igreja do Novo Testamento, 24


impartation Novo Testamento, 18-27
e o acto de ordenação, 18-19
e cura ou bênção, 19-21
Conferências Northfield, 196
Novaciano, 207

Oates, Gary, testemunho pessoal, 91-93


Oates, Kathi, 92-93
Dos Milagres (Hume), 213
Olford, Stephen, 192
Sobre a cessação do Charismata (Ruthven), 106, 215
ordenação, 18-19
Origem, 161-162
Osborne, TL, 190, 197, 222
derramamento, 26, 175
na igreja Batista, 35
da glória de Deus, 84
derramamento pentecostal, 197, 205
de poder, 73, 109
Ver também Espírito Santo, efusão de Palau,

Luis, 222
Palmer, Phoebe, 48, 54, 197
Parham, Charles, 205
Paulo, 23, 26, 88, 104
e cura dos doentes, 20-21
importância das actividades do Espírito Santo para o papel de Paul como um apóstolo, 24-26
e milagres, 24-25
Paulo VI (papa), 207
Peck, George, 230n4
Pensacola Outpouring, 187
Pentecostes, 21-22, 54, 189
“Pentecostes Cenáculo” 200
Pentecostal Revival, 143, 176, 187-190, 223
pentecostalismo, 46, 140, 141, 142, 172, 197, 205
impartation como um tema importante, 47
pentecostais, 44, 171, 223
preconceito contra, 188
Pentecostais “de três estágios”, 46
Pentecostais “em dois tempos”, 46-47
Pedro, 22, 23, 26, 43, 88
fariseus, 104, 180
Pierson, AT, 190
postmillennialism, 193
Poder, Santidade e Evangelismo (R. Clark), 42
“Poder do Espírito Santo, o” (Spurgeon), 195-196
oração, 11, 16, 58, 83, 140, 148, 163, 168, 200, 201, 226
oração de intercessão, 132
linguagem de oração, 44, 59
receber oração, 57, 58, 71, 79, 81, 110, 176
Revival Prayer (1858), 143
predestinação, 164
Presbiterianos (escocês), “reuniões selvagens” de, 181
“Pressionando In” (R. Clark), 65
Price, Charles, 190
Filho Pródigo, parábola, 106-107
palavra profética, a, 83, 88-89
Protestantismo, a fome para o Espírito Santo e santidade em, 196-199
Protestantes, perseguição, 170
Provida Matris Caritate ( “The Provident Caridade de Mãe” [o Papa Leão XIII]), 200

quadrado, 163-164

redenção, 54, 165


Reforma, a, 166-171
revelação, promessa de, 96
Rio de Deus avivamento, 191
Roberts, oral, 190, 222
Rocha, Ed, 72
Igreja católica romana, 170, 171, 208
evangelístico / agitações em santidade, 199-203
Roncalli, Angelo (mais tarde Papa João XXIII), 202, 203
Ruthven, Jon, 106-108, 215

santificação, 11, 46-48, 54, 189, 196, 197, 198


Saul (rei do Antigo Testamento), 60
Schang, Cheryl, 82
Schmitt, Anna Mariea, 202
“Segunda bênção” 54, 189, 196
Segundo Grande Despertar, 143, 176, 181-183
vendo
e fecundidade, 96-97
para o reino espiritual, 87-91, 93-97
presentes e vendo reveladoras, 94-96
“Ver” vem do “tudo vê One” 95
vendo com os olhos de Deus, 153
Semple-McPherson, Aimee, 190
Seputis, Teresa, testemunho pessoal, 79-81
Severo, 161
Shantung Revival, 45, 176, 186
Shantoung avivamento, O (Crawford), 45, 186-187
Sharon Orfanato Revival, 191
sinais e maravilhas, revelação de Deus através, 104
Simon (o mágico), 23
Simpson, AB, 189, 190, 196
Sithole, Surpresa, 133
“Cair no Espírito”, exemplos de, 177-178
Convenção Batista do Sul (1932), 45
Batistas do Sul, 187
sozo (em grego: salvar), 188
falando / orando, em línguas, 21-22, 23, 44, 48, 59, 68, 126, 135, 187-188,
197, 201, 219, 220, 222
Spillertown Igreja Batista, 34-35
dons espirituais, 135, 165
Spurgeon, Charles, 188-189, 195
Stepanek, Anne, testemunho pessoal, 148-149
Stewart, Christina, 109, 116
Stewart, Steve, 109
testemunho pessoal, 114-119
Suma Teológica (Aquino), 167, 213, 235n1
Sumral, Lester, 190
Missões sobrenaturais: O Impacto da Supernatural em Missões Mundiais (R. Clark), 145

Evidência suprimida, Os: ou provas da Fé Milagrosa e experiência da Igreja de


Jesus Cristo em todas as idades (Boys), 169
Synan, Vinson, 194-195

Tari, Mel, 129, 225


Taylor, Hudson, 128-129
Taylor, Jack, 112
Tertuliano, 160-161, 232n4
teofania, 178
Teófilo de Antioquia, 163
movimento de onda terceiro lugar, 176, 205

Timothy, 18-19, 26
línguas. Veja falando / orando, em línguas Toronto
Airport Christian Fellowship, 127
Toronto Blessing, 37-39, 112, 187
natureza transferível dos, 206
Torrey, RA, 190, 196

Ucrânia, 83, 142, 225


Ung, Sophal, 126-127, 128
Estados Unidos, a fome protestante para o Espírito Santo e santidade em, 196- 199

unidade e diversidade, 44-45

“Veni Creator Spiritas” ( “Vem, Espírito Santo” [o Papa Leão XIII]), 201
Veritatis Splendor ( “O esplendor da verdade” [João Paulo II]), 207-208
Victoria Igreja Cristã, 142

Walsh, M. Vicente, 200, 201-203


Warfield, BB, 214-215
Welsh Revival, 143, 205
Wesley, John, 46, 51, 177-179, 180-181, 221
Europa Ocidental, renascimento do cristianismo em, 141-142
Whitefield, George, 179-181, 181-182, 221
Wigglesworth, Smith, 190, 205, 222
Wilkerson, David, 30
Wimber, John, 29-30, 31-32, 33, 37, 75, 171, 190
Woodward-Etter, Maria, 222
Mundial do Movimento Fé, 51
Wright, Sharon, 65

Xavier, Francis, 221

Juventude Poder Invasion, 144

Zacharias, 88
Randy Clark é mais conhecido por ajudar a despertar o mover de Deus agora
carinhosamente rotulado de “Bênção de Toronto”. Nos anos seguintes, sua influência
tem crescido como um palestrante internacional. Ele continua, com grande
tenacidade, para demonstrar o poder do Senhor para curar os doentes.

Randy recebeu seu M.Div. do Seminário Teológico Batista do Sul e sua


D.Min. da Universidade de Phoenix de Teologia. Ele está atualmente
trabalhando em seu
D.Min. a partir de United Theological Seminary, Dayton, Ohio. Sua mensagem
é simples: “Deus quer usar você.”
O aspecto mais importante do chamado de Randy ao ministério é a maneira que
Deus usa-lo para impartation. John Wimber ouviu Deus falar de forma audível nas
duas primeiras vezes que ele conheceu Randy, dizendo a John que Randy seria
um dia ir ao redor do mundo impondo as mãos sobre pastores e líderes para o
impartation e ativação dos dons do Espírito Santo. Em janeiro de 1994-primeiros
dias do derramamento do Espírito em Toronto

- John chamado Randy e lhe disse que o que Deus lhe havia mostrado sobre
Randy dez anos antes estava começando agora. Ele tem continuado desde
então.
Randy tem a capacidade única para ministrar a muitas denominações e redes
apostólicas. Estes incluíram católicos romanos, judeus messiânicos, metodistas,
muitos Pentecostal e congregações carismáticas e as maiores igrejas batistas na
Argentina, Brasil e África do Sul. Ele também tomou vários milhares de pessoas
com ele em viagens internacionais equipe de ministério ao redor do mundo.
Randy tem viajado para mais de 43 países e continua a viajar bastante para ver
que o mandato de Deus em sua vida é cumprida.

Randy é também o fundador da Global School of Ministry Supernatural


(GSSM), uma escola de formação que equipa os crentes para o ministério em
uma variedade de arenas. Randy também iniciou um programa de certificação
online que oferece formação em cura física, cura interior e libertação. Chamado
de Programa de Certificação de Cura Cristã (CHCP), ele é certificado pela Rede
Apostólica da Global Awakening e pelo Instituto de Teologia Aplicada da United
Theological Seminary, em Dayton, Ohio (um seminário Metodista Unida). Junto
com GSSM, quatro escolas on-the-road são oferecidos (a cada quatro dias de
duração) em diferentes localidades. Randy também está envolvido com o Instituto
de Liderança Wagner.

Sobre o treinamento para o ministério, Randy diz: “Não diga a si mesmo que
você não pode ser usado por Deus no campo missionário ou em um ministério de
misericórdia. Muitas pessoas ficam chocados com a forma como Deus está
usando-os nos principais maneiras. Basta estar aberto para o poder sobrenatural de
Deus que irá permitir-lhe viver uma vida transformada de ministério. Considere
juntar-nos nas ruas de nossa nação e nas nações do mundo e tornando-se parte da
nova grande expansão missionária nos Estados Unidos e ao redor do mundo.”Por
meio de eventos nacionais e viagens missionárias internacionais, a Global
Awakening oferece continuamente muitas oportunidades para as pessoas a
construir a sua fé, receber uma comunicação do Espírito Santo e ministrar aos
outros em casa e no exterior. Se você tiver
um toque poderoso de Deus depois de ler este livro, orando com Randy no final e
esperar no Senhor, ele gostaria que você entrar em contato com seu escritório por
e-mail o seu testemunho goglobal@globalawakening.com . Ele gostaria de ouvir
sobre sua experiência e seu fruto.

Randy e sua esposa, DeAnne, residem em Mechanicsburg, Pensilvânia. Eles


têm quatro filhos adultos (três dos quais são casados) e dois netos. Para mais
informações sobre o seu ministério e seus recursos materiais, visita www.globalawakening.c
. Para mais informações sobre GSSM e CHCP, visita gssm.globalawakening.com

e www.healingcertification.com .
Outros livros de Randy Clark
Transformados num momento
Recepcionar Anjos
O Guia Essencial para Healing (co-autoria com Bill
Johnson) Deus pode usar Pouco Ole mim
Cura Unplugged (co-autoria com Bill Johnson)
fogos de iluminação

Poder, Santidade e Evangelismo


Missões sobrenaturais
livretos
Atos de obediência: Relação com Cura e
Milagres impressionado com Sua Graça / Fora do Bunkhouse Batismo no
Espírito Santo
Base Bíblica para a cura
Cristo em vós, a esperança da Glória e Cura / Cura
ea Glória Deliverance
evangelismo Solta
Cair sob o poder
Cura está na expiação / O Poder do Senhor
Ceia Cura Fora de intimidade com Deus a cura Streams que
compõem o Cura Rio de Aprendizagem ao ministro no âmbito do
Ministério Unção / Cura em sua igreja Céu Aberto pressionando /
Passe e ser gasto

Thrill of Victory / Agony of Words Derrota do Conhecimento

Escola de Cura e impartation materiais do


ministério
Manual do Ministério Equipe de Treinamento

Deliverance, Deception, Descrença e Cura Médico


e perspectivas espirituais Revival Phenomena e Cura
Local na rede Internet: www.chosenbooks.com

Facebook: Escolhido Books