Você está na página 1de 4

JÁ II

Associação
Agência
dos Servidores da
Nacional de Transportes Terrestres
50500.309519/2019-14

Ofício n 002/2019/ASEANTT

Brasília, 5 de abril de 2019.

Ao Senhor
Marcelo Vinaud Prado
Diretor-Coordenador
Superintendência de Serviços de Transporte de Passageiros (Supas)
Via SEI

COLO ANTT
c/c
1uIO em:
Elisabeth Alves da Silva Braga 05 fBR 2019
Mario Rodrigues Junior
Weber Ciloni

Assunto:Proposta de Alteração Resolução n° 4.770/2015

A Associação de Servidores da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ASEANTT) vem manifestar

preocupação com a proposta de alteração da Resolução n° 4.770/2015, apresentada durante a Reunião

Participativa n°01/2019, realizada no dia 03/04/19, na sede da ANTT.

De acordo com informações recebidas de servidores associados, a proposta apresentada pela


Superintendência de Serviços de Transportes de Passageiros (Supas) desconsiderou todos os estudos e a

proposta desenvolvidos pela Gerência de Estudos, Acompanhamento e Avaliação do Mercado de

Transportes de Passageiros (Geame), responsável pela condução desse tema na Agenda Regulatória da
ANTT. no âmbito da SUPAS.

Vale ressaltar que a proposta da Geame foi baseada em um amplo e aprofundado estudo técnico que

produziu 50 (cinquenta) análises de impacto regulatório e mais de 15 (quinze) notas técnicas em oito meses

de intenso trabalho dos muito bem qualificados servidores da ANTT, que desenvolveram inteiramente o

estudo. Todos esses estudos geraram uma proposta de marco regulatório com 52 (cinquenta e duas

páginas) de embasamento técnico indiscutível, além de trazer ao mercado regulado a modernização e

liberdade preconizadas pela Lei n° 10.233/2001 (Subseção IV da Seção IV do Capítulo VI).

Ciente da importância desses estudos, a equipe da Geame interagiu com diversos agentes, da ANTT e de

múltiplos órgãos e entes públicos, com larga experiência nos aspectos -chave contidos nesse projeto,
objetivando dotá-lo da robustez requerida a um processo dessa magnitude.

ASEANTT- GESTÃO #ELASPORTODOS


Setor de Clubes Esportivo Sul -

SCES, lote 10- trecho 03, Projeto Orla Polo 8 -


Subsolo
CEP 70200-003 -

Brasília -
DF aseantt(âiantt.gov.brwww.aseantt.org.br
JÁ Associação dos Servidores da
Agência Nacional de Transportes Terrestres

Em paralelo, a gerência buscou, nas disposições da proposta da área técnica, espelhar as mais recentes

diretrizes públicas, no sentido de liberalização da economia e promoção da concorrência, desburocratização


e simplificação administrativa, melhor eficiência na utilização dos recursos humanos da agência, processos

de trabalho baseados em sistemas de informação e redução do fardo regulatório, a partir da adoção de uma

atuação baseada no conceito de tripé regulatório (norma geral +


disciplina sancionatória +
avaliação de

desempenho). Os estudos da GEAME estão disponíveis no SEI!, sob o número 50500.027339/2019-17 e a

proposta da gerência segue anexa a este ofício.

Ograu de maturidade alcançado ao longo desse projeto possibilitou ao corpo técnico examinar de forma

célere a proposta da superintendência apresentada na reunião da última quarta-feira (3/4), momento em os

servidores tiveram conhecimento do seu teor. Após essa análise, os servidores afirmam, categoricamente,
que a proposta que se pretende levar a audiência pública não considera os problemas apontados e

estudados a fundo pela Agência e, como agravante, não apresenta avanços sobre as oportunidades de
melhorias levantadas.

Caso a proposta apresentada pela superintendência seja mantida e levada a audiência pública, uma série

de problemas vão permanecer. São eles:

• Instrumentos de outorga inadequados;



Licença -

ato vinculativo -

como instrumento de outorga;


• Termo de autorização como habilitação de operadores;
• Validade da autorização, contrariando a lei;
• Não vinculação do instrumento de autorização ao objeto da autorização;
• Ausência de definição objetiva das condições indispensáveis ao cumprimento do

objeto da autorização;

Comercialização de mercados entre as empresas;

• Processo seletivo sujeito a ações sincronizadas por empresas do mesmo grupo

econômico;
• Falta de clareza nos procedimentos e prazos de solicitação e análise da outorga do

serviço;

Complexidade da análise dos requerimentos;
• Excesso de exigências e barreiras de entrada -

alto custo regulatório;



Multiplicidade de declarações relacionadas à infraestrutura;
• Ausência de vigência nas declarações de adequabilidade das infraestruturas;

• Baixa flexibilidade operacional para as empresas;

• Falta de clareza nos procedimentos e prazos de alterações cadastrais;


• Inexistência de Procedimentos para avaliação de desempenho;

ASEANTT- GESTÃO #ELASPORTODOS


Setor de Clubes Esportivo Sul -

SCES, lote 10 -trecho 03, Projeto Orla Polo 8- Subsolo


CEP 70200-003 -

Brasília -
DF
JÁ Associação
Agência
dos Servidores da
Nacional de Transportes Terrestres

•Indefinição sobre a concessão do benefício tarifário (desconto de 50%);



Multiplicidade de normas da ANTT disciplinando o mesmo tema;

Frequência Mínima vinculada a mercados, que não é objeto da autorização;
• Concessão de gratuidades vinculada a frequência mínima de mercados;

Manutenção da definição de Frequência mínima do serviço pela ANTT;
• Coeficiente tarifário permanece como parâmetro de indexação em outras

resoluções da ANTT (tarifa promocional, multiplicadores tarifários e quadro de tarifa


permanecem vigentes);

Relação entre a prestação do serviço e parâmetros cadastrais de frota;

• Baixa contestabilidade do setor, desestimulando a promoção da concorrência;


Minimização da possibilidade de ingresso de novos operadores;

Indefinição sobre os critérios de saída (ausência dos pressupostos de precarização
da outorga);
• Monitoramento pelo Monitriip -

principal ferramenta de acompanhamento do serviço


-

como exigência acessória aos operadores;



Indefinição da transição entre o modelo vigente e o modelo proposto.

Além disso, a proposta tende a agravar alguns dos problemas existentes e a criar novos, como relatamos a

seguir:

• Inclusão de novos processos de trabalho na SUPAS, mais complexos do que os

processos atuais;

Multiplicidade de conceitos relacionados à frota: idade máxima, idade média do

operador; idade média operacional; idade média dos operadores que participam do

processo seletivo;


Vinculação da frota à licença operacional;
• idade média operacional exigida, não definida, e com critérios de redução em

função de parâmetros intangíveis;


• Percentual de veículos de terceiros limitados a parâmetros intangíveis, a serem

definidos em portaria;
Imputar à ANTT a responsabilidade quanto à definição sobre a viabilidade de

ingresso de operadores é temerária, gerando uma tutela indevida sobre aspectos

afetos ao risco do negócio do particular. Incrementa o custo regulatório sem um

benefício correspondente, pelo contrário;


• Liberdade tarifária sem ampla concorrência será prejudicial ao usuário. Perspectiva
de incremento exponencial das demandas de esclarecimento por parte de órgãos

ASEANTT- GESTAO #ELASPORTODOS


Setor de Clubes Esportivo Sul -

SCES, lote 10- trecho 03, Projeto Orla Polo 8- Subsolo


CEP 70200-003 -

Brasília -
DF aseanttcantt.gov.brwww.aseantt.org.br
JÁ Associação dos Servidores da
Agência Nacional de Transportes Terrestres

de defesa de usuários, conforme a experiência observada em outras agências


reguladoras.
•Dificuldades na autorização de novos entrantes podem favorecer o acréscimo de

serviços não autorizados

Ressaltamos que a análise preliminar feita pelos técnicos da Agência não considerou questões afetas à
qualidade da norma (legística) ou mesmo inconsistências regulatórias dentro da própria minuta proposta,
embora elas existam e não de forma isolada.

Diante do exposto, solicitamos que a Diretoria reconsidere a proposta apresentada pela superintendência e

leve, a audiência pública, a proposta da Geame deixando que o mercado regulado se manifeste

oficialmente sobre o assunto, apresentando argumentos e dados que suportem suas contribuições.

Estamos certas de que a ANTT tem como prioridade o interesse público e a confiança na qualidade do

trabalho dos seus técnicos. Agradecemos a atenção e aguardamos deferimento do nosso pleito.

Respeitosamente,

Letícia Machado Dantas

Diretora Executiva

ASEANTT- GESTÃO #ELASPORTODOS


Setor de Clubes Esportivo Sul -

SCES, lote 10- trecho 03, Projeto Orla Polo 8- Subsolo


CEP 70200-003 -

Brasília -
DF aseanttantt.gov.brwww.aseantt.org.br

Interesses relacionados