Você está na página 1de 42

ORIENTAÇÃO GERAL DE PIM

Prof. Claudio Ditticio


Objetivos

 Desenvolvimento de trabalho analítico: conceitos estudados


nas disciplinas do período, aplicados à prática organizacional.

 Aplicação na prática dos conhecimentos teóricos baseados na


integração multidisciplinar (relacionamento entre as
disciplinas) e na organização (entidade) escolhida como foco
de estudo, aplicando suas percepções e suas conclusões,
sempre por meio da metodologia científica para produção
acadêmica.

 Obediência às regras de formatação e normas da ABNT


(Associação Brasileira de Normas Técnicas).
Alerta!

 Cópias de sites na internet, trabalhos de outras pessoas,


trechos transferidos de toda e qualquer fonte de pesquisa sem
as devidas normas de citação da ABNT, são proibidos e
reprovam o aluno, mesmo que outros itens de avaliação
tenham sido atendidos.
Outros requisitos

 O PIM deve conter o mínimo de 15 páginas de


desenvolvimento, contadas a partir da Introdução.

 Caracterizando um relatório acadêmico, antes da


entrega/postagem, deve ser feita uma cuidadosa revisão do
texto, para eliminar erros oriundos de má utilização da língua
portuguesa, como os de ortografia, redação, pontuação e
concordância (nominal e verbal).
Integrante do PPC

 O Projeto Integrado Multidisciplinar (PIM) é integrante do


Programa Pedagógico dos Cursos Superiores de Tecnologia
da UNIP Interativa.

 Sua periodicidade é bimestral, vinculando-se às disciplinas do


referido período.
Ensino-aprendizagem

 O projeto PIM busca inserir o aluno nas práticas gerenciais


fundamentadas nos conhecimentos teóricos adquiridos no
curso, com caráter prático complementar do processo de
ensino-aprendizagem.

 Os alunos deverão realizar o levantamento das características


e dos processos executados em uma organização ou entidade
do setor público, da administração direta ou indireta, dos
governos federal, estadual, distrital e municipal, dos poderes
Executivo, Legislativo e Judiciário ou, ainda, nas sociedades
de economia mista e outras entidades não governamentais
que atuem no setor público da sociedade.
Objetivos específicos

 Proporcionar ao aluno a possibilidade de desenvolver um


levantamento das características e das práticas
organizacionais de uma entidade do setor público.

 Prover condições para que o aluno relacione e desenvolva, de


maneira prática, os conhecimentos teóricos adquiridos,
colaborando com o processo de ensino-aprendizagem.

 Permitir a experiência com as dificuldades e as vantagens


existentes na implantação, na execução e na avaliação dos
modelos administrativos e gerenciais.

 Observar a integração multidisciplinar, fortalecendo a visão


sistêmica das disciplinas estudadas no período.
Operacionalização do trabalho

 Desenvolvimento em entidades reais, previamente selecionadas


pelos alunos.
 Realização de pesquisas de avaliação de itens específicos
apontados para cada disciplina.
 Uso de vários tipos de abordagem (entrevistas, visitas técnicas,
uso de materiais fornecidos pela entidade, questionários
respondidos por funcionários e colaboradores etc.).

 O trabalho pode ser realizado de forma individual ou em grupos


de até seis alunos matriculados no mesmo curso, no mesmo ou
em outro polo.
 A metodologia escolhida no trabalho deve ser informada no
relatório do projeto.
Escolha da entidade ou empresa

 Deverão ser privilegiadas as organizações que estejam


“abertas” à atitude empreendedora e que disponibilizem as
informações necessárias para o trabalho proposto, não
havendo restrição quanto ao tipo de atividades de atendimento
ou serviços prestados em qualquer nível da administração
pública (federal, estadual, distrital e municipal) e de quaisquer
poderes (Legislativo, Executivo e Judiciário).

 É importante frisar que de forma a atender a necessidade de


obter maior eficiência e accountability, as organizações
públicas estão cada vez mais sendo obrigadas a disponibilizar,
de maneira ampla, suas informações, inclusive na internet, o
que facilita a escolha de entidades possíveis de serem
estudadas pelos alunos.
Escolha da entidade ou empresa

 Prestação de contas (accountability) – os agentes de


governança devem prestar contas de sua atuação de modo
claro, conciso, compreensível e tempestivo; assumindo
integralmente as consequências de seus atos e omissões e
atuando com diligência e responsabilidade no âmbito dos
seus papéis.
Escolha da entidade ou empresa

 É possível também a seleção de entidade que, mesmo não


pertencente ao governo, direta ou indiretamente, atue no
atendimento e na prestação de trabalhos ou serviços
públicos, como é o caso de entidades assistenciais, voltadas
a temas específicos como educação, saúde, proteção ao meio
ambiente e, muitas vezes, atuando como ONG (Organização
Não Governamental) ou sob o regime de economia mista.
Entidades governamentais

Fonte: livro-texto
Autarquias

 Elas devem ser criadas por leis específicas e são classificadas


por meio de personalidade de direito público.

 INSS: pensões e assistência médica.

 Incra: colonização e reforma agrária.

 Banco Central: instituições e mercados financeiros.

 CVM: fiscalização e controle dos mercados de títulos


e ações.
Empresas públicas e sociedades de economia mista

 Há também as empresas públicas e as sociedades de


economia mista. As primeiras são dotadas de personalidade de
direito jurídico privado, criadas por lei para a exploração de
atividade econômica, sob a forma de sociedade anônima, cujas
ações com direito a voto pertencem, em sua maioria, à União,
estados ou municípios ou a entidades da administração
indireta. As mistas contam com capital público e privado.

Como exemplos de sociedades de economia mista,


podem ser indicados:

 Banco do Brasil;
 Petrobrás;
 Central de Abastecimento (Ceasa) do respectivo estado.
Outras entidades que atuam no setor público

 Também conhecidas como paraestatais e desempenham


serviços que não são exclusivos do Estado, estando, porém,
sob controle do respectivo Tribunal de Contas.

 As ONGs estão incluídas entre as entidades do terceiro setor.


Outras entidades que atuam no setor público

Relacionam-se como entidades do Terceiro Setor as


organizações sociais (OS) e as organizações da sociedade civil
de interesse público (Osip) formadas por fundações e
organizações sociais direcionadas para:

 ensino;
 pesquisa científica;
 desenvolvimento tecnológico;
 proteção e preservação do meio ambiente;
 cultura;
 saúde.
A escolha correta da entidade ou empresa

 A escolha da entidade/empresa deve permitir a adequada


análise e exploração dos conteúdos das disciplinas do
referido período, garantindo maior abrangência e melhor
qualidade na condução do projeto.

 A escolha da entidade é determinante para a qualidade do


trabalho a ser realizado e é de responsabilidade dos próprios
alunos. Uma escolha inadequada poderá resultar em perda de
tempo e resultados negativos para o trabalho em si.
Estrutura do projeto/relatório

 O aluno deverá realizar uma análise visando a obter um


diagnóstico da organização escolhida e identificar práticas
organizacionais relacionadas com os conceitos das disciplinas
estudadas no curso, no respectivo período, apontando bons
processos ou anomalias e práticas diferenciadas e
apresentando sugestões (obrigatórias) de melhorias das
práticas atuais, com a devida fundamentação teórica.

 Suas opiniões devem estar contidas na conclusão do trabalho.


Estrutura do projeto/relatório

 Concluída a fase de pesquisa, o aluno ou grupo deverá


organizar os dados, anotar as informações relevantes e
descrever o projeto com suas próprias palavras.

 Assim, é de fundamental importância uma correta


apresentação dos dados, das fontes de pesquisa,
métodos e resultados e de suas justificativas e conclusões.

 O Projeto Integrado Multidisciplinar visa ao desenvolvimento


da capacidade dos alunos na análise de processos e de
alternativas de solução dos grandes desafios organizacionais.
Estrutura do projeto/relatório

A estrutura do PIM deve ser condizente com a de um trabalho


acadêmico, obedecendo às normas da ABNT (Associação
Brasileira de Normas Técnicas) e conter:

 Capa.
 Folha de rosto.
 Resumo na língua vernácula.
 Sumário.
 Introdução.
 Desenvolvimento (capítulos referentes às disciplinas
do período).
 Conclusão.
 Referências.
Prazos e validação de recebimento do relatório PIM

 Devem ser verificadas as instruções sobre o envio do trabalho


no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA). As datas de
entrega encontram-se publicadas no calendário acadêmico.

 O título do projeto deverá corresponder ao nome da entidade


estudada.

 Não serão aceitos, em hipótese alguma, trabalhos após as


datas publicadas ou por outros meios que não sejam os
definidos pela UNIP Interativa. Portanto, não haverá
possibilidade de entrega do PIM via e-mail, Correios, Dropbox,
fax etc.
Critérios para avaliação do relatório PIM

 O PIM é um projeto integrante do Programa Pedagógico dos


Cursos Superiores de Tecnologia e corresponde à
computação de 50 horas (para cada projeto bimestral),
totalizando 100 horas no semestre, e equivale ao controle
de frequência e nota do aluno, devendo ser avaliado
com conceito igual ou maior que 6,0 (seis).

 O projeto PIM é avaliado levando-se em considerando os itens


relacionados com formatação, cumprimento de regras de
trabalho acadêmico, além de, obviamente, o seu conteúdo
e a integração com as disciplinas do referido período.
Critérios para avaliação do relatório PIM

Assim, serão avaliados e comporão a nota atribuída ao relatório:

 Apresentação geral;
 Resumo;
 Introdução;
 Desenvolvimento (capítulos relativos às disciplinas do período);
 Conclusão;
 Citações e referências.
Dúvidas sobre a elaboração do relatório

 Caso o aluno tenha dúvidas sobre o desenvolvimento do PIM,


poderá contatar a Tutoria a distância por meio dos canais de
comunicação disponibilizados pela instituição.
Modelo do relatório PIM

 Exemplo de preenchimento do relatório do projeto.


Introdução

 É a parte inicial do texto, em que deve constar a delimitação


do assunto tratado, de forma breve e objetiva.

 Aqui, a organização estudada deve ser descrita com mais


detalhes, contemplando todos os dados necessários para que
o leitor consiga “conhecê-la”, sendo suficiente a utilização de
até 2 páginas.
Introdução

 Deve haver cuidado para apenas descrever a organização, sem


qualificá-la, isto é, sem citar dados que coloquem a entidade
como “excelente”, seja qual for o âmbito, pois opiniões só
caberão após a análise dos dados a serem estudados nos
capítulos componentes do desenvolvimento do projeto.

 As qualificações, se forem mencionadas, devem considerar o


reconhecimento da organização em premiações anteriores,
comprovadas, ou com base nas informações trazidas pela
pesquisa do aluno, como: é a segunda maior entidade
alimentícia da América no Sul (em seguida colocar a fonte de
onde se extraiu tal dado e a data).
Resumo

 O resumo não deve conter parágrafos; o conteúdo deve ser


abordado como texto corrido. Deve haver apresentação da
empresa estudada, e sim as informações mais importantes do
trabalho, como: objetivo, descrição breve dos itens
investigados neste PIM (aqui podem ser citadas as disciplinas
e o que será investigado em relação a cada uma) e qual a
metodologia da pesquisa, que no PIM costuma ser pesquisa
bibliográfica e pesquisa de campo. O objetivo do resumo é
fornecer informações que interessem ao leitor. Cabe uma
breve apresentação da empresa, com nome, localização, ramo
de atuação etc. Não deve haver qualificação da entidade (líder
de mercado, que é uma boa empresa ou informações desse
tipo) – opiniões só podem ser colocadas na conclusão do
trabalho. O resumo não deve conter mais de 500 palavras.
Conclusão

 É a parte final do texto, correspondendo a uma página, quando


devem ser apresentados os resultados finais da pesquisa,
correspondentes aos objetivos ou às hipóteses levantados
para o trabalho.

 Nesse momento, deve ser feita uma análise crítica da entidade,


tendo em vista o estudo com base nas disciplinas do período.

 É importante a apresentação de novas ideias, sugestões e


críticas em relação ao que foi verificado no estudo relatado.

 Além das sugestões fundamentadas em conceitos, o aluno


pode expor suas impressões pessoais, extraídas em função
do projeto e da entidade.
Referências

 Todas as referências deverão constar do desenvolvimento do


trabalho em forma de citação.

 Todas as citações deverão estar referenciadas.

 Não é permitido extrair conceitos de sites da internet,


de cunho não acadêmico.

 Sites somente podem ser consultados para obtenção ou


confirmação dos dados da entidade, devendo os conceitos ser
retirados do livro-texto ou das referências bibliográficas
da disciplina.
Referências

 As referências e as citações devem seguir as normas da ABNT


(Associação Brasileira de Normas Técnicas).

 A UNIP disponibiliza o guia de normalização no endereço


http://www3.unip.br/servicos/biblioteca/download/manual_
de_normalizacao.pdf.
Referências

Um autor:

 SOBRENOME, Nome. Título do livro: subtítulo (se houver).


Edição. Local: Editora, Ano.

 GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São


Paulo: Atlas, 2002.
Referências

Até três autores:

 SOBRENOME, Nome; SOBRENOME, Nome; SOBRENOME,


Nome. Título do livro: subtítulo (se houver). Edição. Local:
Editora, Ano.

 PASSOS, L. M. M; FONSECA, A; CHAVES, M. Alegria de saber:


Matemática, segunda série, 2, primeiro grau: livro do
professor. São Paulo: Scipione, 1995.
Referências

Mais de três autores:

 Indica-se apenas o primeiro, acrescentando-se a expressão


et al.

 SOBRENOME, Nome. et al. Título do livro: subtítulo (se


houver). Edição. Local: Editora, Ano.

 URANI, A. et al. Constituição de uma matriz de contabilidade


social para o Brasil. Brasília: IPEA, 1994.
Citações

 Citação é a menção de uma informação extraída


de outra fonte.

 Nas citações, as chamadas são feitas pelo sobrenome do


autor, instituição responsável ou título na sentença, em letras
maiúsculas e minúsculas, e quando estiverem entre
parênteses, em letras maiúsculas.
Citações

Citação direta de até 3 linhas:

 Deve estar contida entre aspas duplas.

Exemplos: Segundo Sá (1995, p. 27): “[...] por meio da mesma


arte de conservação que abrange tão extensa e significativa
parte da nossa existência cotidiana [...]”.
Citações

Citação direta com mais de 3 linhas:


 Deve ser destacada com recuo de 4 cm da margem esquerda
e fonte 11 que a usada no texto e sem as aspas. Os espaços
entre as linhas devem ser simples.

Exemplo:
 A teleconferência permite ao individuo participar de um
encontro nacional ou regional sem a necessidade de deixar
seu local de origem. Tipos comuns de teleconferências
incluem o uso da televisão, telefone, e computador. Através
de áudio-conferência, utilizando a companhia local de
telefone, um sinal de áudio pode ser emitido em um salão
de qualquer dimensão.
(NICHOLS, 1993, p. 181)
Citações

Citação indireta:

 Baseada na obra do autor consultado.

 Nas citações indiretas, a indicação das páginas é opcional.

 Exemplo: Merriam e Caffarella (1991) observam que a


localização de recursos tem um papel no processo de
aprendizagem autodirigida.
Revisões finais

Leitura do relatório, antes de sua postagem:

 Português;

 Normas da ABNT;

 Conteúdo.
Informações sobre as disciplinas do respectivo PIM

 Veja também a aula relacionada com as informações para


cada uma das disciplinas que compõem o respectivo PIM.
Alerta!

 Cópias de sites na internet, trabalhos de outras pessoas,


trechos transferidos de toda e qualquer fonte de pesquisa sem
as devidas normas de citação da ABNT, são proibidos e
reprovam o aluno, mesmo que outros itens de avaliação
tenham sido atendidos.
ATÉ A PRÓXIMA!