Você está na página 1de 18

PERGUNTAS INTRIGANTES

Como você descreveria sua agenda diária?

Perguntas intrigantes são utilizadas no processo de coaching para estimular a reflexão e


o autoconhecimento. Procure dedicar um tempo para você, com isto você tomará mais
consciência de como você está levando a vida e os resultados que estão sendo atingidos.

Para pensar agora antes de responder as perguntas intrigantes:

O seu tempo está uma bagunça, você não sabe o que fazer, quando fazer, tem muitas
coisas acontecendo e você tem a sensação que está perdendo algo. Isto lhe parece
familiar, a gestão do seu tempo será muito útil. Busque responder a pergunta intrigante
agora e avalie a sua agenda;

Dicas:

Gestão do tempo – único recurso que você não tem como retomar. Por que pensar
nisto:

 A gestão do tempo contribui para o estabelecimento de um equilíbrio entre a


vida familiar, social e profissional.
 Auxilia a superar a procrastinação (desculpar-se).
 Melhora o que se faz e ajuda no controle e explosão de informações e em
consequência na tomada de decisão.

Organizar a forma como você vem administrando o tempo é interessante você ponderar
como você está fazendo uso dele.

Considere os três fundamentos chaves:

a) Prioridade – pergunte-se: Se não for feito dá grande prejuízo? Se sim, então faça
primeiro – procure identificar a importância e as consequências quando estiver
estabelecendo a prioridade de suas ações.

b) Disciplina – procure fazer coisas que fazem sentido para você e que lhe são
importantes. Assim você irá conseguir entregar resultados.

c) Urgência – aquilo que você necessita dar maior foco.

Algumas ações que você pode desenvolver para desenvolver a sua habilidade para
entender melhor o uso do tempo:

 Envolva-se em pequenos projetos de construção fora do trabalho. Trabalhos de


marcenaria, horticultura, construção de modelos em escala de carros e aviões ou
outros que lhe agradem. Durante o trabalho se concentre na ordem e no tempo
de cada atividade devem ser feitos para que possam ser finalizados.
 Defina prioridades para suas atividades. Uma sugestão é o método ABC de
Lakein: “A” indica uma etapa significativa em direção à realização de seus
objetivos ou algo urgente que surgiu e não poderá ser adiado. “B” indica uma
atividade importante, porém não urgente e que hoje não significa
necessariamente um avanço significativo na realização de seus objetivos. E “C”
indica algo que não é urgente e, tão pouco importante, algo que você gostaria de
fazer quando possível.

Mesmo sabendo gerir bem o seu tempo o stress muitas vezes faz com que sabotamos
ele, veja se sua estratégia para lidar com o stress está funcionando e busque otimizar o
tempo para as coisas que lhe fazem sentido e trazem felicidade.

Quais oportunidades você tem por causa de seus pontos fortes?

Perguntas intrigantes são utilizadas no processo de coaching para estimular a reflexão e


o autoconhecimento. Procure dedicar um tempo para você, com isto você tomará mais
consciência de como você está levando a vida e os resultados que estão sendo
atingidos. Lembre-se o que Schutz comenta: somos responsáveis pelas nossas escolhas.

Para pensar antes de responder as perguntas intrigantes:

A criação brilhante de um trabalho sustentável e que você ama só é possível


quando você pode entender, reivindicar e usar suas habilidades naturais.
Reconheça seus pontos positivos e aproveite as oportunidades para fazer a
diferença.

Quer conhecer mais, consulte o nosso ebook – Comece Agora 2015, nele você terá a
oportunidade de aprender como fazer uma retrospectiva e avaliar os pontos positivos e
as oportunidades de melhorias. Você tem a sua disposição na caixa de ferramentas como
utilizar a análise SWOT e mapear as suas oportunidades de desenvolvimento.

Faça hoje sua análise e trace novos cenários para você. Só depende de você. Dê o
primeiro passo.

O que motiva você a ir para o trabalho todos os dias?

Perguntas intrigantes são utilizadas no processo de coaching para estimular a reflexão e


o autoconhecimento. Procure dedicar um tempo para você, com isto você tomará mais
consciência de como você está levando a vida e os resultados que estão sendo
atingidos.

Para pensar agora, antes de responder as perguntas intrigantes:

Earl Nightingale certa vez escreveu: “A felicidade é a concretização progressiva de um


ideal ou de uma meta que valha a pena.”

Então, pense no que o motiva. Descobrir o que nos move para a conquista desta
felicidade é um caminho para nos tornarmos cada vez mais inteiros no que nos
propomos fazer.
Quer saber um pouco mais de como você pode traduzir intenção em ação fazendo uso
de sua motivação leia nosso post que fala sobre o processo de mudança.

Quais desafios você pode transformar, hoje, numa realidade positiva em sua vida?

Perguntas intrigantes são utilizadas no processo de coaching para estimular a reflexão e


o autoconhecimento. Procure dedicar um tempo para você, com isto você tomará mais
consciência de como você está levando a vida e os resultados que estão sendo
conquistados. Lembre-se que nos tornamos aquilo que fazemos repetidamente.

Para pensar agora, antes de responder as perguntas intrigantes:

Desafiar é uma arte que nos mobiliza para a ação. “A vida está cheia de desafios que, se
aproveitados de forma criativa, transformam-se em oportunidades,” afirma Maxwell
Maltz.

Responda as perguntas intrigantes e descubra como fazer melhor hoje o seu dia.

Como você pode se reorganizar para utilizar melhor seu tempo e atuar em direção ao
seu sonho?

Perguntas intrigantes são utilizadas no processo de coaching para estimular a reflexão


e o autoconhecimento.
Respondendo as indagações você estará dando um tempo para você, e terá como bônus
uma avaliação sua para você de como você está levando a vida, para assim identificar
no que contribui ou não para o seu resultados.

Antes de responder as perguntas intrigantes, reflita:

Você já sabe como anda a sua agenda já fez os ajustes? Se ainda não está conseguindo
os resultados que você quer, procure identificar o que você está fazendo com o seu
tempo.

Quer saber um pouco mais, na nossa página Oficina de Ideias você encontrará dois
textos sobre o tema um fala sobre a Gestão do Tempo e outro sobre Procrastinar

Que pensamentos negativos ocorrem com freqüência e a impedem de andar para


frente?

Respondendo estas perguntas intrigantes você estará dando um tempo para você, e terá
como bônus uma avaliação sua para você de como você está levando a vida, para assim
identificar no que contribui ou não para o seu resultados.
Para pensar agora:

Como posso gerenciar os meus pensamentos negativos?

Uma dica de como lidar com esta questão está em pensamentos negativos: como
enfrenta-los.

Você consegue definir um sentimento para o que está acontecendo com você neste
exato momento?

Perguntas intrigantes são utilizadas no processo de coaching para estimular a reflexão


e o autoconhecimento.

Respondendo as perguntas intrigantes você estará dando um tempo para você, e terá
como bônus uma avaliação sua para você de como está levando a vida, com isto
identificar o que contribui ou não para os resultados que está alcançando.

Para pensar agora:

O que eu faço com isto? Tenho que tomar uma decisão, escuto o meu sentimento? Para
responder a esta pergunta leia a dica do post O que faço com isto? Sentimento?

O que fazer hoje para ir em direção a seus objetivos?

Pergunta intrigante #8 o fará pensar em que ação que você pode fazer para ir ao
encontro do que deseja e quer para si.

Lembre: Perguntas intrigantes são utilizadas no processo de coaching para estimular a


reflexão e o autoconhecimento.

Respondendo estas perguntas intrigantes você estará dando um tempo para você, e terá
como bônus uma avaliação sua para você de como você está levando a vida, para assim
identificar no que contribui ou não para o seu resultados.

“Uma saída pode ser uma estrada.” Qual seria essa oportunidade atualmente em sua
vida?

Perguntas intrigantes – 9- são utilizadas no processo de coaching para estimular a


reflexão e o autoconhecimento. Procure dedicar um tempo para você, com isto você
tomará mais consciência de como você está levando a vida e os resultados que estão
sendo atingidos. Lembre-se o que Schutz comenta: somos responsáveis pelas nossas
escolhas.
Para pensar agora:

“Homem deve criar as oportunidades e não somente encontrá-las.” Francis Bacon.

As oportunidades acontecem a todo momento, o que faz a diferença em aproveitar bem


ou não são as atitudes que temos com a nossa vida. Pensando nisto construímos um post
com dicas de como aproveitar as oportunidades. Leia e compartilhe conosco a sua
opinião.

Quais valores realmente fazem você se mover na vida?

Perguntas intrigantes são utilizadas no processo de coaching para estimular a reflexão e


o autoconhecimento. Procure dedicar um tempo para você, com isto você tomará mais
consciência de como você está levando a vida e os resultados que estão sendo
atingidos. Lembre-se o que Schutz comenta: somos responsáveis pelas nossas escolhas.

Para refletir agora:

Quais são os cinco valores que norteiam a sua vida? Para auxiliar a responder a
esta pergunta, pense:

1. Seus objetivos. Por que estes objetivos são importantes para você? O que sua
realização trará para você?

2. No que é importante para você. O que estas coisas geram em você?

3. No que é mais importante para você. Qual é o sentimento que lhe traz estas
coisas?

4. Em algum comportamento indesejado seu. Ele traz algum benefício? Se sim,


qual?

A resposta a estas perguntas irão dar a você condições para listar os seus valores
uma vez que respondem as perguntas: o que o motiva? O que é importante para
você?

Liste seus valores

Quais os talentos naturais que as pessoas reconhecem em você?

Perguntas intrigantes são utilizadas no processo de coaching para estimular a


reflexão e o autoconhecimento. Procure dedicar um tempo para você, com isto
você tomará mais consciência de como você está levando a vida e os resultados que
estão sendo atingidos.

A questão faz pensar em alguns aspectos


O que é talento?
O que é talento?
Eu tenho talento?
O que me diferencia dos outros?

Para auxiliar nesta reflexão confira 4 dicas para potencializar o que você tem de melhor

Como seria sua vida hoje se ela fosse diferente? O que seria diferente?

Perguntas intrigantes são utilizadas no processo de coaching para estimular a


reflexão e o autoconhecimento. Procure dedicar um tempo para você, com isto
você tomará mais consciência de como você está levando a vida e os resultados que
estão sendo atingidos.

A questão faz pensar em alguns aspectos:

Quão satisfeito estou com aquilo que faço?


Para chegar a 100% de satisfação com aquilo que faço, o que preciso fazer?
O que faço, hoje, que posso fazer diferente?
Fazer algo diferente, vai fazer a diferença?
O que realmente está pegando?

Responde as questões acima irá auxiliar a abrir perspectiva de sua satisfação atual
com aquilo que você está fazendo e os resultados que está obtendo.

Confira a suas respostas – desafie-se fazer diferente e monitore os resultados

O que é importante para voe na vida?

Perguntas intrigantes são utilizadas no processo de coaching para estimular a reflexão e


o autoconhecimento. Procure dedicar um tempo para você, com isto você tomará mais
consciência de como você está levando a vida e os resultados que estão sendo atingidos.

A questão faz pensar em alguns aspectos:

Qual a vida que eu quero levar?


O que faz sentido para mim?
O que é uma vida com significado?

Responde as questões acima irá auxiliar a abrir perspectiva de sua satisfação atual com
aquilo que você está fazendo e os resultados que está obtendo.

Confira a suas respostas – desafie-se fazer diferente e monitore os resultados.

Se você fosse realizar uma única coisa nos próximos 09 meses, o que deveria ser?
Perguntas Intrigantes #14

Perguntas Intrigantes #14 - são utilizadas no processo de coaching para estimular


a reflexão e o autoconhecimento. Responda e facilite o seu desenvolvimento.

Esta indagação em particular é para você parar para pensar nas suas metas e
naquilo que é relevante para você – o que realmente importa.

Para auxiliar a responder esta questão, busque as respostas para estas seis
perguntas fundamentais:

1. Por que existo?


2. Como me comporto?
3. O que faço?
4. Como terei sucesso?
5. O que é mais importante exatamente agora?
6. O que devo fazer?

O que você encontrará pode dizer muito de você e no que realmente neste
momento deve ser o foco de ações. São suas escolhas – faças e seja a melhor pessoa
que você pode ser.

Quais oportunidades você está construindo?

Perguntas intrigantes #15 são utilizadas no processo de coaching para


estimular a reflexão e o autoconhecimento. Procure dedicar um tempo para
você, com isto você tomará mais consciência de como você está levando a
vida e os resultados que estão sendo atingidos.

Você está satisfeito com as oportunidades que você está construindo para si?
Você percebe que pode construir uma trilha de sucesso, aproveitando as
oportunidades que a vida, então está pensando em estratégias para tirar
vantagem, seguem as 8 perguntas para auxiliar na sua reflexão:

1. O que você quer para você?


2. Que competências você precisa ter?
3. O que precisa acontecer para você saber que chegou aonde quer?
4. Como manter o FOCO e a AÇÃO para obter o resultado desejado?
5. Como posso corrigir rota no meu planejamento?
6. O que posso fazer para ter insights e oportunidades para melhorar o meu
planejamento?
7. Como administro o tempo das atividades que tenho planejado?
8. O que fazer quando tiver dúvidas do que fazer primeiro?

Compartilhe conosco as suas respostas e espero que a partir de agora você


seja o construtor de suas oportunidades e que tenha resultados
extraordinários.
Oficina de idéias

Desafie-se

“ Alarge o horizonte de possibilidades que você é.”

Barbara L. Fredrickson (2009)

Desafie-se a ser melhor do que é hoje, para tanto procure se conhece de si cada vez
mais. Quanto mais a pessoa sabe de si, mais condições para fazer a diferença e
conquistar melhores resultados. Um processo que pode lhe auxiliar neste desafio é
o Coaching, uma vez que irá provocar você a buscar por mudanças consistentes, a
ampliar a mente e com isto muda a maneira como você pensa e age em uma imensa
variedade de circunstâncias. Como diz Bárbara Fredrickson “quando você vê mais, tem
mais idéias e mais ações se tornam possíveis.”

Entrar no desafio do autoconhecimento é uma oportunidade que dada a pessoa que quer
ser melhor, adquire um leque maior de possibilidade; gerar no entorno um ambiente
mais harmônico e feliz. Isto é gerado uma vez que as habilidades para empatia e gerar
sinergia ficam mais aflorada quanto mais a pessoa admite quem ela é.

Encare esta provocação, procure se conhecer mais.

Pensamentos negativos como enfrentá-los

Pensamentos negativos: como enfrentá-los é o desafio de todos, uma vez que não
somos 100% positivos, como também não somos 100% negativos; somos um mix de
sentimentos. Aprender a lidar com as emoções e os sentimentos, particularmente os
negativos que nos incomodam. A habilidade que a pessoa tem para gerenciar seus
pensamentos negativos, a fim de evitar que estes o incapacitem e não atrapalhem nas
atividades do dia-a-dia, e o desafio de cada um.

O modo como se pensa acerca de si mesmo, das outras pessoas e dos fatos faz com que
o humor se estabeleça. Um exemplo: “eu não presto para nada”. Toda vez que este
pensamento aparece na mente de uma pessoa fará com que esta tenha sua autoestima
rebaixada. Se esta pessoa tiver que superar um desafio e ter este pensamento seu estado
de humor será moldado a ele. Então como enfrentar estes pensamentos negativos?

A questão não são os sentimentos ou pensamentos negativos que se tem, e sim a forma
como se lida com eles. Todos têm, como foi dito, um mix de sentimentos e pensamentos
que se manifestam em cada qual. Por exemplo: “eu não vou conseguir fazer isto, não
presto” veio à cabeça de uma pessoa e ela desafiou este pensamento “aonde está a
evidencia que eu não consigo? No que presto?” e conforme as respostas que obtém pode
ou não alterar a sequência de suas atividades e começar a acreditar que pode e que
presta. Com isto pode-se concluir - não somos escravos de nossos sentimentos e
pensamentos negativos, pode-se questioná-los. É necessário tomar consciência destes,
no entanto, seguir ou não é uma escolha de cada um.

Uma sugestão para você domar os seus pensamentos é reorientar estes com base nos
seus valores, metas, interesses e sonhos.

Isto o fará agir conforme a sua consciência, e não mais ser domado pelo que é negativo.
Certamente você já deva estar fazendo isto. Entretanto, pare agora e veja em você: “que
pensamentos negativos passam em sua cabeça, que sentimentos negativos percorrem o
seu corpo?” Este exercício lhe permite entrar em contato consigo, para que você não
fique escravo de distorções do pensamento, gerando comportamentos não desejados,
podendo levar a problemas psicológicos que podem ter consequências em problemas
pessoais que pode se tornar um obstáculo ao seu desenvolvimento pessoal.

Faça o exercício e compartilhe conosco o resultado. Acredito que a missão de cada um


seja ser feliz. Logo: adeus aos pensamentos negativos, enfrentá-los.

O que eu faço com isto? Sentimento?

O que eu faço com isto? Sentimento? Tenho que tomar uma decisão, escuto o meu
sentimento? Muitas vezes esta pergunta vem em uma sessão de coaching. Para
responder conduzo a reflexão: Você toma decisões todos os dias, leva em consideração
uma infinidade de números e fatos. Para conseguir interligar tudo que tem à disposição
precisa criar sintonia entre os circuitos do cérebro que controlam toda a sabedoria de
vida com o assunto que precisa de uma posição. O complicado: os circuitos não
conectam a parte do cérebro que pensa em palavras, mas sim em grande parte no
instituto – com o que passa no nosso corpo.

Tomar decisão escutando os sentimentos. Daniel Goleman comenta um “estudo feito na


USC que descobriram que, quando os empresários bem-sucedidos tomam decisões, eles
reúnem informações o mais amplamente possível, em seguida, compare-o com o seu
sentimento – instinto – reações do corpo. Se eles não se sentem bem, eles não vão em
frente, mesmo os números parecem bons.”

Malcom Gladwell no seu livro Blink demonstra a importância da intuição no


desenvolvimento das ações de cada qual.

No modelo de inteligência emocional, de Daniel Goleman ele fala sobre isso em termos
de autoconhecimento, a capacidade fundamental de gestão de nós mesmos, sintonizando
com outros, e ter relacionamentos eficazes.

Mas a pergunta continua: O que eu faço com isto? Sentimento?

O filósofo da Universidade de Chicago, Eugene Gendlin, desenvolveu um método que


chama “se concentrar”, é um aplicativo brilhante de autoconsciência. Gendlin estava
anos à frente do movimento de consciência que agora está varrendo o mundo dos
negócios. Seu método aplica-se a atenção plena de sensações sutis no corpo. Aqui está
um breve resumo da descrição do Dr. Gendlin de se concentrar a partir de seu site:
“A sensação no seu corpo é chamada de “sentido”. Ela está por trás de seus
pensamentos e sentimentos. É significativo e cheio de significado. Entrando em contato
com o sentido percebido é o primeiro passo importante de se concentrar. Foco é a
capacidade de ficar com a sensação sentida como ela se desenvolve, olhar para ela com
curiosidade, sem julgar. Foco é a capacidade de acolher o que vem, para manter uma
atitude amigável para o que está dentro de você. Foco é a capacidade de ouvir o que o
corpo está tentando lhe dizer alguma coisa e estar pronto para ser surpreendido. Focado
você terá melhor capacidade para enfrentar situações difíceis e encontrar soluções
criativas.”

Então – realmente é importante ouvir os seus sentimentos para tomar uma decisão. Então
responda dando atenção ao que o seu corpo quer lhe contar: Você consegue definir um
sentimento para o que está acontecendo com você neste exato momento?

afirmativa você precisa reconhecer seus pontos fortes, suas expectativas, construir
cenários ao longo do tempo do que você deseja para você e identificar o que precisa
começar hoje a fazer para que seu sonho se torne real. Para auxiliá-lo nesta tarefa,
identifique em pessoas que você admira o que elas têm – características – e o que
fizeram – atitudes — para conquistar os seus desejos.

2. Faça o que tem que ser feito.

Esqueça o medo de tentar e do que os outro vão falar e pensar de você. Daí – se der
errado – você terá outra oportunidade para fazer melhor. Bob Nelson em seu livro: Faça
o que tem que ser feito nos provoca: “O que faz com que uma empresa tenha sucesso e
outra lute para sobreviver? São as pessoas, e a iniciativa diária, a energia e o empenho
com que elas trabalham, sem esperar que lhes digam o que devem fazer.”

3. Esteja na vitrine.

Tenha fé: até uma derrota pode ser uma porta para a oportunidade. Aprende-se como
não fazer e se reflete como pode ser feito de forma melhor para que de uma próxima vez
se acerte, só se consegue isto arriscando-se, colocando-se na vitrine de sua vida –
fazendo. Lembre-se: é bem provável que depois de alguns fracassos se tenha sucesso e
que este pode recompensar todos os insucessos anteriores – já pensou se Tomas Edison
tivesse desistido de tentar – será que teríamos a lâmpada?

4. Mantenha-se preparado.

A sua formação é o seu maior patrimônio, esteja ciente que o desenvolvimento pessoal
abre portas e que é um processo contínuo. Não fique estagnado no que já tem, desafie-se
a fazer mais – lembra do curso de inglês? Espanhol? Aqueles seminários de gestão? Vai
deixar para quando – entenda que pode-se perder oportunidades por se estar estagnado
na nossa formação enquanto outros se aperfeiçoam.

5. Promova relacionamentos.

Conheça pessoas, fale diariamente com pessoas diferentes, permita-se zelar e cuidar das
pessoas, bem como de reconhecer e valorizar a importância de cada um mesmo em
situações de conflitos. Seja agregador de pessoas a sua volta, fortaleça as relações de
sua cadeia de valor. Acredite: você tem mais chances de ter sucesso quando conhece
muitas pessoas.

6. Cultive a astúcia, a capacidade criadora e o pensamento positivo.

São atitudes importantes para ver as oportunidades. A percepção – astúcia – por meio
dela que a pessoa organiza e interpreta o que acontece ao seu redor e com isto atribui
significado. A capacidade criadora – a criatividade – o dicionário Aurélio define
“engenho, inventividade; capacidade que tem um falante nativo de criar e compreender
um número ilimitado de sentenças em sua língua.” Walt Disney disse certa vez que
Criatividade é como ginástica: quanto mais se exercita, mais forte fica. Comece já. O
pensamento positivo – otimismo – é o conselho para superar as dificuldades e é
destacado como uma das alavancas do bem estar psíquico – transforme em uma prática
diária.

7. Busque por alternativas.

A filosofia chinesa ressalta algo que vale a pena refletir – você pode não ser totalmente
responsável por uma situação, mas, quando está nela, tem a obrigação de encontrar a
melhor maneira de enfrentá-la. Buscar sempre o melhor caminho de uma situação o fará
com que você tire o melhor proveito – quer em situação favorável quer desfavorável.

Pense sobre isso e prepare sua mente para aproveitar as oportunidades que surgem –
abra portas. Pois é, é isso, desejo que você tenha gostado destas dicas e as aplique no
seu dia-a-dia e que abram oportunidades para você e, por que não, para mim!

Então: Qual é a sua oportunidade – hoje? Como você vai aproveitá-la?

afirmativa você precisa reconhecer seus pontos fortes, suas expectativas, construir
cenários ao longo do tempo do que você deseja para você e identificar o que precisa
começar hoje a fazer para que seu sonho se torne real. Para auxiliá-lo nesta tarefa,
identifique em pessoas que você admira o que elas têm – características – e o que
fizeram – atitudes — para conquistar os seus desejos.

2. Faça o que tem que ser feito.

Esqueça o medo de tentar e do que os outro vão falar e pensar de você. Daí – se der
errado – você terá outra oportunidade para fazer melhor. Bob Nelson em seu livro: Faça
o que tem que ser feito nos provoca: “O que faz com que uma empresa tenha sucesso e
outra lute para sobreviver? São as pessoas, e a iniciativa diária, a energia e o empenho
com que elas trabalham, sem esperar que lhes digam o que devem fazer.”

3. Esteja na vitrine.

Tenha fé: até uma derrota pode ser uma porta para a oportunidade. Aprende-se como
não fazer e se reflete como pode ser feito de forma melhor para que de uma próxima vez
se acerte, só se consegue isto arriscando-se, colocando-se na vitrine de sua vida –
fazendo. Lembre-se: é bem provável que depois de alguns fracassos se tenha sucesso e
que este pode recompensar todos os insucessos anteriores – já pensou se Tomas Edison
tivesse desistido de tentar – será que teríamos a lâmpada?

4. Mantenha-se preparado.

A sua formação é o seu maior patrimônio, esteja ciente que o desenvolvimento pessoal
abre portas e que é um processo contínuo. Não fique estagnado no que já tem, desafie-se
a fazer mais – lembra do curso de inglês? Espanhol? Aqueles seminários de gestão? Vai
deixar para quando – entenda que pode-se perder oportunidades por se estar estagnado
na nossa formação enquanto outros se aperfeiçoam.

5. Promova relacionamentos.

Conheça pessoas, fale diariamente com pessoas diferentes, permita-se zelar e cuidar das
pessoas, bem como de reconhecer e valorizar a importância de cada um mesmo em
situações de conflitos. Seja agregador de pessoas a sua volta, fortaleça as relações de
sua cadeia de valor. Acredite: você tem mais chances de ter sucesso quando conhece
muitas pessoas.

6. Cultive a astúcia, a capacidade criadora e o pensamento positivo.

São atitudes importantes para ver as oportunidades. A percepção – astúcia – por meio
dela que a pessoa organiza e interpreta o que acontece ao seu redor e com isto atribui
significado. A capacidade criadora – a criatividade – o dicionário Aurélio define
“engenho, inventividade; capacidade que tem um falante nativo de criar e compreender
um número ilimitado de sentenças em sua língua.” Walt Disney disse certa vez que
Criatividade é como ginástica: quanto mais se exercita, mais forte fica. Comece já. O
pensamento positivo – otimismo – é o conselho para superar as dificuldades e é
destacado como uma das alavancas do bem estar psíquico – transforme em uma prática
diária.

7. Busque por alternativas.

A filosofia chinesa ressalta algo que vale a pena refletir – você pode não ser totalmente
responsável por uma situação, mas, quando está nela, tem a obrigação de encontrar a
melhor maneira de enfrentá-la. Buscar sempre o melhor caminho de uma situação o fará
com que você tire o melhor proveito – quer em situação favorável quer desfavorável.

Pense sobre isso e prepare sua mente para aproveitar as oportunidades que surgem –
abra portas. Pois é, é isso, desejo que você tenha gostado destas dicas e as aplique no
seu dia-a-dia e que abram oportunidades para você e, por que não, para mim!

Então: Qual é a sua oportunidade – hoje? Como você vai aproveitá-la?

8 DICAS PARA CONSTRUIR OPORTUNIDADES


“Homem deve criar as oportunidades e não somente encontrá-las. ” Francis
Bacon.

8 dicas para construir oportunidades, isto é possível? Sim é! Você já


encontrou uma oportunidade excelente e por alguma coisa não conseguiu
aproveitar? Ou recentemente você disse: “dei com os burros na água” e que
anda sem sorte. O fato: saber achar e tirar proveito das oportunidades não
tem relação com sorte, tem sim relação com planejamento, ou seja, uma
visão que te permita enxergar com clareza o caminho que precisa ser
percorrido para conquistar o que você quer e de que forma você pode
abusar do que aparecer para você neste trajeto.

Pensando em estratégias para tirar vantagem, seguem as 8 dicas para


construir oportunidades:

1. O que você quer para você?

Sêneca já nos alertou: “Nós só podemos ser aquilo que um dia imaginamos
ser”. Sendo assim, conheça seus pontos fortes, suas expectativas e os seus
sonhos. Para ajudá-lo nesse processo, busque por referências de pessoas que
você admira e entenda que características e conquistas elas possuem.

2. Que competências você precisa ter?

Frente aquilo que você quer, é importante verificar em quais pontos você
precisa melhorar e o que é necessário fazer para alcançar esse objetivo. Para
auxiliar, responda: é necessário fazer algum curso? Como deve ser a sua
rotina? Que networkings precisam ser feitos? Quem pode apoiá-lo?

3. O que precisa acontecer para você saber que chegou aonde quer?

Crie indicadores que o auxilie neste caminho, tenha em mente que um


grande objetivo para ser atingido é bom desdobra-lo em pequenos objetivos
que o faz caminhar para o grande, e com a vitória de cada etapa é possível
obter energia para ir mais longe.

4. Como manter o FOCO e a AÇÃO para obter o resultado desejado?

Uma dica é criar uma forma de lista de suas atividades no papel ou no


computador, considerando sempre: Que tarefas precisam ser realizadas?
Quando você precisa realizar? Que custo você terá? Qual o status da tarefa
(foi feito ou não)?

5. Como posso corrigir rota no meu planejamento?


Para ponderar sobre as conquistas de cada passo além do foco e da ação, é
pertinente você estar atento às tendências e novidades, manter-se antenado
com assuntos diversos, notícias do seu segmento e novidades em geral. Para
isso, procure canais que proporcionem o acesso a conteúdo variados e
mantenha contato com pessoas de diferentes universos.

6. O que posso fazer para ter insights e oportunidades para melhorar o meu
planejamento?

Mantenha-se em constante aprendizado, para isto: leia livros, participe de


eventos, faça atividades diferentes, converse com pessoas, partilhe
experiências. Tudo isto é essencial para o crescimento e pode trazer diversas
ideias e ensejos para ajudar na busca por seus objetivos.

7. Como administro o tempo das atividades que tenho planejado?

Principal passo é o de se organizar para aproveitar o tempo da melhor forma


possível. Segue uma sugestão: entenda os papéis que você desempenha no
dia-a-dia (por exemplo, pai, filho, estudante, profissional, voluntário,
esportista, entre outros) e destine períodos específicos para cada um deles
na sua programação semanal.

8. O que fazer quando tiver dúvidas do que fazer primeiro?

Conte com apoio de uma pessoa de confiança que é capaz de enxergar com
mais clareza o todo. Esse observador pode apoiá-lo no seu planejamento,
pode ser um amigo em quem você acredita, um familiar ou um coach.

Compartilhe conosco as suas respostas e espero que a partir de agora você


seja o construtor de suas oportunidades e que tenha resultados
extraordinários

Sua estratégia para lidar com stress funciona?

Denise Zimmermann 10-15-2014 0 Comentários

A pressão do dia a dia – que vem dos desafios e dos obstáculos da vida, por vezes, é
difícil de aguentar. Quando se sente mais sobrecarregado, sob pressão, ou inseguro
respeito de como satisfazer as exigências da vida, é que se vive o stress.

O stress pode ser uma boa coisa, quando vem pequenas doses, uma vez que dá o
impulso de que se necessita para realizar as tarefas, a motivação para a fazer o melhor e
a se manter focado e alerta.

Você pode estar se perguntando: o que posso fazer para gerenciar o stress?
A resposta a esta pergunta começa com estes 2 passos:

1 – Identificar os sintomas e reconhecer que você está estressado.


2 – Identificar e agir sobre as causas do stress – isto é, sobre os estressores.

Cuide para não cair na armadilha de tratar o sintoma e não a causa do stress, por
exemplo: a sua cabeça começou a doer depois que você ”bate boca” com colega de
trabalho, para tratar desta situação o seu impulso é tomar uma analgésico, ou pior come
alguma guloseima por pensar que seja fome.

Para encontrar os estressores, faça a pergunta:


“O que realmente está causando isso?”

E, depois, conclua com as duas perguntas chaves:


“De que modo eu estou contribuindo para agravar essa situação?”
“O que eu, e somente eu, posso fazer para mudar isso?”

Veja um exemplo de como funciona:


– O que está causando o seu stress?
– As constantes discussões com meu colega de trabalho.
– O que está causando isso?
– Temos opiniões diferentes sobre vários assuntos.
– O que está causando isso?
– Pensamos de modo diferente e meu colega de trabalho não coopera com a organização
da sala.

Por vezes o stress é tão intenso que você não consegue ir até o fim no seu
questionamento, então pare e procure fazer alguns minutos de relaxamento.

Esta é uma excelente estratégia para lidar com o stress – questionar e lidar com os
estressores.
Mudança: você está levando a vida, ou a vida está te levando?

Denise Zimmermann 09-9-2014 0 Comentários

Uma das premissas do coaching é entrar em ação. Isto é, obter mudanças sustentáveis
que gerem resultados novos na vida de cada um.

A mudança é condição presente no dia-a-dia de todos, e por vezes a pessoa liga o piloto
automático e deixa ela – A VIDA – levar. Penso que esta não é a melhor forma de lidar
com o bem mais precioso que se tem e que nunca é recuperado, que é o TEMPO que a
vida leva quanto não se está no aqui e agora, sujeito de sua ação.

Com isto dito, vem algumas perguntas à mente:


1. Quão disposto estou para ser o agente de mudança em minha vida?
2. O que mais desejo para min?
3. O que faz que eu ainda não tenha o que quero?

Pare, pense, dê um tempo para si para identificar as respostas.

Agora se você acredita que está 100% disposto em ser o agente de mudança, o
condutor de sua vida para a conquista de prosperidade, nova pergunta para pensar:

• O que você está fazendo HOJE para transformar isto em realidade?

Liste as suas ações – faça o seu mapa mental de oportunidades e vá construir o seu
destino.

Agora é a hora de entrar em ação.


Aristóteles já dizia: “nós somos aquilo que fazemos repetidamente. Excelência,
então, não é um modo de agir, mas um hábito”.

Gestão do tempo uma introdução

Gestão do tempo: uma introdução

Gestão do tempo: uma introdução. É um texto preparado para você pensar como está
fazendo uso deste único recurso que você não tem como retomar: o tempo. Quais
motivos se tem para pensar sobre este tema?

 A gestão do tempo contribui para o estabelecimento de um equilíbrio entre a vida


familiar, social e profissional.
 Auxilia a superar a procrastinação (desculpar-se).
 Melhora o que se faz e ajuda no controle e explosão de informações e em
consequência na tomada de decisão.

Convenceu que vale a pena dedicar algum tempo para organizar a forma como você
vem administrando o seu dia a dia. E agora o que fazer?

Primeira tarefa: é conveniente você ponderar como você está fazendo uso dele.
Considere os três fundamentos chaves:

a) Prioridade – pergunte-se: Se não for feito dá grande prejuízo? Se sim, então faça
primeiro – procure identificar a importância e as consequências quando estiver
estabelecendo a prioridade de suas ações.

b) Disciplina – procure fazer coisas que fazem sentido para você e que lhe são
importantes. Assim você irá conseguir entregar resultados.

c) Urgência – aquilo que você necessita dar maior foco.

Organizou a listas de suas atividades, categorizou, agora é colocar em prática. Segue


algumas ações que você pode aplicar para desenvolver a sua habilidade para entender
melhor o uso do tempo:

 Envolva-se em pequenos projetos de construção fora do trabalho. Trabalhos de


marcenaria, horticultura, construção de modelos em escala de carros e aviões ou
outros que lhe agradem. Durante o trabalho se concentre na ordem e no tempo de
cada atividade devem ser feitos para que possam ser finalizados.
 Defina prioridades para suas atividades. Uma sugestão é o método ABC de Lakein: “A”
indica uma etapa significativa em direção à realização de seus objetivos ou algo
urgente que surgiu e não poderá ser adiado. “B” indica uma atividade importante,
porém não urgente e que hoje não significa necessariamente um avanço significativo
na realização de seus objetivos. E “C” indica algo que não é urgente e, tão pouco
importante, algo que você gostaria de fazer quando possível.

Mesmo sabendo gerir bem o seu tempo o stress muitas vezes faz com que sabotamos
ele, veja se sua estratégia para lidar com o stress está funcionando e busque otimizar o
tempo para as coisas que lhe fazem sentido e trazem felicidade.
PROBLEMAS COM O TEMPO

Problemas com o tempo? Veja se isto lhe parece familiar: Quantas vezes você já se
pegou fazendo um monte de coisas e ainda deixando outro tanto para trás. Sempre lhe
perguntam – você fez tal coisa? você lembrou de outra? e de repente você se dá conta –
nem tudo que preciso e quero fazer estou realmente conseguindo, e o trabalho vai
acumulando. Sabe o que você está fazendo que dá problemas com o tempo,
procrastinando; isto é deixando para depois, usando de delongas.

Quais são as razões para que as pessoas procrastinam?

1. QUER UM TRABALHO PERFEITO: Você quer fazer o trabalho, no entanto sente


que simplesmente não tem todos os recursos para que o resultado seja a perfeição.
Constata que não fez as investigações necessárias, ou a resposta que você tem não é
certo.
SABE: Feito é melhor que perfeito, mas, por vezes, a procrastinação pode ser a
manutenção de seus padrões elevados. Nem todos os prazos rígidos são úteis. Então, de
a volta por cima, e veja o que mais você pode fazer.

2. NÃO ACHA QUE É CERTO: Você não está certo que esta ação vai ajudar na sua
carreira. Você concordou com um valor mais baixo do que você merece. Você sabe que
essa atividade esta atividade está ocupando mais tempo que você poderia estar melhor
aproveitando, como por exemplo: utilizado para inventar novos projetos, encontrar um
novo emprego, ou até mesmo uma nova profissão.

O que pode ser feito para melhorar esta situação, para não se ter mais problemas com o
tempo?

Primeiro passo: Olhe para o que tem que ser feito e identifique o que está ocorrendo,
pode ser gratificante – e, por fim, ajuda-lo a fugir das garras da procrastinação. Que tal
trocar aquele tempo de navegação na web por fazer um plano que garanta que você
acabe a situação que está deixando de lado.

Segundo passo: Organize o seu tempo: faça o planejamento das tarefas x tempo de
desenvolvimento.

Terceiro passo: Saiba claramente o que você quer para você, aonde você quer chegar
com no seu trabalho.

Conclusão fazendo os passos: Isto lhe auxiliará a lidar melhor com o seu tempo, e com
isto pode tratar a coisa que você está evitando como o que é: Só uma pequena coisa que
está entre você e mais significativa, o trabalho agradável.

Por que gastar mais tempo com ela do que o necessário? Você pode lidar com isso e
seguir em frente.