Você está na página 1de 1

A ênfase da atividade da Ciência da Informação deve-se ao esforço para enfrentar PROBLEMAS DA ORGANIZAÇÃO, A ciência da informação e a biblioteconomia trabalham em parceria

ão e a biblioteconomia trabalham em parceria deste a introdução da primeira na década de 1950,


CRESCIMENTO e DISSEMINAÇÃO do conhecimento registrado, que vem ocorrendo crescimentos gigantescos, pós 2ª por bibliotecários. Foi um grande avanço naquela época trazer conceituações e técnicas para organizar e disseminar os
Guerra Mundia registros de conhecimentos (documentos) existentes em bibliotecas e centros de documentação brasileiros
Com isso a CI, nasceu para resolver um grande problema: de reunir, organizar e tornar
acessível o conhecimento cultural, científico e tecnológico produzido em todo o mundo. GÊNESE DA Com a situação da Segunda Guerra Mundial despertou, os países desenvolvidos o
CIÊNCIA DA grande interesse pelas atividades de ciência e tecnologia.
A data de 1958 é considerada como um MARCO para CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, quando foi formado INFORMAÇÃO: Este fenômeno, denominado “EXPLOSÃO DE INFORMAÇÃO” ou “EXPLOSÃO DE
no Reino Unido, o INSTITUTE INFORMATION SCIENTISTS (ISS); Alguns autores comentam ser com a DOCUMENTOS”, caracterizou-se por um CRESCIMENTO EXPONENCIAL DE REGISTROS DE
criação das Bibliotecas Especializadas. CONHECIMENTO, particularmente em CIÊNCIA e TECNOLOGIA. Tal fenômeno trazia em seu bojo
um problema básico, que era a tarefa de tornar mais acessível um acervo crescente, provenientes
O uso do termo “CIENTISTA DA INFORMAÇÃO”, pode ter tido a intenção de distinguir os cientistas da informação dos daqueles registros.
cientistas de laboratório, tendo em vista, que busca organizar a informação cientifica e tecnológica. O SURGIMENTO DOS Em um artigo publicado em 1945, por VANEVAR BUSH, identificou e definiu o problema e propôs uma
SISTEMAS solução. A PROPOSTA era a de usar a incipientes tecnologia de informação para combater o problema.
MEADOWS (1991) declara que foi a intensidade com que o computador afetou a estrutura dentro da qual a CI AUTOMATIZADOS DA Com o EMPREGO DA CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO, trouxe novas expectativas para os serviços de
opera. No entanto, HÁ consenso entre estudiosos da Ciência da Informação, que ESTÁ TOTALMENTE biblioteca e de informação, pois o computador permite um COMPORTAMENTO MAIS PRECISO E
RECUPERAÇÃO DA RACIONAL no tratamento da informação, além de possibilitar a manipulação de grande massa de dados.
CONECTADA COM A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO.
INFORMAÇÃO
O trabalho com as RECUPERAÇÃO DA INFORMAÇÃO deu subsídio para o desenvolvimento de
A RECUPERAÇÃO DA INFORMAÇÃO, que teve papel importante no surgimento da CI, guarda em sua evolução as
inúmeras aplicações bem-sucedidas (produtos, sistemas, redes, serviços). Segundo Pinheiro (1997),
associações da ciência com a tecnologia da informação.
a evolução a Recuperação da Informação é vista COMO A GRANDE RESPONSÁVEL, NÃO A
ÚNICA, MAIS A MAIS FORTE, PELO SURGIMENTO DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO. Pois, a CI veio
OS AVANÇOS DOS COMPUTADORES, desde 1950 incentivaram a transformação das atividades de
para abarcar mais do que a recuperação da informação, mas está no seu NÚCLEO.
armazenamento e recuperação da informação. Com a utilização dos computadores a CI passou enfrentar novos
desafios, emergiram novas questões, necessidades conceituais e construções teóricas, empíricas e pragmáticas.
A Ciência da Informação nasceu no bojo da evolução científica e técnica que se
O IMPACTO dos computadores e das Telecomunicações está juntas na discussão sobre o percurso da área.
CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO E seguiu à Segunda Guerra Mundial. Para alguns autores, a história da CI sofreu
influência marcantes de duas disciplinas, que contribuíram não só para sua gênese,
BIBLIOTECONOMIA: Novos mas, também, para o seu desenvolvimento: a DOCUMENTAÇÃO, que trouxe novas
conceituações; e a RECUPERAÇÃO DA INFORMAÇÃO, que viabilizou o
conteúdos e espaços de atuação ANTECEDENTES: surgimento de sistemas automatizados de recuperação de informações.
A Ciência da Informação é um CAMPO CIENTIFICO RECENTE e, portanto, AINDA (Org. OLIVEIRA,2005) - Parte I
EM CONSTRUÇÃO. Com cerca de 30 anos de existência, NÃO CONTA ainda, com a
CONSTRUÇÃO TEÓRICA que integre todos os conceitos e práticas. Com a Revolução Industrial, no final do século XIX, a Quantidade de informações
CONCEITUAÇÃO TEÓRICA mais ou menos FRAGMENTADA. CONCEITUAÇÕES registradas cresceu de forma assustadora, levando a tentativa de realizar o levantamento

BORKO (1968) DEFINIU a Ciência da Informação, como uma disciplina que DA ÁREA: bibliográfico universal.
A iniciativa mais importante foi assumida pelos advogados belgas Paul Otlet e Henri Fontaine.
INVESTIGA AS PROPRIEDADES E O COMPORTAMENTO DA INFORMAÇÃO, as
Acreditavam solucionar o problema e levar o conhecimento de cientistas a todos interessados.
FORÇAS que governam o FLUXO e os MEIO DE PROCESSAMENTO PARA Planejavam a criação de uma biblioteca universal que seria referência dos produtos e não de
OTIMIZAR A ACESSIBILIDADE E UTILIZAÇÃO. DOCUMENTAÇÃO E CIÊNCIA DA reunião de acervos.

BORKO com suas ideias para conceituar a CI, aponta a essência do problema e INFORMAÇÃO Para coordenar tais atividades, foi criado o Instituto Internacional de Bibliografia (IIB), criando
orienta o campo da CI: organizar e disponibilizar para o uso as informações ferramentas para registrar de forma sistemática e padronizada, as referências dos documentos. Um
das preocupações do IIB, era desenvolver um sistema de classificação ÚNICO, assim surgiu a
sobre o que é produzido culturalmente.
A Ciência da Informação tem CLASSIFICAÇÃO DECIMAL UNIVERSAL (CDU).
como seu objeto de estudo a
SARACEVIC (1996) redefiniu como: um campo dedicado às questões cientifica e
á prática profissional, voltadas para os problemas de efetiva comunicação do A CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO e suas Outro fato importantes, criado por Paul Otlet, foi o CONCEITO DE DOCUMENTO, passando a
INFORMAÇÃO É VISTA relações com outras ser o livro, a revista, o jornal, a peça de arquivo, a estampa, a fotografia, a medalha, a música, o
conhecimento e de registros de conhecimento entre os seres humanos, no disco, o filme e toda a parte documentária que precede e sucede a emissão radiofônica.
contexto social, institucional e individual do uso das necessidades da informação. COMO UMA GRANDE disciplinas a
ÁREA NÃO QUAL ESTÃO INTERDISCIPLINARIDADE.
ABRIGADAS SUBÁREAS, Em 1931, o IBB foi transformado em FEDERAÇÃO INTERNACIONAL DE DOCUMENTAÇÃO (FID),
O Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (CNPq), define: que a Ciência da órgão máximo, que permanece até hoje.
Informação designa o campo mais amplo, de propósitos investigativos e analíticos, interdisciplinar por COMO A Com o conceito de documentação, AMPLIOU O CAMPO DE ATUAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA
natureza, que tem como OBJETIVO o estudo dos fenômenos ligados à produção, organização, difusão BIBLIOTECONOMIA E ÁREA, a ultrapassar os limites do espaço da biblioteca.
e utilização de informações em todos os campos do saber. ARQUIVOLOGIA.