Você está na página 1de 1

Conduta Excludentes:

Requisitos: ação ou omissão humana, voluntária, consciente, Caso fortuito e força maior
propositada ou descuidada.
Hipnose
Nexo causal Sonambulismo
Regra: teoria da equivalência dos antecedentes causais (conditio Atos reflexos
sine qua non).
Fato Típico Movimentos involuntários
(tipicidade) Pertinência: apenas crimes materiais.
Coação física irresistível
Resultado
Erro de tipo essencial escusável
Normativo (jurídico): todos os crimes produzem.
Naturalístico (causal): obrigatório nos crimes materiais;
dispensável nos formais.
Mínima ofensividade da conduta do agente.
Tipicidade
Ausência de periculosidade social da ação.
Formal + Material Bagatela: atipicidade material.
Reduzido grau de reprovabilidade do comportamento.
Inexpressividade da lesão jurídica provocada.

Perigo atual
Estado de necessidade
Teoria unitária, igualitária e justificante Bem protegido ≥ Bem agredido

Agressão injusta atual ou iminente


Ilicitude Excludentes genéricas Legítima defesa
(antijuridicidade) (art. 23): Policial que mata bandido está em Leg. Defesa

Estrito cumprimento do dever legal Possui o dever de matar: carrasco (não existe no Brasil)
Permissivas, justificantes ou
descriminantes. Exercício regular de direito Exemplo: médico.

Critério biopsicológico (regra)

Características: Sistema vicariante

Aferição retroativa

Pessoa maior de 18 anos


Imputável:
Mentalmente são
Imputabilidade
Doente mental completo sem discernimento da ilicitude

Pessoa menor de 18 anos

Embriaguez acidental ou fortuita completa (álcool ou drogas),


Excludentes: embriaguez patológica e dependência química

Silvícolas não adaptados


Culpabilidade
(juízo de reprovabilidade) Surdos-mudos com total ou quase total impossibilidade de
comunicação

Erro de proibição inevitável: isenta de pena


Potencial consciência da ilicitude Excludentes:
Erro de proibição evitável: diminui a pena

Tripartido Coação moral irresistível


Finalista Exigibilidade de conduta diversa Excludentes: Estrita obediência a ordem, não manifestamente ilegal, de
Analítico superior hierárquico