Você está na página 1de 9

Projeto brincando com alegria no carnaval da “Escola

Monsenhor”

Período de duração: Fevereiro de 2014

- Levar as crianças a compreenderem a origem e história do


carnaval brasileiro;
- Trabalhar atividades com tema de carnaval;
- Confeccionar máscaras e estandartes para apresentação de
blocos carnavalescos no dia 28/02/2014

INTRODUÇÃO

Quando pensamos em Brasil ou no povo brasileiro, quase sempre


nos vem a imagem de um povo alegre e dançante. O carnaval é um
grande exemplo disso. É uma manifestação popular que ocorre de
diferentes formas em várias regiões do Brasil, dependendo do
contexto histórico e sociocultural de cada lugar.
Entrelaçando as influências dos negros africanos, indígenas,
nativos e europeus colonizadores, a cultura brasileira resultou
em uma grande diversidade e riqueza de manifestações.

JUSTIFICATIVA

O Brasil é um país rico culturalmente, porém, o que sabemos


dessa cultura limita-se ao que vivemos no dia-a-dia e ao que a TV
nos mostra, muitas vezes, informações soltas, imagens que ficam
muito distantes de nossa realidade ou de cunho comercial.
Pensando nisso, pretendemos, neste trabalho, propiciar
atividades que ampliem o conhecimento das crianças sobre o
carnaval no Brasil, levando em consideração suas influências e
fazendo um paralelo temporal desde os antigos carnavais até
hoje.

OBJETIVOS GERAIS

Conhecer os aspectos culturais do carnaval que influenciaram na


etnia brasileira.
Reconhecer as manifestações carnavalescas dentro do contexto
social.
Conhecer as marchinhas e blocos carnavalescos.
Conhecer, observar e acompanhar a evolução de gêneros
carnavalescos como: música, blocos, fantasias e histórias.
Estabelecer relação entre passado e moderno.

Procedimentos Metodológicos

- Levar as crianças a compreenderem a origem e história do


carnaval brasileiro;
- Trabalhar atividades com tema de carnaval;
- Confeccionar máscaras e estandartes para apresentação de
blocos carnavalescos no dia 28/02/2014
- Fazer um baile de carnaval onde o bloco de cada professora se
apresentará para que as crianças conheçam um pouco sobre essa
manifestação popular.
- Levar para a sala de aula os elementos do carnaval através de
imagens ou objetos.
- Executar músicas pertinentes ao universo carnavalesco.

ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

Trabalhar músicas carnavalescas


Confeccionar máscaras carnavalescas com material de sucata.
Listar as fantasias que as pessoas costumam usar em carnaval.
Pular carnaval usando máscara confeccionada e enfeitada pela
professora e alunos.
CULMINÂNCIA

Desfile dos blocos carnavalescos.


Baile carnavalesco.
Avaliação de mesa julgadora dos blocos carnavalescos.

ANEXOS-Músicas

MAMÃE EU QUERO

(Jararaca-Vicente Paiva - 1937)


MAMÃE EU QUERO, MAMÃE EU QUERO
MAMÃE EU QUERO MAMAR
DÁ A CHUPETA, DÁ A CHUPETA
DÁ A CHUPETA PRO BEBE NÃO CHORAR
DORME FILHINHO DO MEU CORAÇÃO
PEGA A MAMADEIRA
E VEM ENTRAR PRO MEU CORDÃO
EU TENHO UMA IRMÃ QUE SE CHAMA ANA
DE PISCAR O OLHO JÁ FICOU SEM A PESTANA
OLHO AS PEQUENAS MAS DAQUELE JEITO
TENHO MUITA PENA NÃO SER CRIANÇA DE PEITO
EU TENHO UMA IRMÃ QUE É FENOMENAL
ELA É DA BOSSA E O MARIDO É UM BOÇAL

ABRE ALAS

(Chiquinha Gonzaga, 1899)


Ó ABRE ALAS QUE EU QUERO PASSAR
Ó ABRE ALAS QUE EU QUERO PASSAR
EU SOU DA LIRA NÃO POSSO NEGAR
EU SOU DA LIRA NÃO POSSO NEGAR
Ó ABRE ALAS QUE EU QUERO PASSAR
Ó ABRE ALAS QUE EU QUERO PASSAR
ROSA DE OURO É QUE VAI GANHAR
ROSA DE OURO É QUE VAI GANHAR
AALLAH-LÁ-Ô(Haroldo Lobo-Nássara, 1940)
Allah-lá-ô, ô ô ô ô ô ô
MAS QUE CALOR, Ô Ô Ô Ô Ô Ô
ATRAVESSAMOS O DESERTO DO SAARA
O SOL ESTAVA QUENTE
QUEIMOU A NOSSA CARA
VIEMOS DO EGITO
E MUITAS VEZES
NÓS TIVEMOS QUE REZAR
ALLAH! ALLAH! ALLAH, MEU BOM ALLAH!
MANDE ÁGUA PRA IOIÔ
MANDE ÁGUA PRA IAIÁ
ALLAH! MEU BOM ALLAH

Para começar o ano… Já começamos com festa, para preparar os

alunos vamos ver só umas curiosidades e histórias sobre o

carnaval.

CARNAVAL

Fantasias, confetes e serpentinas em quatro dias de muita

alegria e diversão: este é o Carnaval, a festa mais popular do

Brasil! Antes de curtir estes dias de folia, vamos conhecer um

pouco mais sobre essa festa…


Origem e história

O carnaval tem origem nas celebrações da colheita dos povos da

Antiguidade. Chegou até o Brasil através dos portugueses e aqui

chegou para ficar, pois combina com o ritmo alegre e festeiro

dos brasileiros.

Há relatos de historiadores que já no século XVII já existia o

carnaval por aqui. Eram festas com caráter bem popular, com

características do entrudo, ou seja, festa que se realizava antes

da quaresma. Não havia máscaras ou fantasias, a brincadeira

consistia apenas em jogar farinha e água nos participantes. As

famílias mais ricas também brincavam, mas na segurança de seus

lares.

Antes das escolas de samba vieram os bailes de salão, aí sim,

contando com máscaras e fantasias que foram ficando mais

sofisticadas com o tempo. O primeiro baile de carnaval em nosso

país ocorreu em 1840, no Rio de Janeiro, é claro!

O primeiro desfile de rua aconteceu em 1855, com um grupo

formado por oitenta foliões, a maioria fazendo parte da alta

sociedade carioca que romperam a tradição e foram às ruas com

máscaras, fantasias, música e muitas flores.


Já a primeira escola de samba que se tem notícia surgiu no

bairro de Estácio, Rio de Janeiro. Chamava-se “Deixa Falar” e

primeiramente não tinha concorrentes, mas isso não durou muito,

pois em 1923, três escolas concorreram: Deixa Falar, Vai Como

Pode e a Mangueira. A vencedora foi a Vai Como Pode, mas para

ninguém se decepcionar, todos ganharam troféus.

Em 1950 chega a era do trio elétrico. Tudo começou na Bahia

com uma dupla que ficou na história do carnaval baiano: Dodô e

Osmar, que resolveram reformar um Ford antigo e sair às ruas na

caçamba, tocando músicas com som amplificado. Imaginem se não

foi o maior sucesso! Daí em diante os trios elétricos só

cresceram e tomaram conta principalmente do nordeste.

Fantasias e Máscaras

As máscaras e fantasias sempre deixam a brincadeira de

carnaval ainda mais divertida. Existem as tradicionais como a

Colombina, Pierrô e Arlequim que são personagens que tem

origem na comédia italiana. O Pierrô é sentimental, romântico e


apaixonado pela Colombina, que tem sempre característica

sedutora e volúvel, não cede às declarações de amor do Pierrô e

é amante do Arlequim, que representa o palhaço, sempre com ar

cômico.

Existem muitas que são mais populares são as de super-heróis,

palhaço, caveira, etc.

Carnaval no Brasil e no mundo

No Brasil, há uma diversidade de ritmos no carnaval, a começar

pelo sudeste, onde no Rio e São Paulo predomina o samba com os

desfiles das escolas de samba até o nordeste com o frevo, axé,

maracatu, afoxé, forro, entre outros.


Conheça a história das escolas de samba no Brasil.

Em várias partes do mundo também se festeja o carnaval, apesar

de não ser tão divertido como aqui. Nos Estados Unidos, por

exemplo, o desfile com fantasias simples, mas divertidas

acontece somente na terça-feira, que é chamada de “terça-feira

gorda”.

Na Alemanha a festa mais tradicional é a da cidade de Bonn,

onde ocorrem desfiles com pessoas fantasiadas e não pode faltar

as máscaras, pois a brincadeira é fingir que o diabo fica solto e

as pessoas têm que usar máscaras para esconder seus rostos.

No Japão há um carnaval muito animado também, tem até escolas

de samba, mas só que por lá a festa é só em agosto.

Curiosidades

O povo gosta tanto de carnaval que fazem a festa até mesmo

fora da época. Essas festas são chamadas de “micareta” e

começaram em Feira de Santana (BA). Ocorreu que em 1937,

chuvas torrenciais adiaram o Carnaval oficial da cidade para

depois da Semana Santa. O sucesso foi tão grande que logo

passou a acontecer anualmente.

(fonte: Guia dos Curiosos)


O baile de carnaval da nossa Escola será dia 28/02/2014

Atrações: Marchinhas, desfile de BLOCOS CARNAVALESCOS

Prepare sua MÁSCARA e venha brincar conosco.