Você está na página 1de 3

ROTEIRO PARA MONITORIA DE CITOLOGIA, HISTOLOGIA E

EMBRIOLOGIA
ASCES-UNITA
1. JUNÇÕES CELULARES
o DESMOSSOMOS – células submetidas à tração (pele, língua, esôfago, coração);
o JUNÇÕES ADERENTES – conectam feixes de actina de uma célula a outra
(células colunares do intestino);
o JUNÇÕES OCLUDENTES – selam espaços entre as células epiteliais;
o JUNÇÕES COMUNICANTES (GAP) – comunicação de modo ordenado e
harmônico entre as células (células epiteliais, musculares lisas e cardíacas e
nervosas).

2. ESPECIALIZAÇÕES DA SUPERFÍCIE APICAL


o CÍLIOS – porção apical de células (trato respiratório e oviduto);
o FLAGELO – somente em espermatozoides nos humanos;
o MICROVILOS – aumenta a superfície de contato.

3. MORFOLOGIA DE CÉLULAS TECIDUAIS


o CÚBICAS – excreção, secreção e absorção (pulmões, rins);
o PAVIMENTOSAS – cobrem superfícies internas e externas (pele e endotélio de vasos
sanguíneos);
o CILÍNDRICAS (PRISMÁTICAS) – associadas com função de absorção (intestino) e de
secreção (estômago).

4. CLASSIFICAÇÃO DOS TECIDOS


o SIMPLES – somente uma camada de células;
o ESTRATIFICADO – várias camadas;
o QUERATINIZADO – células pavimentosas produzem queratina, associada a função
de proteção em epitélios de revestimento (pele);
o TRANSIÇÃO – células grandes na camada mais superficial e mudança na espessura
do epitélio em função da necessidade do órgão (bexiga e estruturas do sistema
urinário);
o PSEUDOESTRATIFICADO – uma única camada de células, porém com núcleos de
alturas diferentes (sistema respiratório).
 Células principais – células cilíndricas com cílios;
 Células basais – célula curta que não alcança a superfície;
 Células caliciformes – secreta muco.

5. EPITÉLIOS DE SECREÇÃO
o GLÂNDULAS
 Endócrinas;
 Exócrinas:
 Holócrinas – as células que a secretam se desintegram e são secretadas
juntas com o seu produto (sebáceas);
 Merócrinas – as células só liberam secreção (salivares);
 Autócrinas – eliminam parte do citoplasma (mamárias).
 Mistas.

1
6. TECIDO CONJUNTIVO PROPRIAMENTE DITO
o FUNÇÕES:
 Nutrição e sustentação de tecidos sem vascularização;
 Preenchimento de espaços;
 Liga tecidos diferentes.
o FIBRAS:
 Colágenas: resistentes à tração;
 Elásticas: cede à tração mas volta a forma original;
 Reticulares: formam redes de sustentação em alguns órgãos.
o FROUXO:
 Delicado, poucas fibras, flexível. Sustenta órgãos e preenche seus espaços e serve
de apoio aos epitélios.
o DENSO:
 Possui maior quantidade de fibras. Liga ossos aos músculos e forma cápsulas em
órgãos como fígado e baço.
 Denso modelado: organizado (forma as fibras dos tendões e ligamentos);
 Denso não modelado: desorganizado (forma as fibras da derme).

7. CÉLULAS DO TECIDO CONJUNTIVO


o FIBROBLASTOS – produção da M.E.C.;
o MACRÓFAGOS – sistema fagocitário mononuclear;
o PLASMÓCITOS – sintetizam e secretam anticorpos;
o MASTÓCITOS – respostas imunes locais, reações de hipersensibilidade, eliminação
de parasitas e bactérias, etc.
o BASÓFILOS, EOSINÓFILOS E NEUTRÓFILOS – células granulócitas transitórias
responsáveis pela defesa do organismo.

8. TECIDO CONJUNTIVO DE PROPRIEDADES ESPECIAIS


o TECIDO ADIPOSO
 Adipócitos que acumulam triglicerídeos em seu citoplasma;
 Unilocular (amarelo) e multilocular (marrom);
 Secreta hormônios e atua como reserva energética;
 Altamente vascularizado por capilares.
o TECIDO SANGUÍNEO
 Hemácias, plaquetas e leucócitos
 Leucócitos – granulócitos/polimorfonucleados ou agranulócitos.
o TECIDO CARTILAGINOSO
 Condrócitos;
 M.E.C. mais rígida;
 Avascularizado;
 Função de suporte para tecidos moles;
 Reveste articulações absorvendo choques;
 Três tipos: C. Hialina (mais comum, colágeno tipo II), C. Elástica (fibras
colágenas mais material elástico) e C. fibrosa (espessas fibras de colágeno tipo I).
 Pericôndrio – membrana vascularizada que envolve a cartilagem.
 C. Hialina – recobre trato resp. e sup. articulares de ossos longos.
 C. Elástica – sist. auditivo e epiglote;
 C. Fibrosa – discos intervertebrais, inserção de tendões em ossos, sínfise pubiana,
etc.

2
o TECIDO ÓSSEO
 MEC formada por uma porção orgânica e uma porção mineralizada.
 Predomínio de colágeno tipo I organizado em lacunas;
 Presença de proteogliganas e glicoproteínas;
 Matriz óssea calcificada devido à deposição de cristais de hidroxiapatita (formados
de fosfato de cálcio);
 FUNÇÃO – proteção (crânio, esterno), estrutural (coluna vertebral), movimento,
fonação, audição e hematopoiese.
 CÉLULAS
 Osteócitos – ocupam espaços nas lacunas;
 Osteoblastos – sintetizam matriz óssea e se chama osteócitos quando ficam
presos em lacunas;
 Osteoclastos – destruir a matriz óssea e promover sua reabsorção.
 Canais de Volkmann (horizontal) e Havers (vertical).
 Histogênese
 Ossificação intramembranosa: tecido mesenquimal → osteogênicas →
osteoblastos → osteócitos.
 Ossificação endocondral: a partir de um molde de cartilagem hialina.

Você também pode gostar