Você está na página 1de 22

Atlas de Histologia Tecidual

Módulo I

Sandra Iara Lopes Seixas


Terezinha de Jesus Sirotheau-
Sirotheau-Corrêa
Atlas de Histologia
Tecidual Módulo I

Sandra Iara Lopes Seixas


Professora Adjunta do
Departamento de Morfologia da
Universidade Federal Fluminense

Terezinha de Jesus Sirotheau-


Corrêa
Professora Titular do Departamento
de Morfologia da Universidade
Federal Fluminense
Tecidos Epiteliais
Tecido Epitelial

*
N

EPITÉLIO
* *
N
N

N LÂMINA PRÓPRIA

Fig.01: EPITÉLIO DE REVESTIMENTO CÚBICO Fig.02: EPITÉLIO DE REVESTIMENTO CILÍNDRICO


SIMPLES.
SIMPLES SIMPLES.
SIMPLES
A seta aponta para uma célula cúbica (Tracejado); A seta aponta para uma célula cilíndrica (Tracejado);
os núcleos (N) esféricos são indicados pelas os núcleos (N) elípticos são indicados pelas cabeças
cabeças de setas; a luz do túbulo renal marcada de setas. Estômago. Coloração: Tricrômio de Gomori.
pelos asterísticos (*).Rim. Coloração: Hematoxilina- Objetiva: 40x
Eosina. Objetiva: 40x
Tecido Epitelial

*
N
EPITÉLIO
N

LÂMINA PRÓPRIA

VL VS

Fig.04: EPITÉLIO DE REVESTIMENTO CILÍNDRICO


Fig.03: EPITÉLIO DE REVESTIMENTO PAVIMENTOSO
PSEUDOESTRATIFICADO COM CÍLIOS E CÉLULAS
SIMPLES.
SIMPLES
CALICIFORMES.
CALICIFORMES
As setas apontam para células pavimentosas
As setas apontam células caliciformes; os núcleos das
(Tracejado).Rim (Cápsula Renal) Coloração:
células cilíndricas são indicadas pelas cabeças de
Hematoxilina- Eosina. Objetiva: 40x
setas;os cílios são marcados pelos asterísticos (*);
podem ser visualizados no campo um vaso sanguíneo
(VS)e um linfático (VL). Traquéia. Coloração:
Hematoxilina- Eosina.Objetiva:40x
Tecido Epitelial

*
EPITÉLIO

EPITÉLIO *

LÂMINA PRÓPRIA
LÂMINA PRÓPRIA CÉLULA
PAVIMENTOSA

Fig.05: EPITÉLIO DE REVESTIMENTO ESTRATIFICADO Fig.06: EPITÉLIO DE REVESTIMENTO


PAVIMENTOSO QUERATINIZADO . ESTRATIFICADO PAVIMENTOSO NÃO
As setas apontam a camada de células basais; a camada QUERATINIZADO .
córnea (de queratina) é indicada pelos asterísticos (*). As setas apontam o núcleo das células
Pele Espessa. Coloração: Hematoxilina- pavImentosas. Esôfago. Coloração: Hematoxilina-
Eosina.Objetiva:10x Eosina.Objetiva:40x
Tecido Epitelial

Cg
L
Fig.07: EPITÉLIO DE TRANSIÇÃO

As setas apontam o núcleo da célula


globosa (tracejado- binucleada)ou
célula em raquete; a extremidade
EPITÉLIO superior consiste na luz do órgão
(L).Essa amostra foi obtida de uma
Bexiga vazia, relaxada, como
indicado pelas células globosas (Cg).
Coloração: Hematoxilina-
eosina.Objetiva:40x

LÂMINA PRÓPRIA
Tecido Epitelial: Epitélios Glandulares

Fig.08: CÉLULAS CALICIFORMES Fig.09: GLÂNDULA TUBULOSA SIMPLES


(setas).Luz (L) Jejuno. Coloração: (glândula intestinal). Intestino delgado. Coloração:
Hematoxilina-Eosina. Objetiva: 40x. Hematoxilina-Eosina. Objetiva: 40X.
Tecido Epitelial: Epitélios Glandulares

TC
ÁCINO
MUCOSO

Fig.10: GLÂNDULA EXÓCRINA COMPOSTA Fig.11: GLÂNDULA EXÓCRINA COMPOSTA


ACINOSA RAMIFICADA (Pâncreas). Ácinos TUBULO ACINOSA (glândula salivar lingual).
Serosos Os núcleos esféricos e centrais são Ácinos Mucosos. Os núcleos achatados e
indicados pelas setas; a luz é indicada pela letra periféricos dos ácinos são indicados pelas setas.
(L) . Coloração:Hematoxilina-eosina. Objetiva: 40X. Coloração:Hematoxilina-Eosina.Objetiva:40X
Tecido Epitelial: Epitélios Glandulares

S S

Fig.12:GLANDULA
GLANDULA EXÓCRINA APÓCRINA APÓCRINA:
Fig.13: GLÂNDULA EXÓCRINA SIMPLES
Corte da porção secretora de uma glândula
ALVEOLAR RAMIFICADA (glândula sebácea).
mamária. A secreção apócrina (setas),
Ducto (D) e Porção Secretora (S). Pele fina.
caracteriza-se pela eliminação do produto de
Coloração: Tricrômico de Gomori. Objetiva: 10X.
secreção acompanhado de parte do
Esquema: Reproduzido de acordo com Junqueira
citoplasma;as células mioepiteliais podem ser
e Carneiro. Histologia Básica. 2004.
observadas pela cabeça de seta.
Tecido Epitelial: Epitélios Glandulares

TIREÓIDE
FOLÍCULOS
* *

PARATIREÓIDE

Fig.14: GLÂNDULA ENDÓCRINA VESICULAR OU


FOLICULAR (tireóide). Colóide asterísticos (*)

GLÂNDULA ENDÓCRINA CORDONAL (Paratireóide)


Coloração: Hematoxilina-Eosina.Objetiva 40X.
Tecido Conjuntivo
Tecido Conjuntivo Propriamente Dito

*
*
N

*
*
*
VS FIBRAS
COLÁGENAS

Fig.15 TECIDO CONJUNTIVO MESENQUIMAL


MESENQUIMAL. Fig.16 TECIDO CONJUNTIVO FROUXO.FROUXO O núcleo
Observa-se o núcleo das células mesenquimatosas dos fibroblastos é indicado pelas setas;alguns vasos
(N),alguns vasos sanguíneos (VS) e o prolongamento sanguíneos são indicados pelos asterísticos.
do citoplasma característico dessas células (cabeças Coloração: Hematoxilina-Eosina. Objetiva:40x.
de setas).Coloração: Hematoxilina- Eosina. Objetiva:
40x.
Tecido Conjuntivo Propriamente Dito

F F

Fig.17:: TECIDO CONJUNTIVO DENSO NÃO Fig.18: TECIDO CONJUNTIVO DENSO


MODELADO. MODELADO Observam-se feixes espessos e
MODELADO.
As fibras colágenas estão delimitadas pelo tracejado. paralelos de fibras colágenas que preenchem os
Note que as fibras estão dispostas em direções espaços entre os fibroblastos (F).Coloração: Tricrômio
distintas. Coloração:Tricrômio de Gomori. Objetiva:40x. de Gomori. Objetiva: 40x
Células do Conjuntivo

VS

VS

VS

Fig.19::FIBROBLASTOS (setas); Fig.20::PLASMÓCITOS (setas);


Fig.21::MASTÓCITOS (setas).
vasos sanguíneos (VS). vasos sanguíneos (VS). Coloração:
Coloração: Tricrômio de Gomori.
Coloração:P.A.S./Hematoxilina/ HE. Objetiva: 40x
Objetiva: 40x
Fast Green. Objetiva: 40x

Fig.22::MACRÓFAGOS (setas).
Coloração:Hematoxilina-eosina.
Objetiva: 40x
Fibras do Conjuntivo

Fig.24: FIBRAS RETICULARES . ELÁSTICAS. As


Fig.25: FIBRAS ELÁSTICAS
COLÁGENAS Os
Fig.23: FIBRAS COLÁGENAS.
As fibras reticulares são indicadas lâminas elásticas são constituídas
feixes de fibras colágenas são
pelas setas.Fígado. por fibras elásticas indicadas pelas
indicados pelas setas.Coloração:
Coloração:Impregnação pela prata. setas.Artéria Elástica.Coloração:
Tricrômio de Gomori. Objetiva: 40x.
Objetiva: 40x Orceína. Objetiva: 40x
Tecido Adiposo
Tecido Adiposo

UNILOCULAR.As setas
Fig.26: TECIDO ADIPOSO UNILOCULAR Fig.27:: TECIDO ADIPOSO MULTILOCULAR.As
MULTILOCULAR
(N) indicam o núcleo dos adipócitos comprimidos setas indicam células do tecido adiposo unilocular; a
contra a membrana celular pela pressão dos lipídios cabeça de seta indica a células adiposa do tecido
Coloração:Tricrômio de Gomori. Objetiva: 40x. adiposo multilocular.Coloração:Hematoxilina-Eosina.
Objetiva: 40x.
Tecido Cartilaginoso
Tecido Cartilaginoso

PERICÔNDRIO FIBROSO PERICÔNDRIO FIBROSO

PERICÔNDRIO CELULAR
PERICÔNDRIO CELULAR

FIBRAS
ELÁSTICAS
GRUPO ISOGÊNICO
CORONÁRIO

MATRIZ
TERRITORIAL

GRUPO ISOGÊNICO
AXIAL

TECIDOCARTILAGINOSO HIALINO. As setas


Fig.28:TECIDOCARTILAGINOSO Fig.29: TECIDO CARTILAGINOSO ELÁSTICO ELÁSTICO..As
indicam os condrócitos ocupando as lacunas; os setas indicam os condrócitos ocupando as lacunas;
condroblastos, localizados no pericôndrio celular, são os condroblastos, localizados no pericôndrio celular,
indicados pelas cabeças de setas. Na parte superior existe são indicados pelas cabeças de setas; observa-se a
o pericôndrio fibroso e o celular (Condrogênico). riqueza de fibras elásticas na matriz cartilaginosa.
Traquéia.Coloração:Hematoxilina - Eosina. Objetiva: 40x. Pavilhão da orelha.Coloração:Orceína. Objetiva: 40x.
Tecido Ósseo
Tecido Ósseo
Corte de um Sistema de Havers
(ou ósteon). Notar o canal de
Havers (CH) e osteoplasto (OP)

CH

OP

MATRIZ
ÓSSEA

Fig.30: TECIDO ÓSSEO COMPACTO por desgaste Fig.31: TECIDO ÓSSEO PRIMÁRIO
As setas indicam os canais de Havers de cada lamela DESCALCIFICADO. Na Matriz Óssea podem ser
óssea (circulado); o canal de Volkmann pode ser visualizados os osteócitos (cabeças de setas).Os
visualizado (cabeça de seta). A amostra foi tratada osteoblastos podem ser visualizados pelas setas.
com tinta de nanquim para acentuar as características Coloração:Tricrômio de Gomori. Objetiva:40x.
evidentes do osso compacto Objetiva: 40x.