Você está na página 1de 5

Canais de acesso – Largura mínima

BACIAS PORTUÁRIAS E DOS BERÇOS

BACIA DE ESPERA OU QUARENTENA (FUNDEIO OU ANCORAGEM)

• PROFUNDIDADE COMO EM CANAIS, DESCONSIDERANDO O SQUAT.

• COM UM FERRO E BOA TENÇA: R = 5 hPMSÍZ + LNT + 5 m

BACIA DE EVOLUÇÃO

• LOCALIZAÇÃO ABRIGADA E DESOBSTRUÍDA

• DIMENSÕES EM FUNÇÃO DO NAVIO TIPO, SUA MANOBRABILIDADE E A JANELA


TEMPORAL DE MARÉ

• PROFUNDIDADE MÍNIMA: COMO EM CANAIS, DESCONSIDERANDO A ONDA.

• DIÂMETRO SEM E COM A ASSISTÊNCIA DE REBOCADORES: 4 A 2 LNT

• ASSISTÊNCIA DE REBOCADORES:

- abaixo de 60.000 tpb: 2, acrescentando-se 1 rebocador adicional para cada 60.000 tpb.

BACIA DO BERÇO

 PROFUNDIDADE MÍNIMA: COMO EM CANAIS, DESCONSIDERANDO A ONDA.

 MANOBRA DE ATRACAÇÃO OU DESATRACAÇÃO SEM REBOCADORES: 1.5 L x 1,5 B

 MANOBRA DE ATRACAÇÃO OU DESATRACAÇÃO COM REBOCADORES: 1.25 L x 1,25 B


Ante-projeto de quebra-mar de talude

SEÇÃO TRANSVERSAL TIPO DE CAMADAS GRADUADAS DE BLOCOS

• ARMADURA: suporta a ação direta das ondas

• CAMADAS INTERMEDIÁRIAS E NÚCLEO:

- Critérios de filtro geotécnico

- Amortecimento da energia das ondas

- Aproveitamento da granulometria da pedreira

 BERMAS HIDRÁULICAS E/OU GEOTÉCNICAS

 FÓRMULA DE HUDSON PARA O PESO DO BLOCO DA ARMADURA

(H )3  s
P
s 3
K( -1 ) cotg
a