Você está na página 1de 7

PROCEDIMENTO OPERACIONAL POP SRDI - 001

PADRÃO

TÍTULO: ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM DURANTE EXAME DE ENEMA OPACO OU


BARITADO

I - CONTROLE HISTÓRICO

HISTÓRICO
REVISÃO DATA Nº PÁGINAS ELABORAÇÃO VERIFICAÇÃO APROVAÇÃO
ALTERAÇÃO
Nadege
Mattar
Maria Vitória
Aparecida Costa
Novembro Emissão
00 07 De Maristela Avelino
2013 Inicial
Fatima Lindinalva
Pereira Costa Silva

1. Introdução

Enema opaco ou baritado é um exame para diagnóstico de doenças do intestino grosso,


que utiliza a técnica de “raio x” e um meio de contraste (normalmente o bário), colocado no cólon
através do ânus, para tornar a parede do intestino e do reto mais visível através da radiação
MACHADO; MORCELI, 2006).

2. Objetivo
 Padronizar as ações da assistência de enfermagem na realização do exame de Enema
Opaco ou Baritado

3. Campos de aplicação
 Este POP de aplica a assistência de enfermagem prestada ao beneficiário do IPSEMG no
setor de radiologia do HGIP

4. Referências normativas
 Legislação e Normas. Lei nº 7.498, de 25 de junho de 1986. Belo Horizonte: COREN/MG.
V. 11, Nº 01, 2009.

 Legislação e Normas. Decreto nº 94.406/87, de 8 de junho de 1987. Belo Horizonte:


COREN/MG. V. 11, Nº 01, 2009

5. Responsabilidade/ competência
 Compete ao enfermeiro orientar e supervisionar o procedimento descrito.
ASSINATURA E CARIMBO 1
PROCEDIMENTO OPERACIONAL POP SRDI - 001
PADRÃO

TÍTULO: ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM DURANTE EXAME DE ENEMA OPACO OU


BARITADO

I - CONTROLE HISTÓRICO

HISTÓRICO
REVISÃO DATA Nº PÁGINAS ELABORAÇÃO VERIFICAÇÃO APROVAÇÃO
ALTERAÇÃO
Nadege
Mattar
Maria Vitória
Aparecida Costa
Novembro Emissão
00 07 De Maristela Avelino
2013 Inicial
Fatima Lindinalva
Pereira Costa Silva

 Compete ao auxiliar e/ou técnico de enfermagem e/ou enfermeiro assistencial executar o


procedimento descrito.

6. Definições
 Enema: é a nomenclatura que designa a introdução de líquido no ânus para lavagem,
purgação ou administração de medicamentos
 Posição de Sims:

 Posição de Trendelemburg invertido:

ASSINATURA E CARIMBO 2
PROCEDIMENTO OPERACIONAL POP SRDI - 001
PADRÃO

TÍTULO: ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM DURANTE EXAME DE ENEMA OPACO OU


BARITADO

I - CONTROLE HISTÓRICO

HISTÓRICO
REVISÃO DATA Nº PÁGINAS ELABORAÇÃO VERIFICAÇÃO APROVAÇÃO
ALTERAÇÃO
Nadege
Mattar
Maria Vitória
Aparecida Costa
Novembro Emissão
00 07 De Maristela Avelino
2013 Inicial
Fatima Lindinalva
Pereira Costa Silva

7. Conteúdo do padrão
7.1 Recursos necessários
 Esparadrapo
 01 kit descartável de bolsa para enema contendo pipo retal
 01 sonda de retenção com balão inflável
 01 sonda retal nº 10/12/14
 02 frascos de sulfato de bário
 01 frasco de dimeticona
 01 xilocaina gel
 Luvas de procedimento
 01 pacote de gazes
 Avental de chumbo/protetor de tireóide
 01 espátula de madeira
 Água da torneira 1000 a 1200 ml

7.2 Principais passos


 Certificar se o beneficiário fez o preparo orientado anteriormente ao marcar o
procedimento.
 Higienizar as mãos conforme PRS CCIH - 005
 Reunir todo o material necessário, verificando data de validade dos materiais e
medicamentos
ASSINATURA E CARIMBO 3
PROCEDIMENTO OPERACIONAL POP SRDI - 001
PADRÃO

TÍTULO: ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM DURANTE EXAME DE ENEMA OPACO OU


BARITADO

I - CONTROLE HISTÓRICO

HISTÓRICO
REVISÃO DATA Nº PÁGINAS ELABORAÇÃO VERIFICAÇÃO APROVAÇÃO
ALTERAÇÃO
Nadege
Mattar
Maria Vitória
Aparecida Costa
Novembro Emissão
00 07 De Maristela Avelino
2013 Inicial
Fatima Lindinalva
Pereira Costa Silva

 Identificar-se ao beneficiário
 Explicar ao beneficiário o procedimento e o seu propósito, se o seu estado de
consciência permitir
 Proporcionar privacidade ao beneficiário
 Friccionar nas mãos álcool gel por 30 segundos
 Orientar o beneficiário a retirar toda a roupa e adornos
 Fornecer avental para o beneficiário vestir
 Colocar o beneficiário em decúbito dorsal na mesa de exames
 Proteger as pernas do beneficiário com um lençol
 Aguardar orientação do médico para dar início ao exame
 Abrir todo material a ser usado no exame
 Fornecer todo material solicitado pelo médico
 Preparar a bolsa de enema com bário e dimeticona e acrescentar água torneiral quando
solicitado pelo médico
 Vestir o avental de chumbo e protetor de tireóide.
 Calçar luva de procedimento
 Colocar o beneficiário na posição de Sims
 Lubrificar o pipo retal com xilocaína gel
 Introduzir o pipo retal mais ou menos 04 cm no reto
 Manter o pipo em posição por meio de aproximação das nádegas com esparadrapo
largo

ASSINATURA E CARIMBO 4
PROCEDIMENTO OPERACIONAL POP SRDI - 001
PADRÃO

TÍTULO: ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM DURANTE EXAME DE ENEMA OPACO OU


BARITADO

I - CONTROLE HISTÓRICO

HISTÓRICO
REVISÃO DATA Nº PÁGINAS ELABORAÇÃO VERIFICAÇÃO APROVAÇÃO
ALTERAÇÃO
Nadege
Mattar
Maria Vitória
Aparecida Costa
Novembro Emissão
00 07 De Maristela Avelino
2013 Inicial
Fatima Lindinalva
Pereira Costa Silva

 Posicionar o beneficiário em decúbito ventral, ligeralmente obliquado à direita, em


posição de trendelemburg invertidoleve, iniciando a instilação do bário previamente
preparado.
 Remover o pipo quando o médico comunicar o término do exame
 Retirar luvas
 Auxiliar o beneficiário a levanta-se da mesa e a se trocar após a última radiografia
 Encaminhar o beneficiário ao banheiro para eliminação intestinal e higienização íntima
com ducha
 Orientar ao beneficiário externo a retornar ao hospital para apanhar o resultado de
exames
 Desprezar a roupa suja no hamper
 Descartar material utilizado no lixo infectante
 Fazer limpeza e desinfecção da mesa conforme PRS CCIH - 006
 Higienizar as mãos conforme PRS CCIH - 005
 Fazer as anotações de enfermagem no PEP, registrando o horário do exame, presença
ou ausência de intercorrências, condutas adotadas e respostas do beneficiário às
mesmas, encaminhamentos e orientações realizadas

7.3 Cuidados especiais


 Em caso de qualquer intercorrência, interromper a ação e comunicar imediatamente ao
enfermeiro responsável. Conferir sempre a maleta de emergência, aspirador testado,
oxigênio e material de intubação
ASSINATURA E CARIMBO 5
PROCEDIMENTO OPERACIONAL POP SRDI - 001
PADRÃO

TÍTULO: ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM DURANTE EXAME DE ENEMA OPACO OU


BARITADO

I - CONTROLE HISTÓRICO

HISTÓRICO
REVISÃO DATA Nº PÁGINAS ELABORAÇÃO VERIFICAÇÃO APROVAÇÃO
ALTERAÇÃO
Nadege
Mattar
Maria Vitória
Aparecida Costa
Novembro Emissão
00 07 De Maristela Avelino
2013 Inicial
Fatima Lindinalva
Pereira Costa Silva

 Orientar o beneficiário a observar eliminações intestinais com aspecto esbranquiçado e


quanto a possibilidade de apresentar constipação intestinal, incentivando-o a aumentar a
ingesta hídrica

8. Siglas
 HGIP – Hospital Governador Israel Pinheiro
 POP – Procedimento Operacional Padrão
 PRS– Procedimento Sistêmico
 PEP – Prontuário Eletrônico do Paciente
 IPSEMG – Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais

9. Indicadores
 Não se aplica.

10. Gerenciamento de riscos

Categoria de Falhas potenciais Ações de Ações frente ao


Evento
risco geradoras de riscos prevenção evento
Assistencial Posicionar e orientar o Beneficiário Garantir que o Reposicionar e
beneficiário de forma cair da mesa funcionário orientar o
incorreta durante o de exames. esteja apto beneficiário de
procedimento. para auxiliar o forma correta.
procedimento.
Assistencial Introduzir o pipo de Perfuração Comunicar ao
maneira incorreta. de anus. radiologista

ASSINATURA E CARIMBO 6
PROCEDIMENTO OPERACIONAL POP SRDI - 001
PADRÃO

TÍTULO: ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM DURANTE EXAME DE ENEMA OPACO OU


BARITADO

I - CONTROLE HISTÓRICO

HISTÓRICO
REVISÃO DATA Nº PÁGINAS ELABORAÇÃO VERIFICAÇÃO APROVAÇÃO
ALTERAÇÃO
Nadege
Mattar
Maria Vitória
Aparecida Costa
Novembro Emissão
00 07 De Maristela Avelino
2013 Inicial
Fatima Lindinalva
Pereira Costa Silva

11. Referências
 ARMOND, G. A. Técnica de Iavação das mãos. In Martins, A. M., Manual de infecção
hospitalar.

 Epidemiologia, prevenção e controle. Rio de Janeiro, Medsi, 2ª Ed, 2001: 319-324.

 BORK, Anna Marguerita Toldi. Enfermagem baseada em evidências. Guanabara


Koogan, 2005.

 KOCH, R. M. et al. Técnicas Básicas de Enfermagem. 18. ed. Curitiba, 2002.

 VEIGA, D. A. CROSSETTI, M. G. Manual de técnicas de Enfermagem. 8.ed. Porto


Alegre, 1998.

 MACHADO, Wellington Monteiro; MORCELI, José. Prevalence, classification and


characteristics of the coloileal reflux diagnosed by barium enema. Colégio Brasileiro de
Radiologia e Diagnóstico por Imagem, v.39, n.2, Mar. / Abr, 2006

12. Anexos
 Não se aplica

ASSINATURA E CARIMBO 7